• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Recommended Posts

Olá amigos do GVA!

Conversei com o Sandro Fabres essa semana, pois tenho um amigo que vem postando textos sobre espiritualidade muito elucidativos e com linguagem bem acessível no Facebook e eu gostaria de compilar este material em algum lugar. Nada mais justo que compartilhar estas informações com este Fórum, que faz grande parte da construção da minha consciência hoje. Os textos não são meus, pretendo ir alimentando este tópico conforme este amigo (J. R. S. - vou ver com ele se posso informar o nome inteiro) vai postando novas informações. O primeiro texto fala da Matrix, foi o que me despertou maior interesse em continuar lendo o que ele escreve, então achei interessante começar por este.

MATRIX
J. R. S.
Do latim, “matrix, icis”, que significa matriz. A palavra “matrix” se origina de “mater” que significa mãe, o que é impactante para esse texto. O significado que se quer agora atribuir a esse conceito de “matrix” é que a humanidade vive numa matriz, numa prisão em termos de pensamentos, emoções e sentimentos. E são muitos os pensadores que já escreveram sobre essa prisão. Assim como cada um de nós possui mente inconsciente, a humanidade também possui mente inconsciente. Assim como a mente inconsciente comanda você, da mesma forma é a mente inconsciente que comanda a humanidade. Em média, 98% de padrões de crenças são inconscientes, enquanto que o consciente é feito apenas de 2%. Certamente sabe que você possui um inconsciente, pois deve experimentar diariamente as sabotagens que ele faz em relação à sua consciência. Você pode dizer: puxa, mas até agora eu não sabia que a humanidade também possui um inconsciente. Exatamente, esse é o grande problema de todos nós, o de nunca nos ter sido contado que a humanidade possui um inconsciente coletivo humano. E é esse inconsciente que comanda a humanidade. É daí que se origina o conceito de “matrix”, ou matriz. E todo o ser humano vive nesse inconsciente, à exceção da minoria que cria, controla e comanda essa matriz. Em toda a história humana, todos os que saíram, ou tentaram sair da matriz foram assassinados. Qualquer país no mundo que ousa desafiar a matriz sofre com a guerra e todos os tipos de boicotes e sansões. Mas, como compreender que são esses pensamentos, emoções e sentimentos que nos comandam? Simples! Você já pensou em alguma outra possibilidade de organização econômica além do capitalismo e comunismo ou socialismo? Certamente não! Pois os que comandam a “matrix” são os que criam o capitalismo e o comunismo, para que a humanidade se digladie acreditando que um dos dois é o mais correto. Enquanto isso os comandantes se divertem. A mesma coisa acontece em relação à política. A grande maioria dos humanos acredita que a organização política através de partidos possa ser uma prática democrática de exercício da cidadania. Mas, ledo engano. No tocante às religiões o problema é ainda maior. As religiões, ao longo da história, sempre ocuparam posição de destaque e de maior importância por que se constituem num instrumento de alto impacto, em termos de construção do inconsciente coletivo humano. A coisa aí foi tão séria que as pessoas que se diziam hereges ou ateias foram todas para a forca ou fogueira. Foi criada até a fogueira santa. Mas, agora, neste exato momento, todos nós somos convidados para sairmos da “matrix”. A humanidade está em crise por que os criadores e controladores da “matrix” não conseguem mais alimentar e controlar essa matriz. Agora, neste momento, milhares de humanos estão criando pensamentos, emoções e sentimentos fora da prisão. Não há mais forca e fogueira para todos. Agora mesmo, muitas pessoas estão saindo do genoma familiar, do genoma societário e humano controlado pela matriz. A partir de agora você não precisa mais pensar sobre economia, política, mercado e religião. Você é livre para pensar, se emocionar e sentir outras formas de viver. A crise favorece para que crie uma nova versão de você, fora da “matrix”. Da mesma forma já estamos criando uma nova humanidade para além da “marrix”. O ciclo da humanidade na matriz chegou ao fim. Foi um longo aprendizado. Mas, adeus “matrix”! Agora somos livres de ti. Adeus!!!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

SIGNIFICADO DA VIDA
J. R. S.
“Um dos maiores presentes que lhes foi dado pela criação é que a vida não possui significado. Nenhuma situação ou circunstância é baseada em algum significado. É neutra separada de qualquer significado. Mas, o significado que você dá, consciente ou inconscientemente, é exatamente o que determina o efeito perceptivo que você terá dessa circunstância, pela sua energia, vibração, atitudes, crenças e definições que você atribui a essas circunstâncias.” (Bashar). Para a nossa cultura, isso parece ser realmente um absurdo. Mas, é exatamente assim que a vida é. A nossa cultura está muito distante de compreender o significado e o sentido da vida. O maior crime cometido contra a humanidade, pelos que a controlam, é fazer você acreditar que a vida tem sentido através da economia, do mercado, da religião, da educação, da cultura e assim vai. A sua prisão à jaula “matrix” se concretiza exatamente dessa forma, acreditar que a vida tem sentido antes de você criar. Quando acredita e assume isso, então essa passa a ser a sua jaula. Neste caso, não precisaria nem ter nascido, pois você não tem nada para fazer e criar, a não ser obedecer e ser gado de manada. Tudo por que na origem, desde o seu nascimento, a sua vida não tem sentido; e o sentido e significado até agora dado não foi você que criou. Mas, o que quer dizer criar significado e sentido para a vida? Quer dizer que a sua vida não possui sentido e significado. É você que precisa criar. O sentido e significado da sua vida não é casa, carro e apartamento. Quando tomar consciência desse equívoco, sentirá desejo de zerar todos estes significados e sentidos que os outros deram, mas que não é você. Sentirá desejo de criar a sua vida a partir do ponto zero, simplesmente a partir de você mesmo como original e singular. Ora, você nasceu para trabalhar, ganhar dinheiro e consumir? Não! Você nasceu para obedecer a Deus e aos dez mandamentos? Não! Você precisa de uma religião para dar significado à sua vida? Não! Então, isso quer dizer que tudo que possui sentido e significado em sua vida foi dado pelos outros. E isso o torna prisioneiro. Mas, para Bashar, o maior presente que foi dado pela criação é que a vida não possui sentido e significado. Isso é assim para que você possa dar e criar sentido e significado para tudo. É assim que você cria a si mesmo, através da criação de sentidos e significados em todas as experiências que faz. É assim que você expande a consciência e o amor incondicional. Por exemplo, não existe nenhum Deus. O seu Deus é você quem cria. Não existe céu, inferno, amor e ódio pré-fabricados. É você quem cria tudo isso. Até o demônio é você quem cria. Tudo está à sua disposição para criar sentido e significado do jeito que quiser. Agora imagina a louca aventura que é a vida, através da criação destes sentidos e significados nas experiências que faz? Esse é o sentido da transição pessoal, humana e planetária para uma nova humanidade. Tudo começa e termina com você. Certamente deseja agora dizer: Ó Deus, isso é demais para mim. É muita novidade. Por que é que ninguém me contou isso antes? Então é preciso compreender que tudo chega na hora certa. Por isso, pode agora começar a criar a sua própria vida. Agora pode começar a criar uma nova humanidade em você, em todos os aspectos, inclusive no sentido político, econômico e social. Não sobra pedra sobre pedra. Isso é maravilhoso demais. Vai, cara!

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

ESPÍRITO, MATÉRIA E ENERGIA
J. R. S.
A única diferença entre espírito e matéria é a frequência na vibração da energia. O campo da ontologia quântica espiritual compreende isso como alta e baixa vibração. Quanto mais densa for a matéria, mais baixa é a vibração; e quanto mais evoluído for o espírito, mais alta é a vibração da energia e a frequência. Mas, não há separação nenhuma entre espírito e matéria. A única coisa que existe são diferentes frequências na vibração da energia. Mas, a matrix nos tem ensinado que há uma separação entre espírito e matéria. As religiões têm cumprido fielmente esse papel de pregação dessa separação. Assim, maioria dos humanos acredita e deseja ir para o céu após a morte física. Mas, não compreende que sempre é você que cria o céu e o inferno que quiser, já agora aqui, em todas as experiências que faz. A crença de que existe um céu ou um inferno após a morte é o exemplo mais grotesco que demonstra a crença na separação entre espírito e matéria. Ora, o céu e o inferno é você que cria, a seu gosto. Quando compreende e experimenta isso, a primeira consequência é a expansão da consciência para além do mundo material. Quando tem consciência de que não há separação entre espírito e matéria, o fluxo da sua energia vital, da sua alma se expande imediatamente. Não há mais fronteiras. Aí se inicia um processo evolutivo infinito por que não há mais fronteiras entre matéria e espírito. Não é que haja uma unidade entre espírito e matéria, mas uma não separação. Mas, a ideia de unidade é a forma que mais se aproxima para expressar esse problema. Imagina a diferença entre essas duas atitudes: uma, esperar ir para o céu após a morte, desde que agora seja bonzinho; outra, sentir que todo o poder do Universo está em você, é você, e que experimentar tudo é a essência da vida evolutiva, e é a mais maravilhosa das aventuras. Mas, como o ser humano vive na matrix, ainda não compreende nada disso. Por estar dentro da matrix, as coisas mais evolutivas que compreende é fazer caridade, criar uma sociedade igualitária, justa, com distribuição de renda, casa, comida, educação e assim vai. Mas, esse é o maior e principal objetivo de a humanidade ter vindo a este planeta? Não! Nós não viemos aqui com objetivo de criar uma sociedade justa e igualitária. Cada ser humano veio para aprender a lidar com a realidade física, de baixa densidade e vibração. É por isso que aqui há muito sofrimento. O sofrimento sempre precisa estar presente em todas as pessoas que tem dificuldade de aprender a lidar com as energias de baixa densidade, que é o mundo material. E a maioria que não aprende a lidar fica apegada a ele. A cabala escura é criada por um grupo de pessoas apegadas aos bens materiais, com desejos absurdos de egoísmo, querem tudo para si, mesmo que seja através das energias e forças do mal. Estes terão que sofrer muito para poder acordar. Após a morte irão para planetas de muito sofrimento, para um dia poderem acordar. Então, enquanto alguns humanos querem tudo para si, outros querem igualdade e fraternidade. Mas, esse não é um problema humano importante. O principal problema humano é aprender a lidar com as energias de baixa densidade para, a partir dessa lição, evoluir para energias de alta vibração espiritual. As energias de alta frequência são feitas de expansão da consciência e do amor incondicional. A partir daí não há mais nenhum problema de casa e comida. Todos os problemas humanos serão revolvidos somente após aprendermos as lições que a realidade física de baixa vibração veio trazer.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

NOVA HUMANIDADE
J.R.S.
Nós aprendemos que, se quisermos mudar a realidade, precisamos mudar as pessoas, as estruturas sociais, econômicas e políticas, por exemplo. Só que isso não é possível. Nenhuma mudança é exógena, pois todas são endógenas. Ou seja, o movimento de qualquer mudança é sempre de dentro para fora. E esse e um dos grandes problemas da cultura humana, o de acreditar que pode mudar as coisas de fora para dentro e, em geral, através da força. As mudanças externas não possuem nenhuma importância evolutiva. É o que a humanidade experimenta nesse momento. Nunca houve tanto progresso científico e tecnológico e, contudo, a humanidade nunca esteve tão depravada. As pessoas não evoluem pelo fato de ter casa, carro e apartamento. As pessoas não evoluem pelo fato de haver distribuição de renda. Essa é a ilusão que temos experimentado até agora. Isto é, ainda não compreendemos como é que a vida funciona. Então, a vida começa a ser compreendida quando experimenta que tudo o que existe está dentro de você, através da consciência. Assim, tudo o que está conectado a você, está dentro de você, e é você. Essa é a experiência de que tudo é UM. Mas, quem é você? Você é a consciência da soma de todas as emoções das experiências que faz. Você é do tamanho da sua consciência. A consciência puxa tudo para dentro de você. É por isso que você precisa, antes de tudo aprender a se amar. Amar a si significa amar tudo o que a consciência puxa para dentro de você. Esse é o amor incondicional. A consciência faz compreender o porquê é que cada pessoa ou coisa é como é. Quando compreende e experimenta o porquê é que cada pessoa ou coisa é como é, e não importam as condições, você sente compaixão e ama de modo incondicional. E essa energia atrai, cada vez mais, tudo para você. Mas, há uma observação a ser feita. E diz respeito à causalidade global, que é um princípio da mecânica quântica. Nós estamos acostumados a lidar com causa e efeito apenas no âmbito da realidade física: joga uma pedra na água, e se formam as ondas; corta uma árvore e ela cai; ganha uma bolada no rosto e sente dor. Ou seja, as causas, nesses exemplos, são a pedra, o serrote e a bola. E os efeitos são as ondas, a queda e a dor. Mas, na causalidade global as coisas funcionam de modo diferente. Não existe uma relação local entre causa e efeito, mas global. E nem o efeito possui uma relação umbilical e exclusiva com a causa, uma vez que o efeito é passível de criatividade. Na causalidade global não há racionalidade, nem lógica e nem objetividade. Uma ação, no âmbito da ontologia quântica, é feita de pura energia, principalmente do pensamento, da emoção e do sentimento. Um pensamento seu é uma emissão de energia que pode atingir, de modo aleatório, milhares de pessoas ao redor do planeta e do Universo. Aquilo que você pensa não atinge apenas os que fazem parte do seu círculo de amizade, mas essas vibrações podem atingir de modo aleatório, a milhares de pessoas e coisas ao redor do planeta, através de uma sincronia vibratória das energias, sem jamais se saber o porquê da atração. Ou seja, há um movimento de sístole e diástole das suas ações. Quer dizer, assim como milhares de pensamentos, emoções e informações chegam até você, por segundo, igualmente você emite pensamentos, emoções e informações que atinge milhares de pessoas ao redor do planeta. A consciência e a prática disso é que cria a nova humanidade da quinta dimensão. Você é o pensamento e a emoção que vibra e emana. E o que emana, cria, também a você.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

O TEMPO NÃO VOLTA MAIS
J. R. S.
“Oh! quanta saudade daqueles tempos...” Essa é uma expressão muito comum de se escutar no dia a dia. Em geral, as pessoas que expressam isso, estão voltadas para trás, e não estão bem no momento presente. Claro, se tem saudades do passado é por que no presente não está bem. Mas, como assim? Não está bem no momento presente e quer voltar para trás? Exatamente! Mas, que estranho? Então, ao invés de voltar ao passado, não seria mais interessante projetar algo melhor para o futuro, aprendendo as lições do passado? Sim, claro que seria mais interessante, mas a única questão é: como fazer isso? Pois, estamos vivendo agora momentos de desconstruções, transformações, instabilidades e crises, tanto em termos pessoais quanto humanos. Aprender a lidar com a crise significa criar novas concepções das coisas e de um novo ser humano. Você já pensou em um novo ser humano e em uma nova humanidade? Não? Por isso, para alguns é melhor e mais seguro voltar para trás, para os tempos antigos. Outros tentam, de qualquer maneira, projetar-se para o futuro, mesmo sem ter aprendido suficientemente a lidar com a crise. E esse é o cenário do momento presente, que perpassa toda a humanidade, inclusive o atual cenário brasileiro. Quantos brasileiros, nesse momento, gostariam que o Brasil voltasse ao passado? No passado tudo era mais seguro, pensam. Mas, é impossível voltar ao passado. E aí está o dilema: o passado já passou; e a crise é tão profunda que dificulta construir projetos. Então, se não se aprende a lidar com a crise, se não se aprende a construir novas concepções das coisas, então não se tem mais ideia sobre quem a gente é, e muito menos, para onde se deseja ir. O tempo não volta mais, e você não consegue ir para frente. Mas, realmente esse é um dilema no qual estamos metidos? Ora, considerando a questão do tempo, sim; mas se considerar as coisas a partir da sua alma, não. A sua alma nunca está no passado e no futuro. Ela sempre está totalmente no momento presente. Para ela só o presente importa. Então, somente quando estiver no momento presente e conversando com sua alma é que é possível começar a resolver todas essas questões. Tanto o passado, quanto o futuro são possíveis de serem trazidos para o aqui e agora. Quando você está expandido, espraiado para o passado e para o futuro, não está em casa, não está no momento presente e consigo. Isso acontece por que, assim como a realidade material é ilusão, o tempo e o espaço também são ilusões. É por isso que você possui duas mentes, a pequena e a grande. A pequena mente é tagarela, objetiva e científica, e é feita somente para lidar com essa realidade física. Mas, a grande mente e a sua alma não estão presas aqui. Por isso, se quiser evoluir, não pode ficar preso ao passado e ao futuro, mas estar no momento presente, no aqui e agora, que é onde está a sua alma e a grande mente. É através da consciência do agora que você acessa à sua alma e à grande mente. Quando desenvolve a consciência do agora, você se liberta da matéria, do tempo e do espaço. Então pode dizer: o tempo não volta mais. Ou seja, o tempo não tem mais poder sobre você. Por isso a importância de aprender estar à sós consigo. Você precisa estar à sós consigo para acessar o agora. É a expansão da consciência que faz isso. A consciência do agora é o único caminho para transcender e libertar-se do tempo e do espaço. Vai cara!NOVA HUMANIDADE
J.R.S.
Nós aprendemos que, se quisermos mudar a realidade, precisamos mudar as pessoas, as estruturas sociais, econômicas e políticas, por exemplo. Só que isso não é possível. Nenhuma mudança é exógena, pois todas são endógenas. Ou seja, o movimento de qualquer mudança é sempre de dentro para fora. E esse e um dos grandes problemas da cultura humana, o de acreditar que pode mudar as coisas de fora para dentro e, em geral, através da força. As mudanças externas não possuem nenhuma importância evolutiva. É o que a humanidade experimenta nesse momento. Nunca houve tanto progresso científico e tecnológico e, contudo, a humanidade nunca esteve tão depravada. As pessoas não evoluem pelo fato de ter casa, carro e apartamento. As pessoas não evoluem pelo fato de haver distribuição de renda. Essa é a ilusão que temos experimentado até agora. Isto é, ainda não compreendemos como é que a vida funciona. Então, a vida começa a ser compreendida quando experimenta que tudo o que existe está dentro de você, através da consciência. Assim, tudo o que está conectado a você, está dentro de você, e é você. Essa é a experiência de que tudo é UM. Mas, quem é você? Você é a consciência da soma de todas as emoções das experiências que faz. Você é do tamanho da sua consciência. A consciência puxa tudo para dentro de você. É por isso que você precisa, antes de tudo aprender a se amar. Amar a si significa amar tudo o que a consciência puxa para dentro de você. Esse é o amor incondicional. A consciência faz compreender o porquê é que cada pessoa ou coisa é como é. Quando compreende e experimenta o porquê é que cada pessoa ou coisa é como é, e não importam as condições, você sente compaixão e ama de modo incondicional. E essa energia atrai, cada vez mais, tudo para você. Mas, há uma observação a ser feita. E diz respeito à causalidade global, que é um princípio da mecânica quântica. Nós estamos acostumados a lidar com causa e efeito apenas no âmbito da realidade física: joga uma pedra na água, e se formam as ondas; corta uma árvore e ela cai; ganha uma bolada no rosto e sente dor. Ou seja, as causas, nesses exemplos, são a pedra, o serrote e a bola. E os efeitos são as ondas, a queda e a dor. Mas, na causalidade global as coisas funcionam de modo diferente. Não existe uma relação local entre causa e efeito, mas global. E nem o efeito possui uma relação umbilical e exclusiva com a causa, uma vez que o efeito é passível de criatividade. Na causalidade global não há racionalidade, nem lógica e nem objetividade. Uma ação, no âmbito da ontologia quântica, é feita de pura energia, principalmente do pensamento, da emoção e do sentimento. Um pensamento seu é uma emissão de energia que pode atingir, de modo aleatório, milhares de pessoas ao redor do planeta e do Universo. Aquilo que você pensa não atinge apenas os que fazem parte do seu círculo de amizade, mas essas vibrações podem atingir de modo aleatório, a milhares de pessoas e coisas ao redor do planeta, através de uma sincronia vibratória das energias, sem jamais se saber o porquê da atração. Ou seja, há um movimento de sístole e diástole das suas ações. Quer dizer, assim como milhares de pensamentos, emoções e informações chegam até você, por segundo, igualmente você emite pensamentos, emoções e informações que atinge milhares de pessoas ao redor do planeta. A consciência e a prática disso é que cria a nova humanidade da quinta dimensão. Você é o pensamento e a emoção que vibra e emana. E o que emana, cria, também a você.

Share this post


Link to post
Share on other sites

POLÍTICA E ESPIRITUALIDADE
J. R. S.
Existe uma ideologia política hegemônica em todo o planeta terra, praticamente desde o início da civilização humana, e que é comandado por um governo secreto, o que muitos chamam de cabala escura. Todos os governos locais são controlados por esse governo secreto. Basta lembrar as centenas, senão milhares de golpes de estado, guerras e todos os tipos de boicotes e sacanagens promovidos ao longo da história, sempre quando um país opta por não se alinhar a essa ideologia dominante. Até agora nunca houve realmente democracia. Embora esteja na constituição que democracia é governo do povo para o povo, mas na verdade sempre tem sido governo dos ricos para os ricos. Mas, felizmente este ciclo está chegando ao fim. A humanidade está agora iniciando um novo ciclo que está baseado na evolução espiritual. Ou seja, na medida em que um indivíduo busca compreender quem é, e por que está agora aqui, logo percebe que todas as ideologias que sustentam a atual concepção de ser humano e de humanidade são prisões da matrix. Mas, qual é o problema? O grande problema está na distância entre política e espiritualidade. Você já pensou em uma política do tipo espiritual? Pois é, este é o caminho. Até agora nós só temos aprendido que a política se vincula ao âmbito material, da realidade física, como econômica, social, cultural e assim vai. Mas, essa política é de baixa vibração das energias e das suas frequências. Enquanto vibrarmos essa baixa frequência, a política também expressará isso através da ganância, da exploração, das guerras e golpes de estado. E tudo isso é expressão da cabala escura que domina e controla a humanidade até agora. Claro, sempre precisaremos de política, mas não essa de baixa vibração e frequência. Assim como a humanidade deseja evoluir espiritualmente, também precisa evoluir em termos políticos. A política precisa, antes de tudo, estar vinculada à espiritualidade e não à economia. Quando a política estiver vinculada à espiritualidade todos os problemas econômicos serão resolvidos. Aliás, não existem problemas econômicos. Certamente você já cansou de escutar que sobre política e religião não se discute. O objetivo disso é criar no seu inconsciente um padrão de crença de que a política e a espiritualidade possuem naturezas distintas, de mútua exclusão. E foram as religiões que cumpriram o papel de propagar essa incompatibilidade e manter a mútua exclusão. As religiões foram criadas pela cabala escura e sempre foram fiéis ao deus da cabala. Esse deus da cabala até odeia e faz guerras para garantir e realizar os seus objetivos. O fanatismo religioso é expressão desse deus que odeia e que mata, sempre quando o outro pensa diferente e se torna uma ameaça. A cabala e suas religiões têm controlado e dominado os seres humanos e a humanidade até o presente momento. Mas, chegou a hora da transição evolutiva dos indivíduos e da humanidade. a) Não existe um Deus que possa ser apresentado a você como fazem as religiões. É você que precisa descobrir e criar o seu Deus; B) A evolução espiritual sem religião é que precisa assumir o comando de tudo. E a imediata consequência disso é que as religiões perdem o sentido. Então todas as religiões se extinguem naturalmente; c) Somente quando a evolução espiritual for o objetivo principal dos indivíduos e da humanidade é que a política assumirá o seu verdadeiro lugar, que é o de estar à serviço do amor incondicional e da expansão da consciência. Essa é a transição individual e humana que precisamos agora fazer.

Share this post


Link to post
Share on other sites

EU CUIDO DE MIM
J.R.S.
Provavelmente uma das expressões mais comuns nas conversas informais de família é: mas, ele não se cuida! Ou então, quando você está com algum tipo de problema em relação à saúde, diz: eu estou me cuidando! Ou se alguém possui alguma necessidade especial, se escuta: mas, quem é que está cuidado dele? Mas, em muitas ocasiões, o cuidado também pode criar doenças emocionais, como o medo: cuidado com o carro, com o cachorro, que podes cair, com os estranhos, com os assaltantes, e assim vai. Se você é viciado em novelas e televão, não está se cuidando; se é viciado em álcool ou drogas, não está se cuidando; se é obeso, não está se cuidando; se possui qualquer tipo de doença, principalmente as autoimunes, não está se cuidando; se vive com emoções em desequilíbrio, não está se cuidando, e assim por diante. Mas, todos esses cuidados, em geral, dizem respeito ao corpo físico. Mas, e a alma? Não é a sua alma que, antes de tudo, precisa ser cuidada? Mas, como cuidar da alma? Bem, a alma é o seu ser, a sua essência. Por isso, todos os cuidados precisam ter origem nas relações com sua alma e não com o corpo. O corpo físico é apenas reflexo dos cuidados que você tem para com sua alma. Se você é viciado em televisão, em álcool, vive com problemas de saúde, por exemplo, é por que não está cuidando da sua alma. O aspecto central do cuidado é você estar sempre presente. A televisão é fuga, as drogas são fuga, os problemas de saúde são consequência de fugas, a necessidade de sempre estar conversando é fuga, e assim por diante. Assim, você nunca está presente consigo, pois está sempre fugindo. Então, como vai cuidar de si? Todavia, quando está presente consigo, a primeira coisa que aparece é o silêncio. É no silencio que sua alma se apresenta e diz: oi, cara, estou aqui! É no silêncio que surge a segunda coisa, que é o diálogo com sua alma. É nesse silencio que você pergunta: mas, quem sou eu? O que é que eu vim fazer aqui nesse planeta Terra? Veio olhar televisão? Veio tomar trago e ingerir drogas? Veio aqui para construir doenças? Veio aqui só para morrer? Veio aqui para ter medo de tudo, inclusive de Deus e do demônio? Veio aqui para trabalhar e consumir? Quando começa a cuidar de si, essas são as primeiras perguntas que surgem. Já no início começa a curtir e gostar dessa nova realidade. Quando começa a cuidar de si, do seu ser, da sua alma pode ter a impressão de que isso é egoísmo. Mas, egoísmo é cuidar somente do corpo, da matéria. Mas, quando cuida da alma, não está cuidando só de si, mas também do outro que surge no seu caminho. O cuidar de si é uma aprendizagem que também é replicada naturalmente na relação com o outro. Não é possível alguém cuidar de si sem também cuidar do outro. E o mais interessante é que quando cuida do outro que aparece no seu caminho e que está com problemas, na verdade está cuidando de si. Ou seja, exatamente na mesma medida em que cuida de si, do seu ser, da sua alma, está também cuidando do outro. E, da mesma forma e na mesma proporção em que está cuidando do outro, está cuidando de si. Agora você começa a compreender do que é feito um santo, um mestre ascencionado, ou uma pessoa evoluída espiritualmente. É claro que essa experiência de cuidar de si é um caminho de expansão da consciência e do amor incondicional. Não é preciso fazer caridade e trabalhos voluntários para ir para o céu, mas cuidar de si. Quando cuida de si, todas essas coisas estão dentro. Só que agora de modo natural. Agora não precisa se esforçar para fazer caridade e amar o próximo. Agora você é amor.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

COMO A VIDA FUNCIONA
J. R. S.
A necessidade de sofrer para pagar os erros, as culpas e os pecados é uma das absurdas compreensões acerca da vida humana. Quem pensa assim, realmente precisa sofrer por que é assim que compreende a vida. É claro que isso faz parte da dominação e do controle do ser humano. Mas, a natureza da vida é completamente diferente. Mas, do que é feito o sofrimento? Ora, da não compreensão de como a vida funciona. A vida aqui na realidade física é feita da polaridade das coisas: sofrimento e prazer; tristeza e alegria, claro e escuro, certo e errado, e assim vai. Então, é preciso aprender a jogar. O equívoco está na não compreensão e aceitação dessa polaridade. A nossa cultura nos tem ensinado que devemos apenas e sempre desejar o amor, o prazer, a alegria e o certo; e a rejeitar o erro, a tristeza e o sofrimento. Mas, a vida é feita sempre desses dois lados. Você precisa aceitar e aprender a jogar com os dois lados. O ódio e o medo não se extinguem quando você ama; a consciência não se extingue quando você experimenta a ignorância; o sofrimento não se extingue quando experimenta o prazer. Todos estão ali juntos sempre. Você está apenas fazendo uma experiência na qual uma dessas emoções está predominante. E, aprender a jogar, significa que pode escolher, em cada experiência que faz, quais as emoções que deseja experimentar. E na media em que consegue fazer isso, a sua vida vai se tornando a soma das emoções que escolhe experimentar. É por isso que a sua alma é a consciência da soma de todas as emoções que experimenta. Mas, só vai fazer isso quando descobrir como é que a vida funciona. Quando na sua vida predominam a tristeza, o ódio e o sofrimento, por exemplo, é por que ainda não descobriu como é que isso funciona como lições a serem aprendidas, no sentido da expansão da consciência e do amor incondicional. É também por isso que o amor é a soma das emoções de ódio, ciúme, raiva, sofrimento, inveja e tristeza, e assim vai. Você não vai aprender a amar e evoluir sem passar por todas as emoções que são polaridades do amor, até o dia em que, em cada experiência, pode escolher o amor. Isso significa que precisa aceitar a todas as emoções em iguais condições de admiração e apreciação. O único diferencial é a escolha da emoção que deseja experimentar. E quando consegue cada vez mais ir fazendo as escolhas, tem início o seu processo evolutivo de expansão da consciência e do amor incondicional. As emoções de ódio, inveja, desprezo, raiva e assim por diante, todas elas são o conteúdo do amor incondicional. Apenas que, na medida em que evolui, você transcende e não precisa mais delas, ou precisa cada vez menos delas. E já muito no início da evolução você já não consegue mais “fazer pecado”, por que não consegue mais escolher odiar. Mesmo que quisesse não funciona mais, por que a sua consciência está muito além, já passou por isso e transcendeu. Então, o grande segredo é aceitar, admirar e apreciar a todas as emoções e suas polaridades como sendo o estofo básico para a criação da vida. Sempre que rejeita uma emoção ela permanece exatamente ali, até o dia em que você aceitar, admirar, apreciar e experimentá-la como parte do jogo. Somente então ela fica subsumida na emoção principal e hegemônica, que é aquela que você escolhe com desejos evolutivos, através do livre arbítrio. Não precisa se arrepender de nada, mas aprender a lição. Às vezes existem coisas que ficam trancadas, então precisa refazer a experiência noutros termos. As coisas que ficam trancadas são a origem dos carmas. Mas, você pode e precisa destrancar tudo agora mesmo, sem deixar nada para traz. Uma forma simples de compreender tudo isso é que todas as experiências, tanto aquelas que a vida oferece, como as que você mesmo cria, contêm lições a serem aprendidas. Vai, cara!

Share this post


Link to post
Share on other sites

INCONSCIENTE BRASILEIRO
J. R. S.
O inconsciente coletivo brasileiro é proveniente de duas fontes históricas: uma é a dos colonizadores; e outra é a dos colonizados. A atual inconsciência que comanda o Brasil é a dos colonizadores. O inconsciente coletivo brasileiro colonizador tem sua origem, principalmente, no coronelismo e nos senhores de engenho. Quaisquer desses dois estavam sempre acima da lei. Faziam o que queriam e jamais eram enquadradas pela lei por estarem sempre acima da lei. Os colonizados, os índios e os negros estavam sempre abaixo da lei. E até hoje no Brasil, ninguém está diante da lei. Os ricos e o poder político hegemônico estão acima da lei. E os pobres, negros e índios abaixo da lei. Por isso nenhum rico no Brasil vai para a cadeia. No Brasil, só vai para a cadeia quem está abaixo da lei, isto é, os que roubam galinha para comer. É claro que boa parte da classe pobre já está assumindo esse inconsciente dos ricos, e fazendo a mesma coisa. Só que agora, sim, são ladrões e precisam ser mortos e ir para a cadeia. A atual conjuntura brasileira reproduz exatamente esse cenário. Poderia citar agora dezenas de ladrões e corruptos brasileiros, que representam o inconsciente histórico do coronelismo e dos senhores de engenho, que roubaram bilhões, e nenhum deles está na cadeia. Mas, por quê? Ora, simplesmente por que até hoje o Brasil nunca arrumou a sua casa. Mas, centenas de países no mundo arrumaram a sua casa. Arrumar a casa, historicamente, significa fazer a chamada guerra civil, quando durante a guerra são feitas regras de convivência entre todos. O Brasil não possui regras de convivência. Por isso os ricos sempre continuam acima da lei. O coronel e o senhor de engenho podem matar qualquer pobre, negro e índio, sem precisar prestar contas. Mas, hoje no Brasil não é só o rico que pensa assim, a maioria da classe média também pensa assim. Muitos pobres também pensam assim, sem dar-se conta de que estão reproduzindo o inconsciente coletivo histórico brasileiro. O Brasil precisa sim, urgente, arrumar a sua casa. Ousaria dizer que noventa por cento dos ricos do Brasil são psicopatas, por que não conseguem ver o outro como o outro é. Eles veem o outro só a partir do seu lugar, feito de egoísmo, de exploração e de poder de dominação. A classe econômica e política hegemônica brasileira é uma das mais incapazes de compreender o que é o ser humano. Está entre as mais subdesenvolvidas da face da Terra. Por outro lado, o Brasil possui boa parte de sua população, originária dos pobres, negros e índios, e muitos outros que estão assumindo a evolução espiritual, que já estão dizendo que o Brasil, assim como está, não dá mais. Então, todo esse pessoal está agora mostrando que o Brasil precisa arrumar a sua casa. Mas, agora não é mais com guerra civil, mas com evolução espiritual. Não é a morte ou a cadeia que transforma um ladrão, um corrupto ou um cabeça de rico, mas a expansão da consciência e do amor. É preciso fazer uso do livre arbítrio. A única pergunta agora é: como e quando é que a classe hegemônica política e econômica brasileira poderá ver o outro como um ser humano? Enquanto essa classe não conseguir ver o outro como ser humano, precisa ser considerada psicopata. Então, comece agora mesmo a colocar-se no lugar de um pobre e senti-lo como pessoa humana. Comece agora mesmo a colocar-se no lugar de um negro e senti-lo como pessoa humana. Comece agora mesmo a colocar-se no lugar de um índio e senti-lo como pessoa humana. Essa é a grande revolução a ser feita. Vai, cara!

Share this post


Link to post
Share on other sites

IMPRENSA
J. R. S.
“Se você não for cuidadoso, a imprensa fará você odiar os oprimidos e amar os opressores” (Malcolm). Então, como compreender este problema? Tudo começa pela famosa pauta jornalística. Mas, o que é uma pauta jornalística? É a escolha acerca de quais notícias aquela empresa de comunicação quer veicular. A realidade política, social, econômica, religiosa, cultural, ambiental é infinita, em termos de notícias. Então, em cada situação, dentre milhares de notícias que a realidade dispõe é preciso escolher apenas uma. Sim, mas por que foi escolhida exatamente aquela notícia e não a outra? E o que vai acontecer com as outras que não foram escolhidas? E algo pior que isso, faz parte do comportamento das mídias dominantes e hegemônicas inventar notícias que nem existem na realidade. Mas, algo ainda pior, as notícias mais importantes para você e para a humanidade são totalmente escondidas. As notícias sobre a origem da humanidade e sobre os nossos possíveis futuros são totalmente escondidas. Mas, por que isto é assim? Porque, para você, a realidade propriamente dita é aquela que passa na imprensa, na grande mídia. Algo que não passou na mídia tende a não fazer parte daquilo que para você é a realidade. Mesmo que aconteçam coisas absurdamente importantes, você sempre irá perguntar: mas, passou na televisão? Então existem dois lados: primeiro, você está sendo totalmente enganado por essa imprensa e mídia; e, segundo, você também é um tolo por deixar-se enganar e não fazer nada. Claro, assim é mais confortável para você. Você nem se importa mais se está odiando os oprimidos e amando os opressores. A mídia faz você perder completamente o controle sobre quem você é, e o que escolhe ser? Aliás, talvez você nunca soube disso. Neste caso é melhor continuar a olhar televisão e acreditar que o que ela transmite é a realidade verdadeira. Bem, finalmente as coisas agora vão acontecer. Existem apenas duas pautas: uma é a sua; e a outra é a da televisão, da mídia. Mas, a única pergunta agora é: o que é a realidade? A realidade é a que você cria e experimenta? Ou aquela que a mídia passa? É claro que todos nós somos condicionados a compreender que a única realidade é a que passa na mídia. Mas, e agora? Agora se acredita na mídia, você é um gado de manada. Você precisa perguntar quem você é, e quem deseja ser, e a partir disso buscar as informações que precisa. A única forma de ser você mesmo é criar e buscar as informações que precisa para a sua evolução. Ao contrário nunca vai passar de gado de manada. Mas, você precisa começar a compreender que a única realidade que existe é a sua alma, o seu ser. Quando entender isso vai sentir necessidade de se assumir como alguém que precisa compreender tudo de modo original e não através da mídia. Você deve ser alguém que busca compreender tudo através das informações que precisa, por causa das perguntas que faz. Isso faz com que você comece a ter desejo e vontade própria. Somente assim pode se autocriar a partir do livre arbítrio. Somente assim pode se autoemancipar e iniciar o seu processo evolutivo. Vai Cara!

Share this post


Link to post
Share on other sites

ATAQUE É DEFESA
J. R. S.
Todo o ataque precisa ser visto como defesa. Esta é a regra hoje. Mas, quem ataca, está atacando e não se defendendo. Isto supõe a compreensão que um ataca, sem atacar, para que o outro sinta a necessidade de atacar para se defender. Mas, este que ataca, sem atacar, está realmente atacando? Não! Ele está ali, sendo apenas ele mesmo. Mas, então, como compreender a necessidade do outro atacar para se defender? Ora, o fantasma!!! Quando você vê e sente o outro como uma ameaça está criando um fantasma. Mas, o que é um fantasma? Fantasma é imaginação, é criado a partir da energia do medo que está em você. Então, como é que um fantasma é construído? Vamos lá! Praticamente todas as ações bélicas no mundo são construídas a partir da criação de um fantasma. A primeira condição para a criação de um fantasma é que você tenha objetivos pessoais, institucionais ou empresariais de amplo espectro, isto é, sempre maior do que aquilo que quer atacar. Quando você tem objetivo e quaisquer destes sujeitos estão no seu caminho, você precisa destruí-lo para conseguir o que você quer. Mas, para destruí-lo você precisa da ajuda de um fantasma. É o fantasma que vai justificar sua ação de destruição do outro. E o tamanho do fantasma precisa ser igual ou maior do que a destruição que você pretende fazer. Exemplo, os donos do petróleo do mundo sentem necessidade de realmente tomar posse de todas as reservas petrolíferas do mundo. Entretanto, existem países com muitas reservas, mas extremamente resistentes a isso. Então, os donos do petróleo precisam criar um fantasma para justificar a destruição destes países. Então, um fantasma foi criado a partir das Torres Gêmeas (world Trade Center). E este fantasma é motivo suficiente para fazer uma guerra. E um país foi destruído por causa disso. Outro fantasma foi construído a partir do suposto perigo da “arma química”. E outro país foi destruído por causa disso. E não havia nada de arma química, era só fantasma. Assim, tanto as torres gêmeas, como a arma química foram fantasmas criados para a destruição destes países. Aliás, vasculhe como a reserva petrolífera do pré-sal brasileiro foi entregue aos donos do petróleo. Qual o fantasma que providenciou esta façanha? E você ainda tem dúvidas acerca da instabilidade política brasileira? Contudo, a criação de um fantasma é muito simples. Cada vez que você precisa mentir para si mesmo, para fazer com que o outro compreenda o que você quer, está criando um fantasma. E o fantasma é sempre, pelo menos, do tamanho da agressão e destruição que você pretende fazer. Fantasma e medo são sinônimos. Um fantasma é uma invenção, uma mentira real, mas que justifica a destruição do outro, para poder se apropriar daquilo que é do outro, como se fosse um direito seu. Por isso, a apropriação material econômica que você pretende conseguir sempre precisa ter aparência menor do que o vulto do fantasma. Então, tudo se justifica. Esta é a estratégia que é utilizada pelos donos das diversas áreas econômicas do mundo. O mundo está sendo controlado por fantasmas. Mas, e você? Ora, você, além de ignorar este assunto, tem medo de fantasma. Você quase não sai de casa com medo de fantasma. A sua vida está cheia de fantasmas. Estes seus fantasmas é que permitem a criação de um grande fantasma que pode destruir o seu país. E você não reage, e nem faz nada, por causa do medo. O mundo agora é feito só de medo, medo de fantasmas. Tudo se origina da cabala escura. E o medo paralisa você. Mas, você precisa acordar!!! Vai, cara!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

CABALA ESCURA
J. R. S.
Quem já leu a bíblia vai lembrar que um determinado texto do antigo testamento fala que os “filhos primogênitos eram sacrificados”. O próprio Abraão teve que se conter para não sacrificar o seu filho. Em uma das pirâmides do Egito existe um lugar feito só para o sacrifício de meninas jovens. E hoje tudo isso está muito pior. Só nos Estados Unidos, por ano, somem ou desaparecem ao redor de sessenta mil crianças. E quantas mil crianças desaparecem por ano também aqui no Brasil? Imagina então, somando todos os países, quantas mil crianças desaparecem por ano? Mas, para onde vão essas crianças? Ora, vão para os lugares secretos da cabala escura onde são, em geral, estupradas e depois sacrificadas. Aliás, a pedofilia que hoje está tão presente entre nós, tem aí a sua origem. Mas onde se quer chegar com isso tudo? A questão é que somente é possível de controlar a humanidade através da energia do medo e do mal. Por isso cabala escura. É a energia da dor e do medo liberada pelas crianças quando são sacrificadas que se instala no inconsciente coletivo da humanidade. E isso contamina a todos. Em termos de polaridade só existem duas principais energias: o amor e o medo. E quando se experimenta cada uma delas, logo se percebe que a energia do amor é superior. O amor sempre dissolve a energia do medo. Por isso, quem ama não tem medo de nada, nada, nada!!! E é por isso que a cabala escura é feita de energia e emoção de medo. O medo é a emoção que até agora tem comandado e controlado a humanidade. Mas, para criar essa emoção de medo é preciso sacrificar e estuprar, por ano, milhares senão bilhões de crianças e mulheres jovens; milhares e bilhões de animais, nas terreiras da umbanda do mal; criar e controlar uma mídia pedófila, estupradora, assassina e psicopata; criar e controlar todos os tipos de ideologias, como: religiosa, acadêmica, política, econômica; fazer guerras e matar milhares de seres humanos que não concordam com a cabala escura, e assim vai. Tudo está dentro do programa de governo secreto que controla a humanidade. Esse governo secreto não conseguiria governar nem por um dia sem a cabala escura. Ah, sim, o governo secreto é composto, principalmente, pelos anunnaki, reptilianos, homo capensis e iluminati. Aliás, essas emoções de medo também são o alimento dos reptilianos. Se alguém quiser pesquisar por conta própria, busque os livros, estudos e documentários de Zecharia Sitchin, David Icke, David Parceriza e dezenas de outros. Ora, ora, eu não estou aqui para inventar nada, mas para experimentar, ver se funciona e evoluir. Você precisa também não acreditar em nada, mas experimentar, ver se funciona e evoluir. E, como se percebe, o grande problema da cabala escura é o amor. Pois, cada vez mais pessoas humanas estão aprendendo a amar. E, cada vez mais, as emoções do amor estão dissolvendo as de medo e as do mal. Certamente você deve lembrar a expressão: a luta do bem contra o mal. É o que se experimenta hoje. Mesmo no Brasil se está experimentando muita energia de ódio. A raiva e o ódio são expressões do medo, quando alguém se sente ameaçado. Ou seja, é a cabala escura sentindo-se ameaçada e chagando ao fim. E o nome disso é transição humana e planetária. Então, o tempo do governo secreto na Terra, através da cabala escura, está chegando ao fim, aliás, já chegou. Pois, são muitíssimos os humanos que estão aprendendo a amar. É por isso que se diz que o amor está vencendo o ódio e o medo. E esse processo evolutivo das pessoas e da humanidade não tem mais volta.

Share this post


Link to post
Share on other sites

VOCÊ É A HUMANIDADE
J. R. S.
Você se importa com a humanidade? Você quer ajudar a humanidade? Ah, sim? Então, por onde começar? A única forma de resolver esse problema é a partir do conceito de realidade da ontologia quântica. Quantas vezes já se têm falado que a realidade material física é ilusão, por ser de baixa vibração; e que a espiritual é real, por ser feita de alta vibração. Mas, somente falando, provavelmente em nada isso vai ajudar a que você realmente experimente como é que isso funciona. É preciso recordar o princípio fundamental da economia, que é a “escassez de recursos versus necessidades ilimitadas.” É claro que de imediato se precisa dizer que esse princípio é uma grande farsa e sacanagem. E são quatro as observações a serem feitas. Primeira, que os recursos são escassos apenas quando cada ser humano deseja tudo e quer tudo para si. Então começam os conflitos, disputas e guerras como forma de se apossar daquilo que é do outro. Essa atitude é feita de apego e de ego. Esse é o sentido da expressão de que rico não entra no céu. Simplesmente por que não é possível haver evolução espiritual, em termos de consciência e de amor, enquanto estiver apegado aos bens materiais que são de baixa vibração. O apego aos bens materiais cria o ego, que é feito de baixa vibração, para que o indivíduo possa viver nessa baixa vibração. Por isso, para entrar no céu existe a necessidade do desapego, que libera e destranca o indivíduo das baixas vibrações, e o conduz a experimentar altas vibrações de energia, que é a base da evolução espiritual. Por isso, enquanto tiver apego às coisas materiais jamais vai evoluir espiritualmente e poder entrar no céu. Então, os recursos são escassos somente a partir de uma visão do apego e do ego. E repetindo, essa é a grande farsa desse principal princípio que rege a economia até agora. Segunda, no âmbito do mercado é o supérfluo que cria a escassez. Em relação aos bens de primeira necessidade não existe apego. Eles fazem parte da nossa natureza, comida e casa, por exemplo. E sempre que a vida for criada nesse âmbito das necessidades básicas, sempre haverá tudo em abundância para todos. Mas, no âmbito do mercado é o supérfluo que cria o consumismo e escassez, é o apego ao consumo de bens materiais desnecessários que cria a escassez. Terceira, a crença de só poder ajudar o outro no âmbito das energias de baixa vibração, da qual a realidade material é feita. Mas, como a realidade física material é ilusão, por ser de baixa vibração, a sua ajuda também é uma ilusão, por ser de baixa vibração. A maioria das pessoas que faz ajuda material tem a sensação de que está ajudando espiritualmente, mas isso é ilusão. É preciso ter consciência de que a realidade física é ilusão, e que ela é feita só para refletir quem você é, e para escolher quais experiências e emoções que deseja realizar, como se tivesse diante de um espelho. Quarta, no âmbito da realidade espiritual, você só pode ajudar a você. E esse é o maior de todos os equívocos em relação à compreensão de como a vida funciona. Para a ontologia quântica a única realidade que existe é a energia espiritual. Todo o resto é ilusão. Então, somente quando ajuda a você, à sua evolução espiritual é que está ajudando aos outros. Somente quando você está em ascensão espiritual é que pode contaminar aos outros. E de maneira natural, sem nenhum esforço. Você quer ajudar a humanidade? Ora, então ajude a você! Você quer mudar e transformar o mundo e a humanidade? Ora, então mude e transforme a você! Isso é tudo! A sua transformação é que transforma a humanidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites

DINHEIRO É DÍVIDA
J. R. S.
“O dinheiro é criado a partir da ideia de dívida” (Zeitgeist). Se você não tivesse dívidas a pagar, precisaria de dinheiro? Não! Pois é, este é o sentido de que a necessidade do dinheiro está baseada no princípio da dívida. E este é o sentido da percepção de que no sistema em que vivemos você nasce já com dívidas, vive com dívidas e morre com dívidas. Mas, isto é bom? É saudável viver assim? Não é saudável, isto é pura doença. Não é nenhuma novidade dizer que grande parte das doenças que você desenvolve pode ser criada pelo stress provocado pelas dívidas. Por isso, não é saudável ter dívidas. E estar endividado é de algum modo, já estar doente. Lembro-me de muitas pessoas que estavam endividadas, não tinham como pagar, contraíram doenças fatais e morreram. Certamente você também vai lembrar-se de casos assim. Lembro até de uma pessoa que se enforcou por causa disso. Então, a crença inconsciente de ser milionário se reduz ao fato de ter que pagar as dívidas do dia a dia. A pergunta central é: você consegue viver sem se endividar? É claro que não! O acesso à água, energia elétrica, condomínio, comida, transporte, roupa, educação e mais centenas de coisas, tudo implica em dívida. É por isso que você passa a vida inteira somente em função do dinheiro. Mas, é claro que isso não é justo. Não precisaria ser assim. Esta sociedade foi construída desta forma somente para explorar você. É por isso que está no inconsciente coletivo da humanidade, e também seu, que você precisa viver a vida em função do dinheiro. E se você vive a sua vida em função do dinheiro e não reclama disso é porque este é um padrão de crença que está no seu inconsciente. E também está no seu inconsciente que você jamais aceitará um SPC ou Serasa no seu rabo. E você fará de tudo para se livrar deles. E são eles que controlam o modo de como você está conseguindo, ou não, lidar com suas dívidas. Resumindo, você não passa de um paspalhão, de um tolo que não compreende, ou até se nega a compreender que este tipo de sociedade que está aí foi construída só para explorar você. Ora, ora, existem milhares de formas e possibilidades diferentes de organizar a vida e as sociedades humanas. Mas, a forma mais antiga, que está no inconsciente coletivo da humanidade e também no seu, é esta que está aí e que você está experimentando. Esta forma de exploração foi concebida na própria criação do ser humano. Esta é a ideia que está contida na expulsão do paraíso, que é ganhar o pão com o suor do rosto. Ou seja, você foi criado só para isso. Noutras palavras, a sua vida só faz sentido enquanto você pode ser explorado pelo sistema, e você já deve saber que, desde os tempos do paraíso, tem dono. São muitas as religiões de esquina que estão aí para também explorar. E os seus pastores e bispos fazem você acreditar que também Deus gosta de dinheiro. E tudo o que você der, Deus dará em dobro. É um Deus feito de dívida. Claro, se fosse um Deus feito de cocô seria muito melhor. E essa comparação entre Deus dívida e cocô é muito boa para explicar o problema. Basta compreender que o cocô é da sua natureza, mas a dívida não. Então, fazem você acreditar que nasceu para trabalhar, ganhar dinheiro, consumir e servir a um Deus, para que depois da morte possa ir para o céu. Essa é a grande prisão criada pelo dinheiro. E nos fazem até acreditar que é possível comprar um lugar no céu com dinheiro. Então, precisa entrar em cena o Deus cocô para dar um pau no Deus dinheiro. Sacou, meu caro!

Share this post


Link to post
Share on other sites

OS ARCONTES
J. R. S.
É muito difícil falar sobre os Arcontes, por dois motivos: um, por falta de informações. Por exemplo, a igreja católica romana destruiu toda a biblioteca de Alexandria, que continha conhecimentos e informações dos gnósticos, que ameaçava o domínio de Roma sobre a Terra. Até agora, qualquer conhecimento que pudesse ameaçar e pôr em perigo o domínio Romano sobre a Terra, ou foi destruído ou escondido. Eu mesmo já fiz centenas de vezes essa pergunta: considerando que são muitas as religiões que existem, por que é que Roma tem o poder e o controle religioso sobre a Terra? É preciso dizer que a humanidade até hoje não sabe de nada, é totalmente cega acerca de si mesma. A sua consciência e conhecimento de quem ela é, de sua origem, não passa de 0,001%, ou seja, nada. Dois, o nosso espírito, nossa mente e consciência sempre foram manipulados totalmente por algumas das civilizações que nos criaram, ou que interferiram na nossa criação. Os Arcontes nos manipulam em termos de energia. Exemplos: o boi, o cavalo e a vaca precisam ser domados para se comportar de acordo com as necessidades dos donos. O boi para usar a canga, o cavalo para a montaria e a vaca para a ordenha. Quem experimentou isso sabe que leva um bom tempo até que cada um deles assuma o comportamento desejado. Mas depois que aprendeu a vida do animal se reduz àquilo. E o animal que aprende para além do esperado, recebe carinho e afetos especiais. Com o ser humano acontece exatamente a mesma coisa. Por isso é que cada um de nós deseja ser rico, por exemplo, pois tornar-se rico, seja só de cabeça, ou na prática é obedecer ao comando de quem nos doma com essa crença. É um comando que está no nosso inconsciente. Assim como nós fazemos com os animais, os Arcontes fazem conosco. Mas, existe um problema ainda pior e mais grave, que diz respeito à genética, tanto à biológica, como à espiritual. Não existe um Deus que nos criou e que cria as coisas. Nós somos feitos à imagem de Deus para que nós mesmos criemos tudo o que desejarmos. A única questão é a de aprender como é que isso funciona. É isso o que fazem todas as centenas de bilhões de civilizações que existem no Universo. Cada uma delas cria o que deseja. Com esse pequeno progresso tecnológico, os humanos já estão criando geneticamente novos animais e aves. Então, por que é que o ser humano não pode criar um novo tipo de ser humano? É claro que isso já está sendo feito, desde Hitler, mas tudo é escondido. É claro que você pode já ter uma ideia do porque é que se estaria criando uma nova espécie de animal ou de humanoide. Nesse sentido, um dos grandes problemas que têm acontecido em relação às civilizações extraterrestres é que aquilo que elas criam às vezes se torna mais inteligente do que elas mesmas. Então precisam destruir, pois isso se torna uma ameaça iminente. De acordo alguns pesquisadores, isso é o que também aconteceu e ainda está acontecendo com a humanidade. A capacidade de inteligência e de consciência de um ser humano, de se emocionar, de sentir e de amar é muito superior a algumas civilizações que nos criaram. São essas as que desejam tirar proveito, como cavalo, boi e vaca. E esse é o maior problema da humanidade agora, de que parte significativa não deseja mais ser rico, não quer mai usar a canga, nem servir de montaria e de ordenha. Então, há uma disputa total sobre a humanidade, neste momento, por civilizações extraterrestres. As que tiram proveito querem que continuemos a usar a canga, servir de montaria e de ordenha. Mas, as civilizações evoluídas, ascencionadas, de onde vem o Sananda (Jesus Cristo), que é um Pleiadiano, estão nos protegendo para que usemos o livre arbítrio e possamos escolher sair da canga, expandir a consciência e aprender a amar e evoluir. Canga, nunca mais!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

SOLIPSISMO
J. R. S.
Solipsismo é “a crença de que, além de nós, só existem as nossas experiências. O solipsismo é a consequência extrema de se acreditar que o conhecimento deve estar fundado em estados de experiência interiores e pessoais, e de não se conseguir encontrar uma ponte pela qual esses estados nos deem a conhecer alguma coisa que esteja além deles.” (Dicionário Oxford de filosofia). Aliás, uma livre tradução de solipsismo é “eu sozinho comigo mesmo.” Claro, é notório que a nossa cultura sempre tem criado a crença de que estar sozinho significa sofrimento. Por isso a ideia de prisão, cadeia como forma de castigo. Sob o aspecto da nossa natureza isso chega a ser um verdadeiro absurdo. Nós criamos crenças e verdades que são totalmente contrários à nossa natureza. Pois, nem no passado houve, e nem no futuro do Universo haverá alguém igual a você. Você é único em tudo. Já nasceu sozinho, sempre esteve sozinho e, mesmo assim sofre e tem medo de ficar sozinho? Mas, medo de quê? Claro, medo de encontrar-se com você. Pois, ninguém de nós é ensinado a encontrar-se consigo mesmo. Imagina o poder que você tem quando mantém uma permanente relação de amor para consigo? Imediatamente saberia quem você é, e criaria naturalmente o seu grande projeto evolutivo. O fundamento ontológico do solipsismo é o Um e o múltiplo, a parte e o todo, o Universo e o diverso. A pequena mente e a pequena consciência veem todas as coisas como separadas entre si, como diversidades e multiplicidades. Este é o papel e a função da pequena mente e consciência encarnados na realidade física da terceira dimensão. Esta é a dimensão do medo, do sofrimento e da prisão. Certamente esta é a experiência mais desafiadora para os que chegam nesta realidade. E o desafio é o de transcender este paradoxo do Um e múltiplo, do Uno e do diverso, da parte e do Todo. A transcendência é realizada através da expansão da consciência. Com consciência pequena sempre verá todas as coisas como separadas entre si. Mas, com a consciência expandida experimentará que tudo está conectado entre si, que tudo é Um, e que você é Um com tudo o que existe. Agora tudo o que existe está dentro de você através da consciência expandida. Agora você não tem mais medo, e o sofrimento também acabou. Você não é a pequena mente e a consciência pequena. Você veio para este planeta para fazer esta experiência de expansão da consciência. Este é o jogo. Com a consciência expandida você nunca está a sós, mas sempre conectado com tudo o que existe. Deus é pura consciência e você está dentro de Deus. E, na medida em que expande a consciência, Deus e tudo o que existe também está dentro de você. Mas, para fazer esta experiência você precisa estar a sós. Não há formas de resolver este paradoxo sem experimentar que você é, ao mesmo tempo, Um e múltiplo, Uno e diverso. Este é o sentido de que, além de você, só existem as suas experiências. A expansão da consciência é a base de um processo infinito de autocriação e de evolução. Não há como expandir a consciência e evoluir sem que este processo de produção de conhecimentos esteja fundado em estados de experiências interiores e pessoais. Esse é o sentido e significado de solipsismo. Invertendo a ordem, não há nenhuma possibilidade de expansão da consciência através de conhecimentos racionais, lógicos e objetivos. Estes conhecimentos jamais transcenderão a realidade física do mundo da materialidade. Eles não chegam até à alma. E a sua alma, o seu espírito não são daqui. Eles desejam e necessitam de experiências evolutivas que rompam com esta dimensão racional e objetiva. E é a expansão da consciência que faz esse trabalho. Como se pode perceber, a “matrix” tem desempenhado muito bem o papel de esconder este assunto do inconsciente coletivo humano. Para a ciência lógica e objetiva é uma afronta, um absurdo acreditar que o conhecimento também pode e deve estar fundado em estados de experiência interiores e pessoais. Esta experiência desmontaria e desconstruiria totalmente tudo o que poder hegemônico que governa e controla a humanidade até agora arquitetou. Quando é construída a crença de que o conhecimento não pode estar fundado em estados de experiências interiores e pessoais ocorre a morte do ser humano. A morte da possibilidade de ele se autocriar a partir ontologia quântica, das Energias Cósmicas e do poder Divino. E isso é muitíssimo grave.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Apenas para registro, já que não consigo editar os tópicos anteriores:

O autor dos textos é o José Renato Soethe (J.R.S.). 

(informo agora, pois só agora consegui contato com ele e ele permitiu que informasse o autor)

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 hours ago, Toni said:

Apenas para registro, já que não consigo editar os tópicos anteriores:

O autor dos textos é o José Renato Soethe (J.R.S.). 

(informo agora, pois só agora consegui contato com ele e ele permitiu que informasse o autor)

Sempre que quiser fazer alguma edição e esta não for permitida pelo fórum, basta entrar em contato com um administrador :-)

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.