• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
kaedo10

Franz Bardon - Magia Prática - o Caminho do Adepto

Recommended Posts

Alguem conhece esse livro, ja leu, poderia expressar alguma opinião como:

1- Consequiu realizar alguma tecnica proposta no livro, poderia relatar a viviencia

2- Alguem recomendar treinar as tecnicas

3- tem outros livros similar atual ou melhor

4- ou alguma opinião, na parte da projeção astral ( Acredito que essa tecnica da imaginação proposta no livro é a mais facil para realizar a projeção)

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Procure os fóruns de Bardonismo que existem para isso mesmo. Pelo que se sabe é um dos único dos livros do mundo a ter um programinha razoavelmente completo de treino geral, mas é explicado de forma muito simplficada, como era comum ao pessoal antigo. Isso gerou outros mateirias, como  este outro livro que cito aqui:

A parte de projeção é o sistema tradicional, parecida com o que o William Buhlamn cita no seu livro, e com o que a gente chama de alvo mental .

 

Na verdade essas técnicas sempre foram consideradas mais difíceis, porque muita gente tem dificuldade com visualização e prefere então usar técnicas que usam outro sentido, como  o tato, para mover as energias, etc. Vai de cada um.

Mas ao examinar o livro você nota em que ponto das lições está o assunto de projeção astral. Como o tempo estimado para cada grau é 6 meses, fica fácil você entender porque tanta gente pega técnicas e projeção, deita, tenta, depois vem aqui se queixar que "não funcionou". O sucesso depende muito do acaso, das circunstancias, de ajuda, de persistência, para quem não dominou os fundamentos, e isso não pode ser obtido em poucos meses de treino. Ninguém vai esperar vira um expert em relaxamento, transe, visualização,  para depois se projetar, claro, mas aí você entende porque é difícil pegaro  ejto a´te produzir resultados com alguma frequencia que permita explorar um pouco essa atividade.

Share this post


Link to post
Share on other sites


Hermetismo é um termo genérico, e abrange muita coisa. O ramo em questao no livro é esse. Mas nenhum livro contém um sistema completo de treinamento, embora esse fosse o louvável objetivo do senhor Franz Bardon. A parte prática é muito completa, e caso voce more numa cidade de interior e nao tenha nenhum grupo de estudos, ordem, nada pra te ajudar, é um excelente método. Alias, foi feito pra isso.
Mas deixa muito a desejar na parte teórica que é dogmática por lado, e incompleta por outro.
Ainda, mesmo a parte prática do livro deixa de lado a operacao mais importante da magia... sem a qual jamais voce será um mago, a EVOCACAO, a qual Bardon dedicou todo um livro, tamanha é a importancia desse tipo de operacao. O livro em questao é "Practice of Magical Evocation", do próprio.

Pra uma instrucao completa em magia, além desses 2 livros do Bardon. Te recomendo "Magick in Theory and Pratice", de Aleister Crowley, é uma revisao moderna de todos os teoremas magicos, lendo ele voce vai entender o que é separa algo funcional, de algo inútil em termos de magia, e nao vai se confundir com o que vem pela frente. Sendo um livro bem menos dogmático.

Se voce está disposto a ler esses 3 livros, magia pra voce é mais que um meio pra um fim. Entao eu te recomendo trabalhos que vao te levar a entender a magia como um caminho de evolucao espiritual, e te dar as ferramentas teóricas pra isso. Segue uma lista complementar:

Cabala Mística - Dion Fortune (vai conhecer o sistema simbólico fundamental para magistas que é Qabalah)
Tres livros de Filosofia Oculta - Agrippa - Dyson (Livro medieval, com comentários de um filólogo que traduziu e revisou todo o livro!)
A Árvore da Vida - Israel Regardie
Golden Dawn - Israel Regardie
Um jardim de romas - Israel Regardie
Liber KKK - Peter Carrol (é também um guia prático de magia, o mais moderno, mesmo que nao siga o sistema, ele te da uma idéia das operacoes mágicas e seus niveis)
The Book of Pleasure - Austin Osman Spare (pra te libertar de todos os dogmas antigos da magia rs)

Pronto, depois que voce ler isso tudo... Aí voce tem base pra procurar uma ordem mágica e buscar afiliacao pra poder evoluir no caminho que decidir.
Ou, vai ter base para procurar um método individual dentro do magia, o que é perfeitamente possível se voce tem base teórica e prática pra isso.

O livro que voce citou é bom e o método que ele propoe é ótimo apesar de um pouco ultrapassado, mas ficar parado só nele, ou só na obra do Bardon é um erro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sei que o foco do fórum não é magia. Mas sempre vejo as pessoas falando que o método do Bardon é ultrapassado ou que é simples e que existem outros melhores e mais recomendados. Quais são então ? 

Share this post


Link to post
Share on other sites
45 minutes ago, lukynhas said:

Mas sempre vejo as pessoas falando que o método do Bardon é ultrapassado ou que é simples e que existem outros melhores e mais recomendados. Quais são então ? 

Digo que é ultrapassado nao porque nao funcione, mas eu acho ele extremamente dogmático e incompleto na parte teórica. E visívelmente ingessado na parte prática. É minha opiniao sobre o sistema, e nao estou sozinho como voce mesmo disse que sempre ve gente falando. Agora, claro que tem gente que é preguicosa mesmo rsrs.. esses sempre vao falar qualquer desculpa pra criticar qualquer sistema mágico, porque eles exigem disciplina. Mas isso nao me impede de ser sério e opinar que é defasado.

Alguns sistemas (que EU considero mais) modernos, e nao dogmáticos:
Illuminates of Thanateros (IOT) - Nao precisa participar do pacto/ordem, o sistema pode ser resumido em Liber MMM (pratica preparatório em concentracao/visualizacao) e Liber KKK (prática mágica nos diversos níveis). 6 meses pro Liber MMM, 2 anos pro Liber KKK, sao aceitáveis pra um aluno dedicado, e nao fica só na magia cerimonial. E inclui a evocacao aqui, o que nao inclui no citado livro do Bardon, que entao só por isso já nao dá nunca pra dizer que é um método completo.

Ordo Templi Orientis (OTO) - A ordem tem um milhao de ramificacoes é verdade rsrs. Mas existem Lojas e Ordens sérias com seguem um sistema razoavelmente padronizado, inclui magia sexual, o que nao inclui nem no sistema da IOT (se considerar os livros que falei), e muito menos no sistema de Bardon. Tema que alias é tabu, tanto quanto o próprio sexo, mesmo entre magistas. Claro, no caso do sistema da OTO voce tem que participar da ordem, mas voce perguntou sobre métodos.

A.'.A.'. (Astrum Argentum) - Sou mais que suspeito pra falar, mas é um sistema bem completo. Inclui Yoga, Magia Cerimonial, e é um dos poucos que trata a magia como um fim para realizar a Grande Obra e realmente propoe um método pra isso. Nao existe nada de secreto, e nao precisa participar da Ordem se quiser se aventurar nele, embora seja altamente recomendável. Ao contrário das duas ordens acima, é proibida cobranca de taxas de filiacao, iniciacao, etc (só podem vir a cobrar se forem te fornecer algum material/livro, o que nao é obrigatório).

Na minha opiniao esses sistemas falam numa linguagem mais apropriada (especialmente os 2 primeiros) a alguem da nossa época do que os sistema do sr. Bardon.
Nao só nos materiais e explicacoes, mas nas práticas sugeridas.

Me limitei a falar de coisas que estudei e que tenho convivencia direta. Mas estou ciente de outras ordens com trabalhos que acredito serem igualmente mais modernos, e em relacao aos quais eu considero o trabalho do Bardon ultrapassado. Só quis citar algo que eu possa falar com mais propriedade.
 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O sistema do Bardon é uma outra linha bem diferente das citadas pelo Cristaldo, que sao,  exceto Agripa e as "coisas" do Spare, todas crias da Golden Daw. A GD e seus rebentos se autodenominam mais modernas porque ela surge num momento em que tanto o positivismo quanto a psicanalise estavam em alta, e montaram seu sistema utilizando essas " novidades" daquela ípoca, o que adicionou duas características vistas como " modernizaçao" para o final do século XIX: foco na estrutura do método, e abordagem psicológica da magia.

Isso meio que vira uma marca de tudo que veio da Golden Dawn, mas é apenas uma característica daquele momento em que ela foi criada, da mesma forma como o Agripa apresenta uma visão de mundo  medieval, devido à éooca em que foi escrito.

O Bardon veio depois da GD, mas  parece ter sido educado em outras fontes que não sofreram essa influência cultural que virou moda nos centros industrializados europeus, como França e Inglaterra. E obviamente o primeiro livro do Bardon é baseado mais em desenvolver o sujeito do que em dar uma formaçao teórica, que é algo que nunca para de crescer né? Ainda mais em quem prefere as especulaçoes. Tanto é que tem muito ocultista " formado" em todas essa outra formaçoa ai que  o Cristaldo lista mas que nao poderia diz sequer que domina a projeçao, que, se não me falha a memória, nem está no último grau do livro do Bardon.

Mas me pareceu que  a pergunta do autor do topico parece ter sido de alguem que viu o livro e percebeu que ele ensina coisas que podem ser úteis a quem procura algo pratico, como a projeçao, entao sim, o livro do Bardon é  adequado. Mas se a pessoa procura uma educaçao teórica mais diversificada sobre esse ramo, muitas outras obras serao necessarias, ate porque ele precisa internalizar um sistema de crenças,  e um livro só não é suficiente para conter toda essa educaçao, em nenhum assunto

Share this post


Link to post
Share on other sites

O sistema do Bardon é uma outra linha bem diferente das citadas pelo Cristaldo, que sao,  exceto Agripa e as "coisas" do Spare, todas crias da Golden Daw. A GD e seus rebentos se autodenominam mais modernas porque ela surge num momento em que tanto o positivismo quanto a psicanalise estavam em alta, e montaram seu sistema utilizando essas " novidades" daquela ípoca, o que adicionou duas características vistas como " modernizaçao" para o final do século XIX: foco na estrutura do método, e abordagem psicológica da magia.

Isso meio que vira uma marca de tudo que veio da Golden Dawn, mas é apenas uma característica daquele momento em que ela foi criada, da mesma forma como o Agripa apresenta uma visão de mundo  medieval, devido à éooca em que foi escrito.

O Bardon veio depois da GD, mas  parece ter sido educado em outras fontes que não sofreram essa influência cultural que virou moda nos centros industrializados europeus, como França e Inglaterra. E obviamente o primeiro livro do Bardon é baseado mais em desenvolver o sujeito do que em dar uma formaçao teórica, que é algo que nunca para de crescer né? Ainda mais em quem prefere as especulaçoes. Tanto é que tem muito ocultista " formado" em todas essa outra formaçoa ai que  o Cristaldo lista mas que nao poderia diz sequer que domina a projeçao, que, se não me falha a memória, nem está no último grau do livro do Bardon.

Mas me pareceu que  a pergunta do autor do topico parece ter sido de alguem que viu o livro e percebeu que ele ensina coisas que podem ser úteis a quem procura algo pratico, como a projeçao, entao sim, o livro do Bardon é  adequado. Mas se a pessoa procura uma educaçao teórica mais diversificada sobre esse ramo, muitas outras obras serao necessarias, ate porque ele precisa internalizar um sistema de crenças,  e um livro só não é suficiente para conter toda essa educaçao, em nenhum assunto

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 hours ago, sandrofabres said:

O sistema do Bardon é uma outra linha bem diferente das citadas pelo Cristaldo, que sao,  exceto Agripa e as "coisas" do Spare, todas crias da Golden Daw. A GD e seus rebentos se autodenominam mais modernas porque ela surge num momento em que tanto o positivismo quanto a psicanalise estavam em alta

Me permite uma correcao histórica ? rs
Bardon é a MESMA linha dos autores que citei, ou seja Hermetismo e Magia Cerimonial. Agrippa justamente por ser medieval, trata de Magia Cerimonial, assim como os grimórios de Abramelim e as famosas Cláviculas do Rei Salomao. Em essencia, é a mesma coisa, mas claro os ultimos entendem esse conhecimento de magia dentro daquilo que a mente do homem dessa época permitia. Mas em termos de práticas é a mesma coisa, armas mágicas, triangulo, círculo. Logo é tudo Magia Cerimonial (teurgia/goécia, psicurgia e magia talismanica).

A Golden Dawn nao trouxe novidade nesse ponto, apenas unificou coisas que estavam separadas, tanto é que o tradudor desses grimórios medievais é justamenter o Mathers, fundador da GD.

Dion Fortune foi aluna da GD, e tem formacao em psicoterapia, entao ela sim tinha esse conhecimento mais moderno aliado a psicologia, mas até onde sei isso nao estava incorporado na GD. E como ela própria nao desenvolveu um trabalho (público) de magia prática, voce nota esses tracos nos livros dela, mas ela nao reinventa nada.

Crowley reajustou os teoremas da Magic(k), criando o Magick in Theory and Pratice, que tem 22 capítulos... assim como o Dogma e Ritual de Alta Magia, do Eliphas Levi. Entao fica bem claro quem ele está atualizando rsrs. Eles transformou "dogma e ritual" em "axiosmas e teoremas". Ja é uma mudanca de paradigma. Crowley também veio da GD, mas dentro da GD houve um grande cisma... (dizem as más linguas que pra passar de grau lá era só estar com as mensalidades em dia, e na data certa, voce passava, fácil ne)... e Crowley foi se isolar e depois buscou a ajuda pra criar a A:.A:., que nao poderia deixar de conter elementos da GD, mas é outro sistema.

Quem trouxe REALMENTE essas idéias novas de psicologia moderna pra magia foi Austin Osman Spare, que foi aluno do Crowley na A:.A:., mas que se afatou dele (alias era comum se afastar do Crowley, parece que ninguem ficava perto dele muito tempo rs). Ele tinha um grande conhecimento de Freud and Jung, e criou a Zos Kia Cultus, que além disso tudo que ele herdou (A:.A:. diretamente, indiretamente GD), soma-se o Tantra, o citado conhecimento da psicologia moderna. Aí sim pode-se dizer que já é outra linha. Embora seja evidente a fonte de onde ele bebeu... Porque os métodos de magia mudaram, nao falavamos mais em magia cerimonial apenas.

E quem sistematizou essas mudancas foi Peter Carrol. Que ao contrário de Spare que era artista e tinha linguagem simbólica complicada, Carrol é um cientista e colocou tudo "preto no branco".

Entao dos escritores que citei, os únicos que sao de outra linha diferente do Bardon, sao Peter Carrol e Spare. Todo o resto é Magia Cerimonial, seja com a mente de um homem medieval, seja com a mente do homem moderno, os métodos nao mudam muito. Nem foi a GD que inovou, foi o Spare com Zos Kia Cultus.

 

4 hours ago, sandrofabres said:

Tanto é que tem muito ocultista " formado" em todas essa outra formaçoa ai que  o Cristaldo lista mas que nao poderia diz sequer que domina a projeçao, que, se não me falha a memória, nem está no último grau do livro do Bardon.

Já nesse ponto eu concordo muito com voce ! Nenhum desses sistemas de magia te dá (nao te estimula na verdade) a maestria em projecao que a galera do que vou chamar de "Projeciologia" hoje possui, e alcança. Moises Esagui se projeta TODOS OS DIAS. O Saula Calderon parece que nao fica muito atrás disso. Nosso amigo Sandro aqui já disse que tem mais 1000 projecoes. É muito raro ver magistas com esse grau de DEDICACAO a projecao. Normalmente o cara se dedica durante uma fase do trabalho, depois abandona em nome de outras coisas, e nao alcanca uma maestria como a desses carinhas aí.

Além do que, as técnicas e os conhecimentos sobre projecao que sao levadas em consideracao dentro da magia sao bem defasadas em relacao as que o pessoal que estuda projecao hoje em dia, disse que ia chamar de "projeciologia".
Sao todas técnicas com alvo mental como bem disse o Sandro.
Nao se ve técnicas energéticas.
E muito menos técnicas indiretas !! Que pra mim sao o "ó" do "borogodó". Porque pega o livro do Raduga, e tu vai se projetar em 1 semana!
Vai ver que a coisa funciona e a técnica dele é fantástica, mescle com técnicas diretas (em especial as que usam técnicas energéticas) , e técnicas de controle de sonhos, voce tem algo que NENHUM sistema de magia no mundo vai te dar. Voce vai ter uma maquina de guerra em termos de projecao rsrs.

Tudo isso porque o trabalho que pesquisadores como Robert Bruce fazem hoje em dia, simplesmente sao novidade !
A 150 anos atrás (que eu saiba) nao tinha ninguém fazendo isso desse jeito.

Eu mesmo, sou magista, e venho buscar técnicas sobre projecao nesse meio aqui. Entao se o assunto é projecao, qualquer sistema mágico (mesmo os mais modernos!) estao muito defasados em relacao a isso. Até porque nao é mesmo esse o foco. Assim como nao é o foco da Yoga.
Mas tanto as técnicas de relaxamento/concentracao da Yoga e da Magia podem ajudar. O que nao é quer dizer que Magia e Yoga vao te tornar um bom projetor.
É importante nao confundir "bife de caçarola" com "rifle de caçar rola".

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
47 minutos atrás, Cristaldo disse:

Nosso amigo Sandro aqui já disse que tem mais 1000 projecoes

Aparentemente eu tenho um problema cármico com geração de lendas a meu respeito, mesmo em assuntos comuns. Quando eu cursei engenharia química, como a regra era reprovaçao de uns 80% dos alunos em cada disciplina, e eu conseguia as vezes tirando 5 numa prova, ser a nota mais alta da turma, ou ser o único da turma aprovado sem exame naquele semestre, espalharam-se lendas entre as turmas de que eu meti 10 em disciplinas nas quais na verdade eu até reprovei, kkkkk. Então vamos tentar controlar isso aqui ok? ehhe. O que eu disse foi que já tive mais de 700 projeções até 2014,  e que quando cheguei nesse número, parei de registrar. Mas eu não creio que tenha chegado a 1000 não, porque um dos motivos pelos quais parei de registrar foi porque perdi um pouco do interesse, o que diminuiu a frequência das minhas projeções para uma a cada duas semanas, mais ou menos, a menos que eu esteja encazinado com alguma coisa que eu queira testar, aí consigo sair algumas noites em sequencia.

Ao contrário do que os céticos fanáticos possam pensar, meu interesse em projeção é em aplicações práticas, coisas ligadas ao plano FÍSICO. Não tenho sequer curiosidade em conhecer dimensões diferentes, ou conversar com seres supostamente mais evoluídos, saber como vivem no "Inferno, ou no "Nosso Lar" ou em algum dos "Reinos elementais"ou ...sei lá...moradores astrais de outros planetas. Sinceramente acho que isso já foi feito, está descrito em livros, e para mim é "trabalho que já foi feito". A turma que não acredita nesses "resultados publicados" é que pode achar graça em ficar reinventando a roda, eu não curto isso não. Mas infelizmente, o que tudo indica, aplicaçoes terra-terra é o que tem de mais difícil, já que a gente levanta  da cama e 99% das vezes não acha nem o corpo em cima do colchão, kkkk.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 minutes ago, sandrofabres said:

Aparentemente eu tenho um problema cármico com geração de lendas a meu respeito, mesmo em assuntos comuns.

kkkk Foi mal, quis gerar lenda nao. Minha memória que é meio vagabunda mesmo, especialmente pra números, nao sou visual. Se tivesse ouvido alguem falar, eu provavelmente lembraria com exatidao rs.
 

11 minutes ago, sandrofabres said:

O que eu disse foi que já tive mais de 700 projeções até 2014

Nao é tao redondo quanto 1000 rs. Mas continua sendo um número alto especialmente num periodo curto, quis exemplificar a dedicacao.

 

12 minutes ago, sandrofabres said:

Sinceramente acho que isso já foi feito, está descrito em livros, e para mim é "trabalho que já foi feito". A turma que não acredita nesses "resultados publicados" é que pode achar graça em ficar reinventando a roda

Em outro tópico estamos falando disso até rs. Eu nao acho que seja reinventar a roda já que o que conta é sua experiencia individual. Voce nao vai ver as mesmas coisas, nem os mesmos seres, e nem vao te falar as mesmas coisas, por N motivos.
Além do que se voce me disser que quer pegar Deborah Secco, e eu te disser "fica tranquilo que eu já peguei, te conto tudo como é".
Tenho certeza que voce vai dizer que nao é a mesma coisa ! rsrs

Mas é questao de gosto, eu acho que já experimento o físico todo dia no físico rsrs e como experimento! rs
Embora eu faca alguns experimentos físicos no astral também, é pura vadiagem da minha parte. Tipo já fiquei tentando interagir de todo jeito com equipamentos eletronicos no astral. Mas era simplesmente que eu acordava em astral sem estar planejando aquilo, e aí era o que eu conseguia pensar mais rapido em fazer, aí aproveitava e fazia pra nao perder o foco.
Mas preferia mil vezes estar por aí dando um rolé pelo universo, e conversando com praeter-humanos. Ou mesmo humanos, nao tenho preconceito com a minha raça rs mas só prefiro estar no astral fazendo coisas que nao posso fazer no físico com tanta facilidade. Questao de gosto!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito obrigado pelas respostas Cristaldo e Sandro. O sistema do Bardon me atrai porque ele trata do desenvolvimento do mago ao invés de se utilizar de "muletas" ritualísticas. E após umas leituras recentes eu percebo porque o primeiro exercício é um dos mais importantes. TODO mundo deveria praticar ele independentemente do objetivo. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 25/06/2016 at 09:09, sandrofabres disse:

O sistema do Bardon é uma outra linha bem diferente das citadas pelo Cristaldo, que sao,  exceto Agripa e as "coisas" do Spare, todas crias da Golden Daw. A GD e seus rebentos se autodenominam mais modernas porque ela surge num momento em que tanto o positivismo quanto a psicanalise estavam em alta, e montaram seu sistema utilizando essas " novidades" daquela ípoca, o que adicionou duas características vistas como " modernizaçao" para o final do século XIX: foco na estrutura do método, e abordagem psicológica da magia.

Isso meio que vira uma marca de tudo que veio da Golden Dawn, mas é apenas uma característica daquele momento em que ela foi criada, da mesma forma como o Agripa apresenta uma visão de mundo  medieval, devido à éooca em que foi escrito.

O Bardon veio depois da GD, mas  parece ter sido educado em outras fontes que não sofreram essa influência cultural que virou moda nos centros industrializados europeus, como França e Inglaterra. E obviamente o primeiro livro do Bardon é baseado mais em desenvolver o sujeito do que em dar uma formaçao teórica, que é algo que nunca para de crescer né? Ainda mais em quem prefere as especulaçoes. Tanto é que tem muito ocultista " formado" em todas essa outra formaçoa ai que  o Cristaldo lista mas que nao poderia diz sequer que domina a projeçao, que, se não me falha a memória, nem está no último grau do livro do Bardon.

Mas me pareceu que  a pergunta do autor do topico parece ter sido de alguem que viu o livro e percebeu que ele ensina coisas que podem ser úteis a quem procura algo pratico, como a projeçao, entao sim, o livro do Bardon é  adequado. Mas se a pessoa procura uma educaçao teórica mais diversificada sobre esse ramo, muitas outras obras serao necessarias, ate porque ele precisa internalizar um sistema de crenças,  e um livro só não é suficiente para conter toda essa educaçao, em nenhum assunto

Ia elaborar um texto, mas o Sandro já disse tudo.

Reforço que esse primeiro livro do Bardon é bom para iniciantes. As práticas requerem disciplina, como tudo na magia, mas o livro é valioso para um primeiro contato com o hermetismo, posteriormente podendo levá-lo a uma busca mais profunda, ingressando em alguma Ordem e aprofundando os estudos com outros livros e até mesmo os do Bardon (A Prática de Magia Evocatória  e  A Chave para a Verdadeira Quabbalah também são ótimos livros, caso você leia em inglês, pois acho que não tem versão nacional).

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom já li o livro do Franz Bardon, e me pergunto se ele tinha todas aquelas habilidades mesmo. Mas para ele chegar a ponto de publicar um livro deve (espero que sim) haver SINCERIDADE sim no conteúdo, do total ou parcial, o livro é muito interessante e muito bem feito para DESALIENAR os céticos e materialistas da nossa época mais hipnotizada que parece que anda como cavalo, só enxerga o que lhe é mostrado pelo domador com o auxilio da ferramenta: cabresto, mais conhecido como televisão e gurus formadores de opiniões.

Pois então, o livro é PRÁTICO, mas a descrição dos exercicios é meio ABSTRATA e ele relativa o TEMPO dos resultados, o qeu eu ainda não entendi muito bem. Imagina se a medicina RELATIVASSE os resultados.

MAS o legal mesmo é que é prático, ou seja, se a pessoa fizer todo ele, 6 meses para cada exercicio e não tiver nenhum resultado, pode-se concluir que é FALSO ou VERDADEIRO.

 

Mas falta relatos de pessoas que desenvolveram o dominio das habilidades (clarividencia, projeção etc..) com o livro, isso qeu eu acho mais misterioso. Por que falta relatos?

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Falta relatos nos grupos de bardonistas? fóruns  e tal? Alguém aqui frequenta esses grupos para dizer como é que o pessoal que segue o livro como um manual tem relatado?

Share this post


Link to post
Share on other sites

@sandrofabres sim, quando eu pesquisei encontrei um monte de "fogo de palha", pessoas que começaram relatando e tal mas depois desapareciam ou paravam de relatar a continuidade do processo, ou seja, ficando relatos apenas dos graus iniciais (que são os mais fáceis, na minha opinião, pois já tinha teorizado sobre eles bem antes mesm de conhecer o ocultismo) sobre o controle da mente, pensamento e tal. Mas os que mais interessam: Viagem astral, clarividência, esse forum aqui (viagemastral.com) tem dado muito mais relato e informação útil dos dos outros que tinha pesquisado. 

Tem também um site, que na época, vendia o livro do bardon, site gringo, e eles fizeram um sisteminha (o site tem um formato bem antigo, acho que é bem antigo mesmo) em tabelas para as pessoas colocarem informações dos níveis que elas conseguiram alcançar, daí gera uma tabela com vários nomes, gênero (masculino ou feminino), idade e o grau que ela parou. E além de eu particularmente, desconfiar disso, pois eu quero ler os relatos não ficar vendo nomes pois pode ser gerado automaticamente, notei que (que eu lembre) NINGUÉM terminou todos graus do livro, e se terminaram foi pouco e ainda não deixaram qualquer campo informando: Teve resultados ? ()Sim ()Não, o ou seja, para quem é adepto dessa metodologia e gosta de vender os livros dela, poderia ter ao menos um controle dos resultados ou algo do tipo e não tem (não encontrei), por que será?

Bom, Já no youutbe, encontrei videos diversos, mas sinceramente, videos mais para MOSTRAR do que para relatar. O que mais pesquisei foi a clarividencia na época, ano passado e começo desse ano. E até agora, o unico que eu achei útil e confiavel mesmo de relato de habilidades assim foi o Moisés Esagui, Saulo Calderon, Laércio Fonseca, que nem promovem o uso do livro.

Isso tudo, confesso, gerou um preconceito em mim, mas minha vontade é mais forte, e eu li o livro, achei a parte teórica muito útil mas vocês aqui do forum entendem muito mais e são estudiosos de outras e varias outras vertentes, ou seja, uma pessoa pode aprender com vocês aqui mesmo a parte teórica, com seus posts, e postando dúvidas aqui. Já a parte prática, é muito chamativo, e cria um ar do tipo: "ISSO TEM LÓGICA!", mas os resultados... Bom, cadê os relatos!?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Saber, querer, ousar e calar: são tidos como os verbos da magia (algumas vezes citam apenas 3 deles). É difícil, mesmo na gringa, fóruns de magistas que compartilham abertamente seus experimentos. Em alguns casos é um pouco mais fácil encontrar relatos, como entre os caoístas, mas, ainda assim não é tão simples. Em terras tupiniquins até existiu o  Mayhen, projeto do Marcelo Del Debbio, que se constituía em uma rede social aberta para os adeptos, mas a atividade diminuiu muito e nem sei se ainda está ativo. Há uns 03 anos era comum discussões interessantes no grupo do Bardon.

Minha relação com esse livro vai além da prática. Foi meu primeiro contato com o hermetismo, me levou a outras leituras mais complexas, ordens iniciáticas e conhecimentos mais valiosos.

Uma coisa que me chamava a atenção durante a leitura era a semelhança com os ensinamentos do Waldo Vieira. Ao fazer os exercícios de respiração pelos poros eu sentia a mesmíssima sensação do EV. Várias outras práticas e técnicas são extremamente parecidas com as da conscienciologia, o que me levou ao questionamento: "Waldo, seu velhote danado, bem que você falou que ficou vários anos estudando de tudo no oriente" rs. Aparentemente, muita coisa foi tirada do hermetismo e sendo dada uma roupagem mais ocidental ("científica"), com a eliminação de fatores preponderantes na magia, como os 4 elementos, e renomeação simplesmente para "energia" e coisas do tipo.

Enfim... Pra quem tem interesse pelo desenvolvimento pessoal e ainda tem medo de coisas como "evocações" (como eu tinha há cerca de 10 anos), o livro é ótimo, pois é muito prático, foca pouco na teoria e muito no desenvolvimento dos poderes pessoais, exigindo pouco tempo diário, além de muita persistência e disciplina.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Além disso, os relatos de experimentos não são tão comuns justamente pelo interesse do magista não ser provar os fenômenos para outras pessoas, mas para si mesmo, numa linha semelhante à da conscienciologia, cujo "paradigma consciencial" distancia-se do "paradigma materialista", da ciência convencional, por aquele levar o praticante a provar as realidades multiexistenciais para si mesmo, de forma que o experimentador seja também o experimento, isto é, o pesquisador e o objeto de pesquisa se confundem, ao contrário da ciência convencional, onde pesquisador e objeto de pesquisa devem estar distantes, sendo também imprescindível a observação, medição e comprovação através da reprodução em laboratório, coisa que não chegará aos mundos e energias sutis tão cedo; além, é óbvio, de serem poucos os praticantes a levarem a sério os exercícios, o que limita ainda mais a existência de relatos de resultados práticos.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vou deixar um link aqui, para quem pesquisar por palavra, acha-lo facilmente.

Recentemente cruzei com isto:

https://www.quareia.com/

É um curso  planejado para cinco anos (esse livro do Bardon também é um programa para cinco anos) .

"The whole course should take a minimum of five years to complete: this is a true training of mastership in the magical arts - it is not a casual interest course."

As lições são todas grátis, baixando do site da internet do site da autora. Mas tem formato ebook, para quem quer pagar:

https://www.saraiva.com.br/quareia-the-apprentice-book-one-9686715.html

Quem quiser em papel, também tem vende até aqui no brasil, (mas não em português), pela amazon.com.br:

https://www.amazon.com.br/Quareia-Adept-Twelve-Josephine-McCarthy/dp/1911134132/ref=tmm_pap_swatch_0?_encoding=UTF8&qid=1498226569&sr=1-6

 Mas um ou outro aparece indisponível, teria que ir na amazon.com se quiser desde o primeiro, porque aqui o primeiro já aparece indisponível:

https://www.amazon.com.br/Quareia-Apprentice-Book-Josephine-McCarthy/dp/0993348009

Pelo que entendi, o sujeito faz as lições sozinho, mas fazendo seu diário com anotações de cada lição. E em algum momento quiser "supervisão", tirar dúvidas com ela e tal,  é uma pré-requisito enviar seus diários para ela analisar.

"If you wish to be mentored through the initiate and adept section, there are some things you need to keep in mind. Acceptance for mentoring is dependent upon your work records. For this reason, follow the instructions in each lesson in regards to note taking, essay writing and other written tasks. When you apply for mentoring, the admissions fellow will request to see certain journals and computer files to see if you have done and understood the work."

Ou seja, não é para quem não está a fim de se engajar num treino diário mesmo. E  tem uma comunidade no facebook, fechada, ( para quem já  completou as primeiras 8 lições)  poder trocar idéias, tirar dúvidas.

"For people studying the course and who have worked past at least all eight lessons of the first Apprentice module there is now a closed and secret (for privacy) Facebook group for apprentice discussions and making friends.  Please do not ask to join if you are simply considering joining the course or have just started the course. Also please do not ask to join the group if you are dipping into random sections of the course, or have not started at the beginning. The Quareia community group is for people who are seriously studying the course with a view to eventually completing the course from start to finish."

Então se alguém tem de fato interesse nesses  assuntos, lê inglês e tem disposição para trabalhar diariamente nisso por uns 5 anos, está aí uma opção interessante, mais "viva" do que um livro antigo, porque a pessoa que escreveu  o curso está ainda ativa. Eu tenho uns três livros dessa autora (que não fazem parte desse curso) , e gosto muito, mas não consegui saber "de onde" diabos ela saiu, ehehe.

.......................

Mas isso não quer dizer que estou "recomendando", apenas achei legal a proposta e gosto bastante dessa autora, pelo que li dela até hoje. 

Só coloquei aqui a dica porque só se pode aprender as coisas decentemente, qualquer coisa, através de um estudo gradativo. A forma ineficaz de fazer isso é tentar aprender sozinho. Podemos demorar mais 30 anos para aprender de forma confusa e cheia de falhas algo que pode ser aprendido de forma organizada em 5, numa escola. (Aliás: http://ghiraldelli.pro.br/educacao/nao-permita-seu-filho-ser-corrompido-pelo-autodidatismo.html  ,  https://www.youtube.com/watch?v=91qKnzZDyaQ )

Só que nessa área as escolas são raras, e em geral um tanto arriscadas. Mesmo assim, para aprnedrr algo sozinho, um livro didático é uma tremenda mão na roda. Só que livros nessa área que se propõem a ser um programa de estudos, com teoria e exercícios gradativos,  são bem raros, e mesmo quando existem, em geral são esboços meio genéricos, e você não tem a quem recorrer par tirar dúvidas ou saber se está no caminho certo. Então esse tipo de trabalho como essa coleção de lições é aquilo que toda pessoa deveria procurar, caso se interesse por esses assuntos e não goste de participar de grupos físicos.

Essa coleção tem a vantagem que você faz no seu ritmo, e ser longa o suficiente para ter conteúdo detalhado , em teoria e exercícios (pelo que calculei, são cerca de 2.500 páginas ao total )  . Uma opção similar é alguma escola por correspondência, como a SOL https://www.servantsofthelight.org/  ou a BOTA http://www.bota.org/  mas essas exigem pagamento mensal e você realmente tem que enviar relatório todos os meses, porque tem um supervisor designado para você. Se ficar um mês sem mandar, você já terá que se explicar e decidir se vai continuar ou não.

Então fica a dica para quem vive atrás de materiais didáticos para treinar em casa.

fica-a-dica.jpg

 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 23/06/2017 at 12:09, sandrofabres disse:

Vou deixar um link aqui, para quem pesquisar por palavra, acha-lo facilmente.

Recentemente cruzei com isto:

https://www.quareia.com/

É um curso  planejado para cinco anos (esse livro do Bardon também é um programa para cinco anos) .

"The whole course should take a minimum of five years to complete: this is a true training of mastership in the magical arts - it is not a casual interest course."

As lições são todas grátis, baixando do site da internet do site da autora. Mas tem formato ebook, para quem quer pagar:

https://www.saraiva.com.br/quareia-the-apprentice-book-one-9686715.html

Quem quiser em papel, também tem vende até aqui no brasil, (mas não em português), pela amazon.com.br:

https://www.amazon.com.br/Quareia-Adept-Twelve-Josephine-McCarthy/dp/1911134132/ref=tmm_pap_swatch_0?_encoding=UTF8&qid=1498226569&sr=1-6

 Mas um ou outro aparece indisponível, teria que ir na amazon.com se quiser desde o primeiro, porque aqui o primeiro já aparece indisponível:

https://www.amazon.com.br/Quareia-Apprentice-Book-Josephine-McCarthy/dp/0993348009

Pelo que entendi, o sujeito faz as lições sozinho, mas fazendo seu diário com anotações de cada lição. E em algum momento quiser "supervisão", tirar dúvidas com ela e tal,  é uma pré-requisito enviar seus diários para ela analisar.

"If you wish to be mentored through the initiate and adept section, there are some things you need to keep in mind. Acceptance for mentoring is dependent upon your work records. For this reason, follow the instructions in each lesson in regards to note taking, essay writing and other written tasks. When you apply for mentoring, the admissions fellow will request to see certain journals and computer files to see if you have done and understood the work."

Ou seja, não é para quem não está a fim de se engajar num treino diário mesmo. E  tem uma comunidade no facebook, fechada, ( para quem já  completou as primeiras 8 lições)  poder trocar idéias, tirar dúvidas.

"For people studying the course and who have worked past at least all eight lessons of the first Apprentice module there is now a closed and secret (for privacy) Facebook group for apprentice discussions and making friends.  Please do not ask to join if you are simply considering joining the course or have just started the course. Also please do not ask to join the group if you are dipping into random sections of the course, or have not started at the beginning. The Quareia community group is for people who are seriously studying the course with a view to eventually completing the course from start to finish."

Então se alguém tem de fato interesse nesses  assuntos, lê inglês e tem disposição para trabalhar diariamente nisso por uns 5 anos, está aí uma opção interessante, mais "viva" do que um livro antigo, porque a pessoa que escreveu  o curso está ainda ativa. Eu tenho uns três livros dessa autora (que não fazem parte desse curso) , e gosto muito, mas não consegui saber "de onde" diabos ela saiu, ehehe.

.......................

Mas isso não quer dizer que estou "recomendando", apenas achei legal a proposta e gosto bastante dessa autora, pelo que li dela até hoje. 

Só coloquei aqui a dica porque só se pode aprender as coisas decentemente, qualquer coisa, através de um estudo gradativo. A forma ineficaz de fazer isso é tentar aprender sozinho. Podemos demorar mais 30 anos para aprender de forma confusa e cheia de falhas algo que pode ser aprendido de forma organizada em 5, numa escola. (Aliás: http://ghiraldelli.pro.br/educacao/nao-permita-seu-filho-ser-corrompido-pelo-autodidatismo.html  ,  https://www.youtube.com/watch?v=91qKnzZDyaQ )

Só que nessa área as escolas são raras, e em geral um tanto arriscadas. Mesmo assim, para aprnedrr algo sozinho, um livro didático é uma tremenda mão na roda. Só que livros nessa área que se propõem a ser um programa de estudos, com teoria e exercícios gradativos,  são bem raros, e mesmo quando existem, em geral são esboços meio genéricos, e você não tem a quem recorrer par tirar dúvidas ou saber se está no caminho certo. Então esse tipo de trabalho como essa coleção de lições é aquilo que toda pessoa deveria procurar, caso se interesse por esses assuntos e não goste de participar de grupos físicos.

Essa coleção tem a vantagem que você faz no seu ritmo, e ser longa o suficiente para ter conteúdo detalhado , em teoria e exercícios (pelo que calculei, são cerca de 2.500 páginas ao total )  . Uma opção similar é alguma escola por correspondência, como a SOL https://www.servantsofthelight.org/  ou a BOTA http://www.bota.org/  mas essas exigem pagamento mensal e você realmente tem que enviar relatório todos os meses, porque tem um supervisor designado para você. Se ficar um mês sem mandar, você já terá que se explicar e decidir se vai continuar ou não.

Então fica a dica para quem vive atrás de materiais didáticos para treinar em casa.

fica-a-dica.jpg

 

Nessa linha, ainda existem outras ordens herméticas bastante recomendada para iniciantes, onde podem estudar sozinhos em casa mediante apostilas e exercícios: Colégio dos Magos, Rosacruz AMORC, Arcanum Arcanorum etc. Essa última é gratuita, você vai aprender uma série de exercícios semelhantes aos do Bardon, depois vai ingressar no estudo da Kabballah e vai evoluindo conforme as apostilas vão chegando. http://www.deldebbio.com.br/a-a/

Fica a dica.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.