Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Síndrome de Swedenborg x Síndrome de Waldo Vieira


Em sua opinião qual deve ser o ponto de Equilíbrio sadio entre os dois extremos (as duas síndromes)?  

48 members have voted

  1. 1. Em sua opinião qual deve ser o ponto de Equilíbrio sadio entre os dois extremos (as duas síndromes)?

    • Na Harmonia da racionalidade consciencial com sentimentos elevados.
      31
    • Procurar ser um pouco mais racional (mentalssomático).
      4
    • Explorar mais os sentimentos e as emoções psicossomáticas.
      1
    • Nenhuma das opções acima. Tenho a minha própria opinião.
      12


Recommended Posts

Isso começou como trolagem, sei dos detalhes da coisa toda.

Peço que apague esse tópico se possível ou tranque.

Vamos aos fatos: Luciano Caldas, sujeito que criou o tópico, é um espiritualista que conheci em algumas postagens no antigo blog "uma viagem astral" do professor Vasco Vasconcellos. Luciano é inteligente e muito bem intencionado, porém não gosta da abordagem conscienciológica.

Na época em que o professor Vasco começou a postar algumas críticas a Waldo Vieira no blog surgiram muitas pessoas tocando o pau no Waldo.

Nessa mesma época Vasco me contou por e-mails que um ex-pesquisador paranaense do IIPC chamado Dalton Roque estava lhe mandando emails diários pressionando e pedindo para que se juntassem para fazer críticas à conscienciologia. (Tenho todos esses emails guardados e printscreen de todos os posts do blog caso preciso provar algo).

Ficou evidente que Luciano era conhecido e afim da abordagem desse pesquisador pois colava alguns textos dele.

Bem, Vasco é conhecido por não aceitar pressões desse tipo, além de seu parapsiquismo comparável ao do Waldo.

A coisa continuou com esse post do Vasco no seu blog:

http://umaviagemastral.blogspot.com/201 ... amado.html

Depois disso a galera debandou do blog do Vasco, sobrando apenas os de sempre.

Eu não afinizo com muitas abordagens do Waldo,também gosto de muitas, mas as críticas nunca levam para o pessoal e sim aos trabalhos dele que considere fora de linha como por exemplo as questões sobre dupla evolutiva e sexo diário. A conscienciologia tem muito o que evoluir e não é com intrigas e mexericos que faremos isso.

Acho que críticar Pessoas só por criticar é infame, é infantil, não leva a nada e mostra mágoa e ressentimento.

Link to comment
Share on other sites

  • 3 months later...

Olá pessoal,

Já havia lido esse tópico inteiro, aliás muito bom para tirar as suas próprias conclusões pessoais, cada um tem a sua.

Mas encontrei a manifestação abaixo do Prof. Waldo a respeito das críticas que recebe na internet de blogueiros.

Então achei interessante postar aqui essa manifestação dele (do próprio Waldo Vieira) a respeito das críticas que recebe, dando voz ao personagem/personalidade aqui debatido, ampliando assim nossa visão crítica.

Acredito que realmente todos nós aqui somente vamos ter uma visão 100% clara de todo esse processo depois de desencarnarmos, como o Waldo comentou.

Daí vamos poder saber quem tinha mais razão dentro das "verdades relativas" de nossa dimensão física.

Carta Online aos Blogueiros Espíritas

Transcrita da comunicação verbal na tertúlia do dia 14 de Abril de 2010.

Waldo Vieira

Vou ler aqui alguns dados dessa carta, uma carta online para vocês.

Todos vocês que estão debatendo aí a minha personalidade, o que eu considero que é uma honra, não mereço tanto, vocês devem esquecer a minha pessoa e lembrar daquilo que eu faço questão de mostrar aqui: ideias, ideias avançadas, fora de série, terríveis, a tares, muito difícil de ser feita, antipática do jeito que ela está sendo.

Eu estou defendendo a tares, porque o negócio é antipático, e é difícil. Fazer a consolação é bobagem, é entrar na santidade, já entrei nessa em muitas vidas anteriores e, a maioria de vocês, vocês estão repetindo a vida. Então, lá vai a minha carta para vocês.

Se você blogueiro espírita, defensor de Allan Kardec e J. Cristo, tem algum desenvolvimento de alguma mediunidade, aceite esse desafio. Venha à Cognópolis, aqui em Foz do Iguaçu, e teste a qualidade do ambiente energético no qual vivemos, ou seja, o holopensene, a egrégora, a energosfera

local, e veja se temos assistência dos bons espíritos. Esse é o tira-teima, em vez de falar à distância, ou jogar invencionices, infâmias e tolices infantis sobre a minha pessoa que nada vale; interessam, sim, os temas transcendentes

estudados aqui, gostar da aplicação prática e evolutiva dos assuntos sob pesquisa no Tertuliarium, in loco, de visu, cara a cara.

Venha debater conosco. O movimento espírita tem dificuldade para pesquisar as idéias novas. O melhor seria vocês organizarem eficiente comissão técnica, e virem ver de

perto a Cognópolis e o CEAEC, em vez de estarem falando tolices e escrevendo bobagens na internet, a fim de constatarem os efeitos das tarefas do esclarecimento sobre as tarefas da consolação, nas quais a verdadeira caridade que vocês pregam tanto, está nas pesquisas universais das verdades

relativas, nas omnipesquisas, pesquisar tudo o que seja positivo, e não ficarem marcando passo, repetindo experiências nesse movimento espiritista transformado

hoje em mera seita cristã, sob os auspícios das Federações Espíritas.

Isso é perda de tempo. Há 44 anos eu vi isso. Naquela ocasião, eu tinha só 34 anos e, no entanto, já tinha lucidez para ver isso. E vocês aí que têm mais de 34 anos, pensem bem como é isso.

Venham ver se estou obsediado, ou se já estou gagá, aos 78 anos de idade física. O mais inteligente é averiguar por vocês mesmos, diretamente.

As portas estão abertas, eu nunca fechei as portas para ninguém, eu atendo todo mundo que aparece aqui. Venham até aqui e me sabatinem.

O Tertuliarium foi construído para promover debates técnicos úteis. Sejam as interpelações boas que vocês têm que procurar.

Então, eu vou dar uma dica, falando na linguagem de vocês, voltando a ser espírita do jeito que eu era há 44 anos. Sigam as interpelações de Cairbar Schutel e Leopoldo Machado, personalidades corajosas que enfrentaram polêmicas úteis.

Sigam esses luminares do neopensamento avançado. Eles

também evoluíram e não ficaram parados no tempo hoje, nessas idéias antiquadas. Saiam agora do corpo humano, ou na linguagem de Allan Kardec, emancipem as suas almas através do desdobramento e encontrem esses pioneiros do movimento espírita do Brasil, conversem diretamente ou telepatizem com eles diretamente, paraolhos nos paraolhos e vejam o que

acontece.

Eles aparecem aqui de vez em quando para mim. Eles também acham que tudo o que eles fizeram era o curso primário, hoje estão, pelo menos, no curso secundário. E olha, Cairbar Schutel ainda tem as instituições todas em Matão.

Leopoldo Machado, fora de série, com todas as coisas, ainda inspira um monte de instituições espíritas por aí.

Agora, preparem-se para as realidades novas, se vocês aparecerem aqui ou se forem encontrar Cairbar Schutel ou Leopoldo Machado.

A Conscienciologia já deixou e ultrapassou, há muito tempo, o Espiritismo, deixou para trás e oferece a vocês muito mais cabedais, enriquecimento de bagagem de conhecimento para encarar essa vida e enfrentar a desencarnação próxima.

Transcendam a mera teoria. Pesquisem a nossa vivência dia-a-dia na Cognópolis. As portas estão abertas para vocês. Há a equipe de atendimento aqui. Deixemos de lado as conversas moles dos blogues. Pesquisemos, regaçando as mangas da camisa.

E, olha, para vocês todos, ao avançar da vida e, portanto, da idade física, ganha-se equanimidade com relação ao futuro da dessoma da qual eu me aproximo. Não se pensa mais em esrponder com ênfase às críticas.

Eu estou com essa ênfase toda porque eu não sei também falar das verdades, sem mostrar minhas energias. Mas o que interessa hoje não é eu responder com ênfase, por isso é que não respondo isso todo dia, nem tenho blogue, vocês

não vão encontrar blogue meu, eu não respondo essas bobagens, essas tolices.

Agora o que é que se passa, o que interessa para mim hoje é julgar a mim mesmo, é o problema de estar fazendo o julgamento da minha verdade, porque eu sou um dos primeiros aqui que vão encontrar com o Transmentor, que é o evoluciólogo, que é aquele que o nosso amigo Frederico Figner encontrou

lá no “Voltei”, etc. e tal, mais ou menos daquele jeito. A verdade é cada vez mais e mais relevante para mim e mais próxima da minha realidade. Pensem nisso.

E para todos aqueles que me deram atenção, o meu muito obrigado por sua atenção. Qualquer coisa, estamos aí, ou vamos encontrar depois da desencarnação, paraolhos nos paraolhos. Fale a verdade para você não se arrepender amanhã e cuidado com a melex.

Gente, eu precisava de falar isso aqui hoje porque esse negócio está acumulando e algumas pessoas me pediram para eu falar essas coisas seriamente, porque está acumulando. Eu não me defendo, então, vem o povo para me defender.

FONTE: http://www.enciclopediadaconscienciolog ... iritas.pdf

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Prezados,

Há tempos que venho acompanhando o debate neste tópico que “teima” em persistir.

Na minha modesta opinião, pricipalmente com relação ao último post do Morpheus, acredito que as opiniões e pensamento do Dr. Waldo Vieira podem e devem ser contestadas, questionadas, refutadas ou ratificadas de forma livre e democrática.

O engraçado é que enquanto o Waldo e os seus “pesquisadores de ponta” criticam fortemente outros pensadores e linhas de pensamento, quando há uma crítica direta ao Waldo ou ao IIPC/CEAEC ela é vista como antagônica, inconveniente, aética ou infantil.

Já as críticas do Waldo são baseadas na Holomaturidade Total....

Dois pesos e duas medidas diferentes ...típicos de regimes totalitaristas!

Bem quanto a Carta do Waldo aos espiritistas, gostaria de compartilhar com vocês uma reflexão em cima DESTA CARTA feita por um ex-colaborador do IIPC e pesquisador da consciência (de Florianópolis), Fernando Salvino.

Sua colocações me soaram bastante pertinentes e lúcidas!

Abraços a todos!

Antonio Luiz Matoso

O Carta Online a los Blogueros Espiritistas

Por Dr. Fernando Salvino

Parapsicólogo Clínico e Psicoterapeuta

NIAC - Núcleo de Investigações Avançadas da Consciência

ABRAP - Associação Brasileira de Parapsicologia

http://fernandosalvino.blogspot.com/201 ... ritas.html

O Carta Online a los Blogueros Espiritistas foi endereçada a mim através do Blog Proyecciologia.Net, administrado por meu amigo Rodrigo Brumm, o qual trabalhei junto na época em que éramos colegas da Projeciologia nos corredores do IIPC. O autor desta carta foi Waldo Vieira e coloco o teor da mesma aqui nesta sessão intitulada "Parapsicologia em Debate", justamente por seu caráter polêmico, pois Vieira era um Espírita renomado quando atuou juntamente com Chico Xavier e outros. Após mais de um mês de publicação destas considerações, percebo a função social deste espaço "Parapsicologia em Debate", necessário neste atual momento de confusão das ciências da consciência.

Obviamente que algumas coisas que coloco aqui são também polêmicas, como por exemplo, o fato de que o "principio da descrença" ser um plágio das idéias de Muldoon, assim como o neologismo "conscienciologia" ser um plágio do conceito criado por Miguel Reale, na década de 70.

Exploro o teor da carta sob outro aspecto, e convido o leitor, interessado, a adentrar neste debate e elaborar sua própria posição perante o assunto.

Hoje, 10 de julho de 2010, recebo e-mails relacionados a este texto que aqui publico e muitos parecem que esperam uma espécie de Parecer Técnico sobre a Conscienciologia e sua condição fidedigna de ciência. Independente de sê-la ou não uma ciência, não podemos ficar nos personalismos de uma espécie de guerra fria da ciência: uns contra os outros numa disputa sem sentido quanto a quem é detentor da Verdade de Ponta. Nada disso importa, o amor é translinguistico, transneologístico.

E no fundo, o que me parece mais importante é a expansão de nossos sentimentos de amor que daí sim, orientam o discernimento numa direção universalmente ética, pautada no respeito natural entre povos, culturas, religiões, ciências, etc. Onde há guerra fria não tem como prevalecer alguma "verdade". Onde existe um derrotado e um vitorioso ali encontramos dois derrotados. A vida merece nossa amizade a a ciência merece nossos sentimentos. Uma ciência sem sentimentos é uma árvore descrita anatomicamente, como se sua beleza fosse um atributo possível de ser descartado de suas descrições como ser vivo.

Com disse há milênios atrás Lao Tzu: "Quem sabe não fala. Quem fala não sabe." Então, estamos eu e você no barco da ignorância e é neste barco que nagevamos em direção a um silêncio de sentido. Aquilo que Confúcio chamou em sua escala de evolução espiritual de "homem benevolente" ou "sábio". Confúcio disse: "Nunca encontrei um único sábio e nem mesmo eu sou um destes" (Anacletos). É neste sentido que este texto é lido, a partir de nosso nível de ingorância, de nossa âncora de não-saber praticamente nada a respeito do ser.

Leia aqui a íntegra da Carta antes de prosseguir.

.................................................................................................................................................................

Caro amigo Rodrigo, como vão as coisas por aí?

Como és representante da Conscienciologia e como recebo os textos do Blog diretamente aqui no meu mail, lendo-os com acuidade a cada publicação que recebo venho trazer algumas considerações.

Durante algum tempo acompanhei a tertúlia conscienciológica comandada pelo Waldo Vieira, ainda mesmo participei ativamente do IIPC por aqui. Particularmente, acho improdutiva, de forma geral, para minha evolução as Tertúlias... ficar ouvindo o Waldo ali falando e falando.... tudo centrado nele e nele e nele... Não faz meu estilo, mas respeito quem goste e nada tenho contra. Pessoalmente a "enciclopedia da conscienciologia" não tem muito de ciência, mas pode ser considerada mais um tratado de linguistica, pesquisa de dicionários. Estou realizando uma revisão na produção científica das ICs,

principalmente as veiculadas pelo Journal e pela Conscientia, quero ver como está isso tudo, me interessa.

Andei venho alguma coisa da Malu Balona sobre a Labilidade Parapsíquica, interessante.... assemelha-se a SCV - Síndrome da Contaminação Vibrabória de Eliezer Mendes. De forma geral percebo uma centralização de citações em torno de Vieira, o que percebo ruim para a fixação da Conscienciologia como ciência, pois ela se confunde com o Waldo Vieira, tornando-se uma espécie de "religião". Como tenho acompanhado, os neologismos hoje devem ser aprovados pela UNICIN, o que compreendo contra-producente tal procedimento, por outro lado, todos querem criar neologismos sem sentido para nomearem coisas que já tem nome só para terem o mérito da criação do tal neologismo.

Puro egão. Por exmeplo, quando criei o "neologismo" Projeciotron e Projeciotrônica para designar as investigações das tecnoloigias de indução mecânica de OOBE, fui obrigado a tal, porque não existia nome algum para isto. E não me importo se a UNICIN aprove isto ou não, é secundário, irrelevante..... Isto não é Ciência.

Formei-me Parapsicólogo e hoje comunico-me com muitos deles, alguns da época em que Waldo era membro da ABRAP - Associação Brasileira de Parapsicologia, onde sou atualmente membro.

Hoje estamos atuando na pesquisa pelo NIAC - Nucleo de Investigações Avançadas da Consciência independente, mas atrelado a ABRAP, funcionando como um "Colégio Virtual de Ciência", com reuniões presenciais e virtuais, focado em pesquisas avançadas. Não temos a pretenção de divulgar verdade alguma, mas contribuir com pesquisas avançadas, sem defender um ou outro paradigma.

Tenho acompanhado o trabalho sistêmico de muitas instituições, e compreendo que o trabalho de todas convergem para focos similares, onde o "todo" é maior que a "soma das partes".

Compreendo hoje que o Todo é mais importante que o isolamento das instituições e das investigações. Muitas pesquisas relevantes estão sendo produzidas por outros campos e tudo merece escuta isenta de apriorismos. Gosto da Conscienciologia, da filosofia da Autopesquisa, mas isto nada é novo.

Sócrates, Platão, Lao Tzu, Sidharta Gatama... e tantos sempre falaram em autoconhecimento, em autoinvestigação. Muita coisa é cópia com novas roupas... Isso não acho uma boa, soa como plágio... por exemplo, o "Principio da Descrença" cópia na íntegra das idéias de Sylvan Muldoon, pioneiro da pesquisa científica da projetabilidade. Como cientista, temos que citar o Muldoon, ele mais que me parece ter fundado (se é que podemos afirmar que fundamos qualquer coisa não?) a metodologia científica em Projeciologia, a Autoexperimentação, a Autopesquisa Projeciológica... Mas tudo isto nada mais é que briga de Egos. Conscienciologia X Espiritismo... Waldo X Kardec. Tudo perda de tempo... Sai Kardec entra Waldo, sai Jesus entra Serenão..... Isto não tem sentido algum pratico para a evolução de cada um de nós.

Uma vez disse no IIPC que quem criou o nome Conscienciologia não teria sido Waldo Vieira, mas Miguel Reale, pois eu tenho o livro dele aqui da década de 70 onde usara o termo antes de Vieira. Assim como muitas das críticas de Vieira, por exemplo, quando o polêmico "Osho" não tem qualquer fundamento bibliográfico, como pude revisar em pesquisas independentes. Uma ciência não se faz de opiniões... Autopesquisa é uma coisa, difamação é outra. Mas como ninguem pode difamar um "morto"... :-))

Aprecio a produção de Vieira, até mesmo estava revisando o Conscienciograma como recurso de aplicação nas minhas autopesquisas e na minha clínica no tratamento de um caso de "Transtorno de Personalidade Esquiva". Mas não considero-a como uma VRP. Acho o Conscienciograma muito interessante, mas para mim, inaplicável: 2.000 questões abertas que se eu for parar e fazer tudo tim tim por tim tim, demorarei 10 anos.... ou terei de parar tudo que faço para esta autopesquisa "de papel".

Mas como recurso complementar, tenho tido experiências interessantes com este instrumento. Assim como a MBE, para mim, a melhor contribuição de Waldo Vieira. Se ele tivesse somente criado e divulgfado a MBE para mim estaria perfeito. Agradeço-o por ter criado tal técnica, é a melhor de todas em disparado.

Outro dia tive uma experiência com um Espírito que considero altamente evoluido, não tinha aparência masculina nem feminina, mas era pura serenidade, amor puro, fraternismo, sua energia, sua psicosfera, toda sua expressão era amiga, fraterna e lúcida e em poucas palavras comunicou-se comigo. Guio-me orientando-me a partir desta esfera.

Não considero o Waldo um "desperto". Acho-o ansioso quando fala, agressivo muitas vezes... Outro dia assisti uma apresentação dele sobre o curso da tenepes quando ele disse "tenho vontade de cuspir na cara de quem me acha guru"... ou algo neste sentido... achei o fim da picada, um pessimo exemplo para quem se diz desperto. Eu sempre disse uma coisa: eu sei que não sou desperto. O Waldo? Não sei e nem me importa se ele é ou não. Mas cientificamente falando, ele não parece ser um deles. Um espírito mais evoluido é um desassediado pelo fato de exalar amor puro e não agressividade, ansiedade....

Estas cartas todas são assediantes... É do mesmo nivel que eu, que vc.... É curioso: qual o sentido de enviar uma Carta para os espíritas? Porque ele parece ter se incomodado... um espírito evoluido não se incomodaria com isto, não daria bola, nada teria que perder, não teria posses... Estas coisas me fazem antenar com a fonte, a fonte de tudo: as dimensões espirituais mais evoluidas e não aos que dão recados de serenões ou evoluciólogos... tudo briga de ego... Mediuns dizendo que Andre Luiz disse isso ou aquilo..... o nome do meduim maior que o autor que passou a mensagem..... e assim por diante.... Estamos no momentop do "boom" dos livros psicografados... hj qualquer um se diz medium... qualquer um diz que psicigrafa o espirito X, Y e Z..... as incoerências estão em todos os locais, e suas raizes estão dentro de nós...

Acho muito oportuno esta carta aberta, mas precisamos considerar também os manifestos que por ventura venham a surgir por aí afora, sejam em blogs, reuniões, congressos, etc. WV não é muito aberto a criticas, mas compreendo diante de sua história delicada de rejeições atrás de rejeições.... isso cria um calo emocional, uma armadura psicossomática.....

A Ciência precisa sair das ilhas, os pesquisadores precisam sair deste território arrogante, de donos da verdade. Neurocisntistas acham que tem a verdade. Outro dia conversei com uma neirocisntista e expus minhas investigações no campo da memória, queria dialogar num centro comum, convergente, das retrocognições e ela agiiu como se tivesse uma VRP. A maioria me parece agir como se tivesse uma VRP.

Se existe uma verdade e um caminho é o amor, disse o espírito evoluido para mim. Mas nada disso importa se não nos atermos em encontrar a real verdade dispersa em tudo. Uma vez li que Vieira disse: "a essência da cosmoética é o amor puro". Bom, desenvolvamos então este amor puro, nosso maior desafio, pois os problemas todos são resultantes do desamor perante si e perante os outros. Se é desperto, serenão ou evoluciologoco pouco importa.

O rotulo é secundário, os nomes articifiais. Os espritos transcendem estas classificações assim como nós transcendemos os rotulos psiquiátricos. Não sabemos para onde estamos indo, não sabemos o que é a evolução, temos teoorias, hipoteses e nada disto é verdade. A consciência não pode pesquisar a si mesma, porque um sujeito não tem como pesquisa a si, comom sujeito, e sim outra coisa que não é a si mesmo, o objeto: os pensamentos do sujeito, as energias do sujejto, o corpo, os atributos..... etcetc.

Então a Conscienciollgia não é a ciência da consciência, mas do comportamento da consciência, dos "sintomas" da consciência. O nome está errado então? É um paradoxo importante a ser tratado.

Divergências sempre irão existir e como sempre falei no IIPC, não existe verdade alguma de ponta. Sequer sabemos o que é a Intenção, a Vontade, a nossa origem cosmogenética e nosso futuro longinquo... temos hipóteses e hipóteses são fantasias bem construidas pela Ciência, seja a Conscienciologia, seja a Parapsicologia... seja as outras ciências.

Temos que sermos quem somos. Temos que encontrar o sentido de estarmos vivos e de existirmos. Isto nunca foi e nunca será uma descoberta da ciência ou de Vieira ou da Conscienciologia.

Admiro o Waldo Vieira porque está sendo quem ele é, e este pelas minhas pesquisas é a caracteristica daqueles que estão no seu caminho evolutivo, são o que são e pronto. Vejamos Monroe, Carrignton, Rhine, Richet, Muldoon, Blavatski e tantos outros, como Eistein, Bohm, Sarti, Tinoco..... Nomes que fizeram a diferença porque simplesmente foram quem eles são, deram suas contribuições, não seguiram paradigmas, eram pesquisadores inquietos e em busca do Sentido maior da vida e de si mesmos.

Tenho praticado isto na minha vida, ser quem eu sou e não o que os outros dizem, as VRPs (verdades relativas de ponta) de fora, e tudo o mais externo a mim. Tenho investigado a mim memso a fundo e baseado nas exigências de meus autoestudos fui de encontro a outros campos das Ciências e lá encontrei muita coisa boa, suas "VRPs", como os estudos sexológicos de Freud, até agora únicos e não tratados por Vieira, por exemplo. Ninguem pode abraçar tudo.

Nenhuma enciclopedia pode ser o maior estudo do mundo. Nada pode ser definitivo, tudo é impermamente, todas as palavras, todos os fluxos de pensamentos, emoções, energias.... assédios...amparos... e Ciência lida com a mutação e quando nos aproximamos de conceitos como "Verdade" temos de rumar para o "Absoluto", para o Totalizante, para o Unificante, os Universais de Platão.... uma "Verdade Una" que rege o Universo em uníssono e possibilita a Vida, a Ecologia em toda sua complexidade.... As interconexões entre planetas, galáxias, conglomerados de galáxias, universos e sistemas de tamanhp icomensuráveis.....

Infinito. Aqui é a "Transciência". É o território além do Humano. Portanto as supostas VRP devem estar neste campo transhumano, transpessoal, metapsíquico.

Acho que era isto que gostaria de dizer.

Saudações fraternas e desejo-lhe as melhores e mais cordiais energias, assim com sucesso nas investigações!

Do amigo evolutivo,

Fernando Salvino

Parapsicólogo e Psicoterapeuta

Coord. NIAC - Nucleo de Investigações Avançadas da Consciência

Link to comment
Share on other sites

rezados,Há tempos que venho acompanhando o debate neste tópico que “teima” em persistir.Na minha modesta opinião, pricipalmente com relação ao último post do Morpheus, acredito que as opiniões e pensamento do Dr. Waldo Vieira podem e devem ser contestadas, questionadas, refutadas ou ratificadas de forma livre e democrática.O engraçado é que enquanto o Waldo e os seus “pesquisadores de ponta” criticam fortemente outros pensadores e linhas de pensamento, quando há uma crítica direta ao Waldo ou ao IIPC/CEAEC ela é vista como antagônica, inconveniente, aética ou infantil.Já as críticas do Waldo são baseadas na Holomaturidade Total....Dois pesos e duas medidas diferentes ...típicos de regimes totalitaristas!Bem quanto a Carta do Waldo aos espiritistas, gostaria de compartilhar com vocês uma reflexão em cima DESTA CARTA feita por um ex-colaborador do IIPC e pesquisador da consciência (de Florianópolis), Fernando Salvino.Sua colocações me soaram bastante pertinentes e lúcidas!Abraços a todos!Antonio Luiz Matoso

Olá Antonio Luiz,

Seja bem vindo ao fórum.

Muito boa a exposição do parapsicólogo Fernando Salvino, até já salvei aqui nos meus favoritos o site dele, quando tiver tempo vou ler seus artigos.

Obrigado pela postagem, assim vamos ampliando nossa visão crítica sobre o assunto.

No meu caso ainda não tenho opinião completamente formada a respeito do Waldo Vieira e da conscienciologia, primeiro quero estudar, praticar e depois tirar minhas próprias conclusões, independentemente das opiniões alheias.

Comecei a pouco tempo a ler os livros da conscienciologia, já estou no terceiro. Pretendo tb aplicar a técnica do livro concienciograma como uma ferramenta técnica de autoconhecimento, apesar de suas limitações.

Já identifiquei diversos pontos de divergência pessoal minha com a parte teórica da concienciologia, concordo com uns 70% mais ou menos. Também existe muita coisa boa nas linhas de autopesquisa e técnicas.

Se entrasse hoje na conscienciologia já seria como um minidissidente, pois estaria escrevendo artigos expondo alguns aspectos contrários a algumas verdades relativas de ponta.

Ou seja, se existe realmente democracia dentro do holopensene da conscienciologia eu seria da linha OPOSIÇÃO (construtiva é claro).

Infelizmente somos ainda muito cegos.

É uma pena que, em nosso estágio evolutivo, as diversas linhas de conhecimento ainda desperdicem tempo e energia com os pontos de vista diferentes ao invés de investir na união dos aspectos comuns que nos unem fraternalmente, no final das contas todos estamos no mesmo barco.

Um abraço,

:);):)

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Ola pessoal! Eu ainda não havia visto esse tópico e também gostaria de dar meu, vamos dizer: "testemunho", pois quando comecei a ter minhas primeiras projeções procurei o IIPC, assisti palestras e fiz o CIP(curso integrado de projeciologia), mas o que percebi também é que eles do IIPC parecem querer o reconhecimento científico da ciência oficial e acho que acreditam e até pode ser que aconteça esse reconhecimento um dia virá.

EU percebi que eles são totalmente avessos a qualquer tipo de abordagem místico, religiosa, espiritualista do processo da projeção astral, bem como sobre mestres, Jesus Cristro e etc... No curso que eu fiz eles diziam que as pessoas não deveriam mais se aprofundar em tais assuntos por ser algo do passado que levaria a pessoa a vivenciar situações em que ela deveria já deveria haver superado.

Link to comment
Share on other sites

Desculpem eu enviei sem querer o post sem haver concluído.

Só concluindo e aprofundando mais um pouco, ao pesquisar sobre a projeção astral a doutrina que mais me preencheu foi a da gnose sem querer "puxar sardinha" pois nela considera tanto a ciência como a religião, a filosofia e a arte como partes de uma mesma coisa, um Todo que é o Ser integral, ou seja, acredito que o erro está em separar, ciência, religião, esoterismo, causando assim um tipo de diáspora psicológica em todos aqueles que seguem uma doutrina ou outra, isso causa a desagregação do nosso verdadeiro ser, nosso íntimo ou alma, depressão e por aí a fora. Eles falam que o amor é o fundamental para a evolução porém são muito frios, ou seja, não se pode colher figos de espinheiros. Eu acho que somente integrando a religião, ciência, arte e filosofia se pode chegar a autorealização íntima de nosso ser, pois aí ele estará completo. Parece-me que eles se assemelham um pouco com aquela questão dos Raelianos segundos os quais receberam ensinamentos de seres extraterrestres que dizem que a alma não existe foi tudo criação da mente humana e que no futuro a raça humana criará seres humanos em laboratório. Eu acredito que devemos tomar muito cuidado pois a negação da alma humana, da nossa parte anímica levará a total negação dos valores humanos, isso parece me desculpem o termo religioso, mas um tanto anticristo no sentido de negar o valor do amor e trocá-lo pelo tecnicismo frio e vazio.

Link to comment
Share on other sites

Olá Pessoal

Eu fiz o curso integrado de projeciologia CIP e percebi que as pessoas do IIPC parecem querer o reconhecimento da ciência oficial, talvez seja por isso que eles neguem tanto a questão da espiritualidade, termos religiosos ou místicos. Para mim acredito que tudo faz parte da mesma coisa, do Todo. Eu acredito muito na visão holística que integra tanto a ciência, quanto a religião, arte e filosofia. Também acho que a visão holística é a melhor forma de entendermos o processo da projeção astral e o que vemos por lá. Também a gnose é muito interessante nesse aspecto pois acredita que a obra de lapidação do nosso ser deve estar fundamentada, na religião, na ciência, arte e filosofia, ou seja devemos integrar tudo, pois tudo ajuda-nos a compreender o propósito de Ser. Acho que essa desagregação entre religião e ciência tem gerado muito fanatismo tanto pela religião quanto pela ciência pois também existem os dogmas científicos da ciência materialista isso gera todo tipo de síndromes e ismos que ainda podem estar por vir, pois o Ser sente-se desterrado de seu real propósito que é a integralidade. Pelo que entendi essas síndromes em debate são ocasionadas justamente por isso ou seja, devido a essa separação entre ciência e fé, o indivíduo acaba por dar maior ênfase a uma das doutrinas sendo que o seu Real Ser ou Eu Superior acaba por fazê-lo ver a importância do outro lado o que acaba gerar o que se chama de lei do pêndulo, ou seja, quando se inclina muito para uma direção acaba-se por perder a energia que o impulsionou que volta para o sentido oposto a fim de manter em movimento.

Link to comment
Share on other sites

Para estudarmos um pouco mais, achei uma crítica interessante e apimentada no seguinte Blog:

http://espiritismoapometria.blogspot.co ... logia.html

----------------------------------------------

Tirando idéias da Conscienciologia

Retirando algumas idéias da Conscienciologia eu redigi este texto.

O IIPC, Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia é uma empresa altamente capitalista, onde o dinheiro é a coisa mais importante, pois tudo lá é caríssimo. É altamente elitizado, preferem pessoas com curso superior e de preferência pós-graduados (mas isto vem depois do dinheiro).

Eles possuem cursos, imersões e laboratórios onde cobram para tudo, até para cuspir na grama. Nem mesmo os voluntários que doam 6 horas de serviço semanal não possuem direito a desconto ou bonificação nenhuma. Consequentemente são uma empresa capitalista dinheirocêntrica com argumentos focados e marketing na "consciência" - marketingêntrica.

Possuem um discursso de "mais avanaçdos", de detentores da "verdade relativa de ponta" como forma de proselitismo e sedução intelectual e mentalssomática, adotando isto como dogma conscienciológico, pois se são os "detentores" e estão sempre na "ponta", é outra forma de dizer que possuem a verdade absoluta. Assim se tornaram uma instituição total - pontificado conscienciológico.

Não permitem que seus membros utilizem adornos que pareçam esotéricos com perigo de serem rispidamente rechaçados. São extremamente agressivos e arrogantes. Acreditam que o resto da sociedade e da humanidade são escória evolutiva, cujos são os escolhidos para residirem numa colônia extrafísica com o Serenão. Serenão é um super santo da conscienciologia. É o salvador de seus mentalssomas.

Eles reverenciam para 3 coisas sagradas: o EV - Estado Vibracional; o Mentalssoma - corpo mental e; o Serenão.

Criticam os adoradores de Cristo como sendo cristólatras e os seguidores de Trigueirinho de trigueiretes, no entanto eles são:

1. Projeciólatras - adoradores de projeciologia;

2. Conscienciólatras - adoradores de conscienciologia

3. Waldólatras - adoradores de Waldo Vieira;

4. Mentalssomólatras - adoradores de mentalssoma;

5. Serenólotras - adoradores do Serenão;

6. Dinheirólotras - adoradores de dinheiro;

7. Arrogantólatras - adoradores da própria arrogância.

São também:

1. Waldetes - seguidores de Waldo Vieira;

2. Serenetes - seguidores de Serenões (chegam a fazer excursão até a Argentina em procissão de adoração ao cara).

Waldo diz que vai reencarnar na China na próxima vida, e a manada conscienciológica diz que quer ir atrás dele reeencarnado lá também para continuar puxando saco por lá e o servindo.

Resumindo, não é só no espiritismo ou no evangelismo que temos fanáticos, é na torcida do Corinthinas e na Conscienciologia também.

Inteletctualidade não é discernimento.

Neologismo não é comunicatividade.

Autodomínio bioenergético não é lucidez.

Parapsiquismo não é espiritualidade.

Competência evolutiva não é grupúsculo fechado com ranço de superioridade.

Percepção e parapercepção não é consciência.

Dei o meu recado, lá eles não admitem críticas, não sabem ouvir e adoram impor suas "verdades". Na falta de um ombudsmam ou ouvidoria eu faço este texto.

Mas para terminar eu ofereço humildemente aos leitores que:

Não acreditem em nada, tenham sua prórpia vivência pessoal. Se quiserem arriscar façam uma visita ao IIPC.

Link to comment
Share on other sites

Não posso discordar inteiramente desse texto, existem voluntários que realmente pensam assim e não são poucos. Mas, felizmente não são a maioria. Imaturidade existe em todos os lugares, no IIPC ou na conscienciologia não é diferente.

Obrigado por compartilhar Morpheus,já encaminhei esse texto à todos os voluntários do IIPC que faço parte. Vamos fazer alguns pensarem, inclusive eu. ;)

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

É estranho esse texto todo em azul construído bonitinho e tocando o pau na conscienciologia.

Questionar não é achincalhar ou depreciar. Esse tal de Dalton Roque vive reunindo pessoas por e-mail e incitando-as a derrubar o Waldo e a falar mal da cosncieciologia.

O motivo foi exposto pelo Vasco no blog dele, ele é o citado:

http://umaviagemastral.blogspot.com/201 ... amado.html

O cara foi pro CEAEC não conseguiu nada por ser incompetente e saiu, perdeu o emprego inventou que tem contato com Ramatis e criou lojas virtuais. Ao mesmo tempo escreve artigos contra a conscienciologia.

Esse cara não tem parapsiquismo nenhum e é malandro fica se cercando de paranormais que nem o Wagner Borges e dá uma de patrocinador.

Atitude de criança e LOSER, esse aí fique no esquecimento.

Pessoal, gostem ou não da conscienciologia não é necessário essa merda toda, escrever artigos contra nós. Geralmente as opiniões do Waldo ficam aqui no CEAEC e ninguém sai difamando ninguém pela internet desse jeito, com sindrome de Waldo Vieira, isso coisa de covarde.

Se não concordam com algo vamos discutir os temas, vamos ao diálogo senão vamos nos destruir em pouco tempo, e podiamos estar produzindo.

Abraços.

Link to comment
Share on other sites

É estranho esse texto todo em azul construído bonitinho e tocando o pau na conscienciologia.

Questionar não é achincalhar ou depreciar. Esse tal de DALTON ROQUE vive reunindo pessoas por e-mail e incitando-as a derrubar o Waldo e a falar mal da cosncieciologia.

O motivo foi exposto pelo Vasco no blog dele, ele é o citado NO TÓPICO : nao adianta chorar o leite-derramado

http://umaviagemastral.blogspot.com/201 ... amado.html

O cara foi pro CEAEC não conseguiu nada por ser incompetente e saiu, perdeu o emprego inventou que tem contato com Ramatis e criou lojas virtuais. Ao mesmo tempo escreve artigos contra a conscienciologia.

Esse cara não tem parapsiquismo nenhum e é malandro fica se cercando de paranormais que nem o Wagner Borges e dá uma de patrocinador.

Atitude de criança e LOSER, esse aí fique no esquecimento.

Pessoal, gostem ou não da conscienciologia não é necessário essa merda toda, escrever artigos contra nós. Geralmente as opiniões do Waldo ficam aqui no CEAEC e ninguém sai difamando ninguém pela internet desse jeito, com sindrome de Waldo Vieira, isso coisa de covarde.

Se não concordam com algo vamos discutir os temas, vamos ao diálogo senão vamos nos destruir em pouco tempo, e podiamos estar produzindo.

OBS: Acho importante o esclarecimento, Direito de Resposta, desculpem os colegas por postar duas vezes, mas tive que corrigir o nome do site e outras coisas e o GVA não permitiu a edição da mensagem.

Link to comment
Share on other sites

O rapaz acima estava sendo pago pelo pessoal do IIPC para difamar certas pessoas e criar tumulto em quaisquer sites que critiquem a conscienciologia.

Ficava o dia inteiro postando em youtube e afins até ser identificado e agora sumiu. A grande prova é que ele não irá se identificar.

Ódio não leva a nada pessoal, sem respeito irrestrito e tolerância não se chega a lugar algum nessa vida, apenas ao radicalismo e senilidade.

A grande prova é que ele não irá postar para se defender pois vazou da net após ser identificado.

Obrigado pela atenção.

Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Não creio ser o caso de tornar isto uma piada e censurar a discussão como o quer o Alexandre, sei lá porque motivos.

Este tópico é longo e tem muitas informações sobre os bastidores do "mercado da espiritualidade", muita gente que se mostra de um jeito na verdade é de outro.

É bom que haja livre acesso a estas informações sem censurar, principalmente para os novatos.

Só ressaltar que o indivíduo que fez a denuncia o tal do Vasco é um difamador que escreveu motivado por sentimentos ruins. Fez mexericos covarde sobre Waldo, Graça, Wagner Alegretti e Nanci Trivelatto. Todas estas pessoas foram atacadas por este sujeito na honra e na imagem e se não entram com queixa crime é por pena.

É covarde e muitas vezes não cita nomes, mas as pessoas que conhecem, família, amigos sabem quem ele está apontando porque ele dá todas as informações exceto nome, por medo de processo e por saber que está cometendo um crime.

Ele também falou acerca de Dalton Roque e sua mulher dizendo até que deveria fazer sexo com esta em frente a uma lareira em um chalé ou levaria chifres. Algo que não tinha nada a ver com o assunto. Está no artigo dele do blog que iniciou a polêmica.

Isso gerou a resposta do Dalton que é sério e homem pra isso o desafiando a resolver as pendências frente a frente:

http://daltonroque.blogspot.com/2011/12 ... terno.html

No que o tal de Vasco se acovardou e meteu o rabo entre as pernas.

Dai a Cezar o que é de Cezar, nunca vi o Chico Xavier e o pessoal da velha guarda se meter em uma confusão desse tipo e imagino o tipo de líder espiritual que deva ser este sujeito fazendo mau uso da internet.

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Algumas pessoas se destacam em vários campos, e acabam sendo endeusados pelos fãs, e muitas vezes fica embriagado pelo próprio sucesso, isso acontece em qualquer lugar, até mesmo na espiritualidade, é uma tendência natural e perigosa do ser humano. Manter o equilíbrio deve ser a prioridade de todos nós, a fim de não cairmos nessas armadilhas. Espero que daqui a alguns anos não estejamos falando sobre a síndrome de Saulo ou de Wagner rsrs. Desculpem os dois, só uma brincadeira sadia, sei que vcs mantem a humildade decerto já prevendo algo desse tipo pode acontecer, mas não vai não viu. :T

Link to comment
Share on other sites

  • 5 months later...
  • 1 month later...
  • 4 weeks later...

se ele é o Swedenborg eu não sei, mas aconselho vcs a conhecer um pouco da obra de Swedenborg, mesmo ele chamando espíritos evoluídos de anjos, tem muita informações interessantes nos livros dele.

O Céu E As Suas Maravilhas e o Inferno Segundo O Que Foi Ouvido E Visto Por Emanuel Swedenborg

http://pt.scribd.com/doc/28554573/O-Ceu-e-o-Inferno-Emanuel-Swedenborg

Boa sorte.

Link to comment
Share on other sites

  • 4 years later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...