• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Recommended Posts

Boa noite, me chamo Amanda, o título é socorro mesmo.. faz um tempo que vejo os posts aqui do site/fórum mas nunca achei uma resposta para o que acontece comigo, ja vou logo avisando, perdão pelos erros ortográficos. Tenho 16 anos e aos 14 (2016) tive meu despertar espiritual e desde então minhas noites de sono viraram o verdadeiro inferno (inferno mesmo), nunca mais consegui dormir direito, sempre tive sonhos muito lúcidos e vividos, ja perguntei pra uma mulher da igreja e ela disse que foi arrebatamento, outros que foram projeção... enfim, o ponto é que desde essa época eu costumo entrar em Estado Vibracional antes de dormir, antes era todos os dias e eu chorava demais porque chegava a ter 10 vezes por noite e ir dormir super tarde, toda vez q eu estava pegando no sono começava e eu morria e ainda morro de medo, escuto sons estranhos, sinto presenças, as vezes tomo sustos e parece que eu "cai", começo a vibrar vibrar vibrar sem parar e sem conseguir abrir os olhos, parece que to sendo espremida, ja cheguei a forçar tanto os olhos que vi umas ondinhas tocas saindo do meu corpo, porém o mais importante e o que mais me incomoda é que nesse tempo de e.v eu tenho visões estranhas demais, vejo pessoas que nunca vi na vida, coisas acontecem comigo e eu sei que eu estou sonhando (é como se eu fosse uma câmera, um telespectador) e ai deixo as visões passarem um pouco e depois com muito esforço tento sair. Eu realmente nao sei mais o que fazer, não sei se isso é sonho ou algo do tipo, recentemente descobri que meu pai também tem isso e ele não sabe o que é, ele diz que é um dom e que até já desenvolveu o dele com um mestre mas ele não me conta NADA e diz ainda que ate trava la da onde ele esta pra eu nao ver mais coisas.. eu tô desesperada, ja vi varios videos sobre projeção e tentei MUITAS vezes fazer lúcida mas nunca passo do e.v e o engraçado é que quando eu tento fazer a pulso eu nao tenho essas "visões", mas basta eu tentar tirar um cochilo no sofa q eu ja vejo umas coisas nada ver, tipo pra mim é muito sem noção/sentido.. peço que se puderem me ajudem e desculpa a falta de informação! 

Ps: todo mundo sempre me recomenda ir ao centro espírita, não sei se isso pode ajudar mas meu pai é espírita e meu vô por parte de mãe é pai de santo dos bravos, minha mãe ia ser a mãe de santo e cuidar do terreiro dele (tipo sucessora) porém ela se converteu ao cristianismo.

Ps 2: ontem eu estava de barriga pra baixo e começou o e.v e eu pensei "vou dormir de barriga pra cima" porem eu senti q eu estava quase flutuando, eu fiquei leve, é como se eu tivesse virado em espírito. Espero que isso tudo não seja apenas criação da minha mente.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, sobre as coisas que percebe ao tentar dormir, leia aqui:

http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/20061-sinto-coisas-estranhas-quando-estou-tentando-dormir-o-que-pode-ser/

Mas como isso começou há pouco tempo, eu diria que é algo que a turma do outro lado tem reservado para você. 

Projeção não é mediunidade, porém, as vezes a gente pode ter algo "agendado" para fazer. Eu me projetei a primeira vez com 12 ou 13 anos, usando técnica. Ao total tive umas 6 projeções até os 21-22 anos, odas elas muto rápidas, não duravam nem 30 segundos, o que me levou a me desinteressar da projeção. Mas sonhos lúcidos (despertar a lucidez  no meio do sonho/projeção) sempre tive muitos (quase diários)  quando criança, e vários  na fase adolescente e adulta, que nunca relacionei com a projeção

Somente aos 40 anos voltei a me interessar por projeção, fiz um curso do IIPC para me ajudar a me focar no assunto de novo, e comecei a praticar. Mas pós uns 3 meses enchi o sacode novo, e embora estivesse me projetando uma vez por semana, acabei dando um tempo de uns seis meses. 

Então seis meses depois, comecei a ter projeções involuntárias TODAS AS NOITES. Projeções que duravam 1 hora, mais ou menos. E eu podia pensar no corpo e não acordava, eram portanto projeções muito estáveis. Chequei a pensar que estava com algum tumor no cérebro, kkkk, porque e já sabia como era a projeção e não era assim tão lúcida, tão duradoura e tão estável. 

Mas lá pela quinta noite consecutiva percebi: os mentores devem estar querendo que eu crie vergonha na cara e volta  me dedicar a isso, já que sei fazer e não ando fazendo por preguiça. Devem ter algum motivo. 

Então voltei a me dedicar e após um ano me projetando algumas noites por semana descobri o GVA e acabei participando.

Suponho que do mentores é que tinham essa plano e talvez já estivessem contando comigo. Estava pegando só no meu lado, então me tiravam lúcido do corpo, e me deixavam solto para vagar por aí, até que entendi a parada e comecei eu mesmo a me esforçar para isso. E aí, claro, a mamata da projeção involuntária acabou.

Estou te contanto isso para você entender que pode ser seu caso, se está obtendo projeções ou contatos sem buscar por eles, é óbvio que é a turma do lado de lá que tem planos. Retsa saber onde você se encaixa neles.

 

Porém ,converse cm seu pai. Vai ver você era daquelas crianças que  tinham problemas para dormir, e seu pai pediu lá no centro espírita dele, para trancaram sua mediunidade. E aí chega uma hora que isso abre de novo, pode ser por isso que com 14 anos você começou a passar por essas situações a noite. Pode não ser apenas assunto de projeção, mas de mediunidade que se abriu porque chegou a hora. 

  • Like 3
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
39 minutos atrás, sandrofabres disse:

Bom, sobre as coisas que percebe ao tentar dormir, leia aqui:

http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/20061-sinto-coisas-estranhas-quando-estou-tentando-dormir-o-que-pode-ser/

Mas como isso começou há pouco tempo, eu diria que é algo que a turma do outro lado tem reservado para você. 

Projeção não é mediunidade, porém, as vezes a gente pode ter algo "agendado" para fazer. Eu me projetei a primeira vez com 12 ou 13 anos, usando técnica. Ao total tive umas 6 projeções até os 21-22 anos, odas elas muto rápidas, não duravam nem 30 segundos, o que me levou a me desinteressar da projeção. Mas sonhos lúcidos (despertar a lucidez  no meio do sonho/projeção) sempre tive muitos (quase diários)  quando criança, e vários  na fase adolescente e adulta, que nunca relacionei com a projeção

Somente aos 40 anos voltei a me interessar por projeção, fiz um curso do IIPC para me ajudar a me focar no assunto de novo, e comecei a praticar. Mas pós uns 3 meses enchi o sacode novo, e embora estivesse me projetando uma vez por semana, acabei dando um tempo de uns seis meses. 

Então seis meses depois, comecei a ter projeções involuntárias TODAS AS NOITES. Projeções que duravam 1 hora, mais ou menos. E eu podia pensar no corpo e não acordava, eram portanto projeções muito estáveis. Chequei a pensar que estava com algum tumor no cérebro, kkkk, porque e já sabia como era a projeção e não era assim tão lúcida, tão duradoura e tão estável. 

Mas lá pela quinta noite consecutiva percebi: os mentores devem estar querendo que eu crie vergonha na cara e volta  me dedicar a isso, já que sei fazer e não ando fazendo por preguiça. Devem ter algum motivo. 

Então voltei a me dedicar e após um ano me projetando algumas noites por semana descobri o GVA e acabei participando.

Suponho que do mentores é que tinham essa plano e talvez já estivessem contando comigo. Estava pegando só no meu lado, então me tiravam lúcido do corpo, e me deixavam solto para vagar por aí, até que entendi a parada e comecei eu mesmo a me esforçar para isso. E aí, claro, a mamata da projeção involuntária acabou.

Estou te contanto isso para você entender que pode ser seu caso, se está obtendo projeções ou contatos sem buscar por eles, é óbvio que é a turma do lado de lá que tem planos. Retsa saber onde você se encaixa neles.

 

Porém ,converse cm seu pai. Vai ver você era daquelas crianças que  tinham problemas para dormir, e seu pai pediu lá no centro espírita dele, para trancaram sua mediunidade. E aí chega uma hora que isso abre de novo, pode ser por isso que com 14 anos você começou a passar por essas situações a noite. Pode não ser apenas assunto de projeção, mas de mediunidade que se abriu porque chegou a hora. 

Sandro muito obrigada, eu so sei que eu pedia tanto pra Deus/anjos ou qualquer ser que me ouvisse tirar isso q por uns 4 meses passou certeza q tiveram piedade mas depois voltou mil vezes pior e eu sinceramente nao quero ter isso, em relação a mediunidade sou empata kkk sofro em dobro, não entendo o porquê de tudo isso, não queria ter nada disso enfim vou praticar mais a oração pra saber o que eles querem comigo :)

Share this post


Link to post
Share on other sites
49 minutos atrás, sandrofabres disse:

Bom, sobre as coisas que percebe ao tentar dormir, leia aqui:

http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/20061-sinto-coisas-estranhas-quando-estou-tentando-dormir-o-que-pode-ser/

Mas como isso começou há pouco tempo, eu diria que é algo que a turma do outro lado tem reservado para você. 

Projeção não é mediunidade, porém, as vezes a gente pode ter algo "agendado" para fazer. Eu me projetei a primeira vez com 12 ou 13 anos, usando técnica. Ao total tive umas 6 projeções até os 21-22 anos, odas elas muto rápidas, não duravam nem 30 segundos, o que me levou a me desinteressar da projeção. Mas sonhos lúcidos (despertar a lucidez  no meio do sonho/projeção) sempre tive muitos (quase diários)  quando criança, e vários  na fase adolescente e adulta, que nunca relacionei com a projeção

Somente aos 40 anos voltei a me interessar por projeção, fiz um curso do IIPC para me ajudar a me focar no assunto de novo, e comecei a praticar. Mas pós uns 3 meses enchi o sacode novo, e embora estivesse me projetando uma vez por semana, acabei dando um tempo de uns seis meses. 

Então seis meses depois, comecei a ter projeções involuntárias TODAS AS NOITES. Projeções que duravam 1 hora, mais ou menos. E eu podia pensar no corpo e não acordava, eram portanto projeções muito estáveis. Chequei a pensar que estava com algum tumor no cérebro, kkkk, porque e já sabia como era a projeção e não era assim tão lúcida, tão duradoura e tão estável. 

Mas lá pela quinta noite consecutiva percebi: os mentores devem estar querendo que eu crie vergonha na cara e volta  me dedicar a isso, já que sei fazer e não ando fazendo por preguiça. Devem ter algum motivo. 

Então voltei a me dedicar e após um ano me projetando algumas noites por semana descobri o GVA e acabei participando.

Suponho que do mentores é que tinham essa plano e talvez já estivessem contando comigo. Estava pegando só no meu lado, então me tiravam lúcido do corpo, e me deixavam solto para vagar por aí, até que entendi a parada e comecei eu mesmo a me esforçar para isso. E aí, claro, a mamata da projeção involuntária acabou.

Estou te contanto isso para você entender que pode ser seu caso, se está obtendo projeções ou contatos sem buscar por eles, é óbvio que é a turma do lado de lá que tem planos. Retsa saber onde você se encaixa neles.

 

Porém ,converse cm seu pai. Vai ver você era daquelas crianças que  tinham problemas para dormir, e seu pai pediu lá no centro espírita dele, para trancaram sua mediunidade. E aí chega uma hora que isso abre de novo, pode ser por isso que com 14 anos você começou a passar por essas situações a noite. Pode não ser apenas assunto de projeção, mas de mediunidade que se abriu porque chegou a hora. 

Acabei de ler e tenho quase todos os sintomas, mas as visões que falei nao foram citadas, vish kkk nunca vi ninguém no meu quarto é estranho descrever sabe eu vejo lugares, cidades, florestas, pessoas em outros lugares, ja me vi de cima da terra e dps voltei num susto, momentos em outros paises, épocas.. e por ai vai, espero um dia saber oq eh isso, nunca achei nada a respeito.. obrigada de qualquer forma.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas isso sao projeçoes tambem, voce esta recebendo no corpo as informaçoes posiciomais do.que seu corpo astral esta vendo/ fazendo, mas acha que são só visões . Quando se faz intencionalmente isso chamamos de.visao remota, se for observação do pçano fisico, mas acontece quando vemos deitar e ainda não apagamos, ou quando recém acordamos de um sonho:

http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17684-clarividência-viajora-acontece-em-qual-corpo/&do=findComment&comment=77579

Inclusive aqui relatei uma comprovaçao que obtive com isso, quando logo apos acordar de um sonho, ao fechar os olhos de novo me vi voando sobre um local.. Descrevo tudo no link do googledrive que coloquei nesta postagem 

http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16071-comprovação-da-projeção-astral/&do=findComment&comment=74050

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, AmandaSoaress disse:

Acabei de ler e tenho quase todos os sintomas, mas as visões que falei nao foram citadas, vish kkk nunca vi ninguém no meu quarto é estranho descrever sabe eu vejo lugares, cidades, florestas, pessoas em outros lugares, ja me vi de cima da terra e dps voltei num susto, momentos em outros paises, épocas.. e por ai vai, espero um dia saber oq eh isso, nunca achei nada a respeito.. obrigada de qualquer forma.

Que inveja. :-D

Essas facilidades podem ter vindo do ambiente da sua casa/família mesmo.

Você tem duas possibilidades, tentar não ter mais nada disso ou estudar mais sobre o assunto e aproveitar sua facilidade.

Para não ter mais nada disso, teria que se afastar do ambiente de espiritualidade acredito eu. Você deve ter crescido ouvindo sobre esses assuntos, mas pode ser muito mais útil estudar e desenvolver.

Caso ainda não tenha visto, dá uma olhada no curso do Saulo aqui nesse site mesmo.

Basicamente você vai para um lugar como está vibrando, se você vive em um ambiente e estado de coisas ruins, vai para esses lugares quando sai do corpo. Se você é uma pessoa tranquila, amorosa, vai para lugares melhores (ou para lugares ruins, mas para ajudar as pessoas em dificuldades). A última coisa que deve pensar é em coisas ruins (não é fácil, eu sei).

 

Se tiver interesse, pode ler um livro que chama O Caibalion, não é específico sobre projeção, mas trata das leis universais e vai te ajudar a entender um pouco melhor. Se gostar aí tem mais um monte de coisa para estudar.

 

Você está fora do corpo, então não tem como alguém fazer um mal físico a você, apenas mental (ficar perturbada com essas coisas e aí sim afetar seu dia a dia). Tente manter a mente mais tranquila possível.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 10/09/2018 at 21:13, AmandaSoaress disse:

tive meu despertar espiritual e desde então minhas noites de sono viraram o verdadeiro inferno (inferno mesmo)

É um inferno porque você vê assim, por causa de como você reage, não pelo que acontece em si. Tem muita gente aqui que faz técnicas há tempos e ainda não conseguiu ter as experiências que você já teve espontaneamente, sem esforço, sem nem as desejar. Eu, pessoalmente, não vi nada claramente terrível no seu relato. O problema é a maneira como você reage ao que experiencia -- com medo. Medo é a coisa mais natural do mundo. É tão natural quanto, por exemplo, desejo sexual ou nojo de excrementos. Sim, porque é uma reação instintiva que todos trazemos na nossa, por assim dizer, assinatura biológica. Existem razões muito práticas, e até favoráveis, para sentirmos esse tipo de coisa. Aí a questão, como com todo instinto, é de superação, transcendência. Não querermos sermos só macaquinhos com poucos pelos e polegares opositores, certo?

Uma coisa é, por exemplo, ser hipertenso e ter receio de sofrer um AVC. Aí não é só possivelmente medo da "morte", mas de talvez ficar incapacitado, debilitado de um jeito muito limitante. Outra é ter medo do desconhecido. Em grande parte, é fruto do medo que nos foi imposto do "oculto" por séculos de doutrinação religiosa simplista, ignorante e, frequentemente, mal intencionada. Isso tudo faz parte, e a maioria passa por isso em algum momento. Mas vamos trabalhar isso, né? Um método que costuma funcionar bem é o do estudo. Pense comigo... Você é criança e algum adulto inconsequente coloca em você medo do bicho papão e whatnot. Aí você cresce, estuda e descobre que isso é tudo mito, que não há aí nada a se temer. O seu caso, claro, é mais complicado, porque você está descobrindo que há mais coisas entre a Terra e o Céu do que julga a sua vã filosofia. É uma descoberta e tanto! Procure se informar, em primeiro lugar. Leia sobre projeção da consciência, sobre plano astral e temas correlatos. A maioria esmagadora das fontes respeitáveis vai atuar no sentido de convencê-la de que não há nada a temer. Também vai ensiná-la como se defender caso surjam problemas. Eventualmente você ainda vai sentir medo -- eu mesmo, quando a lucidez está baixa, sinto medo. Aí quando desperto no corpo, o que penso é: "Caramba, que bobagem!" Só não fico bravo comigo mesmo porque prefiro achar graça e rir, sempre tentando crescer com cada experiência. 

Em 10/09/2018 at 21:13, AmandaSoaress disse:

porém o mais importante e o que mais me incomoda é que nesse tempo de e.v eu tenho visões estranhas demais, vejo pessoas que nunca vi na vida, coisas acontecem comigo e eu sei que eu estou sonhando (é como se eu fosse uma câmera, um telespectador) e ai deixo as visões passarem um pouco e depois com muito esforço tento sair.

Você provavelmente está, quando isso ocorre, no chamado estado hipnagógico, que é essencialmente um intermediário entre a vigília e o sono. Ter percepções extrafísicas não é incomum nesse estado. Mas uma parte considerável do que você percebe pode ser, e provavelmente é, criação mental sua mesmo. Qualquer projetor sabe que a grande dificuldade é, não só ter lucidez, mas manter essa lucidez com boa estabilidade. E, sem isso, fica muito difícil distinguir o que é real do que é produto do seu inconsciente. E sabe também que a proximidade do corpo físico é um grande dificultador. Acaba sendo um corolário que em hipnagogia a lucidez vai ficar, para a maioria, muito prejudicada. Diante disso, meu conselho é que você não leve essas percepções tão a sério. Observe-as, tente usar o senso crítico. Se estiverem a incomodando muito, tente focar algo bem específico e abstrair todo o resto. Meditação é um tipo de prática que pode ajudar no desenvolvimento dessa habilidade. Exercícios de concentração em geral, a mesma coisa. Procure aprender técnicas de separação, testá-las, ver qual funciona para você, sair do corpo, se afastar dele e -- ufa! Então é muito provável que você tenha uma experiência agradável.

Não sei se entendi bem o que você realmente quer, se parar tudo, voltar à normose, ou levar adiante seu desenvolvimento parapsíquico, conseguir ter projeções conscientes. Se quiser parar tudo, um jeito bem prático é procurar um psiquiatra e tomar uns medicamentos derruba-leão. Uma amiga minha, médium ostensiva, "resolveu" o problema dela desse jeito. Basicamente qualquer pessoa suficientemente sedada vai ter um apagão e não vai passar pelo que você enfrenta. Vale a pena seguir esse caminho? Não creio. Você vai estar só adiando questões com as quais vai ter de lidar mais cedo ou mais tarde. Em certo sentido, dá para dizer que o que você tem é um dom. No mínimo, uma facilidade, o que não é muito diferente. Quer dizer que é uma possibilidade a ser explorada, com a qual você pode aprender, prestar auxílio aos outros, ampliar sua mentalidade, etc. Como dizia o sábio Uncle Ben, com grandes poderes vêm grandes responsabilidades. Não é à toa que você tem essa facilidade. A minha experiência com projeções é muito parecida com a do Sandro. Tive muitas, espontâneas e com grande lucidez no começo. Depois tive de correr atrás. Para mim, pessoalmente, mais importante do que o fenômeno da projeção em si, o que isso me trouxe foi uma abertura da minha visão de espiritualidade, uma motivação especial para trabalhar questões como equilíbrio emocional, lucidez e desenvolvimento energético, e para estudar espiritualidade.

Como eu disse no começo, o principal problema me parece ser o seu medo. Se quiser levar adiante, tem de superar isso. Felizmente somos maquininhas de adaptação e aprendizado e, na pior das hipóteses, uma hora você vai começar a se acostumar e não se assustar mais como hoje. Se você for pró-ativa e se ajudar, tanto melhor. Procurar auxílio aqui no fórum já é um ótimo passo. Dá para notar também que você não é ignorante do tema. Legal. Tá indo bem. 

Você menciona que seu pai é espírita, que sua avó é isso, que sua mãe é aquilo. Eu não sei onde você mora, mas existem grupos especializados em projeção e assuntos correlatos. Mesmo no meio espírita tradicional, onde se esperaria talvez informação de qualidade sobre o assunto, no geral o que se encontra é ignorância adornada com tabus e recheada com medo. Procure, se puder, um instituto como o IIPC, o IPPB, ou talvez algum grupo esotérico da sua preferência. Se não tiver nada por perto, você vai se virando com a internet mesmo. Hoje a informação sobre esses temas está amplamente divulgada. Tem uns esquizotéricos por aí, gente falando besteira e até gente só interessada no próprio bolso. Desenvolva seu senso crítico, desenvolva sua intuição, e mãos à obra.

Peço desculpas se pareci ser duro. Minha intenção é estimular você a superar esse medo e seguir seu desenvolvimento, em oposição a fugir e enfiar a cabeça num buraco. Desejo-lhe muita ventura!

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.