• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
MichelleA

Quais são os perigos de se iniciar no Reiki?

Recommended Posts

40 minutos atrás, Cristaldo disse:

garante que você vislumbrou aquele grau de consciência e tem autonomia de entrar e sair dele quanto quiser... supoe-se que apartir dai você tem por si só condições de passar a tentar um grau superior. Mas note, que é tarefa sua a manutenção da ampliação obtida anteriormente. O reiki não inclui isso ! No reiki parece ser mais uma questão de avanço da técnica. A iniciação verdadeira logo é impossível de ser tirada, porque ela é composta de um conjunto de experiências pelas quais você passou/provocou (e por isso atingiu um novo estado de consciência)... ninguem pode tirar de você o que você aprendeu de fato.

Pois é, em relação ao Reiki tenho algo interessante para relatar, que se relaciona com isso, eu creio.

Todos recebemos os 3 graus naquela noite. Embora alguns ali já fossem grau 1, outros graus 3A. Um dos que já era grau um, e já praticava ha um tempo, nunca se animou a usar os outros graus, sentia que ele não aceitava "aquilo". Assim como meus colegas que eram grau 3, não acreditavam que fossem 3B, e isso incluía o líder do nosso grupo. De todos, só eu iniciei mais alguém, e "provei" minha hipótese, de que não há essa distinção. Mas também tem esse lado, eles talvez não se sentissem prontos para ampliar esse aspecto. Os uso dos ´simbolos, que caracteriza dos demais graus, é para emitir Reiki a distância (sério..que mistério tem nisso para uma pessoa não se sentir pronta para isso???? Minha tia, no curso de preparação para FREIRAS CATÓLICAS, aprendeu técnicas de você se imaginar indo até a casa da pessoa e fazer imposição de mãos nela, para curar. UMA FREIRA CATÓLICA!  )  , o que tem de "quebra de paradigma" nisso a ponto de uma pessoa  se sentir incapaz de usar? Pois foi isso que justo o cara que já era Reiki 1 não conseguiu nunca superar. Talvez dentro das possibilidades usando o símbolo para emissão a distãncia, está a possibilidade de mandar Reiki para um tempo programado no futuro (por exemplo, no dia e hora que você mesmo ou o paciente estará passando por uma situação desafiante no futuro), ou para  o passado, de modo a gerar efeito acumulado no presente (essa eu confesso que não me passou muito na goela, eheheh).

Então embora todos nós tenhamos recebido os mesmo graus, o fato é que as pessoas usaram isso de formas diferentes, cada um aplicando apenas  aquilo que  se sentia capaz de aceitar como estando "ao seu alcance", embora a ferramenta fosse a mesma para todos.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 hours ago, sandrofabres said:

Minha tia, no curso de preparação para FREIRAS CATÓLICAS, aprendeu técnicas de você se imaginar indo até a casa da pessoa e fazer imposição de mãos nela, para curar. UMA FREIRA CATÓLICA!

Pois é, também nunca entendi o fato de que se a prática é com base no chi, qual a diferença entre aplicar a distância e aplicar em alguém do seu lado ? Quer dizer, eu sei que existe diferença mas ela é tão somente uma questão de técnica e constatação de certos fatos... a falta de iniciação não pode impedir isso, não é como se te dessem uma chave secreta, é o uso de uma lei natural simples (logo, acessível a qualquer um). :)
Parece mesmo que estão complicando algo simples.

 

15 hours ago, sandrofabres said:

Talvez dentro das possibilidades usando o símbolo para emissão a distãncia, está a possibilidade de mandar Reiki para um tempo programado no futuro (por exemplo, no dia e hora que você mesmo ou o paciente estará passando por uma situação desafiante no futuro), ou para  o passado, de modo a gerar efeito acumulado no presente (essa eu confesso que não me passou muito na goela, eheheh).

É.. a mesma lei natural que desfaz a idéia de espaço pra mandar o reiki a distância, desfaz a idéia de tempo, isso é verdade. Mas acho que eu também estou muito atrasado espiritualmente pra engolir essa de "mandar reiki pro passado" por enquanto KKKKK.

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutos atrás, Cristaldo disse:

Pois é, também nunca entendi o fato de que se a prática é com base no chi, qual a diferença entre aplicar a distância e aplicar em alguém do seu lado ? Quer dizer, eu sei que existe diferença mas ela é tão somente uma questão de técnica e constatação de certos fatos... a falta de iniciação não pode impedir isso, não é como se te dessem uma chave secreta, é o uso de uma lei natural simples (logo, acessível a qualquer um). :)
Parece mesmo que estão complicando algo simples

Não. A questão é que Reiki é CURA PRÂNICA. Utiliza Prana, ou Chi, para curar. São 5 Pranas: um para cada elemento, e um para o Prana do Espírito, supostamente um "Prana inteligente", que vai ara onde precisa, e na quantidade certa, por isos o Reiki"'desliga sozinho". Ou sej,a você não precisa saber se o paciente tem um problema de fígado, ou de intestino, você emite energia para ele, e caso esteja fazendo isos de forma presencial, se estiver impondo as mãos sobre o corpo dele, em diversas regiõe,s vai notar quando uma região puxa mais ou menos. Porém, pode apenas proejtar sobre a cabeça, na típica "imposição de mãos", , mandar a distância, apenas focando no sujeito, porque a energia irá para onde precisa. E voce fica ali, com as mãos, sentindo a energia fluir, até que de repente ela desliga sozinha. Então você sabe que a sessão daquele dia terminou.

O Reiki canaliza ESSE TIPO DE PRANA.

Mas se usar a CURA PRANICA tradicional, você escolhe qual dos pranas vai canalizar, e precisa tr o controle dele, porque sendo pranas mais baixos, eles não são auto-geridos, como é o Reiki.

Qualquer um pode usar sua própria energia para curar outro,mas será sua propria energia, e você sentirá o cansaço disso.

Qualquer um pode usar os 4 pranas da natureza para curar, basta usar as técnicas do sistema  "CURA PRÂNICA" para eles.

Em tese qualquer um poderia usar o Prana do Espírito (que é o Reiki) para curar, mas como ele é mais elevado, isso exigira que VOCÊ fosse capaz de elevar sua vibração até ele, para poder captar uma quantidade útil. O fato de vivermos muito afastados (em termos de frequência) da fonte original é que dificulta. A função das iniciações Reiki é apenas encurtar essa distância, criar uma ponte, para que ela flua mais fácil, em maior quantidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lembrei agora de um detalhe a mais: cada nível do Reiki acessa uma frequencia diferente dessa energia. Não lembro agora as cores, mas lembro que inclusive a médium que agiu como veículo para os mentores nos darem a iniciação, estava atuando sob comando de um deles, no nível um, de dois ao mesmo tempo, para o nível 2, e de três ao mesmo tempo, para o nível 3. Foi algo que ela percebeu, e mais dois clarividentes na sala também descreveram para o grupo, entre uma iniciação e outra.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acham que seria útil um curso de Reiki mesmo não pensando ser terapeuta? Será que iria ajudar no desenvolvimento individual?

Estou a perguntar porque aqui na minha zona há vários centros de Reiki que lecionam cursos. Como tenho tempo...:)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha, o curso, não, a menos que você não saiba nada de nada,  o que não é o seu caso. O CONHECIMENTO da turma do  Reiki é a nível muito elementar, aquela cosinha de 7 chackras, aura, sete corpos, uso de cristais. Para um novato é um bom início, mas qualquer pessoa com uma noção mínima já não aprendrerá nada que não esteja em meras revistas de banca.

O que vale é o CONTATO com a energia. Se você tiver sorte de não cair na mão de um desses que colocam implantes (pelo que me contaram a sensação durante a iniciação é de angústia, de prisão), vai notar que o Reiki tem uma "frequência" muito alta. Ou seja, logo após a iniciação você será instruído a se auto-aplicar durante 21 dias, para ajudar na limpeza. Vai notar que esses sessões de auto-aplicação te elevam mesmo, te fazem sentir muito bem, como se você ficasse de fato mias "espiritualizado" durante um tempo durante e após a sessão. Isso te ajuda depois a julgar outras coisas. Por exemplo, eu senti na Jasmuheen e no Processo do Viver de Luz,  o mesmo tipo de sintonia do Reiki, então você passa a ter uma parâmetro para etiquetar os "pensenes", digamos assim. Claro qu quem não for da mesma faixa não quer dizer que seja negativo, mas o que quero dizer é que quando você tem um critério desss, em que pode sentir mais nitidamente, além das palavras, ao cruzar com algo similar você identifica na hora. Já ajuda, neste mundo cão, ehehe.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A minha questão não tinha apenas a ver com a frequência do curso em si mas também com a aplicação dos conhecimentos, ou seja, com o contato e aplicação da energia. Só que como não tenciono ser terapeuta será apenas para uso pessoal, digamos assim.

Pela sua resposta creio que será compensador, ou estarei enganado?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Claro! Nesse mundo da espiritualidade fora das escolas esotéricas é a fonte mais acessível de instrumental direto para a pessoas ter seus primeiros contatos com algo sutil que gera efeitos concretos. Você testa em você, na família, no gato, nas plantas..e vai vendo que não é papo furado. Acho que por isso os novosreikianso cosutma virar meio fanáticos, querem até consertar computador com Reiki (não estpu brincando, já conheci gente que tentou isso), eheeh.

Cara, se você tiver como, este livro encerra o programa tradicional de teoria do Reiki:

https://www.amazon.com.br/Reiki-Apostilas-Oficiais-JOHNNY/dp/8581890180

(mas não se empolgue com o autor e a camiseta que ele veste. Ele é mestre do Reiki Alliance, o ramo que mais transformou o Reiki num negócio$$$$. Por aí você deduz o resto...)

Tem usado na estante virtual, usado:

https://www.estantevirtual.com.br/b/johnny-de-carli/reiki-apostilas-oficiais/3658415228

Mas o livro mais completo, porque foi escrito por uma pessoa mais perceptiva da realidade invisível, e totalmente não-dogmático (aliás, foi a primeira pessoa a romper o segredo dos símbolos e colocá-los em livros, por aí você também já deduz o resto...), é este:

https://www.amazon.com.br/dp/8531510384/ref=pd_lpo_sbs_dp_ss_1?pf_rd_p=2662808662&pf_rd_s=lpo-top-stripe&pf_rd_t=201&pf_rd_i=8581890180&pf_rd_m=A1ZZFT5FULY4LN&pf_rd_r=EW26JNAC2ZFVEFZVPQSC

Inclusive, se não me egano, o livro do Johnny De Carli não contém o procedimento para iniciar outros.

Mas o da Diane Stein contém.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esta noite aconteceu-me uma coisa muito estranha. Depois desta conversa aqui no forum sobre Reiki fui-me deitar, deitei-me na posição de "decúbito dorsal" e iniciei um exercício de relaxamento que sempre faço antes de dormir. Enquanto estava nisto veio-me há ideia esta conversa e o comentário do Sandro: "Você testa em você, na família, no gato, nas plantas..e vai vendo que não é papo furado." Foi quando comecei a sentir energia nas mãos com uma força mais forte do que o normal e a mão direita começou a estremecer a "soltar descargas elétricas". Foram para aí 5/6 vezes e aquilo doeu. Parecia que tinha tocado na ficha elétrica. Foi muito estranho.:o:wacko::blink:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vai saber...

Mas olha, muita coisa, talvez tudo..depende apenas da vontade. Só que somos todos meio travadinhos né? Então precisamos varios artifícios para contornar as travas.

De nada adianta dizer "isso é muleta" se você não consegue ativar as coisas sem as muletas. Um cara de muletas corre muito mais rápido que um cara arrogante, de pernas igualmente travadas, que diz que não quer usar muletas mas não é capaz de levantar do sofá sem elas, eheheh

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu fiz iniciação em Reiki no começo do ano num espaço  em Vargem Pequena. Gostei muito. No dia da iniciação e que conheci meu mestre de Reiki, senti uma energia muito boa mesmo, e vi muitos pontos de luz (orbs) próximo dele e no espaço. Recomendo.

Desde janeiro vinha aplicando Reiki na família, plantas, nos meus gatos e pude comprovar que funciona, é real. 

Nas últimas duas semanas minha mãe apareceu com um problema digestivo, estava com a barriga muito inchada e não conseguia evacuar. Apliquei Reiki diversas vezes e gradualmente ela foi melhorando... dava pra perceber pela energia dela. Na última sessão com ela, durante a aplicação ela teve uma visão forte.  Conforme o intestino ia respondendo à energia Reiki, ela sentiu um embrulho na barriga, subindo até a garganta e ficou como que com um nó. Nesse momento ela viu (estava acordada) uma cobra saindo de sua boca. Descreveu tudo, olho, tamanho, cor da cobra e a pele meio que podre. Dias depois entramos em contato com uma amiga que é médium (pessoa de confiança, conhecemos ha anos) e ela disse que essa cobra seria essa energia negativa que estava instalada naquela região sendo removida.

Foi uma experiência bem forte para ela. Eu não vi nada enquanto fazia a aplicação.., mas ela melhorou muito desde o tratamento... Só a medicação alopática não estava fazendo efeito.

Abraço!

Edited by Daniel Britto
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Caramba....será por isso que sempre fugi das iniciações....nunca gostei da ideia de rituais...eu estava pensando em iniciar em reiki, só para agregar conhecimento....mas vejo que é melhor desistir e continuar estudando por conta própria.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, faz uns poucos meses que procuro uma solução para esse problema dos “implantes” anexados na iniciação Reiki. Acho que a única forma que teria alguma segurança seria a auto-iniciação mesmo. Afinal a gente raramente lembra, mas ninguém iniciou o Usui né? Ele foi “auto-iniciado”.

Então, pesquisando na internet encontrei de tudo. Tem até livro que você diz uma frase de poucas linhas , tipo “Abençoados os seres que trouxeram o Reiki. Peço a iniciação nível ...” e deu, considere-se iniciado.  

O problema é que quem propõe esse tipo de método primeiro criou algo “astral”. De certa forma ele criou uma "programação" , de modo que quando você repete aquilo, está acessando o pacote que ele preparou. O problema continua, a gente não sabe o que o cara fez! Tem livros na amazon prometendo 25, ate 45 auto-iniciações grátis nos mais variados tipo de “Reiki”. Depois as pessoas ficam se queixando que estão com implantes né? Mas estão pedindo coisas que nem devem saber o que são.

Aproveitando a idéia da auto-iniciação, achei que o mínimo que se deveria esperar de algo assim seria o uso de um procedimento igual ou similar ao da iniciação presencial, de preferência sem nada "adicionado".

Comparando diversos métodos de iniciação PRESENCIAL, não encontrei dois iguais! Ou seja, mesmo pegando 10 mestres diferentes você encontra 10 procedimentos diferentes, que variam na sequência dos procedimentos, na sequência dos símbolos, nas cores, em como abre, em como sela, no que o mestre visualiza, etc. É um carnaval. Mesmo quando você compara procedimentos de mestres iniciados em sistemas tradicionais.

Então,  já que não se acha “O SISTEMA ORIGINAL”, resolvi montar um procedimento de auto-iniciação, PARA TESTE de quem quiser,  que pelo menos usa o “procedimento médio” de uma iniciação presencial.  Há procedimentos presenciais que são muito simples, só enfiar todos os símbolos para dentro da cabeça e mãos e “tá feito”. E há procedimentos altamente complexos, que envolvem circuitos dos símbolos percorrendo o corpo e se instalando em diferentes chackras, em cores diferentes, etc. Pelo jeito tudo funciona. 

Quem é do tipo “espiritualidade com simplicidade” imagine os símbolos entrando no topo de cabeça, e depois nas mãos, e torça que dê certo enquanto consome seu Nutella de colher, ehehe. Quem é do tipo “chinês”, que jura que se mexer um milímetro para cá ou para lá está tudo arruinado, procure alguma forma mais complexa para satisfazer seu preciosismo. Eu procurei comparar os diferentes procedimentos para tentar identificar, de forma flexível,  o que poderia ser importante e o que poderia supérfluo. Portanto também se você quiser eliminar algo porque achou muito complicado, sinta-se a vontade.

De qualquer forma, mesmo na iniciaçao presencial, tudo que você fizer errado, o guia Reiki que te acompanha corrige (sério), o que inclui símbolos traçados de forma errada. Então essas diferenças entre os procedimentos acabam não importando muito, mas também não acho legal atropelar a forma básica. Que erremos por ignorância, mas não por desleixo né?

Seria bom se algum médium interessado em Reiki testasse esse procedimento e nos informasse aqui, porque quem não é médium dificilmente vai sentir algo na hora (embora depois vá, caso funcione).

.................................................................................................................................................................................

..................................................................................................................................................................................

 

O que eu sugiro para uma pessoa interessada nisso é estabelecer um período de preparação:

 

----- Foque sua atenção, vontade e emoções nisso, pelo tempo que julgar necessário. Sugiro 21 dias.

O que você quer é “atrair a luz”, então você deve manter seu interesse/desejo/vontade nisso até que “a luz perceba seu interesse”. Isso pode ser feito por  LER livros de Reiki, para manter sua mente sintonizada nisso.

Sugiro estes três, sendo que o primeiro, Reiki Essencial,  é "obrigatório", enquanto que o segundo é "mais organizado", mais "purista". Já  o terceiro é mais "inspirador/visual". Se só pode pagar por um, compre o primeiro apenas, porque só ele ensina como iniciar outras pessoas.

livro Reiki essencial.jpg  Reiki Apostilas oficiais.jpg   Gui completo de Reiki.jpg

 

------- Ao mesmo tempo sugiro que ouçam diariamente, talvez durante o momento que estiverem lendo, algum CD típico de Reiki, como o Hands of Light: https://www.youtube.com/watch?v=fIU_9z2sQGQ . Aqui tem uma lista de outras a escolher: http://www.reikitradicional.com.br/_musicas.html

-------- Faça auto-aplicação de reiki, mesmo sem ter ainda sido iniciado, para aprenderem a perceber como é a energia fluindo das SUAS mãos. (nos livros ensina-se sobre a auto-aplicaçao).  Assim, após a iniciação, poderá perceber se passou a fluir mais energia das mãos, o que é o grande indicativo de que a iniciação funcionou. Alem de perceber o Reiki fluindo, podem acontecer também os típicos sintomas de limpeza energética, que podem envolver alguma irritabilidade/sensibilidade nos dias seguintes, flutuação emocional (remoção de bloqueios energéticos nos deixa desprotegidos e tudo parece querer nos atingir. Afinal, criamos bloqueios durante a vida para isso, para que atuem como escudos), distúrbios hormonais, digestivos, brotoejas , enfim.... eheheh. Não se assustem, é sinal de que a iniciação funcionou mesmo. Mas também podem não sentir nada, apenas o fluxo de energia nas mãos, que esquentam, é que é o sinal meio que obrigatório para indicar que a iniciação foi efetiva.

Quando se sentirem prontos, marquem uma data e hora em que isso será feito, para que aquele dia todo seja dedicado apenas para isso. Procure manter-se razoavelmente equilibrado nesse dia, não vá no churrascão regado a cerveja no almoço, e  no estádio de futebol à noite, e aí a noite “ah, vou sentar e fazer minha auto-iniciação. Talvez funcione desse jeito aí, mas sugiro uma atitude mais condizente com o que VOCÊ está procurando. É uma iniciação espiritual, não é uma pizza congelada!

No dia marcado, se você gosta, poderá ouvir uma música, acender velas, queimar incenso, qualquer coisa que você sinta "direito" para si. Você pode ainda achar legal tomar uma ducha antes do processo como um tipo de ritual de limpeza .Você poderá dizer uma oração ou invocação se você sente adequado fazê-la.

.................................................................................................................................................................................

...................................................................................................................................................................................

Para uma iniciação bem tradicional você usará os 4 símbolos do Usui: Cho-Ku-Rei (CKR),  Sei-He-Ki (SHK), Hon-Sha-Ze-Sho-Nen (HSZSN) e o Dai-Ko-Myô (DKM)

 

Choku rei.jpg

Outras adições até vistas como  “tradicionais” também seriam: 

-Dai-Ko-Myo tibetano(DKMT)      -             Raku versão Serpente de Fogo (SF).

Dai ko myo tibetano.jpg

 

Mas fica a sua escolha se pretende usar esses dois  últimos ou não. Pesquise, leia, informe-se.

................................................................................................................................................................................

.....................................................................................................................................................................................

1-Para iniciar: Primeiro, "limpe" o local usando qualquer forma de limpeza e proteção espiritual que você confie ou prefira.

2- Use uma técnica de relaxamento que você se sinta bem com ela.

3- Declare a sua intenção de que você conduzirá uma auto-sintonização em Reiki no nível.....(mais sobre isso no item 14)  Você pode solicitar a presença de guias, anjos, mestres ascencionados, amparadores espirituais, ou qualquer outro de sua preferência, aquele que você gostaria que o assistisse no processo. Coloque as mãos próximas ao peito, como em posição de oração.

4- Quando estiver relaxado e pronto... Visualize o chackra coronário, no topo de sua cabeça, como uma flor de Lótus (ou similar) a qual agora começa a se abrir, pétala por pétala. Quando você sentir que ela está aberta o suficiente, então visualize uma luz branco-dourada descendo dos céus na forma de um canal (tubo) largo e brilhante, a qual entra em seu chackra coronário e o preenche com luz branco-dourada. Essa luz preenche toda a sua cabeça. Imagine a luz branco-dourada movendo-se para baixo, preenchendo seu chakra da testa e inundando-o com luz. Então conduza a luz abaixo até seu chakra da garganta - inundando-o com luz. E assim por diante - conduzindo a luz branco-dourada em movimento para baixo para alcançar todos os chakras, um de cada vez, preenchendo-os com luz branco-dourada, e aos poucos expandindo-a pelo seu corpo inteiro, braços, pernas e pés, de modo que você está sendo inteiramente preenchido com luz branco-dourada. À medida que você inspira/expira, sinta a luz esparramando-se por todos os poros do seu corpo e espalhando-se ao redor de você em direção ao infinito.

 5- Quando você estiver pronto, é o momento de conduzir os símbolos, que vêm dos céus através do canal de luz branco-dourada, até o seu chackra coronário. Caso queira usar o DKMT (tibetano), será o primeiro símbolo a ser ativado. Primeiro veja o DKMT, traçado em dourado, dentro de uma esfera violeta,  descendo dos céus e entrando no seu chackra coronário, gerando uma réplica que desce e se instala no chackra frontal, e este gera uma réplica que desce e se instala na nuca (diga Dai-Ko-Myo 3 vezes, para ativar o símbolo em cada chackra que o símbolo se instala).  

6- Em seguida, faça a mesma coisa com o DKM, que desce numa esfera branca e penetra no seu chackra coronário e percorre os 3 pontos, como antes (sempre dizendo Dai-Ko-Myô em cada ponto)

7- Agora levante as mãos até o topo da cabeça, visualize o traçado do DKMT (caso deseje usá-lo)   acontecendo dentro das suas mãos, imagine que ele penetra no chackra da coroa , depois toca o frontal, depois a nuca, da mesma forma como foi feito antes (gerando réplicas, pronunciando o nome a cada momento que o símbolo se instala nos chackras).

8- Faça o mesmo com o DKM,  CKR, SHK, HSZSN.

SIMBOLOS NA COROA.jpg

9- Agora baixe as mãos e as abra, em frente ao peito, como um livro. Visualize o traçado dos símbolos na mesma ordem que antes: DKMT (caso deseje usá-lo) , DKM, CKR, SHK, HSZSN. Imagine que o símbolo se duplica e penetra nas duas mãos, pelos braços adentro.

SIMBOLOS NAS MÃOS.jpg

10- Recolha os braços ao peito novamente e imagine que um fluxo de energia é soprado na sua direção, indo das mãos até o chackra básico, subindo até a coroa, descendo até o chacrka básico novamente e subindo até a coroa novamente.

Sopro.jpg

11- Agora  volte a sua atenção para a parte de trás do seu pescoço, justamente na base do seu crânio. Visualize uma pequena porta ali, dourada, se abrindo, e entrando três símbolos CKR. Agora você imagina a porta sendo selada para sempre de uma maneira que faça sentido para você. Uma das maneiras pode ser uma chave dourada que tranca a porta e em seguida ela se funde com a porta, tornando-se parte integral dela, de forma que nunca mais poderá ser vista ou removida. Finalmente, visualize o Cho-Ku-Rei desenhado sobre a porta e afirme "Agora eu selo esta sintonização de Reiki com amor e luz divinas, para hoje e sempre.”

12- Imagine então que da sua frente vem um jato de luz branco dourada, como se alguém soprasse levemente sobre seu corpo. Essa energia deixa sua aura cheia de luz dourada , ela fica maior e mais brilhante.

13-  Afirme mentalmente: "A sintonização está encerrada e fui iniciado em Reiki nível ..... com êxito.

14- Esse é uma sintonização completa. No entanto, como algumas pessoas podem passar por processos de limpeza um pouco drásticos, pode ser recomendável fazer um nível apenas de cada vez. Nesse caso, no passo 9, para o nível 1 use apenas o CKR, para o nível dois use CKR, SHK, HSZSN, e para o nível 3 faça o procedimento completo. Outra opção é usar o procedimento completo sempre, mas definir ali nos passos 3 e 13 que está fazendo apenas o nível 1. Então após no mínimo 21 dias, se não tiver passado nenhum desconforto drástico, repita para o nível 2, e mais adiante, quando se sentir pronto, repita para o nível 3. Caso decida usar o Serpente de fogo, ele só é usado no nível 3, entre os símbolos B e C, nas figuras dos itens 8 e 9.

 

.....................

Duas rotinas diárias a considerar após ter sido iniciado:

- auto-aplicação durante os 21 dias, para auxiliar na limpeza dos bloqueios energéticos, que será mais forte durante esse período.

- Hatsurei-ho: http://vidalusa.eu/hatsurei-ho-tecnica-meditacao-reiki-passo-passo/

 

...........................................................................................................................................................................................

..........................................................................................................................................................................................

Bom, é isso, uma PROPOSTA DE SOLUÇÃO para contornar o problema dos chips implantados junto com o  Reiki quando esses mestres estabelecem vínculos sabe-se lá com quais influências, e te acrescentam outras coisas que não são originais do Reiki, e chamam isso de Reiki-power ranger-zeta-órion-multi-xamânico-plus-nutella- 3.0, ehehe.

 

 

  • Like 7
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cruzei com um livro brasileiro, sobre Reiki, que parece interessante.

https://www.amazon.com.br/dp/B00BEYZ0UG/ref=rdr_ext_sb_ti_hist_1#reader_B00BEYZ0UG

Dando uma olhada na amostra grátis do formato kindle, encontrei uns trechos que ajudam a gente e entender como é que uma coisa boa acaba sendo contaminada pelas "escolhas livres" das pessoas, que aceitam entrar numa rede de influências cujo principal motivador é o dinheiro. Selecionei alguns parágrafos tirando prints da tela e passando ocr

Citar

Os altos valores do Reiki

Alguns afirmam que a divisão em muitos níveis visa apenas a captação de mais dinheiro. Assim, mais pessoas podem pagar valores mais altos, se divididos em diversos graus. Talvez. Esta maneira de interpretar é com certeza a mais radical e mais maliciosa e pode não ser justa - embora saibamos que no mundo de hoje devemos avaliar todas as possibilidades, inclusive esta.

(...)

Ninguém consegue dar uma explicação satisfatória para a cobrança dos altos preços praticados pelos cursinhos e sintonizações de Reiki. A desculpa mais em moda - tanto de Reikianos como de praticantes de outras escolas - é a de que "é preciso haver a troca de energias”. Eu pergunto: por quê? Que sentido há em elitizar o bem?

Aqui começam surgir contradições sobre a cobrança pelo Reiki. Como você verá no Capítulo I, conta a história oficial do Reiki que seria esta a energia usada por Jesus em suas curas. Se assim foi, por que aquele Ser nunca cobrou nada de ninguém?

Diz-se também entre praticantes de Reiki que a energia que o praticante emite é "Energia de Amor’ ou mesmo "Energia de Deus". Como então alguém pode vender amor e a "Energia de Deus"?

Pois bem, acredito que se é realmente preciso haver tal troca de energias, podemos montar uma equação na qual uma das energias envolvidas não seja o dinheiro. No meu modo de entender, podemos montar a equação da seguinte maneira: recebemos a vida, esse dom tão especial, gratuitamente, de nosso Criador. Então, em troca, o mínimo que podemos fazer é usar nossas mãos e nossos corações para levar a quem precisa o nosso toque pessoal e o nosso amor. Se pensarmos desta maneira, usar Reiki para ajudar o próximo a ter mais paz deixa de ser um ato de boa vontade e passa a ser a obrigação de cada um de nós, de agradecermos todos os dias pelo milagre da vida, procurando ajudar com o que temos, com vontade e amor, àqueles que nos pedem um pouco de atenção.

Alguns praticantes do Reiki pago chegam a ir mais longe afirmando que doar Reiki sem receber em troca um valor em dinheiro prejudica o equilíbrio do universo. Fosse assim, os impostos que pagamos e os serviços que não recebemos já teriam gerado um imenso nó cósmico. Sem mais comentários.

Muitos argumentam que se não for cobrado, seja pela aplicação ou pela sintonização, o paciente não dará valor e não confiará no trabalho. O que costumo dizer é que se alguém que tiver recebido uma aplicação não a valorizar, azar o dela, não meu. Faço a minha parte.

(...)

Tempos atrás, uma amiga reikiana de nível IIIa contou-me sobre sua experiência com as aplicações de Reiki. Segundo me contou, logo que começou a aplicar, gratuitamente, em seus familiares, amigos e vizinhos, muitas pessoas passaram a procurá-la, graças aos ótimos resultados que vinha conseguindo. Depois de algum tempo, ela comprou uma maca portátil - dessas facilmente transportáveis na mala do carro - e passou a deslocar-se até à casa das pessoas para aplicar Reiki. No início tudo correu muito bem, até que as pessoas começaram a chamá-la por qualquer motivo, em horários pouco convenientes. Como tinha seus compromissos profissionais (é empresária), nem sempre era possível ir até às pessoas para fazer as aplicações. O resultado foi que as pessoas começaram a reclamar - e ela fazia tudo sem cobrar um centavo sequer. Outro fato que observou foi que, tão logo os sintomas incômodos - dores - desapareciam, as pessoas não a procuravam mais, antes mesmo de completar o tratamento, voltando a ter os sintomas pouco depois, criando um ciclo sem fim. O resultado: ela passou a cobrar um valor simbólico e a atender com hora marcada, assim colocando um fim à maior parte desses problemas.

Uma boa solução para esse tipo de problema, caso você se interesse em doar seu tempo e carinho às pessoas, é procurar alguma instituição que ofereça gratuitamente o Reiki - e outras terapias - e oferecer seu trabalho. Assim você terá um local e horário fixos, não ficará sujeito aos horários das outras pessoas e poderá aplicar Reiki sem ter maiores despesas.
 

 

Onde os EUA metem a mão, conseguem apodrecer as coisas  né? Se tudo que existe no mundo fosse apenas a matéria, seria o de menos, toma lá dá cá, e "tamo conversado" . O problema é quem realmente essas pessoas tem atrás de si, como companhias espirituais, quando sua meta é tão rasteira. Acho que por aí a gente vai entendendo um pouco o problema dos implantes.

 

Mr Burns.gif

Citar

Reikianos e reikianos

O curso do qual participei, de apenas um dia, foi ministrado por um mestre reconhecido nas chamadas linhagens de mestres originadas na Califórnia, EUA, onde, aliás, foi iniciado o movimento comercial do Reiki, a partir dos mestres surgidos no Havaí .

Lembro-me bem de quando recebi o curso e a sintonização do nível IIIa. O mestre instrutor/vendedor já preparava o terreno para vender-me o curso do chamado "mestrado", nível este que, como já expliquei, permite que o praticante passe a sintonizar outras pessoas, transformando-se no que a corrente do Reiki Tradicional chama de mestre. Dei-lhe ouvidos para ver até onde iria sua determinação em vender-me, por um "preço especial" (um valor aproximado de três mil dólares), e ouvi comentários como "o mercado de Reiki no Brasil ainda está muito bom, principalmente no interior. O curso de mestrado se paga sozinho, com apenas algumas turmas você terá seu dinheiro de volta e poderá ganhar ainda mais”. Usou ainda argumentos idênticos àqueles que nos acostumamos a ouvir de vendedores de participação em marketing multinível: trabalhar por conta própria, liberdade financeira e poder viajar muito. Essas afirmações eram o que eu precisava para ter certeza de que não queria nem precisava daquilo. Era a confirmação de que eu havia me ligado a uma corrente principalmente comercial do Reiki. Naquele momento eu soube que deveria buscar algo diferente e, claro, nunca fiz o curso do chamado mestrado.

(...)

Certa vez uma colega de sintonização me confidenciou que estava muito decepcionada com o mestre que a havia sintonizado. Segundo ela mesma contou, enquanto ele não "vendeu” todos os cursos de todos os níveis e,principalmente, os caríssimos cursos de "mestrado”, ligava sempre para pedir notícias nossas e nos tratava com singular atenção. Pouco tempo depois de vender todos os cursos que pode na cidade, desapareceu de nossas vidas e, àqueles que chegaram a procurá-lo, não deu a atenção de costume e os tratou com pouca consideração".

Durante algum tempo deixei de conviver entre os praticantes que havia conhecido - todos pertencentes à mesma corrente comercial - e passei a buscar informações em outros nichos. Foi então que comecei a tomar conhecimento de instituições onde o Reiki não somente era ministrado sem custos como também eram passadas as sintonizações dos diversos níveis, inclusive o chamado mestrado. Passei a buscar mais informações também pela Internet. Encontrei alguns sites muito interessantes, principalmente na Europa e ainda na Austrália, onde seus criadores e grupos de reikianos divulgavam a idéia do Reiki gratuito. Por meio desses sites tomei conhecimento de histórias bastante diferentes daquelas contadas pela corrente do Reiki Tradicional que floresceu no Brasil.

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nao é fácil remover implantes ? Acho que só com uma uma imaginação e uma evocação de força divina resolva , nao ? 

Por exemplo imaginar uma luz divina que remove todos os implantes ao passar pelo seu corpo 

Fui iniciado a distância por Reiki por um mestre muito bacana , ele cobra , mas de mim não cobrou . Achei interessante e satisfez minhas expectativas .

Mas ainda acho iniciaçao desnecessaria , qualquer um pode sintonizar com o Reiki sem ser iniciado . 

Share this post


Link to post
Share on other sites
33 minutos atrás, PedroViajado disse:

Nao é fácil remover implantes ? Acho que só com uma uma imaginação e uma evocação de força divina resolva , nao ? 

Não, não é nada fácil.

Alguns saem dessa maneira, outros não. Acho que aqui mesmo neste tópico já andei postando uns trechos de pdfs sobre isso.

 

35 minutos atrás, PedroViajado disse:

Mas ainda acho iniciaçao desnecessaria , qualquer um pode sintonizar com o Reiki sem ser iniciado

Você já sintonizava o Reiki antes de ser iniciado? Ou fazia algum tipo de "passe" em centro espírita? Se fazia, notou diferença?

............................

As vezes  criam  mais mitos, na esperança de acabar com outros que, por um motivo ou outro, elas não gostam. Em geral as pessaso se dividem em dois campos:

- tem a turma do "isto é exclusivo, inédito, super-especial e não se compara a nada mais"

E tem a turma do:

- isto é apenas aquilo outro, mais velho, mais simples, estão mistificando

Então de um lado tem a turma que cria um copyright para cada estilo de Reiki, para dizer que o seu é diferente. E tem a turma espírita, por exemplo, que acha que Reiki e "passe" são a mesma coisa, confundem isso com doação do prórpio ectoplasma, vão usar passagens do kardec para justificar, e dai geram-se outra lista de mitos, porque eles passam a achar que o Reiki tem as mesmas limitações que a "doação de energia", que é sobre o  que eles aprenderam.

Em geral  quem afirma isso não tem teve experiência nos dois campos para poder comparar. Aqui tem um relato de uma tal Elisabeth King, num fórum de internet americano, de praticantes Reiki, em 2004:

Citar

"Todo ser humano, e arrisco afirmar, a grande maioria dos animais, tem o potencial natural de usar" Reiki ", que é uma palavra japonesa para" Energia Universal ". A principal diferença é que, sem sintonização, a energia não é tão forte, nem está tão estável no fluxo.

Tendo trabalhado como “terapeuta energética” por quase 30 anos antes de sequer ouvir, estudar e ser sintonizado com Reiki,  descobri que minha capacidade de cura era muito dependente de uma série de variáveis - como eu estava me sentindo fisicamente, como eu me sentia emocionalmente, etc. e eu tinha que usar meus próprios recursos de energia e depois arranjar tempo e meios para “regenerá-la” , por assim dizer. A questão é que após 30 anos fui forçada a parar o meu trabalho como terapeuta, algo que descobri ser muito comum com muitos terapeuta energéticos, e tive que me limitar rigorosamente a apenas ensinar, porque a minha própria força física e saúde tinha sido comprometida.

Quando eu fui iniciada em Reiki, a primeira coisa que notei foi que eu não precisava mais usar minhas próprias reservas energéticas, pois eu me tornei uma" flauta ", se você preferir esse termo,  um instrumento através do qual Reiki passava,  me curando e curando a pessoa com quem eu trabalhava. Que enorme diferença! Eu também notei muito rapidamente que a energia era constante, forte e muito revigorante - para mim!
 

É por isso que a sintonização é fundamental para o praticante de Reiki - é o que literalmente nos conecta ao Universo (você pode chamá-lo de Deus. A Força. A Deusa. Criador. Tudo o que você quer chamar, é tudo o único) e por causa disso eu recuperei muito da minha própria saúde (aqueles que me conhecem e minha história sabem o que quero dizer, esse milagre de Reiki). Desde que fui iniciada, há 6 anos, eu retomei minha vida - eu passei do estado de  “dona de casa” a alguém que ensina em 10 a 11 turmas de inglês por ano, na faculdade comunitária. Eu ensino Reiki, aplico, trabalho como hipnoterapeuta e dou aulas de hipnose - e tenho 66 anos.”

 

Mas aí cada um que acredite no que preferir. Me parece que "ser possível acessar algo" não é o mesmo que um acesso fácil. É como não querer telefone porque todo ser humano é médium, logo basta desenvolver telepatia. Estou usando um exemplo exagerado, eu sei, mas a lógica permanece: para acessar estados elevados de energia, (que não pode jamais ser confundida com doação da sua própria energia), você precisa ser capaz de elevar sua sintonia,  e portanto, fica incapaz de usar isso quando não estiver bem por qualquer unha encravada ou discussão com o chefe ou os filhos (como confirma a pessoa que fez o relato acima). O Reiki parece contornar esse problema. A menos, claro, que a pessoa queira trazer forçadamente para o Reiki as mesmas crenças do passe, aí ela vai achar que esses problemas também influenciam o Reiki.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, sandrofabres said:

Você já sintonizava o Reiki antes de ser iniciado? Ou fazia algum tipo de "passe" em centro espírita? Se fazia, notou diferença

 

 

Tentava pelo menos usar essa energia como uma fonte , para eu ser o intermédio dela .

Passe em centro espírita nunca fiz . 

Notei um boost a mais , algo para se apoiar . 

 Mas também fico em dúvida sobre algumas coisas : 

Quando eu imponho as maos , e manipulo energia de todas as formas com a mao , tipo exteriorizando , fazendo aquelas psi balls , direcionando com  os dedos ... 

Usando o Reiki ou nao , eu sinto a mesma coisa , uma massa como um fluido saindo da mao , conseguindo sentir nitidamente sendo palpável .

Muitas vezes parece um magnetismo de repulsão , mas quando por exemplo direciono energia com uma mao , para outra mao , cria -Se uma tipo uma linha de conectividade entre as duas maos , é e conforme uma mexe , eu sinto essa linha de movimento ( expliquei muito mal )

Mas enfim .. Sempre que faço algo com as maos relacionado a energia , tem esse efeito , seja usando uma fonte do Reiki ou só pra passar o tempo sentindo esse fluido que parece um algodão fofo 

Detalhe : fiz isso no astral e senti um pouco , e saiam luzes de longa distância no meio

Mas me expressei mal no outro post , nao quis dizer que a iniciação é desnecesaria . 

Mas nao tao necessaria assim 

Share this post


Link to post
Share on other sites

As coisas que você relata são as sensações de percepção energética nos chackras de emissão né? Uma pessoa iniciada em Reiki ainda tem, emite, manipula sua própria energia, e pode fazer elas sair das mãos junto com o Reiki. A diferença é que quando você quer usar APENAS Reiki, você se "apassiva", você desativa sua interferência voluntária no processo, e assim dá espaço apenas à energia Reiki. Mas se você quiser por qualquer motivo , interferir, aí passa a ser a sua energia, e não o Reiki, a fluir.

Uma vez eu estava tentado retirar um implante de uma pessoa (não que eu soubesse como fazer). Então primeiro apliquei Reiki nela. E ela, sendo médium, pode perceber bem o tipo de energia que vinha. Mas quando passei a tentar fazer o Reiki atuar sobre o implante, apareceram os greys, (para a visão clarividente dela). E o Reiki não parecia ser suficiente para remover aquilo.

Então resolvi dar um "boost",puxei energia do meu chackra básico, fiz subir pelas costas e descer pelos braços e maos, para somar ao Reiki.

Bom, aí ela começou a ficar inquieta, inquieta, e disse que estava se sentindo dentro de um círculo de fogo, que aquilo estava fazendo mal de alguma forma a ela que estava muito forte, e já estava quase começando a chorar., quando parei.

Então conversamos, porque ela não sabia o que u tinha feito, e achou estranho essa alteração de energia, que começou tão bem e de repente alterou. Contei para ele o que fiz em cada etapa, "tipo sabe quando você falou aquilo? Naquele momento eu fiz tal coisa..". Então ela entendeu  o processo, mas como ficou agitada, aí fiz uma nova aplicaçaõ de Reiki nela, agora só Reiki mesmo, para equilibrá-la novamente, e aí foi tranquilo. Mas o implante permaneceu.

Então no seu caso, quando está mexendo na energia é provável que ainda seja a mesma energia de antes, talvez apenas um uma pequena quantidade de Reiki , porque você está ativamente interferindo no processo, e por isso sinta como sendo a mesma coisa.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quando comecei a sentir isso , era mais no centro da Palma mesmo , no chakras de emissão , mas hoje é em toda a mao , até os dedos

E agora se eu enviar para os punhos punhos da pra sentir também . Se enviar muito , fica até dificil de mover a mao , fica rígida ..

Se enviar na cabeça parece  que tem uma pressão intercraniana porém gostosa até 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 2017-3-3 at 22:18, sandrofabres disse:

Vai saber...

Mas olha, muita coisa, talvez tudo..depende apenas da vontade. Só que somos todos meio travadinhos né? Então precisamos varios artifícios para contornar as travas.

De nada adianta dizer "isso é muleta" se você não consegue ativar as coisas sem as muletas. Um cara de muletas corre muito mais rápido que um cara arrogante, de pernas igualmente travadas, que diz que não quer usar muletas mas não é capaz de levantar do sofá sem elas, eheheh

To lendo esse tópico de metido e achei esta sua resposta FANTÁSTICA!

É exatamente isso que quero pra minha vida. Quero me desbloquear, me destravar. Aprender a acreditar na minha própria capacidade. Abandonar as muletas ou, pelo menos usá-las quando necessário, pois nem isso tenho feito.

Cara, como é difícil fazer isso, como é difícil nos destravar.

Já tive centenas ou milhares de experiências que me trouxeram evidências consideráveis sobre a existência de coisas além do mundo físico e mesmo assim, minha mente ainda não acredita. Como posso ser tão teimoso, como meu cérebro e minha mente é tão teimosa. Então fico insistindo nos mesmos erros e estagnado, parado, travado, bloqueado.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu fiquei de tentar fazer essa auto iniciação em algum momento e em outubro desse ano senti vontade e decidi tentar.

Antes de tentar, fiquei pouco mais de uma semana me preparando, procurei sensibilizar mais as mãos (já tenho os chakras delas ativos) e me conectar aos conceitos/idéias do Reike (peguei um dos livros que o Sandro indicou, ouvia músicas, na meditação procurava ativar e harmonizar os chakras e me conectar a essa egrégora etc). Procurei dá uma maneirada na ingestão de carnes, gorduras, açucares e cia nesse período, pois percebo que isso dificulta as coisas em determinados níveis. Como já faço praticas diárias energéticas/espirituais, essa questão de limpeza e equilíbrio mental estava em ordem. Enquanto me preparava, devo dizer que de certa forma comecei a sentir certos sintomas. Coincidentemente nesse mesmo período voltei a praticar pranayama, talvez isso tenha intensificado os efeitos que senti antes e durante esse período. Enquanto me preparava, rolou oscilação no humor (por exemplo aumentando a irritabilidade), dor de cabeça (pressão na altura do chakra frontal), aumento dos sonhos lúcidos e dificuldade para dormir.

Depois de pouco mais de uma semana me preparando, marquei um dia e fiz os passos descritos pelo Sandro utilizando apenas o primeiro símbolo (choku rei). Eu já tenho certa prática em visualizar, então não tive problemas nessa parte. Ao terminar foi nítido a diferença que ocorreu.

De início, o topo da cabeça pareceu expandir como poucas vezes ocorreu até então. Ao mesmo tempo que sentia que tinha acesso de forma mais fácil e rápida a algum tipo de energia bem diferente da que até então conhecia e estou habituada. Bom, é complicado explicar que tipo de energia é essa, mas é diferente da energia dos elementos (terra, ar, água e fogo). Sei disso pois já fiquei um longo período invocando cada uma dessas energia. Essa parece ser mais "limpa", potente e universal. A sensação energética foi intensa, principalmente nos chakras superiores e mãos. Tive a sensação delas esquentarem. A energia percorreu o corpo todo, percebi que até os chakras dos pés ficaram ativos. Houve uma mudança no aspecto mental e o corpo pareceu vibrar na mesma sintonia.

Pelos sintomas, sabia que tinha conseguido sucesso foi então que tive a "brilhante idéia" de usar os outros símbolos referente ao segundo nível, rs. Digo "brilhante idéia" porque não aconselho fazer as duas iniciações seguidas. Acho que o baque energético é muito forte. Eu, que de certa forma estou acostumada, tive um pouco de dificuldade em assimilar essa energia. É melhor dar uns dias para assimilação e depois partir pra outro nível, rs. No entanto para fazer a iniciação do segundo nivel, usei o mesmo processo anterior. Ao terminar percebi que os sintomas que estava sentindo se intensificaram. Apesar de ser um sinal positivo, não foi muito agradável. A expansão do chakra coronário e frontal começou a incomodar, as mãos esquentaram mais e a mente ficou mais desaterrada ainda. Enfim, percebi que deu certo, encerrei e fui comer alguma coisa para me aterrar um pouco e conseguir observar os sintomas melhor. Procurei não focar minha atenção ao que tinha feito (e testar) para não intensificar esses efeitos e levei o dia normalmente. Fiquei alguns dias ainda sentindo de forma bastante intensa esses sintomas (3 a 4 dias). Houve grande oscilação do humor nesse período. Sempre procuro ficar atenta a isso e tomar as medidas necessárias para evitar essa oscilação. Até que eles foram perdendo força e acabei esquecendo dessa auto iniciação, rs.

Semanas depois que lembrei disso e resolvi testar. Foi um teste bem idiota na verdade. Era noite e o cachorro da vizinha começou a latir muito, me deu a impressão que ele estava agoniado com alguma coisa, então me concentrei e mandei energia pra ele. Não preciso dizer que ao fazer isso, tanto o chakra coronário como das mãos ativam automaticamente. Bom, apenas direcionei a energia indo pro animal e em pouco tempo ele calou a boca e não latiu mais. Deu pra sentir a energia sendo recebida pelo topo da cabeça e saindo pelas mãos e dedos. Semana passada estava com muita cor de cabeça, provavelmente causada pela sinusite, e lembrei do Reike de novo (não esta a fim de tomar remédio). Fiz o mesmo procedimento, me concentrei e coloquei as mãos sobre a cabeça. Tive a mesma sensação energética (a energia entrando pelo topo da cabeça e saindo pelas mãos). Em poucos minutos a dor sumiu totalmente (nem eu acreditei, kkk). Semana passada lembrei do Reike e decidi aplicar em cima de um nó muscular que tenho no trapézio esquerdo antes de dormir. Esse nó estava incomodando pra caramba e mesmo com bolsa quente/fria não diminuía ou relaxava. Dessa vez nem me concentrei (já estava com sono), apenas coloquei minha mão acima do local e visualizei a energia indo. Senti a mão esquentar e em poucos minutos a tensão muscular sumiu e fui dormir normalmente, kkkk. Outra coisa é que as vezes dá pra perceber essa energia indo pra outras pessoas que estejam no mesmo ambiente sem você fazer nada. Quando li isso que o Sandro escreveu em algum lugar por aí, duvidei, rs. Pior que rola isso mesmo, kkk. E dá pra controlar também. Minha preocupação no início era saber diferenciar de um ataque energético (alguém te sugando), mas dá pra diferenciar sem problemas.

Então minha conclusão foi que esse passo a passo aí que o Sandro postou funciona. Pra quem tem alguma prática de visualização é bem tranquilo. Não tenho intenção de trabalhar com aplicação de passes ou cura, fiz o procedimento como teste e porque tenho interesse em aumentar minha sensibilidade. Apesar dos sintomas não terem sido agradáveis, no meu caso, achei bastante válido e recomendo a quem se sentir equilibrado para isso.

 

Ah, esqueci de dizer que era pra ter postado isso antes. É que fiz o procedimento e depois esqueci totalmente disso, kkk. Mas foi bom porque deu pra mapear bem os efeitos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que ótimo! Agradeço muito sua disposição em ter testado isso. E tenho certeza que aqueles que não são sensíveis às energias certamente se setnirão mais grato ainda, porque tendo uma cobaia que sentiu as coisas assim ajuda a quem fizer e ao final concluir que "nada a aconteceu", ehehe.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Após ler todo o tópico, acabei ficando interessado no Reiki. Futuramente talvez faça a auto-iniciação que o Sandro postou, mas primeiro vou ler mais sobre o assunto já que tudo que sei sobre Reiki está neste tópico.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.