Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Perdendo projeção???


Recommended Posts

Vou explicar os detalhes pra vcs entenderem o que está acontecendo... Tenho um filho pequeno que ainda acorda várias vezes à noite pra mamar... Toda vez que ele acorda eu olho a hora no celular... Dou uma mamadeira de 300ml e volto a dormir... Nas últimas duas noites "acordei" 6 vezes pra fazer mamadeira... Só que no dia seguinte me dou conta que ele mamou só 3 vezes, pois o litro de leite que abri só tem 100ml dentro, e o outro litro de leite que deixo de reserva está fechado... Isso significa que posso estar acordando em astral e achando que estou indo fazer uma mamadeira quando na verdade estou em astral e não no físico... Já tentei tudo na última noite, mas como estou dentro de casa, não consigo me dar conta em qual momento estou em astral... Kkkkkkkkk gente, preciso de ajuda, não tô sabendo lidar com isso...

Link to comment
Share on other sites

Estive lendo uma técnica para despertar a consciência no astral, que é baseada em um "teste" para sabermos se estamos no astral ou não (técnica extraída do site Divina Ciência). Colocarei abaixo a descrição da técnica, para vc ver se este teste que há nela pode te auxiliar:

"A técnica do saltinho é na verdade uma disciplina que incorporamos em nosso dia a dia. 
E essa disciplina é a seguinte: 

Em nosso dia a dia devemos estar atentos a tudo que nos cerca, pessoas, objetos, lugares, etc. No mundo astral existem muitas coisas e fenômenos que não existem no mundo físico como objetos que voam, construções estranhas, seres desconhecidos e uma infinidade de outras coisas. 

Então em nosso dia a dia quando vermos algo que nos pareça um pouco estranho ou diferente (uma pessoa com roupa extravagante, um objeto incomum ou fora do lugar, enfim qualquer coisa ou situação que seja um pouco diferente) devemos nos questionar 'Estou no mundo físico ou no astral agora?', e então dar um pequeno salto com a intenção de flutuar. 

Se não flutuar é óbvio que estará no físico, mas se flutuar significa que até aquele momento você estava sonhando e que agora está consciente no mundo astral. 

Quanto mais vezes fizer isto durante o dia melhor, pois será mais fácil de despertar no astral. 
Se nos acostumamos com essa disciplina aqui no mundo físico quando no astral vermos alguma das muitas coisas estranhas que lá existem faremos a mesma coisa, isto é, iremos nos questionar, dar um saltinho e flutuar, e então nos daremos conta de que estamos no astral e de que até aquele instante estávamos apenas sonhando. 

O ideal é sempre dar o saltinho, mas podem ocorrer situações em que isto não seja possível, como por exemplo no local de trabalho, perto de outras pessoas, etc. 
Nestas situações, após vermos algo que achamos um pouco estranho e nos questionarmos se estamos no físico ou no astral, podemos fazer outra coisa ao invés de dar o saltinho: puxar um dedo da mão com a intenção de esticá-lo. 
Isto também funciona porque quando puxarmos o dedo no astral ele realmente esticará como se fosse de borracha e então nos daremos conta de que estamos no astral. 

O ponto mais importante sobre esta técnica é fazê-la realmente duvidando se estamos no físico ou no astral, até porque só teremos certeza disso quando dermos o saltinho ou puxarmos o dedo. 
Afinal, quem garante que agora mesmo você não está apenas sonhando que está lendo este texto??"

 

Entre as duas opções de "teste" apresentadas na técnica, gostei mais daquela de tentar esticar o dedo. O problema dessa técnica, para mim, é que acho difícil lembrar de aplicá-la na correria do dia a dia!

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Kkkkk, tem que testar TODAS as vezes que levantar. Você  já deve ter lido quando contei sobre levar para o banheiro uma garrafa pet de 2L, porque eu estava urinando "tantas vezes durante a noite" que sabia que a encheria, com folga,  mas se fosse no médico dizer "estou urinando 2L ou mais por noite!" ele não acredtiaria. Então decidi urinar na garrafa. As primeiras duas vezes já me mostraram que aquilo não tinha futuro, kkkk. Nas minhas supostas levantadas até o banheior eu até me escorava na parede, de tanto que saia...kkkk. Ou seja, não era nada, eu tinha vontade de ir, mas resistia, então em seguida acabava indo em astral, várias vezes, já que nunca ia no físico mesmo. Eu acreditava estar indo de 6 a 8 vezes em cada noite, e pelo volume, acredtiava estar urinando um litro por vez, kkkkkk

Numa dessas, antes de levantar a tampa do vaso, resolvi dar um pulinho para ver se conseguia tocar no teto, coisa que para um corpo sonolento é impossível, por mais atle´tioc que voce possa ser, eheheh. Pulei e...minha mão entrou teto adentro, kkkkkk. Então saí para passear projetado.

Mas tem um truque nisso do pulinho, ou não funciona:

pule olhando o tempo todo para cima, como um gato que quer se esticaaaaaaaaaarrr para tocar no teto. Não tire os olhos do teto até que sinta que está no chão novamente, ou você pode subir e descer, mesmo estando em astral, porque seu movimento astral te leva para onde você olhar, logo, se ao subir, olhar para baixo, como a gente faz instintivamente para aterrissar com segrunaça, voce vai cair de  volta, mesmo estando projetada. E ao contrário de fazer ioss no físico, não precisa muita força, mas precisa o foco no alvo visual, a ATITUDE de "esticaaaaar para  alcançar", coo se você fosse um astronauta que quisesse dar um pulo para seguir subindo nave acima.

  • Like 3
  • Haha 1
Link to comment
Share on other sites

Vou testar esse do saltinho, pq o do dedo não funcionou, me lembrar de onde tô vindo tbm não rola, pq tô vindo da cama e estava dormindo, logo não tenho lembranças além disso, e acho normal... Faço essas técnicas de me lembrar o tempo todo durante o dia se estou no físico ou astral, tbm não deu certo... Tá difícil Kkkkkkkkk mas vamos lá, que se hoje acontecer de novo, eu vou conseguir!!!

Link to comment
Share on other sites

Ontem por volta das 7h da manhã, aconteceu algo parecido comigo. Não sei se porque li o seu relato, fiquei com isso na mente e o subconsciente fez o trabalho :-D. Tive 2 falsos despertar. 

 

Na primeira vez, já tinha acordado e dormi de novo com a preocupação de levantar. Então levantei com o corpo astral e fui até a porta do meu quarto como faço sempre. Pensei em algo e o corpo físico me puxou e meio que abri os olhos e fechei novamente. 

 

A segunda vez foi no seguimento. Levantei pensando assim: "desta vez estou no físico ufa". Virei o rosto para a porta do meu quarto e vinha em direção a mim uma mulher que movimentava de uma forma estranha, como se ela estava bêbada. Pensei com um espanto: "estou clarividente, estou a ver espíritos", porque na minha mente tinha certeza de estar no mundo físico. Mas depois caí em mim e vi que novamente tinha sido objeto de uma partida pregada pelo meu subconsciente. A mulher aproximou de mim com um teor ameaçador, a segurei pela cabeça e logo depois acordei no físico. 

 

É bom estar auto-vigilante sempre. Abraço! 

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Em 13/03/2017 at 23:15, Eternity disse:

Pensei com um espanto: "estou clarividente, estou a ver espíritos", porque na minha mente tinha certeza de estar no mundo físico

Ah, normal. Durante um tempo usei como teste para saber se estava em fase, mover objetos do quarto com a mente.

Então eu acordava, estava vendo tudo (não percebia que não deveria estar vendo nada, já que estava dormindo de venda ,e era noite). Então via por ali alguns objetos, como os livros na estante, alguma caixa num canto, um sapato...e tentava movê-lo com a mente. Se ele começasse a se mexer, flutuar no ar a meu comando, eu sabia que estava em fase, e levantava. Assim não corria o risco de me mover e levantar da cama com o corpo físico físico.

Só que....algumas vezes em que consegui mover os objetos com a mente, ao invés de pensar "legal, já posso levantar", pensei

"Legal, já consigo fazer isso no físico também, de tanto fazer mas astral!!!".

E ficava ali "praticando mais a psicocinese", ao invés de perceber que estava já descolado do corpo e só precisava levantar, ehhe.

 

Link to comment
Share on other sites

9 horas atrás, sandrofabres disse:

Ah, normal. Durante um tempo usei como teste para saber se estava em fase, mover objetos do quarto com a mente. Então eu acordava, estava vendo tudo (não percebei que não deveria etar vendo nada, já que estava dormindo de venda ,e era noite). Então via por alu, alguns objetos, como os livros na estante, alguma cauisa num canto um sapato...e tentava movê-lo com a mente. Se ele começasse a se mexer, flutuar no ar a meu comando, eu sabai que estava em fase, e levantava. Assim não corria o risco de me mover e levantar da camo estando no físico. 

 

Uma boa técnica de comprovação. Vou começar a fazer algo do género. 

 

9 horas atrás, sandrofabres disse:

Só que....algumas vezes em que consegui, ao invés de pensar "legal, posos levantar", pensei "Legal, já consigo fazer isos no físico também, de tanto fazer mas astral!!!". E ficava ali "praticando mais", ao invés de percebe que estava já descolado do corpo e só precisava levantar, ehhe.

 

:-PParece divertido hehehe

Link to comment
Share on other sites

Kaly, se você anda preparando mamadeiras no astral o melhor que você poderia fazer é pegar o hábito de sempre fazer um teste de realidade no momento que for preparar a mamadeira. É importante fazer em dois passos. Primeiro "duvide/questione a realidade" (isso aqui é mesmo o físico?), e em seguida faça o teste, como por exemplo o do nariz pinçado, que acho muito bom (tampe o nariz como se fosse mergulhar e tente respirar).

E esse hábito de testar a realidade pode te levar a ter os despertares mais incríveis, como por exemplo quando agente vai lavar o rosto, se molha, se olha no espelho e pergunta "mas isso aqui é o físico?" e descobre que estamos em astral.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Kaly, se você anda preparando mamadeiras no astral o melhor que você poderia fazer é pegar o hábito de sempre fazer um teste de realidade no momento que for preparar a mamadeira. É importante fazer em dois passos. Primeiro "duvide/questione a realidade" (isso aqui é mesmo o físico?), e em seguida faça o teste, como por exemplo o do nariz pinçado, que acho muito bom (tampe o nariz como se fosse mergulhar e tente respirar).

E esse hábito de testar a realidade pode te levar a ter os despertares mais incríveis, como por exemplo quando agente vai lavar o rosto, se molha, se olha no espelho e pergunta "mas isso aqui é o físico?" e descobre que estamos em astral.

9 horas atrás, sandrofabres disse:

Só que....algumas vezes em que consegui, ao invés de pensar "legal, posos levantar", pensei "Legal, já consigo fazer isos no físico também, de tanto fazer mas astral!!!".

Esse que é o problema de ficar treinando telecinese e ficar acreditando que é possível fazer certas coisas com os poderes da mente... Por isso o melhor é já se preparar: ok, o dia que eu mover algum objeto ou atravessar uma parede, a primeira opção a ser considerada será "estou em astral".

 

 

Link to comment
Share on other sites

9 minutos atrás, Daniel S. disse:

Por isso o melhor é já se preparar: ok, o dia que eu mover algum objeto ou atravessar uma parede, a primeira opção a ser considerada será "estou em astral".

Mas ainda assim o cara cai. Como eu relatei aqui , quando eu comecei com isso eu "estava preparado".

9 horas atrás, sandrofabres disse:

Durante um tempo usei como teste para saber se estava em fase, mover objetos do quarto com a mente. Então eu acordava, estava vendo tudo (não percebei que não deveria etar vendo nada, já que estava dormindo de venda ,e era noite). Então via por ali, alguns objetos, como os livros na estante, alguma caixa num canto, um sapato...e tentava movê-lo com a mente. Se ele começasse a se mexer, flutuar no ar a meu comando, eu sabia que estava em fase, e levantava.

Foi com o tempo que isso acabou me pegando pelas costas, ehehe

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Como eu disse acima, é muito difícil eu conseguir aplicar a técnica de esticar o dedo ou a do saltinho, na correria do dia a dia. E por não lembrar de fazer esse simples teste, acabei perdendo uma projeção também... Eu havia tentado uma técnica que vi no tópico abaixo:

Como essa técnica estava me deixando entediada, resolvi aplicar outra técnica logo em seguida, que é esta que vi no texto "As Sete Chaves para o Desdobramento Astral", que baixei por meio do aplicativo Scribd:

"O estudante deve adormecer vocalizando a letra S, como um silvo suave e aprazível: SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS Com a vocalização desta letra, adquirirá a capacidade de fazer ressoar em seu cérebro a "Sutil Voz", o "Som Anahat", a Vontade, que o permitirá sair conscientemente em corpo astral."

 

Fiquei fazendo essa técnica mentalmente até dormir, mas despertei após pouco tempo sentindo EV. Quando vi que estava em EV, me levantei vagarosamente, tentando não trazer meu corpo físico junto. Mas, como eu estava sentindo o peso do meu corpo, fiquei em dúvida se meu corpo físico estava em pé junto comigo ou não.

Resolvi olhar para a cama e não me vi deitada. Mas, mesmo sabendo que isso não é parâmetro pra identificar a projeção, achei que estava junto com meu corpo físico e resolvi voltar para a cama rápido, pra tentar novamente a projeção antes de perder o EV.

Quando fiz isso, acabei acordando e vi que o lençol que estava na cama era totalmente diferente do lençol que eu havia visto na hora que fui tentar ver meu corpo. Aí me dei conta de que havia desperdiçado a projeção... Se eu não estivesse com tanta pressa para não perder o EV, talvez eu pudesse ter me lembrado de esticar o dedo. Mas infelizmente fui muito afobada. Que pena!

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Há todo tipo de confusão possível. Esta noite mesmo, numa das experiências que tive,  eu ouvi a porta da outra sala batendo, e resolvi levantar para trancá-la. Só que levantei em astral, sem querer. Percebi na hora que deixei a cama, embora  não houvesse sinal algum indicando isso. Então desisti de trancar a porta e resolvi aproveitar e sair de casa (não sem antes precisar teimar um pouco com os obstáculos físicos, que pareciam disposto a tentar me convencer que eu estava no físico, e não projetado, ehehe)

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Pois bem, o fato não voltou a acontecer até agora... Só pq me dei conta que estava fazendo mamadeiras no astral, não se repetiu... Ao menos até agora... Teve uma noite que meu filho acordou 13 vezes... Todas as vezes eu dizia: não é possível, devo estar no astral... Ele não acorda tantas vezes assim... Por fim testei tudo que podia, mas nada... No dia seguinte a confirmação: ele bebeu 3 litros de leite naquela noite... Eu realmente estava no físico... Tô igual um zumbi sem dormir direito, já nem sei quando tô no físico ou no astral Kkkkkkkkk

Link to comment
Share on other sites

A médica mandou dar melatonina pra ele dormir, ok, dorme rapidinho, o problema continua sendo que ele acorda mil vezes por noite... Eu tô um trapo humano Kkkkkkkkk... Eu só quero uma noite tranquila de sono, fazer projeções, mas não tá dando... Nem lucidez nos sonhos tem rolado quase, tamanho o cansaço...

Mas seguimos na luta, uma hora essa criança dorme Kkkkkkkkk

Link to comment
Share on other sites

Mas falando sério agora, você já pensou na possibilidade, pelo mnso em tese, de se projetar e tetar conversar com seu filoh, também em astral, para ver se descobre como ele é realmnete? porque só o corpo é bebê né? Claro que ele pode se auo-perceber como bebê, não sei, (eu desde os meus 5 anos sempre me senti internamente um home de 60 e poucos, ehhe. E acho que isos era percep´tivle, porque meu pai me "xingava" diznedo que eu era mais vleho que ele, eheheh)

Mas assim, é no mínimo instigante você pensar que pode se projetar , cruzar com seu bebê astral (ainda que possa ser fake), e tentar um comando do tipo "aparece para mim agora, com sua real aparência de espírito adulto!"

Já pensou????

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Sim, tem. Aconteceu com o líder daquele grupo de desobsessão em que trabalhei que é clarividente (  os dois do casal são clarividentes na verdade).  Os mentores trouxeram para eles, em astral, cada um dos filhos, para apresentá-los ao casla, saber se eles topavam. Mas eles estavam em vigília, não estavam projetados,  o que é melhor já que tem menos risco de ser onirismo né? Foi com o primeiro filho, e uns 5 anos depois de novo ,com a filha.

Eu até acredito (não sei, é só crença mesmo) que isso ocorra com todos, mas como as pessoas não percebem o que rola em astral quando elas estão em vigília, fica parecendo meio ao acaso.

Link to comment
Share on other sites

18 horas atrás, sandrofabres disse:

Sim, tem. Aconteceu com o líder daquele grupo de desobsessão em que trabalhei que é clarividente (  os dois do casal são clarividentes na verdade).  Os mentores trouxeram para eles, em astral, cada um dos filhos, para apresentá-los ao casla, saber se eles topavam. Mas eles estavam em vigília, não estavam projetados,  o que é melhor já que tem menos risco de ser onirismo né? Foi com o primeiro filho, e uns 5 anos depois de novo ,com a filha.

Eu até acredito (não sei, é só crença mesmo) que isso ocorra com todos, mas como as pessoas não percebem o que rola em astral quando elas estão em vigília, fica parecendo meio ao acaso.

A literatura espírita indica que isso acontece muito em projeção durante o sono, mesmo que não consciente.

Muitas vezes, no outro dia, a pessoa lembra com associações simbólicas ou só tem uma sensação diferente.

Se a pessoa for um projetor consciente, é possível que os mentores, sabendo disso, aproveitem o melhor momento para que o projetor guarde alguma memória mais consciente disso mas acho que vai depender da situação pois cada caso é um caso e nem todo mundo reage da mesma forma. Principalmente se souber que vai ser mãe ou pai de antigo desafeto de vidas passadas.

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Realmente, Iogui, também já vi algo na literatura espírita falando sobre esses encontros no astral, antes de o espírito reencarnar. Mas eu não sabia que, dependendo da situação, esse encontro pudesse acontecer de forma lúcida. Achei isso muito interessante. Fico grata a você e ao Sandro por terem me trazido mais esse ensinamento.

Link to comment
Share on other sites

On 22/03/2017 at 3:51 PM, sandrofabres said:

Mas falando sério agora, você já pensou na possibilidade, pelo mnso em tese, de se projetar e tetar conversar com seu filoh, também em astral, para ver se descobre como ele é realmnete?

 

 

Já te falei pra parar de ler mentes né? Kkkkkkkkk eu tô tentando justamente isso... O lance todo é que nos poucos sonhos lúcidos que tenho, eu sei que ele está lá, mas nunca o vejo... Tava até achando estranho isso... Mas agora que vc mencionou... Tudo fez sentido

Link to comment
Share on other sites

Em 09/03/2017 at 13:24, sandrofabres disse:

Mas tem um truque nisso do pulinho, ou não funciona:

Quando li esse truque pela primeira vez no dia em que o Sandro postou, vi muito rapidamente e só decorei a primeira parte do truque (que é pular olhando pra cima). Eu sabia que havia mais coisas no truque, mas deixei pra voltar aqui depois pra relembrar. O problema é que acabei me esquecendo de reler o truque... Aí acordei hoje de manhã bem antes do despertador, e resolvi tentar uma projeção com a técnica do tópico que mencionei há alguns comentários acima. Acabei dormindo no meio da técnica, e despertei algum tempo depois em dúvida (mais uma vez) se eu estava em corpo físico ou astral. Dessa vez, não senti EV e vi que o lençol da cama era o mesmo. Resolvi aplicar o teste do pulinho para tirar a dúvida, mas na hora me lembrei que infelizmente eu não havia revisto como era o restante do truque que o Sandro ensinou.

Mesmo assim, resolvi fazer só a parte que eu me lembrava (que é pular olhando pra cima). Mas, depois que pulei, eu instintivamente olhei pra baixo, aí não consegui voar... Em seguida, pensei em tentar passar pela parede, como um novo teste. Mas, enquanto eu analisava uma forma de fazer isso sem risco de me machucar, acabei sendo puxada de volta ao corpo, e acordei percebendo que havia perdido mais uma projeção... Além de eu ter cometido erro no teste do pulinho, acabei errando também ao ter ficado muito tempo perto do corpo para fazer esses testes. Fiz toda essa lambança, por não ter atentado para alguns ensinamentos daqui do fórum... Agora, mesmo com a minha correria do dia a dia, vou ficar mais atenta a esses ensinamentos. Não posso perder o foco!

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...