Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Sobre o caso do neto de Getúlio Vargas


Deyvid
 Share

Recommended Posts

O que acham sobre o caso da família de Getúlio Vargas? O neto dele foi encontrado morto essa semana com fortes indícios de suicídio e o filho dele também cometeu suicídio, ou seja, três gerações da família que cometeram suicídio. Acham que pode ser obsessão familiar?

Link to comment
Share on other sites

No caso do Getúlio Vargas acho que não. Se você estuda aquele período, todas as forças políticas envolvidas e como essas forças se desenrolaram depois, nota que o suicídio do Getúlio foi uma decisão estratégica muito sábia que fez as forças reacionárias golpistas recuarem e atrasou em 10 anos o golpe. Ele já tinha a carta testamento pronta há mais de um mês, foi elaborando rascunhos, o conflito de forças políticas ali presente já vinha desde o Tenentismo, na década de 20, não foi fruto do momento. Ao revelar as forças que estavam pressionando o governo dele, a carta testamento, o povo ficou sabendo do golpe que as forças internacionais estavam armando aqui, por causa da Petrobrás e outras medidas que ela tomou na época e perceberam que forma enrolados pela mídia da época, e reagiram com revoltas por todo o país , incendiando sedes do partido de oposição e dos órgãos de mídia que tentavam difamá-lo. É bem parecido co o que tem acontecido no Brasil de 2014 para cá, só mudam os detalhes. Se ele não tivesse se suicidado, teriam deposto ele a força oogloe de 64 teria chegado em 54 e o povo nunca teria descoberto que o problem ali não era ele, mas a influência dos EUA sobre o congresso e a mída (na época não era a Globo, era o "Diarios Associados", do Assi Cateaubriand, que contrllava toda a mída  e era o porta-voz dos interesses multinacionais)

Já os filho e neto, acho que é obsessão mesmo, porque bem ou mal o suicídio dele deve ter gerando uma negatividade ali, e aí os filhos devem ter achado que era uma boa forma de "sair da vida para entrar na história". Mas uma coisa é você fazer um auto-sacrifício com um plano estratégico em mente,voce paga um preço, mas tem um objetivo maior, certo ou errado é a idéia de troca de algo menor (prejuízo pessoal) por algo maior ( clarear para a nação toda aquela situação) . Já no caso do filho e neto não tinham porque fazer,não leva a nada, ninguém se beneficiam e ainda se prejudicam enormemente. No caso deles acho que foi algo que ficou ali na família mesmo, mas tem que ver, as vezes os caras em ua doença degenerativa grave, que só aparece na velhice, e não querem definhar e precisar de babá nos anos finais, e tomam uma decisão pragmática. Essas coisas tem que vestir o calçado do outro, para saber onde o calo aperta.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Não vou entrar em muito detalhes em relação ao que você disse no primeiro parágrafo pra não promover um conflito político, mas recomendo esse vídeo https://www.youtube.com/watch?v=d0fTJqeRXCE e outros do Yuri Bezmenov. Longe de querer defender totalmente regime militar.

 

Quanto ao segundo, se for mesmo um caso de doença degenerativa ou algo do tipo na família, dependendo do quanto a pessoa é orgulhosa ela deve preferir tirar a própria vida do que viver uma vida sendo dependente dos outros. Eu tinha um vizinho, que já era de idade avançada que foi um advogado de certo renome aqui na minha cidade e sempre foi muito orgulhoso e auto suficiente. Mas quando ficou mais velho teve a saúde debilitada e precisava de um cuidador particular e a gente percebia no semblante dele como aquilo era incômodo pra ele. Ás vezes é muito difícil pra pessoas com altas posições na sociedade se verem em uma situação de dependência de outras pessoas.

Link to comment
Share on other sites

Nao tem conflito nenhum para entrar, tem os livros de historia do Brasil para mostrar o que aconteceu. O que nunca aconteceu mas certos grupos alegavam que poderia acontecer não faz parte da história, fica na classe da ficção, pois são as desculpas, usadas para justificar as ilegalidades. A essência do que eu falei é que ali você tinha um grupo fora do governo, tentando derruba-lo de todas as formas porque queriam chegar ao poder mas não tinham capacidade politica para isso, então tentaram de forma ilegal ( fora das urnas )   e o Getúlio tinha que pensar numa solução também não usual, para enfrentar essas forças. A escolha do suicídio dele, portanto nao pode ser vista da mesma maneira que dos filhos, que nao tinham o mesmo tipo de preocupaçao. Portanto não dá para olhar os tres casos e aplicar neles a mesma  resposta né?

Link to comment
Share on other sites

Mas que coisa!

Filho:

Citar

O pai de Vargas Neto, Manuel Antônio Sarmanho Vargas, se matou em 1997, no interior do Rio Grande do Sul, também com um tiro no peito. Maneco, como era conhecido, era um dos cinco filhos do ex-presidente. Ele foi encontrado ao lado de uma carta de despedida no escritório da fazenda em que morava.

https://www.pragmatismopolitico.com.br/2017/07/neto-de-getulio-vargas-suicidio-morto.html

Neto:

Citar

 

"O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Homicídios de Porto Alegre como suicídio, de acordo com o jornal gaúcho Zero Hora. A polícia abriu investigação, mas descarta outra hipótese para a causa da morte. Um dos reforços para essa teoria seria um bilhete encontrado ao lado da vítima."

http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/07/17/interna_politica,884606/neto-de-getulio-vargas-e-encontrado-morto-policia-fala-em-suicidio.shtml

Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, sandrofabres disse:

A escolha do suicídio dele, portanto nao pode ser vista da mesma maneira que dos filhos, que nao tinham o mesmo tipo de preocupaçao. Portanto não dá para olhar os tres casos e aplicar neles a mesma  resposta né?

Uma observação aqui: independente das diferenças ou semelhanças dos três casos e da motivação de cada um, só o fato de terem cometido suicídio já vai gerar consequências desagradáveis para eles no pós-morte, ou seja a consciência deles sai em desajuste do corpo (soma) e, provavelmente, vai ter que empenhar algum tempo na recuperação das sequelas do ato.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Claro, mas isso se aplica provavelmente a qualquer tipo de morte violenta, exceto para aquele tipo de pessoa que acredita em "pecado" e acha que suicídio e ser assassinado são diferentes "aos olhos de deus". Particulamente eu não levo esse tipo de visão a sério.

Me parece que o que diferencia um caso do outro é o estado psíquico de quem comete o ato. Desencarnar estando em más condições emocionais é que geraria problema ,  tnto faz quem puxa o gatilho. Outro fator é estar com um corpo etérico carregado para viver mais décadas. O corpo etérico carregado dá problema no pós-mortem, que provavelmente só técnicos do astral podem resolver. Já com um idoso esse problema sempre será menor. E uma pessoa que toma a decisão em estado racional e tranquilo provavelmente também está em outra classe de problema do que alguém afogado em sofrimento que resolve se suicidar né?

Mas  é que a gente pensa em obsessão como explicação para isso, porque supõe que ninguém cometeria um ato tão negativo exceto se estivesse sofre influência negativa né? Só que isso só vale para quem acredita em vida após a morte, pois para os demais é uma escolha como qualquer outra, seguir por este caminho, ou interrompe-lo, ainda mais em quem já é idoso, que já está, de qualquer maneira perto do final da estrada. Então se o cara não acredita em nada além da matéria, não precisa estar obsediado para pesar prós e contras e chegar a alguma conclusão racional sobre a melhor escolha, não precisa estar perturbado emocionalmente, então nem precisaria obsessor para motivar uma pessoa assim, caso ela tivesse algum motivo qualquer de desconforto progressivo.

Já entre pessoas que tem uma noção de espiritualidade, ainda há o peso da "relação custo benefício": no caso do getúlio ele poderia ter pesado isso e ainda assim concluído que o sacrifício individual poderia até ser encarado, em nome do benefício coletivo ( se houve ou não em quantidade suficiente para compensar, é outro papo, nunca saberemos, só digo que uma pessoa que tem noção pode sim escolher sacrificar o individual pelo coletivo, se há essa possibilidade), e aí novamente o fator "obsessão" não precisa fazer parte da equação .

Já o filho e o neto não tem nenhuma dessas motivações, pelo que sabemos. Ee aí sim a gente fica cogitando outros fatores ali ocultos, que os tenham motivado né? Acho que nunca saberemos, as vezes a pessoa já tinha desde a infância alguma tendência assim e nunca falou. Tem gene que quer se sucidar pro tédio, mesmo jovem. Sempre vai parecer absurdo quando alguém que tem um vida toda de opções, podendo mudar de rumo N vezes ate se satisfazer com algo, fazer isso. Mas quem já fez, ja viveu, ja criou filhos, ja teve profissão, ja´se aposentou e está só contando os dias para a morte chegar... é outro tipo de raciocínio que deve passar na mente da pessoa.Vejam o caso do Walmor Chagas, por exemplo: http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2013/01/amigos-contam-como-walmor-chagas-viveu-seus-ultimos-dias.html

 

Link to comment
Share on other sites

Citar

De acordo com a lei de conservação da energia (a energia é indestrutível), a bioenergia não consumida, com sua frequência e vibração característica, é agregada ao psicossoma, deixando a consciência extrafísica (espírito) energeticamente instável ou descompensada, dificultando e retardando assim sua adaptação no seu novo ambiente, a dimensão ou plano extrafísico.

 Esta instabilidade pode causar, desde a desorientação que caracteriza os vários graus da parapsicose pós-dessomática (ou parapsicose post-mortem) ao extremo máximo de perturbação que resulta no HORRIPILANTE SOFRIMENTO DOS SUICIDAS. As consequências da dessoma do suicida variam a depender das circunstâncias em que se processou seu ato desvairado.

 Não há um suicídio igual a outro, assim como não há uma consciência igual à outra. Um bom exemplo é o BANZO — a nostalgia mortal que atacava os negros trazidos escravizados da África, um tipo de SUICÍDIO FORÇADO, uma espécie de loucura nostálgica que dizimava pela inanição e fastio, ou os tornava apáticos e idiotas. Passar do banzo ao suicídio era situação comum entre os escravos.

 Por outro lado, uma enfermidade que provoca uma debilidade até a morte física do paciente é salutar energeticamente, pois toda a energia da BATERIA foi utilizada para manter a vida. Ou seja, na MORTE NATURAL o ser humano não se transforma em consciência extrafísica carregando no psicossoma resquícios de energia não utilizável, o que dificultaria sua adaptação às novas condições de vida no extrafísico e é a matriz mais comum da condição altamente patológica da parapsicose pós-dessomática.

http://www.artigos.com/artigos/21830-a-terrivel-decepcao-dos-suicidas

 

Link to comment
Share on other sites

Ler o livro "Memórias de um suicida" de Yvonne do Amaral Pereira.

Todos os livros da Yvone São bons para entender o assunto pois ela foi suicida em vida passada e nessa veio como médium justamente para resgatar esse karma. Assim, sua obra é majoritariamente focada no tema do suicídio.

Gosto especialmente do livro autobiografico "Recordações da mediunidade" onde ela aborda sua caminhada pessoal e muitos casos de suicídio diferentes e suas consequências.

Obs.: O livro "Memórias de um suicida" trata das situações vividas pelo espírito do escritor Camilo Castelo Branco que, já idoso sabendo que ficaria definitivamente cego em decorrência de sífilis, se suicidou com um tiro na cabeça.

Quem ler, vai perceber que, independente dos atenuantes, cometer suicídio traz consequências bem sérias e coloca a consciência numa situação que, com toda certeza, ninguém gostaria de estar.

Link to comment
Share on other sites

É, eu li os dois, mas o Camilo era ainda jovem, acho que tinha 40 e poucos. Cai no caso que eu expliquei, do corpo etérico ainda muito carregado.

Correção, vi agora, tinha 65. Bom, então ainda remou um bocado. Quem sabe a gente acha um relato de suicida com 85 ou mais, para tirar essa MINHA dúvida, ehhe

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...