Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

O que está acontecendo comigo?


Recommended Posts

Olá!

Há mais de dois anos venho tendo experiências de paralisia do sono, vou tratar assim porque até então procurei respostas mais científicas para esse fenômeno. 

Na última semana no entanto, enquanto passava por mais um  episódio fiz um grande esforço e sai andando pela casa. Me lembro de examinar o chão, a toalha da mesa, o copo na pia... e estava me sentindo muito leve, foi aí que notei algo estranho, eu sabia que meu corpo ainda estava dormindo na cama. Fechei os olhos e quando os abri eu estava novamente deitada, meus braços e pernas ainda formigando, mas aos poucos fui retomando meus sentidos.

Minhas experiências de paralisia quase sempre envolvem demônios, episódios de possessão, pessoas procurando assassinar alguém. Eu estou sempre assistindo a esses episódios e tentando proteger aqueles que amo e que estão envolvidos no pesadelo. As vezes sinto que esses sonhos estão sugando um pouco da minha energia. Quando isso acontece acordo quente e sem disposição. 

Gostaria muito de conversar com alguém sobre o assunto, estou procurando uma resposta diferente daquela científica e que me ajude a entender melhor esse episódio que narrei. Já tive diversas experiências em que acontecem coisas nos meus sonhos que só podem ser explicadas como "coincidências". Eu nunca fui atrás disso, e gostaria de ter maior controle e menos tensão na hora de dormir.

Muito obrigada pela atenção! 

Um bom dia para todos. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Neste vídeo o Wagner Borges, projetor bem conhecido aqui no Brasil, fala sobre como ele conheceu a proejção, e sobre as paralisias que ele sofria, achava que ia morrer e tal. Talvez te seja útil:

Aqui tem um texto do Robert Bruce, projetor australiano conhecido mundialmente, que traduzi, sobre catalepsia:

Mas o ideal seria você ler tudo que veio ACIMA desse texto que vai abrir ao clicar, para entender melhor o que acontece. Essa PARALISIA não é sentida por todo mundo que se projeta, eu mesmo nunca passei por isso, tendo já me projetado mais de 700 vezes até 2014 (depois parei de registrar).

O formigamento que você relata é energético, não sanguíneo, é o Estado Vibracional que surge quando a gente sai ou quando a gente volta para o corpo. É tanto mais forte quanto mais longe você foi em astral, ou mais tempo ficou fora, orque tendo absorvido energia por mais tempo ao ficar distante por um bo mtempo, ao retornar ao corpo essa energia é liberada no sistema energétioc corporal (corpo etérico) , e você a sente como um tipo de "formigamento elétrico".

12 minutos atrás, Feluriana disse:

Minhas experiências de paralisia quase sempre envolvem demônios, episódios de possessão, pessoas procurando assassinar alguém. Eu estou sempre assistindo a esses episódios e tentando proteger aqueles que amo e que estão envolvidos no pesadelo. As vezes sinto que esses sonhos estão sugando um pouco da minha energia. Quando isso acontece acordo quente e sem disposição. 

Como assim? Você está ali deitada e assistindo essas cenas como se assistisse a um filme? Mas se está tentando proteger, não está só assistindo, está atuando nas cenas? Se é isso, é bem o caso da descrição que o Bruce faz da catalepsia, uma parte da sua mente está desperta, preso no corpo. enquanto a outra está atuando, projetada, e você percebe as duas coisas, sente-se na cama mas percebe que está atuando.

Porém, se são só cenas que você assiste, sem possibilidade de atuação alguma, pode ser transmissão telepática, alguém querendo te induzir a sentir medo, raiva, preocupação. Isso em geral indica alguma entidade tentando quebrar suas defesas através do estresse gerado pelas cenas  que ela te obriga a assistir. O objetivo desse tipo de coisa é essa entidade se anexar a você.

Se quiser experimentar, pode dormir dentro de um círculo de proteção, tendo feito o Belilin antes. Falo sobre isso aqui (pode achar mais comentários pesquisando com a palavra belilin ou belilim, porque as vezes digito com N outras com M no final, eheeh:

E como você é novata no assunto, é melhor você ler também  os 3 tópicos que indico por números aqui embaixo, onde diz TÓPICOS SUGERIDOS PARA INICIANTES em vermelho:

 

 

 

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Acho que não consegui explicar direito. Minha atividade onírica é muito forte e vem se intensificando de uns dois anos pra cá. Geralmente tenho pesadelos que envolvem o que narrei, nos quais as vezes estou assistindo as cenas (é como se quem estivesse nesses sonhos soubesse da minha presença mas me ignora) e as vezes estou participando do sonho (as ações das pessoas que estão nos sonhos são voltadas para mim e interagem comigo). Esses pesadelos quase sempre terminam com uma paralisia, eu não tenho a consciência de que estava sonhando, e acordo gritando ou chorando pelo terror que acontece neles e não consigo me mexer. 

Os episódios de projeção foram raros, sendo que o que narrei acima foi o único consciente, e você tem razão foi diferente da paralisia,  senti exatamente o que você descreveu. 

Eu sou totalmente iniciante em qualquer uma dessas práticas, para ser honesta tenho muito medo de me abrir mais para esse tipo de coisa e me chocar com o que possa experimentar... 

Link to comment
Share on other sites

@Feluriana

Procure pelos significados dos sonhos, dos elementos que viu no sonho. Mesmo que não seja um sonho, há possibilidades de ser elementos projetados dos seus estados internos. Primeiro veja isso, veja se tem algum significado para você. Pode ler os sites de significados do sonhos, há sites que compilam essas dados, Jung estudava isso. Analise-se, o seu contexto também, auto-conhecimento primeiro. Os sonhos são reflexos dos estados internos ATUAIS da pessoa e podem ter significados se não foram injetados artificialmente.

Mas assim como um evento, só a propria testemunha do evento especifico pode dizer o que ocorre/ocorreu. O que da para descobrir externamente (livro, forum, opinião de pessoas) é a categoria, abstração do evento mas como aplicar é com o experimentador.

 

Link to comment
Share on other sites

R: Depende da bagagem REAL que está vinculada com essa ansiedade.  Na minha opinião, o que eu pude perceber até agora, é que o sonho lida com elementos REAIS, de importância REAL/Profunda para a pessoa, emoções e sentimentos superficiais podem ser utilizados pelo sonho para transmitir algo REAL, mas sempre o que importa é a essência e não a parte superficial, visual, e sim a informação.

Não se prenda a somante as reações, e sim as CAUSAS. Ansiedade é só uma reação de algo (informação em algum nível) que entrou ou esta lá ANTES de ter gerado a ansiedade por exemplo.

E a informação não necessariamente vai ser conhecida pelo seu subconsciente, a pessoa pode até mesmo achar estranho, pois aparentemente está tudo bem no seu subconsciente, mas é por isso que o interno é diferente do externo, o pensamento é só uma parte da pessoa, não confundir pensamento com consciencia, pois  engloba o pensamento e mais outras variáveis que não necessariamente são percebidas por ele, por isso os sonhos por exemplo, apresentam elementos da consciência também, mas de forma diferente, que precisam ser LIDOS pelo pensamento da pessoa quando ela estiver lucida.

O que contribui é os estados internos, ou seja, a parte subliminar do estado mental da pessoa. Por exemplo, sonhar com elementos da INFÂNCIA, pode significar que a pessoa em essência/a sintase/ o resumo do seu estado mental atual está lidando com elementos na vida que remetem a época onde não tinha responsabilidade, ou por exemplo, que a pessoa buscando/lutando ou algo do tipo em relação a responsabilidades ou amizades, ou estresses ou amizades etc... Por isso, a pessoa tem que ler esses significados que tentam traduzir os símbolos e fazer a auto-analise mesmo, com as variaveis desde internas até as externas da vida da pessoa.

Olha, pelo que eu experimentei até agora, esses tipos de sonho, os sonhos acontecem querendo ou não, ansioso ou não, saudável ou não, pois é a informação interna que é acessada durante esses estados de dormir, faz parte do organismo/programação humana acessar esses conteúdos que são formulados porque são reações de algo. O que nos resta, é fazer como os médicos, procurar entender a informação e como ela é produzida no determinado contexto e tal.

 

Link to comment
Share on other sites

22 minutos atrás, Feluriana disse:

1) Minha atividade onírica é muito forte e vem se intensificando de uns dois anos pra cá. Geralmente tenho pesadelos que envolvem o que narrei, nos quais as vezes estou assistindo as cenas (é como se quem estivesse nesses sonhos soubesse da minha presença mas me ignora) 

2)e as vezes estou participando do sonho (as ações das pessoas que estão nos sonhos são voltadas para mim e interagem comigo).

3)Esses pesadelos quase sempre terminam com uma paralisia,

4)eu não tenho a consciência de que estava sonhando, e acordo gritando ou chorando pelo terror que acontece neles e não consigo me mexer. 

4) sim, sonho comum, o problema é que não sabemos bem  o que é sonho. Sabemos o que é proejção, porque existem comprovações. Mas sonho as vezes é algo que chamamso de "ilusão mental' porque não tivemos como confirmar se foi projeção ou não. Este meu relato mesmo eu julguei que fosse sonho (mera fantasia,) mas depis vi que foi projeção:

Uma projeção em que você saiu do corpo físico com seu corpo astral  e está ali vivenciando uma experiência, mas você está sem perceber que não está no físico, ainda é uma projeção astral, porém incoscniente, e chamamos isso de sonho, para facilitar. Sabemos que "alguns sonhos" podem ser apenas fantasias mentias, porque eventualemtne sonhamos com o que tememos, com o que desejamos, mas não tem como ter certeza se seu sonho foi apenas uma fantasia mental gerada por medos, ansiedade, etc..ou um evento astral do qual você participava com outras pessoas, também em astral. Se o que você experimentou foi só criação da sua mente, as teorias de interpretação de sonhos podem ajudar a entender, mas se não foi, são inúteis, porque partem de uma premissa errada, a premissa de que foi sua mente que criou para extravasar algum conteúdo psicológico.

3) apenas indica que sua consciência despertou no físico, mas que uma parte sua continua lá, presente  na cena, em astral. Você perde a conexão com ela, não significa necessariamente que ela tenha retornado. O texto do Bruce, que indiquei antes explica melhor.

2) ao que parece você está lá em algum lugar do astral interagindo com outros moradores de lá, ou encarnados projetados como você, mas todos sem perceberam que estão fora do corpo, como no meu caso que citei acima

1) é a memória que é forte, todo mundo quando dorme, ou cria sonhos fantasiosos, ou sai do corpo achando que está usando o corpo físico, e vai interagir com outros seres. O fato de haver muitos pesadelos indica algum conteúdo emocional problemático, como tensão, estresse geral da vida coisas reprimidas da infância (caso seus pesadelos sejam apenas fantasias, e não sabemos se são ),  ou frequência na qual você passa sua vida em vigília. Porque somos um todo, apenas a nossa consciência não percebe. Então dependnedo od que pensamso e sentimos durante  o dia, a esfera astral que nos cerca pode estar cheia de más companhias, mas você só as nota quando dorme e sua percepção fica ativa para esse lado. Se estiver sem lucidez, vai dizer que são pesadelos, se estiver lúcida, vai dizer que obsessores te atacaram durante uma proejção, mas é tudo a mesma paçoca. E se isso acontece a noite, acontece o tempo todo durante o dia, apenas você não detecta.

E muitas vezes a pessoa desperta mediunidade e se vê aterrorizada por essas coisas. O que mudou? Nada, ela paenas agora enxerga o que SEMPRE estave rolando nos bastidores, mas que antes ela não notava, é só isso.

Link to comment
Share on other sites

13 horas atrás, Feluriana disse:

Eu sou totalmente iniciante em qualquer uma dessas práticas, para ser honesta tenho muito medo de me abrir mais para esse tipo de coisa e me chocar com o que possa experimentar... 

Feluriana, 

Pelo que você descreveu imagino que suas experiências sejam bastante assustadoras. Assim como o Sandro, eu também não tenho paralisia nas minhas experiências fora do corpo. Porém sabemos por muitos pesquisadores que catalepsia é um fenômeno muito comum (apesar de não ser pra mim e nem para todos), mas para pessoas que não tem informação sobre isso, a catalepsia pode ser muito assustadora.

Eu tive este tipo de paralisia somente uma vez, e quando isso aconteceu eu sei que estava sofrendo ataques espirituais. Apesar da catalepsia ser um fenômeno natural no processo de desprendimento do corpo astral, talvez espíritos assediadores consigam de alguma forma estimular este fenômeno sabendo que causarão medo na pessoa. (se alguém tiver informações sobre isso, por favor comente pra gente!) Pelo menos comigo só tive catalepsia durante um ataque e na época não sabia do que se tratava, então foi bastante assustador. Sei que foi um ataque por outros motivos e durou alguns dias, mas isso não vem ao caso. 

De toda forma eu recomendo que você enfrente seus medos e tente desenvolver melhor a experiencia de projeção, pois assim você terá oportunidades de compreender melhor e até resolver toda esta situação. Se você estiver sofrendo ataques é fato que vão tentar te assustar e te desencorajar, mas você pode e deve buscar o controle da experiência e assim talvez possa até se encontrar com seus assediadores e compreender melhor o que se passa. Uma dos importante atributos da projeção astral é a possibilidade do autodesassédio, e quanto mais informação e experiência tiver, mais recursos para não cair em novos assédios você terá. 

Sei que o desconhecido é sempre assustador... então torne-o conhecido! rsrs Tenho certeza que será bom pra você... 

Conte com a gente!

Grande abraço e boa sorte.    

 

Link to comment
Share on other sites

Verdade, alguns  ataques psiquicos se caracterizam pela catalepsia. Por isso sugeri la no primeiro post para ela que experimentasse fazer o "belilin+ círculo de proteçao". Se a pessoa passa a fazer isso todos os dias a as catalepsias e pesadelos param, já dá para ter uma idéia de que a fonte geradora era uma presença no quarto. Nada impede que aconteçam ataques contra o projetor qur esta perambulando sonambulo pela cidade, acreditando estar no físico ( sonho) mas contra usso não há proteçao exceto projetar-se lucidamente, para se defender caso julgue necessário.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...