• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Tamy

Sonho x Projeção e Frequência Projeções

Recommended Posts

Olá a todos.

Sei que esse assunto já foi abordado várias vezes, mas ainda tenho algumas dúvidas.

Já tive várias projeções astrais, sendo duas hiper-realistas, que foram maravilhosas! Essa noite, após mais de um mês sem contato com o astral, tive uma experiência e gostaria de tirar uma dúvida. "Sonhei" que estava em casa e ficava perambulando entre a sala, meu quarto e o quarto da minha filha. Era noite. Olhei para o jardim e vi algumas pessoas. Na mesma hora pensei: essas pessoas não estão lá, porque isso é um sonho.

Depois retornei para o meu quarto, que era igualzinho ao quarto físico e decidi volitar. Foi delicioso! Flutuei em posição horizontal com a cabeça voltada para o chão e fui até o teto. Até então achava que era um sonho, mas olhei para a janela do quarto e consegui observar o reflexo no vidro (a janela estava fechada). No reflexo eu pude me ver perfeitamente (estava com outro pijama) e estava flutuando também. A imagem refletida era idêntica à imagem "real".

Terá sido uma projeção astral com baixa autonomia e lucidez ou realmente um sonho?

Outra dúvida: não utilizo muitas técnicas, apenas procuro manter boas vibrações aos longo do dia e, antes de dormir, faço um breve alongamento, uma curta meditação e ouço músicas para meditação/relaxamento. Procuro, também, me imaginar flutuando quando estou quase pegando no sono.

Eu noto que as projeções astrais ocorrem de vez em quando e, às vezes, quando não espero. Vocês acreditam que a frequência das projeções conscientes nesse caso obedecem a algum critério espiritual? Eu gostaria de poder controlar um pouco mais a frequência das experiências, porque gostaria de ter mais projeções conscientes...

Obrigada e um abraço a todos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
31 minutos atrás, Tamy disse:

Eu gostaria de poder controlar um pouco mais a frequência das experiências, porque gostaria de ter mais projeções conscientes...

Boa tarde @Tamy, leia o tópico https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17033-por-onde-começar/, que o matador de dúvidas quanto a projeção astral e técnicas para o êxito nas mesmas.

 

32 minutos atrás, Tamy disse:

Vocês acreditam que a frequência das projeções conscientes nesse caso obedecem a algum critério espiritual?

você tem livre arbítrio para através de sua vontade, técnica e capacidade, realizar a projeção astral, esse papo de que mentor proibiu, mentor disse que é perigoso, mentor disse isso ou aquilo é tudo conversa.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Tamy disse:

Até então achava que era um sonho, mas...

Mas sendo o sonho uma imitação perfeita da vida física, não teria porque achar estranho ver se reflexo, né?

 Estranho seria se houvesse reflexo durante uma projeção, já que para ter reflexo teria que haver uma luz  fisica ali rebatendo na superfície do vidro. E a luz do astral não é luz na verdade, tanto que você enxerga perfeitamente bem mesmo sendo noite. Não é luz, portanto, mas percepção mental. Mas está cheio de relatos por aí de gente que se projetar e vai se olhar no espelho da casa... obviamente não se trata do espelho, mas de um simulacro que vai imitar essa função, porém, de forma diferente, já que não se trata de reflexo real. Por isso quase ninguém vê sua aparência fisica quando projetado. 

Pessoalmente eu não acredito em critérios confiáveis para diferenciar sonho LÚCIDO de projeção LÚCIDA. Mas já me aconteceu isso que você relata, de a gente "apenas saber" que aquilo não é real. Mesmo que seja hiperrealista, tem vezes que você sente que aquilo é um ambiente fantasioso, com personagens fantasiosas. Mas não dá para definir a diferença, não tem como responder à pergutna "como saber?". Só o que dá para fazer é  a gente tentar se manter lúcido, que é, no nível mais básico, lembrar sempre que você está em corpo astral, no plano astral, sujeito a outras leis da física, mas procurando agir de forma compatível com a racionalidade, a ética e as leis desse plano. Então ficar preso no quarto porque nao achou a chave da porta , indica falta de lucidez, porque você deve lembrar que pode atravessar, portar, paredes, grades..sem problema, se estiver lúcida. Também não faz sentido achar que depende de veículos, ir atras de carros, motos, metrô.. para ir a algum lugar. Nem faz sentido ter medo de revólver, ou pegar carteria antes de sair.. são coisas que indicam que sua lucidez não está boa, ainda que saiba estar em astral. Também não faz sentido ,se estiver lúcida, tomar iniciativas que se fossem tomadas no físico, poderiam ser criminosas, etc.

19 minutos atrás, Tamy disse:

Eu noto que as projeções astrais ocorrem de vez em quando e, às vezes, quando não espero. Vocês acreditam que a frequência das projeções conscientes nesse caso obedecem a algum critério espiritual? Eu gostaria de poder controlar um pouco mais a frequência das experiências, porque gostaria de ter mais projeções conscientes...

O grande desafio não é a projeção, orque ela acontece todas as noites mesmo com quem não tenta se projetar.O grande desafio é não perder a consciência. E nosso estado evolutivo não é de seres que cosigam se manter concsientes sempre. Um "iluminado" é como se chama a pessoa cuja consciência não apaga. A nossa apaga até durante a vigília, quando caímos em devaneios durante  o dia. Então luta pela projeção consciente é apenas parte da luta para sermos menso sonâmbulos durante o dia todo. Ao andar na rua, tente ir contando de tras para frente, apnas números impares, de 300 a 0. Vai notar quantas vezes você se perde na contagem, porque se distraiu com algo, ou seja, sonhou... Quando essa distraçao acontece enquanto tentamos nos projetar, é o suficiente para perdermos o momento da saída porque perdemos a consciência, e portanto entramos no sonho. Claro que assim como você pode voltar a contar de 300 a 0, voce em geral pode acabar retomando o foco da tentativa projetiva.. (ou não, e acordar só 2horas depis ou só quando o despertador tocar).

Por isso eu diria que o únioc critério que define a dificuldade projetiva é o empenho, o foco da atenção no que estamos tentando fazer..

Se você passar o dai todo só focada no assunto projeção astral, não só procurar manter boas vibrações, se praticar olhar o mundo questionando-se a toda hora se está em astral ou não, e se tiver um ama prática toda voltada para isso, todas as noites ao deitar, e ainda levantar de madrugada para aproveitar esse momento, que é o melhor para as tentativas, você consegue aumentar a frequência dessas ocorrências pelo simples motivo que SEU FOCO ESTARá QUASE 24H NISSO. Minha maior frequência foi 5 noite por semana, mas me geral a "média sustentável" é 2-3 x pro semana, desde que você não permita focar muito a mente em nenhum outor assunto.

Basicamente FOCO é o oposto da DISTRAÇÃO, e é a DISTRAÇAO causada no momento das tentativas de projeção, em geral pela imagens hipnagógicas, que acaba nos fazendo apagar né? 

Mas tem gente que acha que pode haver razões espirituais para isso. Tem até o termo recesso projetivo, supostamente relacionado a mentores e tal. Como nossa consciência é ainda muito primitiva no critério de lucidez, é bem provável que sejamos mais dependentes de uma ajudinha deles para despertar (principalmente após termos apagado) do que do nosso esforço próprio, então os motivos podem ser os deles, pela agenda deles. Mas apenas porque não praticamos com o devido afinco. Já me aconteceu algumas vezes, e já vi o Saulo comentar sobre isso também nos vídeos,  que do nada, em algum momento do dia, você sabe que irá se projetar naquela noite. Acho que eles nos avisam, porque as vezes é  bem nítida, pode ser 11 da manhã, e do nada, você "apenas sabe" que na próxima noite vai ter projeção.

Mas se a gente ficar só esperando isso, nunca aprendemos como fazer né?

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
18 horas atrás, sandrofabres disse:

Mas sendo o sonho uma imitação perfeita da vida física, não teria porque achar estranho ver se reflexo, né?

 Estranho seria se houvesse reflexo durante uma projeção, já que para ter reflexo teria que haver uma luz  fisica ali rebatendo na superfície do vidro. E a luz do astral não é luz na verdade, tanto que você enxerga perfeitamente bem mesmo sendo noite. Não é luz, portanto, mas percepção mental. Mas está cheio de relatos por aí de gente que se projetar e vai se olhar no espelho da casa... obviamente não se trata do espelho, mas de um simulacro que vai imitar essa função, porém, de forma diferente, já que não se trata de reflexo real. Por isso quase ninguém vê sua aparência fisica quando projetado. 

Pessoalmente eu não acredito em critérios confiáveis para diferenciar sonho LÚCIDO de projeção LÚCIDA. Mas já me aconteceu isso que você relata, de a gente "apenas saber" que aquilo não é real. Mesmo que seja hiperrealista, tem vezes que você sente que aquilo é um ambiente fantasioso, com personagens fantasiosas. Mas não dá para definir a diferença, não tem como responder à pergutna "como saber?". Só o que dá para fazer é  a gente tentar se manter lúcido, que é, no nível mais básico, lembrar sempre que você está em corpo astral, no plano astral, sujeito a outras leis da física, mas procurando agir de forma compatível com a racionalidade, a ética e as leis desse plano. Então ficar preso no quarto porque nao achou a chave da porta , indica falta de lucidez, porque você deve lembrar que pode atravessar, portar, paredes, grades..sem problema, se estiver lúcida. Também não faz sentido achar que depende de veículos, ir atras de carros, motos, metrô.. para ir a algum lugar. Nem faz sentido ter medo de revólver, ou pegar carteria antes de sair.. são coisas que indicam que sua lucidez não está boa, ainda que saiba estar em astral. Também não faz sentido ,se estiver lúcida, tomar iniciativas que se fossem tomadas no físico, poderiam ser criminosas, etc.

O grande desafio não é a projeção, orque ela acontece todas as noites mesmo com quem não tenta se projetar.O grande desafio é não perder a consciência. E nosso estado evolutivo não é de seres que cosigam se manter concsientes sempre. Um "iluminado" é como se chama a pessoa cuja consciência não apaga. A nossa apaga até durante a vigília, quando caímos em devaneios durante  o dia. Então luta pela projeção consciente é apenas parte da luta para sermos menso sonâmbulos durante o dia todo. Ao andar na rua, tente ir contando de tras para frente, apnas números impares, de 300 a 0. Vai notar quantas vezes você se perde na contagem, porque se distraiu com algo, ou seja, sonhou... Quando essa distraçao acontece enquanto tentamos nos projetar, é o suficiente para perdermos o momento da saída porque perdemos a consciência, e portanto entramos no sonho. Claro que assim como você pode voltar a contar de 300 a 0, voce em geral pode acabar retomando o foco da tentativa projetiva.. (ou não, e acordar só 2horas depis ou só quando o despertador tocar).

Por isso eu diria que o únioc critério que define a dificuldade projetiva é o empenho, o foco da atenção no que estamos tentando fazer..

Se você passar o dai todo só focada no assunto projeção astral, não só procurar manter boas vibrações, se praticar olhar o mundo questionando-se a toda hora se está em astral ou não, e se tiver um ama prática toda voltada para isso, todas as noites ao deitar, e ainda levantar de madrugada para aproveitar esse momento, que é o melhor para as tentativas, você consegue aumentar a frequência dessas ocorrências pelo simples motivo que SEU FOCO ESTARá QUASE 24H NISSO. Minha maior frequência foi 5 noite por semana, mas me geral a "média sustentável" é 2-3 x pro semana, desde que você não permita focar muito a mente em nenhum outor assunto.

Basicamente FOCO é o oposto da DISTRAÇÃO, e é a DISTRAÇAO causada no momento das tentativas de projeção, em geral pela imagens hipnagógicas, que acaba nos fazendo apagar né? 

Mas tem gente que acha que pode haver razões espirituais para isso. Tem até o termo recesso projetivo, supostamente relacionado a mentores e tal. Como nossa consciência é ainda muito primitiva no critério de lucidez, é bem provável que sejamos mais dependentes de uma ajudinha deles para despertar (principalmente após termos apagado) do que do nosso esforço próprio, então os motivos podem ser os deles, pela agenda deles. Mas apenas porque não praticamos com o devido afinco. Já me aconteceu algumas vezes, e já vi o Saulo comentar sobre isso também nos vídeos,  que do nada, em algum momento do dia, você sabe que irá se projetar naquela noite. Acho que eles nos avisam, porque as vezes é  bem nítida, pode ser 11 da manhã, e do nada, você "apenas sabe" que na próxima noite vai ter projeção.

Mas se a gente ficar só esperando isso, nunca aprendemos como fazer né?

 

 

Sandro, obrigada pela resposta.

Sim, o grande lance é manter-se na presença, como todos os sábios nos dizem. E como é difícil estar presente o tempo todo....Eu mesma me perco constantemente em meus devaneios infantis. A diferença é que estou começando a perceber isso. E as projeções começaram a partir dessa percepção.

Isso que você disse sobre "saber" que vai rolar uma projeção é bem verdade. Já aconteceu comigo algumas poucas vezes. Parece que eu senti que ia me projetar à noite. Achei fantástico.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.