• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Maycon Assis Antonio

Experiências fora do corpo 2020#6 Um contato mental

Recommended Posts

No dia 14/04/20 deitei as 14h01min para relaxar e tentar contato com meu mentor. Primeiro iniciei uma transmissão de pensamentos a ele, e logo recebi como meu segundo eu, algumas recomendações para meu conforto, que executei brevemente, voltei a relaxar e sentir repercussões energéticas fortes, em meio incômodos com formiga, coceira e por menores, num estado onde minha mente já estava perdendo lucidez que vagava e voltava pelos incômodos. Resolvi deitar para meu lado esquerdo e focar nas energias, foi aí onde tudo começou.

SONHO: Sonhei que estava em uma sala enorme, onde hoje é o varejão do outro lado da rua, tinha uma tela enorme onde eu e minha filha vimos felizes um filme, por vezes um fazia brincadeiras com o outro, até que a mãe dela estava lá, cheirosa, atraente, linda, e eu mantendo um afastamento dela,ela estava me assediando, na hora logo pensei em reprimir, mas fui deixando até em certo momento, conversando e combinamos algumas possibilidades, não lembro. Brinquei um pouco mais com minha filha e a deixei com a mãe vendo filme, atravessei a rua e voltei para casa, deitei e aqui começa a experiência que vivi com total lucidez, perdendo memórias magníficas que me deixam com sentimento de paz e alegria.

RELATO:

SEMI LÚCIDO - Deitado de barriga para cima e com a cama rodando como um peão em baixa velocidade, eu me sentia muito feliz, pois percebia o'que estava acontecendo, relaxei e logo parecia que eu estava espremido em um canto de parede rodando e apoiando, mas eu só conseguia me relaxar ainda mais. Vivi nesse momento um sonho lúcido que ainda no início sabia que estava sonhando, fiz meu teste de realidade (que é movimentar objetos com pulso energético) e o objeto nem se mexeu, mas com certeza que estava sonhando, consegui por vários argumentos e a me convencer, vivi algo normal em um ambiente que não recordo exatamente como era, mas com certeza era mais harmônico e belo que os próximos ambientes, pela primeira vez conseguia me deslocar com a força do pensamento, senti um vento muito forte, parecido com a do túnel de outras saídas, a única diferença foi que não passei por ele, e sim fui carregado por ele, como se fosse uma força me puxando e com feixes, logo apareci em uma linda estrada de terra com uma mulher cerca de 35 anos e uma mocinha de cerca de 9 anos(ambas com trajes antigos e bem vestidas), eu estava conversando tranquilamente com a mulher quando a criança me perguntou porque minhas mãos estavam sujas de chocolate, então eu respondi que estava sonhando em outro lugar, pedi desculpas e falei ops, deve ser tinta que preparei mais cedo, no meu sonho não tinha chocolates e olhei minhas mãos ficando confuso com a textura que parecia mesmo de chocolate, então lembrei de onde estava antes,  pedi licença e disse que tinha de voltar para poder lembrar do que estava vivendo.

 

‘’LÚCIDO’’- Ao voltar estava com a cama girando da mesma forma fiquei por ali e a velocidade que a cama rodava se alternava, quando percebi que estava raspando a cabeça em algum móvel, percebi que não teria como me machucar e relaxei ainda mais, quando bati a cabeça com um pouco mais de envergadura, meu ‘’corpo’’ deu tranco e me mexi, levando em um cômodo sem janelas e portas e um buraco abaixo na parede, por onde passei.  A casa toda suja e diferente, algumas coisas quebradas e na hora que vi uma porta, fui abrir e ouvi uma mulher ‘’conhecida, quem não rememorei quem era’’ dizendo que na rua estava perigoso e sai imediatamente pois queria ficar longe do meu corpo. O clima estava de dia, mas denso, em frente a casa via uma mata e ao longo de seu quarteirão, na rua  lateral embaixo vi um rapaz correndo dando tiros para cima, pensei, já que estou sonhando mesmo vou correr e voar, corri em direção a mata e usando o impulso joguei minhas pernas para frente e comecei a voar sentado meio inclinado para trás, controlando a proporção de peso elevando e baixando a região da caixa torácica, em meio ao final da mata, vi um clube e a BR de perto de casa e peguei muito impulso para passar por cima, passei mas vi que tinha algumas arvores,  ia bater na parte de cima dos seus ganhos e como sabia que estava sonhando, fechei os olhos e tentei ir a um belo lugar, quando de repente estava eu rodando na cama de barriga para baixo e espremido em um canto de movél, logo levantei dali e vi que o buraco no mesmo quarto estava menor, fui passando nele novamente e senti me explemento para baixo, fiquei tranquilo, fiz força pressionando a parede de cima do buraco com as costa, alargando e passando, quando levantei. Na sala novamente, porém sem a porta que sai antes, estava ainda mais suja a casa com muitas coisas quebradas, no meio da sala, vários espelhos retangulares alto me olhando com meu reflexo, foquei no mais próximo e ao me ver normal desviei logo a atenção com receio por sentir que eram portais e estavam comigo,,, sei lá, não quis entender, queria era sair dali para não ficar próximo ao meu corpo, vi uma porta em lugar diferente de antes, dei a volta nos espelhos e abri ela, tinha uma pequena varanda sem saída e aberta em cima, logo pensei que pelo controlo que estava do meu corpo, facilmente sairia dali mas quando decidi procurar outra saída, ouvi um barulho no fundo da casa, então passei o primeiro vão de cômodo, e no segundo, era um quarto e ali havia uma mulher morena de cabelo preso, sentada a beira da cama olhando para uma enorme janela de vidro aberta, perguntei o que ela estava fazendo ali e percebi minha voz falhar como em outra projeção falhou, então ela virou o rosto, então eu repeti a pergunta telepaticamente, senti que ela entendeu mas continuou me olhando sem falar nada, percebi que eu estava me aproximando e disse, com licença eu vou me afastar de você e vou embora porque estou começando a me alterar, virei de costas e quando sai do cômodo, rapidamente voltei e perguntei quem é você ? quem é você ? me alterando para um pouco mais estressado, e ela só disse, eu sou sua mentora, fiquei paralisado e acordei 15h47 na mesma posição deitado sobre o lado esquerdo, com memória total na minha mente, desde o sonho até ali, mas rapidamente cenas da primeira parte foram sumindo da minha cabeça, anotei tudo que pude, e resumo neste texto com minhas recordações lúcidas e de sentimentos intensos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.