• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Rosa

Evolução espitirual e solidão

Recommended Posts

Olá galera, estou vivendo um dilema bem chato.

Tenho um grupo de amigos da faculdade que são bem legais comigo, mas sinto que eles podem atrapalhar minha evolução espiritual, pois eles demonstram diversos pensamentos negativos e atitudes que não são legais e que vão contra a minha filosofia de vida.

Tentei me manter afastado deles mas me senti muito solitário, pois a companhia deles me faz bem e pela primeira vez em muito tempo me sinto pertencente a um grupo.

Alguém tem alguma dica de como posso lidar com isso ?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oi Rosa. Na minha opinião o importante é que você se mantenha fiel àquilo que você considera como certo, sem se deixar influenciar pelas atitudes e pensamentos desses amigos.

Não caia naquilo do "não quero isso, mas vou fazer, senão... vou perder a companhia... ". 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

As atitudes deles são responsabilidades deles. Você pode não participar delas, não encorajá-las e, se tiver abertura para isso, conversar a respeito, expondo sua oposição com didatismo, a única forma que é propícia a produzir resultados. Eu não acho legal se meter onde não se é chamado, a não ser que o caso seja grave e peça uma intervenção mais drástica, o que também terá consequências mais drásticas e precisa, portanto, ser bem pensado. Recomendo que tenha cuidado para não ser julgamentosa/moralista, querendo impor seus padrões de comportamentos para os outros, no mínimo porque isso não costuma levar a lugar nenhum. Nos relacionamentos genuínos sempre há troca de experiências, e aí surge a oportunidade de você passar algo para eles, como também de receber.

Se você não se sente bem na companhia deles, parece bem razoável se afastar, ou manter um convívio mais para a linha do social civilizado. A não ser que você se torne uma eremita, vai ter de conviver com os irmãozinhos e convém que essa convivência seja pacífica e minimamente construtiva, certo?

Reflita sobre os motivos que a levam a querer ser próxima deles e os que a levam a querer se afastar. "Antes só que mal acompanhado" --- é um chavão, mas nem por isso menos verdadeiro. Algumas pessoas são mais extrovertidas e carentes e, quando desenvolvem certa sensibilidade e certo nível de criticidade, tendem a ter problemas de convívio, de manter relacionamentos antigos, etc. Tudo tem bônus e ônus, ora. Em algum momento você pode encontrar pessoas que tenham mais a ver com você, mas agora você está na faculdade e inevitavelmente vai ter contato com pessoas diferentes. A questão é o quanto você vai se aproximar delas, o quanto vai se deixar influenciar, que influência vai exercer. Acredito que o exemplo seja a melhor forma de transmissão, até porque, além de ser prático, traz uma certa "autoridade", em oposição, por assim dizer, ao que acontece com o típico pregador hipócrita.

Você foi muito genérica na sua exposição. Como eles poderiam atrapalhar sua evolução espiritual? Os cenários que podem estar acontecendo são incontáveis, com eles podendo apenas ser carnistas enquanto você é vegetariana, por exemplo, até eles serem sociopatas consumados, o que não creio ser o caso. Pode ser algo muito bobo, como eles beberem álcool e você se abstêmia, entende? Por isso é difícil aconselhar de modo mais concreto.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Adriano já falou o ponto necessário e principal que precisava, talvez o que eu for falar aqui apenas seja uma reprodução do ele falou com uns pontos a mais.

Você fala que se sentiu solitário quando tentou se afastar deles, só que "solidão" depende da sua perspectiva sobre estar sozinho. Ora, eu desde de criança(mesmo que eu não lembre tanto da minha infância) já percebia a superficialidade das conversas entre as pessoas, claro que temos aquela fase de ficar querendo "amiguinhos" aqui e ali, aqueles hábitos bobos de ficar em grupinho, de seguir junto etc, mas sempre sentia que eu não estava sendo sincero comigo mesmo, estava "seguindo a onda", seguindo o padrão social que a maioria faz, e em muitas das vezes são relações vazias, só pra falar que tem. Isso é um traço de pessoas submissas a aprovação alheia, sem "amor próprio"(em linguagem popular) e, consequentemente, pode levar a um ciclo vicioso de uma busca por vários coleguinhas (vulgo amigos). Veja que estou falando de pessoas que ainda não saíram desse estado de carência afetiva extrema.

Em 03/05/2019 at 15:00, Rosa disse:

Tenho um grupo de amigos da faculdade que são bem legais comigo

a companhia deles me faz bem

--------------------pela primeira vez em muito tempo me sinto pertencente a um grupo----------------------------------- 

mas sinto que eles podem atrapalhar minha evolução espiritual

eles demonstram diversos pensamentos negativos e atitudes que não são legais e que vão contra a minha filosofia de vida.

Percebe a dualidade exercente aqui? a sua parte emocional* gosta da forma de como o fazem se sentir bem, a outra racional* ou intuitiva* percebe os pontos que são considerados problemas/empecilhos para sua forma de viver. E entre elas está seu desejo de muito tempo estar pertencente a um "grupo de relações sociais" realizado. A unica coisa que posso lhe dizer é que: escolha qual desses lados seguir ou tente se equilibrar e ficar no meio-termo. 

*Simplificação de termos para melhor entendimento

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se para evoluir espiritualmente você precisa se isolar, qual o sentido de reencarnar nesse mundo? O proprio buda chegou a conclusão de que precisava sair do isolamento e devia transmitir seus conhecimentos ao maior numero possível de pessoas, optando pelo caminho do meio. Pois fazendo isso ele se beneficiava e beneficiava outros ao seu redor. Assim, o autoaperfeiçoamento e o altruísmo não andariam separados. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 03/05/2019 at 17:16, Jutb disse:

Oi Rosa. Na minha opinião o importante é que você se mantenha fiel àquilo que você considera como certo, sem se deixar influenciar pelas atitudes e pensamentos desses amigos.

 Não caia naquilo do "não quero isso, mas vou fazer, senão... vou perder a companhia... ". 

Estou tentando me manter fiel, obrigado !

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 04/05/2019 at 06:17, Adriano disse:

As atitudes deles são responsabilidades deles. Você pode não participar delas, não encorajá-las e, se tiver abertura para isso, conversar a respeito, expondo sua oposição com didatismo, a única forma que é propícia a produzir resultados. Eu não acho legal se meter onde não se é chamado, a não ser que o caso seja grave e peça uma intervenção mais drástica, o que também terá consequências mais drásticas e precisa, portanto, ser bem pensado. Recomendo que tenha cuidado para não ser julgamentosa/moralista, querendo impor seus padrões de comportamentos para os outros, no mínimo porque isso não costuma levar a lugar nenhum. Nos relacionamentos genuínos sempre há troca de experiências, e aí surge a oportunidade de você passar algo para eles, como também de receber.

Realmente, eu tava me metendo onde não era chamado e percebi que realmente não é legal isso. Não posso ficar querendo corrigir o que eu acho errado nos outros, tenho que focar nos meus próprios erros.

Obrigado pelo conselho :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Em 05/05/2019 at 11:22, CarlGSR disse:

Percebe a dualidade exercente aqui? a sua parte emocional* gosta da forma de como o fazem se sentir bem, a outra racional* ou intuitiva* percebe os pontos que são considerados problemas/empecilhos para sua forma de viver. E entre elas está seu desejo de muito tempo estar pertencente a um "grupo de relações sociais" realizado. A unica coisa que posso lhe dizer é que: escolha qual desses lados seguir ou tente se equilibrar e ficar no meio-termo. 

Obrigado, acho melhor eu tentar equilibrar mesmo, vai ser o melhor pra mim no momento!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 05/05/2019 at 15:18, bandeirapvh disse:

Se para evoluir espiritualmente você precisa se isolar, qual o sentido de reencarnar nesse mundo? O proprio buda chegou a conclusão de que precisava sair do isolamento e devia transmitir seus conhecimentos ao maior numero possível de pessoas, optando pelo caminho do meio. Pois fazendo isso ele se beneficiava e beneficiava outros ao seu redor. Assim, o autoaperfeiçoamento e o altruísmo não andariam separados. 

É verdade, talvez eles façam parte da minha evolução, valeu amigo :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Relaxa Rosa.

Eu desejava na proxima vida reencarnar como monge budista isolado desse mundo materialista e egoista.

Mas estudando o assunto vi que é pior correr. É dificil aprender sem errar. Cheguei a conclusao de que melhor deixar que cada um siga seu caminho com suas escolhas, e torço pra que aprendam futuramente. Mas que nao atrapalhem vc. Porque a partir do momento que atrapalham, o melhor é se afastar. Ninguém é obrigado a ficar perto de quem lhe faz mal. Mas se nao faz tao mal assim, deixem que vejam vc como exemplo, e vc tb pode tomar alguma lição com eles, enxergando eles como uma chance de praticar a tolerância.

Se vc perceber, a maioria das pessoas é assim, nao estao nem aí pra essa tal “evolução espiritual”. Esses dias postei um topico aqui sobre o ego, e o autor diz que 97% ainda nao se interessa ou nao esta pronto para a espiritualidade, e apenas 3% esta livre do ego. Olhe a sua volta e perceba isso. Cada pessoa age baseada em seus interesses, e os interesses dos colegas que vc cita não é espiritualidade. Entao nao espere que ajam diferente do que eles querem. Ou seja, algumas situações insatisfatórias são causadas por nossas proprias desilusões, pq depende deles e nao de vc.

Enxergue cada individuo em sua singularidade. Analise o interesse de cada um. Analise o ego de cada um. O ego é o que ele pensa. O indivíduo acha que ele é o que pensa. Daí vem os problemas. Talvez lhe conforte mais saber disso, e lhe traga alguma compreensao de pq somos/agimos assim.

Te indico leitura de textos de osho e do budismo sobre o ego. Irá te ajudar a entender essas pessoas, entender porque agimos assim, e  tb te ajudara a evitar alguns atritos.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 07/05/2019 at 22:24, bandeirapvh disse:

Mas estudando o assunto vi que é pior correr. É dificil aprender sem errar. Cheguei a conclusao de que melhor deixar que cada um siga seu caminho com suas escolhas, e torço pra que aprendam futuramente. Mas que nao atrapalhem vc. Porque a partir do momento que atrapalham, o melhor é se afastar. Ninguém é obrigado a ficar perto de quem lhe faz mal. Mas se nao faz tao mal assim, deixem que vejam vc como exemplo, e vc tb pode tomar alguma lição com eles, enxergando eles como uma chance de praticar a tolerância.

Se vc perceber, a maioria das pessoas é assim, nao estao nem aí pra essa tal “evolução espiritual”. Esses dias postei um topico aqui sobre o ego, e o autor diz que 97% ainda nao se interessa ou nao esta pronto para a espiritualidade, e apenas 3% esta livre do ego. Olhe a sua volta e perceba isso. Cada pessoa age baseada em seus interesses, e os interesses dos colegas que vc cita não é espiritualidade. Entao nao espere que ajam diferente do que eles querem. Ou seja, algumas situações insatisfatórias são causadas por nossas proprias desilusões, pq depende deles e nao de vc.

Enxergue cada individuo em sua singularidade. Analise o interesse de cada um. Analise o ego de cada um. O ego é o que ele pensa. O indivíduo acha que ele é o que pensa. Daí vem os problemas. Talvez lhe conforte mais saber disso, e lhe traga alguma compreensao de pq somos/agimos assim.

Muito obrigado pelos conselhos amigo, realmente abriu minha mente !

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Rosa disse:

Muito obrigado pelos conselhos amigo, realmente abriu minha mente !

Vou te enviar via mp 2 links com textos do osho. Me ajudaram bastante nesse sentido.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.