• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
vinibiavatti

O vôo pela floresta

Recommended Posts

Hoje, dia 07/06/2020 as 15:00, fui dormir a tarde na casa de minha namorada. Geralmente durmo na sala e costumo ter experiencias de catalepsia. Eu estava sonhando normalmente até que acordei tendo quase certeza que eu estava projetado. Fui para o lado de fora, corri e voei. Voei para o alto e fiquei me afirmando estar projetado. Ficava pensando o quão lindo é um projeção e como é bom poder voar livremente. Voei pela área do condominio antigo que eu morava. Encontrei uma estrada que passava para dentro da floresta, e resolvi voar por ela. O local era lindo, com o sol e vento batendo nas arvores. Agradeci a Deus pela oportunidade que estava tendo. Achei duas senhoras caminhando na qual resolvi conversar e perguntar se elas precisavam de ajuda. Elas me disseram que não, que estavam bem, e que estavam levando o cachorro pra passear. Voltei para casa de minha namorada e fui tentar me ver dormindo na cama, porem sem sucesso. Eu observava a cama vazia, sem ninguém. Achei minha namorada andando pela casa então resolvi pedir para ela tentar se projetar. Levei ela até um quarto e pedi para ela deitar e tentar acordar para ver se de repente ela despertasse no astral. Ela disse q achava estar projetada mas percebi que não tive sucesso. Não sei se materializei ela na minha projeção ou se era ela de fato. Eu tive sensassões de estar voltando para o corpo, porém não tinha certeza. Isto me gerou um pouco de medo de ficar preso na projeção, mas eu foquei em deixar este medo de lado, afinal eu iria acordar a qualquer hora. Voltei para a sala onde edtavamos dormindo e vi o cachorro dela que veio pedir carinho pra mim, me assustei mas dei o carinho e me senti feliz. Resolvi ir para o mar, entao entendi que eu estava na minha casa da praia, na qual o leiaute é muito parecido com o da casa de minha namorada. Isto me confundiu bastante mas não fiz questão de me preocupar. Sera que o tempo todo eu estava na casa da praia, e não na casa de minha namorada? Afinal eu n me encontrei dormindo em lugar algum. Quando resolvi ir para o mar eu acordei, e fiquei muito orgulhoso pela experiencia. Agradeci a Deus por esta oportunidade. Eu mesmo estava publicando questionamentos no forum pois fazia tempo que não tinha uma experiência astral, e nesses dias tive duas projeções. Eu só tenho que agradecer, pois foi um pedido atendido. As projeções voltaram e pretendo usar-las para estudo, auto-conhecimento e até amparação. Obrigado a todos do forum, inclusive ao Sandro, por ter me ajudado a alcançar a realização deste desejo de projeção novamente.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, vinibiavatti disse:

Voltei para casa de minha namorada e fui tentar me ver dormindo na cama, porem sem sucesso. Eu observava a cama vazia, sem ninguém. Achei minha namorada andando pela casa

Note:

-você não viu seu corpo na cama: portanto não estava vendo o plano físico. Essa é a regra geral.

- Logo, sua namorada na verdade já estava projetada, por isso a viu e conseguiu conversar com ela.

-Por isso ao fazê-la deitar, nao teria como acontecer uma nova projeção, ela poderia é sumir, caso tivesse deitado sobre o próprio corpo, aí voce nao veria mais a ela,pelo mesmo motivo que não estava mais vendo seu corpo.

Só que....

Tudo isso que expliquei só vale para UMA DAS POSSIBILIDADES. Não dá para concluir com segurança o que aconteceu, somente analisando o que a pessoa  experimenta na projeção. Você semrep precisará saber o que rolou no físico também, ou não vai conseguir completar o quebra-cabeças.

Exemplo: 

- se tivesse visto sua namorada na sala, vendo TV, tivesse falado com ela, ela tivesse respondido, mas nao tivesse saído do sofá, e quando voce acordasse, levantasse e fosse até a sala, e a visse lá no sofá vendo TV, mesmo que ela não lembrasse de ter conversado com você, você saberia que viu o corpo astral dela, embutido no físico, e que o corpo astral dela foi que conversou com você, por isso ela não lembra. Similar a este relato do Monroe.

- mas se ela estivesse na cama com você, na hora que vocês foram dormir..e durante a projeção você olhou para a cama e só a viu vazia, chegou na sala e viu sua namorada vendo TV, falou com ela, e ela não saiu do sofá, e depois quando você acordou da projeção ela estava na cama com você, sem que tivesse saído para ver TV, entao concluiríamos que você poderia ter conversado com ela projetada sem lucidez, ela teria levantado e ido ver TV (sonhando), e você na viu nem sue corpo nem o dela na cama. E ainda haveria a possibilidade de ser uma plasmagem dela la no sofa vendo TV, ou algum outro espírito que se fez passar por ela.

E tem esse rolo das casas não serem as mesmas, só que isso também não significa muita coisa, euja atravessei a parede da minha casa e ao invés de sair no pátio, sai dentro de uma livraria que conheço, que fica na capital do estado a 400km daqui, ehehe. Outra vez fui parar no pátio da casa que morei quando tinha 6 anos. Outra vez fui parar no patio da casa em que morei quando tinha 10-18 anos. Outra vez fui parar do lado de fora da casa que morei entre os 18 e os 20 anos. Outra vez fui parar na espanha!! As conexões entre os espaços são feitas pela mente, não pelos espaços realmente. Então basta um pensamento passar a esmo, no momento que você vai do ponto A ao ponto B ao ultrapassar uma "estrutura de passagem" (marco de porta, janela, paree, porta, escada, portão...) e você vai parar onde o diabo perdeu as botas.

 

Entao note que para uma mesma percepção de um evento simples há várias possibilidades para explicar o que aconteceu, todas elas com a mesma chance de ocorrerem, porque todas essas coisas acontecem várias vezes em diferentes situações. Por isso não tem como você afirmar que o que aconteceu foi X só analisando o que percebeu em astral. Tem que tentar comparar os eventos da experiencia com o que aconteceu na parte física, para ver quais possibilidades você pode descartar, e ver quais sobram como mais prováveis para explicar os eventos.

 

 

 

 

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entendi. Eu e ela fomos dormir na sala portanto acredito que a segunda opção é mais válida. Ela estava todo o tempo do meu lado no plano físico. No astral não consegui me ver, nem ela ao meu lado. Ela estava passando dentro da casa e a vi. Ai fica uma duvida: é possível eu induzir uma projeção astral em alguém, se eu estiver projetado? Ja vi varias pessoas que conheço no astral e tentei falar a elas sobre a projeção para que elas saissem do sonho e acordassem no astral, mas toda vez as pessoas me ignoram, e eu me sinto um doido kkk. Geralmente elas estao andando normalmente, sem voar, e estao tranquilas. Eu tento msotrar eu voando para que talvez a pessoa perceba que não está no mundo fisico mas não funciona. U.a vez vi o zelador do meu antigo apartamento varrendo as folhas do chão, então cheguei a ele flutuando falando para ele parar de trabalhar e ir explorar, voar, etc. Ele simplesmente olhou pra mim e não respondeu nada. Não sei se são pessoas sonhando ou se são pessoas que minha mente criou. Eu tenho muita dificuldade de me ver nas minhas projeções. Varias vezes eu saio, olho para trás e vejo a cama bagunçada, mas sem ninguém. Sempre achei que poderíamos nos ver. Não sei se isso tem haver ao medo que tenho de voltar pro corpo, pois uma vez o Saulo disse que ao sair, devemos evitar ver nosso corpo para evitar voltar a ele. E exatamente Sandro, eu sai da casa dela e eu estava no quintal da minha casa da praia, ai veio a confusão de onde eu estava realmente. Aproveitando, ainda existe aqueles encontros astrais que o GVA fazia em Fernando de Noronha? Sempre sonhei em participar, ou ao menos tentar. Vlw Sandro!

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, vinibiavatti disse:

Ai fica uma duvida: é possível eu induzir uma projeção astral em alguém, se eu estiver projetado? Ja vi varias pessoas que conheço no astral e tentei falar a elas sobre a projeção para que elas saissem do sonho e acordassem no astral,

Essas pessoas já estão projetadas, caso você esteja se projetando à noite. Você está querendo saber se é possível despertar a lucidez nelas, já que estão projetadas mas sem lucidez (sonhando) ? É difícil, as vezes você as pega, sacode, parecem acordar por um momento mas dura segundos e voltam a "dormir", seguindo a fazer o que estavam fazendo antes de você interrompê-las. Mas mesmo que consiga despertar a lucidez em alguém, isos não significa que vão lembrar da experiência, porque na hora de reentrar no corpo a memória do que aconteceu pode se perder. Já tive algumas projeções, inclusive varias na mesma noite, e perdi todas, a cada reentrada, só na última saída, já no início da manhã, foi que lembrar das outras 3 que tive durante a noite, ehehe. Teve outras que só lembrei 12 horas mais tarde, tendo acordado sem lembrar que tinha me projetado. 

8 horas atrás, vinibiavatti disse:

Sempre achei que poderíamos nos ver

Não, porque não estamos observando o plano físico. 

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17032-textos-do-robert-bruce/&do=findComment&comment=74021

Eu mesmo só vi duas vezes. Uma vez desconfei que o que eu via não fazia sentido ver, e chamei pelo nome, uma, duas tres vezes. Então meu corpo levantou da cama, veio até mim, me pegou pelo braço e.... acordei na cama. Ou seja, não era meu corpo ali na cama. Se fosse, ao aocrdar da projeçãoeu me veria em pé no quarto, não ainda deitado na mesa posição em que iniciei a projeção. Talvez fosse apenas a cópia em real time (mais sobre isso no link acima)

A questão é que seus olhos sao adaptados para enxergar o físico , por isso você não vê fantasmas a menso que seja clarividente. E quando você vira um fantasma, seu órgão de percepção não está adaptado para ver o físico, você verá o plano em que está né?

Estando perto do físico (logo que sai do corpo, no máximo enquanto está ainda dentro de casa), você vê um REFLEXO imperfeito do físico aparecendo na faixa astral em que você está, por isso terá móveis em posições diferente,s uma janela ou porta na posição errada, etc. E ao sair de casa, não é a sua rua ali. PARECE ser, porque vai te parecer familiar, na maioria as vezes, mas você prestar atenção nas casas e lojas que tem ali, ao voltar, verá que não batem todas, embora uma ou outra possa estar certa. Projetado você pode examinar e dizer "está tudo certo, a padaria está li na esquina, em frente a ela está o posto de gasolina, e ali na outra esquina está a casa do Pedro. Tudo perfeito, estou vendo o físico". Ao voltar você descobre que o posto de fato fica onde você viu, não tem padaria alguma onde você a viu no astral, ela fica a 3 quarteiroes de distância, e onde você viu a casa do pedro, tem um prédio de 6 andares. e descobre que não conhece Pedro nenhum.

8 horas atrás, vinibiavatti disse:

Não sei se são pessoas sonhando ou se são pessoas que minha mente criou

Pois é, não temos como saber. Mas suponho que não faria sentido nossa mente criar pessoas e elas não interagirem conosco. Me parece que se houve alguma necessidade de criar um personagem, seria para interagir com ele, por alguma razão que só nosso subconsciente deve saber.

8 horas atrás, vinibiavatti disse:

Eu tenho muita dificuldade de me ver nas minhas projeções. Varias vezes eu saio, olho para trás e vejo a cama bagunçada, mas sem ninguém.

As vezes voce dieta cheia de cobertas, e ao levantar da cama, vê as cobertas e travesseiro, só falta ver seu corpo. Outras vezes, nas mesmas condiçoes,  faltam tambem as cobertas,  ve apenas a  cama com lençol do colchão e travesseiro. Outras vezes só com lençol mas sem cobertas nem travesseiros. E outra vezes só o colchão puro sem nada em cima.Ainda que tenha ali lençol, travesseiro, cobertas e um corpo, ehehe.

8 horas atrás, vinibiavatti disse:

Aproveitando, ainda existe aqueles encontros astrais que o GVA fazia em Fernando de Noronha?

Não são do meu tempo. Quando cheguei aqui, em 2012, tinham parado, se não em engano.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nossa sandro, que interessante. Eu sempre achei que a vista de lugares diferentes do fisico seria alguma perda de lucidez ou algo assim. Sempre acreditei que nossa lucidez oscilava, e nos picos baixos fazia a gente ver coisas oniricas. Quanto nos picos altos, veriamos o plano fisico como é. Muito interessante saber que as vezes o plano pode ficar tao diferente que nem se saiba onde esta. É exatamente como voce disse, quando estamos no astral, tudo parece estar certo e ok. Ao acordar percebemos que não tinha nada haver. Sabes porque? Sera que estamos tao conectados com o plano que nem conseguidos deduzir as diferenças em comparação ao plano fisico? 

Geralmente eu vejo a cama bagunçada, com a coverta e o lençol, sem meu corpo. Agora entendi. Vejo que algumas pessoas acabam tendo projeções sem saber, e quando acordam dizem ter visto seu proprio corpo na cama. Será que é real? Nao seria um corpo plasmado? 

Cara, vou voltar a estudar sobre isso. Este post me esclareceu muitas coisas. Vou fazer os cursos do saulo novamente. Sempre tem algo que a gente ouve, mas depois esquece. Você tem alguns recursos para me recomendar estudar? Apostilas, cursos, livros...

Obrigado!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 08/06/2020 at 20:23, vinibiavatti disse:

Eu sempre achei que a vista de lugares diferentes do fisico seria alguma perda de lucidez ou algo assim

É que as pessoas tem dificuldades para saírem dessa forma de raciocinar típica da 3a dimensão. 

Ninguém parece lembrar que vivemos numa dimensão em que dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço, mas que essa regra não tem porque ser mantida ao mudarmos de dimensão né? As coisas em astral tem duas dimensões a mais, porque o astral é a quinta dimensão não a quarta, como tem gente que fala por aí.

Então considere o seguinte: a cada PONTO no espaço físico corresponde uma LINHA VERTICAL de muitas frequências diferentes, NO MOMENTO ATUAL DO TEMPO. 

Mas essa linha vertical ainda pode se deslocar horizontalmente no tempo, vendo passado ou futuro de cada ponto de frequência.

Exemplo: há vezes em que você se projeta num dado espaço, e vê esse espaço como era no passado. Nesse caso você considera que está vendo m espaço RELACIONADO ao ponto que existe no físico, porém numa faixa de tempo diferente.

Só que há ainda muitos "outros espaços astrais"  que correspondem ao local em que seu corpo físico está, cada espaço desses numa faixa vibracional diferente.

Supondo que no físico você more numa casa, não num apartamento. No astral essa sua casa funcionará como se fosse um prédio de vários andares acima e abaixo do térreo.

Quando você se projeta você pode se descobrir em zonas acima ou abaixo do físico, digamos assim, mais próximas ou mais distantes do físico, como se ao deixar seu corpo você tivesse despertado  no quarto  mas em algum dos vários andares de cima ou de baixo, que terão semelhança OU NÃO com seu quarto. Quanto mias próximo, mais similar, quanto mais distante... mais o ambiente sera totalmente diferente

As coordenadas GPS do seu quarto, se você adicionar uma coordenada astral, nas zonas baixas seu quarto pode ser um prostíbulo,uma caverna lamacenta, e  nas zonas altas ele pode ser um hospital, um jardim florido. E entre esses extremos ele será várias coisas, uma floresta, uma estrada, uma montanha. Só na zona física ele é seu quarto como você o conhece. E quando você adiciona a faixa de tempo nisso, cada uma dessas faixas, ou andares ainda podem variar na faixa de tempo. 

Por isso a questão do assédio está, em geral (mas nem sempre)  ligada ao sujeito, não ao local.

Ou seja, se a pessoa está vendo fantasmas na sua casa, não quer dizer que esses fantasmas estejam na sua casa, pode ser que ela é que esteja astralmente localizada numa zona baixa do astral, mesmo quando está em vigília. É o que acontece com drogados que estão já tendo delírios, vendo vermes rastejantes pelo seu corpo, cobras andando pelo chão etc. Não é a casa que está infestada, é ele que está consciencialmente morando num lugar empestiado, devido ao seu vício.

E ai a pessoa se sente mal, intoxicada, irritadiça, ou deprimida, porque está vivendo astralmente num ambiente tóxico, ainda que durante o dia esteja ocupando um corpo físico que oculta as percepçoes astrais que ela tem. Quando dorme, aí ela só perceberá esse ambiente astral, e por isso terá pesadelos odas as noites.

Por isso aquele papo de "reforma íntima" do kardecismo. Se você consegue se manter numa frequencia elevada, evita se posicionar astralmente onde os obsessores possam te localizar, você fica "morando num andar" que eles não conseguem nem te ver. Mas se fica alimentando maus pensamentos e emoções, está sempre visível para eles, como um ricaço que entrou por engano num bairro dominado por criminosos, e pode virar alvo até de obsessores oportunistas, que nem tem nada contra você, mas acham divertido te zoar, porque foi você que caiu na zona deles, na verdade.

Assim, as percepções sutis que essa pessoa que está com maus pensamentos e emoções  terá serão do ambiente e habitantes daquela zona astral pesada na qual ELA ESTÁ VIVENDO ASTRALMENTE, mesmo quando está em vigília.  Lembre-se: corpo astral=corpo emocional. Suas emoções fornecem a coordenada GPS astral e te fazem afundar ou elevar astralmente, mesmo quando está dentro do corpo, similar a pegar um elevador. Aquela  cena do filme CONSTANTINE mostra bem isso:

https://www.youtube.com/watch?v=CjiUD2nH_7k

O deslocamento inicial  é apenas de faixa vibratória, não é um deslocamento NO ESPAÇO. Mas claro que uma vez que você tenha caído nessa nossa frequência, você pode se deslocar no espaço, ou continuar se deslocando nas frequências acima ou abaixo para ver o que tem ali, só que isso exige mais domínio. 

Aqui tem um relato como exemplo desse tipo de confusão projetiva:

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16071-comprovação-da-projeção-astral/&do=findComment&comment=74048

Em 08/06/2020 at 20:23, vinibiavatti disse:

e quando acordam dizem ter visto seu proprio corpo na cama. Será que é real? Nao seria um corpo plasmado? 

A ÚNICA forma de saber o que e rela PARA NOSSA MENTALIDADE TRIDIMENSIONAL, é  obter alguma comprovação relacionada ao físico. Sem isso sempre será apenas crença.

A primeira vez que vi meu corpo, ele estava de olhos abertos. Achei aquilo bem estranho. Cheguei perto, dei uns tapas leves na cara dele, e nada, continuou ali de olhos estalados. Então resolvi sair de casa e aproveitar a projeção. Ao voltar concluí que foi plasmagem, porque afinal de contas nunca dormi de olhos abertos.

Só que alguns meses depois me aconteceu de perder duas projeções sucessivas, e quase perder a terceira, exatamente pro abrir os olhos. Narrei isso aqui:

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17090-enxergar-com-apenas-um-olho-autor-rodrigoyeowtch/&do=findComment&comment=74363

Só então passei a considerar que aquela vez que vi meu corpo de olhos abertos podai sim ser o corpo real. 

Da outra vez, vi só as cobertas na cama, e como já estava de saco cheio disso, comecei a bater com o braço na cama, dizendo eu sei que voce está aqui, em algum lugar, tem que estar aqui!  (porque naquela dia, estavam as cobertas ali, o travesseiro, tudo certo, só faltava o corpo, ehehe) 

E então a cobertas começaram a adquirir uma forma por baixo, como se um corpo tivesse SUBIDO brotando do colchão marcando a cobertas. E eu o chamei duas tres vezes, para fazê-lo acordar (porque não deveria né? se fosse o corpo real).  Então ele se destapou e levantou da cama, falando algo meio mal pronunciado e me pegou do braço, e foi quando acordei, ainda deitado na cama, o que mostra que o corpo que se levantou não era meu corpo físico.

Então supus que nesse caso foi plasmagem, ou então o corpo de real time, que como você deve ter lido lá no tópico com textos do bruce, que traduzi, ele volta e se deita na cama junto com o corpo físico, após a cópia astral ter sido gerada.Talvez por isso o vi subindo do colhão, ou seja, ele talvez tenha subido de frequencia ate passar a existir na dimensão que eu estava.

Já num caso concreto de atividade do copo físico enquanto projetado, eu me vi de volta ao corpo na posição que ele de fato estava após ter obedecido meu comando astral, então essa eu sei que era o corpo físico MESMO: http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17061-energia-e-suas-repercussões-autor-kátia/&do=findComment&comment=74252

Em 08/06/2020 at 20:23, vinibiavatti disse:

Você tem alguns recursos para me recomendar estudar? Apostilas, cursos, livros.

Cara, esse conhecimento vem de várias fontes, é algo que precisa ser montado/colado, amaprado pela prática pessoal, ou tudo vai parece tão estranho que a gente não entende. Eu já tinha lido tudo que recomendo abaixo, mas ter lido isso antes de me projetar não me ajudou em nada. Ter relido depois de ter umas dezenas de experiencias, me ajudou a enxergar muitas outras coisas nesses relatos.

No tópico POR ONDE COMEÇAR meu foco foi no COMO SAIR. Mas ali tem o link para o pdf do Raduga, e ele fala um pouco sobre as várias possibilidade disso. Só que como ele acha que é sonho lúcido, coisa só da mente, ele não FORNECE uma "Teoria dimensional", que é o que permite entender as diversas coisas que você vai experienciar, então a compreensão dele não ajuda muito, mas ao ler os relatos que ele coloca, tendo em mente a explicaçao dimnesional, você entende que todos os  relatos mostram indícios disso, só que se a pessoa acha que é só sonho lúcido ou onirismo ela  não via enxergar esses indícios. O mesmo em relação à teoria das cópias, do tópico DO BRUCE

A experiência projetiva  mostra que ela é uma teoria mais adequada para explicar o que experienciamo do que a teoria da consciência indivisível, que vai descartar tudo que não se encaixar nela como se fosse ilusão da dupla consciencia. 

O que eu recomendo como livros são os do:

-Waldo, Projecoes da Consciencia - Waldo Vieira.pdf pelos relatos.

- do Bruce, Astral Dynamics.pdf pela explicação sobre dimensões (mas acho que ja traduzi para nosso fórum quase tudo de útil que tinha nesse livro sobre esse assunto)

-do Raduga, Escola_de_Viagens_Fora_do_Corpo.pdf pelos relatos  e explicaçoes sobre a manutenção da fase 

- o do Leadbeater O Plano Astral - C.W. Leadbeater.pdf pela explicaçao sobre as várias faixas do astral

- do Monroe Viagens Fora do Corpo (Robert A. Monroe).pdf pelos relatos

 

 

  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.