Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Tópico Oficial para Apresentações


rafaelbr91

Recommended Posts

  • 3 weeks later...

Olá! Eu sou a Verônica e achei o assunto em sugestões no youtube, ja tinha ouvido falar sobre viagem astral, mas sempre tive consciência que este e outros fenômenos que devemos primeiro estudar muito.

Estou aqui para estudar, compreender, questionar e me tornar uma viajante, com consciência e ética. E entender porque tenho um sonhos muito loucos, desde pequena, coisas que eu me lembro claramente, principalmente os que tinha muito medo.

Bom é isso, espero fazer bons amigos também.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Olá, me parece que a minha conta foi aceita mesmo sem eu conseguir confirmar ela, pois a mensagem de confirmação não chegava na minha caixa de entrada (nem na do SPAM).
Mesmo assim é um prazer estar aqui. 
Ainda não sou projetor astral, mas consigo mobilizar energias e conseguir uns resultados legais com elas, ou seja, estou no caminho.

Link to comment
Share on other sites

Aviso a quem mais estiver tentando se cadastrar:

O Fórum está sem serviço de email. Entao vocês se cadastram e o ficam esperando o email de confirmacao que nunca chegará. 

Para contotnar esse problema a cada poucos dias eu vou lá no setor dos cadastros ver quem está retido esperando a confirmacão e libero.

Mas só após:

- examinr o IP para ver se é do brasil

- e tentar cncluir se é gente mesmo.

( porque tem bots russos que se cadastram so para encher o for de propaganda) 

Portanto nao usem emails contendo nomes esquisitos nem usem um navegador que troque seu IP por um de outro pais, ou vocês podem ser confundidos com bots e ja ter seu IP banido de cara.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Olá, ainda não consegui minha primeira projeção astral, o mais perto que cheguei foi ter sonhos lúcidos (7 anos atrás), recentemente tentei me projetar me concentrando enquanto meu corpo dorme, só consegui chegar em um estado que notei uma mudança na minha respiração, continuarei na luta e espero conseguir algum resultado. Abraços !!!!

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...
  • 2 months later...

Oi, tenho 31 anos, sexo masculino.

Perdi minha esposa em dezembro de 2020. Ela se matou, se enforcou.

Temos 2 filhos, um adotivo que o recebemos com 5 anos (que se encontra hoje com 9 anos) e outro biológico de 2 anos.

Tenho certeza que ela os amava e que também me amava.

Ela formada em matemática em uma universidade pública, se formou mestre também, professora, lecionava no estado.

Eu estudo eng. elétrica por EAD (porém tranquei a facul devido ao ocorrido, tenho planos de voltar quando reorganizar melhor a vida) e atualmente trabalho como motorista de aplicativo.

Vivemos 12 anos juntos, ela sempre teve depressão, lutava contra essa doença, uma pessoa muito sensata, agradável, inteligente.

Fazia uso incorreto de um medicamento para dormir, nome do remédio "zolpidem", usava-o como uma fuga tomando quantidades muito exageradas (não causando o sono) e me sinto invadindo a privacidade dela falando isso - mas que fique o alerta, já que quando se suicidou estava sob efeito do remédio.

Ela desistiu, se sentia um peso na vida dos outros, o vício a consumiu, enfrentou abstinência, internamento e recaída. 

Eu me culpo muito, eu juro pra vocês que me dediquei bastante a nossa família, a nossa felicidade.

Não sei mais o que fazer com esse amor que ainda está aqui esperando por ela, eu ainda a amo muito. 

Tive conhecimento sobre viagem astral, depois do falecimento dela, através do livro de Wagner Borges: "Viagem Espiritual". Li no kindle unlimited (acho que não está mais no unlimited).

Reacendeu uma esperança em mim, a possibilidade de vê-la parece um sonho.

Eu gostei do jeito que Wagner trata o assunto, o incentivo a sair do corpo e ver por si mesmo. Eu preciso disso. Mas tá difícil, eu sou praticamente ateu, não é uma escolha ser assim, se tenho incapacidade de sentir Deus, não irei dizer que acredito e o percebo simplesmente para me enquadrar na maioria. 

Outra coisa que me preocupa, espiritualistas, dizem que suicidas sofrem. Por mais que ela tenha feito o que fez, não merece sofrimento.

Estou me esforçando, já sonhei com ela, e já tive a sensação que sai do corpo. Mas sempre fui de apagar quando dormia, tenho muita dificuldade de lembrar dos sonhos/experiências, durmo com meu bebê de 2 anos e ele me atrapalha a dormir direito tbm. Não tive boa lucidez e fiquei com aquela dúvida (sonho ou projeção?), mas como uma vez foi tipo explorando a casa com psicossoma me pareceu que estou no caminho certo. Já os sonhos que tive com ela, me pareceram sonhos mesmo, coisa da minha cabeça, não senti que estava na presença dela, onirismo, fantasias, pareceu mais uma lembrança com criação da mente. Isso já faz uns dias e depois bloqueie, não consegui nem chegar perto de "decolar" de novo....

:(

Quero fazer amizades, e adquirir fé.

Link to comment
Share on other sites

(eu não costumo responder aqui, porque este tópico é só de apresentações, mas neste caso preciso escrever aqui, até porque se escrevesse via MP e essa sua mensagem ficasse parada aqui, ia parecer que ninguém leu ou deu a mínima , o que seria a impressão errada. Mas est tópico não é para esclarecimentos)

................

Não se preocupe, "Deus" e "projeção astral" são áreas bem diferentes de experiência, como são são Arte e Engenharia. A busca por Deus está na área chamada "mística", ou misticismo, envolve a busca por êxtases internos, cujo método envolve meditação (oração entra nisso) e as experiências são "amorfas", ou seja, não é algo que você ENXERGA, é algo que você SENTE, em geral acompanhado da perda de sensação corporal, uma sensação de fusão com o Todo, com o Universo com Luz universal ,com o Amor universal.

As experiências da área da projeção são da área do psiquismo, pertenxem ao mundo das FORMAS, você usa um corpo (corpo astral), percebe os outrs seres também com corpos), percebe cidades, ruas hospitais...é um mundo similar ao nosso, do físico, mas com "leis da física" diferentes. 

Portanto um ateu pode muito bem se dedicar a projeção sem que isso conflite com suas crenças. 

Ate mesmo alguém que não aceite a sobrevivência do espírito após a morte pode praticar a projeção e ter lá seus resultados. Só que ela vai ter que traduzir tudo em termos de experiências da mente, pelo menos até que tropece em comprovações que mostrem que o que ela experienciou era realidade. Aí ela vai começar a fazer mais malabarismos para tentar explicar tudo em termos dos "poderes incríveis do subconsciente", uma teoria bem fantasiosa  mas que os céticos adoram, para continuarem rejeitando a sobrevivência do espírito após a morte. E assim eles seguem apelando para explicações criativas cujo objetivo é sempre reafirmar uma idéia fixa

"o que você experienciou não pode ser real , precisa ser qualquer outra coisa,  menos o que foi experienciado em primeira mão"

É um pré-julgamento do qual eles tem dificuldade escapar, mas não impede de praticarem e experienciarem, visto que tudo que precisa é técnica, e treino, não crença, porque não há religião nisso. 

Agora, no seu caso específico, você busca reencotnrar sua esposa, então creio que você não sofre do ceticismo que duvida da sobreviência do espírito. Isso facilita, porque a pessoa que se suicida está em uma má condição emocional já desde muiot antes de se suicidar. 

Precisa entender um detalhe que muitas vezes passa despercebido: 

INTERNAMENTE falando, você NÃO está vivendo onde seu corpo físico está localizado.

Pense no nosso corpo físico como se fosse uma torre, como um  farol no meio da rua, de uma rua qualquer de uma cidade:

DSC03361.JPG

Quem quer falar com você vai até seu farol. O problema é que há uns poucos andares para cima, 4 digamos, e há uns 9 para baixo. Você pode estar em qualquer um dos 12 andares, e quem vem falar com você precisa apertar o interfone do andar certo, ou não consegue se comunicar com você. E apenas o andar térreo não tem distorção no som, em todos os outros  o interfone distorce um pouco o que você falar e ouvir através dele. Nos andares mais distantes, para cima ou para baixo, é quase impossível se fazer entender.

A pessoa deprimida pode estar fisicamente do seu lado, mas internamente ela está vivendo em outro andar. Astralmente ela está habitando outro ambiente que não é o mesmo seu. O corpo astral está ligado ao corpo físico, mas não quer dizer que o espaço astral que ele habita enquanto está no corpo seja a contraparte astral do lugar físico. É por isso, por exemplo, que usuários de drogas podem ter visões com entidades rastejantes andnado peo chão ou pelo seu corpo. Elas não estão no espaço astral do quarto dele, é ele que está astralmente dentro dos charcos e cavernas do astral, é la´que tem esses seres rastejantes. Portanto ele está fisicamente aqui no plano físico, o corpo astral dele está, em tese, encaixado no corpo físico, porem ele está sintnizado com as partes profundas do astral então ele enxerga ao seu redor aqule ambiente, o "andar de baixo" como se fosse o térreo.

Logo, uma pessoa que se suicida já vem de um estado emocional problemático há muito ano,s já está de fato vivendo numa zona astral pesada, há muitos anos. o que a mantém "de férias" do sofrimento constante é a possibilidade de estar encarnada. Quando ela desencarna, ela perde essa âncora com este plano, a passa a viver na zona astral com a qual ela sempre teve afinidade e já vivia psicologicamente todos esses anos. 

E esse andar é bem diferente do que vivemos, enquanto encarnados, e mesmo na projeção, se a pessoa é razoavelemnte equilibrada ela não tem como acessar o andar em que ficam os suicidas ou outros que estão mais pertrubados emocionalmente após o desencarna. 

Note que mesmo aqui, enquanto encarnadas, a pessoa deprimida vive meio que numa bolha, é difícil conseguir se comunicar com eles nos piores momentos, criam um tipo auto-isolamento mas que não é voluntário.

Portanto, após o desencarne, há essa dificuldade adicional. Sempre há um distanciamento entre encarnados e desencarnados num primeiro momento, e o rumo natural e sadio das relações é esse mesmo. Mas quanto maior a dificuldade emocional do desencarnado, maior o tempo, em geral que precisa antes que um  contato possa ser feito.

Daí a necessidade, num caso como o seu, de crer em um pouco mais que apenas a sobrevivência do espírito. Se você acredita que sua esposa continua viva, mas em outro plano, não pode ser difícil acreditar que há trabalhadores espirituais atuando na organização desses processos do pós-mortem né? Pessoas como eu e você, mas com mais estrada espiritual, que se voluntariam para ajudar quem sabe menos e precisa de ajuda.

Então nesse casos, como o de suicídio, você precisa contar com a ajuda deles. Só a projeção não te leva onde você decidir ir, quando se trata se achar algo ou alguém no astral. Você precisará de ajuda, que poderá vir apenas no momento que for melhor para todos. Então isso envolve:

- admitir a existência de grupos de ajuda astral

- admitir necessidade de ajuda

- pedir regularmente por isso

- ter paciência, aceitando que cada coisa tem seu tempo

- ter confiança que , se for melhor para ambos, a ajuda pode ser dada. Mas se não for, não será, também pelo bem de todos os envolvidos

Eu já coloquei alguns esclarecimentos sobre a questão do suicídio aqui, porque há vários detalhes envolvidos. Mas é um tópico mais direcionado para quem está ruminando essas idéias, não para quem perdeu entes queiros pelo suicídio:

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/20189-sobre-suicídio/

Mas essas explicações são sempre regra geral, cada caso é um caso, como você poderá ver até nos trechos de livros que usei, mostrando relatos. 

E aqui eu deixo o tópico POR ONDE COMEÇAR, onde procurei reunir diferentes abordagens para a pessoa que quer se projetar, dependendo do tipo de pessoa. Você verá ali no pdf do Raduga que ele nem acredita que projeção astral seja real, trata como sonho lúcido, e ainda assim é o livro que contém a abordagem mais prática e rápida para começar.

Mas claro, um passo importante é treinar a rememoração do sonhos, caso contrário voce pode se tornar um projetor experiencia que nem sabe que se projeta, porque semrpre perde a memória. Aí complica tudo 

Aqui eu dei umas dicas:

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16169-técnicas-de-rememoração/&do=findComment&comment=70242

E muitas vezes o que faz a pessoa desconsiderar o valor da memória dos sonhos é exatamente porque A MEMÓRIA é de má qualidade. Em tese os sonhos são apenas projeções sem lucidez. Alguns até não são, sendo frtuo do estress, ou simbólicos, etc. Mas precisa lembrar deles bem, para poder analisar.

Aqui dois exemplos:

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16071-comprovação-da-projeção-astral/&do=findComment&comment=67356

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17219-relato-de-projeção-e-possivel-videncia/&do=findComment&comment=75049

Bem, encero por aqui, mas não vamos ficar dialogando ou tirando dúvidas por aqui, porque este é só um tópico para apresentação mesmo, ok? 

 

 

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

21 horas atrás, Robô Orgânico?! disse:

Quero fazer amizades, e adquirir fé.

Seja bem vindo!

12 horas atrás, sandrofabres disse:

Bem, encero por aqui, mas não vamos ficar dialogando ou tirando dúvidas por aqui, porque este é só um tópico para apresentação mesmo, ok? 

@Robô Orgânico?! se você quer continuar essa conversa ou tiver alguma outra dúvida sobre projeção astral ou espiritualidade, basta procurar no fórum o sub-fórum que tenha mais relação com o assunto a ser tratado e abrir um novo tópico. Nós podemos seguir a conversa por lá, ok?

Link to comment
Share on other sites

Olá.

Me chamo Bárbara, tenho 38 anos, recém chegando neste assunto. Tenho sonhos lúcidos, desde de criança, quando adolescente sentia as catelepsia e as vibrações no corpo. Nasci dentro do catolicismo e na adolescência por medo "dessas coisas" que me aconteciam passei a ativamente frequentar a renovação carismática. Dentro do cristianismo tudo sobre o assunto projeção astral, umbral, espíritos são demônios. Então estou começando a trabalhar isso em mim, sinto que sou médium (ver e ouvir) mas como não tenho a formação do Espiritismo não sei o que fazer com isso, não pretendo seguir nenhuma religião, apenas quero dentro da Verdade me colocar a disposição.

 

Gratidão a todos!

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Olá, me chamo Camila, tenho 21 anos, e sou gaúcha😁 encontrei o Fórum por que meu namorado falou sobre e me mandou o link e aqui estou eu hehehe 😃

O que me trouxe aqui🤔 bem, pretendo saber  e aprender mais sobre projeção, e tirar dúvidas quando eu tiver uma. 😊

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Olá, me chamo Andrew, mas podem me chamar por Vieira. Tenho 20 anos.

Já estive em atividade por este fórum a alguns anos e acabei me afastando (inclusive não falarei muito, pois minha história esta aqui a algumas páginas atrás), porém sempre visitei o fórum esporadicamente, mas sem interagir.

Pretendo retornar meus estudos sobre projeção astral e compartilhar as experiencias que eu obtiver como resultado.

De volta a caminhada hehe

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Olá a todos!

Me chamo Anderson, sou de São Luís, Maranhão. Venho estudando espiritualidade há alguns meses e descobri o canal do Saulo no youtube. Consequentemente vim visitar o site, ver o material e por fim me inscrevi no fórum.

Meu objetivo é compreender a espiritualidade para poder vivenciar.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Boa noite. 

Tenho 23 anos, quando criança eu sempre tive a sensação de estar fora do meu próprio corpo e constantemente falava isso pra minha mãe. 

E ainda perguntava "o que me impede de sair do meu corpo e de entrar no de outra pessoa?" Lembro de perguntar isso enquanto olhava meninos jogando bola (sempre tive péssima aptidão física) 

Minha mãe nunca soube bem o que responder.

A medida que cresci mais, e tinha em torno de 10 anos sonhava constantemente que caía, que de repente estava no alto com muito medo de cair, e era sempre um lugar fácil de cair. 

Até que um dia cansei, tinha tanto medo de cair que decidi que não queria mais cair. Decidi me jogar. 

A primeira vez na hora de cair acordei, mas caí sem medo. 

Das próximas vezes, voei, flutuei, caí em pose de super herói, quebrando e levantando o chão ao meu redor com impacto. 

Quando fiquei adolescente tive longo período de depressão e ansiedade. Fiquei internada em casa durante meses, pois onde moro jovens menores de idade não podem ser internados em clínicas. 

Mesmo dopada, tinha pesadelos horríveis, sempre via morte, escuridão, pessoas correndo atrás de mim pra me matar. 

Cheguei a pedir para meu psiquiatra um remédio para não sonhar mais, pois não suportava mais a ideia de dormir com aquilo. 

Remédios que inibem sonhos são fortíssimos, dito por ele, optou por não dar. 

O tempo passou, os pesadelos continuaram. Eu sempre corria pra dentro de uma casa cheia de janelas e portas, e tentava fechar e trancar todas pra manter o mal lá fora, sempre falhava, quando estava fechando quase todas me virava e todas estavam escancaradas novamente. 

Até que um dia matei o que vinha atrás de mim, lembro de ter acordada exausta, como se não tivesse dormido. 

Desde então tenho sonhos onde cavo buracos para chegar em outras dimensões, sonho com línguas que nunca ouvi, mas durante o sonho entendo perfeitamente todas elas, porém quando acordo não consigo recordar, só sei o significado do que foi dito. Sonho com "monstros", paisagens lindas, histórias tristes onde apenas sirvo como 3 pessoa, pois ninguém me enxerga e também não tenho corpo. Sonho com advertências para dar a pessoas que conheço, sobre pessoas que não sei da existência. Sonho com o futuro, vejo minhas filhas que não nasceram, sei o nome dela e reconheço perfeitamente os olhos claros, embora eu tenha olhos castanhos e aversão a ideia de ter filhos. Muitas vezes sei que estou sonhando e mudo as coisas ao meu redor, espanto o medo, geralmente meu gatilho é o medo e então e sinto em paz, uma paz tão grande que até o momento desconheço enquanto acordada. 

Projeção acho que nunca tive, nem sei como seria. 

 

Espero conhecer pessoas que não me olhem like a freak depois que conto meus sonhos, espero ter novos parceiros para ouvir e ser ouvida.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Olá.

Hoje é dia 22 de agosto de 2022 e eu vim do futuro.

Brincadeira, estamos em 2021 ainda.

Deixei de ser ateia em dezembro de 2020 e conversando com pessoas espiritualizadas descobri que passo por viagens astrais. Então, bora lá aprender.

 

Link to comment
Share on other sites

Oi pessoal, fico feliz em ter encontrado esse canal, pra poder aprender e quem sabe compartilhar. Gosto de entender as coisas, tenho 43 anos, casado, atualmente cuido de minha familia e estudo. Sou de origem catolica, me considero cristão espiritualizado e as vezes converso altos assuntos com meu irmão que se tornou espírita e tenta se aprimorar em tecnicas projetivas.

Link to comment
Share on other sites

Olá, pessoal! 

Meu nome é Larissa, tenho 23 anos. 

Há um tempo já acompanho o canal do Saulo e de outras pessoas cujo conteúdo seja sobre espiritualidade. Somente agora me cadastrei por aqui, pois gostaria de voltar às práticas com mais intensidade e ampliar ainda mais minha visão sobre a vida... 

Estou contente por estar fazendo parte do grupo com todos vocês! 

Abraço. 

Link to comment
Share on other sites

Bom dia prezados,

Encontrei o grupo através de uma live da Carol Cappel com o Caldeiron. Achei bastante interessante a forma como o Caldeiron se expressava em suas projeções astrais e me senti no lugar dele em suas falas. Já me projetei com mais frequência anteriormente e hoje sinto uma certa dificuldade. Por isso ingressei-me no grupo para estudar e me aperfeiçoar no assunto.

Forte abraço a todos e excelentes decolagens.

Link to comment
Share on other sites

Encontrei o site por meio de uma live do Saulo com a Carol a respeito de projeção astral. Naquele momento vinha pesquisando muito sobre glândula pineal e outros aspectos da vida que ainda somos um pouco míopes.

Tinha experiencias muito fortes quando criança por meio da capacidade de ver, ouvir e sentir espíritos e eles não pareciam legais ou bonitos. Isso, associado a vários fatores e principalmente o MEDO me fez construir um muro mental e sempre que qualquer energia surgia eu a abafava com mais uma camada neste muro. Porém, recebi diversos avisos sobre o quão negativo isso poderia ser para mim e já estava sentindo os efeitos de toda essa energia acumulada e, mesmo com o muro não deixo de sentir o que os outros sentem com se fosse meu.

Tenho tentado elevar as energias e pedido para saber lidar com o medo e porder ser útil pois quero muito ajudar os outros.

Sinto que bloqueei meus chakras e está sendo muito difícil desbloquear.

Por questionar de mais não me encaixo nas religiões e o Saulo foi e tem sido uma luz nesse mundo, tantas vezes tão obscuro.

Grata pelo seu trabalho e de sua equipe.

Link to comment
Share on other sites

Olá, saudações a todos.

Faz cerca de 01 mês que comecei a me beneficiar por meio dos vídeos de Saulo e daí recebi as primeiras notícias sobre a viagem astral, ME e EV, inciei as práticas do Curso Básico e acompanho alguns relatos e FAQ pelo canal no youtube.

Os assuntos tem provocado minha curiosidade e por isso resolvi continuar me instruindo até confirmar ou não as experiências e notícias do mundo astral que tenho recebido.

Não sou totalmente crente, nem cético absoluto, porém tenho dúvidas e creio que o estudo e a troca de informações poderá me conduzir à convicção.

No mais, agradeço pela oportunidade, muito obrigado, abraço a todos!

Link to comment
Share on other sites

Olá! Primeiramente queria dizer que sou muito grata pelo trabalho de vocês, o Saulo em especial que abriu minha para esse universo.

Conheci o GVA através de um conhecido que ao trocarmos experiências e na época eu sofria com "terrores noturnos" muito frequentes, me sugeriu tentar me acalmar e entender o que estava acontecendo (ele já imaginava o que era). Quando o fiz, percebi que estava em um lugar cheio de gente, pra mim era como se tivesse u ainda estivesse deitada em minha cama mas ouvia muitas vozes falando ao mesmo tempo. 

Então quando contei pra ele da minha experiência, ele rapidamente me indicou o canal do Saulo no YouTube. Desde então sempre que possível acompanho os vídeos.

Espero poder contribuir e evoluir juntamente a todos aqui.

Obrigada! 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...