• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
CarlGSR

Vontade, determinação e propósito

Recommended Posts

Aparentemente essa é área que mais assemelha-se no que vou dizer, não é bem um desabafo mas é algo que acredito está atingindo muita gente que para pra refletir em algum momento do dia.

De uns tempo pra cá (final de 2018), eu estou tendo muitos momentos "insight" aleatórios de repente, esses mês diminuiu por que eu quis distrair a mente com algo(jogos on), mas mesmo depois de tentar fixar a mente com isso, na noite vem os questionamentos como: "pra que eu faço isso?, que diferença isso vai fazer na minha vida? por que não invisto meu tempo em algo produtivo(como na morte do ego)? Isso realmente tem algum sentido?". Enfim, só fico observando essas perguntas surgindo na minha mente de carne, sem resposta pra tal, e assim se repete o ciclo.

Pra variar parei de me distrair essa semana, e desde do momento que acordo até o adormecê sempre surgi as mesmas questões. O problema é que não mudo a situação, parece que fico relativando tudo pra não ter que agir, aí é que entrar o título do tópico, é uma falta de vontade/determinação pra fazer algo nesse plano físico(até pra se projetar no astral), nenhum objetivo/propósito claro, e olha que não sou aficionado em nada(assim eu acho). 

Já pensei em ser algumas daquelas crises existências obrigatórias que nos permitimos passar antes dos 18, no meu caso está demais kkk, talvez seja pela situação que me encontro no momento (17 anos, morando com os pais e o desejo de morar sozinho aumentando) e não acho que seja algum caso de despersonalização. hora me sinto cheio de objetivos, outra sem foco algum

Sinto que preciso ver opiniões acerca disso, aparentemente por que algumas pessoas também estão, em termos populares, nesta "vibe".

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, CarlGSR disse:

na noite vem os questionamentos como: "pra que eu faço isso?, que diferença isso vai fazer na minha vida? por que não invisto meu tempo em algo produtivo(como na morte do ego)? Isso realmente tem algum sentido?". Enfim, só fico observando essas perguntas surgindo na minha mente de carne, sem resposta pra tal, e assim se repete o ciclo.

@CarlGSR bom dia, já parou para pensar que podem ser intuições? que você pode estar sendo sutilmente lembrado e "cutucado", para mudar sua atitude ou buscar mais conhecimento e prática no dominio das energias e do parapsiquismo?

10 horas atrás, CarlGSR disse:

O problema é que não mudo a situação, parece que fico relativando tudo pra não ter que agir, aí é que entrar o título do tópico, é uma falta de vontade/determinação pra fazer algo nesse plano físico(até pra se projetar no astral), nenhum objetivo/propósito claro, e olha que não sou aficionado em nada(assim eu acho). 

minha dica para você é dedicar uma parte do seu tempo diário em leitura, isso ira começar a saturar a sua mente e ti ajudará a mudar de atitude. Nesse forum tem uma quantidade monstruosa de material para leitura. Se organize e comece a ler. Abs

  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essas respostas estão em você, a caminhada é solitária, mas a notícia boa é que a resposta está dentro de nós. Você sente um chamado, tente ouvir, mas não se sinta na obrigação. Não precisa ter pressa para nada, lembrando que o tempo também é precioso, todos nós temos essas questões, mas precisamos sempre nos orientar no sentido do bem.

Minha dica é que tente fazer meditação, dê uma chance e avalie o que te fará bem. Tem muito material na internet, avalie criticamente para distinguir o que serve ou não para você.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O pessoal já falou de algunas aspectos possíveis para  isso , mas em parte pode ser da idade. Nessa idade as vezes a pessoa pensa " para que estou fazendo isso" para fugir de estudos, vestibular, e porr medo de encarar as etapas seguintes, não vendo sentido em nada que possa lhe dar futuro porque no fundo só quer penrmanecer no ninho materno. Então surgem raciocínios-armadilha assim:

" fazer faculdae para que? Está cheio de com faculdade mas desempregada"

Outras vezes é percepção interna mesmo. Algumas pessoa que ainda estão fascinadas por hábitos bobos,como andar em grupinhos, deogs, baladas, podem começar  perceber que isso não os ilude mais como antes. É normal mesmo ter alguns questionamentos dessa ordem nessa idade.  E depois la entre 28 e 32 anos, mas aí a coisa é mais forte.

Agora isso aqui:

Em 21/03/2019 at 23:45, CarlGSR disse:

O problema é que não mudo a situação, parece que fico relativando tudo pra não ter que agir, aí é que entrar o título do tópico, é uma falta de vontade/determinação pra fazer algo nesse plano físico(até pra se projetar no astral), nenhum objetivo/propósito claro, e olha que não sou aficionado em nada(assim eu acho).  

As vezes é fruto de todo um estado de inércia FÍSICA, um estado de intoxicação energética geral devido principalmente a maus hábitos alimentares e físicos.

Tente o seguinte:

- tente comer mais alimentos crus e menos alimentos feitos com  farinha( menos pão, bolacha, chips) e mais frutas.

- se possivel troque o arroz branco  pelo integral

- Se possível elimine  o uso de açucar adicinado ás coisas ( cafés, sucos, chás) e restrinja ou elimine o consumo de doces.

- tome banhos frios ( exceto a noite) se a região onde mora permite

- levante cedo, até no máximo as 7.

- pratique alguma atividade física, algo mais inteneo que caminhar,  que te deixe um ofegante. Ir correr logo pela manhã,  pode ser um jeito interessante para te dar mais disposição durante o dia ( mas informe-se sobre "rotinas para iniciantes" , ou pode se lesionar).

Adotando práticas alimentares  mais saudáveis e rotinas de atividades fisicas o maquina toda começa a funcionar melhor, a energia desperdiçada começa a sobrar e logo isso começa a se manifestar em mais  disposição para fazer coisas, desanuviar aa idéias, mudar atitudes, criar novos projetos.

Sempre que a coisa estiver mal olhe para sua máquina fisica e veja se não tem algo para melhorar nela. Viver preso dentro de um corpo físico mos afeta mentalmente e emocionalmente muito mais do que imaginamos. As vezes o problema é dormir demais, outras vezes é dormim pouco. As vezes é alimentação, as vezes é estresse, que pode ser fisico ( cansaço por excessso de atividades) mas pode ser emocional que logo somatiza e gera tensões, contraturas, bruxismo... e aí uma coisa está ligada a outra, mas a mais fácil de mudar é sempre o físico.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Carlosmeneses6 Não tinha pensado nisso, é uma boa ideia, irei me organizar e lê. Obrigado

Patríciaf Falando em meditação, o ambiente em que vivo raramente tem silêncio, e apenas a noite sossega(ae o sono me bate kkk) mas estou dando uma lida teorica apesar da coisa ser bem mais prática. Obrigado pela sugestão.

---------------------

Sandro, como sempre bem especifico e, principalmente, CER-TEI-RO

Em 23/03/2019 at 17:04, sandrofabres disse:

O pessoal já falou de algunas aspectos possíveis para  isso , mas em parte pode ser da idade. Nessa idade as vezes a pessoa pensa " para que estou fazendo isso" para fugir de estudos, vestibular, e porr medo de encarar as etapas seguintes, não vendo sentido em nada que possa lhe dar futuro porque no fundo só quer penrmanecer no ninho materno. Então surgem raciocínios-armadilha assim:

" fazer faculdae para que? Está cheio de com faculdade mas desempregada"

Eu tinha esse raciocinio também, percebi que era mais por conta de que meus pais não podiam pagar(e nem eu querer depender deles para tal) então pus uma meta de que iriar fazer uma facul quando eu estivesse com condiç]oes financeiras favoráveis.

Em 23/03/2019 at 17:04, sandrofabres disse:

Outras vezes é percepção interna mesmo. Algumas pessoa que ainda estão fascinadas por hábitos bobos,como andar em grupinhos, deogs, baladas, podem começar  perceber que isso não os ilude mais como antes. É normal mesmo ter alguns questionamentos dessa ordem nessa idade.  E depois la entre 28 e 32 anos, mas aí a coisa é mais forte.

Eu tentei quando mais novo entender essa fascinação dos jovens por esses hábitos aí, cheguei a uma conclusão que acho não ser difícil ter, mas não convém dizer aqui kkkk.

Em 23/03/2019 at 17:04, sandrofabres disse:

As vezes é fruto de todo um estado de inércia FÍSICA, um estado de intoxicação energética geral devido principalmente a maus hábitos alimentares e físicos.

Tente o seguinte:

1 tente comer mais alimentos crus e menos alimentos feitos com  farinha( menos pão, bolacha, chips) e mais frutas.

2 se possivel troque o arroz branco  pelo integral

3 Se possível elimine  o uso de açucar adicinado ás coisas ( cafés, sucos, chás) e restrinja ou elimine o consumo de doces.

4 tome banhos frios ( exceto a noite) se a região onde mora permite

5 levante cedo, até no máximo as 7.

6 pratique alguma atividade física, algo mais inteneo que caminhar,  que te deixe um ofegante. Ir correr logo pela manhã,  pode ser um jeito interessante para te dar mais disposição durante o dia ( mas informe-se sobre "rotinas para iniciantes" , ou pode se lesionar).

Foi aqui que me fez ficar "em choque" com tamanha, como eu posso dizer, vidência 

1: Esses meses aumente MUITO a quantidade de comer massa(farinha) principalmente pão

2: Possivelmente possível

3: A um tempo atras quando parei de usar açucar nas coisas(tudo mesmo), foi algo tão diferente, mudou muitos aspectos meus(como o aumento de foco e disposição)

4: Permite, é o que mais tomo kkk("odeio" chuveiro eletrico, quero banho geladão mesmo)

5: humm, isso aqui realmente está demais, tem dias que é 9h(quando durmo muito tarde) outros 7:30h (vou manter a frequência de acordar umas 6h)

6: Qaundo eu fazia arte marcial (que conta como atv.fisica) realmente eu tinha mais disposição.

Agora como eu esqueci disso tudo eu não sei, mas cê deu uma mega luz, Sandro!!

De qualquer forma, muitíssimo obrigado pela aula e conhecimento, como eu digo, "Você é o cara!"

Share this post


Link to post
Share on other sites
35 minutos atrás, CarlGSR disse:

6: Qaundo eu fazia arte marcial (que conta como atv.fisica) realmente eu tinha mais disposição.

Então estou chovendo no molhado, kkkk. Não perca o que já ganhou! Se já aprendeu algo preserve o que sabe. Levante cedo e continue praticado parte do que aprendeu.

Quando eu tinha 18 anos estava cursando engenharia química, aulas pela manha, tarde e em alguns semestres a noite também, além de estar na gnose. Eu sempre quis treinar kung fu quando adolescente, mas não havia na cidade, e dos 14 anos em diante minha vida virou uma corrida contra o relógio (meu ensino médio era curso técnico, aulas toda manha e toda a tarde, com 16 disciplinas por semestre e 4 provas por semestre: 64 provas por semestre portanto, imagina a correria! ). 

Então na engenharia eu passei uns meses levantando as 4:30 da manha, para "fazer o que dava" dos meus interesses:

- 1h de Sil Lim Tao, o primeiro Tchia Dsu do Wing Chun (tive que me guiar por livros, fazer o que?)

- uma sequencia completa de exercícios calistênicos

- uma sequencia completa de alongamentos

- 20 minutos de Chi Kung (aprendido por livros,, fazer o que?)

- 1hora de vocalização de mantras para abrir os chackras

- Sair correndo para as aulas da faculdade, que começavam as 7:45 eheheh . Por sorte eu morava a 10 minutos do campus, eheh

Isso tudo num quarto 2x3m, porque eu estava morando em outra cidade, então alugava apenas um quarto em uma casa de família Nem TV eu tinha para não ter distrações no estudo. Mas essas coisas que eu gostava eu arranjava tempo para fazer, eheh

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que issoo, isso sim que é determinação kkkk então essa é a real rotina de um universitário...Tenho que me "preparar psicologicamente" ehueh. Desde do 14 com essa flexibilidade de horário não é pra qualquer um não viu 

17 horas atrás, sandrofabres disse:

Isso tudo num quarto 2x3m, porque eu estava morando em outra cidade, então alugava apenas um quarto em uma casa de família Nem TV eu tinha para não ter distrações no estudo. Mas essas coisas que eu gostava eu arranjava tempo para fazer, eheh

É nesses momento que o minimalismo ajudaa muito, e é aquela coisa né "Quem quer, arruma um jeito" kkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguns cursos são mais puxados qie outros. As engenharias ( mesmo a eng.química, qie era a minha) tem 5 semestres de variadas disciplinas de cálculo e de física antea que você possa chegar nas disciplinas  específicas da área que escolheu. E isso exige fazer muitos exercicios. Já Letras, que foi onde me formei ( abandonei a engenharia devido a rolos familiares e surgimento de um concurso na minha área, de técnico químico) , é considerado um curso mais "fácil". Mas como já o cursei trabalhando, dormia a 1 da manha e levantava as 6. No sábado eu digitava das 8 da manha às 18 da tarde, porque toda semana tinha dois livros para ler  e tinha  que entregar 2 ensaios de analise, cada um com 8 paginas. E eu nao tinha sabado e domingo para fazer, poruqe minha esposa tambem cursava letras, tambem trabalhava e estudava, e no domingo era  a vez dela de digitar das 8 as 18h.

Portanto se você tem oportunidade de completar seus estudos com seus pais te mantendo, aproviete, porque quanto maos tarde o fizer, mais dificil será.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nessa fase de 18 anos a gente tem mil questionamentos, vontade sair de casa, se libertar das amarras...acho que esses questionamentos sempre vão existir, a menos que você seja extremamente bem resolvido nesta questão.

Eu comecei a trabalhar com 14 anos, não venho de família rica, mas não precisava trabalhar...minha mãe sempre me ensinou que eu devia ter meu próprio dinheiro, para valorizar as coisas e para não precisar pedir tudo (inclusive para marido no futuro) então, sempre tive meu dinheiro, meus pais se divorciaram quando eu tinha 11 anos.

Fui comissária de bordo, pensei em seguir carreira militar, (mal de família ehehhe), cursei a ESA por um tempo e espontaneamente fui me afastando dessa carreira. Entrei na faculdade de Direito aos 22 anos, também cheia de dúvidas, jurava que seguiria a área criminal, até que...fiz estágio em um presídio, e também no Tribunal de Justiça na Vara Criminal...fui convidada a ter um cargo comissionado e nem preciso te dizer que não aceitei, não gostei do que vi lá dentro. Pra vc ter uma ideia da minha correria, eu saia de casa as 6:20, pegava três ônibus para trabalhar, fazia dois estágios, um de manhã e um de tarde (almoçava no presídio...pense na desgraça eehehhe), pegava mais dois ônibus, ia pra faculdade que ficava lá onde Judas perdeu as botas...e mais três ônibus para voltar. Chegava em casa meia-noite, ia dormir 01:00 (depois que organizava tudo que precisava) e dia seguinte estava em pé por volta das 5:00. Ah, eu tinha aula todos sábado das 7:15 ao 12:00. Eu era um zumbi. Fora as duas especializações que fiz depois, mais 1 ano pra passar na prova da Ordem. Sem contar cursos de idiomas, auto escola e afins...

Acabei fazendo um processo seletivo e entrei em uma empresa ligada a Prefeitura da cidade onde moro. Aos 32 tive uma dessas crises existenciais e sim, a gente repensa tudo, mesmo após tudo isso que descrevi. Esses tempos resolvi fazer um processo de Coaching bem interessante e revelador, pensando que ia aparecer algo diferente em meu perfil, mas ... perfil: INFJ – A - Advogado...ehehehe. (Idealista, quieto, incansável, inspirador). Logo que meu filho cresça mais um pouco, pretendo fazer um doutorado voltado a políticas públicas, direitos humanos e afins, ou quem sabe...mais uma faculdade.

Então te digo, dúvidas sempre vão surgir. As dicas que o Sandro te deu sobre saúde são ótimas e digo isso por experiência de vida, tenho 37 anos e muita coisa mudou quando alterei minha alimentação e comecei a nadar...eu saia de casa às 6:20 da manhã, para nadar e correr pro trabalho. Mudei minha alimentação e só fez bem. Fiquei mais de 6 meses sem comer carnes, mas infelizmente não consegui manter o hábito, logo conseguirei.

Mas descrevi isso tudo, para você perceber que nós mudamos muito e a ideia é que seja sempre para o melhor. Você é jovem, tem muita coisa brilhante pela frente e te desejo muita determinação e sucesso.

 

 

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.