Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Relato com ET's


Amarildo
 Share

Recommended Posts

Oi gente, vou deixar aqui um relato. A primeira parte é do sonho, então provavelmente não vai fazer sentido algum mesmo, mas vai que ali há alguma pista né? :)
A segunda parte é a parte que interessa.

 

--------------------------------------------------------------------------------------------

 

Minhas memórias desse sonho começam com a ultima escola que estudei, o Colégio Estadual aqui da cidade. Era como se a gente estivesse sobrevivendo ali, tendo que caçar comida e dividir, etc. Em um determinado momento um rapaz não sabia dividir a comida certinho (pizza, batata frita) e a gente foi atrás dele. Descemos então pelos corredores, mas quando cheguei lá embaixo estava sozinho. Ou as vozes de duas amigas: Uma loirinha do cabelo cacheado, Letícia, e a outra não lembro mas sei que conheço. Subimos pela escadaria e ao chegar lá em cima eu vi que estava nevando, coisa de nevasca mesmo. Seguindo a minha vontade, descemos até a outra escadaria que dá para o páteo, e lá pude ver umas 4 ou 5 pessoas brincando na neve. Ventava muito. Quando abri a porta, aquelas pessoas não estavam mais lá, mas havia agora umas 10 pessoas em um círculo quase que completo e esperavam por nós para fazer algum esporte com bola de futebol. Estava muito frio no local.
O sonho vai seguindo seu curso (partes que eu não lembro), e quando vejo eu estou jogando vôley, só que as vezes a bola muda para um sabonetão gigante. Eu tenho ciência disso, mas era algo normal ali na hora, esse sonho não era em terceira pessoa mas em primeira, eu via meus braços/mãos e os controlava normalmente..
O ambiente vai lentamente mudando para a minha outra escola, a Municipal aqui da cidade (perto de onde eu moro). Continuo jogando vôley. Em determinado ponto, a bola sai dos limites da escola (por cima da cerca) e eu tenho que ir buscar. O local é como se fosse um penhasco, até na vida real. A cerca é alta, deve ter 5 metros, e o muro para o lado de fora, até a rua, deve ter uns 4 metros.
Pego a bola e digo para a professora (qual eu interagia desde a outra escola): vou jogar ela mais pra cima já que o morro sobe. Ela grita algo como: "não jogue se for vegetariano", mas eu joguei mesmo assim. Não sei como, mas essa ação causou a prisão de um goleiro que estava no páteo jogando (tinha a ver com a Lava-Jato).

Agora começa a parte interessante.

Não lembro como, mas a experiência passou a ser com ET's e abdução. Não era bem sonho, eu lembro de estar lúcido/acordado dentro do sonho/projeção, lembro de ter acordado com boa lucidez mas não sabia que estava em sonho/astral, e não notei que meu quarto estava invertido 180º.
Eu já estava envolvido naquilo que estava acontecendo, e uma hora eu disse (lembro de ter sido com consciência)  "Se for pra ter cirurgia feita por ET's, que seja da seguinte forma: conscientemente, e eles me digam assim 'vai ser feito isso isso e isso', e eu teria que responder conscientemente se aceitava aquilo ou não".
Meu estado de consciência mudou, como se eu tivesse tido um forte EV no físico (não foi como aqueles EV's no astral que parece choque, esse é mais sutil mas ainda assim bem perceptível), e tive um flash de visão com aqueles ET's que aparecem na TV, aqueles bem comunzinhos mesmo. Não sei se EU iniciei aquilo, porque foi a mesma coisa de quando me conectei com reptilianos: há uma conexão inicial feita por sei lá quem (pra mim é como um mero pensamento), mas depois me sinto conectado como um imã a esses seres, sou transportado até eles em EV e sem querer que isso aconteça. Mas dessa vez neguei, disse "AH NAO, NÃO MESMO!", senti repulsa por esse ET, e lembro de ter tido uma experiência ruim.
Foi aí que eu comecei a ser transportado. Eu sentia a presença de ET's ali mas não lembro de te-los visto. Houve uma transição no ambiente, foi algo bem estranho, não sei explicar.
O teto do meu quarto mudou, era como se estivesse aberto, eu conseguia ver o espaço e as estrelas.
Acordo novamente, e novamente pensando que era no físico, minha consciência mudou mais uma vez (dessa vez para uma lucidez mais baixa) e com medo do que aconteceu. Fui até o banheiro me olhar no espelho (conseguia me ver normalmente) e no meu olho direito havia manchas de duas tintas, uma laranja e a outra não lembro mas creio ser um verde escuro. Essas manchas ficavam no olho mesmo, como se eu tivesse derramado umas gotas dessas tintas nele, e também na parte onde fica as olheiras. Eu estava usando luvas de motocicleta.

Então finalmente acordei no físico, de bruços e com as mãos cruzadas, bem como um faraó mumificado, só que de bruços. Mas como já tinha passado por isso 2x na mesma noite, eu duvidei que tinha acordado no físico hehehe, e então fiz um teste pra ver se estava em astral/sonho, e estava mesmo no corpo físico.

Link to comment
Share on other sites

  • 6 months later...

Rapaz sonho engraçado ein heeh!  Há algum tempo sonhos com extremos tipo hahaha uma bola feita de sabão hahah ampliam minha lucidez por causa da minha criticidade sempre ferrenha! UAHSUa MAs as vezes a gente escorrega e aceita as coisas mais toscas como realidade... 
Sobre os ETs e o sonho/ astral, eu tive algo assimilar, sendo que eu categorizo de um jeito penso que mais crítico... Por exemplo sempre me questiono, se eu estava usando o veículo astral, se não, era sonho e ponto, criações mentais, criadas a partir de desejos medos, memórias diárias etc. Mas de fato há experiências aonde a lucidez oscila, e notamos um fragmento do real ( veículo astral ) e do onírico. Quando isso acontece, eu sempre viso fazer um Ev, ou mesmo entoar o mantra OM, diversas vezes vejo que são sonhos apenas, pois desperto boiando acima do corpo...
Por isso postulo que nem todos os sonhos lúcidos são de fato projeções, apesar de alguns anos saindo me peno na reflexão acerca disso, não gosto muito de teorizar, analiso na prática. Mas vou contar um breve relato assimilar ao seu...
Estava perto de casa, dando um passe em um homem com problemas na coluna, que entendi como meu pai no momento, minha lucidez ampliou, quando senti quase que um chamado, típico de quando vamos fazer um amparo. Foi até o chamado, havia uma mulher que parecia estar analisando algumas pessoas, pelo seu nível consciencial não sei, apesar de uma característica humana, sentia algo diferente em sua energia...
Solicitou que eu trouxesse minha irmã, que estava em casa... Eu sabia naquela hora que estava "fora" do corpo, mas não conseguia de fato analisar a veracidade da experiência em um sonho lúcido ou uma projeção, busquei minha irmã, pensando talvez que seria importante a análise.
Ao retornar saiu um luz do céu, uma em mim e outra na minha irmã. Nesse momento para meu espanto, notei a realidade energética do evento, algo que eu levo mais a sério até do que o ver, a sonda fez eu flutuar, eu senti um meu corpo todo envolver-se pela a energia...
A moça disse algo falando assimilar; " Poxa não é atoa que está cansando de estar aqui." Eu compreendi  ao planeta... Sou zero ligado a Et's...
Como fiquei grilado com a realidade da experiência, quis tirar a prova real, e entoei o mantra OM, e logo minhas energias aceleraram...
Acabei despertando, mas no físico. Eu de fato não seu categorizar em suma, mas sei que utilizava o veículo astral. Foi há uns 4 dias essa experiência, eu até gostaria de saber se alguém teve algo assimilar... Pesquei algumas coias na net, e descobri sore a data limite, o que acho uma teoria bem doida, apesar do meu respeito a Chico, enfim forte abraço, grato pelo relato.  

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...