Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Sobrevivencialismo, armas e defesa pessoal prejudicam a espiritualidade?


Recommended Posts

   Olá pessoal. Tenho muitas dúvidas em relação ao tanto que a prática do sobrevivencialismo, da defesa pessoal e o uso de armas para se defender podem prejudicar a vivência da espiritualidade e a manutenção das energias elevadas. Acho que no ambiente imprevisível e cada vez mais violento que vivemos, essas práticas são importantes e a há uma probabilidade significativa delas serem necessárias. Ainda não as pratico e as conheço pouco. Sobrevivencialismo e armas, só conheço pelo YouTube e estou pensando em fazer alguma luta para defesa pessoal, como o krav magá. Mas gostaria de ajuda para compreender melhor quais seriam os limites para que elas não prejudiquem a espiritualidade. 

Link to comment
Share on other sites

Bom, eu não tenho CONHECIMENTO sobre essa questão, tenho apenas OPINIÃO. E minha opinião sobre isso é que embora seja fácil de encontrar justificativas racionais para qualquer "medida preventiva" que uma pessoa decida adotar em relação aos " perigos da vida moderna", caberia se perguntar se quem se prepara mais para esses perigos não são exatamente as pessoas que serão atingidas por eles, ainda que, no fim das contas  e saiam bem porque se prepararam para a situação.

Ou seja, ao dedicar uma parte da sua atenção a isso você tende a atrair situações em que usará as habilidades adquiridas. E de onde eu tirei isso? Da observação dos outros. Não conheço pessoas que passaram por situações de conflito armado que não fossem elas próprias possuidoras de armas. Nem conheço pessoas não praticantes de lutas  que precisaram  resolver no braço situações da vida. (Mas claro que se você vê o noticiário  policial encontra de tudo) 

Eu DESCONFIO seriamente que aquele ditado " Deus dá o frio conforme o cobertor" é uma via de mão dupla: se você não vive se preparando para o frio, o frio não vem. Se estiver muito bem preparado para ele, ele te acha.

Mas como eu disse, é só uma opinião, fruto do que tenho observado com as pessoas que conheço.

Deduzo disso que o risco do ponto de vista da espiritualidade é justamente cultivar  um estado mental ( preparar-se para a violência é treinar atitude mental pré-violenta)  que pode sintonizar com influências perniciosas, e terminar por,  telepaticamemte, ou por imantação direta ( quando você emite uma determinada frequencia chave que atrai semelhamtes) atrair provocadores das situações que você pretendeira evitar.  Isso é da natureza do universo, pensar em algo com alguma emoção, desejando, odiando ou temendo, tende a atrair esse algo para você. 

 

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

   Oi Sandro, obrigado por me responder.

   Você acha que seria possível alguém que não seja intermissivista (acredito que não sou), conseguiria neutralizar essas energias? Conseguiria não pensar nessas situações ou não as temer? Notícias sobre elas em relação a pessoas próximas (vizinhos, conhecidos, etc.) e situações próximas que representam ameaças são consideráveis. Tenho medo. 
   Já pensei em tentar não pensar nessas questões para não as atrair, mas essas situações próximas me dão a impressão que não é algo tão distante, apesar de nunca ter acontecido nada comigo. Também não gosto de nada disso, tanto que nunca pratiquei, mas ultimamente tenho visto como uma necessidade, mesmo não estando completamente convencido disso.

   Vi o Saulo falando das movimentações energéticas das artes marciais, que seriam benéficas e o Laercio Fonseca falando que é faixa preta de kung fu e que apesar de nunca ter precisado usar, estaria preparado para se defender caso precisasse (pelo menos foi o que entendi). A Meire falou indiretamente do sobrevivencialismo, falando de uma mensagem que ela recebeu, de um futuro próximo difícil em que seria bom estocar alimentos e evitar sair de casa... e vi o Eduardo Sabbag falando sobre armas, que em algumas situações seria algo válido... mas tudo que vi, foi dessa forma, sem entrarem realmente no assunto, apenas citando algum ponto rapidamente.

   Desculpa o tamanho do texto, o queria era uma direção, sobre se seria possível conciliar essas práticas, com energias elevadas e sem atrair essas situações... ou quais seriam as formas de conseguir me proteger melhorando as energias ao ponto de impedir que essas coisas ocorram...

Link to comment
Share on other sites

Mas o Laércio você vê pelo jeitão que vive noutra vibe, eheehe. Acho que ninguém tem como determinar o GRAU com que você ficaria imantado nisso. Acho que é muito pessoal. Creio que seria bem diferente você aprender essas coisas numa atitude desencanada, ou aprendê-las como expressão do medo.

Mudando de área:

-Uma coisa é você se tornar médico porque quer ajudar as pessoas, AINDA QUE ganhe bem por isso

 -Ou se tornar médico APENAS PELOS GANHOS.

 

Olhando de fora o trabalho é o mesmo, a diferença é interior apenas. O Royce Gracie conta que nunca brigou na vida:

https://youtu.be/GAoKdQMf2VA

Já o Rickson estava sempre nos rolos:

https://youtu.be/5uREqLZwgEM

Mesma família, mesmas atividades, mas aparentemente psiques diferentes, atraindo situações diferentes.

Então a questão toda, me parece,  é a atitude interior com que você aborda qualquer atividade, não a atividade em si.

Nos EUA,  um país em que o povo parece muito manipulado por todo tipo de paranóias e teorias conspiratórias ( porque semear medo vende produtos né?) logo que surgiu o assunto da pandemia os malucos que estão sempre se preparando para uma hecatombe nuclear estavam comprando estoques de galões de água, eheh. Pense quantas pessoas já morreram de velhice passando a vida toda se preparando para um medo imaginário desses? Isso vem desde a guerra fria! Quem tinha 25 anos em 1960 seria um velhinho de 77 anos agora, morando num bunker cheio de galoes de agua e enlatados, eheheh. Sem falar que essa deve ser a mesma mentalidade dos cristãos que estão esperando o apocalipse desde o século I da era cristã.

O medo é da insegurança futura é uma constante nos seres vivos, pela necessidade insrtintiva de preservar nosso veículo de carne. O cachorro  de rua que encontra mais comida do que consegue comer enterra as sobras "porque não se sabe o dia de amanhã". O pessoal que se projeta está sempre vendo tsunamis, furacões, vulcões em erupção... e se tem uma psique impressionável pelo medo vai ficar dando alertas no youtube a cada vez que ver isso, sem perceber que nunca aconteceu nada no fisico que se relacionasse com seus alertas. Mas quem liga? Dá views né?

Sempre vai parecer uma preocupação razoável, afinal quem está vivo sabe que não precisa muito para desencarnae, então todos temos esse instinto de preservação facilmente provocado por quem vive com medo e quer companhia.

O Brasil tem sido invadido culturalmente por todo tipo de influência negativa americana: disseminação do pentecostalismo desde os anos 2000, importação de teorias conspiratorias new age, anti vacinas, anticomunismo, campanhas pro-armamentistas,  uso politico do discurso contra a  pedofilia, e até uso prático na Lava Jato da figura juridica inexistente do "Juiz de instrução" que existe nos EUA mas aqui não, e por isso as relações de colaboração entre Moro e Dallagnol eram ilegais.

Aparentemente estamos sendo submetidos a uma estratégia de  exposição a estímulos  que são característicos da mentalidade de outro povo. O sobrevivencialismo parece só mais um elemento do "combo-usado-para-enlouquecer-americanos"  que estão trazendo para cá e que é tão alheio à nossa mentalidade nacional.

Creio que se você conseguir enxergar esse processo acontecendo pode talvez ver a questão de outra forma, e mesmo que adote alguma prática dessas, por reconhecer nelas algum valor aproveitável, já não seria o mesmo que entrar nessa como vítima desse marketing psicológico. 

Quanto à artes marciais, creio que se você alterar o foco, procurando nelas a parte da manutencao da saude e funcionalidade eficiente  do corpo até a velhice, ao invés de focar em estar sempre paranóico se preparando para possíveis perigos imaginários, pode conseguir muito mais beneficio geral para sua vida, e DE BÔNUS,  capacidade de se defender se um dia, por muito azar, algum problema desses cruzar seu caminho.
 


Recentemente vimos o caso do instrutor de kung fu perder a vida porque o outro cara sacou a arma da cintura após ter QUASE tomado um soco. 

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=5651707438178798&id=292563717426557

Eu ja testemunhei pessoalmente uma situação em que um policial militar foi espancado por um um homem com um pedaço de pau. Só depois que o PM conseguiu se afastar com calma da situação é que ele levou a mao ao coldre , sacou a  arma e atirou na perna do sujeito, para então algemá-lo e chamar a viatura. 


Nesses dois comportamentos  você nota a diferença  entre alguém usar uma arma para extravasar sua violência ou usar a arma como ferramenta útil para resolver uma situação. 

 

Para modificar uma atitude interior a pessoa precisaria primeiro estar consciente de que ela não faz sentido, o que  pode não ser muito fácil. Tem que tentar aprender  olhar a vida de outros ângulos. Por exemplo,quem passa a vida toda acumulando dinheiro para um imprevisto no futuro pode não lembrar que muitos morrem antes que aconteça um imprevisto como esses que ele teme. Quem acha que arma é necessário e fica vendo video que mostram como alguém escapou de ser assaltado exatamente porque estava armado parece desconhecer que MUITA GENTE passa pela vida toda sem jamais ter sido assaltado. Numa cidade como São Paulo metade da população já passou por isso, mas esse é mais um caso de importar problemas de uma região especifica e enxergá-los como um problema universal. Ainda assim, quando se olha as estatisticas, ter uma arma só aumenta as chances de ter problemas: 
https://www.bbc.com/portuguese/brasil-46191879

Então o primeiro passo é compreender o quanto um determinado temor tem base na realidade  ou é marketing ou maquinação mental do nosso ego, porque assim como tem gente viciada em prazeres tem gente viciada em sofrimentos, que passam dias  ruminando seus pensamentos depressivos, suas ansiedades, suas fantasias mentais em que  visualisa alguém que lhe faz algo e ele imagina o que faria para dar o troco.

Se a pessoa ja chegou no estágio de compreender que  é a sua atitude que é errada e não um problema real que necessita planejamento estratégico concreto para ser prevenido ou solucionado, então sim  caberia tentar corrigir essa atitude.

Fala-se muito  de reforma íntima e tal, mas como exatamente fazer isso? 


Eu ate hoje so conheci um MÉTODO que pode ser praticado e que vai gerando resultados, mas creio que se a pessoa souber  de outros MÉTODOS, devem funcionar em algum grau. Falo dele AQUI

 

O que não funciona é alguém te dizer que  você TEM QUE mudar mas não te ensinar MÉTODO. Sem método uma pessoa não tem como praticar a mudança e vai apenas desenvolver sentimento de culpa por não conseguir ser diferente do que é.

Como se bastasse querer...

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

   Pelo que entendi, não faria tanta diferença o que se faz ou não, mas o que se vivencia internamente. O exemplo do Royce foi interessante, porque é um profissional, com um tempo e um grau de dedicação impensáveis para mim, um foco enorme nas lutas e mesmo assim conseguindo não ser dominado por uma energia violenta. Conseguindo manter as energias elevadas e não ficando paranoico, conseguiria fazer as preparações sobrevivencialistas, aprender defesa pessoal e o uso de armas, sem um comprometimento significativo da espiritualidade. Seria isso mesmo?

   Se eu me dedicar à espiritualidade como uma base para a vida e apenas aprender a lidar com essas questões de forma prática e objetiva, sem colocar nelas o peso de eliminar os meus medos, elas não seriam um problema. E isso é o oposto de muitos conteúdos sobre o assunto, mas não sei de nenhum deles que seja espiritualista e vários têm todas essas influências que você falou. Se conseguir ver o sobrevivencialismo apenas como uma sistematização da prevenção e não como uma ideologia que espera por catástrofes, ele se torne inofensivo.

   Muito interessante esse método, apesar de parecer difícil, pelo menos parece ser possível e é muito necessário pra mim. Ele tem alguma relação com a PNL ou com a TCC?

Link to comment
Share on other sites

21 minutos atrás, Humberto disse:

Conseguindo manter as energias elevadas e não ficando paranoico, conseguiria fazer as preparações sobrevivencialistas, aprender defesa pessoal e o uso de armas, sem um comprometimento significativo da espiritualidade. Seria isso mesmo?

É o que eu penso. Mas só você saberá com qual mentalidade estará praticando algo. 

 

Alguém que pratica tiro esportivo para competir nas olimpiadas não tem a mesma mentalidade de alguém que pratica tiro para andar por aí com uma arma na cintura procurando  oportunidade de usá-la. Da forma como eu entendo essas questões  atribuir a objetos ou atitudes externas valores internos é apenas um tipo "idolatria", o que faz com que as pessoas na area fiquem se preocupando porque tem livros antigos em casa,   roupas, estátuas, que vão chamar de bagulhos energéticos   e atribuir a esses objetos propriedades que ele não possuem, dizendo que " sentem as energias deles" . É sua mente que ao se conectar a determinados objetos ou atividades vai vibrar OU NÃO numa dada frequencia. E é apenas sua mente que atrairá OU NÃO situações ou influências  espirituais por causa disso. 

44 minutos atrás, Humberto disse:

E isso é o oposto de muitos conteúdos sobre o assunto, mas não sei de nenhum deles que seja espiritualista e vários têm todas essas influências que você falou

Exato, porque em geral esse pessoal cria uma comunidade de cultivadores de medos, e a atitude espiritualista costuma ser oposta, a de confiar mais na vida, confiar que aquilo que te acontece em geral está determinado pelo seu carma, e nenhuma preparação te permitirá preventiva te permite fugir do seu carma. Daí porque quem vive nessa bolha de muita precaução com assuntos do fisico não deve ter uma visão espirotualista da vida, deve acreditar que está no controle do seu destino  e que se puder se preparar bem, evitará muitos infortúnios, o que é uma ilusão em relação ao nosso poder sobre as circunstâncias. Nosso único poder reside em como reagimos diante das circusntâncias. Há uma margem de preparação para imprevistos claro, mas transformar a prevenção um modo de vida já é inverter a ordem da coisas.

53 minutos atrás, Humberto disse:

Muito interessante esse método, apesar de parecer difícil, pelo menos parece ser possível e é muito necessário pra mim. Ele tem alguma relação com a PNL ou com a TCC?

Eu creio que não. Nunca cruzei com nada similar. É o método que se usa na Gnose, uma escola esotérica, desde que foi fundada, em 1950. PNL e TCC são bem mais recente, mas nao duvidaria que a base disso tudo esteja ou em praticas budistas ou em misticismo cristão da idade média.

Como o fundador dela não era muito original, tendo montado o corpus de conhecimento a gnose  a partir do conhecimento de outras ordens esotéricas, selecionando o que era mais prátiico e eficaz, suponho que essa tecnica tenha vindo de algum lugar, mas não faço idéia de onde pode ter vindo. 

Link to comment
Share on other sites

   Obrigado, Sandro, ajudou bastante, curioso que alguns desses pontos eu penso, mas fico só na teoria, não trago pra prática, fica sendo só uma ideia, talvez esse seja o ponto principal que tenho que trabalhar, ser menos teórico e mais prático, imaginar menos possibilidades e teorias e fazer mais as coisas.

   Essa questão de buscar ter poder sobre os acontecimentos e estar preparado para as incertezas está presente também em alguns livros que ensinam enriquecer, empreender, etc e é um aspecto que tinha dificuldade também. 
   As teorias conspiratórias new age que você citou são essas que falam da nova ordem mundial, do grande reset, do qanon, etc?
   Não sei nada sobre gnose e pelo que você falou, parece ser interessante, tem algum material inicial que você recomenda?

Link to comment
Share on other sites

11 minutos atrás, Humberto disse:

Não sei nada sobre gnose e pelo que você falou, parece ser interessante, tem algum material inicial que você recomenda?

Ué ali quando eu cito o método...

7 horas atrás, sandrofabres disse:

Eu ate hoje so conheci um MÉTODO que pode ser praticado e que vai gerando resultados, mas creio que se a pessoa souber  de outros MÉTODOS, devem funcionar em algum grau. Falo dele AQUI

ao clicar na palavra " aqui"  você vai parar em outra postagem minha onde comento o assunto , tem a técnia de Morte do Ego linkada lá..  e depois comento outro temas que é bom compreender. 

São se sites da gnose, e com9 você  pode ver, são vários temas: 

20220403_172912.jpg

 

Eu não sei se esse site aind esta ativo  mas os textos estão lá e tem videos no youtube.

http://www.agsaw.com.br/cursosdegnosis.htm

E aqui no gva eu já comentiei sobre isso  e sobre outros materiais que convém a pessoa ler  porque me parecem melhores explicações dessa parte psicologica:

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/21369-morte-do-ego-gnose/

 

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/21160-como-eliminar-o-ego/

 

31 minutos atrás, Humberto disse:

As teorias conspiratórias new age que você citou são essas que falam da nova ordem mundial, do grande reset, do qanon, etc?

Sim, mas tanto faz o assunto. A questão é que todas essas são readaptações modernas do " medo do diabo", ou " medo das bruxas". É sempre a mesma idéia de que há um gupo secreto, poderoso, que se reúne escondido para tramar artimanhas contra os demais.

Então isso reaparece na historia como medo das bruxas, da maçonaria, dos judeus, nova ordem mundial, medo dos comunistas, das vacinas, etc. e na área new age são teorias sobre os Ets reptilianos, sobre Ashtar Sheeran, sobre  o Demiurgo, sobre o Adrenochrome, sobre  não entrar na luz apos desencarnar, sobre Mestres ascensos serem entidades enganadoras  etc.

A mente medrosa esta sempre fantasiando sobre a aparência do bicho papão atrás da porta  sem nunca ir até a porta e abri-la, para ver se de fato tem algo lá. E como mexer com o medo gera fortes reacoes emocionais, usa-se isso na politica  , ate de  forma repetitiva  ate mesmo aqui no Brasil .

Mas mesmo quando não há um óbvio interesse manipulador por trás há também o  simples motivo de que  um certo percentual da população  é viciado nessas emoções negativas criadas por essas fantasias, então dar a elas o que elas desejam escutar dá muitos views no youtube , e isso é uma forma APARENTEMENTE inofensiva de ganhar  dinheiro fácil: contar estorinhas assustadoras. 

Quem faz isso, caso faça " de boa fé", talvez não perceba que não está apenas contando mentiras interessantes mas está condicionando a mentalidade do seu público a cair em outras estorinhas menos inofensivas, porque basicamente quem a acredita numa, acredita em todas.  Então você  treina seu publico para acreditar numa grande conspiração de ETs reptilianos e esse mesmo público também acreditará nos túneis do Trump e na mamadeira-de-piroka aqui no Brasil ou na europa pode ativar um antisemitismo latente e terminar cometendo algum crime. É uma forma indireta de fabricar "gado" para  assuntos "mais relevantes" na sociedade,  como as disputas de poder mundano. E após o gado estar condicionado, basta ficar recozinhando as mesmas estórias para manter a base de apoio sempre constante. 

  • Haha 1
Link to comment
Share on other sites

4 horas atrás, sandrofabres disse:

Então isso reaparece na historia como medo [...] dos judeus, nova ordem mundial, medo dos comunistas, das vacinas,

O cara é de Esquerda(bolsominion entra no mesmo saco), doutrinado pela ideologia marxista da faculdade, tem um vasto conhecimento na teoria e prática espiritual que se dispõe a compatilhar aqui no forúm, além de ter uma maneira extremamente convicente de passar sua OPINIÃO/ACHISMO ao ponto de ser considerado a Verdade.

Só pela sua incessante maneira de 'defender' o que acha sobre isso quando tem oportunidade, provavelmente concorda com ações totalitárias como:

  • O congelamento de contas dos cidadões que apoiaram o comboio dos caminhoneiros ocorrida no Canadá, note que eles protestavam contra o passaporte sanitário/obrigação de vacinação e NÃO contra a vacina em si, já que haviam até mesmo vacinados entre eles.
  • Exigência de 'carteira' de vacinação de uma UNICA VACINA(?!) com infinitas 'doses' para entrar em estabelecimentos,
  • Escolas infantis levando crianças para a vacinação não-obrigatória sem o consentimento dos pais, nem mesmo aviso-prévio. (fonte? link não permitido :))
  • Etc..

E provavelmente fecha o olhos, como a maioria do seu posicionamento politico, para o aumento de casos de (máu subito, derrame cerebral, problemas cárdiacos, etc...) em jovens(16+) e pré-adolecentes(12+). Onde já se viu, pessoas no "auge" da plena saúde do corpo, sofrer um calamidade/morrer repetinamente por coisas que tem maior probabilidade de se manisfestar nos mais velhos? a resposta sempre será a mesma narrativa, onde até mesmo omitem que estas pessoas tomaram o liquido milagroso.

E mais, incontáveis 'efeitos adversos' são tidos como 'casos isolados' porque não aconteceu com alguém do seu convivio, caro leitor. 

Inclusive, este cara que preza tanto por métodos cientificos para validar as coisas, prefere fixar-se apenas em "pesquisas" que sustentem a sua narrativa vacinalover, na maior parte em site de noticias predominantemente de esquerda(novamente, bolsominions entra no mesmo saco)  , ao invés de ver o outro lado da moeda e tirar suas próprias conclusões.

Só falta dizer que é "pró-EU.A, ama o governo neo.na-/zista u.cra-/.niano, a Rú./ssia está errada mesmo tendo provas de que os labs de armas biológicas existiam na ucra" para completar o combo.

etc...

 

Bem, fica a questão, se o cara sabe do "peso" que é saber e se esforça tanto para não deixar esses assuntos proliferar aqui, com a narrativa que as pessoas podem entrar em sintonia de retadatários, já que são assuntos extremamente 'pesados' e nem todo mundo pode reagir de uma maneira saúdável a informação muitas vezes desconexas,

Ou é só um cara querendo compartilhar suas visões sobre determinados assuntos, 'elogiando' de maneira passiva-agressiva aqueles, que em suas palavras: gados, vão contra a sua Verdade. 

 

Agora, minha opinião pessoal: Quem, dentro de SI, interiormente falando, sente que deve tomar as nº doses da vacina, tome, faça a sua vontade, o mesmo digo para quem sente que não deve tomar. O importante é que não tenha um minimo de dúvida sequer em sua decisão.

 

Vamos ver se este post irá passar pelo adm, para eu ser refutado, ou será considerado "conteúdo ofensivo" pelo ditador.

Façam suas escolhas, paguem para ver como, nos próximos anos, qual dos lados morrerá primeiro .

Link to comment
Share on other sites

Citar

Vamos ver se este post irá passar pelo adm, para eu ser refutado, ou será considerado "conteúdo ofensivo" pelo ditador.

Hummmm... cheirinho de gente conhecida aqui no fórum, ehehehe

Citar

O cara é de Esquerda(bolsominion entra no mesmo saco), doutrinado pela ideologia marxista da faculdade, 

Bolsominion entra no mesmo saco é? Jura? E isto aqui entra onde? :

Citar

“Jamais aceitei o elitismo da direita, a desordem da esquerda, nem a falsa democracia” Enéas Carneiro.

Enéas é o ídolo do integralismo, nossa  extrema direita, nosso fascismo brasileiro que ja criavam confusão desde a época do Getúlio Vargas.

Logo, os seus colegas de crença são os bolsominions, embora claro que há uma gradação nisso, mas a matriz  intelectual do bolsonarismo é o integralismo. 

O Bolsonaro pode ser esquecido, mas outros desse ninho participam há décadas dos outros vários partidos de direita, são uma força trevosa sempre presente na sociedade, como todos os tipos de fascismo.

 

Bem, parece que você quis sair do tema e ME transformar no tema.  Sua postagem e para que eu? me torne o tópico? Suas dúvidas sou eu??

Pois bem...

Primeiro que não há como você estabelecer um eixo de comparação entre “de esquerda” e “bolsominion”, pelo simples fato que bolsominions são extrema-direita. Se eu fosse simpatizante do PCO talvez sua observação fosse pertinente, porque nesse caso você teria um eixo comparativo: extrema esquerda x extrema direita. E essa comparação teria base na realidade porque muitas posições do PCO são as mesmas do Bolsonaro. Então essa sua primeira entrada já começa mal, você não estabeleceu qual a base em que estaria enxergando alguma similaridade entre ser de esquerda e ser bolsominion.

Se a base for fanatismo, novamente, tem que comparar extremos com extremos.

Mas se a base for ideológica, isso faria concluir que você supõe que sua posição, que tenta se passar por “nem esquerda, nem bolsominion” não seria ideológica, e isso só revelaria que você não tem lucidez suficiente sobre a ideologia que governa suas próprias escolhas. Não é possível viver numa sociedade letrada sem viver de acordo com uma ideologia. Não existe posição livre de ideologias. Quando você defende liberdade individual isso é ideologia, quando defende o valor do trabalho, isso é ideologia, quando defende de ter filhos é "uma benção", isso é ideologia.  Tudo é.

Mas deixando para lá esses detalhes, sim, sou assumidamente de esquerda, já falei em outros tópicos aqui, quando o assunto surgiu, conectado ao tema do tópico. E nem poderia ser diferente. Espiritualista de direita está em processo de contradição interna e não percebe, é como os padres jesuítas que alega querer libertar o ser humano do pecado através do cristianismo mas ajudavam os espanhóis e portugueses a escravizar os índios tornando-os mansinhos pela doutrinação religiosa.  

Para quem não enxerga isso convém aprender um pouco sobre o que move as pessoas de direita e de esquerda. Já vai abrir no ponto e termina quando a entrevistadora faz outra pergunta
https://youtu.be/zpOki7j7aq4?t=821

 

Quanto à faculdade, só posso supor que você não cursou faculdade, porque nas que cursei, uma da área de exatas e uma da área de  linguagem, não encontrei essa doutrinação marxista que as pessoas sem curso superior alegam que existe. 

Bem que eu gostaria que existisse uma faculdade de Marxismo, que eu faria só por curiosidade, porque o tema é tão amplo e as variantes são tantas, a partir das teorias da “Escola de Frankfurt”  que por mais que eu tente ler sobre isso não consigo ter uma visão nem ao menos superficial que englobe todo o panorama intelectual produzido pelo pensamento de esquerda. Aliás, a vantagem de fazer uma faculdade ao invés de ficar andando em círculo no autodidatismo é que assim como eu posso tirar as dúvidas do pessoal aqui sobre projeção e alguns pontos do espiritualismo, indicando leituras e tal, numa faculdade você tem chance de ter um estudo organizado, gradativo, compreender o A antes do B, para não meter os pés pelas mãos como fazia o autodidata mais atrapalhado do Brasil, o guru da extrema direita que faleceu recentemente.

Mas não existe uma universidade marxista que eu saiba, o que deve ter no máximo é uma disciplina que entre outros filósofos, também trate de Marx. 

Sendo assim, é bom lembrar que uma universidade tem várias ÁREAS, e em cada área, diversos CURSOS:
https://www.napratica.org.br/conheca-areas-do-conhecimento/

 

Das 8 áreas citadas, se TODA a área 5 fosse dominada pelo pensamento de esquerda, isso seria 1/8 de tudo, ou seja, 12,5%, portanto, uma ínfima minoria. 

 

Mas a área 5  não é toda dominada pela esquerda, creio que apenas história e geografia sofrem mais essa influência e lá na área 7 talvez só serviço social. 

A área 8 é bem dividida, porque há um embate entre estética pura x função social da arte. Os defensores da arte puramente estética tem seus teóricos de direita, e os defensores da arte como instrumento de ação na sociedade tem seus teóricos de esquerda. Portanto, a dominação do pensamento de esquerda na faculdade não passa de “conto da carochinha” para enganar quem não entrou na universidade e para mantê-los fora, onde será mais fácil educá-los com vídeos deturpados do youtube.

 

Mas claro, se a pessoa escolher um dos cursos em que essa dominação é mais forte  caberia, já que entrou como aluno,  APRENDER, ao invés de chegar sem saber nada e achar que seus professores é que estão todos errados. Quem chega como aluno em qualquer curso não sabe de quase nada daqueles temas, pela idade em geral não tem capacidade intelectual desenvolvida ainda, ou se tem idade suficiente para possuir maturidade intelectual não tem a mente treinada para aquela área, e exatamente por isso está ali sentado como aluno, ouvindo e estudando, e não em pé, ensinando  como professor né? É importante ter essa noção sobre si mesmo antes de sair por aí falando mal do que ainda não tem capacidade para compreender por simples falta de anos de estudo daquela área.

 

Em uma das graduações que cursei, engenharia química, me espantei com o quanto os professores eram isolados da realidade do país, só se preocupando com física e cálculo. Quando percebi que o pessoal das exatas era todo assim, muito limitados como seres humanos, incapazes e sem interesse algum em entender o mundo, focados só na profissão, no ganho pessoal, comecei a me desinteressar em me formar naquela área, já que não queria me tornar uma pessoa assim, apenas uma máquina de ganhar dinheiro mas incapaz de pensar. Talvez eles até fossem melhores que isso, mas como nunca falavam sobre nada mais além do conteúdo das aulas, cálculo, física, química, não pareciam seres que olham para o mundo e refletem. Então mesmo que eles fossem melhores do que isso, o que acontece é que esse tipo de curso, como todo curso de área técnica, faz uma doutrinação ideológica silenciosa: silencia, ensina a não pensar, não questionar, apenas ganhar seu dinheiro sem atrapalhar quem te paga. É a atitude de “quem cala consente”, a atitude que  respalda o sistema e ensina a colaboração com ele pelo silêncio. E isso é profundamente ideológico, ainda que o pessoal de direita não perceba. Exatamente por isso o Temer, logo que assumiu, se paresosu e mfazer uma reforma do ensino médio, para devolver a educação dos jovens a um estado parecido com a educação que aqueles meus professores da engenharia tiveram quando jovens, e que formou gente técnica sem capacidade de questionamento.

Quem defende idéias bizarras como “escola sem partido” defende essa dominação ideológica silenciosa, porque é assim que os defensores do sistema agem, no silêncio e impondo silêncio. Para manter e reforçar um sistema, basta que cada um cuide da sua vida e ninguém se ocupe em analisar, criticar, apontar falhas, e passarão mil anos sem que nada mude. Quando você pensa criticamente e ensina os cidadãos a ver as falhas isso é visto como ideologia, mas acontece que ambas as posturas são ideologia, porque tudo em que se acredita numa sociedade, todos os nossos valores, conceitos,  o que achamos  justo e certo injusto e errado, é derivado de ideologias.  E já que é impossível livrar-se delas a forma mais saudável é anunciá-las abertamente, para que possam ser rebatidas, criticadas, aperfeiçoadas,  ao invés de deixá-las trabalhar em silêncio, como se os valores que regem as relações na sociedade fosse um tipo de “lei da natureza”, contra a qual não adianta se rebelar, e não mera criação das pessoas, criação que pode ser alterada se a maioria conseguir enxergar onde estão as falhas que prejudicam a maioria em benefício de uns poucos. 


Já na área de humanas as teorias dominantes no mundo todo costumam vir da esquerda mesmo, pelo simples fato que são as teorias mais aperfeiçoadas e mais recentes. Por "recentes" entenda-se dos anos 60 em diante né? E aqui cabe uma explicação para quem não entende a razão disso:

1-    o mundo  vive dentro do capitalismo desde.... 1600 digamos:
https://www.historiadomundo.com.br/idade-moderna/transicao-feudalismo-para-capitalismo.htm

2-    Portanto, o “sistema” dominante na sociedade, seus valores, ética, moral, normais do direito, instituições do Estado, toda a máquina que administra as relações na sociedade, é capitalista e trabalha para reforçar esse sistema

3-    A função de uma universidade é estimular o pensamento CRÍTICO. Logo, por definição, a função dos intelectuais das áreas que pensam o mundo, a área de humanas ( a turma das exatas, biológicas, sistemas de informação, etc enfim, as áreas técnicas não tem essa função nem capacidade, já que são apenas pessoas formadas para trabalhar e aumentar lucros, eficiência, reduzir custos, etc) é “procurar pelo em ovo”, que é o que faz o pensamento crítico. Portanto, necessariamente o produto do trabalho intelectual será uma crítica aos diversos elementos que compõem e alimentam o sistema, crítica às artes, aos costumes, aos padrões já consagrados, às religiões, às versões da história, às relações de poder, etc. A função dessa attiude crítica, como na ciência, é manter as contínuas revisões acontecendo, para permitir algum aperfeiçoamento no tempo. Como a esquerda é, por definição, crítica ao sistema dominante, é o pensamento de esquerda que melhor se afiniza com o próprio trabalho dos intelectuais e que produz teorias mais profundas, mais críticas mais complexas. A direita, como tem um caráter mais conservador, ainda que possa exercer pensamento crítico em algumas áreas, nunca irá muito fundo, porque ela quer sempre preservar a beleza da ordem aparente do sistema.  Portanto, numa área do conhecimento que depende do pensamento crítico a esquerda sempre produzirá as teorias mais ricas e importantes para entender as áreas da  sociedade sobre as quais se debruça.

Teoria que respalda sistema é como imprensa governista, não serve para quase nada.

Citar

 tem um vasto conhecimento na teoria e prática espiritual que se dispõe a compatilhar aqui no forúm, além de ter uma maneira extremamente convicente de passar sua OPINIÃO/ACHISMO ao ponto de ser considerado a Verdade.

Ser convincente tem a ver com possuir o conhecimento necessário e capacidade mental necessária para articular suas idéias de forma que outros seres racionais consigam também perceber a verdade que está sendo passada. Mas uma coisa é “como as coisas são”, outra é achismo.  

Quando eu aviso que é só opinião, só achismo, não é “falsa humildade”, já que não sofro desse mal. Se eu acho que branco é branco, preto é preto, eu afirmo, não sou usuário daquela postura que “cada um tem sua verdade” nem defendo muitos graus de cinza. Mas tem coisas que eu “sei que não sei”, e exatamente por saber que o pessoal aqui pode criar fantasias sobre o que falo, prefiro avisar.

No caso do assunto deste tópico mesmo, é comum a atitude dos espiritualistas em condenar armas, artes marciais etc seguindo uma determinada lógica. Para mim há um exagero nisso, acho que não funciona dessa maneira, mas... eu não sei. Por exemplo, se eu fosse clarividente e tivesse visto uma pessoa ter a casa invadida por obsessores logo que a pessoa chega da loja de arma com sua primeira arma comprada para... tiro esportivo, para competir nas olimpíadas u para caçar no ambiente rural (aqui no RS tinha temporada de caça, não sei se ainda existe ou se proibiram), aí eu poderia dizer que não importa a atitude, o objeto em si está ligado ao pensene da violência e portanto sempre atrairá  essas companhias astrais negativas. Mas eu não SEI, então só posso confiar no que compreendo desses temas para emitir uma OPINIÃO. O problema é que nessa área muita gente repete afirmações sem saber de fato e gera uma fila indiana de repetidores. Aqui na área da projeção uma tolice antiga é criticarem deitar de bruços para se projetar, algo que eu vejo repetirem há décadas mas que não tem nenhum fundamento na prática,  oque qualquer um que praticar projeção SABERÁ também. Mas se apensar acreditar no que dizem e nunca praticar fazer projeção de bruços, nunca saberá, vai só "achar" que esse alerta está correto e vai ensinar outros assim, que sairão repetindo essa tolice por aí.  Então tem que ver cada caso, cada afirmação pode ser apresentada com pesos diferentes e se as pessoas preferem acreditar no que digo ou duvidar, é com elas.
 

Citar

Só pela sua incessante maneira de 'defender' o que acha sobre isso quando tem oportunidade, provavelmente concorda com ações totalitárias como:

O congelamento de contas dos cidadões que apoiaram o comboio dos caminhoneiros ocorrida no Canadá, note que eles protestavam contra o passaporte sanitário/obrigação de vacinação e NÃO contra a vacina em si, já que haviam até mesmo vacinados entre eles.

Exigência de 'carteira' de vacinação de uma UNICA VACINA(?!) com infinitas 'doses' para entrar em estabelecimentos,

Escolas infantis levando crianças para a vacinação não-obrigatória sem o consentimento dos pais, nem mesmo aviso-prévio. (fonte? link não permitido :))

Etc.

Todos são livres para morar nas cavernas, nos campos, distantes da sociedade. Ninguém nos impede de viver distante de tudo e de todos. Embora eu desconfie que se o proprietário do latifúndio improdutivo adquirido por grilagem ou presente de autoridades políticas descobrir você lá vai chamar uns jagunços para eliminar o problema, pois vai achar que você é sem-terra querendo fazer o que ninguém faz na terra dele: trabalhar na terra para dela tirar seus sustento.

 

Agora, se a pessoa quer viver no seio da sociedade, com direito a todas as facilidades da vida em grupo, vivendo aglomerada com outros como se fossem animais de criação, é claro que haverá questões sanitárias que precisam ser decididas administrativamente, em prol do coletivo, e cabe ao indivíduo se adequar a elas, já que ele usa o espaço coletivo, as ruas, as praças, as escolas, os shoppings, e se ele adoecer vai ser risco para os demais. No espaço coletivo as regras coletivas tem primazia sobre as regras individuais. É por isso que existem regras de trânsito, regras sobre poluição sonora, etc. Tudo na sociedade é regido dessa maneira porque escolhemos viver em grupo, logo, as regras que protegem o grupo contra irresponsabilidade individual são sempre mais importantes. O mínimo que se espera de alguém civilizado é que não tenha dificuldades em entender isso. 

Citar

E provavelmente fecha o olhos, como a maioria do seu posicionamento politico, para o aumento de casos de (máu subito, derrame cerebral, problemas cárdiacos, etc...) em jovens(16+) e pré-adolecentes(12+). Onde já se viu, pessoas no "auge" da plena saúde do corpo, sofrer um calamidade/morrer repetinamente por coisas que tem maior probabilidade de se manisfestar nos mais velhos? a resposta sempre será a mesma narrativa, onde até mesmo omitem que estas pessoas tomaram o liquido milagroso.

E mais, incontáveis 'efeitos adversos' são tidos como 'casos isolados' porque não aconteceu com alguém do seu convivio, caro leitor.

Mas quem é a pessoa, que não seja um total analfabeto, que não sabe que todo produto estranho introduzido no corpo PODE  gerar problemas? Até chás !!

Quem já não viu milhares de vezes todos os tipo de anúncio contra auto-medicação? Quem nunca leu as bulas de remédios? Em que mundo de fantasia uma pessoa estaria vivendo para achar que há zero chances de algum remédio enfiado no seu corpo te matar, só porque dizem que é seguro?

É por isso que não adianta ter educação formal se a pessoa não presta atenção no que aprende. Todo medicamento seguro irá produz problemas num percentual variado. Você pega uma bula e lá diz : x % relatam coceiras, y% relatam náuseas e cefaléia, z% trombose e AVC, w% embolia pulmonar. É apenas uma questão de números, de risco/benefício. Não existe medicamento 100% seguro.

Então se é esperado que 0,01% das pessoas que tomem aspirina tenham um efeito adverso grave que leve à morte, em 100milhões de pessoas, 10.000 irão morrer.

https://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL33304-5603,00-TOMAR+ASPIRINA+E+TAO+PERIGOSO+QUANTO+SER+BOMBEIRO.html#:~:text=Tomar uma aspirina por dia,terça-feira (8).

E aí o conspiracionista junta todos esses 10.000 no seu blog e publica

“vejam aqui a lista de todas as pessoas que morreram devido a esse remédio!!! Não é seguro!! Estão te enganando!!! Você tem aí 10mil nomes, com foto e CPF, para provar que esse remédio não é seguro.”

Isso é  apenas delírio de quem não quer entender como funcionam os remédios em geral, mas é a triste realidade da nossa ciência primitiva.

No caso da vacina, ela gera as mesmas reações da infecção por covid, mas em menor grau. No caso da Astrazeneca o que se viu foi 5 casos de trombose por milhão de vacinados. No caso da covid, ela gera 39 casos de trombose por milhão de contaminados. Isso é 8x mais, o que significa, na prática, que se aquela pessoa que morreu por trombose não se vacinasse e pegasse covid, também morreria. Ou grosseiramente, que se ninguém se vacinasse você teria 8x mais mortos por trombose do que o número de vacinados que teve trombose. Mas como os mortos por trombose da covid são registrados como morte por complicações da covid, as pessoas não enxergam a trombose ali, só enxergam na vacina, o que gera um raciocínio errado ao analisar essa questão.

 

A pessoa que teve trombose e morreu pela vacina só estaria viva caso não pegasse covid, daí a pessoa pensa "ai, meu parente não teria morrido se não tivesse se vacinado". Ok, mas isso num quadro de pandemia é uma loteria. E você precisa somar a isso a responsabilidade coletiva que viver em sociedade acarreta, porque se as vacinas não reduzissem a taxa de transmissão o numero de casos não teria caído tanto. Quantas vidas foram salvas pelas pessoas que superaram seus medos e foram lá se vacinar?  

A meta da vacinação rápida era paralisar o avanço do vírus o quanto antes, porque quanto mais demora, mais mutações ele gera e podemos ter que conviver com ele para sempre, como convivemos com a gripe, e aí o número de mortes será anual, por séculos. Você quer tomar vacina todos os anos (e correr esse 0,01 de risco todo ano???)?? Eu não.

E nunca tomei nem vacina da gripe porque minha última gripe foi em 1984, mas tomei essa da covid, porque é OUTRO GRAU de problema, e porque TEMOS A CHANCE, se o mundo todo for vacinado rápido, de eliminar esse vírus de uma vez por todas e assim também eliminarmos a necessidade de tomar essa vacina todos os anos, assim com outros doenças já foram erradicadas graças à vacinação massiva. Não tivemos essa chance com a gripe porque ela é muito antiga, mas com outras tivemos. E aí um sujeito quer colocar seu direito individual acima do coletivo nessas horas? Que morram milhões de pessoas só porque ele tem medo de morrer por um raro efeito colateral da vacina?! É matemática pura, você salva mais vidas vacinando todos do que não vacinando, quem não está vivendo apenas para seu umbigo entende isso com facilidade.


 

Citar

Inclusive, este cara que preza tanto por métodos cientificos para validar as coisas, prefere fixar-se apenas em "pesquisas" que sustentem a sua narrativa vacinalover, na maior parte em site de noticias predominantemente de esquerda(novamente, bolsominions entra no mesmo saco)  , ao invés de ver o outro lado da moeda e tirar suas próprias conclusões.

Aqui suas afirmações são vazias. A ciência sempre tem as publicações divergentes mas se esses cientistas minoritários não conseguem convencer com seus resultados nem a outros cientistas, de modo que se torne a conclusão majoritária, o que pode tornar um leigo capaz de tirar suas próprias conclusões?

Novamente você parece não entender como se constrói o conhecimento numa sociedade. Não é porque você caminha sobre duas pernas tem dois olhos, duas orelhas e um cérebro que você conseguirá tirar suas próprias conclusões divergentes do consenso numa área técnica que não é a sua. Uma galinha também tem duas pernas tem dois olhos, duas orelhas e um cérebro e não consegue entender o que você fala.

Veja a polêmica do aquecimento global ANTROPOGÊNICO. Há uma concordância entre 97% dos cientistas que estudam climatologia que o homem é o responsável pela situação atual do clima. Você pode escolher dar atenção aos outros 3% que discordam, eles são “o outro lado”, estudaram as mesmas áreas que os outros 97%, tem a devida formação técnica,  mas... , pasmem, tem opinião diferente! Acontece que se você ler uma publicação cientifica de um desses 3% ele te empacota e te "leva para comer na viagem” porque você não sendo da área dele você não encontra os furos na argumentação dele. Conhecimento técnico não é como  filosofia, não é como retórica, que qualquer um com calma, acha o erro. Portanto não se iluda, “eles que são brancos que se entendam” nesses assuntos técnicos. As publicações científicas existem para isso, para publicar “o outro lado” com provas dos experimentos, de modo que os cientistas da área possam analisar, achar os furos e apontá-los, ou tirar “suas próprias conclusões” após análise técnica dos dados, porque eles tem formação para isso, coisa que o leigo naquela área não possui. 


Então não adianta espernear, pagamos os cientistas para que eles se preparem e façam seu trabalho seus testes, e discutam entre si, publicando  algo que seja da concordância da maioria. E isso é o que constitui a conclusão cientifica válida, gostemos ou não. 

E eu mesmo ajo como “véio ranzinza” aqui no gva as vezes reclamando da ciência em relação à pesquisa paranormal, que já tem cerca de 140 anos e até hoje não parece ter conseguido obter essa concordância da maioria científica. Mas nos  assuntos da matéria física eles sabem fazer o trabalho deles. Não faz nenhum sentido um “Zé Mané” qualquer achar que vai ler uma publicação do Luis Carlos Molion, vai concordar com ele que o aquecimento global não é causado pelo homem, e que portanto agora o Zé Mané acha que entende o problema  melhor  que 97% dos climatologistas do mundo que não concrodam com o Molion?? Ahhh, mas o importante é que o Zé Mané formou sua própria opinião...

Aprendam uma coisa para seu crescimento intelectual: Nunca leia os “Top” de cada área diretamente, isso é coisa de quem não sabe estudar. Siga a piada da formiga:

-Como uma formiga come um elefante?

-Um pedacinho de cada vez.

Não saia do nada lendo Nietzche ou Kant, leia obras para leigos sobre filosofia, e leia o capítulo sobre Kant. Depois algum livro fino só sobre ele,  como “10 lições sobre Kant”. Depois algumas obras de autores diferentes que pretendem explicar o conjunto da  obra de Kant. Depois a obra do maior estudioso sobre Kant.  E só depois disso leia Kant. E depois você relê as obras "sobre Kant" e aí sim você pode formar sua própria opinião e talvez discordar de uns e concordar com outros  que escreveram as obras “sobre..” Isso vale para a obra de qualquer pensador. Em qualquer área em que estejamos começando a nos interessar é melhor reconhecer nosso lugar na fila do pão e começar de baixo.

Citar

Só falta dizer que é

"pró-EU.A,

ama o governo neo.na-/zista u.cra-/.niano,

a Rú./ssia está errada mesmo tendo provas de que os labs de armas biológicas existiam na ucra"

para completar o combo. etc...
 

Ué, agora você me confundiu com alguém que só existe na sua cabeça. Penso exatamente o oposto de cada uma das coisas citadas aí nessa lista.

Citar

Bem, fica a questão, se o cara sabe do "peso" que é saber e se esforça tanto para não deixar esses assuntos proliferar aqui, com a narrativa que as pessoas podem entrar em sintonia de retadatários, já que são assuntos extremamente 'pesados' e nem todo mundo pode reagir de uma maneira saúdável a informação muitas vezes desconexas,

Ou é só um cara querendo compartilhar suas visões sobre determinados assuntos, 'elogiando' de maneira passiva-agressiva aqueles, que em suas palavras: gados, vão contra a sua Verdade. 
 

Fica a questão das limitações humanas. Eu, como adm, de acordo com minha capacidade de compreensão,  percebo que x coisas são negativas e não convém dar espaço a elas. Se as pessoas quiserem saber delas é só procurar em outros locais, não estão impedidas de achar em outros cantos o que lhes interessa. E percebo que alertar contra elas é positivo.

Não há neutralidade em lugar algum da sociedade, e fingi-la seria tão tolo quanto dar o mesmo espaço na sua casa ao seu cãozinho de estimação e à cobra que entra quando percebe a porta aberta.

Citar

Agora, minha opinião pessoal: Quem, dentro de SI, interiormente falando, sente que deve tomar as nº doses da vacina, tome, faça a sua vontade, o mesmo digo para quem sente que não deve tomar. O importante é que não tenha um minimo de dúvida sequer em sua decisão.

Vamos ver se este post irá passar pelo adm, para eu ser refutado, ou será considerado "conteúdo ofensivo" pelo ditador.

Façam suas escolhas, paguem para ver como, nos próximos anos, qual dos lados morrerá primeiro .
 

Essa dúvida sempre teremos. Mas isso novamente é um problema de discernimento de quem vive desconectado da realidade, como todo conspiracionista. 

Afinal de um lado temos uma certeza atual, concreta, da morte de 4% dos contaminados (julho de 2020, antes das vacinas reduzirem esses números). Isso daria 8 milhões de pessoas só no Brasil quando 100% da população tivesse sido contaminada. E de outro lado temos um bicho papão atrás da porta, um medo sobre o futuro criando incertezas, baseado em nada, porque é...futurologia e só é possível ter certezas sobre o passado, nunca sobre o futuro.


Cada um tem que escolher se vai levar sua vida pelos dados concretos do presente ou pelo seu medo do futuro, mas como quem adminitsra as populações precsia ver o todo, os números totais em termos de perda de vidas, os critérios usados para limitar a liberdade de escolha individual são diferentes.  Certamente não temos como saber o que essa vacinação em massa vai gerar no futuro pois o que não falta na história da ciência são casos tenebrosos de remédios considerados seguros e que com os anos se revelaram nocivos. 


Mas parece que a maioria do brasileiros reconhece que a oportunidade  de continuar vivo no presente, porque a ciência fez o que estava a seu alcance diante do tempo disponível, parece o mais importante. Esse é um campo em que o Brasil está bem a frente dos países desenvolvidos, já que temos tradição em vacinação, com adesão em massa da população porque há décadas sabemos na prática que os resultados para a coletividade são positivos. Os outros países nunca tiveram campanhas de vacinação massivas como as nossas então suas populações ainda não desenvolveram essa confiança nos resultados. 

  • Thanks 1
  • Haha 1
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Oi Sandro, muito obrigado pela atenção e pela ajuda.

Desculpa a demora para responder, estava lendo os materiais que você tinha indicado e acho que o estudo deles vai ser um processo bem demorado, os materiais são muito ricos e muito novos pra mim.

Muito obrigado!

 

Link to comment
Share on other sites

Oi Sandro, em relação às técnicas de mudança pessoal, de reforma íntima, o que você acha da consciencioterapia, da conscienciologia? Não vi nada sobre ela, apenas descobri que existe e fiquei interessado por ter sido desenvolvida pelo Waldo Vieira. Tem semelhanças com as técnicas da gnose?

Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...
Em 03/04/2022 at 10:11, sandrofabres disse:

Fala-se muito  de reforma íntima e tal, mas como exatamente fazer isso? 

Eu conheço um método bastante simples mas tão difícil quanto qualquer outro método pra isso. 

Todo final de dia pare 15 minutos para pensar sobre como foram suas atitudes durante o dia, como reagiu a provocações. Quais foram seus gatilhos mentais. Ações em que sua atitude foi adequada, ações em que não foi e porquê. Observando e tentando compreender padrões. 

Isso tende a te trazer maior autoconhecimento com o tempo. 

E durante o dia, procure sempre agir de forma mais consciente o possível em suas atitudes procurando fazer escolhas adequadas principalmente em momentos em que ouver maior peso emocional. 

Essas práticas aumentam sua auto consciência,  compreensão da realidade e sua capacidade transformação de suas reações automáticas em respostas conscientes.

A frequência é importante, porque possui importantes componentes de reforço positivo. Apresenta melhores efeitos a longo prazo. 

Pratiquei isso por algum tempo e pode notar alguns progressos. Ainda utilizo essa prática mas de forma mais relaxada e não tão consciente pois a frequência acabou fazendo disso um hábito. 

Mas hoje em dia tenho colocado mais peso na prática de meditação que também apresenta efeitos muito positivos e me parece ser um pouco mais efetiva. 

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...