• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Solaris

Erê Flechinha e planta diferente no astral

Recommended Posts

Sou umbandista e antes de dormir fiz uma oração pra que eu pudesse estar com o Flechinha (erê que trabalha comigo) naquela noite.

Acordei com o meu corpo vibrando, comecei a intensificar essa vibração fazendo OLVE deitado e depois pulsando o cérebro.

Saí do corpo e fui pra sala e comecei a esfregar as mãos e fazer o "aprofundamento" tocando nas paredes e estantes e fiquei muito lúcido.

Aqui na sala de casa tem uma muda de Jurema que está ainda bem fina e com poucos galhos no plano físico. Quando cheguei na sala, no astral, tinha uma outra planta no local aonde a Jurema fica. Era do mesmo tamanho, estava na mesma posição mas estava cheia de galhos e cheia de folhas e bem bonita. As folhas também não eram as folhas da Jurema, pareciam folhas de Pitanga. Isso é normal? P.S.: Essa árvore está aqui em casa há, aproximadamente 1 ano e essa foi a primeira vez que a vi fora do corpo.

Na Umbanda os pontos cantados são como preces então comecei a cantar um ponto de cabolclo Mirim "Caboclinho da mata é caçador, caboclinho da mata é caçador, Mora na beira da mata..." e comecei a chamar o Flechinha.

Do corredor veio em minha direção, andando desengonçado, o meu filho. Eu sabia que não era o meu filho mas eu o via assim. Eu fiquei muito feliz por ele ter vindo e disse empolgado: - Flechinha, Flechinha, você veio? Como você está? Que bom que você veio!

Em seguida, eu disse: - Flechinha, eu to vendo o meu filho, você pode me mostrar a sua forma verdadeira?

Ele disse: - Tio, só na frente do espelho. (Alguém sabe o pq disso? Nunca vi nada parecido)

Daí apareceu na mão dele um espelho e ele me mostrou no reflexo do espelho um pedaço do maxilar e a parte de trás da nuca. Consegui ver o cabelo de "cuia" preto liso e parte de baixo do maxilar inferior era pintada de vermelho. A imagem abaixo eu fiz só pra ilustrar como era a pintura do maxilar.


tribos-xingu-costumes-colonizacao-e-desrespeito-ao-rio-sagrado-3.jpg.4a94908b6230f85e357418dc07c0dea2.jpg

Após ele se mostrar eu disse pra gente fazer o bem, ajudar alguém. Não lembro exatamente o que eu disse mas foi algo parecido com isso.

Daí a gente pulou aqui de cima do prédio (13o andar). Só que assim que a gente pulou já não estávamos mais no 13o andar. Já não era mais o meu prédio. Parecia uma sacada de algum outro lugar. Comecei a perder um pouco da lucidez.

Assim que pulamos encontramos mais alguém e esse seriria levar a gente a algum lugar (Lucidez beirando aos 20% aqui). Aí já não era mais aqui no bairro. Era outro lugar. O ser adulto que nos guiava (que eu não lembro quem ou como era) pegou uma bicicleta (lucidez diminuindo pra 8%) e disse que a Dona "não lembro o nome" ainda mora por aqui. A recordação desse guia que eu tenho lá no fundo era de alguém que lembrava o Chico Xavier(Lucidez a 5%). Aí já não lembro de mais nada.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Solaris disse:

As folhas também não eram as folhas da Jurema, pareciam folhas de Pitanga. Isso é normal?

É normal. Ja levantei do corpo, fu para a sala e havia um monte de cavaletes no meio da sala, vá saber como aquilo foi parar lá... Noutro dia os halteres que ficam na sala de musculaçao estavam no meio da sala (em astral apenas). As vezes tem um quadro na parede que voce não tem no físico, ou um relógio de parede... uma mesinha de centro ou abajur que nao existe ali no físico. Mas na próxima saída, mesmo que seja na mesma noite, aquilo não estará mais ali.

Agora, Solaris disse:

Ele disse: - Tio, só na frente do espelho. (Alguém sabe o pq disso? Nunca vi nada parecido)

Saber eu não sei... mas se você se olhar no espelho em astral, raramente verá seu rosto atual. Pode ter algum mecanismo envolvido nisso, para ludibriar a mente, porque quando você olha num espelho em astral você não está obviamente olhando um espelho né? Não tem uma luz refletindo numa superfície metalizada e mostrando sue reflexo. Então o que você verá num espelho em astral não tem com ser o seu reflexo... mas o que é? Eu não sei. As vezes você vê um reflexo todo embaçado, mas que te permite perceber que aquela imagem não é a sua imagem física. Outras vezes a imagem é nítida, mas totalmente diferente do que você é aqui. Esse ser que você chamou pode ter se utilizado desse recurso para contornar sua percepção de vê-lo como seu filho. Porque as vezes é a entidade que quer nos enganar, mas as vezes é nossa mente que enxerga o outro de um jeito que só existe na nossa cabeça, não é culpa dele.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.