• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Recommended Posts


Postou em Informações gerais
De que é feito o psicossoma? Como nós renascemos? 


Uma consciex renasce quando consegue um acoplamento genético com o feto da gestante intrafísica. Esse acoplamento ocorre devido a ligação genética que a paragenética psicossomática da consciex adquire. 

Uma consciex pode adquirir uma ligação genética com a matéria intrafísica ou por espontaneidade, logo após sua dessoma, ou por compra de psicossoma, é o caso geralmente das CLs, ou ainda por roubo de psicossoma sendo esse último caso o mais comum a consciexs baratrosféricas. 

Na baratrósfera, os dois primeiros casos são muito mais raros o que faz valer a primeira lei da evolução intrafísica para as conciexs estéreis. É a lei de dominação que diz toda que toda consciex baratrosférica estéril geneticamente só renasce ao roubar a ligação genética de outra consciex. 

Como se dá esse roubo? Por englobamento de psicossoma mais conhecido como heterofagia da consciência. Ou seja, sendo mais franco, uma consciex come a outra para poder adquirir sua ligação genética e acoplar-se ao feto da gestante intrafísica. 

Comer de Mão Cheia é o termo que significa dominar com violência e comer a outra consciex forçando-a a parar de pensenisar. Essa não é uma verpon muito fácil de aceitar. De primeira vista, pode parecer desapontador deparar-se com essa realidade cruel, mas... é a natureza. Ela não tem obrigação te dar conforto espiritual. 

Vejam bem, a natureza não é cruel, apenas implacavelmente imparcial. Tradicionalmente, desde o início dos tempos os espíritos dos mortos canibalizam-se para poder renascer. Já foi assim com você, já foi assim comigo e tem sido assim com a maior parte da população do planeta. 

Poucos são os casos de renascimento por Comer de Mão Leve que é o caso da compra de psicossoma, onde a CL faz o englobamento da consciex através de seu mentalssoma. Desta forma, a consciex ingerida mantém sua pensenidade e aos poucos vai perdendo a lucidez. Ela não sofre. 

Geralmente a ligação genética é mais poderosa nos primeiros meses após a morte (dessoma) da consciência intrafísica. Quanto mais pessoas de uma mesma família intrafísica forem ingeridas por uma consciex maior é a probabilidade dessa consciex renascer, por espontaneidade, no intrafísico. Ao nascermos, podemos nos considerar os mesmo, porém com uma genética diferente.

A genética, juntamente com os estímulos do ambiente e as características pensênicas da consciex dominante (a que comeu) formaram sua nova personalidade.O paragenética é a herança de si mesmo, referindo-se ao acúmulo de experiências, aprendizados e tendências capazes de influir na manifestação consciencial de uma vida intrafísica para outra, isso é devido ao registros emocionais nos paragenes do psicossoma. Esses paragenes abrigam toda memória sensorial do ser humano. Fazem parte dos paragenes as características mentais e corporais da consciex, além claro, de sua relação de convivência intrafísica com outras consciências. 

A relação de convivência com outras consciências é o fator elementar, crucial, que é marcado, através da pensenidade, na paragenética do psicossoma da consciência intrafísica gestante. A paragenética do psicossoma da conciex adquire a ligação genética com a gestante intrafísica correspondente e passa a entrar em estado onírico, é quando começa a interagir com a conscin gestante na dimensão extrafísica troposférica. 

Essa ligação genética está relacionada a pensenisação inconsciente do psicossoma das gestantes intrafísicas quando elas encontram se em estado onírico. Quando as gestantes candidatas a mãe dormem elas passam a misturar seus paragenes com os paragenes da consciex candidatas ao renascimento. Essa interação onírica multidimensional dos paragenes psicossomáticos não é influenciada exclusivamente pela ligação genética da relação de convivência intrafísica. Uma parte dessa interação é influenciada pela genética corporal da biomassa intrafísica animal que pode não ter nenhuma relação de convivência entre a conscin e a consciex. Curso Intermissivo.

A forma de renascer dos intermissivistas é um pouco diferente. Pode acontecer de três formas. Se o intermissivista for um bom investimento evolutivo, fato constatado por sua boas notas no curso intermissivo, ele pode conseguir renascer através da tenepes. 

A consciex pode, ainda, conseguir ajuda da tenepes se ela tiver bastante dinheiro. Vou tratar como funciona o sistema monetário da dimensão extrafísica em outro post. Funciona assim: O tenepessista junto com o auxílio dos amparadores pode promover a ligação genética com a dimensão intrafísica através da super saturação da água intrafísica vermelha exteriorizada no trabalho energético. Essa super saturação energossomática provoca um acoplamento genético espontâneo em pouco mais de 58 minutos ocasionando um renascimento no intrafísico aleatoriamente. Ou seja, a consciex nasce em algum lugar do planeta de uma hora para outra. Pode-se calcular qual a probabilidade de ela nascer em cada lugar do planeta. Ai vai de acordo com a paragenética do tenepessista. 

Outra forma também muito usada pelos tenepessistas é assim. Geralmente, eles se organizam para formar o única família coesa. Um grupo de amigos, por exemplo, pode construir seu próprio material paragenético através da junção de seus vários mentalssomas em um psicossoma principal. Eles misturam seus mentalssomas, englobando-se uns aos outros, depois compram uma consciex baratrósferica que possui o principal veio genético com determinada conscin candidata a mãe. Eles deixam essa consciex vulgar na baratrósfera natural seguindo os passos da futura mãe. Essa consciex vai envolver-se pensenicamente com o cotidiano da gestante indo relacionar-se parageneticamente com a mesma quando as duas vão dormir. Elas perdem a lucidez e acabam tendo relação de convivência nos sonhos, na dimensão troposférica glamourosa (que é a dimensão dos sonhos). Um pouco antes do nascimento do feto o grupo de intermissivistas engloba a consciex baratrosférica e adormecem junto a barriga da mãe. 

Vejam bem, cada consciex mantém sua individualidade ao preservar sua pensenidade na sua respectiva constituição básica. Cada uma ocupa, então, uma parte do psicossoma da consciex vulgar. Elas vão perdendo a lucidez devido a ação dos eletróns hidrogenados projetados da conscin-mãe que têm a característica de promover um amortecimento e alteração do estado de vigília das consciexs. Nessa altura, a ligação genética entre a família de espíritos e o feto já precisa estar alta. Eles, então, desaparecem da dimensão baratrosférica onde habitam os espíritos lúcidos e passam a habitar a dimensão dos sonhos só indo ter lucidez quando surgem como conscins na dimensão intrafísica. 

Mas o que determina qual vibracidade vai acoplar-se com a hipófise do feto e sumir suas funções visuais e motoras? Duas coisa: aleatoriedade dos pensenes de cada uma junto a um pouco de lucidez. É difícil explicar, mas elas não podem estar nem muito lúcidas nem perder demais a lucidez. 

A massa critica vermelha que vai assumir o controle da hipófise é a vibracidade que estiver mais lúcida dentre suas irmãs, por isso é que os intermissivistas só englobam a consciex vulgar quando o nascimento está bem próximo. Fazem isso para assumir o controle da hipófise. Toda a massa psicossomática inerte, ou seja as consciexs que não assumiram o controle da hipófise, fica constituindo, então, o paracorpo da conscin. Mas elas ainda têm pensenidade. Só que suas pensenidades são consequência da pensenidade da particularidade que é a massa crítica vermelha. Todas essas consciências reproduzem a pensenidade da particularidade-líder, não tendo porém, a capacidade crítica de tomar decisões por conta própria.

Nas palavras do professor Waldo Vieira, " Nós não evoluímos sozinhos". Só pelo o que eu já disse acima podemos perceber que essa afirmação não poderia estar mais correta. Literalmente. Nós não evoluímos sozinhos pois carregamos em média bilhões de outras consciências acumuladas em nosso psicossoma. Essa é nossa verdadeira paragenética. Através da terceira morte nós podemos resgatar a pensenidade e independência das consciências que constituem nosso psicossoma. Tal processo só é possível no patamar evolutivo das CLs. Mas isso é assunto para outro post.

O fato é que o microcosmos consciencial de nossa personalidade intrafísica é uma nação de outros seres vivos. Cada ser humano é único, complexo, formado por milhares de características peculiaríssimas. Cada um de nós é uma família de consciexs em evolução sob a liderança de uma massa crítica vermelha. Essa massa crítica vermelha somos nós, a parte do psicossoma que se acoplou a hipófise do feto conquistando o controle das funções visuais e motoras do novo soma. 

Agora que você, leitor, sabe dessa verpon extraordinária, qual é sua responsabilidade evolutiva frente a sua família consciencial?
 

 https://neoverponsarmandoamaral.blogspot.com  Divulgação do Site do----Armando Ferreira Do Amaral----

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, DarkFlame disse:

Uma consciex renasce quando consegue um acoplamento genético com o feto da gestante intrafísica. Esse acoplamento ocorre devido a ligação genética que a paragenética psicossomática da consciex adquire. 

1-Uma consciex pode adquirir uma ligação genética com a matéria intrafísica ou por espontaneidade, logo após sua dessoma,

2-ou por compra de psicossoma, é o caso geralmente das CLs,

3-ou ainda por roubo de psicossoma sendo esse último caso o mais comum a consciexs baratrosféricas. 

2 e 3 parecem denunciar consciex que não tem direito natural a encarnar e por isso precisam apelar para esses meios escusos. Supor que isso seja possível já é meio engraçado, para dizer o mínimo, já que espíritos nessa condição não conseguem nem sair de onde habitam, precisam ser socorridos.

9 horas atrás, DarkFlame disse:

Na baratrósfera, os dois primeiros casos são muito mais raros o que faz valer a primeira lei da evolução intrafísica para as conciexs estéreis. É a lei de dominação que diz toda que toda consciex baratrosférica estéril geneticamente só renasce ao roubar a ligação genética de outra consciex.

Não sou muito versado na Waldolologia, mas pelo que me lembro a Baratrosfera se limita as zonas mais pesadas do umbral. Então ele parece estar se referindo apenas ao nascimento da turma bem desequilibrada. Na Gnose ensinamos isso como sendo divido em 9 niveis. A turma que está entre uma encarnação e outra está no primeiro nível, o mais próximo do físico, aquele mesmo em que os projetores se encontram ao sair do corpo. Já do segundo nível em diante o projetor só entrar se for levado por amparador. Quem mora nesses níveis não circula pelo astral, está preso a essas dimensões mais pesadas, e como vemos nos diversos relatos de projetores espíritas em geral, eles só saem quando amparadores julgam que chegou sua hora. Tudo bem controladinho. 

Aí fica estranho, porque não tendo condições de encarnar, dependendo de amparadores só para sair do lixão em que vive, sendo levadas para grupos de tenepes para se recomporem... terão capacidade/será permitido  que  virem  "ladrões de corpos"??? Então os amparadores que ajudam essa turma são ativos na parte de retirá-las de lá, mas passivos e coniventes com essa "lei da selva", onde o mais forte "come o mais fraco"? Que belos mentores esses ligados a tenepes hein? Sempre desconfiei dessa turma...

Ou...  Como a retirada desses seres, bem como seu tratamento e deixá-lo em condição para encarnar é tudo controlado por amparadores, mostrando um processo organizado, esse roubo de corpo não deve ser Verpon (Verdade de ponta) , mas "Bespepon" (besteria pessoal de ponta). Se é que existe ALGUMA Verpon que não seja Bespepon, ehehe.  Nessa área das experiências psíquicas o que vale é a média das experiências coletivas. Não dá para levar a sério nenhuma expeiência individual que destoe muito, porque as chances de ser iludido nas projeção é tão grande que provavelmente é só mais um caso de delírio criativo ou o projetor foi enganado por quem ele acredita serem mentores.

10 horas atrás, DarkFlame disse:

Essa não é uma verpon muito fácil de aceitar. De primeira vista, pode parecer desapontador deparar-se com essa realidade cruel, mas... é a natureza. Ela não tem obrigação te dar conforto espiritual.

O autor do texto parece confundir necessidades da natureza física com necessidades da natureza espiritual. No plano físico os animais (nós incluídos) comemos os corpos de outros seres. É a natureza. Daí a enxergar no plano espiritual as mesmas leis do físico, é delírio, puro.

Não podemos flutuar no astral? Não podemos mudar de forma no astral? Não podemos nos deslocar instantaneamente no astral? Pois é, o astral não segue as mesmas leis da natureza no plano físico. Então chega a ser ridículo usarem esse clichê que se aplica à realidade física DA SELVA, nem para a sociedades organizadas  isso vale: "essa realidade cruel, mas... é a natureza. Ela não tem obrigação te dar conforto espiritual."

 

10 horas atrás, DarkFlame disse:

Vejam bem, a natureza não é cruel, apenas implacavelmente imparcial. Tradicionalmente, desde o início dos tempos os espíritos dos mortos canibalizam-se para poder renascer. Já foi assim com você, já foi assim comigo e tem sido assim com a maior parte da população do planeta. 

Hummm... parece Bespepon, eheheh. Se fosse imparcial deixava os caras lá na baratrosfera até virarem pó. Nunca mais encarnavam, pois não conseguem nem sair do chão lá, quanto mais sair para tentar encarnar.

Citar

1-A forma de renascer dos intermissivistas é um pouco diferente.

2-Pode acontecer de três formas. Se o intermissivista for um bom investimento evolutivo, fato constatado por sua boas notas no curso intermissivo, ele pode conseguir renascer através da tenepes.

 3-A consciex pode, ainda, conseguir ajuda da tenepes se ela tiver bastante dinheiro. Vou tratar como funciona o sistema monetário da dimensão extrafísica em outro post.

4-Funciona assim: O tenepessista junto com o auxílio dos amparadores pode promover a ligação genética com a dimensão intrafísica através da super saturação da água intrafísica vermelha exteriorizada no trabalho energético.  Essa super saturação energossomática provoca um acoplamento genético espontâneo em pouco mais de 58 minutos ocasionando um renascimento no intrafísico aleatoriamente. Ou seja, a consciex nasce em algum lugar do planeta de uma hora para outra

1-Diferente? Diferente das entidades desequilibradas que viviam na baratrosfera mas não fizeram curso intermissivo?

2- Ó, então nem é tão diferente não, pois estava "pedindo penico". O "cursinho profissionalizante da cadeia" foi que deu uma facilitada ?

3- parece que comprou uma exceção às leis???? Mas o negócio não era "imparcial"? ehehe

4- aleatoriamente. Ou seja, tem mãe sobrando, tem feto vazio dando sopa por aí. Então porque sera que antes ele alegou que a entidade precisava roubar um feto de outro espírito né?

Citar

1-Outra forma também muito usada pelos tenepessistas é assim. Geralmente, eles se organizam para formar o única família coesa. Um grupo de amigos, por exemplo, pode construir seu próprio material paragenético através da junção de seus vários mentalssomas em um psicossoma principal. Eles misturam seus mentalssomas, englobando-se uns aos outros,

2-depois compram uma consciex baratrósferica que possui o principal veio genético com determinada conscin candidata a mãe. Eles deixam essa consciex vulgar na baratrósfera natural seguindo os passos da futura mãe. Essa consciex vai envolver-se pensenicamente com o cotidiano da gestante indo relacionar-se parageneticamente com a mesma quando as duas vão dormir. Elas perdem a lucidez e acabam tendo relação de convivência nos sonhos, na dimensão troposférica glamourosa (que é a dimensão dos sonhos).

3-Um pouco antes do nascimento do feto o grupo de intermissivistas engloba a consciex baratrosférica e adormecem junto a barriga da mãe. 

 1- "Legião", ehehe

2- Ali vemos que uma consciência tem ligação legítima genética com sua futura mãe. Essa consciência vai seguir se relacionando com ela em astral, a mãe vai sonhar com seu futuro filho e tal mas.... quem vai nascer é o "parasita legião", o "grupo de tenepessitas?

Então segundo  o autor desse blog a tenepes serve para incentivar as violações da lei natural? Porque imagina, o praticante de tenepes encarnado, junto com seus mentores, fica ajudando esses espíritos baratrosféricos, que depois se unem como uma guangue e assumem o lugar de quem, por direito natural, sem precisar de tenepes alguma, podia nascer filho daquela mãe, por ter relação genética com ela? É óbvio que se trata de atitude 100%  anti-cosmoética. 

 

Sabe o que esse sujeito me lembra? Os seguidores do Lado Negro .

Eles tem uma paixão por ver tudo sendo governado pelo caos, defendem a lei do mais forte, criticam a turma do lado Branco por achar que eles querem ver Ordem em tudo, confortar, etc. Parece todo o perfil de alguém com a psique dominada pelas influências do Lado Negro, e que tem dificuldades para enxergar que nem no plano físico a lei do Mais forte é o que vale, pois nas sociedades humanas organizadas isso já é mais coibido. São pessoas de mente ainda primitiva, que se sente tolhidos até por viver em sociedade, e seu "paraíso" é fantasiar um mundo espiritual que siga as regras da selva.   Suas experiências, se é que as tem, só reafirmarão cada vez mais o  que ele acredita. Parece alguém que tem sintonia com o lado negro e usa vocabulário da conscienciologia para atrair outros simpatizantes que tenham a mesma sintonia, que "sentirão lá no fundo" que tudo que ele diz é verdade, ao invés de perceberem que são fantasias. É só reunir os indícios, ele descreve o processo todo como uma caçada feita por predadores ao encalço de sua vítima:

Citar

 " não é uma verpon muito fácil de aceitar. De primeira vista, pode parecer desapontador deparar-se com essa realidade cruel, mas... é a natureza. Ela não tem obrigação te dar conforto espiritual."

não é cruel, apenas implacavelmente imparcial

Quanto mais pessoas de uma mesma família intrafísica forem ingeridas por uma consciex maior é a probabilidade dessa consciex renascer, por espontaneidade, no intrafísico

 Geralmente, eles se organizam para formar o única família coesa....depois compram uma consciex baratrósferica..... Eles deixam essa consciex vulgar na baratrósfera natural seguindo os passos da futura mãe.... Um pouco antes do nascimento do feto o grupo de intermissivistas engloba a consciex baratrosférica e adormecem junto a barriga da mãe. 

 

 

Mas....cada um tem direito as criar seus próprios blogs para divulgar  suas Bespepon, ehehe. Quem tem a mesma sintonia vai seguir consumindo esse material.

 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, sandrofabres disse:

não deve ser Verpon (Verdade de ponta) , mas "Bespepon" (besteria pessoal de ponta)

hehehehehehe

15 horas atrás, DarkFlame disse:

Uma consciex pode adquirir uma ligação genética com a matéria intrafísica ou por espontaneidade, logo após sua dessoma, ou por compra de psicossoma, é o caso geralmente das CLs, ou ainda por roubo de psicossoma sendo esse último caso o mais comum a consciexs baratrosféricas

Esse autor apresenta alguma comprovação disso que ele alega ser "o caso mais comum a consciexs baratroséricas" que, teoricamente, são a grande maioria por aqui?

15 horas atrás, DarkFlame disse:

Como se dá esse roubo? Por englobamento de psicossoma mais conhecido como heterofagia da consciência. Ou seja, sendo mais franco, uma consciex come a outra para poder adquirir sua ligação genética e acoplar-se ao feto da gestante intrafísica. 

E isso aqui, o autor apresenta alguma prova? Como ele adquiriu tal conhecimento que, aparentemente, só ele possui pois não vi essa informação em nenhum outro lugar até o presente momento?

Acho que eu tendo a concordar com o Sandro e, pra mim, todo este texto é "Bespepon". Mas é claro que isso é só a minha opinião pessoal já que não vou perder meu tempo pesquisando sobre isso por acreditar que não vale a pena.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 20/08/2018 at 09:59, sandrofabres disse:

Eles tem uma paixão por ver tudo sendo governado pelo caos, defendem a lei do mais forte, criticam a turma do lado Branco por achar que eles querem ver Ordem em tudo, confortar, etc. Parece todo o perfil de alguém com a psique dominada pelas influências do Lado Negro, e que tem dificuldades para enxergar que nem no plano físico a lei do Mais forte é o que vale, pois nas sociedades humanas organizadas isso já é mais coibido. São pessoas de mente ainda primitiva, que se sente tolhidos até por viver em sociedade, e seu "paraíso" é fantasiar um mundo espiritual que siga as regras da selva.   Suas experiências, se é que as tem, só reafirmarão cada vez mais o  que ele acredita. Parece alguém que tem sintonia com o lado negro e usa vocabulário da conscienciologia para atrair outros simpatizantes que tenham a mesma sintonia, que "sentirão lá no fundo" que tudo que ele diz é verdade, ao invés de perceberem que são fantasias. É só reunir os indícios, ele descreve o processo todo como uma caçada feita por predadores ao encalço de sua vítima:

temos a mesma opinião @sandrofabres, e quanto ao vocabulário da conscienciologia do Waldo Vieira, ele realmente usou tudo, embora tenha misturado vários conceitos e deturpado outros. A importancia de ser ler, estudar e buscar conhecimento é imprescindível para não se acreditar em tudo, mas sim, julgar, analisar e tirar suas conclusões.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.