• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
luciano_caldas

Síndrome de Swedenborg x Síndrome de Waldo Vieira

Em sua opinião qual deve ser o ponto de Equilíbrio sadio entre os dois extremos (as duas síndromes)?  

48 members have voted

  1. 1. Em sua opinião qual deve ser o ponto de Equilíbrio sadio entre os dois extremos (as duas síndromes)?

    • Na Harmonia da racionalidade consciencial com sentimentos elevados.
      31
    • Procurar ser um pouco mais racional (mentalssomático).
      4
    • Explorar mais os sentimentos e as emoções psicossomáticas.
      1
    • Nenhuma das opções acima. Tenho a minha própria opinião.
      12


Recommended Posts

Síndrome de Swedenborg x Síndrome de Waldo Vieira

Repassando um bom material do querido amigo Dalton Roque (http://www.consciencial.org) que adaptou uma verbete da Conscienciopédia.

Detalhe : A síndrome de Waldo Vieira foi retirada pelos caras do IIPC! Já a do Swendenborg continua lá...

Abração a todos!

Luciano

Origem: Conscienciopédia, a Enciclopédia Digital da Conscienciologia -

http://pt.conscienciopedia.org/Emanuel_Swedenborg - em 25/06/2009.

Emanuel Swedenborg (29 de Janeiro de 1688 - 29 de março de 1772), Cientista sueco, filósofo e parapsíquico, nascido em Estocolmo, terceiro filho do renomado e controverso pastor Jesper Swedberg.

Diário. Tinha um diário de experiências parapsíquicas e projetivas (Experientiae Spirituales), publicado posteriormente.

Clarividência. Aos 56 anos teve uma clarividência interpretada como sendo uma aparição do espírito (também conhecido como conciex - consciência extrafísica - na Conscienciologia) de J.C. (Jesus Cristo). A partir daí, mudou sua abordagem racional e científica para uma abordagem mística e religiosa.

Síndrome. Este fato serviu de exemplo para caracterizar a Síndrome de Swedenborg, proposta por Waldo Vieira no tratado 700 Experimentos da Conscienciologia.

O mais interessante é que alguns projetores hiper lúcidos contemporâneos (2009) sabem de fortes evidências físicas e extrafísicas de que Waldo Vieira seja a encarnação de Emanuel Swedenborg.

A Síndrome de Swedenborg deu origem a Síndrome de Waldo Vieira, que tendo a programação existencial falida no passado, devido a exacerbação consciencial para um extremo, o tenha levado nesta reencarnação (seriex ou serialidade existencial) a outro extremo radicalizando no racionalismo científico também extravagante e excêntrico.

Assim a Síndrome de Swedenborg leva um pesquisador racional e aparentemente lúcido a um desvio místico e incauto e a Síndrome de Waldo Vieira (Síndrome de Vieira) leva um pesquisador aparentemente equilibrado em sua técnica científica a uma exacerbação da mesma.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Deu para entender muita coisa mas ficou faltando uma finalização que complete a idéia por inteiro hehehe

ou eu preciso estudar mais para conseguir acompanhar o rítimo :roll:

Abraços galera!!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, o Waldo Vieira ele esta criando uma Dialetica muito complicada para o estudo da projeção astral, criando palavras novas exageradamente dificeis para coisas que poderiam ser ditas de uma maneira simples e normal.

Porem ja li um livro dele que gostei muito, Inverxor.

Mas sobre isso ai não pude entender muito bem.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Queridos amigos!

Desculpa a demora em responder. É que estou passando uns dias de relax aqui em Ilhéus com a minha família. Estou voltando para minha querida Salvador amanhã.

Este texto foi escrito pelo querido amigo espiritualista Dalton Roque (pesquisador e sensitivo responsável, natural de Belo Horizonte, mas radicado em Curitiba há 10 anos. Ele é criador do ótimo site http://www.consciencial.org)

O Dalton participou do IIPC durante 6 anos e inclusive ajudou na implantação do CEAEC (Centro de Altos Estudos da Consciência) em Foz do Iguaçu. Ele deixou o IIPC por discordar dos métodos e sistematizações internas desta organização. Eu também, ao lado do colega Saulo deixamos o IIPC em 1998 pelo mesmo motivo.

Com todo respeito aos colegas que porventura goste da Conscienciologia, fizemos esta escolha por apenas acharmos desnecessário continuar em algo que não nos preenchíamos mais.

O professor Wagner Borges (IPPB) também deixou o trabalho com o Waldo Vieira em 1988 por achar o trabalho do Waldo (antes bem espiritualista e cheio de humor) por perceber que o mesmo estava indo para um caminho radical e inflexível na temática quase que exclusivamente cientifica. Apesar disso, ambos se respeitam, não obstante terem idéias diametralmente opostas quanto ao estudo da espiritualidade, consciência e temas correlatos.

Vários pesquisadores-projetores que participaram do “embrião” (CCC - Centro da Consciência Continua) do que hoje é o IIPC que fora fundado no RJ no início dos anos 80 deixaram o trabalho com o Waldo pelo mesmo motivo. As palavras do amigo Dalton explicam melhor o que quero externar: “Là (o IIPC) é um ambiente áspero, altamente competitivo. Até parecem funcionários de uma multinacional capitalista fazendo fofoca, disputando aparecer e defendendo seus cargos e status. Um puxando o tapete do outro. Vigiando quem manifesta psicossoma e quem dá mais idéias mentalssomáticas! Eu mergulhei 6 anos naquilo lá! Conheço uns amigos que foram co-fundadores do CCC - antigo Centro de Consciência Contínua no Rio de Janeiro. Vi os caras mais maduros, preparados e inteligentes sairem e deixarem espaço para a garotada nova e sem discernimento entrar e viajar na maionese quase tanto como esse pessoal misticóide de portalzinho do amor e crianças índigo da mamãe”. Alguns destes caras são conhecidos nas diversas listas temáticas sobre a projeção da consciência tais como Luiz Zahar, Dráuzio Milagres, Marco Antônio Coutinho, entre outros.

Pois bem, o Waldo em sua “bíblia conscienciológica” critica todas as linhas de pensamento que existem além do IIPC (está neste tratado, documentado, não há como negar!) Mete o pau mesmo! Mais uma vez uso das palavras sensatas do Dalton para simplificar o que estou querendo dizer : “Sabe o Waldo é muito crítico e muito duro com quem é de fora. É a tal técnica de manipulação. Ele fala na tridotalidade consciencial como fundamento para uma capacitação evolutiva maior: intelectualidade, parapsiquismo e comunicabilidade e fala que humildade é doença. Então se humildade para eles é doença, os caras querem ser sadios, ou seja, orgulhosos, arrogantes, pretensiosos e estúpidos!"

Uma das críticas do Waldo é sobre o parapsiquismo do sensitivo e projetor consciente sueco Emanuel Swendenborg (1688 – 1772) que segundo ele foi muito mal aproveitado,saindo de um uso altamente racional e técnico para uma utilidade mística e religiosa no final da sua existência que segundo Waldo, teria comprometido a produtividade e eficácia da programação existencial (proexis) do Swendenborg.

Então como fala o texto acima da Conscienciopédia o Swendenborg aos 56 anos teve uma clarividência interpretada como sendo uma aparição do espírito (também conhecido como conciex - consciência extrafísica - na Conscienciologia) de J.C. (Jesus Cristo). A partir daí, mudou sua abordagem racional e científica para uma abordagem mística e religiosa.

Portanto este fato serviu de exemplo para caracterizar a Síndrome de Swedenborg, proposta por Waldo Vieira no tratado 700 Experimentos da Conscienciologia.

Assim, a Síndrome de Swedenborg leva um pesquisador racional e aparentemente lúcido a um desvio místico e incauto.

Esta é a Síndrome de Swedenborg, segundo classificação do próprio Waldo Vieira.

Segundo o Dalton, o Wagner o teria dito a ele que o próprio Waldo Vieira seria a encarnação de Emanuel Swedenborg. Swedenborg procurou a ciência para explicar à espiritualidade à vida toda. No fim adoeceu e pediu pinico a religião e renegou tudo que fez. Seguindo a linha de raciocínio do Dalton, Waldo quando reencarnou radicalizou no lado científico-técnico com medo de repetir o erro e acabou exagerando.

Esta exarcebação cientifica do Waldo deu origem então a “Síndrome de Waldo Vieira”

Entenderam?

Reproduzo aqui o último parágrafo do texto acima para facilitar a compreensão de vocês: “Assim a Síndrome de Swedenborg leva um pesquisador racional e aparentemente lúcido a um desvio místico e incauto e a Síndrome de Waldo Vieira (Síndrome de Vieira) leva um pesquisador aparentemente equilibrado em sua técnica científica a uma exacerbação da mesma.”.

Ou seja, o Waldo criou a “Síndrome de Swedenborg” e através desta síndrome foi criada a “Síndrome de Waldo Vieira”.

Por isso que coloquei na enquete este tema para provocar em vocês (inclusive em mim mesmo!) a necessidade de trafegar pela vida com equilíbrio entre o racionalismo consciencial (com as técnicas cientificas) em harmonia com uma espiritualidade sadia com discernimento, sentimento elevado, coração generoso e mente aberta.

Gente não podemos de maneira nenhuma restringir ou reprimir nossos sentimentos e emoções bonitas como exaltam certos pesquisadores teoricões. E aliado a estes sentimentos bacanas devemos harmonizar com uma conduta também racional calcado no discernimento lúcido e independente, sempre com “espírito” de investigação lastreada em nossas experiências pessoais.

Agindo assim com equilíbrio e bom senso, com certeza não seremos vítimas nem da “Síndrome de Swedenborg” nem da “Síndrome de Waldo Vieira”, ok?

Abração com muita Paz & Luz!

Luciano ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Valeu caro Alux!!!! kkkkkkkkkkk

Sem sindromes e nem traumas!!!! rs

Cara estamos num corpo fisico em meio aos "altos e baixos" da existência e o ideal é harmonizar tanto o mentalssoma (corpo mental) com o psicossoma. Ou seja , o equilibrio holossomático (todos os corpos energéticos).

Abração,

Luciano

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por isso não conseguia entender, desconhecia todos os fatos anteriores! :roll:

Agora pude entender perfeitamente, e criar minha própria opinião sobre o assunto! Sobre a racionalidade e os sentimentos, sempre tive minha opinião pessoal!!

Luciano, obrigado por nos ter feito refletir em algo tão importante!!^^

Abraços!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com certeza Thiago,

O ideal é o Equilibrio entre o mental e o emocional!

Consciência e coração de mãos dadas em harmonia!

Balancear o tecnicismo cientifico (através de um sadio "espírito" investigativo dos fenômenos conscienciais que nos rodeiam) com Sentimentos lastreados por uma Espiritualidade interna, lúcida, bonita, elegante e livre!

Nem 8 ("Síndrome do Swendenborg"), nem 80 ("Sindrome de Waldo Vieira"). O equlibrio como ensinava Siddharta Gautama, o Buddha, "anda no caminho do meio"!

Sem esquecer de "temperar" tudo isso com bastante discernimento e temperança!

Grande abraço,

Luciano

Ps. Estou ouvindo um prog maravilhoso agora. Uma banda inglesa chamada Pendragon. Acredito que no Youtube deva ter algum video desta ótima banda de prog.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rapá como eu não tinha lido esse tópico antes!!?? Luciano valeu mesmo pela pesquisa e pela explicação explicadissíma por sinal :D ... Eu realmente, me perguntava por que Saulo não comentava sobre Waldo Viera, que em verdade teve um grande papel na projeciologia. POrém agora tudo se em caixa, nosso amigo Saulo que é um "cabra" com um intendimento invejavel porém um cara muito humilde e bem humorado, simples mas super afiado confesso que foi esses atributos que mais me fez gostar de Saulo humildade e seu humor, que cara bacana! Estou lendo um livro de Waldo Projeções da consciência tenho que confessar que estou gostando é muito do livro, apesar de ter uns palavrões que até o dicionário se embola... Não sabia isto do Waldo que pena!! Tem uma musica que gosto muito do Legião Urbana que tem uma frase retirada de algum lugar mais não sei só sei que gsoto e conheço pela música..." Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos!! Sem amor eu nada seria..." Acho essa música uma máxima, que deviamos ter incondicionalmente<( nem sei se essa para existe! :lol: qual quer coisa, pensem numa neopalavra como diria o Waldo :lol::lol::D;) )

Agora chega de falar nem respondi a enquete ainda... II ohh Parabéns Luciano vc entrou em um assunto muiiiiiiiiiiiito importante, espero que entre mais amigos para opinar!! Paz amor e Projeção !! ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sinceramente, essas historias todas estao eh me deixando doido. Nao sei em quem acreditar: 8, 80, 44... ou em que mais...

Mas Parabens pela mensagem. Muito interessante.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sinceramente, essas historias todas estao eh me deixando doido. Nao sei em quem acreditar: 8, 80, 44... ou em que mais...

Mas Parabens pela mensagem. Muito interessante.

acredite em vc meu caro! Ouça a voz dentro do seu ser!!

Abraços!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tem uma musica que gosto muito do Legião Urbana que tem uma frase retirada de algum lugar mais não sei só sei que gsoto e conheço pela música..." Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos!! Sem amor eu nada seria..." Acho essa música uma máxima, que deviamos ter incondicionalmente<( nem sei se essa para existe! :lol: qual quer coisa, pensem numa neopalavra como diria o Waldo :lol::lol::D;) )

Agora chega de falar nem respondi a enquete ainda... II ohh Parabéns Luciano vc entrou em um assunto muiiiiiiiiiiiito importante, espero que entre mais amigos para opinar!! Paz amor e Projeção !! ;)

Wellington:

http://www.bibliaonline.com.br/acf/1co/13

1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

Share this post


Link to post
Share on other sites

oiiieeee gostei da ideia do tópico... mas será mesmo que o Waldo é a reencarnaçao do Swendenborg??

e sinceramente, seja o wagner Borges, seja o proprio Saulo, ou outros estudiodosos, o Waldo PRA MIM em termos de explicaçao da projeçao astral, é muito bom mesmo, um dos melhores!

ele pode estar sendo radical? sim pode até ser.. mas a perfeiçao a gente nao vai encontrar em nenhum estudioso, assim tb como o saulo e o wagner erram aqui ou acolá.... e tudo o que acontece com o waldo vieira e que nao é legal, isso nao desvaloriza todo o trabalho que o Waldo já fez

entendo que o topico é um reflexao acerca das atidudes radicais, extremas..e concordo que o waldo é as vezes radical. mas vale lembrar que ele tb está aqui pra crescer ,e mais eu acredito que todo o trabalho que ele já fez nao vai ser desconsiderado por essa atidude dele

a reflexao sobre a sindrome que o luciano expor é válida sim.... mas ninguem está livre de errar nem livre de ser exagerado, inclusive o proprio wagner borges e o proprio saulo!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá irmãos!!edununes agradeço pelo link, são frases realmente inspiradoras valeu mesmo ;)

Irmã Cereja acredito que o intuito do tópico não é em verdade julgar Waldo como errado ou certo, nem mesmo desvalorizar suas obras pois em verdade todos sabemos que reserva um grande grau intelectual e de inato retém grande lúcizez para abordar temas espirituais. O tópico sugeri que cogitemos sobre a forma que o Waldo Viera lida com a projeção, pois pelo o cabedal de intelectualidade que ele possui não se faz necessário que digamos a ele que o modo que lida com a projeção só será entendido por irmãos mais cultos ou mesmo mais dedicados, devido a agregação de nomeclaturas criadas por ele mesmo e pela escrita culta e por elucidações com uma visão mais ciêntifica. Acredito que sim ele tem grande papel com um representante da projeção e conseguirá persuadir mais os "Doutos", eu mesmo li e leio muitas coisas do Grinvex e obras de Waldo admito serem muito bem elaboradas e com um teor bem lúcido, mas parece faltar um pouco mais de amor, de algumas energia que em minha opinião o Wagner e o Saulo tem de sobra humildade alegria... Sabe coisas simples!? Que fazem toda diferença... Um grande abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

cada um tem uma forma de demonstrar o amor...!!! uns mais fervorosos outros menos, nem por isso deixa de ser amor.. afinal pra um cara desenvolver todo esse trabalho intelectual sobre a projeçao para a humanindade tem que tem muito amor pela gente hein hehehe

as pessoas tratam os cientistas como pessoas frias, que nada, no trabalho cientifico há muito amor sim.. ;) so a dedicaçao em escrever livros bem feitos já mostra um grande amor

compreende o que quero dizer?

a personalidade dele ( waldo vieira) pode nao ser tao humilde.. mas isso nao significa que ele nao seja amoroso! só é um pouco mais racional do que deveria..

o Saulo é um cara gente boa, que tem boa vontade e esforço.. personalidade dele!!! mas em termos de desenvolvimento mais porfundo sobre o assunto ele nao faz da forma como o Waldo Vieira faz.. entende

mas tb nao devemos exagerar se nao o tópico acaba virando uma comparaçao superficial entre alguns estudiosos da projeçao astral

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá,

Quando escrevi o meu 1º post, ainda não tinha lido este tópico (para ser franco, ainda não li praticamente nada, mas deêm-me tempo).

A enciclopédia de Waldo Vieira editada em 1986, para mim foi uma obra extraordinária quando a li.

Foi muito bom, mas rapidamente comecei a questioná-lo. Agora, apercebo-me que já há um Síndrome de Waldo Vieira, o qual condiz com as ideias que tenho a respeito.

Estes meandros podem levar-nos ao desiquilíbrio. Não me parece que desenvolver seja o caminho.

Podemos desenvolver sendo natural; ele desenvolveu naturalmente, mas daí propor que deve ser desenvolvido sem ser espontâneo, não me parece que seja correcto. Para mim, é sinal que o fruto ainda não está maduro.

Jesus representa O Caminho. Penso que este é o roteiro mais difícil, mas foi aquele que eu escolhi desenvolver.

Um abraço,

JT

Share this post


Link to post
Share on other sites
Olá,

Quando escrevi o meu 1º post, ainda não tinha lido este tópico (para ser franco, ainda não li praticamente nada, mas deêm-me tempo).

A enciclopédia de Waldo Vieira editada em 1986, para mim foi uma obra extraordinária quando a li.

Foi muito bom, mas rapidamente comecei a questioná-lo. Agora, apercebo-me que já há um Síndrome de Waldo Vieira, o qual condiz com as ideias que tenho a respeito.

Estes meandros podem levar-nos ao desiquilíbrio. Não me parece que desenvolver seja o caminho.

Podemos desenvolver sendo natural; ele desenvolveu naturalmente, mas daí propor que deve ser desenvolvido sem ser espontâneo, não me parece que seja correcto. Para mim, é sinal que o fruto ainda não está maduro.

Jesus representa O Caminho. Penso que este é o roteiro mais difícil, mas foi aquele que eu escolhi desenvolver.

Um abraço,

JT

Concordaria 100%, se não fosse por uma observação que eu fiz à algum tempo:

Quem não está pronto pra se desenvolver, pode fazer a técnica que quiser, vai melhorar as energias, mas não vai ter nenhum tipo de experiência. Eu mesmo me observei, comecei criança, imaturo, sentia as energias sim, mas nenhuma experiência de ver nada nem de sair do corpo.

Não sei se é porque algum mentor não permite, ou se é o próprio subconsciente que sabe que não é a hora, e nos apaga.

Porque esperar? "Quando o dicípulo está pronto, aparece o mestre". Se você conseguiu, é porque ou foi patrocinada a experiência, ou porque já está na hora de começar a acordar.

Não vamos esperar as experiências caírem do céu, se podemos ir atráz, não é?

Se confia em Deus, Jesus, no Destino ou no Universo, seja lá o que for... Acredito que pensa que tudo vem na hora certa, pro aprendizado certo e pra pessoa certa. Tudo tem motivo. Pelo menos eu penso assim...

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

vcs se desviaram do assunto do tópico totalmente!!

joao trigueiros vejo que vc é novo no forum, nunca vi postagens suas por aqui... bom já entendi que vc nao quer se desenvolver, entao pq está aqui no forum???

o forum enfatiza e apoia o desenvolvimento... nós já entendemos que essa nao é a sua area, a nao ser que vc esteja tentando mudar de opiniao..., eu naoa cho que jesus seja o caminho.. se é pra vc tudo bem... mas pra que enfatizar tanto isso???

mas a maioria aqui do forum QUER SE DESENVOLVER E FALAR SOBRE COMO FAZER ISSO.

vc pode expor sua opiniao ,m as te aviso aqui praticamente ninguem interesado em viagem astral irá concordar com vc...

e oq ue vc sentiu tem haver com a sindrome de waldo vieira???? nao me parece ter muito ligaçao nao.. procure ler o topico e entenderá que o vc disse que tem nao tem nada haver com a sindrome do waldo vieira que foi aqui citada..

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que me admira ao me adentrar no estudo profundo do desdobramento é que muitas das vezes nos deparamos muito mais com o ego exarcebado daqueles outros estudiosos do assunto, do que com o franco desejo em nos ensinar,nos ser útil e nos estimular a maravilhosa prática projetiva, nos ensinando meios de como atingi-la e nos passando a consciencia da vantagem do se doar,do amparar,muitas palavras complicadas propositalmente, consequencia de uma sindrome egóica exarcebada que tende diuturnamente a complicar,mistificar,deturpar,dificultar em vez de ensinar,somar ou contribuir em alguma coisa que valha: sejamos mais simples,tratemos apenas do amor,da oportunidade de solidariedade e aprendizagem decorrente de uma projeção lúcida,para que tantos vocábulos tantas vezes inantigíveis??

Salve Saulo e Wagner Borges!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oi pessoal, não quero criar polêmica com ninguém, mas vou dar minha opinião.

O Waldo sem dúvida é radicalmente científico, mas até acho isso bom, senão a balança despenca demais pro lado místico e religioso. Pra mim a melhor atitude do Waldo foi ter deixado o espiritismo, ha muito tempo atrás. Se ele não tivesse feito isso talvez nós não tivéssemos vários conhecimentos sobre a projeção, já que como o próprio Waldo diz e eu concordo totalmente, "as religiões tem um limite, um teto que não pode ser ultrapassado, dentro delas voce fica limitado em termos de pesquisa e experimentação. E só pra deixar claro também que não tenho nada contra religiões, principalmente o budismo, que admiro muito.

Sobre o Waldo ser a reencarnação de Emanuel Swendenborg, não acredito. Parece mais uma briga de egos, A falou que B foi C numa vida passada, apenas pra desmerecer o Waldo.

Vários desses pesquisadores devem mesmo ter tido seus motivos para deixar de trabalhar com o Waldo, e eu respeito todos eles, cada um segue sua estrada. Sobre o Waldo não ter bom humor ou se achar dono da verdade eu discordo: é uma das pessoas mais bem humoradas que conheço.

Pessoal, assistam as tértulias com o Waldo Vieira diariamente das 12:30 as 14:30 no site

http://www.tertuliaconscienciologia.org ... &Itemid=61

Também leiam seus livros, pois apesar de seus defeitos, Waldo vieira é um grande pesquisador da projeção da consciência, e muito do que sabemos hoje devemos a ele.

Desculpem qualquer coisa, e termino com uma frase do Waldo: "O importante é amar, e não orar".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.