• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
joaquimdasilva

Estou pensando em entrar para a gnose: alguém tem experiência nela? É uma boa ideia, ou é mais um culto maluco?

Recommended Posts

Estou pensando em entrar para a gnose: alguém tem experiência nela? É uma boa ideia, ou é mais um culto maluco?

Desejo melhorar e conhecer a mim mesmo o máximo possível, tenho muitos objetivos e vejo que algumas pessoas aqui tem experiência com a gnose de Samael Aun Weor. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, eu ja fui instrutor gnóstico, numa das ramificações, a chamada Nova Ordem, que foi extinta após a morte do Rabolu, o sucessor do Samael. Ele avisou na carta final, escrtia pouco antes do desencarne, que não deixaria sucessor ( Em ordens vivas o sucessor tem que ser indicado ainda em vida pelo Mestre , para evitar que algum charlatão se apresente como Mestre e leve o grupo todo para uma uma rota de distorções que destrua o ensino original. Mas o Rabolu exigia no mínimo um Kundalini desperto, para ser seu sucessor, e como ninguém conseguiu chegar nesse ponto, ele não indicou sucessores. Outras linhas tem lá seus mestres segundo seus critérios)

Eu te diria o seguinte: foque nos livros do Samael. A Gnose é boa, mas é como uma wikipedia, te dá um apanhado geral, você terá que pesquisar nas fontes se quiser aprender mais sobre os inúmeros temas que ela se propõe a ensinar. Um exemplo bem claro é Tarô e Cabala, o ensino do Samael nessa área é risível, você tem que estudar esses temas por fontes especializadas nesses assuntos.

Use os conteúdos dos cursos como um "plano de estudos'" apenas. Aprenda o que eles ensinam, mas pesquise muito mais em outras fontes para melhorar sua compreensão o tema. Se cair no papo dos colegas gnósticos "Para que vou perder tempo pesquisando se o Mestre Samael já pesquisou tudo isso e selecionou só o que funcionava em todas as ordens, descartando o inútil?" vai fazer o que o próprio Samael condenava, mas que os gnósticos adoram fazer:

"Vai virar seguidor de homens".

O melhor da Gnose é a psicologia gnóstica, tanto na informação quanto nas técnicas.

A informação você aprofunda nos livros do Ouspensky sobre os ensinos do Gurdjieff, que é a mesma psicologia gnóstica:

- Um novo Modelo do Universo

- Fragmentos de um ensinamento desconhecido

-O Quarto Caminho

- Psicologia  da Evolução possível ao Homem

Mas as técnicas psicológicas  parecem ser exclusividade da gnose, nunca cruzei com elas em nenhum lugar.

Tirando isso, o resto dos assuntos você consegue aprofundar em diversas outras fontes. E DEVE aprofundar, o Samael tinha uma escrita truncada, um problema similar ao Waldo Vieira aliás. Então voce precisa do curso para entender a gnose, pelos livros eu diria que é quase impossível. Está tudo espalhado, só nos cursos a gente integrava  as diversas informações sobre um tema, numa só conferência. Não existe nenhum livro da Gnose que seja completo  nem mesmo sobre um único tema. Acho que só dois fazem isso:

--o livro  Inferno Diabo e Carma, que trata praticamente só sobre  infradimensões,

-As três montanhas, sobre as etapas do processo inicático.

O resto são quebra-cabeças de temas.

Tentei montar uma coletânea, usando diversos capítulos de diversos livros, para tentar montar uma progressão coerente, como fazemos nos cursos, usando  lista de aulas que a gente dava na minha época, para seguir uma sequencia. Mas abordando apenas o básico mais impotante. Se quiser dar uma lida, está aqui. Fiz um índiceno início dos temas, e digo ali de qual livro saiu cada capítulo, para a pessoa ler direto na fonte se quiser:

Coletanea gnostica.pdf

Mesmo assim, você precisa três pilares para entender a gnose:

 - o curso

- ler os livros

- praticar o que é ensinado

 

Se não praticar, o papo do Samael vai soar maluquice. Lembro que enquanto eu só li achei que o Samael só falava frases sem sentido. Mas após começar a praticar aquelas frases adquiriram significados bem mais profundos, porque expressavam percepções muito diretas sobre o que é nossa psique. Mas antes de descobrir por si mesmo o que tem dentro da sua mente, as frases parecem conter apenas conceitos estapafúrdios, exageros retóricos, etc.

Se não fizer o curso, vai ser difícil entender o esquema todo, vai parecer incoerente, fragmentário.

Se não ler os livros do Samael, vai acreditar em qualquer tolice que os instrutores ensinam erradamente, e que não está baseado nos livros de gnose, mas nas invencionices deles ( no meu tempo ensinavam que deitar de bruços faz você se projetar para as infradimensões, kkkk). Quando te contarem algo estranho pergtune "em qual livro o Samael dizia isso? Qual capítulo? Quero ver se tem mais informações..." . Assim você logo vai descobrir quem são os instrutores sérios, que sabem exatamente de onde saiu cada coisa, e quem são os mitômanos (gente que quer bancar o sabichão, que tem informações 'exclusivas', o outro nome para invencionice própria.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, sandrofabres disse:

Cara, eu ja fui instrutor gnóstico, numa das ramificações, a chamada Nova Ordem, que foi extinta após a morte do Rabolu, o sucessor do Samael. Ele avisou na carta final, escrtia pouco antes do desencarne, que não deixaria sucessor ( Em ordens vivas o sucessor tem que ser indicado ainda em vida pelo Mestre , para evitar que algum charlatão se apresente como Mestre e leve o grupo todo para uma uma rota de distorções que destrua o ensino original. Mas o Rabolu exigia no mínimo um Kundalini desperto, para ser seu sucessor, e como ninguém conseguiu chegar nesse ponto, ele não indicou sucessores. Outras linhas tem lá seus mestres segundo seus critérios)

Eu te diria o seguinte: foque nos livros do Samael. A Gnose é boa, mas é como uma wikipedia, te dá um apanhado geral, você terá que pesquisar nas fontes se quiser aprender mais sobre os inúmeros temas que ela se propõe a ensinar. Um exemplo bem claro é Tarô e Cabala, o ensino do Samael nessa área é risível, você tem que estudar esses temas por fontes especializadas nesses assuntos.

Use os conteúdos dos cursos como um "plano de estudos'" apenas. Aprenda o que eles ensinam, mas pesquise muito mais em outras fontes para melhorar sua compreensão o tema. Se cair no papo dos colegas gnósticos "Para que vou perder tempo pesquisando se o Mestre Samael já pesquisou tudo isso e selecionou só o que funcionava em todas as ordens, descartando o inútil?" vai fazer o que o próprio Samael condenava, mas que os gnósticos adoram fazer:

"Vai virar seguidor de homens".

O melhor da Gnose é a psicologia gnóstica, tanto na informação quanto nas técnicas.

A informação você aprofunda nos livros do Ouspensky sobre os ensinos do Gurdjieff, que é a mesma psicologia gnóstica:

- Um novo Modelo do Universo

- Fragmentos de um ensinamento desconhecido

-O Quarto Caminho

- Psicologia  da Evolução possível ao Homem

Mas as técnicas psicológicas  parecem ser exclusividade da gnose, nunca cruzei com elas em nenhum lugar.

Tirando isso, o resto dos assuntos você consegue aprofundar em diversas outras fontes. E DEVE aprofundar, o Samael tinha uma escrita truncada, um problema similar ao Waldo Vieira aliás. Então voce precisa do curso para entender a gnose, pelos livros eu diria que é quase impossível. Está tudo espalhado, só nos cursos a gente integrava  as diversas informações sobre um tema, numa só conferência. Não existe nenhum livro da Gnose que seja completo  nem mesmo sobre um único tema. Acho que só dois fazem isso:

--o livro  Inferno Diabo e Carma, que trata praticamente só sobre  infradimensões,

-As três montanhas, sobre as etapas do processo inicático.

O resto são quebra-cabeças de temas.

Tentei montar uma coletânea, usando diversos capítulos de diversos livros, para tentar montar uma progressão coerente, como fazemos nos cursos, usando  lista de aulas que a gente dava na minha época, para seguir uma sequencia. Mas abordando apenas o básico mais impotante. Se quiser dar uma lida, está aqui. Fiz um índiceno início dos temas, e digo ali de qual livro saiu cada capítulo, para a pessoa ler direto na fonte se quiser:

Coletanea gnostica.pdf

Mesmo assim, você precisa três pilares para entender a gnose:

 - o curso

- ler os livros

- praticar o que é ensinado

 

Se não praticar, o papo do Samael vai soar maluquice. Lembro que enquanto eu só li achei que o Samael só falava frases sem sentido. Mas após começar a praticar aquelas frases adquiriram significados bem mais profundos, porque expressavam percepções muito diretas sobre o que é nossa psique. Mas antes de descobrir por si mesmo o que tem dentro da sua mente, as frases parecem conter apenas conceitos estapafúrdios, exageros retóricos, etc.

Se não fizer o curso, vai ser difícil entender o esquema todo, vai parecer incoerente, fragmentário.

Se não ler os livros do Samael, vai acreditar em qualquer tolice que os instrutores ensinam erradamente, e que não está baseado nos livros de gnose, mas nas invencionices deles ( no meu tempo ensinavam que deitar de bruços faz você se projetar para as infradimensões, kkkk). Quando te contarem algo estranho pergtune "em qual livro o Samael dizia isso? Qual capítulo? Quero ver se tem mais informações..." . Assim você logo vai descobrir quem são os instrutores sérios, que sabem exatamente de onde saiu cada coisa, e quem são os mitômanos (gente que quer bancar o sabichão, que tem informações 'exclusivas', o outro nome para invencionice própria.

me metendo aqui no topico rs, obrigado pela explicação sandro, eu tb ha um tempo queria saber mais sobre a gnose.

uma pergunta, os mantras q o samael ensina são realmente efetivos?

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os poucos que testei foram. Mas tem mantra psra tudo, nunca gostei muito disso. Usei so o FARAON, para desperrtar a comscienxia durante o sonho, o RAOM GAOM, para ajudar a rememorar o que acontrceu a noitr, e  os mantras para despertar os chacrkas,,que vem da Rosacruz na Verdade. 

Testei algumas vezes o KLIM KRISHNAYA GOVINDAYA GOPIJANA VALABAYA SWAHA projetado,,mas nao vi formar o pentagrama nunca. Pode ser a faixa de vibraçao em.que voce esta e a que ele se forma, ,porque por exemplo, sr voce emite energia para se defender, mas nao enxerga energia alguma saindo,  apenas  a sente.

Tem tbem os mantras para transmutanaço sexual, como o I.A.O ou o Ham Sah, ambos mantras tradicionais,,mas esses são de uso de longo prazo, nao da para sentir algo. Ja o Belilim voce ve o efeito apenas,,mas sente que ele gera EV+ exteriorizaçao,  se executa-lo estando em "fase". E a conjuraçao de jupiter voce ve o efeito na entidade que voce ataca.

Fora isso, tem mantras demais,,kkkkk. Tem para atrair cobras, afastar cobras, amansar cachorro brabo,, etc. Nunca usei isso.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

IAO é o "tetragrama grego", os hebreus usam o YHVH, e para o grego seria: o Iota-Alpha e Omega. Já no esoterismo egípcio é I-sis, A-pophis  e O-Siris. Referente a vida, morte e renascimento. I vontade O a "matéria fecundada" e A a criação, a conjunção dos dois princípios.

Acho que na Gnose o IAO é relacionado com o deus sol, o Sandro saberia falar melhor sobre isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha, na Gnose antiga IAO ate tinha alguma relevância, mas na atual nosso uso sempre foi mais relacionado aos mantras e sua relaçao com os chackras.

Na pratica de magia sexual vcoe precisa visualizar a energia subindo doa orgão sexuais pela coluna, chegando ao chackra da coroa e descendo pela frente até entrar no coraçao. Na gnose e rosacruzes  se ensina que  a vogal I estimula a pineal, a vogal A o chacra dos pulmões ( cardiaco posterior?) e a vogal O o chacrka cardiaco mesmo. Entao nesse caso me parece que o uso do mantra é mais pela sua aplicaçao como auxílio na tecnica, do que por algum uso tradicional religioso, portanto as origens mitologicas disso perdem qualquer significado.

Aqui o Samael fala um pouco sobre os dois, mas pelo jeito enfiou os pés pelas maos oa dizer que o O faz vibrar as glandulas sexuais. Ele tinha acabado de explicar ali o uso do O ao formar mantras com INRI, e sua finalidade ligada ao cardiaco, aí um paragrafo depois vem dizer que o O é para as glândulas sexuais, ehehehe.

( os prints abaixo sao do livro O Matrimonio Perfeito, o  livro fundador da gnose samaeliana)

IMG_20180203_081826.jpg

IMG_20180203_082003.jpg

o_matrimonio_perfeito.pdf

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, eu perguntei porque conheço a fórmula e achei estranho associa-la a magia sexual (embora dê pra fazer uma associação sim). Mas achei difícil o Samael ter tido esse tipo de visão, rs.

Até cheguei a pensar que poderia ser uma ideia semelhante ao da G.D (ritual do pilar do meio). Mais sei lá, tem coisas nessa gnose muito bizarras, kkk.

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 minutos atrás, MichelleA disse:

Mas achei difícil o Samael ter tido esse tipo de visão, rs.

Por que você achou difícil ele ter esse tipo de visão? Todos copiam uns dos outros há milênios!

Gnose cristã no cidente--> diversas ordens ocultas como maçonaria,  rosacruz-->.......--> Golden Dawn-->  ? O.T.O? --> Krum Heller (FRA)-->Gnose Samaeliana

Gnose cristã no oriente --> ...sufis....----> Gurdjieff---Gnose Samaeliana

Share this post


Link to post
Share on other sites

E eu nem coloquei aí Papus, Ordem Martinista, que é a origem das praticas dem agia sexual que o Krum-Heller aprendeu, e provavlmente foi de quem o Samael pegou as técnicas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Porque ele tem uma visão conservadora do sexo. E por conhecer essa fórmula de outra forma, me causou um pouco de estranheza. Mais sei lá, ele entendeu dessa forma e se funcionou nele (ou em quem testou), ok. Eu que não vi muito sentido nessa explicação dele.

Sim, tô ligada que todas as religiões/filosofia falam, só que algumas são mais abertas e outras nem tanto. =)

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, MichelleA disse:

Porque ele tem uma visão conservadora do sexo

Olha, conservador normalmente acha que sexo é pecado, ou sujo, ou um empecilho à espiritualidade. Se o Samael pensasse isso ele seria, além de conservador, uma pessoa desinformada sobre os reais caminhos da espiritualidade prática. Os conservadores em geral caíram no conto da igreja católica, que ferrou tudo na espiritualidade ocidental.

Ele saiu fugido da colômbia e foi parar no México exatamente porque queriam prendê-lo por atentado ao pudor, por ter ensinado no livro Matrimônio Perfeito que  o sexo é o caminho da transcendência em todas as culturas, o segredo  que todas as ordens sempre usaram e que sem isso nem Jesus teria chegado ao estágio que chegou. Ele nunca viu no sexo uma função de procriação, como a igreja católica vê, nem viu sentido algum em celibato na espiritualidade, como muitas linhas mesmo orientais defendem. Então não imagino bem o que você quer dizer com "conservadorismo", considerado em relação à época e sociedade na qual ele estava inserido.  

Eu diria que o conservadorismo dele é o mesmo de uma pessoa que entende o básico, por exemplo, que o adequado é comer pela boca, não pelo nariz, ânus, veias, embora até seja possível conseguir algum tipo de resultado parcial usando algumas dessas alternativas. Então ele sabe enxergar que esse trabalho, por ser energético,  biolelétrico, só pode ser feito obedecendo alguns ditames da natureza, coisa que outras ordens tem muita dificuldade de entender ( talvez também por certos traços psicológicos de seus fundadores?):

-a polaridade dos corpos físicos é determinada pelo corpo etérico, formado ainda antes do nascimento,  e com ele os nadis, chackras, etc, portanto isso não muda pelas escolhas psicológicas de alguém mais tarde na vida. Logo, esse trabalho só pode ser feito, segundo a gnose, na  relação entre homem e mulher,

- usando apenas os órgãos que o corpo humano tem para essa fim,  já que esses órgãos são os que se conectam aos canais apropriados para circulação das energias sexuais. Outros órgãos foram formatados para outras funções e circulação de outros tipos de energias.

-e pelo intercâmbio desse casal exclusivamente, nunca em em grupo, ou revezamento de casais, talvez porque pelo menos aqui no ocidente tem ate aquele mito/crença de alma gêmea, embora as diversas religioes em geral usem a simbologia de um casal divino, mas não de um harém. Já na Índia tem paredes cheias de esculturas fazendo sexo grupal.

Então para cada um desses três itens, acho que podemos dizer ele de fato fica no lado conservador, enquanto outras ordens ficam no lado oposto. Já quanto a  técnica da gnose, eu nunca cruzei com ela em outras fontes, embora tenho procurado desde que me afastei dela, em 2000. Mas ela usa o mesmo o mecanismo básico de todos os sistemas de sublimação com os quais eu cruzei até agora, tanto faz a fonte:

-estimulação direta dos órgãos sexuais, por sexo a dois ou massagem individual,  apenas até um determinado limite,  sempre evitando o orgasmo, que não faz nenhum sentido para quem busca esse tipo de prática pelo que ela é, acúmulo e transformação da energia X em Y.

-então fazê-la subir pela coluna , através de visualização e/ou respiração.

Tanto faz se é algum tipo de pranayama, se é alquimia taoista, ou tantrismo.  Mas o tantrismo parece ser uma campo cultural vasto, então teria que achar de qual linha de tantrismo ele pegou isso, mas eu duvido que ele mesmo soubesse, deve ter copiado do Krum-Heller, que parece ser  única fonte daquele período que era clara sobre a questão de evitar o orgasmo. Tudo que encontrei de tantrismo em livros  nunca foi tantrismo sem orgasmo,  só se vê  técnicas de intensificar prazer, de ter orgasmos mais fortes etc,  o que anula todo o objetivo básico da prática, que é acúmulo de energia e sublimação. Mas muitas ordens tem outros objetivos para a energia sexual que não os de crescimento interior.

Então dá para perceber que o "mecanismo geral" do que a gnose ensina está de acordo com os princípios mínimos universais dessa prática. Outros detalhes devem ser adições que cada ordem faz, por motivos que só cada uma entende, como esses mantras e vários outros que a gnose usa nessa prática, ou depois dela, como o Ham-Sah, esse bem conhecido.

Os grupos que trabalham com magia sexual e que acreditam que ela funciona mesmo saindo dessas linhas básicas, trabalhando de forma "mais aberta",  é que talvez  precisem se explicar muito bem para convencer alguém, já que por ser uma prática essencialmente corporal/etérica, não apenas mental,  ela pode não se sujeitar tão fácil à criatividade  dos diversos grupos.

 

Para os interessados no tema, vou  deixar aqui um print de um livro, que lista rapidamente o quanto essas práticas variam mesmo lá na origem, na ìndia. A fonte é este livro:

https://www.amazon.com/Hidden-Intercourse-Sexuality-History-Esotericism/dp/0823233413/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1517745534&sr=1-1&keywords=Hidden+Intercourse

Outro que comenta um pouco sobre possíveis   métodos de diferentes ordens, a julgar por fragmentos de documentos ou fofoquinhas de membros,  é este: https://www.amazon.com/Modern-Sex-Magick-Secrets-Spirituality/dp/1567183948/ref=sr_1_sc_1?s=books&ie=UTF8&qid=1517746020&sr=1-1-spell&keywords=Doald+Michale+Kraig+Sexual+magick

digitalizar0003.jpg

O índice dele, para verem o quanto esse tipo de prática vem atravessando a história e culturas:

digitalizar0005.jpg

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 04/02/2018 at 10:59, sandrofabres disse:

só se vê  técnicas de intensificar prazer, de ter orgasmos mais fortes etc,  o que anula todo o objetivo básico da prática, que é acúmulo de energia e sublimação. Mas muitas ordens tem outros objetivos para a energia sexual que não os de crescimento interior.

Os grupos que trabalham com magia sexual e que acreditam que ela funciona mesmo saindo dessas linhas básicas, trabalhando de forma "mais aberta",  é que talvez  precisem se explicar muito bem

Exemplo: 

5a77b764ab3a2_Scan26Page2.jpg.2e246eaec53a8eabc28bbbac50fa0597.jpg

Scan 26 Page 3.jpg

digitalizar0006.jpg

Screenshot_33.jpg

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tenho um amigo que saiu da Gnose por causa da visão sexual também. Honestamente acho que isso diz mais sobre ele do que sobre a gnose...
Não gosto do ritual da gnose de transmutação sexual na hora do sexo, mas porque acho pouco prático e nunca achei tão efetivo como o White Tantra.

Sexo como nós vemos e praticamos é um problema sim. O pior é que quando aparece algo interessante como o White Tantra vem logo o Neo Tantra que é putaria com papinho bioenergético...
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 horas atrás, Robert disse:

Não gosto do ritual da gnose de transmutação sexual na hora do sexo, mas porque acho pouco prático

Bom, a Gnose não inventou isso, apenas importou essa prática, chamada Maithuna,  do Tantra. Só os mantras é que parecem ser diferentes. É justamente uma forma de tornar o sexo comum algo  prático para uma área maior da vida, a espiritualidade.   Mas se a meta for sexo pelo sexo, aí os procedimentos de respiração, visualização, mantram, tornariam de fato "pouco prático". Mas também, sei lá, como isso só é feito no momento em que, se fosse sexo comum, a relação acabaria, devido ao orgasmo, é uma troca de uma relação 20-30 min por 1,2,3,..4horas, já que não tendo orgasmo fica-se nisso quanto se desejar, ou até o momento em que haja um "resfriamento", porque não convém "requentar" a energia, já que  ela muda sua densidade e aí fica muito mais difícil de controlar com a mente, torando a "caída" será quase certa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu na verdade nunca li muito sobre a transmutação sexual dentro da Gnose. Porém acredito por exatamente o que você explicou sempre me pareceu algo meio solto dentro da gnose, quando no tantra já está dentro de um contexto bem "redondinho"...mas pode ser só impressão. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim, concordo.

A magia sexual até fica, a meu ver,  redondinha dentro da gnose porque ela encaixa perfeitamente em todo o contexto de morte do ego e construção de corpos solares que a pessoa precisa entender , se encaixa perfeitamente na estrutura geral prática e teórica do conhecimento que a gnose ensina, por isso não vejo sentido em alguém querer aprender isso antes de aprender TUDO na gnose. Já essas outras aplicações como mostrei acima, parecem fruto de quem não tem a menor idéia de para que isso foi criado e tentar gerar novas aplicações mágicas para essa energia que não sabem como usar.

Mas essa prática é só uma peça do tantrismo que foi recortada e encaixada no quebra cabeças da gnose, isso é o que dá essa impressão de ficar solta, porque o contexto de onde ela foi pega não veio junto,  como aliás fazem as demais ordens que também adotaram isso. Todo recorte pode ser problemático, mas não há cultura pura, original toda cultura é colcha de retalhos.

É importante que as pessoas percebam que o que elas em geral acreditam que são "ideias da gnose sobre sexo" está presente na prática esotérica ocidental desde muito tempo, mistérios de Elêusis, gnose cristã do primeiro século, etc, há indícios históricos antigos que parecem demonstrar isso. Aqui citei um possível exemplo:

http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16934-amparadores-podem-ser-primitivoscada-um-tem-o-que-merece/&do=findComment&comment=73472

Como a índia lida sexo e espiritualidade é outro problema, pois já é o contexto cultural deles. Apenas é necessário trazer de lá porque lá eles não tiveram uma igreja católica que destruiu o corpus que existia aqui sobre isso, assim como o Gurdjieff foi pegar na tradição sufi, pelo que se suspeita, coisas que ao que parece eram da gnose primitiva. Quando essas coisas migraram para o oriente elas foram preservadas, mas aqui no ocidente a igreja varreu tudo e a necessidade de disfarçar esse tema sob as metáforas da alquimia medieval criou distorções irrecuperáveis (ainda tem gente hoje e dia que acredita que o alquimistas queriam de fato fabricar ouro e que buscavam uma pedra que lhes desse a imortalidade, eheh) .

O que as vezes os  críticos acham é que essas nossas ordens ocidentais tem que adotar o Tantra como um todo, o que não faria sentido, não existe cultura pura, cada cultura é sempre um mix das que a precederam, mesmo quando se pensa em povos "isolados" como os tibetanos, cuja cultura  sofreu interferência dos chineses e indianos, além da sua própria religião tribal. Então cada cultura dessas é só uma adaptação /distorção temporal e cultural de algo maior.  Se o cara quer praticar as crenças e técnica da índia do século X, ok, é um culto à tradição. Mas quando a pessoa é qualificada para saber o que tem por tras disso e separar  a cultura daquilo  que foi projetado  para gerar resultados, ela encaixa onde precisa.

O ruim é que ninguém garante que quem fez isso tinha a competência para fazê-lo, ehehe. Cada ordem que o fez (GD. O.T.O, F.R.A, Gnose, A.A suponho, etc... deve lá ter seu jeito).

Na Gnose supõe-se que funcionou pelo menso para o Samael, mas ele tinha lá uas ajudinhas por fora, kkkk. E sempre pode ser lorota né?

Citar

Inquestionavelmente, sempre fui assistido durante a copula metafisica. Estoutro guruji divinal, a quem pagaram seu salario no templo (veja-se capitulo 12), cumpriu com a palavra empenhada. Aquela grande alma me assistia astralmente durante o coito quimico. Eu o via fazer fortes passes magneticos sobre meu osso coccigeo, espinha dorsal e parte superior de minha cabeca.

Quando a erotica Serpente Ignea de Nossos Magicos Poderes despertou, para iniciar sua marcha para dentro e para cima, ao longo do canal medular espinhal, senti entao muita sede e uma dor muito aguda no coccix que me durou varios dias.

O ascenso do Kundalini, de vertebra em vertebra, realizou-se muito lentamente, de acordo com os misterios do coracao. Cada vertebra e muito exigente. Disto podemos inferir dificeis provas.

O mistico ascenso da flama do amor de vertebra em vertebra de chacra em chacra, ao longo do canal medular, realizou-se, certamente, sobre a base da magia sexual, incluindo a santificacao e o sacrificio. O Mahatma assistente me prestou auxilio, conduzindo o fogo sagrado desde o osso coccigeo, base da espinha dorsal, ate a glandula pineal, situada, como ja e sabido pelos medicos, na parte superior do cerebro. Posteriormente, aquela grande alma fez fluir, com grande maestria, meu fogo erotico ate a regiao do entrecenho.

A Primeira Iniciacao do Fogo veio como corolario, quando a Serpente Ignea de Nossos Magicos Poderes fez contato com o atomo do Pai no campo magnetico da raiz do nariz.

..................

Quando a Segunda Serpente despertou para iniciar seu ascenso para dentro e para cima, ao longo da medula espinhal eterica, fui acolhido no templo com uma grande festival cosmico. O jina especialista me assistia durante a copula metafisica. Litelantes e eu o percebiamos com o sexto sentido. Ostensivelmente, nao estava abandonado. O jina me auxiliava com fortes passos magneticos que iam desde o coccix ate a glandula pineal…

Aquele mestre havia lancado sobre seus ombros uma grande responsabilidade moral. Devia conduzir-me inteligentemente o fogo vivente e filosofal ao longo do canal medular espinhal do famoso Lingam Sarira teosofico (fundo vital do organismo humano). Obviamente, tal veiculo e tao somente a seccao superior do corpo fisico, o aspecto tetradimensional de nosso corpo fisico. “Esta Iniciacao e muito mais trabalhosa.” Assim mo havia dito o Logos do nosso sistema solar.

Entretanto, eu anelava com ansias infinitas conhecer os misterios do mundo eterico, entrar na Terra Prometida. O brilhante ascenso da Segunda Serpente Ignea ao longo do canal medular, de vertebra em vertebra e de chacra em chacra, realizou-se muito lentamente, de acordo com os meritos do coracao. Cada vertebra espinhal de tipo eterico implica em determinadas virtudes.

Ostensivelmente devemos ser provados antes de chegar a tal ou qual vertebra. (pg 61)

Quando o Segundo Grau de Poder do Fogo chegou a altura da laringe criadora, fui metido no cárcere(p.63)

Dias depois, o Segundo Grau de Poder do Fogo fazia contato direto com o atomo do Pai, situado no campo magnetico da raiz do nariz. Entao vi, em visao noturna, a estrela flamigera, com o olho de Deus no centro. Enquanto Ele recebia a Iniciacao, eu, no vestibulo do templo acertava contas com os Senhores do Karma…   (p.64)

............................................

Transmutar este hidrogenio portentoso, para dar-lhe inteligente cristalizacao numa oitava superior, significa, de fato, criar uma nova vida dentro do organismo existente, dar forma evidente ao corpo astral, ou sideral, de alquimistas e cabalistas. Devem os senhores entender que o corpo astral nasce do mesmo material, da mesma substancia, da mesma materia de que nasce o corpo fisico. O unico que difere e o procedimento.

Todo o corpo fisico, todas as celulas ficam, por assim dizer, impregnadas pelas emanacoes da matéria que e Si-12. E quando estas se saturaram o suficiente, a materia Si-12 comeca a cristalizar. A cristalizacao dessa materia constitui a formacao do corpo astral.(p,66)

Meu caso particular foi certamente extraordinario. Devo afirmar especificamente que eu nasci com corpo astral.

De forma magnifica o havia fabricado antes de nascer, em antiquissimas idades de um passado Mahamvantara, muito antes que raiasse a aurora da cadeia lunar.

Restaurar os poderes igneos no citado corpo sideral certamente era, para mim, o mais importante. Assim o compreendi antes de solicitar ao Logos do sistema solar o ingresso na Terceira Iniciacao do Fogo. Nao e demais dizer a meus leitores muito amados que o Grande Ser, depois de me outorgar o pedido, ditou especial providencia, auxiliando-me. Disto podereis coligir que me foi dado certo especialista no Terceiro Grau de Poder do Fogo. Aquele Guru Deva cumpriu sua missao, dirigindo a Terceira Serpente ignea pelo canal medular no corpo astral.(pg 67)

.........................

Depois de haver subido pelos cinco graus das igneas iniciacoes, foi-me urgente o desenvolvimento na luz com os oito graus da Iniciacao Venusta (p.88). Inquestionavelmente, primeiro trabalhamos com o fogo e logo com a luz. Jamais devemos confundir as serpentes do fogo com as viboras da luz...O ascenso extraordinario da Primeira Serpente de Luz para dentro e para cima, ao longo do canal medular espinhal do corpo fisico, permitiu-me conhecer o segredo do abismo. (p.88)

.......................

O ascenso luminoso da Terceira Serpente de Luz, para dentro e para cima, pelo brilhante canal medular espinhal do corpo sideral (corpo astral ), deu-me franco acesso a oitava superior venusta da correspondente Iniciação do Fogo.

...................

O extraordinario desenvolvimento, revolucao e ascenso da Quarta Serpente Venusta, para dentro e para cima pelo canal medular do corpo mental, permitiu-me vivenciar todo o cru realismo evangelico da magistral entrada do Grande Kabir Jesus em Jerusalem.(pg.95)

.................

Fonte: As três montanhas: tresmontanhas.pdf

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, sandrofabres disse:

A magia sexual até fica, a meu ver,  redondinha dentro da gnose porque ela encaixa perfeitamente em todo o contexto de morte do ego e construção de corpos solares que a pessoa precisa entender , se encaixa perfeitamente na estrutura geral prática e teórica do conhecimento que a gnose ensina

Bom, vou explicar isso. Eu realmente não me sinto nem um pouco a vontade de fiar falando de gnose aqui no gva, pelo fato de eu ser administrador, e ja ter sido instrutor gnóstico,. Não quero que pareça que estou me valendo do espaço do Saulo, do GVA, que é para projeção astral para ficar trazendo "doutrinas estranhas" aos interesses gerasi do GVA. Mas também não dá para deixar muito sem explicação certas coisas, ou a incompreensão sobre os temas gnósticos é o que vai predominar, ate porque meu coleguinhas em outros locais da internet pouco fazem além de copiar textos do Samael e não sabem sintetizar o plano geral da Gnose.

Vou tentar tocar em itens principais apenas, para que se tenha uma visão de conjunto da obra:

 

1- Cada planeta tem 7 raças, cada raça tem 4 idades cada vez mais decaídas, sempre iniciando na idade de outro e terminando de degenerar na Idade de ferro. Cada raça se manifesta numa dimensão, exceto na terceira e quinta, que passam por duas dimensões.

 

2- Na metade da terceira raça, a lemuriana, era necessário descer da quarta dimensão etérica, para a terceira, a física. Era a tal “queda do paraíso”. Como aquele povo ainda tinha consciência da sua ligação com o divino, de onde saíram e para onde iriam, não gostaram, e surgiu a idéia de suicido em massa para subir uma dimensão ( o astral é a quinta)  ao invés de baixar para a terceira. Diante disso se fez necessário aumentar o grau de fascinação das pessoas pelos prazeres dos planos densos, para que eles se interessassem por eles e não prejudicassem o projeto planetário.  A “ilusão de Maya”

 

3- Isso foi feito através da instalação de uma cauda,  que a gnose chama de órgão kundartiguador, e cujos vestígios temos no cóccix, mas pode também ser visto no chackra básico , estendendo-se um pouco para baixo do corpo. Após um tempo esse órgão foi removido, mas ficou tempo demais, e essa fascinação tempo demais pelo do plano material gerou o ego, que fincou raízes no corpo causal.

( por isso a busca pelo despertar do kundalini é o "único" caminho, presente em todas as escolas esotéricas legítimas, pois é o retorno dessa energia ao estado original, já que faz essa energia subir pela coluna, ao invés de descer. Um caminho que não busca isso nunca atinge uma libertação final.  Segundo a Gnose o Nirvana é só um estágio temporário, umas férias longas do Samsara, mas não a libertação definitiva)

 

4- O ego  é uma divisão múltipla da mente, o ego é a mente, mas a mente dividida,  “coágulos da mente” como leite coalhado. Cada coágulo é um “eu”, cada “eu” com seu condicionamento, seus desejos, e isso caracteriza a falta de unidade na psique humana, e portanto de livre-arbítrio, já que somos um conjunto de respostas psicológicas automatizadas, que se fortalece pela fascinação lá do item 2, a “identificação” do sujeito com os estímulos, a lucidez zero, que temos temos mesmo em vigília.

 

5- Como o ego é uma psique artificial, temos veículos artificiais, simulacros de corpos sutis. O corpo físico e o etérico são corpos animais, são os adequados. É uma tradição antiga se dizer que “os animais não tem alma”. Na verdade isso significa várias coisas, mas a idéia básica é que os animais não tem uma estrutura que sobreviva à morte, dizemos que eles não tem corpo astral (mas isso se altera com o convívio dos animais com o homem, tanto como animais domésticos como animais criados para servir de alimento, que é a razão do vegetarianismo). Da mesma forma, o homem-animal também não tem corpo astral, mas um simulacro dele, por isso é tão complicada a projeção astral para nós.

 

6- Sem o ego, nossa alma humana, que existe sob forma de partícula, ou “essência,” viveria a experiência encarnatória, cresceria com elas, e para deixar se ser animal e iniciar sua evolução como Homem mesmo, algo que a natureza não pode fazer para nós, a natureza só regula a evolução animal, usaria  trabalho com a energia sexual sem orgasmo, para acumular essa energia,  sublimando-a para com ela construir corpos adequados à manifestação dos veículos superiores do espírito: Alma humana, Alma divina, Espírito, tonrando-se cada pessoa uma manifestação individual da Grande Fonte, a idéai de Cristo ser também o Pai, mesmo estando encarnado na terra . É por isso que a energia do Kundalini é tão potente, porque serve a outras funções muito acima das funções animais ligadas meramente à reprodução.

 

7- Mas o ego funciona como preconceitos, que cegam a essência. Ela fica imatura, não cresce, enquanto que o ego fica cada vez mais automatizado, encarnação após encarnação, e  a partir de um certo limite de cristalização seu destino é ser destruído no umbral, onde as forças do ambiente são mais erosivas que do plano físico. Não há evolução possível para o ego, assim com um preconceito não evolui, a pessoa evolui quando elimina o preconceito. O ego pode apenas ficar mais complexo, mais sofisticado, mais cheio de energia, desenvolver inteligência genial mas maligna, desenvolver poderes psíquicos, que suará para dominar os outros, atrair mias poder para si, na vida ou mesmo entre vidas, etc, tornando-se aquele magos negros que vivem milênios sem encarnar, e vão se deformando sob ação das forças astrais das zonas pesadas, onde eles vivem. Por isso demônos são representados com a cauda de satã ( o mesmo kundartiguador do item 3)  que mostra  no corpo astral  um aprofundamento ainda mias grave da energia sexual lá no cóccix. E tem ela mesma, essa cauda, outros chackras negativos ligados nela, o que faz com que alguém com essa cauda, seja um tipo de “Mestre Invertido”, alguém que despertou poderes e consciência somente para o “mal”. Quanto mais forte o ego, mais deformado o corpo astral do sujeito, que vai virando um monstro e nas fases finais fim vai ficando paralisado, até ser desintegrado e a partícula divina é liberada no final sendo reabsorvida na Fonte sem nunca ter obtido auto-consciencia, porque esteve dormindo, sem lucidez todo o tempo que o ego dominou. Aprendeu muito pouco, porque todo aprendizado foi filtrado através do ego, e por isso não tem condição se ser uma “expressão individualizada da Fonte”, como são os Mestres. Esse seria o destino de boa parte da humanidade, segundo a gnose.

 

 

8- Como somos todos muito antigos, o ego é uma cristalização energética já muito forte. No início era possível eliminá-lo apenas pro práticas mentais, como meditação. Com o tempo não foi mais possível, e passou a ser necessário usar energia de maior potência, e é aí novamente que entra a magia sexual. A prática de morte do ego envolve com pré-requisitos a não identificação com os eventos (para não fortalecer o ego), não ceder ao ego quando possível (para aumentar a visibilidade dele ao tentar ter suas vontades satisfeitas) a lembrança de si ( que é ativar o observador, a essência) para que na auto-observação possamos conhecer como  o ego age na nossa mente,  nas emoções, no corpo (nos Sete Centros da Máquina humana). Procurando viver nesse estado “de segundo a segundo”, que por si só já seria um estado meditativo de auto-percepção, e não é fácil de conseguir , ao final do dia se faz a retrospectiva do dia, onde se rememora todos os momentos em que se observou o ego atuando. Isso gera uma “apanhado geral”, que será usado como objeto de concentração na meditação, e dessa concentraçao surge a “compreensão” do defeito, que nada tem a ver com compreender um assunto, é mais um insight, uma percepção instantânea do que é aquele “eu”. Essa “compreensão” é que permite executar a prática mental da eliminação do defeito, o que por sua vez libera a partícula de essência “aprisionada” por ele. A técnica de eliminação envolve visualizar algumas etapas, numa delas a reabsorção da partícula liberada pela pineal, o “átomo do pai”. A função disso é ir liberando mais e mais essência, (seguindo a gnose temos 3% de essência livre do ego, mas ela tem lucidez zero, está dormindo) e gerando um “núcleo espiritual permanente”, mais “único”, ao invés de uma psique multifacetada, dividida em muots eus. É isso que faz nascer a vontade, o livre-arbítrio, porque esse núcleo , por ser espiritual, pode ouvir intuições internas, das partes superiores, já não fica mais tão a mercê dos estímulos e desejos do ego múltiplo.

 

9- A meditação, quando se atinge algum samadhi, desperta a consciência dessa essência livre. Então o trabalho tem que ser conjunto, trabalhar com a morte para liberar mais % de essência, trabalhar com meditação para de vez em quando conseguir despertar a parcela de essência liberada já liberada.

 

10- Porém essa técnica só funciona até ´um ponto, exatamente porque o ego se fortaleceu muito em nós , são cristalizações de energia muito densas, que vem se reforçando vida após vida desde a criação desta humanidade planetária. Segundo o Saamel só dá para eliminar uns 30% do Ego sem usar o trabalho com magia sexual. Segundo ele Gandhi foi quem chegou mais longe, indo só ate esse 30% porque era celibatário mesmo. Ou seja, "só 30%" ja permite mudar o mundo ao seu redor né? Convenhamos, eheheh. Então a maior parte dos nossos eus não pode ser destruída apenas por essa prática, necessitando mais energia. É a prática da morte do ego feita durante a magia sexual, após fazer a sublimação de uma parcela de energia, que adiciona mais poder a essa técnica permitindo eliminar os “eus” mais fortes. Então o gnóstico deve fazer, antes da prática de magia sexual, a técnica de meditação no defeito, deixando a etapa da eliminação para ser executada durante a prática de magia sexual, após carregar-se de energia, para aumentar a eficácia de técnica

 

11- O excedente de energia é estocado, e seu acúmulo leva a criação dos corpos sutis superiores, que mais tarde poderão servir de veículo de manifestação para nossa parte divina que viremos a manifestar, quando nossa essência livre tiver crescido a ponto de se tornar o “Cristo interno encarnado”.  Só então, quando tivermos construído os corpos sutis verdadeiros, chamados corpos solares, cada um com sua kundalini desperta, estamos então num estado diferente dos animais, e somos a manifestação individual da Fonte, em qualquer dimensão que estejamos atuando, e a isso se chama Mestre, na Gnose.

 

12- Evidentemente isso não é um trabalho que interessa a todas as essências, a maior parte apenas percorrerá as sete raças, dominada pelo ego,m e ao final do ciclo retorna à fonte como saiu, aprendeu um pouco, mas não o suficiente para possuir autonomia consciencial e se tornar um Representante da Fonte no universo.  No hinduísmo se fala nos dias e noite do universo, os Pralaya e o Mahavantara, oque nunca visão mais comum seriam Big Bang e Big Crunch. Quando todo o universo manifesto se contrai ,as essências são todas de novo reabsorvidas na fonte. Num novo Mahavantara, haverá nova criação do universo manifesto, mas para isso a Fonte se subidivide também em “agentes reguladores” que darão andamento no processo da criação. Nas religiões as vezes se fala em deues ou anjos que ajudam nessas etapas. Esses seres são o Mestres, porque eles são capazes se serem absorvidos no Pralaya,, mas ressurgirem sendo novamente eles mesmos no novo mahavantara, coisa que o resto das essências não pode exatamente porque nunca construíram um núcleo de individualidade espiritual autooconsciente, já que a essência dormiu todo o tempo, devido a ação do ego.

É parecido com a questão da projeção astral ou mesmo da morte, essas transições levam a um apagamento, porque nossa consicência´ muito frágil ainda. Dormimos, apagamos, acordamos, apagamos sem lembrar o que fizemos, morremos, apagamos, nascemos de novo, apagamos.. e por aí vai.  Um Mestre não apagaria nem entrando e saindo da Fonte, essa é a idéia. Mas sendo ele próprio uma expressão da perfeição divina manifestada na forma individualizada, porque não há o filtro das limitações do ego para bloquear a manifestação, a vontade de um Mestre  a mesma “vontade de Deus”.

 

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ótimos pontos, Sandro. Dá para perceber muita coisa de outras linhas de pensamento mesmo.

Eu disse no sentido de não parecer redondinha, porque a primeira impressão* que dá é que na gnose a questão da prática da transmutação é uma das ferramentas enquanto que no tantra tudo gira ao redor do sexo(não do ato em si, mas de todas as suas formas sutis e densas). Como se a questão da transmutação sexual fosse um patch ou uma extensão de algum programa, que a priori rodaria sem essa extensão(acho que nao foi boa a compraração rs) 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Falando em em ritual do Pilar do meio que usa mantras cabalísticos, alguém aqui tem experiência no uso?

Geralmente quando usei esses mantras com o Yud he vav he gerava um EV monstro parecia que eu estava dentro de uma redoma de energia. Certa vez acordei em catalepsia e algo pulou em cima de mim e atacou me doeu para b**** parecia mordida na costela. 

Nisso emiti o YHWH mentalmente EV poderossossimo foi instalado. Quanto mais mentalizava mais rápido e forte ficava a ponto de conseguir enxergar as energias se movimentando.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas você devia estar em fase para perceber isso né?

Eu passei um ano fazendo as lições da S.O.L (https://www.servantsofthelight.org/about-sol/      )

, que eram meditações diárias, mas antesd e começar tinha que fazer uma rotina inicial que envolvia uma forma mais complexa do exercício do Pilar do Meio do qie as que circulam nos livros, e nunca percebi nada diferente.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, sandrofabres disse:

Mas você devia estar em fase para perceber isso né?

Eu passei um ano fazendo as lições da S.O.L (https://www.servantsofthelight.org/about-sol/      )

, que eram meditações diárias, mas antesd e começar tinha que fazer uma rotina inicial que envolvia uma forma mais complexa do exercício do Pilar do Meio do qie as que circulam nos livros, e nunca percebi nada diferente.

 

Nesse dia tava ansioso e sem sono demorei para dormir. Na verdade do estado lúcido já passei para catalepsia sem dormir. Só depois do EV monstro sai da catalepsia e dormi.

Com o olve seguindo as direções de fluxo do Pilar do meio as vezes em estado de vigília tinha refluxo era como se o fluxo de energia invertese a direção da digestão. Então eu invertia a direção para seguir o rumo da digestão então refluxo passava. Já o olve estilo varredura não gerava isso. 

Então com Pilar do meio tinha esse efeito fisiológico.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, sandrofabres disse:

Mas você devia estar em fase para perceber isso né?

Eu passei um ano fazendo as lições da S.O.L (https://www.servantsofthelight.org/about-sol/      )

, que eram meditações diárias, mas antesd e começar tinha que fazer uma rotina inicial que envolvia uma forma mais complexa do exercício do Pilar do Meio do qie as que circulam nos livros, e nunca percebi nada diferente.

 

Sempre tive vontade de seguir esses passo a passo de treinamento esotérico. Pena que não tem em português esse grupo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now