• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
wolyss

Técnicas Energéticas e Técnicas Projetivas

Recommended Posts

Boa tarde aos amigos do fórum, quanto a tudo que se refere a projeção (que achei simplesmente apaixonante), sou novato, praticando quase que diariamente desde junho, consegui uma pequena projeção faz três semanas, a qual relatei aqui no fórum (estava em dúvida se tinha sido realmente uma projeção, mas a dúvida me foi sanada), sou espírita desde nascido, minha bisavó veio da Espanha já espírita e toda família a partir dela seguiu na doutrina, então os fenômenos espirituais sempre estiverem presentes em minha vida, mas a Projeciologia me foi uma grata surpresa, enfim vamos a minha dúvida, sigo praticando a "TÉCNICA COMPLETA 3" do Saulo, que foi a que melhor me adaptei depois de praticar a 1,2 e 4, se estiver errado por favor me corrijam, do início até o fim são práticas energéticas, e no fim o Saulo nos apresenta a técnica da gangorra, que é a verdadeira prática projetiva, conheci recentemente as prática do Raduga no livro que estou lendo dele "Escola_de_Viagens_Fora_do_Corpo", e ele diz para deitarmos para dormir sem praticar nenhuma prática projetiva, para quando acordar depois de 6 horas de sono praticar as práticas indiretas, não estou praticando ainda porque estou estudando para guardar todas as práticas indiretas e lembrar de memória ao acordar de madrugada.

Minha grande dúvida, posso continuar fazendo as práticas energéticas do Saulo e de madrugada, durante 2 ou três dias da semana, não mais que isto conforme recomendado no livro, praticar as práticas do Raduga sem problema???

Grato pela atenção, grande abraço à todos!!!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

São coisas independentes. As técnicas energéticas são para melhorar as CONDIÇÕES de projeção. O que você vai fazer depois de malhar as energias, é com você. Se quer ficar na gangorra, como técnica projetiva, ok. Se quiser tentar as outras abordagens, ok.

 

O Raduga acredita que tentar sempre vi prejudicar o desempenho, mas duvido. Eu tentava diariamente, ao deitar, e cada vez que acordava durante a noite, e levantava de madrugava para tentar. E sempre acabava me projetando umas tres noite por semana, do mesmo jeito que ele alega que são os resultados que ele obtém, seguindo a estratégia dele. Meu máximo de frequência foi 5 noites por semana.

Creio que essas estratégias do Raduga são para ajudar a superar os bloqueios mentais que a pessoa as vezes desenvolve com a ansiedade  dos fracassos sucessivos. Mas se você entender que fracassos são a regra, não a exceção, desencana, e apenas segue tentando.

Se você lembrar que a técnica energética é só para ajudar seus sistema energético, pode praticar todo dia sem entrar na nóia de que está tentando se projetar  todo dia, coisa que o Raduga acha contraproducente.  Mas eu sempre achei melhor tentar sempre, todo dia toda vez que vai tirar um cochilo ou dormir. Meio que para desprogramar a mente de que vai dormir, tentar transformar todo ato de dormir num ato projetivo.

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado novamente pela resposta esclarecedora, por enquanto vou ficar mesmo na gangorra, e tem algumas técnicas do Wagner Borges que estou estudando para mentalizar para fazer, MAIS UMA DÚVIDA por favor.

Sei que vai de tentar e ver o que melhor acontece com a pessoa, que não existe uma regra definitiva, mas é melhor fazer as técnicas energéticas e depois adormecer fazendo a técnica projetiva ou mesmo adormecendo fazendo a técnica projetiva levantar de madrugada para repetir a técnica projetiva, ou fazer as técnicas energéticas, dormir, e levantar de madrugada para realizar a técnica projetiva???

E desculpe minhas dúvidas primárias!!! Estou ávido por aprender, e do jeito certo!!!

Agora vi sua sugestão de tópicos para inciantes, vou dar uma bela pesquisada lá também!!!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara,acho que tanto faz. Se você lembrar que toda vez que dormiu, desencaixou do corpo, verá que tem várias oportunidades, não há porque desperdiçar umas e privilegiar outras. As vezes funcioan só ir domrim fazendo a OLVE, e cada vez que acordar, siga fazendo....lá pelas tantas voce pode SER ACORDADO pelo EV acontecendo, porque está com a mente focada me mover as energias. Meso apagando e dormindo, se s mantém nisso, em ficar sempre fazendo a OLVE, seja deitado de lado, de bruços de barriga para cima, tanto faz, mas se lembrar de seguir fazendo cadas vez qeu acordar de um sonho, no meio da noite, uma hora você vai notar que sentirá as energias bem fisicamente, e aí saberá que está "no ponto"

 

Mas, a  técnica completa 3 foi bolada pelo Saulo. E o que ele recomenda? Levantar de madrugada para fazer a técnica energética e então fica ali tentando se projetar.

Mas nesse voce ficaria em dúvida dp que fazer de madrugada.

Então acho que pode fazer algo ao deitar, e algo de madrugada. Assim tenta as duas estratégias em momentos diferentes. Pode usar só a técncia do Saulo nos odis momento,s mas a do Raduga só existe se for de madrugada né? Então parece mais interessante, para testar ambos começar a noite, pela do Saulo e depois em cada despertar na madurgada, tentar técnicas de separaçaõ. E se nada funcionar, lá pelas 4 da minha voce levanta, e aí pode repeitr a metodoliga, comçar pela do Saulo, e se apagr, a cada novo desprtar tentar as reparaçõe,s ou então siga aope´da letra o que o raduga diz. Algo irá funcionar, esqueça a mentalidade "o melhor é", porque nada é "o mais eficaz" em projeção. Tudo é "meia boca", portanto interessa mais testar diversas abrodagens e com o tempo ficar com as que funcionaram msi, do que querr escolehr algo no início.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá sandro, boa tarde, como é sentido o OLVE? é interno? Dentro do corpo, ou externo? Fora do corpo? Tipo; ao "redor" do corpo físico?  O que se deve sentir? É imaginário?  

Desde já muito obrigado ^^

Share this post


Link to post
Share on other sites

É "imaginação tátil". Ou seja tente criar omc a imaginação uma SENSAÇAO de deslocamento de energia pelo corpo.

Se você estivesse em pé, nu, de olhos fechados, e outra pessoa estivesse parada na sua frente, segurando ventilador pequeno, movendo-o da sua cabeça até seus pés, e subindo de volta,  o que você sentiria? Tente criar com sua imaginação essa SENSAÇÃO que você teria na sua pele.

Porém, lembre que não está imitando um ventilador, é ENERGIA, não vento. Então procure mover as energias que estão DENTRO do corpo junto com essa sensação.

Mesmo sendo apenas imaginação, notará que se pensar nessas energias como sendo só na pele, poderá move-las mais rápido, mas se pensar nelas como se movendo por dentro do seu corpo, será mais lento movê-las. 

Faça como  achar que consegue melhor, mas a meta é mover as energias que estão dentro do corpo também, é o que move maior QUANTIDADE, ainda que com menor VELOCIDADE.

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, sandrofabres disse:

Faça como  achar que consegue melhor, mas a meta é mover as energias que estão dentro do corpo também, é o que move maior QUANTIDADE, ainda que com menor VELOCIDADE.

O ideal para saber como é essa sensação da OLVE, com base em minhas experiências, é fazer a OLVE em catalepsia (dica especial para quem sobre dessa paralisia); nesse momento a OLVE é sentida facilmente, a energia se movimenta em grande quantidade (parece uma balde água sogado pra cima e pra baixo de tão forte que fica), facilmente eu entro em EV.

É uma dica baseada no meu empirismo, talvez outros tenham resultados parecidos, espero que sim...

:-P

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ah sim,com certeza. Minhas explicaçoes tbem sao baseadas no que senti durante a fase ( que nao chamo de catlepsia poruue nunva fiquei paralisado durante esse estagio). Fazendo em.vigilia a pessoa nao sente nada, exceto qando o EV ja esta quase "pegando no tranco".  Por.isso o pessoal do IIPC confunde xom aquelas expçicaçoes de que não é para "imagiar,,tem que sentir". Ninguém sentirá nada de energias no início, mas se conseguir praritar a OLVE estando na "catalepsia" , aí sim vai sentir e saber o que deve simular quandoe esticer em vigilia completa.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Amigo, eu só consigo me projetar com a técnica indireta do Raduga, mais as vezes eu durmo somente 4 horas, outras vezes 6 horas.

Mais o método do Raduga também trabalha com técnicas diretas, semelhantes as do Saulo ou do Waldo, ele mesmo diz no livro que você pode praticar as duas.

Eu acho que a técnica indireta é mais fácil de obter sucesso em menos tempo, a técnica direta requer mais tempo e esforço. Mais o resultado é o mesmo, a projeção é a mesma.

O que eu notei que o cansaço, a má alimentação e a o stress atrapalham a projeção, por isso acho importante trabalhar as energias como técnicas como o E.V. do Waldo, ou a O.L.V da Nanci.

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, webtopia disse:

E.V. do Waldo, ou a O.L.V da Nanci.

A técnica é uma só, OLVE. Esse termo acho que foi criado pela Nanci mas a técnica é a mesma quer você chame de circulação fechada de energias, OLVE, ou qualquer outra coisa. Em todos os casos, o objetivo é atingir o estado vibracional (EV) que não é em si uma técnica embora a gente, as vezes diga "fazer um EV". Mas isso é só uma simplificação, na verdade o que se está fazendo é sempre uma OLVE para atingir um EV.

Obs.: A OLVE é benéfica mesmo sem chegar a atingir o EV.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.