• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
gnascimento

Consultoria aos amigos experientes

Recommended Posts

Olá, amigos!

Gostaria de ajuda, pois mesmo lendo os materiais disponíveis, tenho dúvidas práticas que não estão nos livros e só quem se projeta consegue me responder com certa precisão.

Bem, comecei a estudar sobre a viagem astral alguns meses atrás. Apesar de estudar bastante, não obtive muito sucesso nas minhas práticas, conseguia sentir bem as movimentações de energia pelas técnicas do Saulo, mas nada de projeção. Testei as técnicas do Raduga e pra ser sincero, não consigo acreditar muito que as técnicas tão simples que ele diz funcionam, ou talvez eu que tenha dificuldade em entender como fazê-las. Fato é que alguns insucessos, o medo do desconhecido e a falta de tempo do dia a dia, me fizeram deixar um pouco de lado esse assunto, mesmo assim, mantive a movimentação das energias, acreditando fazer um bem geral.

Essa semana me surgiu a vontade de voltar os estudos e as tentativas, dessa vez com mais calma e serenidade. Ontem, resolvi fazer uma tentativa que acreditei funcionar, com base nas minhas leituras sobre o tema. Ao invés de dormir e acordar, resolvi ficar acordado até a madrugada, em torno de 02:00 da manhã tomei um banho, voltei e continuei lendo sobre viagem astral, li um pouco o compilado do Sandro e uns trechos interessantes do manual do Waldo vieira, me ajudaram na preparação. Pouco depois das 3h senti sono, me deitei, iniciei as técnicas de relaxamento e aproveitei para solicitar apoio dos mentores. O relaxamento foi bem fácil, devido o cansaço físico acumulado, então parti para técnica do Saulo de movimentação das energias. Logo ao iniciar a movimentação nos pés, o corpo todo ficou energizado instantaneamente e muito forte (isso nunca tinha me acontecido tão rápido, atribuí a uma ajuda de mentor), contudo, meus batimentos cardíacos aumentaram demais, não entendi se isso faz parte ou isso foi um erro meu. Tentei me acalmar ao máximo, os batimentos diminuíram e consegui manter o EV um pouco mais fraco. Tive a impressão de começar a enxergar um luz com os olhos fechados, mas logo depois perdi a consciência. 

Bom, minhas questões aos amigos é: Como proceder a partir do EV? O coração disparado faz parte ou não? Após aplicar alguma técnica de separação, abrimos os olhos ou passamos a enxergar sem abri-los no corpo eterico ?

Se puderem me ajudar, ficarei imensamente grato!

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 minutos atrás, gnascimento disse:

Bom, minhas questões aos amigos é: Como proceder a partir do EV? O coração disparado faz parte ou não? Após aplicar alguma técnica de separação, abrimos os olhos ou passamos a enxergar sem abri-los no corpo eterico ?

 1- sentiu que gerou e.v., intensifica até soltar todo o corpo. Você vai saber quando isso acontecer.

2- sim, mas apenas quando você nao esta acostumado com o processo.

3- bom, perto do corpo eu não enxergo nada, então assim que desacoplo saio de perto do corpo. As vezes por causa do lastro energético você continua sem ver. De qualquer forma é só focar atenção na visão que ela limpa aos poucos e você enxerga normalmente.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutos atrás, gnascimento disse:

Testei as técnicas do Raduga e pra ser sincero, não consigo acreditar muito que as técnicas tão simples que ele diz funcionam, ou talvez eu que tenha dificuldade em entender como fazê-las

Você não está sozinho nessa "trava". Entrei na gnose com 18 ou 19, anos. Ensinavam que para se projetar você só deita ali, fica atento ao sono, concentrado em algo para não dormir, como concentrado no coração ou na pineal, e, se nada acontecesse, de vez em quando voce deveria levantar devagarinho da cama e dar um pulinho. Se flutuasse, estava em astral, se não flutuasse, então dita de novo e segue tentando...

Pensei "Eu hein? Que babaquice!"

Pois é, só depois do quarenta, após algumas centenas de projeções, percebi que é só precisa isso mesmo. A dificuldade toda reside e não apagar, mas permitir sonolência. É como tentar equilibrar um ovo em pé. Por isso  PARECE complicado, porque falhamos nesse equilíbrio, ou apagamos, ou não desenvolvemos a sonolência no grau certo. Mas não é complicado não.

Agora, se você quiser perder uns 24 anos travado nisso, como eu perdi, é com você, kkkk. Eu sei bem que quando a gente não engole a coisa , não adianta, melhor buscar umas voltas mais complicadas, ate você pode ver que é mesmo simples.

33 minutos atrás, gnascimento disse:

meus batimentos cardíacos aumentaram demais, não entendi se isso faz parte

Em algumas pessoas faz parte, mas eu nunca pasei por isso. É aceleração do chackra cardíaco,  que pulsa. Como o coração também pulsa, a pessoa jura que é o coração. Mas se fossa sua pineal pulsando ou o umbigo, ou a garganta, ou a nuca, você não acharia que era um órgão né? Já senti esses outros pulsando, mas o coração nunca senti.

Sobre o resto a Michelle já respondeu.

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 minutos atrás, sandrofabres disse:

fica atento ao sono, concentrado em algo para não dormir, como concentrado no coração ou na pineal, e, se nada acontecesse, de vez em quando voce deveria levantar devagarinho da cama e dar um pulinho. Se flutuasse, estava em astral, se não flutuasse, então dita de novo e segue tentando..

Sim, é isso mesmo. Percebi isso depois que comecei a meditar e conseguir relaxar no asana.Tanto que as vezes nem é preciso ter e.v. para rolar o desacoplamento do corpo.

É que o e.v. meio que expulsa o corpo astral na marra, e quando fica alguma parte do corpo presa, é mais fácil gerar um e.v. naquela área do que ficar esperando o relaxamento. O negócio é acha o ponto certo entre relaxamento e sono (e o estado mental certo também).

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito grato pelas respostas. Mas ainda assim tenho muitas dúvidas sobre esse processo.

Em relação ao Raduga, acredito em você Sandro, mas as técnicas de separação dele me soam tão estranho, são muito relativas pra cada pessoa e justamente no ponto que eu mais tenho dúvida, a separação. 

Vou tentar mais essa noite, muito obrigado pela ajuda!

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, gnascimento disse:

solicitar apoio dos mentores.

como vc fez isso ?? Já vi pessoas falando em fazer isso, é tipo orar?? Pq se for eu já tentei e n deu certo kkkk se puder me explicar eu ficaria grato kkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, gnascimento disse:

Muito grato pelas respostas. Mas ainda assim tenho muitas dúvidas sobre esse processo.

Em relação ao Raduga, acredito em você Sandro, mas as técnicas de separação dele me soam tão estranho, são muito relativas pra cada pessoa e justamente no ponto que eu mais tenho dúvida, a separaçao

No sei o que voce quis dizer com "relativas a cada pessoa". Você acha que depende da pessoa ter mais facilidade para.uma,,yecmica, çutra pessoa ter facilidade para outra, enquamto que a tecmcias energéticas seruam para todos? Técmicas energetica podem demorar meses para a pessoa começar a ter resultado,,ate porque elas sao tecnicas AUXILIARES, nãp são tecmicas projetivas mesmo. Recorde,,na tecnica cometa do Sauço apenas a gangorra é a técnica projetiva, o resto tudo é mera preparaçao. E a gangorra em.nada difere das outras tecnicas de separaçao, como as que o raduga lista ali. 

Mas o que ele é apenas uma coçetanea do quea s pessoas ais usam e mais funciona.  Eu so comheci o livro do Raduga em novembro de 2011, e ja esrava me projetado 2-3 nootes por semana desde Maio. Ja tinha usaso quase tudo que ele lista ali, por mera tentativa e erro, e lógica, tinha desoberto as mesmas coisas. Entao o que ele relata ali, em termos de separaçao e manutençao apos separaçao,  são coisas bem " chão"  mesmo. 

Mas exatamente porque raramente uma mesma tecnica qeu funcionou ontem , funcionara hoje,  e poruqe algumaa pessoas tem mais facilidade com uns tipoa e não outros, voce tem.que conhecer varias, e apos algubs emses de teste, ter su propria coleçao do que funciona mais rapido.

No seu caso, que atrasou bastante a dormida , isso provabelmente tem.a ver com os habitos até energeticos  do corpo. Quando eu estava deita do pontualmente as 22h,  e ja deitava tenta do me projetar, ula noite me.atrasei respondendo aqui mo gva e deitei 23:30. Foi so jogar mue corpo na cama e meu corpo astrla.twntou pular para fora do corpo. Eu deitei de bruços, e senti no mewmo instante que meu coroo encowtou no colchao, o corpo astral jogar as pernas para foranda cama e ficar preso pelo peito. Fiquei ali sentindo meu corpo astral debatendo as pernas, para ver se  conseguia se soltar,mas noa conseguiu. So que eu apenas tinha largado meu corpo na cama,,nao tinha nem.me.acomodado ainda para me entregar ao sono, e ele ja queria sair na marra. Provavelmente pelo meu atraso em deitar. Assim como voce deitou mais tarde e conseguiu instalar uma energgizaçao forte,,talvez porque seu corpo, naquele horario, ja estaria meio pre-pronto para o ev de separaçoa, quebtodas as noites rle fara , quando voce pega no sono.

Mas é isso, é dificil pegar o jeito . E voce pode gerar o EV e ainda assim nao conseguir sair, se nao tiver feito um relaxemento antes ( ou acordado ha pouco), poruqe isso tudo anda junto, relaxamento, mente focada e energias. As energias voce até pode se dar ao luxo de ignorar porque seu corpo cuidara delas de qualquer maneira. Relaxamento voce induz ou entao deuxa seu corpo cuidar disso tambem, tendo dormido antes. Resta a mente, que oi fica acrodada demais , ou apaga. Isso que é o mais dificil.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Sandro e amigos!

 

Primeiramente, me desculpe pela demora em respondê-lo. Visualizei sua mensagem no mesmo dia e acabei por ficar refletindo um tempo e mudando um pouco a prática pra ver o que acontecia, aproveitando pra soltar a resposta aqui com mais perguntas kkkk.

Em ‎15‎/‎01‎/‎2018 at 07:27, sandrofabres disse:

No sei o que voce quis dizer com "relativas a cada pessoa". Você acha que depende da pessoa ter mais facilidade para.uma,,yecmica, çutra pessoa ter facilidade para outra, enquamto que a tecmcias energéticas seruam para todos? Técmicas energetica podem demorar meses para a pessoa começar a ter resultado,,ate porque elas sao tecnicas AUXILIARES, nãp são tecmicas projetivas mesmo. Recorde,,na tecnica cometa do Sauço apenas a gangorra é a técnica projetiva, o resto tudo é mera preparaçao. E a gangorra em.nada difere das outras tecnicas de separaçao, como as que o raduga lista ali. 

 

Bem, a relatividade que eu me refiro é mais de interpretação da técnica, que acabam por influenciar diretamente na prática. Por exemplo, uma das técnicas indiretas diz: "Imagine-se parado em algum local da casa", eu consigo apenas imaginar a imagem na minha mente, como se imaginasse uma maça, mas alguém pode interpretar diferente. As outras técnicas que remetem a memória corporal são mais fáceis de aceitar (Gangorra, Rolar na cama), porém são de difícil execução também. Sempre que uso essas técnicas de "memória corporal" tento reproduzir a sensação, mas podem ser interpretadas para serem imaginadas na mente.

Se puderem disponibilizar um pouco mais do seu tempo para responder minhas novas dúvidas das últimas tentativas, fico muito grato.

1 - Manter a mente alerta com o sono leve é fácil, mas com o sono pesado isso torna-se uma tarefa bem difícil. Posso ficar pensando em qualquer assunto para mantê-la ativa esperando o corpo adormecer? ou o pensamento em qualquer coisa interfere no sono e fico acordado?

2 - Durante uma das últimas tentativas, trabalhei bem a mente alerta - corpo relaxado e obtive várias quedas no corpo, esqueci o termo que o Saulo usa para isso, mas é aquele pulo que a gente dá na cama. Quando começou acontecer isso, pensei que ia, mas não foi... Como identifico que alguma parte do meu corpo astral está fora do físico? Vi a instrução do Sandro de identificar qual parte está fora e usar uma técnica diferente, Mas como identificar?

Obrigado!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em ‎15‎/‎01‎/‎2018 at 00:18, Nathanael disse:

como vc fez isso ?? Já vi pessoas falando em fazer isso, é tipo orar?? Pq se for eu já tentei e n deu certo kkkk se puder me explicar eu ficaria grato kkkkk

É tipo orar mesmo Nathanael, não posso afirmar com certeza que funcionou pra mim, mas tenho convicção.

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutos atrás, gnascimento disse:

Por exemplo, uma das técnicas indiretas diz: "Imagine-se parado em algum local da casa", eu consigo apenas imaginar a imagem na minha mente, como se imaginasse uma maça,

Cara, se você estivesse em pé, na sua sala de estar, em frente ao sofá, o que você estaria enxergando? É só isso, reproduza todo cenário com sua imaginação, e preste atenção aos detalhes. Imagine que vai ate a estante e pega um objeto dela na mão. Sinta a textura, olhe os detalhes dele, olhe sua mão segurando o objeto, olhe para baixo de veja seu corpo ( só enxergaria do peito para baixo se estivesse fazendo isso fisicamente né? Pois então, recrie os mesmos angulos de visão que teria se estivesse de fato fazendo isso). É como um game em primeira pessoa, não tem mistério:

 

17 minutos atrás, gnascimento disse:

Como identifico que alguma parte do meu corpo astral está fora do físico? Vi a instrução do Sandro de identificar qual parte está fora e usar uma técnica diferente, Mas como identificar?

Quando você pensar "Oh meu Deus! Eu tenho quatro braços!!!!!!!" ou "Tenho quatro pernas!!!", ou "Porque diabos estou deitaod na cama mas minhas pernas estão flutuando no ar??? Ah não estão deitadas no colchão, que bobagem.. ah não estão flutuando sim!!!!"

Ou seja, se não for nítido o suficiente para você achar que tem mais do que dois braçso ou pernas, então nem esquente porque nãochegou a hora ainda. Quando acontece é algo bizarro, não deixa dúvidas. A prieira vez que me aconteceu eu estava deitaod na cama e derepetne pensei "Ué... Porque eu estou com as pernas lá em cima? Que diabos de idéia maluca me fez colocar uma cadeira em cima da cama e as pernas em cima da cadeira??? "

Aí prestei atenção e senti que as panturrilhas estavam encostadas no colchão " Ah que bobeia, por instante tive a impressão que minhas penras estavam quase 1metro acima da cama, que maluquice..."

E então pronto, lá estava eu de novo sentindo as pernas no ar. É algo nítido o suficente para você se assustar, não se preocupe, não vai ter como não notar caso aconteça, ehehe.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, sandrofabres disse:

Cara, se você estivesse em pé, na sua sala de estar, em frente ao sofá, o que você estaria enxergando? É só isso, reproduza todo cenário com sua imaginação, e preste atenção aos detalhes. Imagine que vai ate a estante e pega um objeto dela na mão. Sinta a textura, olhe os detalhes dele, olhe sua mão segurando o objeto, olhe para baixo de veja seu corpo ( só enxergaria do peito para baixo se estivesse fazendo isso fisicamente né? Pois então, recrie os mesmos angulos de visão que teria se estivesse de fato fazendo isso). É como um game em primeira pessoa, não tem mistério:

 

Essa foi uma dica sensacional kkk. Sempre tive essa dúvida e acabava por me imaginar em terceira pessoa. Muito obrigado!

Só mais em relação as "quedas" isso não significa que eu estava fora do corpo físico, pelo menos uma parte?

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, gnascimento disse:

Sempre tive essa dúvida e acabava por me imaginar em terceira pessoa

Mita gente faz isso não sei porque. O realismo é importante, e não tem como ser realista imaginado que vocé é "outro lá". Se é você em algum lugar, voce nunca verá seu rosto, por exemplo. Para quebrar um pouco essa hipnose, as vezes sugiro voce pegar um rolo de papel higienico e encostar no rosto, espiando pelo centro dele. Entao ande pela casa e note como é seu campo de visao a medida que muda de direção. O que voce perceberá é que funciona como uma camera oculta, e que voce precisa GIRAR O CENÁRIO TODO se quiser criar uma imaginação realista fingindo que dobrou a esquerda ou a direita, exatamente como o game acima.

9 minutos atrás, gnascimento disse:

Só mais em relação as "quedas" isso não significa que eu estava fora do corpo físico, pelo menos uma parte?

Sim, com certeza, mas as vezes estava desencaixado só uns 3cm, e parece uma queda maior.

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, gnascimento disse:

Por exemplo, uma das técnicas indiretas diz: "Imagine-se parado em algum local da casa", eu consigo apenas imaginar a imagem na minha mente, como se imaginasse uma maça, mas alguém pode interpretar diferente. As outras técnicas que remetem a memória corporal são mais fáceis de aceitar (Gangorra, Rolar na cama), porém são de difícil execução também. Sempre que uso essas técnicas de "memória corporal" tento reproduzir a sensação, mas podem ser interpretadas para serem imaginadas na mente

Não é difícil não, apenas sua mente que não esta treinada pra isso. É treino. Quanto mais você treinar mais fácil e realista fica.

Quantos as técnicas você já entendeu. Não é apenas imaginar e sim emular a sensação daquilo. Por exemplo, eu me visualizava estar boiando em uma piscina ou no mar e procurava sentir todas as sensação, que pra mim são muito agradáveis. Ou que estava deitada em uma rede e ela balançava pra lá e pra cá. Enfim, descubra algo que te agrade e use. Se concentre nisso, na sensação e não em raciocinar o que esta acontecendo. A tendência da mente é querer ficar racionalizando tudo, quando você desencana disso, a parada fluí. Você vai sentir as energias circulando e em pouco tempo entrará em e.v. 

13 horas atrás, gnascimento disse:

1 - Manter a mente alerta com o sono leve é fácil, mas com o sono pesado isso torna-se uma tarefa bem difícil. Posso ficar pensando em qualquer assunto para mantê-la ativa esperando o corpo adormecer? ou o pensamento em qualquer coisa interfere no sono e fico acordado?

2 - Durante uma das últimas tentativas, trabalhei bem a mente alerta - corpo relaxado e obtive várias quedas no corpo, esqueci o termo que o Saulo usa para isso, mas é aquele pulo que a gente dá na cama. Quando começou acontecer isso, pensei que ia, mas não foi... Como identifico que alguma parte do meu corpo astral está fora do físico? Vi a instrução do Sandro de identificar qual parte está fora e usar uma técnica diferente, Mas como identificar?

Mente muito alerta é ruim. O ideal é você se concentrar em alguma coisa até mesmo pra que o relaxamento do corpo ocorra. Se estiver muito cansado, bom, tem uma vantagem e uma desvantagem. Se já se conhecer, dá pra gerar e.v instantâneo e desacoplar o corpo muito rápido. A desvantagem é que é mais fácil apagar do que consegui sair em projeção, kkk.

Sensação de queda do corpo é o corpo astral desacoplando, normalmente quando você relaxa o corpo e não percebe que isso aconteceu e quando se dá conta...susto. Quando alguma parte do corpo esta "solta" você sente. É como se aquela parte fosse um balão com gás hélio, fica leve. Mais só vai perceber isso se atingir um nível de relaxamento e não dormir.

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, sandrofabres disse:

Cara, se você estivesse em pé, na sua sala de estar, em frente ao sofá, o que você estaria enxergando? É só isso, reproduza todo cenário com sua imaginação, e preste atenção aos detalhes. Imagine que vai ate a estante e pega um objeto dela na mão. Sinta a textura, olhe os detalhes dele, olhe sua mão segurando o objeto, olhe para baixo de veja seu corpo ( só enxergaria do peito para baixo se estivesse fazendo isso fisicamente né? Pois então, recrie os mesmos angulos de visão que teria se estivesse de fato fazendo isso).

Aproveitando o assunto..

Já treinei algum tempo com esse tipo de projeção e percebo que ela é bem diferente das que tinha. Essa parece ser mais uma projeção mental do que a outra, que para mim é mais sensórial. Talvez seja porque a mental você não precisa desacoplar o corpo astral embora isso possa acontecer. Então Sandro, acredito que você tenha treinado ambas, saberia dizer se com a projeção mental você conseguiria atingir o mesmo nível de sensibilidade que na outra?  

Eu treinei por pouco tempo é não consegui chegar a essa conclusão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse foi o primeiro tipo de técnica qie usei, tendo dado certo ja na primeira tebtatica aos, 13 anos, enquanto as outras,,de imaginar-se flutuando ou evaorando do corpo falhavam sempre, mesmo eu fazendo todos os dias. 

Tive varias projeçoes.usando essa técnica para me deslocar para locais conhecidos, como outro local da casa,,ou mesmo para o meu trabalho. 

O resultado para mim  nada se distingue das outras, que usam como gatilho de separaçao o manejo de energias. Mas ha um salto de percepçao: num momemto voce esta so imaginanso, entoa num piscar de olhos ( em geral acompanhado com um frio mo estomago) vcoe esta la no local alvo, sólido, apalpa-se , toca em tudo, não vi diferrença sensorial entre as técmicas QUANDO a trasnferencia é completa. Mas as vezes ppode acontecer de noa completar, e vocr se sente piliotando um personagem de vdeogame, não se sente totalmente la. Mas esse problema tambel ja me ocorreu umas duas vezes em.que me separeo dp corpo usando EV, entao nao creio que seja problen da técnica,,mas do estato em que estamos quando projetados. Se sua cosnxiencia mo fisico estativer ainda meio acordada, as percepçoes do eu projetado ficam meio anestesiadas e a percepçao parece um tanto irreal ou sonhadora. Mas sei que não é o caso porque obtive uma das minhas raras comprovaçoes justo num tipo de experiéncia assim, em que eu parecia controlar  da cama meu eu projetado, mas nunca me sentia totalmente lá.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Show!

Então é questão de treino e prática. É que como aprendi a me projetar usando as técnicas daqui, parece que essa mental vai ficar apenas na imaginação/visualização é não vai além. Até onde consegui fiquei com essa sensação de sonho.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa técnica sempre tem o risco de criar uma plasmagem e tudo ser uma fantasia. Não será menos "sólida" por causa disso, mas pode ser tudo falso.

É por isso que o Robert Bruce recomenda não usar técnica mental para ir a um lugar que você nunca esteve fisicamente, pois não SABENDO de fato como é, pode criar uma ilusão realista e ir parar lá. Será tão realista quanto outras projeções, mas o que PODE  ser tudo criação da mente, porque o estado mental que permite a separação é também um transe hipnótico.

As técnicas se separação  são elas próprias ilusões hipnóticas que usamos para convencer a mente de que está havendo uma separação, e então a separação termina acontecendo mesmo. Mas nesse caso você imaginou, visualizou, sentiu fortemente o processo de separação (corda, gangorra, rolar para o lado,etc) não quer dizer que o lugar onde você vai parar ao descolar do corpo seja ilusão, porque você não está focando sua atenção nisso, mas apenas no processo de separação. Já quando usa o alvo mental, toda sua atenção está focada no lugar, com todos os detalhes.

Então o que tem MENOS CHANCE de parar numa plasmagem é só usar o alvo-mental para transportar-se para lugares que você já esteve no físico ( lado de fora da casa, a casa de amigos ou parentes, algum lugar que voce visitou em viagem) , porque nesse caso seu elo é real com esse lugar, através da MEMÓRIA E ENERGIA, não apenas através da criação imaginária de como ele seria (mesmo que use uma foto, você não tem dados reais, dos sentidos, para te ancorar lá, tem apenas a aparência)

O Wellington comentou aqui que ele acha que usar o alvo-mental ali deitado pode ter mas risco de ilusão do que usá-lo após sair do corpo, para teletransporte oa local.

Não sei se é ou não, porque tudo em projeção, se não tiver uma comprovação física posterior que confirme, sempre é suspeito mesmo:

http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17309-saída-contínua-sem-ev-ou-catalepsia/&do=findComment&comment=75546


 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

vou t passar o aconteceu comigo pra tentar t ajudar ,nao sou experiente e estou em recesso e tentando voltar mas esta muito dificil, nem olve consigo fazer sem acabar dormindo e ev a muito tempo nao sinto mais, mas estou ciente o pq d tudo isso estar acontecendo agora mas enfim vou t passar o q interessa.

fiquei cerca de mais ou menos uns 2 anos praticando movimentacao de energia ,lendo muito respeito de tudo enfim respirava projecao astral 24 hs por dia (saturacao mental,muito importante para conseguir lucidez )mas nunca tendo uma ,somente um resticio ev quando voltava do sono e nao era coracao acelerado (como vc relatou contigo),que dava impressao de ser, pois comecei apos um tempo verificar o pulso pra comprovar ,entao realmente comprovei q dependendo da intensidade do meu ev é muito semelhante a uma taquicardia respondendo a sua segunda pergunta, podendo ser isso ,mas vc teria q confirmar .

em relacao ao ev nunca consegui acelera-lo para tentar uma projecao e nunca consegui uma atraves do ev ,geralmente vinha o ev por causa da projecao mas tive duas excessoes e uma delas vou relatar aqui mais em baixo, entao teria que aplicar as tecnicas pra isso q nunca deu certo comigo

tentei inumeras vezes as tecnicas do raduga(corda ,nadar etc) e nada, mas a questao do sono d 6 horas é importante

em determinado dia acordei para tentar uma tecnica e apos nao ter sucesso virei de barriga para baixo e tentei dormir ,comecei a sonhar acordado sem sono (acredito ter sido uma sugestao de sonho) em que eu estava em miha cidade natal e vi uma bola  a uma certa distancia de mim e me veio a intuicao de  dar um zoom nela e na hora veio o ev junto com a aproximacao da bola e  a sensacao de projecao, empolgado voltei pro corpo.tentei novamente mas agora veio a imagem na borda de uma montanha, me joguei dela sentindo toda a sensacao de voar mesmo junto com o ev instalado e depois d alguns segundos voltei para o corpo.

a partir destes acontecimentos tive outros com sugestao de voo que me faziam ter a projecao comecei a usar esta tecnica sugerida para tentar a projecao, sempre me imaginado saltando de um lugar muito alto que sinta passando pelas nuvens numa queda muito demorada, praticamente dependia da minha concentracao para manter a queda acontecendo que logo estava projetado voando mesmo nem sempre no mesmo lugar da tecnica usada, as vezes mudava completamente o cenario .agora vc me pergunta como eu sabia se era projecao ou nao? bom , certeza nao tenho mas a sensacao era muito diferente de uma imaginacao ,pois estava lucido e sentia de certa forma o que estava acontecendo com meu ´corpo` projetado, as sensacoes muito parecidas com a fisica de vento e voo e como ja fiz paraquedismo tenho como comparar.

enfim, acredito q essa tecnica q ate entao nunca tinha lido a respeito me foi sugestionada acredito, estava em momento da minha vida muito boa a nivel emocional, sentia uma imensa vontade de me doar em relacao a ajudar aos mais necessitados e assim o fazia quando possivel , me disponibilizava toda noite na exteriorizacao de energia a usarem ela para quem precise ,entao tudo isso acho que acabou ajudando a ficar afinado com os amparadores, cheguei a um certo dia ate a sentir um passe na minha coluna, uma unica vez ,e outra noite depois de uma mbe virei de lado para dormir e um ev muito intenso se instalou em mim, entrei em panico na hora querendo que tudo parasse e parou, q imenso arrependimento sinto ate hj por isso, a partir desse dia tudo comecou a diminuir gradativamente o que me fez desanimar junto com o stress do dia a dia q voltou com tudo.

minha projecoes se acabaram resumindo na maioria das vezes em voos que duravam alguns segundos mas imensamente prazerosos, nunca tive uma projecao classica q foi o objetivo, geralmente ja aparecia em determinado local mas sentir saindo do corpo e o vendo nunca aconteceu. acredito q tive a oportunidade de evoluir e fazer muito mais e desisti por medo do desconhecido , q grande bobeira minha e hj pago por isso, mas estou tentando voltar aos poucos, entao digo pra ti que como eu que tenho imensa dificuldade d ter alguma projecao quanto mais fatores vc somar mais ira ajudar, desde saturacao mental, afinidade com mentores, dedicacao as tecnicas, mbe etc

respondendo a sua terceira pergunta, vc nao tem que se preocupar em abrir os olhos , se vc se projetar ao contrario de uma projecao cega vc ja estara enxergando ao contrario teria que efetuar tecnicas pra abrir o frontal e/ ou se distanciar do corpo fisico.algumas vezes ja me peguei com deitado de olho fechado e enxergando o quarto mas com um nivel de conciencia um pouco baixo e tudo rapido

abc

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.