• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Saulo

Relato: Clarividência astral

Recommended Posts

lightindarkness1

Recife 23 de maio de 2016
Clarividência astral

Tive um relato essa noite com treino de clarividência!
Há algum tempo venho me dedicando ao treino de abertura da clarividência.
Para mim, tão importante quanto a projeção astral para a comprovação e desenvolvimento do parapsiquismo, é também a clarividência e intuição apurada. Para isso é preciso dedicação e treino diário.
E está tão enraizado que faço isso fora do corpo.
Deitei cedo neste domingo, mexendo pouco as energias.
Acordei de madrugada para ir ao banheiro e ao voltar pratiquei as energias. Era por volta das 3 da manhã, horário propício para isso por vários motivos, além da limpeza do ambiente e a presença mais forte de várias equipes espirituais na dimensão troposférica.
Durante a prática tive uma variação da consciência, quase adormecendo. É o que costumo chamar de "ponto X", manter a consciência desperta nessa hora é o X do mapa do tesouro.
E nessa variação me vi deitado num colchão de solteiro no chão de um quarto diferente. Por que? Não sei, pode ser onirismo, ou a simples mudança de frequência, ou alguma ajuda espiritual, não sei!
E então percebi a varredura energética forte, o Estado Vibracional, e pensei:
Vou sair do corpo e dar uma olhada na casa!
Levantei com facilidade e fui andando pelo corredor até a sala. 
Engraçado a coragem que tenho fora do corpo.
Eu fui procurar espíritos pela casa e estava tudo escuro.
Andava forte, sem medo, com uma coragem muito grande.
Andei até a cozinha, fiz a volta e fui até os quartos.
Olhei o primeiro quarto até que cheguei no segundo e lá senti que algo se escondia nas sombras.
Lembrei do treino de clarividência e simplesmente falei:
Vou dar a volta, não tem o que temer, estarei na sala te esperando. Nisso virei as costas e fui até a sala.
Chegando lá vi a TV ligada, mas como se estivesse sem sintonia. Parecia aquelas tentativas de Transcomunicação Instrumental (TCI).
Sentia que não era a TV, mas uma ligação entre eu e os espíritos que estavam ali, por que a TV parecia ligada?
Não sei dizer, mas era uma ligação.
Nessa hora veio um espírito pelo corredor me olhando. Era alto e vinha em minha direção.
Eu não o via completamente, era como uma sombra com cabelos avermelhados e olhos negros também com contorno vermelho.
Ele veio no meio rosto, encostou bem perto e falou:
Não queria me ver, estou aqui!
E falou isso me peitando, duvidando de minha coragem.
Nessa hora eu travei os dentes de tanta coragem, não era raiva, era uma força que estava tão grande que o corpo todo se travava, uma mistura de medo e coragem juntos, e falei: 
Não temo você, vim até aqui justamente para ver e agradeço ter conseguido.
O que faz aqui nesta casa?
E ouvi uma risada alta, uma gargalhada daquelas assustadoras, mas me mantive calmo e até ri também falando: Se é para rir, vamos rir juntos!
Eu então fui novamente em direção ao corredor e senti um arrepio muito forte.
Foi aí que abri os olhos no corpo físico sem nenhum lapso de consciência e TOTALMENTE arrepiado.
E no quarto continuei a ver uma sombra com contorno avermelhado andando por ele.
Sentia já em vigilia fortemente a vibração do meu campo energético.
Logo que retornei ao corpo a força da sensação que sentia de medo e coragem era tanta que por pouco não puxei o lençol e cobri toda a cabeça, mas contive o instinto dando mais corda para a lucidez e o que estava acontecendo ali e pensei:
Se quero abrir a clarividência não posso ter medo, mas, aproveitar as oportunidades.
E olhei forte para aquela coisa se movimentando no meu quarto.
Foi quando resolvi me mexer para levantar mais a cabeça e a visão sumiu!
Provavelmente por ter entrado mais em contato com o corpo físico e assim saí da sintonia com o astral.

Abrir a clarividência necessita grande maturidade.
Não é só no corpo e como a maioria das coisas que estão ao redor de nós seres humanos não são simples e somente positivas, e como a parte mais DENSA aparece LOGO, a gente acaba vendo o que acontece nos bastidores.
Quem está pronto?
Estou pronto?
Não sei, mas coloquei em mim a certeza de que isso que vou fazer.
Vou me dar a oportunidade de ir fundo, já que tenho a oportunidade de ter o pequeno conhecimento da projeção e das energias!

Um abraço e coragem no desenvolvimento da sua espiritualidade!
Não ver ou não saber não quer dizer absolutamente nada para o que acontece nos bastidores...
 

Saulo Calderon

 

PS: Falta Corrigir!

  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites

Opa Saulo, bacana o relato rapaiz... eu também já reparei que fico mais corajoso fora do corpo, bem mais ! Isso inclusive aumentou com o tempo. Mas na hora que o cara ta no corpo e ouve ou ve alguma coisa rsrs, a coisa muda de figura ne. Acho que o próprio nervosismo as vezes tira o foco da percepcao.
Quando saio ultimamente também tenho procurado olhar os eletrodomésticos, honestamente muitas vezes olho pro celular (como forca do hábito) e as vezes vejo desligado ou as vezes vejo umas telas esquisitas.. me ajuda a lembrar que to fora do corpo, mas nunca vi nada demais, nem no cel, nem na TV.

Tu nao costuma ficar muito aqui pelo forum, mas queria te perguntar o seguinte, já vi voce falando no FAQ que ta trabalhando a clarividencia e depois que tiver uns resultados legais vai publicar um material específico. Mas gostaria de saber se pode adiantar pra nós que tipo de material (livros) tem buscado as técnicas que tá usando, pois também tenho buscado material alternativo. Valeu!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
2 horas atrás, Cristaldo disse:

Mas na hora que o cara ta no corpo e ouve ou ve alguma coisa rsrs, a coisa muda de figura ne. Acho que o próprio nervosismo as vezes tira o foco da percepcao.
 

Olá Cristaldo, eu comecei a ter minhas primeiras clariaudições bastante nítidas e acordada aos 16 anos. Ouvia como se houvessem duas crianças na sala com a TV ligada e passando a música do meu vídeo game naquela época, eu ouvia risadas e a música, mas chegando na sala a TV estava apagada e não havia ninguém. Cheguei a acordar a minha irmã para ver se ela ouvia o que eu estava ouvindo e ela me chamou de maluca (como sempre). Já em relação a ver espíritos acordada, eu já tinha algumas visões temporárias como flashes e eram bastante esquisitas às vezes. Eu retomei tais visões acordada este ano, exercitando uma técnica de clarividência. Descobri uma forma inteligente de afastar os encostos e zombeteiros e é lógica que me veio por intuição no chakra cardíaco.

A lógica é simples: o que mais prende um espírito na Terra hoje em dia? O materialismo. Qual a maior causa de morte não natural na Terra hoje em dia? A falência financeira. O que os espíritos desencarnados e ligados a matéria não querem nem ouvir falar? Emprego e pagar impostos ou dívidas. Certo? Então, jogue na cara deles que você é o dono do seu pedaço material porque é você quem paga os impostos daquele lugar que ele está vagando e se ele quiser continuar ali, que você tem um bom emprego para lhe oferecer. Eles geralmente saem na hora. Mas fale com propriedade de sujeito íntegro e encarnado, mergulhado neste sistema. Não tem umbralino que não corra dali.

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 minutos atrás, Caroline disse:

(...)

A lógica é simples: o que mais prende um espírito na Terra hoje em dia? O materialismo. Qual a maior causa de morte não natural na Terra hoje em dia? A falência financeira. O que os espíritos desencarnados e ligados a matéria não querem nem ouvir falar? Emprego e pagar impostos ou dívidas. Certo? Então, jogue na cara deles que você é o dono do seu pedaço material porque é você quem paga os impostos daquele lugar que ele está vagando e se ele quiser continuar ali, que você tem um bom emprego para lhe oferecer. Eles geralmente saem na hora. Mas fale com propriedade de sujeito íntegro e encarnado, mergulhado neste sistema. Não tem umbralino que não corra dali.

Não é só encosto que vai fugir não, há muitos encarnados que também vão sair rapidinho se você lhes disser isso. :lol:

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, albaman disse:

Não é só encosto que vai fugir não, há muitos encarnados que também vão sair rapidinho se você lhes disser isso. :lol:

RSRSRSRS   hahahha

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bah, olha só que honra, a primeira postagem do Saulo que vejo desde que comecei a participar do fórum. :-D

Para mim os maiores desafios são; controlar as energias e lidar com os monstrengos que aparecem hora ou outra para me aterrorizar.

Já dei de cara com tanto bicho feio, isso desde criança. Várias coisas ruins apareceram para me atazanar as paciências e eu morria de medo até de pensar nesse lance todo de espiritualidade. Para mim era mais fácil pensar que tudo isso não existia de forma alguma.

Agora com o tempo e com as experiências que tenho tido o prazer de experimentar, estou finalmente aprendendo a lidar com a realidade como um todo.

Não tem jeito, o negócio é ir enfrentando mesmo, já que como o Saulo disse, nossas crenças não mudam em nada o que acontece nos bastidores.

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Eu então fui novamente em direção ao corredor e senti um arrepio muito forte.
Foi aí que abri os olhos no corpo físico sem nenhum lapso de consciência e TOTALMENTE arrepiado.
E no quarto continuei a ver uma sombra com contorno avermelhado andando por ele.
Sentia já em vigilia fortemente a vibração do meu campo energético. "

 

Deixa eu ver se eu entendi, apos ter voltado pro corpo fisico, ja lucido, continou vendo a tal sombra avermelhada ? putz q tenso!

Eu tive uma única visão de espiritos na minha vida, foi bem real e foi aterrorizante. Tinha uns 12 anos. Graças a Deus nunca mais vi...nem faço questao.

porem sinto as energias e sei quando tem "alguem" por perto.

 

Lembrei de algo que me marcou muito, em 2002 eu fiz uma viagem ao nordeste para passar férias na casa de parentes.

pois bem, na mesma semana, um afilhado da minha tia cometeu suicído, era um rapaz jovem, se enforcou.

a casa ficava a um quarteirao de distancia.... Passado uns 2 dias do ocorrido, eu senti uma presença tao forte e tão ruim, no quarto que eu estava prestes a dormir, que a unica coisa que conseguia fazer era me encolher embaixo do lencol e rezar....a coisa parecia que ia se materializar ali, e me pegar, e eu desesperado....Era algo muito forte, muito pesado,  isso durou uns 3 minutos, ate que meu Tio veio e entrou no quarto pra falar comigo, por que tbm sentiu que havia algo de estranho e sabia que tinha alguma coisa ruim ali pelo local. Foi um dos piores medos que passei na vida, mais até do que a primeira projeção lúcida...

Sei la senhores. Eu sinceramente acho que algumas portas, depois de "abertas" podem revelar ou trazer coisas à tona que talvez nao sejam tao boas assim...ou bastante complexas de se lidar. Mas a vida é isso, assumimos as consequencias de nossos atos..

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutos atrás, Dio.Castro disse:

Sei la senhores. Eu sinceramente acho que algumas portas, depois de "abertas" podem revelar ou trazer coisas à tona que talvez nao sejam tao boas assim...ou bastante complexas de se lidar. Mas a vida é isso, assumimos as consequencias de nossos atos..

 

Concordo plenamente. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
12 horas atrás, Joe disse:

Lembrei dessa criança enquanto lia seu relato

latest?cb=20130911153814

Sinceramente? Essas formas mentais que temos dos espíritos não me assustam. Eu tenho muito mais desconfiança de pessoas encarnadas da alta sociedade, cheirosas e bem vestidas, porque esses são imprevisivelmente inescrupulosos. Eu leio em suas mentes a falta de parâmetro de bom senso e civilidade e o achar que são donos do mundo porque têm dinheiro e podem fazer o que quiser que nada vai lhes acontecer.

Certa vez, já tive a missão de tirar um senhor que estava deitado com o espírito bastante degradado em sua cova e pude rever a cena em 3ª pessoa no meu sonho lúcido: havia um anjo atrás de mim emanando boas energias e, em uma dimensão mais acima, alguns Mestres ascencionados concentrados na cena também. Isso me fez ter a certeza de que não importa o quanto você se suje, ou se torne fedido ou deformado, quando o amor é maior que tudo, em poucos segundos eles reabilitam o sujeito e ainda nos lavam a alma com luz, e passa toda e qualquer sensação de desgaste.

Temos que sucumbir as aparências e focar no amor à vida.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.