Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Egoísmo


Recommended Posts

1 hora atrás, Ashram disse:

 

Olá!

Muito se fala em correntes espiritualistas que o Egoísmo é o PIOR defeito da humanidade, pois gera todos os outros defeitos mundanos ...

Porque essa linha de pensamento seria verdadeira ? 

 

E para quem é egoísta ... tem cura ?  :P

 

Se é o pior não sei dizer pois tem a ver com a moral vigente. O que é defeito para um pode ser virtude para outro. Agora se é defeito tem que ter cura porque de outra maneira não haveria evolução, não é? Pode é ser algo demorado. 

Link to comment
Share on other sites

Basicamente porque:

1- no início da criação éramos uma coisa só, parte da Grande Fonte

2- Então houve, NAQUELE MOMENTO, a separação da Fonte em diversas consciências. Isso criou a "individualidade", cujo processo seguiu por mais e mais divisões. É como se a Fonte fosse a célula mater do espírito, e  fosse se dividindo em várias outras unidade, que somos nós:

618148fba2d401362ed22b75e531e6bf-300x225

3- Mas isso oi feito durante um processo de expansão, afastamento da Fonte. Naqueles tempos mais primitivos o caminho evolutivo era a separação. Mas agora (há alguns milhares de anos, estamos retornando à Fonte. A viagem é primeiro de afastamento e depois de retorno, reunião daquilo que foi dividido. Aqui alguns links

http://www.gnosisonline.org/antropologia/as-sete-rondas-planetarias/

http://www.espiritbook.com.br/profiles/blogs/big-bang-tzimtzum-evolu-o-cabala-juda-smo

http://www.aquarius2036.com.br/2011/03/manvantara-respiracao-de-deus-e-fim-do-mundo.html

4- Então o egoísmo, o individualismo exacerbado,  é como se umas células lutassem contra as outras, é algo que ameaça o sistema todo, e totalmente "suicida", por definição,  algo como uma doença auto-imune, por exemplo.

5- Por isso o caminho evolutivo é a eliminação do Ego, que á a estrutura mais grosseira construída para manter a separatividade ao máximo. E por isso as escolas "negativas", o "lado negro da força", pregam o individualismo, o aumento do poder pessoal sem respeito ao coletivo, a liberdade individual acima do bem coletivo, porque é uma forma de pensar "retardatária", sintonizada com tempos muito antigos, quando estávamos ainda na fase de mais divisões. Como nem todas as pessoas tem a mesa idade espiritual,  os mais jovens espiritualmente ainda se encantam com essas tendências, e assim atrasam ainda mais seu retorno, e o da humanidade como raça, que já era para ter abandonado a vida no plano físico e estar vivendo no plano etérico, a quarta dimensão.  Por isos de temps em tempos tem que fazer uns "juízos" , para ir separando os atrasados que se acumulam, mandar eles para encarnar em outros locais mais primitivos que a terra, adequados a seu estado retardatário, ou eles terminam por atrasam todo o resto, já que grandes grupos sempre influenciam a vibe geral. O egoísmo, individualismo é basicamente sinal de atraso. Veja um cão, por exemplo, pode ficar te enchando o saco para pedir mais um pedaço de algo... Mas experimente tirar comida do prato dele. Os animais toleram isso muito menos,  quando mais atrasado um ser, mais individualista ele será, e está além da sua capacidade enxergar as coisas diferente, precisa evoluir por várias vidas ainda.

 

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

É basicamente o que o Sandro falou.
O problema central não é o egoísmo e sim a falta da ideia de unicidade. Porque ai não faria sentido querer alguma coisa para si, porque como um único ser único você já seria todas as coisas e todas as coisas seriam partes de você. Seria como o seu pé querer a sua mão rs

Link to comment
Share on other sites

É, mas vão dizer isso para os nossos irmãos do "lado esquerdo". Para eles o individualismo será uma virtude  e não um defeito. Portanto depende da parte da barricada onde você estiver, ou seja, dos seus valores morais. Na nossa opinião "temos a certeza" que estamos certos e eles errados. Mas será que é mesmo assim?

Link to comment
Share on other sites

13 minutos atrás, Robert disse:

O que você vê como sendo lado esquerdo?

Lado esquerdo/lado negro da força :)/negativo/trevas/etc...

A meu ver temos o positivo e o negativo, a luz e as trevas, yin e yang, e um lado não pode existir sem o outro. São complementares e ambos fazem parte de criação. Daí eu pensar que dizermos que um lado está certo e o outro errado é uma questão de opinião. Depende de que lado estamos.

Link to comment
Share on other sites

O Sandro disse bem. Resumindo: a separação da terceira dimensão é uma ilusão. No próximo ciclo de experimentação essa ilusão não existe. Por isso nossa dimensão é a mais difícil de todas. O egoísmo faz parte dessa ilusão, porque ele é pautado nessa ilusão. Servir a outrem é servir a si mesmo, pois não existem outros. Existe Unidade. Nós somos Um. 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Guest Honeymoon
2 horas atrás, Ashram disse:

E para quem é egoísta ... tem cura ?  :P

 

Há uma esperança para nós, Ashram, pois no conceito atual de saúde/doença, todas as causas que nos retiram a saúde são oscilantes até mesmo dentro do mesmo dia, o egoísmo pode ser eliminado em questão de horas se você se permite atacar a causa dele, da mesma forma, uma pessoa que não se ache egoísta, pode ter uma crise do nada que dure 2 horas no seu dia relacionada com o egoísmo e depois segue a vida dela normalmente. É assim com todos as emoções, pensamentos e energias do nosso corpo, oscilam. Não percamos a fé.;-)

Link to comment
Share on other sites

2 minutos atrás, Infinite disse:

O Sandro disse bem. Resumindo: a separação da terceira dimensão é uma ilusão. No próximo ciclo de experimentação essa ilusão não existe. Por isso nossa dimensão é a mais difícil de todas. O egoísmo faz parte dessa ilusão, porque ele é pautado nessa ilusão.Servir a outrem é servir a si mesmo pois não existem outros. Existe Unidade. Nós somos Um. 

Eu quero acreditar que é assim mas conheço muitos que pensam de maneira diferente. Não será um bocado de presunção eu dizer que estou certo e eles errados?  O "tempo" dirá se estou certo ou não, mas neste momento, como diria o amigo Sócrates; "só sei que nada sei". Ou pelo menos certezas absolutas não tenho, antes pelo contrário.

Link to comment
Share on other sites

Citar

Eu quero acreditar que é assim mas conheço muitos que pensam de maneira diferente. Não será um bocado de presunção eu dizer que estou certo e eles errados?  O "tempo" dirá se estou certo ou não, mas neste momento, como diria o amigo Sócrates; "só sei que nada sei". Ou pelo menos certezas absolutas não tenho, antes pelo contrário

 

Você também conhecerá gente que acha melhor ganhar dinheiro assaltando, traficando, do que ganhando honestamente. O que eu e você achamos não muda o que está certo ou errado.

O problema é que a mente humana é incapaz de saber qual é esse certo e errado, ela só pode chutar, porque a Verdade não cabe nos conceitos, na razão, nas opiniões. Mas se ela não estivesse em nenhum lugar, não teria sentido nada do que fazemos, pois todas as escolhas teriam o mesmo valor e levariam aos mesmos resultados, e não é isso que nós vemos na vida cotidiana. A partir disso, você extrapola para outros planos. Nem faria sentido estamos aqui na vida sem um guia, que necessariamente tem que ser interior,um norte interior que nos orienta na direção da Verdade,  porque se depender de teorias, costumes, tradições, ficamos pulando de galho em galho entre idéias opostas e o resultado é a paralisia geral. Mas a Verdade está lá, apesar de jamais podemos ter segurança sobre ela.

E como ela está lá, alguns estarão sim radicalmente certos, enquanto os outros estão radicalmente errados. Em termos práticos é bem simples: embora os microorganimso patogênicos possam ter sua razão, você os elimina, você não relativiza os lados né? Na vida prática preto é preto, branco é branco, se ficar no cinza, o preto vai tentar te seduzir, porque ele é da natureza dele tentar dominar. Mas no campo mais profundo da discussão, muita coisa pode não ser o que parece.

Para ilustrar, um trechinho de um livro do Samael, fundador da Gnose, em geral detestado pelos adeptos da Loja Negra, porque ele não tem papas na língua e passa uma blea impressaõ de radical, difícil de contestar, ehehe. Porém, observem os trechos, os primeiros não tem muiot a ver co o que quero mostrar, mas é para que possam perceber como a Gnose vê a questão de magia negra, para então entenderem o inusitado do trecho final:

Citar

O processo do raciocínio rompe as delicadas membranas do corpo mental. O pensamento deve fluir delicioso, sereno e integralmente sem o batalhar das antíteses, sem o processo do raciocínio, o qual divide a mente entre conceitos opostos. Temos de acabar com os raciocínios e despertar a intuição; somente assim podemos aprender a verdadeira Sabedoria de Deus, somente assim fica a mente nas mãos do Íntimo. A verdadeira função positiva da mente é a arte, a beleza, o amor, a música.

A arte mística de amar, a arquitectura divina, a pintura, o canto, a escultura, a técnica posta ao serviço do homem, mas sem egoísmos nem maldades, sem ódio, etc.
O intelecto é a função negativa da mente e por isso demoníaca. Todo aquele que entra nestes estudos, a primeira coisa que quer fazer é dominar a mente dos outros e isso é pura e legítima magia negra. Ninguém tem porque violar o livre arbítrio dos demais. Ninguém deve exercer coacção sobre a mente alheia, porque isso é magia negra. Os culpados deste grave erro são todos esses equivocados autores que por aí abundam. Todos esses livros de hipnotismo, magnetismo e sugestão são livros de magia negra.
Quem não sabe respeitar o livre arbítrio do outro é mago negro. Aqueles que fazem trabalhos mentais para dominar violentamente a mente alheia, convertem-se em perversos demônios. Estes separam-se do Íntimo e caem no Abismo.(pg236)

............................

Existem imensas escolas de magia negra, muitas delas com venerandas tradições que ensinam Magia Sexual com derrame seminal. Têm belíssimas teorias que atraem e cativam; se o estudante cai nesse sedutor e delicioso engano converte-se em mago negro. Essas escolas negras afirmam aos quatro ventos que são brancas e por isso os ingênuos caem.
Ademais tais escolas falam de coisas belíssimas sobre o amor, a caridade, a sabedoria, etc., etc. Naturalmente em semelhantes circunstâncias, o ingênuo discípulo chega a acreditar firmemente que tais instituições nada têm de mal e perverso. Recorda bom discípulo que o Abismo está cheio de equivocados sinceros e de gente com muito boas intenções.

Rejeitar o Maithuna significa de facto pronunciar-se contra o signo de Aquário governado por Urano, o rei do sexo. Os fornicários ignorantes do pseudo-ocultismo reaccionário desconhecem totalmente a Doutrina Secreta do Salvador do Mundo, o Esoterismo Cristão. A reacção pseudo-esotérica e pseudo-ocultista ignora que os primitivos grupos gnósticos cristãos praticavam o Maithuna. A Magia Sexual foi sempre ensinada em todas as antigas Escolas de Mistérios Ocidentais. Conheceu-se o Maithuna nos mistérios Templários, nos mistérios dos aztecas, maias, Incas, Chibchas, Zapotecas, Araucanos, Toltecas; nos mistérios de Elêusis, nos mistérios de Roma, Mitra, Cartago, Tiro; nos mistérios Celtas, Fenícios, Egípcios, Drui-das e em todas as grupos cristãos primitivos, tais como o grupo dos Essénios que tinham o seu convento na margem do Mar Morto e de cujos membros, o mais exaltado foi Jesus, o Divino Rabino da Galiléia.

O Maithuna, a Magia Sexual é universal e se conhece nos mistérios do Norte e do Sul, do Este e do Oeste do mundo, porém é rejeitada violentamente pelos pseudo-ocultistas reaccionários, fornicários e regressivos. A pedra fundamental das autênticas e legítimas Escolas de Mistérios é o Maithuna, o Arcano A.Z.F. ou Magia Sexual.(pg 243)

............................

Mais abaixo de Malkuth, o mundo físico estão os Kliphos, estes são os mundos infernais. A palavra Inferno advém do latim "Infernus" e significa, região inferior.
No interior de qualquer planeta existe o Reino Mineral Submergido com os seus próprios Infernos Atómicos. Estes últimos sempre se encontram situados no interior de qualquer massa planetária e nas infradimensões da Natureza sob a zona tridimensional de Euclides.

Na realidade, o Abismo é o Avitchi dos Indostães, o inferno de gelo dos nórdicos, o inferno chinês com todos os seus suplícios amarelos, o inferno budista, o inferno maometano, o Amenti egípcio, o tenebroso Tártarus, o Averno, etc. Estes variados infernos tradicionais alegorizam enfaticamente o Reino Mineral submergido.
Todos ouvimos falar de espiritismo, dos aquelarres, dos zangões e das bruxas. Alguns têm isso em conta como algo estranho, outros como contos para se rirem um pouco, mas a crua realidade é que os aquelarres medievais e as famosas bruxas da meia-noite têm mais realidade quanto nós podemos pensar. Obviamente essas "Calchonas" como se lhes chama em linguagem rigorosamente académica e hispánica, pertencem ao Mundo dos Kliphos.

Maria de Antilha tão falada nos antigos conventos medievais era exactamente quem os governava e tais bruxas de antigos aquelarres denominavam-na de Santa Maria.
Quando eu investigava no Mundo dos Kliphos sobre essa estranha criatura; como compartilhava a sua vida com tantos magos negros? Como podia introduzir-se entre tantos aquelarres? Contudo nunca lhe vi isso que poderíamos chamar perversidade.

Os tenebrosos da mão esquerda, as criaturas sub-lunares prestavam-lhe culto e consideravam essa Maga, não como algo tenebroso, senão como uma santa. Eu quis saber o que havia de verdade em tudo isso; a presente santidade de uma criatura que se misturava com as trevas, que figurava entre tantos aquelarres e mosteiros da Idade Media.
Quem se ocupou em estudar os velhos acontecimentos da Alta e da Baixa Magia do Medievo, não terá deixado de ouvir alguma vez a questão de Maria de Antilha; há tantos segredos escondidos entre o pó de muitas bibliotecas.

Eu tinha de aclarar isto e é claro que o soube. E aclarei, quando precisamente no Mundo de Tiphereth invoquei então essa entidade.
Fui ouvido e para meu assombro encontrei-me com um Mestre Auto-realizado. Então compreendi que havia emanado de si próprio o seu Bodhisattwa e este educava-se no exercício da Magia no Triângulo Mágico ou terceiro triângulo; passando por rigorosos treinamentos, iniciando com os Kliphos, mas sem fazer qualquer dano.

Depois disso pus-me em contacto directo com o seu Bodhisattwa, com Maria de Antilha e quando a convidei para visitar o Mundo do Nirvana, com agrado aceitou o meu convite.
Ao fundir-se com o seu Real Ser, o Mestre Secreto, vi então que se tratava de uma criatura que conseguiu a perfeição da Alta Magia e que se bem vivia no Mundo de Kliphos era para acabar de se educar, ou treinar-se psicologicamente exercendo espantosos poderes sem fazer o mal. Quando se observa essa criatura agrada-nos o seu Real Ser, damo-nos conta que é um mago branco extraordinário porque conhece a fundo os Reinos da Luz, o Mundo de Malkuth ou o Mundo dos Kliphos.

O terceiro triângulo é o da Magia Prática e este é um trabalho que devem compreender; porque temos de deixar para trás os preconceitos para se poder trabalhar no Mundo dos Kliphos. Os Sephirotes adversos são os Kliphos, aí estão os demónios, as almas em pena, os que sofrem, aqueles que já esgotaram o seu ciclo de existências e que involuem no tempo, os anjos caídos, os tenebrosos da senda lunar, a Loja Negra e todos os adeptos da mão esquerda, os partidários de Lúcifer e de Ariman, os seguidores dos Bonzos e Dug-pas, os inimigos do 4° Caminho, os Nicolaítas e os tântricos Anagarikas. No Reino dos Kliphos vivem também indubitavelmente aqueles que se desenvolvem na Alta Magia.

Os Kliphos são os Sephirotes no sentido inverso, os Sephirotes no seu aspecto negativo, as virtudes no seu inverso. Por exemplo, as qualidades de Geburah são, o Rigor, a Lei e o seu inverso é a tirania, a ditadura. Muitas vezes uma prostituta entrega-se aos "machos" por caridade, temos aí o princípio do Sephirote no seu inverso. A caridade de um Chesed no sentido inverso pode ser a complacência com o delito. (pg 248)

Fonte: Curso Esoterico Taro e Cabala.pdf

..............................................................................................

Atenção: só incluí esse pdf porque é a fonte de onde retirei os trechos, para o caso de alguém querer saber mais do que vem antes e depois de cada trecho. Mas não indico esse livro para pessoas interessadas em Tarô e Cabala. Sobre Cabala é melhor pegar o "Cabala Mística", da Dion Fortune, e o  "Cabala prática", do Charles Fielding. Sobre a relação Tarô&Cabala é melhor pegarem "O Tarô Cabalístico",  de Robert Wang.

Link to comment
Share on other sites

13 minutos atrás, albaman disse:

Refiro-me aos nossos irmãos do "lado negro" que o Sandro refere no ponto (5) um pouco atrás. Segundo o ponto de vista deles nós estamos errados e eles certos. 

Não existem erros sobre a Lei do Uno. Serviço a outrem (bem) e serviço a si (mal) são duas formas de se buscar a mesma coisa: o Infinito Criador. 

A única ressalva que eu faria é que existe uma dificuldade inerente no caminho da polaridade negativa devido à implícita separação contida nessa escolha. Digamos que embora os poderes sejam os mesmos, a separação cria uma dificuldade na coleta e no uso da energia, pois lutar contra a unidade é lutar contra a natureza de tudo que existe. 

Link to comment
Share on other sites

27 minutos atrás, Robert disse:

Claro, está certo. Desconfie de toda resposta quase decorada, seja ela espiritualista, cool, esotérica...
Mas convenhamos que há uma energia vital que circula a todos, o sopro de vida, a anima, o vril, a energia vital...e ela é de certa forma universal porque é anterior ao ego

Sim, isso parece ser correto. Essa energia é universal e criadora de tudo o que existe, portanto anterior ao Ego. Mas quem garante que a separatividade acaba com a destruição do ego e não pode ser cultivada mais além? Como disse conheço pessoas que pensam de maneira diferente, porém não conheço a fundo as suas doutrinas e portanto não estou à altura de aprofundar mais a questão.

Link to comment
Share on other sites

A separatividade não acaba com a eliminação do Ego. Ainda existe a individualidade, enquanto estivermos nos planos de manifestaçaõ estaremos separados. Porém sem o ego somos conseguimos ser a expressão individual de algo mais universal. É meio como aquele lance de Jesus

1-"Quem vê a mim, vê ao Pai".

2- Sobre o dia a hora (dos tempos do fim), ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, apenas o Pai

Uééé´... Mas é, pois, é, enquanto não juntar tudo de noov, semrpe haverá algum grau de separação. Mas o grau é muito maior com o Ego.

Link to comment
Share on other sites

O tópico está a tomar um rumo que até parece que eu estou a defender "o lado negro" mas não é o caso. A discussão foi ficando um bocado "retorcida" à medida que avançava e veio a dar nisto. Como disse conheço pessoas que optaram por um caminho diferente e que têm opiniões contrárias sobre o que está certo e o que está errado. Como não me considero suficientemente sábio para lhes indicar qual o caminho mais correto apenas lhes digo: segue o caminho que escolheste que eu sigo o meu. No "fim" se verá quem estava enganado.

Como o Sandro referiu a verdade tem que estar algures, e como não podemos seguir os dois caminhos simultaneamente temos que optar por um lado. Eu assim fiz e baseei a minha escolha no que penso estar correto. Porém não vejo as coisas tão definidas como "preto" e "branco". Vejo muito cinzento pelo meio, e como tal não tenho certezas absolutas. Não sigo o caminho do lado negativo, ou como lhe queiramos chamar, nem defendo as suas ideias,  mas entendo que haja pessoas que o tenham feito e que tenham opiniões diferentes da minha.

Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, albaman disse:

 

Refiro-me aos nossos irmãos do "lado negro" que o Sandro refere no ponto (5) um pouco atrás. Segundo o ponto de vista deles nós estamos errados e eles certos. 

esse negocio de q o mal deve existir é coisa de star wars; o mal nada mais é q a ausencia do bem, ausencia do bem aqui na terra, mundo subevoluido espiritualmente.

mesmo pensando só em si, do ponto de vista da teoria da reencarnação, uma pessoa egoista reencarnaria numa vida com dificuldades, vindo a ser alguém muito pobre ou um  mendigo, por exemplo, não haveria nada de certo viver uma vida assim, sofrendo; pra mim seria o errado.

 

Link to comment
Share on other sites

Acho que nao desviou nao albaman o topico é sobre egosimo ser algo ruim. Eu relacionei isso com certos caminhos,,que costumam atair pessoas com traço mais.esgodtistas e individualistas. E citei um relato do Saamel que mostranqeu certos.sujeitos escolhem um lado aparentemte negativo,,para quem nao conhece.o quasro completo,,mas é porque ha algo positivo nisso também. Me parece que nossos comentarios, de uns e de outros,,estao.bem encadeados.

Link to comment
Share on other sites

2 minutos atrás, bandeirapvh disse:

esse negocio de q o mal deve existir é coisa de star wars; o mal nada mais é q a ausencia do bem, ausencia do bem aqui na terra, mundo subevoluido espiritualmente.

mesmo pensando só em si, do ponto de vista da teoria da reencarnação, uma pessoa egoista reencarnaria numa vida com dificuldades, vindo a ser alguém muito pobre ou um  mendigo, por exemplo, não haveria nada de certo viver uma vida assim, sofrendo; pra mim seria o errado.

 

Quem falou em "mal"? Ou em bem? Não acredito em tal coisa. O que é bom para um pode ser mau para outro. São conceitos que usamos no nosso dia a dia baseados numa certa moralidade e nada mais. Para uns o mal é uma coisa e para outros é o contrário. 

Acredito sim em energias com manifestação negativa e positiva, de criação e de destruição, de luz e de trevas, etc. As definições são apenas palavras para nos ajudar na comunicação. Consegue explicar o que é a luz sem recorrer às trevas?

Link to comment
Share on other sites

28 minutos atrás, sandrofabres disse:

Acho que nao desviou nao albaman o topico é sobre egosimo ser algo ruim. Eu relacionei isso com certos caminhos,,que costumam atair pessoas com traço mais.esgodtistas e individualistas. E citei um relato do Saamel que mostranqeu certos.sujeitos escolhem um lado aparentemte negativo,,para quem nao conhece.o quasro completo,,mas é porque ha algo positivo nisso também. Me parece que nossos comentarios, de uns e de outros,,estao.bem encadeados.

Melhor ainda. :)

Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, Iogui disse:

A luz sem as trevas é tudo que existe. O resto é ilusão.

Diria que é uma ilusão bastante consistente. :)

Mas não é isso que eu queria dizer. Explicar o que é a luz sem o conceito de trevas é o mesmo que tentar explicar o que é a ordem sem o conceito de caos.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...