• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Guest

Projeção astral vs Reencarnação

Recommended Posts

11 minutos atrás, Cristaldo disse:

. 2) Alias, voce tem uma obsessãozinha com balada, maconha e "pegar umas mina na balada" kkkkk,

É que isso para mim é  "o arquétipo do idiota". Mas felizmente é só uma fase. Pelo menos de uma parcela da humanidade...

27 minutos atrás, Cristaldo disse:

No mais, não precisa de TV sintonizar o Registro Akashico pra você aceitar a idéia de inconsciente coletivo

Para mim precisa sim, para você talvez não. Porque isso é usado como artifício para julgar evidências bem práticas, não é apenas a comparação filosófica entre dois conceitos abstratos sem aplicação. O pessoal se pega em qualquer conceito abstrato para  fazer cavalo de batalha em torno dele,porque ele se presta para apoiar qualquer "dúvida razoável"  conveniente. Mas quando afirma-se outras coisas com muito mais evidências concretas, aí não? Aí é "questionável"?? Para questionar a concretude das tem que trazer coisas MAIS concretas, e não MENOS. Dizer "é assim porque deus quis" , ou "captou isso porque  captou on inconsciente coletivo" são ambas afirmações muito vagas, igualmente sem valor,  exceto na mais absoluta ausência de qualquer outra explicação mais palpável. A reencarnação é a explicaçao mais palpável, mais razoável,  para o caso das memórias checadas.  Quem não enxerga isso, tem problemas, não tenho o menor pudor em afirmar.

56 minutos atrás, Cristaldo disse:

Quanto a Qabalah, eu não acho que o que eu disse foi curso de qabalah não

Não, mas parece que você achou que o que EU expliquei tinha que estar corto segundo a SUA visão de cabala. Se você já consultou diversas fontes deve ter percebido que em cabala, cada autor/pensador/meditador constrói sua própria concepção em cima desse esqueleto, a cabal tradicional já não aceita muita coisa da cabala esotérica, e dentro da esotérica cada maluco que se julga mestre muda alguma coisa (como trocar a posição do Imperador pela da Estrela né?)  e depois ficam os adoradores de uns brigando com os adorador de outro para saber quem está certo. Portanto não dá muito para falar em "fonte alienígena" não. Como não é um curso de cabala a questão "versão majoritária" x "versão alternativa" torna-se irrelevante.

1 hora atrás, Cristaldo disse:

só acho justo você dizer de onde veio a sua teoria/visao a cerca da qabalah, quando você nao usa o que é mais tradicional em termos de interpretação, pra explicar o seu paradigma.

Bom, eu vim da Gnose num primeiro momento e aquele esqueleto que eu usei é de um livro da gnose. Se eu tivesse apenas escolhido uma diagrama qualquer da árvore da vida (e tem vários né? )  ele não seria útil ao que eu precisava explicar, porque traria informações totalmente irrelevantes para minha explicação aqui (ainda que não irrelevante para um curso de cabala) . Então eu escolhi aquele modelo exatamente porque é uma forma de  explicar muito mais clara PARA EXPRESSAR VISUALMENTE O QUE EU ESTAVA TENTANDO MOSTRAR. E o que me mostra que escolhi certo é que você não gostou, porque como regra você não gosta de nenhuma explicação que delimite claramente categorias estanques, que é o que permite uma classificação fácil para as pessoas entenderem o que se está falando. Aí se a pessoa gostou e quer estudar o tema, ela vai ver que a coisa é muito mais ampla e complexa, mas aí é com ela seguir estudando  assunto ou não. Pode não servir para o  SEU MODELO de explicar as coisas, mas  como a explicação era minha, eu decido qual o material trará mais clareza  a quem lê..  .

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

E qual é o modelo tradicional da cabala? Pensei que era o que está no livro da Cabala Mistica da Dion , agora não entendi, a Dion é gnostica também?

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutes ago, cyber2050 said:

E qual é o modelo tradicional da cabala? Pensei que era o que está no livro da Cabala Mistica da Dion , agora não entendi, a Dion é gnostica também?

Kabbalah (escrita desse jeito) se refere a judáica, que é a "original" por assim dizer rs. O que estamos falando aqui já é Qabalah (com essa grafia) que é a hermética/esotérica. Por isso o Sandro disse que o que disse me respondendo. O lance é que tem correntes que seguiram por um caminho e outras por outro na hora de interpretar. O que questionei é que ele usou um modelo que acho que "força a barra" um pouco pra conter um modelo que é da teosofia (a meu ver). Não curto as interpretações da teosofia sobre várias aspectos, que é o que chamei de "salada esotérica" jocosamente. Aí ele disse que acertou no modelo pq eu não gostei ! kkkkkk A gente discute mas ele me ama, já se declarou por MP. kkk brincadeira Sandro ! #viadagemastral

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

@Cristaldo

Obrigado, entendi, mas por curiosidade, em algum topico você havia dito que é membro de uma ordem, mas agora disse que não curte o modelo da teosofia (eu entendi o "salada esotérica", e tenho receio disso), então por curiosidade, mas não seriam todas essas ordens ocultistas não cristãs baseadas na teosofia, ou na mistura da gnose com mitos e religião?

Obrigado

 

Citar

Aí ele disse que acertou no modelo pq eu não gostei ! kkkkkk A gente discute mas ele me ama, já se declarou por MP. kkk brincadeira Sandro ! #viadagemastral
 

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites

@cyber2050 , vou te responder por MP pra nao ficar off-topic. Mas curto e grosso, não. O que é diferente de dizer que os caras não leram os livros da Blavatski, mas até aí eu também li (e não gostei muito rs).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 hours ago, sandrofabres said:

A reencarnação é a explicaçao mais palpável, mais razoável,  para o caso das memórias checadas.  Quem não enxerga isso, tem problemas, não tenho o menor pudor em afirmar.

Tenho problemas! rs (mas solteiro tenho menos do que casado :P)
Pra mim ambas as explicações são não muito convincentes e nenhuma leva o oscar. Mas é minha opinião. Nao vamos ser repetitivos ne.
 

3 hours ago, sandrofabres said:

e dentro da esotérica cada maluco que se julga mestre muda alguma coisa (como trocar a posição do Imperador pela da Estrela né?)  e depois ficam os adoradores de uns brigando com os adorador de outro para saber quem está certo

Yeah! Outro dia tinha um irmão thelemita dizendo no youtube "Eu não comparo Crowley com Krishna, mas ele é o melhorzinho que apareceu" (nos últimos séculos acrescento).
Claro que 666 disse muita besteira, mas na época dele não tinha internet! rs. Mas jamais vamos brigar por isso, tu fica com o teu 666 (Samael "Maitreya") e eu fico com o meu.  Cada louco seguindo o seu companheiro de loucura. :P
 

3 hours ago, sandrofabres said:

E o que me mostra que escolhi certo é que você não gostou

S2 rs

Chega de off-topic agora ne. Prometo. :D

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Citar

ele usou um modelo que acho que "força a barra" um pouco pra conter um modelo que é da teosofia (a meu ver). Não curto as interpretações da teosofia sobre várias aspectos, que é o que chamei de "salada esotérica" jocosamente. Aí ele disse que acertou no modelo pq eu não gostei

Mas é isso mesmo, eu sempre procuro formas de explicar as coisas que possam encaixar várias visões juntas porque isso abre o leque de pesquisas para quem lê. Desconfio bastante de visões muito específicas, e se eu não fosse assim, tudo que falo aqui seria um mero ensino de gnose, e  EVITO AO MÁXIMO isso.

Sua crítica se baseou exatamente nesse traço, o  uso de uma abordagem mixada, mas era esse o objetivo mesmo, porque eu fico aqui recomendando livros do Leadbeater, da Dion e eventualmente se o contexto se encaixa, da gnose. Então usar um modelo que vem da gnose, que usa a cabala ( sobre a qual a Dion se estende )  e mescla com Teosofia se encaixa exatamente no tipo de coisa que procuro ao explicar as coisas: INTEGRAR visões , e não DIVIDIR.

Seu perfil é exatamente o oposto disso, você pega algo que eu explico e tenta desmembrar para outras coisas. Então eu sei que atingi meu objetivo de gerar uma explicação INTEGRATIVA, quando o cara que gosta de explicações fragmentárias reclama, é simples, eheehe.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 horas atrás, cyber2050 disse:

E qual é o modelo tradicional da cabala? Pensei que era o que está no livro da Cabala Mistica da Dion , agora não entendi, a Dion é gnostica também?

Cyber, o Cristaldo te explica isso especificamente por MP, mas vou explicar uma coisa mais genérica  aqui, porque por  será útil para outros, em relação a diversos assuntos. Até já serve como resposta para aquele vídeo do Paulo Ricardo que você postou lá no outro tópico

Uma coisa que as vezes alguém que vem da religião tradicional não percebe é que a religião tradicional procura se distinguir das demais, procura criar uma identidade própria, como um partido político. Então tem aquelas discussões do tipo "nós somos os autênticos, os outros são hereges". Você vê isso bem claro aliás nos vídeos do Paulo Ricardo, não só na questão das "heresias do cristianismo primitivo" mas também quando ele questiona o papel da Teologia da Libertação dentro da fileiras católicas, (isso em outros vídeos dele). Também identifica isso no "kardecismo", que os espíritas gostam de dizer que "não existe kardecismo, existe apenas espiritismo", mas na prática acaba sendo isso:

tem grupos que se julgam com autoridade para aceitar ou rejeitar este autor espírita, dizendo que não é espiritismo porque vai contra sei lá o que das obras do Kardec (por isso vira kardecISMO ). Se bobear a  FEB (Federação Espírita Brasilera ) deve ter até um Index Librorum Prohibitorum  próprio, ehehehe. 

Escolas esotéricas/ocultistas também tem isso, sempre querem se apresentar como "a única representante legítima de..".e então mostram algum certificado registrado em cartório, assinado por algum membro fundador famoso mundialmente. Mas em esoterismo/ocultismo isso não é como em religião, algo estrutural, é mais como uma "doença".

Religião é algo baseado lá na revelação original, e não se mexe mais, até porque o único cara qualificado que surgiu na religião em geral foi seu fundador. O resto só tenta "tirar leite de pedra", ficam revisando o material original, que não pode ser mexido e  é visto como "perfeito e acabado" ,  para ver se dali conseguem tirar respostas aos dilemas modernos. Daí vem todo o esforço teológico, e por isso essas pessoas com mentalidade religiosa confiam tanto na linguagem para tentar chegar nas respostas:  Porque é só o que eles tem.

Então o que se pede é fé naquilo que foi fixado lá atrás, para manter essa pedra intacta, e continuarem tentando retirar leite da fonte original.

Já o esoterismo/ocultismo é mais "similar" à ciência, porque é algo mais  dinâmico que religião, está sempre sujeito a alterações pelos novos "pesquisadores". Ele tem uma base teórica antiga, como a religião, porque a base é a mesma,  mas tem o foco na prática. Então sempre surgem alterações com o tempo, porque as pessoas que praticam vira e mexe descobrem que a coisa pode não ser bem assim, como o primeiro lá atrás revelou, e as vezes eles criam modelos um pouco diferentes dos antigos. Em geral não são modelos muito diferentes, são pequenos "ajustes" em determinados pontos. E então novos pesquisadores podem, praticando, descobrir que este novo modelo é melhor que o anterior, ou que não, que o cara viajou na maionese. O mesmo acontece no espiritismo, porque os espíritas que são apenas teóricos só podem, como os católicos  evangélicos, ficarem presos à "escritura", mas aquele que são médiuns, que se projetam, etc...conseguem investigar as coisas e ver ate´onde a "escritura" estava certa, e até onde ela "silenciou" para não chocar uma cultura de época, por exemplo. Daí a concluirmos que esse pesquisador  está mais correto que a escritura fundadora, ou está iludido, cabe a cada um julgar, não há um parâmetro perfeito contra o qual examinar tudo, porque esse "parâmetro perfeito" é um artigo de fé, e fé é algo da religião, não do esoterismo/ocultismo.

Então a pergunta "qual é a ..X.... tradicional? " feita por uma pessoa de mentalidade religiosa traz implícita a pergunta "qual é a correta?", mas para quem não tem uma mentalidade religiosa, essa PERGUNTA não tem muito sentido. Falar em original significa apenas " quando esse assunto apareceu publicamente a primeira vez?", descobre-se um nome, um grupo, uma data. Você faz um RECORTE HISTÓRICO e parte do princípio que aquilo é o ÍNICIO, a FONTE ORIGINAL. Mas isso é arbitrário , não existe como fato da vida.  Pegue um assunto bem simples: "Descobrimento do Brasil". Até um estudante  do ensino fundamental hoje sabe que o Brasil já existia antes dos portugueses chegarem aqui, já tinha povos cultura....e alguns alega, identificar, por fotos de satélite,   pirâmides embaixo de florestas em regioes inacessíveis. Então ao que parece os portugueses encontraram aqui os restos de uma cultura desenvolvida, que floresceu e morreu muito tempo antes dele chegarem.

No cristianismo o problema é o mesmo, Jesus era judeu, a religião dele era o judaísmo. O cristianismo é apenas uma visão particular do judaísmo, entre outras  tantas daquela época, numa cultura misturada com gregos, romanos , egípcios, e outros povos africanos.  Não esqueça que o Judaísmo começa com Moisés, que segundo a bíblia foi educado "em toda sabedoria do egito", portanto mesmo segundo a bíblia o judaísmo seria, tecnicamente,  apenas uma outra vertente das crenças egípcias, que vieram também de algum lugar. E desse pessoal todo que estava ali , quando cada um com sua cultura ouvia o que Jesus dizia, o que ele entendia? Como ele repassava isso para os demais? Isso tudo se ramificou. UM DESSES RAMOS  foi adotado pelo Império Romano, que como todo Imperialismo decidiu tentar eliminar os demais ramos. Esses outros ramos sobreviveram protegidos pelo segredo, para evitar as perseguições do Império Romano (que agora já mudara de nome e se chamava Igreja Católica Apostólica Romana) , dentro de escolas esotéricas. Então qual é o "Cristianismo original"? . Se o seu critério for o da "história dos vencedores", o critério daqueles que se aliam às autoridades terrenas, coisa que a igreja católica sempre fez ao ficar ao lado da Monarquia, da Aristocracia, e o faz ainda hoje...obviamente a resposta será "o cristianismo da igreja católica".

Mas e quanto à cabala tradicional? O mesmo tipo de raciocínio de aplica. Se você reler os primeiros 9 parágrafos da PARTE I do livro da Dion vai notar que é mais ou menos a mesma idéia que me referi aqui, mas você talvez quando leu, não captou o sentido do que ela explicou ali.Um livro mais fácil, eu diria,porque é mais esquematizado e menos abstrato que o da Dion, mas também menos "inspirado", é este. Mas obviamente pelo preço que andam cobrando aqui e no mercado livre, o cara tem que estar muito fissurado no assunto:

http://www.estantevirtual.com.br/b/robert-wang/o-taro-cabalistico-um-manual-de-filosofia-mistica/3721594114

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A salvação não vem por dividas nem méritos e sim pela Graça de Deus.

E reencarnação pode até existir (de uma forma ainda a entender), mas isso não significa que vocês tem que deixa-se afetar por essas teorias de reencarnação, nada garante que esse mecanismo afeta a vida de todos os humanos, são só teorias

Pois o desenvolvimento pessoal, se isso existe, que ocorra agora ao invés de ficarem prolongando para possíveis vidas futuras.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que mas temos são seres na outra  dimensão buscando vingança de um ser encarnado.. Se o ser vingativo encarna com toda sua memória da vida anterior, na primeira oportunidade a vingança se concretizaria... Uma pessoa que matou outra na vida passada terá "motivo" e oportunidade para matar novamente nessa encarnação, caso não mate a lição será aprendida. Perdão, o ser não precisa está encarnado para perdoar, pode se perdoar estando do lado de lá.. o outro foi perdoado mas a divida ainda deve ser paga..!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 25/07/2016 at 20:08, Ailton disse:

O que mas temos são seres na outra  dimensão buscando vingança de um ser encarnado.. Se o ser vingativo encarna com toda sua memória da vida anterior, na primeira oportunidade a vingança se concretizaria... Uma pessoa que matou outra na vida passada terá "motivo" e oportunidade para matar novamente nessa encarnação, caso não mate a lição será aprendida. Perdão, o ser não precisa está encarnado para perdoar, pode se perdoar estando do lado de lá.. o outro foi perdoado mas a divida ainda deve ser paga..!!

Isso não justifica ALGUÉM OU ALGUMA COISA ter o direito de APAGAR A MEMÓRIA DE OUTRA PESSOA.  Ninguém tem o direito MORAL de MANIPULAR/DANIFICAR a memória de outra consciência e muito menos APAGAR A MEMÓRIA DE OUTRA PESSOA. 

O único que tem o direito de fazer isso é o CRIADOR da consciência, pois se fez pode desfazer também. 

 

Se estão fazendo isso, estão CONSPIRANDO, e se estão realmente preocupados com a "LIÇÃO APRENDIDA" ou com o "bem da civilização humana" que descam com seus disco voadores, essa elite de seres ou esse sistema que tem apagado a nossa memória e atrasado o desenvolvimento do conhecimento humano sobre a realidade

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, cyber2050 disse:

Isso não justifica ALGUÉM OU ALGUMA COISA ter o direito de APAGAR A MEMÓRIA DE OUTRA PESSOA.  Ninguém tem o direito MORAL de MANIPULAR/DANIFICAR a memória de outra consciência e muito menos APAGAR A MEMÓRIA DE OUTRA PESSOA. 

O único que tem o direito de fazer isso é o CRIADOR da consciência, pois se fez pode desfazer também. 

 

Se estão fazendo isso, estão CONSPIRANDO, e se estão realmente preocupados com a "LIÇÃO APRENDIDA" ou com o "bem da civilização humana" que descam com seus disco voadores, essa elite de seres ou esse sistema que tem apagado a nossa memória e atrasado o desenvolvimento do conhecimento humano sobre a realidade

E como é que você sabe que alguém apagou sua memória contra a sua vontade? Como saber se não foi a seu pedido porque entendeu que era melhor assim? Tanto pode ser um caso como outro. Você não lembra mesmo, né? :)

E se ninguém apagou nada propositadamente? Se aconteceu naturalmente? Você se lembra de tudo o que lhe aconteceu neste vida? Você anda na faculdade, certo? Você se recorda de tudo o que estudou até agora? Se for fazer um teste sobre os assuntos do ano passado acha que consegue acertar 100%?

Olha, eu fiz engenharia eletrónica já faz una anos e se fosse fazer agora um exame provavelmente não conseguiria passar. A memória é mesmo assim. Se temos dificuldade para lembrar de tudo o que nos aconteceu nesta vida não será muito mais difícil lembrar de outras vidas passadas? Pode ser apenas uma dificuldade natural. É certo que algumas pessoas têm vagas lembranças de outras vidas mas não é o comum. Também há pessoas que têm memória fotográfica e outras que conseguem decorar todos os números de uma lista telefónica, mas isso são casos excecionais.

Você não é um cara desses? Olha, eu também não. E aposto que a maioria que anda por aqui também não é.

Cyber, bem vindo ao mundo dos mortais comuns. :D

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse tipo de idéia é dos grupos das teoricas conspiratórias, não faz parte do conhecimento  "padrão" sobre espiritualidade.

Realmente eu acho meio hilário achar que precisa alguém para apagar nossa memória, porque na minha família ( irmã con 51, sobrinha com 29, mãe co. 75), eu as vezes comento com elas coisas do passado, e elas nao lembram. Minha sobrinha, com apenas 29, não lembra de coisas que ela fez aos 6! E tudo isso nesta dimensao. Eu lembro até de alguns sonhos que tinha aos 5!

O que vai acontecer quando elas morrerem? Se bobear ja terao esquecido boa parte da vida física quando acordarem do outro lado, e o resto se apagará naturalmente poucos anos mais tarde. E acho que o grande sinal de que esse esquecimento é meramente um processo físico, devido a nossa pouca capacidade mental, é que pelo que se sabe de regressao, a pessoa acaba relembrando as cenas ruins, as mais estressantes, provavelmente porque gravamos mais as lembranças ruins. Ou seja, se fosse uma fonte externa que apagasse, provavelmente apagariam tudo. Como  provavelmente é um apagamento natural, ele segue as regras normais da memória.

Mas mesmo assim, sobre "alguém apagar" Cyber, quem leu o primeiro livro do Lacerda, sobre apometria, já viu ali que até nós, encarnados, temos condiçoes de apagar a memória de um desencarnado. Esse é um dos tratamentos que se usa  quando o obssessor é muito " mala". Apaga-se a memoria das vidas em que ele conheceu a vitima, para que ele nao a reconheça mais, e pare de persegui-la. Alguns podem achar isso injusto, mas, é só trazer o problema para o físico: aqueles maridos que batem na mulher, aí ela se separa dele, o cara ainda vai na casa dela e bate nela lá. A infeliz tem que pedir proteçao policial, mandato judicial que impeça o cara de chegar a menos de 100m da ex-esposa, quando consegue isso, porque muitas vezes as autoridades do plano físico não fazem seu trabalho, e termina de forma previsível:

http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2010/01/20/interna_gerais,144569/homem-mata-ex-mulher-em-salao-de-beleza-na-pampulha.shtml

O que você acha que esse cara vai continuar fazendo quando morrer? 

Então num sujeito desses você faz uma "lobotomia" seletiva no desencarnado e livra a vítima  e ELE TAMBÉM, dessa loucura que o domina. Tanta coisa mais produtiva para ele fazer na vida e evoluir, e vão deixa o cara muitas vidas obcecado por alguém que ele sequer controla?

Mas tem gente que critica isso, tem gente que acha que isso nem é possível. No nosso grupo, que lidava com apometria, a gente nem fazia isso com quem nos era trazido ali pelo mentores, a gente destruía o corpo astral do sujeito e pronto. Os mentores levavam o que sobrava, um tipo de núcleo, e produziam outra estrutura de corpos sutis para ele, para ele pode reencarnar. Com esse tipo de cara era isso, ou deixar o cara continuar cozinhando em banho-maria no "inferno" por MAIS alguns milênios, até se desmanchar sozinho, porque vão se deformando, vão criando carapaças rígidas, até que nem se mexem mais, e por fim vão perdendo os pedaços.

C7_Floresta.jpg

Mas enquanto isso não acontece, de  lá ele continua comandando centenas ou milhares de outros desencarnados escravizados, que atuam na superfície para perturbar os encarnados, para fazer por alguns milênios. Então quando se julga que é melhor quebrar o coco para aproveitar a polpa, antes que ela apodreça, se faz, porque o mal gerado é muito menor do que deixar as ações malignas sem um dique. Obviamente faz quem PODE. Mas tem getne que acha que só pode se ninguém meteu a mão, então se algo aconteceu, se conclui que "foi Deus". Ma foi alguém, sempre é "alguém". Quando se reza para Deus pedindo proteção contra algum sujeito maligno, e esse sujeito se dá mal...foi "alguém" que empunhou a espada e foi lá resolver. Você pode não saber, pode não ver...mas alguém, quando chegou a HORA,  foi designado a AGIR.

Só problemas leves se resolve conversando,

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tenho algumas recordações de quando era bébé e ainda gatinhar. Recordo-me por exemplo de estar ao colo do meu pai e ele me mostrar um avião que ia a passar; tipo "olha bébé, olha o avião". Por outro lado já não me lembro do que almocei ontem. :D

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, albaman disse:

Eu tenho algumas recordações de quando era bébé e ainda gatinhar. Recordo-me por exemplo de estar ao colo do meu pai e ele me mostrar um avião que ia a passar; tipo "olha bébé, olha o avião". Por outro lado já não me lembro do que almocei ontem. :D

 

Minha ex-esposa lembrava também, de uma foto que ela tirou quando tinha 6 meses. Minhas primeiras lembranças são com 2 anos. Por isos acho engraçado quando dizem "as crianças lembram de suas vidas passadas, as crianças são clarividentes". Eu acho que se afirma muita bobagem sobre isos ocntando que ninguém lembra, mas em geral quem lembra de sua primeira infância  não lembra de nada disso, ehheh. Talvez existam ALGUMAS crianças capazes de lembrar, e que tenham clarividência, mas a frase "as crianças lembram/enxergam, mas depois perdem a capacidade" sugere que TODOS NÓS temos isso quando criança,  o que é, no mínimo, um exagero. Mas quem vira médium quando adulto as vezs tem uns relatos estranhos para contar, sobre sua infância.

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, cyber2050 disse:

Isso não justifica ALGUÉM OU ALGUMA COISA ter o direito de APAGAR A MEMÓRIA DE OUTRA PESSOA.  Ninguém tem o direito MORAL de MANIPULAR/DANIFICAR a memória de outra consciência e muito menos APAGAR A MEMÓRIA DE OUTRA PESSOA. 

O único que tem o direito de fazer isso é o CRIADOR da consciência, pois se fez pode desfazer também. 

 

Se estão fazendo isso, estão CONSPIRANDO, e se estão realmente preocupados com a "LIÇÃO APRENDIDA" ou com o "bem da civilização humana" que descam com seus disco voadores, essa elite de seres ou esse sistema que tem apagado a nossa memória e atrasado o desenvolvimento do conhecimento humano sobre a realidade

Cyber, todos nós estamos em um grande jogo cósmico. O objetivo desse jogo é a auto experimentação (um processo análogo à própria criação pois a mesma é Deus se auto experimentando). Como estamos em 3D o esquecimento é necessário para aprendermos da maneira mais ideal porque se lembrássemos de tudo não haveria sentido jogar, isso seria um "cheat". Muitos grupos falam que o esquecimento é uma conspiração porque eles se esqueceram que ESCOLHERAM vir para cá e se esquecer de quem são. A vida é sobre fazer escolhas (seja aqui ou na mais altas densidades). Livre-arbítrio. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

De acordo com o espiritismo, qual o destino final das almas? A alma não vai ficar reencarnando para sempre, certo? Uma hora ela precisa sair desse ciclo. Para o espiritismo a alma vai para o Céu? E os espíritas acreditam em Inferno (e, se sim, é possível uma alma ficar lá para sempre?)?

Share this post


Link to post
Share on other sites
52 minutos atrás, farrapohumano disse:

De acordo com o espiritismo, qual o destino final das almas?

A perfeição (seja lá o que for isso).

53 minutos atrás, farrapohumano disse:

A alma não vai ficar reencarnando para sempre, certo?

Certo. Vide resposta anterior.

54 minutos atrás, farrapohumano disse:

Para o espiritismo a alma vai para o Céu?

Para o espiritismo esse conceito de "Céu", tal como é visto na igreja católica, não existe. A palavra é utilizada como se fosse um tipo de alegoria que, em determinados contextos representa o plano astral, em outros, outros planos mais sutis.

57 minutos atrás, farrapohumano disse:

E os espíritas acreditam em Inferno (e, se sim, é possível uma alma ficar lá para sempre?)?

Não. Eles não acreditam. Pra eles o inferno é outra alegoria representando estados da mente para o desencarnado ou, em alguns contextos o Umbral ou o Abismo.

Obs.: Eu respondi especificamente dentro da visão espírita conforme solicitado.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Farrapo, caso você não tenha notado, este não é um fórum de espiritismo. Eu mesmo não sei bem o que é que o espiritismo pe sa sobre essas questoes que você formulou. Claro que tem simparizantes espiritas aqui, mas o sujeito qualificado para responder " o que o espiritismo pensa disto ou daquilo" tem que ser alguém que frequentou centros espíritas e estudou os livros básicos.Só estou ascalrecendo isso porque as vezes o pessoal acha que se fala em reencarnaçao, o cara é espírita, se fala em projeção astral, também. Não, esses temas são universais, apenas as religioes do tronco judaico ( judaismo, cristianismo, islamismo) é que parecem ser ignorantes desses temas. Portanto, não considee o gva um fórum espírita, porque ele não é.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sei que este fórum não é espírita, Sandro. Era apenas uma curiosidade que eu tinha, e como não havia lugar melhor pra perguntar, eu perguntei aqui porque sabia que aqui tem bastante espíritas. Eu próprio não sou espírita.

Mas como a dúvida já foi sanada, pode deletar o meu post, se achar melhor.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nao nao, so fiquei preoupcipado que voce.nao soubesse.isso, porque de vez quando aparece um pessoal chega no fórum e pergunta " posso me projetar sem ser espírita?", ehejeeh. Quando cheguei aqui, em 2012, era uma pergunta frequente, mas depois foi reduzindo a frequência. Foi só isso, sua pergunta está dentro do tópico, só quis realçar porque tem mais gente lendo, já que o fórum é aberto, e se as pessoas saem respondendo sem destacar isso fica parecendo que " somos todos espíritas".

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 06/07/2016 at 13:25, sandrofabres disse:

PREPARAÇÃO DA INICIAÇÃO
-Dion Fortune-*

O objetivo da Iniciação é produzir a iluminação da alma por meio da Luz Interna.  Portanto, antes de começar a considerar os melhores meios de preparação para esta empresa, preciso  explicar exatamente o que se entende por Iniciação, porque há muitos conceitos distintos sobre a mesma.

Sandro, você tem esse livro online ou o link dele em algum site?

Está fazendo muito sentido.. Preciso ler todo! hehe

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que pena.. vou buscar o livro físico também, obrigada Sandro!

 

Estou com uma dúvida, acho que pode ser postada aqui, já que se trata de um assunto parecido.

Bom galera, estou fazendo Psicoterapia Reencarnacionista, já ouviram falar ou alguém já fez?

É um (ex)médico de Porto Alegre que trouxe o conceito e fundou a associação muitos anos atrás.

Consiste em sessões de regressão intercaladas com psicoterapia. A questão é que essas regressões são conscientes e, de acordo com eles, guiadas pelos mentores de cada um.

Não busquei ele para curar traumas, mas para compreender melhor algumas questões / questionamentos que eu tinha/tenho.

Muitas coisas do que vi nas "telas mentais" de vidas passadas fazem realmente muito sentido, e se mostraram, inclusive, diferentes de como eu achava que tinham sido.

A questão é:  como a pessoa é induzida a um estado mais relaxado mas fica consciente, até que ponto não são "memórias criadas / inventadas"?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.