• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Luiz On

Projeções patrocinadas para amparo?

Recommended Posts

Seguem os relatos de duas projecoes em que eu, aparentemente pude trabalhar ajudando no plano Astral.

Digo "aparentemente" por ser um tanto leigo no assunto Amparo. Mas relato conforme me aconteceu para a apreciação dos colegas e para que opinem e me ajudem a compreender.

Mas aconteceu o seguinte: ha cerca de uma semana eu fui pra cama pra dormir, sem fazer exercício nenhum. Nenhuma técnica. Ja faziam varios dias desde minha última projeção, de modo que me sentia em Recesso Projetivo e resolvi relaxar para não estender o recesso.

 De madrugada, eu despertei e senti que havia alguém, alguma consciex  se aproximando de mim. Senti que me tocaram no lado da cabeça e de repente comecei a vibrar todo o meu corpo, como se eletricidade passasse por mim. A vibracao foi muito forte e parecia estar sintonizada nos sons intracranianos da pineal e conforme eu pensava nisso, o som e as vibracoes aumentavam. Apos algum tempo tentando aumentar o som da pineal,  pensei que já estava separado do meu corpo e me levantei, mas primeiro tive de remover as cobertas e quando fiquei de pé, devido ao alto grau de lucidez, acreditei estar no físico.

Todos os testes de realidade que fiz deram errado. Contei os dedos mas haviam só cinco na minha mão. Tentei atravessar a palma da mão com um dos dedos e não consegui. Estava convencido de que me levantei fisicamente e então já ia voltar pra cama quando vi que nao estava no meu quarto. Era uma sala grande, com paredes de madeira escura e eu estava vestido (acho) com um tipo de jaleco. Uma pessoa foi trazida à mim. Senti que devia "tratar" dessa pessoa. E me lembrei na hora da recomendação que li em vários grupos que podemos lançar energia nas pessoas do astral e se forem pessoas ruins, elas se revelarão ou fugirão. Eu comecei a lançar energia naquela pessoa, tentando ao fazê-lo, mandar bons sentimentos no processo. Me concentrei nos melhores sentimentos que pude e simplesmente mandei a energia, como se desse um "passe". Quando fiz isso, voltei pro meu corpo.

Estava deitado na minha cama e senti que novamente me tocavam na cabeça e comecei a vibrar de novo. Novamente eu me vi de pé (dessa vez não houve saída do corpo que eu pudesse observar. Simplesmente estava la), no mesmo lugar e mais uma pessoa foi trazida até mim. Fiz a mesma.coisa que antes e novamente, depois de o fazer, voltei ao corpo físico.

Dessa vez, não senti me tocarem, mas assim que voltei ao corpo físico, sai novamente e estava no mesmo lugar, e mais uma pessoa veio a mim. Isso se repetiu umas três ou quatro vezes e me lembro que eu estava atendendo uma mulher (ela estava com medo de um símbolo escrito em uma parede, ou coisa assim) e nessa ocasião, vi minha esposa na sala comigo, como se estivesse me auxiliando.

 

A última vez em que saí do corpo e fui entender alguém, veio um senhor já idoso e começou a me falar os problemas que tinha. Mas não tive tempo de o ajudar pois fui puxado pro meu corpo físico e estava dessa vez desperto demais para tentar me projetar novamente. Mas estava pela possibilidade de ter sido usado para ajudar alguém. Minha esposa, infelizmente, não tem lembrança de ter me ajudado.

Isso foi há mais ou menos uma semana.

Na noite passada, dia 7, ou nessa madrugada do dia 8 de maio, eu novamente fui dormir sem fazer técnica alguma. 

Mas acordei de madrugada e pensei em algo e disse mentalmente  aos meus Mentores ou Amparadores  mais ou menos assim:

"Fiquei feliz e agradecido na outra noite, por ter tido a oportunidade de ajudar alguém. Se eu puder ajudar novamente,  estou disposto a isso."

 

Imediatamente ao dizer isso, senti uma eletricidade me percorrer o corpo e comecei a vibrar. Como já sabia que esse EV estava ligado ao som da pineal, me concentrei nele e o intensifique até que me vi de pé, novamente com um tipo de jaleco. 

A minha frente havia um corredor,  ao fim do qual haviam várias pessoas em uma antesala. Não vi detalhes deles, mas o cenário era diferente do outro dia.

Esse corredor estava bastante desorganizado, com prateleiras de ambos os lados com tralhas diversas e em redor havia muito entulho ou um tipo de lixo. 

Uma mulher de uns cinquenta anos foi trazida até mim e comecei a examiná-la ou a fazer algum tipo de procedimento que não me recordo bem.

Quando eu fazia isso, ela tentava me seduzir, tentando me tocar de forma...Sensual, eu acho. Não parecia que ela estava realmente interessada em mim, mas sim em atrapalhar o que eu estava fazendo. 

Pensei em sentimentos de compaixão ou bondade e tentei enviar em forma de energia para aquela mulher. Pareceu funcionar ou pelo menos a acalmou o bastante para eu terminar o que estava fazendo. A seguir recomendei que ela bebesse um copo de água com uma pitada de sal. Na hora me pareceu ser a coisa certa a recomendar.

Depois que ela saiu, veio mais uma pessoa, mas não tenho muita lembrança de como foi esse "atendimento".

Depois dessa segunda pessoa, a lucidez caiu bastante e só me recordo de alguém tentando maliciosamente me fazer falar sobre a instituição (hospital ou escola) em que eu estava e eu respondi que não poderia falar por eles.

Mas desse ponto em diante Creio que o onirismo me atrapalhou e voltei ao corpo físico. 

 

O interessante nessas projeções,  à parte a felicidade que eu senti por , talvez,  ter sido usado para ajudar pessoas, foi o fato de, pela primeira vez eu ter projeções que parecem estar conectadas ou relacionadas.  

 

Geralmente minhas projeções não se interconectam. Vou a ambientes diferentes e faço ou vejo coisas diferentes, mas essas duas, além de uma suceder a outra, tem a mesma temática. Amparo.

Sem dúvida é bom ajudar e aprender.Melhor que ficar vagando a esmo pelo Astral ou pela Real Time.

Por favor, me digam o que vocês pensam sobre isso..

E gratidão por lerem até aqui, pois sei que me extendi muito. 

 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Luiz, acho que no geral isso é um ótimo caminho a ser seguido, dá propósito e você achou o seu. Tenho certeza que a felicidade do amparo sincero fica guardado nas lembranças e serve de estímulo pra continuar teus estudos

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, Luiz On disse:

O interessante nessas projeções,  à parte a felicidade que eu senti por , talvez,  ter sido usado para ajudar pessoas, foi o fato de, pela primeira vez eu ter projeções que parecem estar conectadas ou relacionadas.  

 

Geralmente minhas projeções não se interconectam. Vou a ambientes diferentes e faço ou vejo coisas diferentes, mas essas duas, além de uma suceder a outra, tem a mesma temática. Amparo.

Sem dúvida é bom ajudar e aprender.Melhor que ficar vagando a esmo pelo Astral ou pela Real Time.

Exato, as projeções que fazem sentido, que possuem relação, continuidade, organização, em geral são as de amparo. E são as únicas que geram essa sensação de  "satisfação interior".

 

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 09/06/2019 at 09:46, sandrofabres disse:

Exato, as projeções que fazem sentido, que possuem relação, continuidade, organização, em geral são as de amparo

Os pontos em comuns que temos e aprendemos que outros também experienciam em projeções são uma forma de confirmação do fenômeno. J ´li gente que nunca conheci descrever em fóruns lugares que eu  havia visitado quando projetado,

E gente que volta de projeções com sintomas as vezes parecidos com os que experimento. 

São boas bases com que podemos no futuro (se já não foi feito) estabelecer paradigmas (não-dogmáticos, está claro) de projeções para diferenciá-las melhor das demais experiencias psi, como sonho lúcido...  

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 09/06/2019 at 00:00, Rafael Lucena disse:

Luiz, acho que no geral isso é um ótimo caminho a ser seguido, dá propósito e você achou o seu. Tenho certeza que a felicidade do amparo sincero fica guardado nas lembranças e serve de estímulo pra continuar teus estudos

Confesso que junto a felicidade em ajudar, vem uma satisfação que talvez não seja de todo altruística, pelo que me mantenho desconfiado de mim mesmo.

Tento não ser severo demais, mas tampouco posso me permitir ter de mim uma ideia irreal de altruísmo. 

Tem um bicho chamado vaidade dentro de cada um de nós e ele fica a espreita, pronto a saltar com garras e dentes no nosso discernimento.

Contudo, se, conforme muitos pensam e eu cada vez mais comungo desse pensamento, todos nós somos fragmentos  da mesma Consciência Original que criou tudo e que se tornou tudo, se todos somos um; tanto o mal quanto o bem que faço a outros é também o bem e o mal que faço a mim mesmo, pois eu sou o próximo e o próximo sou eu.

Então, trabalhando no auxílio, por excelente que seja, somos beneficiados da mesma forma que beneficiamos a outros.

Embora ainda fique atento a questão da pureza ou corrupção dos meus motivos, talvez eu deva simplesmente me permitir ficar feliz por ser útil, ainda que a razão da minha alegria deva continuar sendo constante objeto de suspeita e inquirição.

Enquanto me for permitido ou solicitado, vou aproveitar a oportunidade de fazer alguma coisa boa,

:)

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 10/06/2019 at 16:29, Luiz On disse:

Enquanto me for permitido ou solicitado, vou aproveitar a oportunidade de fazer alguma coisa boa,

@Luiz On bom dia, no livro Projeções da Consciência do Waldo Vieira, ele fala de uma mensagem que recebeu de um amparador, quando estava conversando com o mesmo, e este amparador falava sobre assistência e trabalho em outras dimensões, e a frase que me marcou foi, "alguma assistência, é melhor do que nenhuma assistência".

A carência de trabalhadores em outras dimensões é grande, o trabalho não para, e todos que podem ajudar e estão com nível e energias, poderão ser utilizados sim. Ja estive em diversos tipos de trabalho de amparo, e a sensação de ser útil é muito boa, mas com o tempo, vemos o quanto existe de sofrimento e dor em outras dimensões e em nossa dimensão biológica também. Parabéns pela disposição, abraços.

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 23/06/2019 at 00:37, Carlosmeneses6 disse:

A carência de trabalhadores em outras dimensões é grande, o trabalho não para, e todos que podem ajudar e estão com nível e energias, poderão ser utilizados sim. Ja estive em diversos tipos de trabalho de amparo, e a sensação de ser útil é muito boa, mas com o tempo, vemos o quanto existe de sofrimento e dor em outras dimensões e em nossa dimensão biológica também. Parabéns pela disposição, abraços.

Carlosmeneses6,

Obrigado, amigo...

No nosso plano físico somos muito desencorajados a ajudar, a auxiliar o próximo. Sempre na defensiva, sempre desconfiados daqueles que espreitam nossa boa fé para dela obter vantagens. Mas no multiverso é possível ajudar de verdade, mesmo os que se aproximam com más intenções (porque estes principalmente necessitam de ajuda e não a damos apenas aos que a "merecem".

Espero continuar sendo utilizado para este fim.

 

:)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.