Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

O que é ser evoluído? O humano evoluido tem um ponto de parada?


Recommended Posts

Essa dúvida é uma extensão da minha outra dúvida que foi respondida no tópico:

 COMO alcançar a evolução foi a dúvida que vocês me esclareceram lá, agradeço por isso. E o que inevitavelmente me traz outras dúvidas, como a que estou perguntando agora que talvez alguém possa responder para me esclarecer isso, pois para mim é uma dúvida que afeta a coerência ou lógica do QUE É UM SER EVOLUÍDO ?

Então, para resumir, pegando um termo qualquer para representar esses elementos que eu vou me referir:

"Objetos da existência" = comer carne, comer vegetais, ser vegetariano, celebrações/festas, rituais, trabalho, atividades sociais, individuais,alimentação, religião, e etc... o que for ligado a viver nesse planeta como um humano.

então: um humano que TENDE a evolução, pelo que me responderam no outro tópico, ele TENDE a se desapegar dos "OBJETOS DA EXISTÊNCIA" QUE forem mais incoerentes/(ou)densos/imorais/ilógicos em relação a um mundo mais "perfeito"/"evoluido". Então, no fim das contas um ser EVOLUÍDO é um ser MORTO? Se nascemos para VIVER, não implicaria que para VIVERMOS temos que nos RELACIONAR com os "OBJETOS DA EXISTÊNCIA"? Experiências como Viver de Luz (literalmente) nos aprofundam ainda mais nessas perguntas

Ou seja:

 Se simplesmente descartarmos os objetos da existência = desequilíbrio.

 Se NÃO FILTRARMOS os objetos da existência = ficar a deriva da "direção do mar" e suas tempestades que podem fazer a direção se tornar circular, ou pior, sem direção,  desordem, pois objetos da existência sem um controle externo são naturalmente sem ordem, sem propósito. Delegando aos objetos externos o controle da vida interna, desequilíbrio, pois estaria transmutando-os de ferramentas cujo propósito de suas existências é de servirem aos humanos para o relacionamento com a realidade pura para serem regentes da realidade em si o que também soa contraditório pois eles não estão FORA da realidade para poder regê-la.

Se FILTRARMOS os objetos da existência, estaremos seguindo um propósito, seja benigno ou maligno, equilibrado ou desequilibrado.

MINHA DÚVIDA (dentro da: O que é ser evoluído? O humano evoluido tem um ponto de parada?): Então, dentro da dimensão/plano/astral/fisico/espiritual de seres que TENDEM a ser evoluidos, eles TENDEM a deixar de se relacionar com os próprios ELEMENTOS da sua dimensão? A curta instância isso parece interessante, mas se olharmos para um universo fractal/infinito isso indicaria que os seres evoluidos tendem a PERECER/MORRER/DEIXAR DE VIVER, pois viver da luz pode ser evoluido para nós aqui, mas e para uma dimensão mais evoluida que a nossa por exemplo? (e o mesmo se aplicando para outros elementos da realidade, exemplo: comer carne, depois comer vegetal, depois nem o vegetal pode comer mais, até chegar na pergunta: para que serve o ato de se alimentar?, ou seja, conforme for avançando nas dimensões "evolucionárias" vai perdendo-se funções?, ok, e qual a conclusão FINAL? perder todas as funções? O criador nos criou para isso? Ou o contrário, nos criou para nos relacionarmos com suas criações e com o propriamente Criador?, ou seja, para morrer ou viver eternamente?)

E com isso, finalizo minha dúvida com uma observação: E se o universo NÃO FOR INFINITO? E se o CÉU existe de fato, e o INFERNO existe de fato, e principalmente, SE SOMOS HUMANOS pecadores e sempre seremos a diferença é que o CRIADOR (que não é humano) nos salvou EMBORA AINDA SEJAMOS " PECADORES", o relacionamento com os objetos da existencia é evoluido mas também não é evoluido, e através das profecias UNS VÃO PARA O CÉU E OUTROS NÃO ? (Visão Cristã) (obs: é lógico que quando arrependidos vão para o céu)

Ao invés de ficar colocando que tudo é infinito, variavel, rencarnação la´laá lelele..., talvez as coisas sejam bem definidas, FIXAS, desde o PRINCIPIO?

 

OBS: SÃO DÚVIDAS MINHAS!, eu busco respostas, grato.

 

 

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

9 minutos atrás, cyber2050 disse:

EVOLUÍDO é um ser MORTO?

Te devolvo a pergunta:

Será que é por isso que Jesus dizia que para entrar n Reino dos Céus tem que morrer para o mundo?

10 minutos atrás, cyber2050 disse:

Se nascemos para VIVER, não implicaria que para VIVERMOS temos que nos RELACIONAR com os "OBJETOS DA EXISTÊNCIA"?

Não nascemso para viver, vivemos eternamente, na dimensão física (plano físico)  ou 'abaixo' dela ( astral inferior) , ou acima dela (astral superior e acima).

Sua relação com esse ambiente  define seu estágio de permanência nesse plano que habita. Enquanto você for DOMINADO E DEPENDENTE desses "objetos de existência" DE UM DETERMINADO PLANO,  você está APRISIONADO a ESSE PLANO. Mas se você não está aprisionado a esse plano, a consequência óbvia é a independência em relaçaõ a esses "objetos de existência".

16 minutos atrás, cyber2050 disse:

Se simplesmente descartarmos os objetos da existência = desequilíbrio.

Na verdade, se você observar o mundo que te cerca   vai perceber que quanto mais profundamnete uma pessao se relaciona com esses objetos de existência, mais PRESA a eles ela está, mais DEPENDENTE deles ela fica. E qual o estado psicológico dessas pessoas? DESEQUILÍBRIO. Essa é a regra da humanidade.

Voltamos ao que Jesus teia dito, e somamos o que Budha disse "A raíz da dor e o apego". Apego a que? A esses objetos de existência, sendo o próprio corpo o objeto definitivo, o apego máximo né? E esse apego nos mantém APEGADOS A ESTE PLANO.  Lembre o que foi faladoo antes, não é"VIVER", porque não podemeos escapar da vida, é tecnicamente possível. Trata-se de viver em planos mais grosseiros ou mais sutis.  A questão nunca reside no FAZER USO  dos objetos de existência DE UM DADO PLANO, mas em ser capaz de abdicar de todos eles (inclusive a vida física)  sem pesar, para passar a um plano mais sutil. Isso é o fim do "apego", quen os mantém presos aos planos mais densos.

Acho que com isso que escrevi você já tem idéias para refletir sobre o resto, que são sua reflexões sobre os conceitos da religião judaica, pecadro, salvaçao, etc

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Acho que evolução assim como tempo e espaço são conceitos humanos. Considerando que o amor seja o sentimento mais alto e aquilo que todos inconscientemente ou conscientemente almejamos você caminha na direção dele , dos desejos que te fazem sentir bem e você estará evoluindo. Assim caminhando em direção a tudo o que existe e do que você sempre foi. Além disso crescimento é algo constante e ilimitado e também um ponto de vista. Porque se você perguntar pra alguém que considera muito evoluído ele provavelmente responderá que ainda tem muito pra aprender. Evolução não existe o que existe é integração. Minha humilde temporária opinião c: 

Link to comment
Share on other sites

Assim como já o fizeram, darei minha humilde opinião...

Acho que tu faz perguntas de mais e não presta atenção nas respostas que vão te satisfazer a curiosidade naquele momento!!!!

Cara, na boa... A resposta de uma pergunta pode gerar milhares de perguntas e você não vai ter respostas pra todas, mesmo que tivesse, não teria capacidade de entendê-las plenamente, podendo fazer mais confusão ainda, e de certa forma, podendo ser algo muito ruim para ti como ser humano em processo de encarnação. Pois temos nossa compreensão limitada.

Não sei quais são as tuas crenças etc... Mas me parece pelo que vejo nas tuas postagens que as respostas dadas pelos colegas, por mais claras que possam parecer, te geram muitas outras dúvidas... Em contrapartida, me parece que tu nunca está ou ficará satisfeito somente com essas respostas, entrando num looping infinito de perguntas e respostas...  Sei que as respostas podem nunca nos satisfazer plenamente, mas tenta lidar com algo mais simples que te satisfaça a curiosidade naquele momento... não tenta chegar onde não tem fim, pois tu não vai parar....

Conheço algumas pessoas que queriam saber muito de tudo, e no final não sabem nada de si mesmas. Então, Se o que eu falei não faz sentido pra ti, por favor, ignora tudo certo? Mas a minha sugestão é: utiliza o conhecimento que tens adquirido, de forma que isso aumente a tua compreensão do mundo, de ti, e dos que te cercam... Ou seja, que esses conhecimentos te ajudem a entender as situações do cotidiano, o comportamento das pessoas, pra que tu fique ou menos irritado, ou menos magoado, ou seja mais flexível dependendo do que alguém fizer pra ti... Assim vais estar ajudando o mundo e a ti mesmo...Pois O conhecimento pelo conhecimento não tem utilidade pra quem quer evoluir.(minha opinião) Saber sem aplicação, só pra matar curiosidade é inútil nesse ponto de vista.

Com relação a tua dúvida...

Tu perguntou o que é ser evoluído...

Se tu procura uma resposta que seja a VERDADE sobre o assunto, então estás no lugar errado... Pois ninguém aqui pode definir o que é ser evoluído, apenas podem dizer o que determinada RELIGIÃO diz, ou o que determinada pessoa acha etc... Ou podem juntar isso e tentar formular um conceito, mesmo assim tudo isso seria limitado.

Na minha opinião, de acordo com a doutrina espírita, com o que aprendo na umbanda, com o que vejo no budismo/Hinduísmo etc... Ser evoluído é ser como Jesus. Daí podes pegar trocentos livros sobre ele e entender o que fazia dele uma pessoa "especial" ou "evoluída". Era porque ele tinha uma grande mediunidade? era porque ele não era egoísta? Ou porque ele era humilde? Tenta juntar todos esses atributos e vais entender o que é ser evoluído, em minha opinião, utilizando Jesus como parâmetro.

Abraço!

 

Link to comment
Share on other sites

Essa pergunta é complexa demais. Primeiro porque depende do plano/densidade/dimensão que se analisa. Segundo porque você colocou muitos questionamentos nela. Mas tentando elucidar um pouco baseada em minha humilde opinião:

Em 17/08/2016 at 16:08, cyber2050 disse:

Então, no fim das contas um ser EVOLUÍDO é um ser MORTO?

Sim, morto para essa dimensão naturalmente. Esse lugar é apenas um estágio. "Há muitas moradas na casa de meu Pai". 

Em 17/08/2016 at 16:08, cyber2050 disse:

Se nascemos para VIVER, não implicaria que para VIVERMOS temos que nos RELACIONAR com os "OBJETOS DA EXISTÊNCIA"?

Encarnamos para experimentar essa dimensão e relacionar com os "objetos da existência" é  uma consequência trivial nessa jornada espiritual. A questão é como se faz isso e o modo em que estamos envolvidos nessa relação. Ai está a raiz de toda a dor como o Sandro disse. O APEGO nessa relação com os "objetos da existência". Essa relação e o tipo da mesma depende de n fatores como crenças, emoções, pensamentos, etc. 

Em 17/08/2016 at 16:08, cyber2050 disse:

Se simplesmente descartarmos os objetos da existência = desequilíbrio.

O desequilíbrio está na alienação que decorre do apego como o Sandro falou. 

Em 17/08/2016 at 16:08, cyber2050 disse:

Então, dentro da dimensão/plano/astral/fisico/espiritual de seres que TENDEM a ser evoluidos, eles TENDEM a deixar de se relacionar com os próprios ELEMENTOS da sua dimensão?

Sim. Nas dimensões mais densas do astral ainda existe uma certa necessidade de alimentação (embora isso seja para espíritos que estão muito densos). Quanto mais se expande a consciência mais a sua relação com as densidades dimensões se expande. As leis daquelas que vão "ficando para trás" se tornam muito limitantes e cada vez mais uma porção da realidade vai se revelando. 

Em 17/08/2016 at 16:08, cyber2050 disse:

pois viver da luz pode ser evoluido para nós aqui, mas e para uma dimensão mais evoluida que a nossa por exemplo? (e o mesmo se aplicando para outros elementos da realidade, exemplo: comer carne, depois comer vegetal, depois nem o vegetal pode comer mais, até chegar na pergunta: para que serve o ato de se alimentar?, ou seja, conforme for avançando nas dimensões "evolucionárias" vai perdendo-se funções?, ok, e qual a conclusão FINAL? perder todas as funções? O criador nos criou para isso? Ou o contrário, nos criou para nos relacionarmos com suas criações e com o propriamente Criador?, ou seja, para morrer ou viver eternamente?)

Como eu disse acima, cada vez mais vai se "subindo" na escala da evolução até completar a volta para casa. Como em um jogo. O chefão é o fim da jornada. Independente do seu conceito de Deus é inegável que ele nos criou para EXPERIMENTAR e CO-CRIAR. 

Em 17/08/2016 at 16:08, cyber2050 disse:

E se o universo NÃO FOR INFINITO? E se o CÉU existe de fato, e o INFERNO existe de fato, e principalmente, SE SOMOS HUMANOS pecadores e sempre seremos a diferença é que o CRIADOR (que não é humano) nos salvou EMBORA AINDA SEJAMOS " PECADORES", o relacionamento com os objetos da existencia é evoluido mas também não é evoluido, e através das profecias UNS VÃO PARA O CÉU E OUTROS NÃO ? (Visão Cristã) (obs: é lógico que quando arrependidos vão para o céu)

Você possui uma visão judaica-cristã da vida. Céu ou inferno são estados da consciência ou ainda específicas dimensões que no passado foram assim denominadas. Essa ideia de que somos "pecadores" é apenas uma das tantas interpretações erradas de conceitos antigos que foram deturpados por certas seitas e pessoas. Não faz sentido algum dar livre-arbítrio se somos obrigados a ir para o céu não é mesmo? "Vocês são livres para escolher como serão sua vidas... mas vão para o inferno se não escolherem aquilo que eu quero." Acho que nem uma criança seria tão contraditória assim. 

Em 17/08/2016 at 16:08, cyber2050 disse:

Ao invés de ficar colocando que tudo é infinito, variavel, rencarnação la´laá lelele..., talvez as coisas sejam bem definidas, FIXAS, desde o PRINCIPIO?

É bem fácil perceber que não existe essa fixidade (no caso a visão cristã). Acho que já foram apresentadas evidências da reencarnação. A própria VA que você já fez é uma prova de que o espírito sobrevive em o corpo. Enfim, paz, amor e luz. 

Link to comment
Share on other sites

Interessante. Esse lance da curvatura permite que o universo seja finito e ao mesmo tempo infinito... Hehehe

É como a figura do círculo, que não possui começo nem fim.

E se soubermos olhar, a própria expansão do universo pode levar de outra forma a um diferente conceito de infinito.

Assim, entretanto, o conceito de infinito passa a ser relativo ao ponto de referência.

E como dá pra fazer muita masturbação mental em cima do assunto, vou parando por aqui. ;-)

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...