• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Recommended Posts

Olá, pessoal. Sou novo no fórum, tenho 33 anos e a 5 meses estou na Umbanda.
 

Aos meus 16 anos tive minha primeira projeção. Foi assustador um barulho horrível de batidas e um "zuuuuuuuuuummmm" contínuo. Me vi deitado na cama fui até a cozinha e não conseguia mais me mexer. Eu só caia lentamente, lentamente, até tocar no chão e voltei para o corpo. Tive essa experiência 2 vezes bem parecidas daí não tive mais. Voltei a tê-las agora, aos 33.

 

Recentemente tive uma projeção curta porém interessante. Deitei pra dormir e meu corpo começou a vibrar, meus ouvidos começam a zumbir e a intensidade desse zumbido vai crescendo até deixar de ser um zumbido e se transformar num "apito" único, linear. Nesse momento eu saio do corpo. Dessa vez eu tenho mais controle, consigo andar pelo quarto e pela casa mas são projeções mais curtas e num curto espaço de tempo eu volto ao corpo(ou perco a consciência).

 

A penúltima eu pedi para que o meu erê (crianças da Umbanda) me ajudassem a ter a projeção. Foi muito parecido com o relato anterior mas com um agravante. Apareceu uma criança no quarto. Aí que eu começo a me questionar sobre o raciocínio pois em meu estado "normal/físico" eu daria um "oi" e perguntaria quem era ela (sei que não era o meu erê) mas o que fiz foi horrível. Eu fui em cima dessa criança agarrei o pescoço dela e perguntei: "–Quem é você?". Daí voltei pro corpo. Mas eu jamais seria tão agressivo assim. Isso me preocupa. 

Tive apenas uma incorporação do meu erê no terreiro e a minha conexão mental com ele ainda é pequena. Quando acordei meu erê me perguntou mentalmente: –Gostou, tio? e eu agradeci.

 

A última foi nessa noite. Dessa vez não ouvi os zumbidos nem nada. Só senti a sensação de estar sendo levado por um ser meio azulado (só vi o rosto dele pois ele me segurava) numa velocidade surreal para algum lugar e depois começar a descer e ter a sensação de que eu estava descendo, descendo, descendo pro fundo do mar. Fiquei apavorado e esse ser me intuiu para que eu confiasse. Eu confiei e ele me deu uma "dedada". kkkkkkkkk. Constrangedor mas foi isso mesmo. Enquanto descíamos ele fez alguma coisa no meu chakra base que foi breve mas muito desconfortável. Quando chegamos ao fundo do mar (isso tudo aconteceu em segundos) haviam outras pessoas ali esperando. Parecia uma missão mas não lembro mais do que isso. Sou de Umbanda mas não consegui identificar aquele ser, nunca senti aquela energia. Estou só há 5 meses na Umbanda e nem todos os guias se apresentaram ainda.

Nessa mesma noite eu fui na casa da minha vizinha (dessa vez sozinho), passei por dentro da porta (foi uma sensação diferente), e quando cheguei lá tinha um monte de gente acordada, inclusive a minha vizinha, numa espécie de reunião informal de família. O ambiente tava bem animado, todos felizes. Tive a intuição que nem todos daquela familia eram encarnados. Vi uma menina bonita num canto e fui na direção dela e tentei beija-la. Ela se afastou mas eu fiquei sexualmente atraído. Cara, eu sou casado, tenho 2 filhos, jamais faria isso. Pq eu não consigo raciocinar direito nas projeções?

Depois, nessa mesma noite, eu fui para um lugar muito sujo, com bares, prostíbulos e muita gente curtindo drogas e álcool. Lembro que tinham pessoas conhecidas comigo mas não sei quem eram. Eu me sentia agressivo e sexualmente excitado. Entrei num bar e tinha uma menina lá bêbada e eu transava com ela e acabei machucando ela sem querer. Foi quando eu acordei. 

 

Pessoal, o que está acontecendo? Porque eu não consigo raciocinar direito? Eu, quando acordado, tenho vontade de visitar parentes, curar pessoas, dar passes, Reiki e etc. Quando eu entro na projeção me sinto diferente. Não sei pensar direito... A sensação da projeção é muito gostosa e divertida mas de repente eu fico agressivo ou excitado....

 

Ajudem. :)

 

 

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Kkkk, bem vindo ao mundo astral. Eu demorei bastante a consegui ter um certo controle quando saia. Nas primeiras vezes era muito excitante, depois, com as saídas consecutivas, meio que perdeu a novidade e fui me comportando mais normalmente.

O que me ajudou foi meditar. Depois que comecei tive mais controle mental e consegui fazer alguns testes por lá.

  • Like 1
  • Confused 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Também né, mas provavelmente você começará a se questionar o porque age de determinada forma, tanto aqui quanto em astral (e quem sabe descubra as respostas). Acho que esse tipo de questionamentos pode te ajudar a aumentar a lucidez enquanto esta projetado ou até mesmo despertar a lucidez em sonhos.

Mais era bastante normal, pelo menos pra mim, ter essa euforia no início. Depois que a novidade já não é mais novidade que a euforia diminui um pouco, rs. Só não cheguei a ficar agressiva mesmo quando tinha algum pentelho por perto. O astral aumenta seu estado emocional, estão se estiver bem, vai ficar feliz e isso vai influenciar na projeção e o contrário também.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

falando de emoções e vontades, no astral vc se vê como realmente é, o seu verdadeiro eu; o saulo calderon costuma explicar isso em seus videos; eu em uma das projeções q tive nao consegui segurar os impulsos e comprovei isso, vc vai la e faz, mesmo reprovando isso quando acorda, mas era uma vontade reprimida no fisico q se mostrou no astral.

  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Caramba, @bandeirapvh

Mas todos nós temos vontades. Como eu posso contornar isso? Digo já estou praticando minha reforma íntima, tento sempre ser melhor, mas se eu não tiver consciência fica tudo mais dfiícil.... 

Parece que em dado momento eu perco a razão e fico só emoção e vontades. Por um lado é bom pois isso me mostra aonde devo me corrigir mas vou precisar meditar um pouco mais sobre isso pra entender melhor.

Share this post


Link to post
Share on other sites

olha solaris, eu tb estava praticando essa reforma ja havia um tempo e tive essa experiência, depois dela só lembrei do q o saulo disse nos videos e entendi pq agi daquela maneira, pq no meu caso ainda nao me desapeguei de algumas atitudes, só melhorei um pouco e sei, até mesmo na hora,  q nao é certo, mas continuo no erro, mesmo q seja as vezes so em pensamento; no meu caso o motivo é esse; mas pelo menos estamos no caminho buscando essa melhora.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

vou te dar um exemplo, do meu ponto de vista, do q experimentei e entendi.

se vc aqui no fisico vê uma moça bonita passando e pensa como ela é bonita e gostaria de algo mais, como toca-la, mas claro q nao faz isso por diversos motivos, por ser casado, por q ela nao querendo seria crime etc; mas é uma vontade sua, vc quer e nao faz; as vezes vc olha na tv ou na net e fica fantasiando.

aí, no astral vc passa e se depara c uma outra moça bonita qualquer; é provavel q nesta situação seu espirito se mostrando verdadeiramente como ele é, e suas vontades, vá la e a toque querendo satisfazer essa vontade, sem nenhum pudor, parecendo até oitra pessoa, e mesmo estando lúcido e consciente do momento, depois acorda e se envergonha pq aqui no fisico vc nao faria isso, só se pudesse, pq haveria a vontade.

por isso q acho q se mostra como somos realmente no astral, como se lhe tirassem o pudor e as regras, se revelando.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vontade é diferente de desejo.

No astral a gente não tem todos os condicionamentos que temos quando acordados, por isso que rola coisas que quando você acorda, não entende e reprova.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dá uma olhada neste post...no astral fazemos coisas estranhas, mas que algumas vezes trazem nossa essência à tona, em alguns casos é falta de lucidez mesmo...também já tive atitudes no astral que não teria aqui.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, MichelleA disse:

Vontade é diferente de desejo.

No astral a gente não tem todos os condicionamentos que temos quando acordados, por isso que rola coisas que quando você acorda, não entende e reprova.

tem razão, o correto seria usar a palavra desejo.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pessoal, muito obrigado por toda ajuda. 

De certa forma a Projeção Astral é uma ferramenta de auto conhecimento importantíssima. Gostei de saber que dentro de mim tem agressividade e sexualidade/desejo não contido (gostei não gostando, sabe?). É um ponto onde devo focar minha atenção para evolução, tanto aqui quanto lá.

Gratidão, amigos. Paz e bem!

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nossa consciência pode se dividir e atuar em mais de uma dimensão simultaneamente, mesmo não tendo consciência nenhuma disso. Somos um somatório de "eus" ( personalidades de vidas passadas) uns mais fortes e predominantes que outros. Creio que este "eu " que vc vive em astral esta sobressaindo...Toda alma reencarnada mantém conexão com outras frações de vida que se encontram paralelamente ligadas ao propósito da vida em questão.

"A causa de as pessoas não conseguirem controlar seu espírito, seu lado negro, geralmente reside no fato de elas não se conhecerem verdadeiramente ou não reconhecem como são verdadeiramente, em seu íntimo. A personalidade que nós temos nessa vida foi forjada sob certos padrões culturais, emocionais, psicológicos, financeiros, legais, etc. Isso significa dizer que desde que nascemos a sociedade nos impõe filtros e máscaras que acabam embotando ou escondendo as inclinações e tendências naturais de nosso espírito, aquelas que já trazemos de outras vidas e que, em suma, são aquilo que nós verdadeiramente somos. Desde pequenos a sociedade nos diz o que e como fazer, sentir, expressar, falar e até pensar, dentro de seus padrões de certo ou errado. As condições em que nascemos nos limitam, seja o grau de escolaridade de nossos pais, a classe social, a condição financeira, a religião, hábitos, etc., tudo isso nos molda uma máscara que construímos para nos relacionar com o mundo em que estamos inseridos. Mas isto não é o que somos verdadeiramente. A personalidade atual que temos é ao mesmo tempo uma máscara que esconde nossos desejos e caráter das outras pessoas e um filtro através do qual deixamos passar para o exterior apenas aquilo que é socialmente aceitável. Nosso corpo físico é nossa maior prisão, por esconder e de certa forma equalizar nossa energia, mas ao mesmo tempo é o que nos dá a liberdade de vivermos uns com os outros de forma mais ou menos igual, sem expormos essa mesma energia, que se oculta em nossos desejos e sentimentos mais profundos.Quando nosso espírito sai do corpo, ou como dizemos, quando a gente se projeta, essas barreiras quase todas desaparecem, pois, passamos para outra dimensão regulada por outras regras. Fatores limitantes aqui na dimensão física como situação financeira, status social, leis, moral, religião, etc., desaparecem e nossa consciência, que quando está no corpo físico está limitada por todas as imposições sociais, fica livre para fazer aquilo que deseja. É uma dissociação inconsciente de personalidade"

" A cada reencarnação são “acordados” todos os fragmentos de consciência correlacionados à experiência reencarnatória para que possam atuar no compromisso kármico envolvido na situação. Os demais fragmentos de consciência de cada espírito, que não estão correlacionados às pessoas e situações de uma referida reencarnação, ficam acoplados e guardados no corpo búdico para serem trabalhados em um momento oportuno. Dentro deste processo de profundo despertar, é de vital importância que cada fração de vida que alcançou certo nível de consciência trabalhe no resgate de suas frações de almas que ainda se encontrem adormecidas na ilusão do ego e presas nos domínios da dualidade da terceira dimensão, tendo em vista que se não o fizerem estarão expostos às frequências destas realidades paralelas o que trará grande sofrimento à fração que já se encontra em um nível superior de consciência."

"Estamos colhendo os frutos da insensatez que plantamos em outras vidas. Se numa vida vc se alia com outros espíritos para fazer coisas ruins, criando assim um karma negativo em comum, vc está criando laços difíceis de se romper. Mesmo que numa vida futura vc seja uma pessoa boa, isso não vai impedir que esses mesmos espíritos que já foram teus aliados se aproximem de vc e essa proximidade vai abrir aquela frequência onde vcs faziam o mal."

16 horas atrás, Solaris disse:

Como eu posso contornar isso?

Minha opinião é que vc precisa se conhecer e ser mais forte que esta personalidade que esta atuando em astral. Ao desenvolver maior lucidez poderá controla- la.

Vc é da umbanda deve conhecer a apometria, ela pode ajudar...

Boa sorte!!

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.