Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Um alerta premonitorio de um ser mítico medonho.


Mr. Green
 Share

Recommended Posts

Saudações. Tive uma experiencia assustadora num sonho semi consciente. Digo isso pois sempre acordo quando sinto medo ou emoções fortes em algum sonho, mas nesse caso não consegui acordar antes que terminasse. Foi assim, num tipo de sonho, eu estava andando por um ambiente bem pesado e bem escuro em direção a uma fogueira com mais ou menos umas 10 pessoas agitadas em volta, e segui até perto de lá. Ao chegar, não me notaram. Eu estava logo ao lado da roda de pessoas com roupas tribais, estavam muito ocupados dançando um som de batuque e circulando ao redor da foqueira, voltados para o centro dela. Não se divertiam, pareciam estar num tipo de dança ritualistica. Comecei a sentir cada vez mas medo e frio, algo ia acontecer,  então me encolhi sentado no chão, em posição fetal, ao lado de um palanque de madeira velha fincado no chão. Tentei fugir, mas perebi que estava congelado de medo, tipo grudado no chão. Então fiquei ali, meio de lado via aquela dança cada vez mais frenetica em volta daquela foqueira ao som do batuque tribal ritualístico que acelerava seu ritmo, alguns gritos, na noite escura como o breu em volta, só se via alguma coisa perto do fogo. De repente, num instante a dança e o batuque cessaram, as pessoas pararam a dança, firam em pé em silêncio. A temperatura esfriou mais, saia vapor ao respirar. O Silêncio foi quebrado por pesados passos de casco bipede que vinham devagar por trás de mim. Não sou de me assustar fácil, porém não tive coragem de olhar, sentia arrepios e vertigens de medo como nunca havia tido antes, nem sei porque, mas era um medo tão intenso que acho que não sobreviveria se fosse tipo agora. Me encolhi abraçando os joelhos pensando que a coisa pudesse me ignorar, mas os dois cascos pesados se aproximaram de mim pelas costas, sentia o impacto no chão a cada pisada dura. O ser se abaixou bem perto de meu rosto e orelha com o focinho escuro meio grande, que lembrava o de touro, mas sem argola, e curto, não vi os olhos, mas de algum modo percebi que tinha chifre. Um terror reverberava em meu corpo como ondas de choque... aff! Então a criatura deu uma fungada como um touro tenso, e me disse marcadamente, numa voz gutural profunda: "...NÃO FIQUE SOB OS OLHOS DO MAL". E foi isso, não me tocou nem agrediu, e saiu e sumiu logo em seguida. Só então consegui cordar logo após a mensagem. Tava, suado, totalmente arrepiado e ainda sentindo calafrios de medo em algumas ondas que subiam e desciam rapido. Levei um tempo pra me acalmar, demorei bastante pra dormir. Essa foi a unica vez. Poucos anos ou meses mais tarde entendi que o aviso foi por bem, por incrivel que pareça, mas eu não soube aproveitar como deveria. Se eu tivesse ficado devidamente atento, provavelmente conseguiria ter evitado um problemaço que aconteceu e prejudicou muito algumas pessoas proximas. Tenho rezado muito a Deus desde então para trazer proteção contra essas coisas ruins que podem acontecer.
Enfim, é bom poder desabafar aqui, é meio difícil mas procurei descrever o melhor possível esse ocorrido.
Agradeço quaisquer opiniões, comentarios, ajudas etc.

Link to comment
Share on other sites

Se tivesse terminado com o ser te agarrando e voce acordando, daria para explicar quase tudo, a partir do momento que comecou a sentir frio,  como sendo criacoes da mente para justificar a percepcao dos sinais energeticos de retorno ao corpo fisico. 

Leia este post no link, é sobre paralisia do sono, que não é o seu caso,   mas na segunda parte so post, onde diz  "a paralisia como percebida pelo duplo projetado" tem uma descricao das criações que a mente produz para explicar o que sente nesses casos:

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17032-textos-do-robert-bruce/&do=findComment&comment=74024

 

Mas como o ser chegou, deu o recado, e foi embora, e voce só acordou depois, o mais provável é que fosse um aviso mesmo, porque quando querem te mostrar algo fazem assim mesmo: te mostram uma cena, voce observa, reflete, e eles só complementam com uma frase curta, tipo a  " moral da historia" daquelas fábulas infantis. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...