Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Como Lidar Com Pessoas Próximas Que São Fanáticas?


Recommended Posts

Por exemplo, se uma pessoa muito próxima a mim( como um parente ou um amigo) for fanática demais, o que eu devo fazer? Uma pessoa que vive bem perto de mim é assim e eu tenho medo de me aprofundar no estudo da espiritualidade e na projeção astral por causa disso. Mas isso é importante pra mim.

Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Curioso disse:

Uma pessoa que vive bem perto de mim é assim e eu tenho medo de me aprofundar no estudo da espiritualidade

Essa pessoa mora com você certo? Quando falamos de fanatismo é bem complicado, porque não se tem argumentos com uma pessoa fanática. Mas depende do tipo do fanático, se é uma pessoa que quer te empurrar uma doutrina, ou se ela não tem interesse em doutrinar mas mesmo assim não tolera nada que seja fora da bolha da doutrina no lar. Se essa pessoa é a "autoridade" da casa então não tem muito o que se fazer a não ser sair do lugar, porque caso você se torne submisso demais a vontade da pessoa, esse lugar pode se tornar muito tóxico para você, pois se torna um lugar limitador. Você precisa primeiro entender uma coisa muito importante: Quem você realmente é.

Nós somos espíritos manifestados na matéria, isso todo mundo que estuda espiritualidade sabe. Uma vez manifestado em um corpo de carne osso o espírito vai deixar de legado por onde andou aquilo que ele é, de preferência coisas legais, são suas atitudes, sua emoções e seus pensamentos, isso vai definir suas ações na matéria ou no mundo espiritual. 

É bom está ciente disso, agora, além da consciência o que é dado para a gente? Se podemos dizer que temos alguma propriedade com certeza eu falaria que é o corpo, ele é de total responsabilidade nossa, mesmo que seja emprestado pela natureza. Isso também quer dizer que ninguém tem o direito de falar que é a autoridade sobre outro, menos ainda impor o que um espírito deve estudar ou não. Você tem o direito de limitar sua consciência porque tem medo de outro espírito que está manifestado, mas esses títulos de autoridades não são importantes na realidade.

Talvez falte amadurecimento para conseguir reger a própria consciência, que por si só já se governa, mas pode acabar caindo nessas armadilhas do ego. Você precisa ser corajoso se quiser estudar espiritualidade, porque não é uma luta somente com questões culturais da sociedade, mas muito maior que isso, é uma luta com você mesmo, um amadurecimento. Como por exemplo, esse seu medo.

Na minha visão visão é fruto desse condicionamento sobre nós, governante e governado. Se você tem independência financeira mas continua dando bola para o que os outros dizem, então você ainda não deve ter independência emocional.

Agora se ainda não tem um meio de se sustentar financeiramente, então o governante, que só é governante na cabeça dele, ainda vai impor como deve seguir seu estilo de vida, e você vai ter que criar estratégias e se esforçar para conseguir estudar sobre espiritualidade enquanto tenta encontrar uma maneira de se sustentar e ser independente, para não acabar se submetendo as vontades dessa consciência. 

O que eu posso falar é isso, você precisa entender que não existe isso de autoridade. Mesmo sabendo que existem pessoas sem caráter e criminosos, eu não estou falando disso, é importante não distorcer o que eu falei, estou falando de consciência e espiritualidade, que em si, vai fazer você agir de maneira gentil com o próximo.

O papel da família é ajudar aquele novo espírito que se manifestou a viver, demostrar e ensinar afeto, essas coisas, e por fim, garantir que ele já tem os meios necessários para a própria sobrevivência no mundo material. Não é sobre reinar sobre eles, é sobre ensinar e deixá-lo livre. Tudo aqui é experiência, e no planeta, mesmo com uma sociedade tão deturpada, ainda tem coisas a aprender, sem dúvidas essa liberdade individual e consciencial é uma delas.

Tem um filme muito bom que fala muito sobre isso, se chama "Um estranho no ninho"

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

4 horas atrás, Curioso disse:

se uma pessoa muito próxima a mim( como um parente ou um amigo) for fanática demais, o que eu devo fazer?

Certo, agora que você exemplificou ficou mais claro. O mais sensato a se fazer é deixar a pessoa seguindo o que ela quer seguir. Mas fica a dúvida, essa pessoa te incomoda tentando empurrar uma doutrina ou modo de pensar ou você que está incomodado por ela ser fanática e quer mudar ela?

Eu não entendi qual a sua situação.

Caso você esteja preocupado ela estar fanática por uma doutrina e quer mudar ela, é melhor não tentar, deixa a pessoa seguir o que ela gosta. Do mesmo modo você deveria seguir o que te deixa feliz. Mas eu não entendi o que está incomodando, porque caso seja amizade, vai ser meio difícil de querer estudar uma coisa que o outro abomina e quer distância, é diferente caso seja o tipo de amizade que se não tocar no assunto ficam de boa. Pelo visto é o primeiro tipo, nesse caso teria que se fazer uma escolha, porque não vai dar pra mudar a pessoa. Ou a amizade que te restringe ao bel-prazer daquela pessoa ou sua liberdade individual.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

13 minutos atrás, Sembrol disse:

Certo, agora que você exemplificou ficou mais claro. O mais sensato a se fazer é deixar a pessoa seguindo o que ela quer seguir. Mas fica a dúvida, essa pessoa te incomoda tentando empurrar uma doutrina ou modo de pensar ou você que está incomodado por ela ser fanática e quer mudar ela?

Eu não entendi qual a sua situação.

Caso você esteja preocupado ela estar fanática por uma doutrina e quer mudar ela, é melhor não tentar, deixa a pessoa seguir o que ela gosta. Do mesmo modo você deveria seguir o que te deixa feliz. Mas eu não entendi o que está incomodando, porque caso seja amizade, vai ser meio difícil de querer estudar uma coisa que o outro abomina e quer distância, é diferente caso seja o tipo de amizade que se não tocar no assunto ficam de boa. Pelo visto é o primeiro tipo, nesse caso teria que se fazer uma escolha, porque não vai dar pra mudar a pessoa. Ou a amizade que te restringe ao bel-prazer daquela pessoa ou sua liberdade individual.

Sim, esta pessoa tenta me empurrar dogmas goela abaixo. E o pior de tudo é que ele afirma ter o "dom do amor" lol E ainda fica brabo se eu falar ou fazer coisas que vão contra a religião dele. 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...