Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Recommended Posts

Olá pessoal!!

Durante meu desenvolvimento e com o tempo passei a sentir as minhas energias e inclusive alguns dos chacras, como o frontal, coronário e na garganta.

Algumas observações que pude realizar ao longo dessa pequena jornada foi que existiam coisas que favoreciam essa sensibilização de energias e coisas que não favoreciam. Os estresses cotidianos, preocupações com o trabalho, aluguel, etc estranhamente me retiravam essa senbilidade, como se eu deixasse de sentir por aquele momento as energias. Para recuperar essa sensação, era preciso romper esse ciclo e redirecionar os pensamentos para um lado mais espiritualista

Percebi também, com o pouco de experiência que adquiri, algumas coisas que me deixaram encucados:

1. Essas energias fluem para a parte do meu corpo que boto o foco. Se penso nos meus pés, elas vão para lá. Se penso na cabeça, começam a se acumular na cabeça. Com isso, me surgiu a seguinte dúvida: Quando nos ocupamos das coisas consideradas mundanas (contas, trabalho, faculdade), para onde vão essas energias? Elas se depositam, literalmente, em algum lugar como no nosso corpo acontece?

2. Essas preocupações podem ser positivas em algum caso ou são necessariamente uma "hipnose" que devemos lutar para romper durante o nosso dia a dia?

3. Não sentir os chacras é um sinal ruim? Caso seja, para passar a sentir esses outros chacras, é possível utilizar meramente a movimentação energética ou isso exige uma modificação no padrão pensamento? 
 

Link to comment
Share on other sites

1- Quando você pensa em PARTES DO CORPO ,elas vão para essas partes. Mas as energias que fazem isso  são energias livres, por isso se movem de acordo com a atenção. Outras energias estão fixadas em regioes do corpo, e faz parte  da meta do EV ir soltando essas energias fixadas e aumentando a quantidade de energia livre que pode ser dirigida pela atenção. Então me parece que preocupações eventuais se dirigem para a cabeca, se forem só intelectuais ( quem já não se sentiu com a mente entupida após algumas  horas de exercicio com matemática ou física ?), ou para o centro emocional, se a preocupacão envolver emocoes. E se isso for constante essa energia acaba provavelmente se fixando no chacra relacionado àquela emoção e prejudicando o orgão fisico correspondente, gerando as doenças psicossomáticas

2- Se temos problemas devemos procurar a solução. Se a "preocupação" é uma tentativa de achar uma solução, faz sentido. Mas preocupar-se com coisas que não tem solução, ou nã estão a seu alcance,  é algo negativo, porque você se desgasta sem nenhum benefício que justifique a energia despendida.

3- Para quem está procurando desenvovler sensibilidade energética, não sentir uma certa área indica apenas  que ainda há energias presas ali.  Basta seguir praticando mover as energias, dando mais atencao aos pontos em que nao se sente nada, estimulando mais mais rápido ou mais forte nesse ponto, e  com o tempo libertará as energias daquele ponto e a sensibilidade surgirá.

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...