• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
mvnobrega

Como agir em situações perigosas

Recommended Posts

Nunca fui assaltado nem passei por alguma situação de risco, mas andei pensando em qual seria a melhor maneira de se comportar em tais situações.

Na TV a recomendação é sempre a mesma: não devemos reagir. Tudo bem que a maioria das pessoas que reagem acabam se dando mal, mas também há casos que pessoas se dão mal justamente por não reagir. Isso acaba nos deixando condicionado a ficar em estado passivo mesmo quando existe uma REAL oportunidade de fazer algo para escapar de uma furada. Além disso, imagino que esses bandidos tem a vampirada tudo na cola, né ?

Por exemplo, um assaltante entra na sua casa, faz ameaças, começa roubar tudo e, de repente, você percebe uma REAL distração do bandido (sei lá, deixa a arma ao seu alcance e fica distraido). Daí vem a tona o que aprendemos e outros pensamentos:  "Não vou reagir que vai da m*******; melhor não; deixa ele levar tudo; se bem que da pra pegar a arma e atirar nele..."

Essa indecisão e medo em reagir ou não, não poderia fazer os obsessores do assaltante ficarem irritadinhos, e dai o cara acabar te matando sem que ele tivesse esse propósito? 

Os vídeos que vejo na TV ou no youtube sobre isso e com fins trágicos, é sempre meio esquisito, se analisar parece que houve influência de espíritos. Dai fico pensando que talvez um pensamento errado da vítima poderia desencadear um final trágico. Ou foi simplesmente Carma ?

Daí tava aqui pensando em maneiras de evitar finais trágicos caso eu fosse alvo de algum bandido:

  • Pedir ao nosso pai interno ajuda ?
  • Direcionar esse pedido de ajuda ao pai interno do bandido?
  • Ter pensamentos de compaixão e amor pelo assaltante?
  • Criar um escudo de energia e se manter indiferente sobre o bandido ?
  • Repreender em pensamento a ação do bandido ?
  • Ou simplesmente baixar a cabeça, nao encarar, nao pensar em nada e torcer pra não ser um carma sendo cobrado ? rs

Exceto a última opção, todo o resto eu penso que poderia desencadear uma birra dos obsessores do bandido e isso acabar dando m*******.

Mas e ai ? Existe uma melhor maneira de evitar uma morte NÃO CÁRMICA por puro vacilo ?

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha, não é a midia que diz para não reagir, é a policia.

Faz muita diferença você perceber isso porque a midia quase sempre trabalha apenas com crenças, mas a polícia trabalha com fatos e estatísticas. A mídia só repete o que eles dizem.

Mas se você perceber errado isso e achar  que é "papo da midia", vai achar que é apenas opinião deles e não algo baseado em números. E se a policia sabe, pelos registros das ocorrências,  que você tende a ter maior chance de desfecho tragico se reagir do que se nao reagir, estará brincando de roleta russa ao tentar " julgar por si mesmo" o que " a midia falou".

Isso acontece em relacao a estupros, por exemplo, em que se sabe que o prazer  do estuprador não vem do sexo, mas da violencia. Entao se a vítima nao reage, eles terao menos interesse em continuar do que se ela reage, porque ai eles ficam mais excitados, podem se tornar mais violentos, e algo que poderia terminar "só" em humilhação pode terminar em tortura seguida de assassinato. 

A mesma coisa sobre reagir a assaltos na rua: a policia ja sabe que raramente um assaltante esta sozinho. Sempre ha mais um ou dois na retaguarda, que só participarão da ação se a vitima reagir. Você vê isso as vezes nas filmagens de cenas de  rua. a vitima as vezes esta armada, reage ao assalto, se da bem num momento inicial, mas aparece um outro sujeito passanso correndo oubde moto, vindo de tras da vitima, e atira nela.  E a vitima, devido ao proprio instinto, esta com a atencao focada no agressor, nao percebe a aproximacao dos outros que estão disfarcados entre os transeuntes dando protecao ao agressor. Então é uma situação que tem poucas chances da vitima se sair bem porque os ladrões tem a vantagem da supresa e do planejamento estratégico de  antemão.

Da mesma forma a policia sabe que para que  os marginais tenham menos acesso à armas, a populacao tem que estar desarmada, porque a principal fonte fornecedora de armas sempre foi justamente a populacao. Os marginais invadiam a  casa principalmente para roubar  a arma que a pessoa tivesse ali ( uma arma custa mais que uma TV  grande e é mais facil de carregar, revender e ainda é " equipamento de trabalho" para o criminoso né? Ate soldados são vitimas de assalto quando estão de plantão , à noite , mos seus postos, porque os assaltantes adoram um fuzil.

Dai você vê como o lobby que tenta botar na cabeça do cidadão que ele deve possuir uma arma para se proteger é algo que só favorece o crime organizado, e que portanto só representa os interesse das empresas que vendem armas, porque, se invadem sua casa e roubam sua arma, voce vai comprar outra.A empresa que fabrica armas ganha sempre.  Então é um "negócio da china" para eles convencerem as pessoas dessa ilusão, de que  só porque elas tem  uma arma elas agora podem se defender. Isso só facilita para os criminosos, como coletividade.

Mas claro que quando voce pensa na situacao individual há muitas variaveis nisso. Por exemplo voce pode concluir que em certos cenários, como uma casa bem protegida, com alarmes, etc, mesmo que algum assaltante entrasse, ele perderia um tempo ate chegar em voce, e você TALVEZ tivesse o elemento surpresa a seu favor, o que inverte o jogo. Mas são sotuacoes que exigem muitos " se"...

A questão é: como regra geral procure entender o fenomeno populacional, como as coisas acontecem de fato, segundo as autoridades e especialiatas em segurança pública. Considere suas alternativas individuais como mera POSSIBILIDADE, não como a regra. A turma do Lobby das armas que vender  a possibilidade e casos isolados de sucesso como se fossem regra geral, e quando voce analisa do ponto de vista individual pode até parecer que eles tem razao, mas não é a realidade que a policia detecta no mundo real:

20200924_214925.png

ssp_manual-seguranca.pdf

 

Agora, quanto ao que fazer dentro do contexto espiritual:

É importante não mistificar. Se você precisa de uma cadeira, nao perca tempo mentalizando uma cadeira, compre uma, ou faça uma. Assuntos materais exigem solucoes materiais. Você decide se vai ou não reagir em função do conhecimento e  circunstancias materiais que tem na sua frente no momento.

Exemplo: uma vez perguntaram ao Rabolu o que fazer nesse tipo de situacao? Se deviam orar ao pai interno , aos mestres , usar o Belilim, um mantram....

E ele respondeu: "se eu estiver na minha casa e entrar um criminoso querendo atacar minha esposa ou filhas,  eu pego o primeiro pedaço de pau que conseguir e bato na cabeça dele. Terei o carma do assassinato, mas o carma de deixar aqueles que estao sob minha protecao morrerem so porque eu quis bancar o santarrão seria muito pior."

Mas note: essa resposta dele supõe a existência de uma oportunidade de reação. E o que falei antes, a partir do que a policia fala, é que em geral essa oportunidade costuma ser mal avaliada.

Então essa resposta do Rabolu só serve para a questao " enfrentar o problema fisicamente ou espiritualmente?". Resposta: enfrentar fisicamente, porque se trata de um problema do plano fisico.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.