• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
cyber2050

Como um medium incorpora?

Recommended Posts

2 horas atrás, lgomes disse:

Hummm, agora você entrou num campo que me interessa...você disse que é necessário receber o chamado do Orixá, ou seja ser médium...e nos caso das Ekedis?

Sim, eu disse que precisa ser médium para ser iaô de Orixá, não pra ser Ekedi porque iniciação pra Ekedi é um pouco diferente e realmente, Ekedi não incorpora. Eu não sei dizer entretanto, se Ekedi pode ou não ser médium. O que sei com certeza é que, a partir do momento que uma Ekedi incorpora, ela não pode mais ser Ekedi.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desculpe desviar o assunto aqui, mas esse tem sido o melhor tópico que já li aqui... Tudo muito interessante... Por favor continuem... Estou adorando... 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
53 minutos atrás, Iogui disse:

Sim, eu disse que precisa ser médium para ser iaô de Orixá, não pra ser Ekedi porque iniciação pra Ekedi é um pouco diferente e realmente, Ekedi não incorpora. Eu não sei dizer entretanto, se Ekedi pode ou não ser médium. O que sei com certeza é que, a partir do momento que uma Ekedi incorpora, ela não pode mais ser Ekedi.

Sem querer prolongar esse assunto de Ekedi..até mesmo para não sair muito do tópico...mas já que estamos falando de incorporação, vamos que vamos...

Até onde me disseram, Ekedi é médium, mas não de incorporação...ela pode desenvolver outras faculdades. Se é definitivo e pode mudar essa situação (de não incorporar) não sei...penso que até o dia da confirmação muita água rola...até santo pode mudar né, mas sabe lá...O que sei é que alguém está equivocado, ou o pai de santo, ou os caboclos com que consultei (claro que nos dois casos, pode ser má interpretação do médium em questão)...basta saber quem...hehehe.

Eu fico aqui pensando, como devem existir casos assim...a pessoa pensa que é médium de incorporação e na verdade, é puro onirismo....ou sofre com a vibrações que antecedem o transe e fica na mesma, porque na verdade pode ser que tenha outro destino...missão...sei lá.

Uma hora dessas peço pra outra pessoa jogar...vamos ver se confirma ou não...#medo! :P

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, Iogui disse:

 

Sim, algumas pessoas levam o termo "incorporação" ao pé da letra mas não é bem assim que acontece. O espírito comunicante geralmente fica ao lado ou atrás do corpo do médium e existe um forte acoplamento áurico que pode ser bastante focalizado em um determinado Chakra dependendo do tipo de comunicação que se quer passar (Chakra laríngeo para psicofonia, por exemplo) mas que comumente se dá por mais de um Chakra ao mesmo tempo, principalmente na incorporação completa.

Alguns Chakras da cabeça são importantes para o processo e uma parte importante da estrutura física envolvida é a glândula pineal.

Na incorporação consciente seu espírito se mantem acoplado ao corpo exatamente como você está em vigília, na semi-consciente há um leve desacoplamento que normalmente não é percebido diretamente pelo médium e na inconsciente há um desacoplamento total sendo que o espírito do médium fica inconsciente ao lado de seu corpo.

As sensações são as mais variadas possíveis dependendo do tipo de energia do espírito comunicante, dos Chakras escolhidos para o processo, da sintonia que o médium está no dia se está mais carregado ou não de energia densa e uma série de outras variáveis. 

Sensação semelhante ao EV não é comum em processo de incorporação mas pode ocorrer por algum tipo de dissonância energética. Uma vez na época em que eu estava ainda desenvolvendo, eu recebi meu caboclo e fiquei parado próximo a parede, de olhos fechados, um dos braços dobrado nas costas com o punho fechado. Eu alí consciente procurando me concentrar e dar maior passividade. De repente comecei a sentir uma sensação de formigamento forte que foi subindo pelos braços e na cabeça simultaneamente que foi se espalhando para o corpo todo parecendo inúmeras agulhadas por todo o corpo e depois uma sensação de fraqueza nas pernas que quase eu caio. Felizmente o caboclo do pai de santo veio me acudir e me "desencorporou". Esta foi a experiência mais próxima da sensação de EV que eu já tive envolvendo uma incorporação.

A melhor "técnica" para se desenvolver uma capacidade latente de incorporação na Umbanda é o esforço para criar sintonia com o espírito de linha de frente da pessoa (procurar se aproximar por meio de comunicação/oração/sintonia/pensamento) e concentração/foco. Com o tempo se começa a "perceber" certas características que tendem a ser únicas em relação ao espírito comunicante a ponto de você estar pensando em outra coisa e, de repente você parar e dizer "meu caboclo está aqui". Você simplesmente sente. Você sabe.

No caso do espiritismo a incorporação funciona de outra forma até mesmo porque você vai estar direcionado a incorporar uma quantidade grande de espíritos sofredores que você vai ter bem pouco contato. O foco é outro e nem é desejável dar tanta passividade. É mais importante desenvolver estratégias para estar mais no controle, podar atitudes agressivas ou levianas por parte do espírito comunicante e etc.

Enfim, espero que essas informações satisfaçam um pouco das suas dúvidas @cyber2050, e de quem mais estiver interessado. ;-)

Oi Iogui! Gratidão por todos os relatos e informações. Achei estranho que quando comecei a ler o seu post, senti um forte cheiro de cigarro no quarto e depois passou. Sempre sinto cheiros de coisas que não estão ali fisicamente, mas depois que passa, sempre racionalizo e ficou me perguntando se não estou alucinando..haha. Essa sensações corporais que você descreveu, tenho as vezes.  Quando eu tiver uma sensação dessas novamente pode conversar contigo inbox?

Grata :-)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado pelos relatos e explicações mas estou completamente perdido. :$ Caboclos, pais de santo, Ekedis, Orixá...:S

Para quem nunca teve contacto com espiritismo, candomblé, etc. isto é chinês. Alguma sugestão de leitura? ;-)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dúvida respondida.

minha opinião

Agradeço a todos os participantes, em especial ao @Iogui pela contribuição feita para esse tópico discutido sobre a visão da umbanda e a todos os outros membros .

Obrigado mesmo e também sou a favor de que continuem publicando informações, pois esse assunto precisa ser registrado não com suposições mas com experiencia daqueles que de fato "incorporaram". 

Eu ainda (pretendo estudar o assunto) não sei como anda o ramo INVESTIGATIVO nas religiões sobre a incorporação, mas espero que esteja ao menos... andando.

Que bom da existência desse forum e pessoas dispostas a compartilhar suas experiencias, vlw mesmo.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, Dionne Martins disse:

Oi Iogui! Gratidão por todos os relatos e informações. Achei estranho que quando comecei a ler o seu post, senti um forte cheiro de cigarro no quarto e depois passou. Sempre sinto cheiros de coisas que não estão ali fisicamente, mas depois que passa, sempre racionalizo e ficou me perguntando se não estou alucinando..haha. Essa sensações corporais que você descreveu, tenho as vezes.  Quando eu tiver uma sensação dessas novamente pode conversar contigo inbox?

Grata :-)

Olá, Dionne,

Você pode sim me mandar mensagem por inbox. Eu sempre procuro responder as mensagens de todos que me procuram por inbox. Pode ser que eu demore um pouco a responder por conta das obrigações do dia a dia mas alguma hora eu respondo. E terei o maior prazer em ajudar se eu puder mas se eu não souber a gente procura a resposta juntos. Agora... quem tiver alguma questão relacionada com espiritualidade que não for de cunho mais pessoal e puder ser exposta é legal postar no fórum que aí a gente vai contribuindo pra todo mundo que tiver curiosidade, né? ;-)

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, albaman disse:

Obrigado pelos relatos e explicações mas estou completamente perdido. :$ Caboclos, pais de santo, Ekedis, Orixá...:S

Para quem nunca teve contacto com espiritismo, candomblé, etc. isto é chinês. Alguma sugestão de leitura? ;-)

Uma boa introdução ao assunto Umbanda e Candomblé se encontra no próprio livro do Norberto Peixoto que eu postei aí pra traz. Eu encontrei um link na web e vou postar aqui novamente mas não sei quanto tempo isso vai durar, né? (http://cabocloventania.weebly.com/uploads/2/9/9/5/2995803/umbanda_p_no_cho_-_ramatis.pdf)

Em geral, eu não gosto muito dos livros escritos sobre Umbanda e sobre Candomblé. Nunca encontrei algum que me despertasse confiança de verdade mas até gostei do Umbanda Pé no Chão.

Pra quem se interessar sobre Candomblé e quiser saber um pouco mais, eu acho bastante interessante alguns dos textos que já lí no seguinte site:

https://ocandomble.com/

Ademais, vou me restringir a estas referências apenas respondendo a pergunta pois o tópico foi criado para tratar o assunto "incorporação mediúnica" e foi natural trazer o assunto Umbanda e Candomblé para ele já que são religiões onde a incorporação mediúnica está presente de forma muito marcante pra não dizer central.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado pelas sugestões.

4 horas atrás, Iogui disse:

Uma boa introdução ao assunto Umbanda e Candomblé se encontra no próprio livro do Norberto Peixoto que eu postei aí pra traz. Eu encontrei um link na web e vou postar aqui novamente mas não sei quanto tempo isso vai durar, né? (http://cabocloventania.weebly.com/uploads/2/9/9/5/2995803/umbanda_p_no_cho_-_ramatis.pdf)

Em geral, eu não gosto muito dos livros escritos sobre Umbanda e sobre Candomblé. Nunca encontrei algum que me despertasse confiança de verdade mas até gostei do Umbanda Pé no Chão.

Pra quem se interessar sobre Candomblé e quiser saber um pouco mais, eu acho bastante interessante alguns dos textos que já lí no seguinte site:

https://ocandomble.com/

Ademais, vou me restringir a estas referências apenas respondendo a pergunta pois o tópico foi criado para tratar o assunto "incorporação mediúnica" e foi natural trazer o assunto Umbanda e Candomblé para ele já que são religiões onde a incorporação mediúnica está presente de forma muito marcante pra não dizer central.

 

4 horas atrás, tgo disse:

Sugestão de leitura é mediunismo de ramatis

Obrigado pelas sugestões. Nuca tive qualquer contato com estas religiões mas vou tentar instruir-me um pouco. :)

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
18 hours ago, albaman said:

 

Obrigado pelas sugestões. Nuca tive qualquer contato com estas religiões mas vou tentar instruir-me um pouco. :)

Relaxa tuga, até nós brasileiros temos dificuldades em entender, pq são religiões cheias de nomes diferentes e diversas hierarquias... 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Kaly disse:

Relaxa tuga, até nós brasileiros temos dificuldades em entender, pq são religiões cheias de nomes diferentes e diversas hierarquias... 

Eu ja li uns 8 livros sobre umbanda e boiei completamente quando o Iogui e a Lgomes ficaram falando daqueles Eke-what? Kkkkk

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, sandrofabres disse:

Eu ja li uns 8 livros sobre umbanda e boiei completamente quando o Iogui e a Lgomes ficaram falando daqueles Eke-what? Kkkkk

Hahaha... desculpem... as vezes eu me esqueço de definir certas coisas porque no Candomblé elas são meio básicas: ekedi é um cargo específico do Candomblé que é somente feminino. Elas são encarregadas de cuidar e acompanhar o Orixa quando o babalorixa (pai de santo) está incorporado.

Hierarquicamente, na ausência do babalorixa é o babakekere (pai pequeno) o responsável pelo terreiro e na ausência deste as ekedis e os ogãs são os responsáveis, segue descrição:

https://candombledabahia.wordpress.com/2012/08/14/oga-e-ekeki-imprtancia-dos-cargos/

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Hierarquia_do_candomblé

Obs.: Isso não se relaciona necessariamente com o objetivo do tópico mas estou descrevendo aqui para que o entendimento do restante dos comentários fique mais claro a todos.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

http://realunexplainedmysteries.com/who-are-shadow-people (após ler o texto veja a figura coberta com um pano preto).

Bom vou dar minha contribuição ao tópico a pedido do Sandro.

Eu sou médium desde que me entendo por gente, mas a mediunidade foi amadurecendo juntamente com o passar dos anos. 

Não frequento nenhum centro atualmente, porque alguns me barram e outros porque não vejo afinidade. 

No início do ano, fui a um centro de Umbanda com uma amiga umbandista, eu sou kardecista, porque no fim do ano passado uma entidade apareceu para minha mãe.

Tenho um irmão autista e ele é muito perturbado por entidades, minha mãe não vê nada, as vezes que viu algo se conta nos dedos de uma mão. E nesse dia em questão ela viu algo muito preto andando atrás do meu irmão, montado nas costas dele. Detalhe: ele esmurra as costas constantemente. Ela me contou isso, e saiu. Eu fui até meu irmão e confrontei a entidade. Na noite seguinte, por volta de meia noite eu estava já no estado de vígilia e senti quando entrou uma entidade vibrando um ódio terrível. Eu sou sensitiva, vejo e ouço os espíritos. A vibração era horrível. Ele não me disse nada mas a intenção dele era me matar. Eu virei de costas e o vi parado do meu lado. A imagem é idêntica ao que muita gente na internet chama de Shadow People. Comecei a sentir o cheiro da entidade, cheiro de ossos que se sente no açougue misturado com cheiro de lodo. Eu fiquei encarando o rosto dele mas não era possível ver, então eu forcei a vidência para ver além do pano e vi que ele se assustou porque comecei a ler o corpo dele, todo enrugado e cadavérico. Ele se afastou um pouco, não me disse nada, mas nem precisou, em lapsos de segundos eu vi seu corpo, soube quanto tempo ele estava morto. E apenas disse: não tenho medo de vc!

Minha amiga ficou meio abismada e me convidou para ir no centro dela. Eu não me afinizo com centros de Umbanda, não é minha praia, mas não tenho preconceito. Respeito as entidades e sei que fazem um trabalho excepcional e muitos casos que centro kardecista não resolve. 

Fui três vezes lá. Em todas as vezes em que começava os sons dos tambores, as cantorias, automaticamente eu entrava na vibração. Pude sentir meus chackras funcionando. Vi alguns espíritos andando perto das pessoas. E mesmo não trabalhando senti que os mentores encostavam as entidades sofredoras proximo ao meu corpo. Quando os médiuns incorporavam alguns olhavam para mim. Acho que viam o que estava se passando comigo. Porque eu não dou passividade para as entidades se manifestarem. Mas no centro de Umbanda a vontade que dá é de dar passagem para aliviar a pressão. Mas como eu não sou médium da casa, eu não deixo. 

Na terceira vez que fui o caboclo mandou me chamar. E eu contei pra ele sobre o caso do meu irmão. Ele me falou: vc chame ele aqui que nós vamos resolver esse problema. Puxa ele. Fechei os olhos me concentrei e puxei a entidade. Um frio insuportável me pegou pelas costas. Era muito frio, gelado. O gelo dos cadáveres. Senti todos os meu chackras começando a girar, o laríngeo expandiu com força, me senti afastando meio metro do corpo. Vi entidade algemada com os braços para trás, ajoelhada no chão. Após essa visão flutuei meio metro acima. E meu corpo foi se contorcendo, meus braços viraram para trás com violência, comecei a babar e tossir. Uma ânsia de vômito. O caboclo falava com a entidade, mas eu não prestava atençao em suas palavras. Só ouvia ele dizer: não judia dela, não judia, pode parar não tem mais jeito não. O caboclo fez um movimento com o corpo do médium e começou a dar uns esbarrões no meu corpo. A entidade desencostou de mim e começou a se manifestar no médium. Eu fui firmando, abri os olhos. A entidade falava comigo, mas eu não me importava em ouvir porque estava tonta, tentando ficar em pé. 

O caboclo reassumiu o corpo do médium. E eu fui me sentar. Me mandaram tomar um banho com ervas e fui embora. 

Nunca tinha passado por uma incorporação igual aquela. 

Para quem não tem a psicofonia fica difícil explicar. Mas vc sente o que a entidade sente. Principalmente as emoções, em alguns casos até as dores. Ela não entra em vc, não existe possessão. O que ocorre é um acoplamento energético que se dá pelos chackras do médium com os do espírito. O laríngeo trabalha muito nesse momento, mas todos os outros chackras estão envolvidos no processo. Com o passar do tempo, há um amadurecimento do processo e tudo se dá mais facilmente e vc passa a controlar o processo de incorporação não deixando a entidade te machucar energeticamente, se manifestar com violência e com palavras de baixo calão. Pelo que já observei é o tipo de mediunidade mais frequente e tem seu grau de impacto. 

Tem médium que incorpora numa boa, mas se ouvir uma entidade conversar com ela entra em pânico. A mesma coisa para quem vê espíritos. Mas tudo é questão de costume. 

 

 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 horas atrás, Kaly disse:

Relaxa tuga, até nós brasileiros temos dificuldades em entender, pq são religiões cheias de nomes diferentes e diversas hierarquias... 

Vou relaxar mas é para a praia da Caparica pois está um cá um calor...uff...:)

Pela maneira como o pessoal fala aqui no fórum parece haver imensos centros espiritas, de umbanda, etc no Brasil, mas por aqui nunca ouvi falar em tal coisa. Se perguntar na rua a alguém onde posso encontrar um terreiro de Candomblé vão pensar que estou na brinca.

Mas já aprendi bastante aqui no fórum. 8-)

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Moro numa cidade de 200 mil pessoas. Em 1992, um colega meu da gnose, que era sindicalista, me disse que conhecia o presidente do sindicato/assicação dos centros de umbanda da cidade, e havia 2mil centros registrados, naquela época, Isso só NESTA CIDADE.

 

Mas claro que uma boa parte, talvez a maioria nem seja umbanda mesmo, são só aquele tipo de gente que na idade média iria parar na fogueira, e bem merecidamente: o tipo para quem você paga uma graninha  e eles "trazem  pessoa amada em 7 dias", mercenários da espiritualidade que usa a magia negra como ganha pão, e que trabalham associados a entidades negativas, que ficam manipulando a vontade dos encarnados para que eles cumpram o que o contratante do serviço pediu.

Share this post


Link to post
Share on other sites
30 minutos atrás, sandrofabres disse:

Moro numa cidade de 200 mil pessoas. Em 1992, um colega meu da gnose, que era sindicalista, me disse que conhecia o presidente do sindicato/assicação dos centros de umbanda da cidade, e haviam 2mil centros registrados, naquela época, Isso só NESTA CIDADE.

Realmente é diferente. Por aqui a igreja católica ainda tem muita influência a todos os níveis. Se existir algum centro provavelmente será de pessoal que veio de África ou do Brasil.

P.S. Por curiosidade fui procurar no Google e encontrei 3 terreiros em Lisboa. Até poderá haver mais. :-o

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 minutos atrás, albaman disse:

Realmente é diferente. Por aqui a igreja católica ainda tem muita influência a todos os níveis. Se existir algum centro provavelmente será de pessoal que veio de África ou do Brasil.

P.S. Por curiosidade fui procurar no Google e encontrei 3 terreiros em Lisboa. Até poderá haver mais. :-o

Sim, no Brasil tem muitos terreiros de Candomblé e muito, muito mais de Umbanda. 

Acho que Candomblé deve ter mais na Bahia e no Rio e sei que no Maranhão tem bastante também  (notadamente tambor de minas mas estou agrupando aqui) e em São Paulo tem bastante também. 

São religiões de origem tipicamente brasileira e, por isso, tem bastante aqui e nem tanto em outros países embora tenha também onde tiver brasileiros e brasileiro é que nem praga né?... Tem em tudo que é lugar!

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Iogui disse:

Sim, no Brasil tem muitos terreiros de Candomblé e muito, muito mais de Umbanda. 

Acho que Candomblé deve ter mais na Bahia e no Rio e sei que no Maranhão tem bastante também  (notadamente tambor de minas mas estou agrupando aqui) e em São Paulo tem bastante também. 

São religiões de origem tipicamente brasileira e, por isso, tem bastante aqui e nem tanto em outros países embora tenha também onde tiver brasileiros e brasileiro é que nem praga né?... Tem em tudo que é lugar!

É, acho que herdaram isso dos portugueses. Também há tugas por todo lado. :D

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, Alessca disse:

http://realunexplainedmysteries.com/who-are-shadow-people (após ler o texto veja a figura coberta com um pano preto).

Bom vou dar minha contribuição ao tópico a pedido do Sandro.

Eu sou médium desde que

...

Tem médium que incorpora numa boa, mas se ouvir uma entidade conversar com ela entra em pânico. A mesma coisa para quem vê espíritos. Mas tudo é questão de costume. 

Impressionante o seu relato. :-o

Quer me parecer que para ser um bom médium é preciso estudar/trabalhar muito para compreender e dominar os processos envolvidos. Pelo que já li por aqui creio que ainda há alguma ignorância no meio. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sem querer me estender, mas gostaria de fazer alguns comentários:

Em 15/07/2016 at 19:10, albaman disse:

Obrigado pelos relatos e explicações mas estou completamente perdido. :$ Caboclos, pais de santo, Ekedis, Orixá...:S

Para quem nunca teve contacto com espiritismo, candomblé, etc. isto é chinês. Alguma sugestão de leitura? ;-)

@albaman, não existe um livro que seja a bíblia do Candomblé, assim como tem no Espiritismo ( O Livros dos Espíritos - Allan Kardec), todos os livros contribuem para registro de um conhecimento, porém os fundamentos mais importantes não foram publicados, não podem ser... porque senão o candomblé perderia sua essência. O Candomblé é uma religião de origem africana, que também é praticada no Brasil..tenho algumas sugestões de livros, mas são raros de encontrar pois a maioria está esgotado.

CANDOMBLÉ: A PANELA DO SEGREDO , MITOLOGIA DOS ORIXÁS – REGINALDO PRANDI

, ORIXAS – PIERRE FATUMBI VERGER, O CANDOMBLÉ DA BAHIA – ROGER BASTIDE

O Candomblé é uma religião muito rica em conteúdo, em história, lendas...mas o conhecimento mesmo é passado de geração em geração, somente aos iniciados e depois de um bom tempo de casa...pra ser mais exato...lá pelos 07 anos.

Em 16/07/2016 at 14:44, sandrofabres disse:

Eu ja li uns 8 livros sobre umbanda e boiei completamente quando o Iogui e a Lgomes ficaram falando daqueles Eke-what? Kkkkk

Como o Iogui já mencionou e não serei repetitiva, Ekédi é cargo de Candomblé, logo não é abordado em livros de Umbanda. Ekédi é um cargo feminino dado pelo Orixá, ou seja, não é escolhido nem pelo pai, nem pela mãe de santo...é um cargo de confiança que vem predestinado...pq para a Ekédi o ritual de iniciação é diferente (ela sequer tem sua cabeça raspada, como os demais tem) e para ela não se tem segredos...como se tem para os iniciados nos primeiros anos de casa.

Por falar em livros de Umbanda, apesar de gostar de Robson Pinheiro, Rubens Saraceni e Norberto Peixoto, bons mesmos são os livros mais antigos e mais técnicos...esses que só são encontrados em sebos, como por exemplo os do Rivas Neto (Mestre Arapiaga), eu tenho um sobre Exú e os Arcanos que foi publicado em 1950...pena não existir mais pra vender.

Agora, dentro do tópico sobre incorporação, tem um do Alexandre Cumino: Médium  - Incorporação não é Possessão. http://www.madras.com.br/portal/index.php?option=com_virtuemart&page=shop.product_details&flypage=flypage.tpl&product_id=1511&Itemid=40&vmcchk=1&Itemid=40

Na linha espírita, um amigo indicou o "Técnica da Mediunidade" do Carlos Torres Pastorino, que não li ainda, mas disseram que é muito bom. Lógico que está esgotado...pois foi escrito em 1968.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pessoal, boa noite!

Gostaria também de aproveitar o post e indicar alguns canais que considero muito bons para que quer entender melhor a Umbanda. São canais de pessoas sérias, estudiosos e espiritualistas. Divirtam-se ;-)

 

https://www.youtube.com/user/alancasadelei?&ab_channel=AlanBarbieri

https://www.youtube.com/user/AdeptusOficial

https://www.youtube.com/user/umbandat7?&ab_channel=UMBANDAT7

https://www.youtube.com/channel/UCstNX-Oa1RE6zhiQYNfffnQ?&ab_channel=MãeBarbaradeIansã

https://www.youtube.com/user/UMBANDBOA

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.