Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Seriam Os Deuses Alienígenas Mesmo?


Recommended Posts

Segundo a teoria de Erich Von Daniken em seu livro "Eram Os Deuses Astronautas?", Os deuses das religiões seriam, na verdade, alienígenas e foram interpretados como deuses porque foi a única maneira que povos primitivos conseguiram descreve-los e suas naves teriam sido interpretadas como Vimanas, máquinas voadoras dos hindus ou como carroagens de fogo pelos cristãos, por exemplo.

A teoria dos deuses aliens Anunnaki de Zecharia Sitchin também suporta essa ideia.

Segundo Sitchin, os Anunnaki teriam criado a raça humana a partir da manipulação genética de primatas com o propósito de conseguir escravos para trabalharem em minas de ouro, material que eles precisavam para reconstruir a atmosfera do seu planeta Nibiru.

Além desta história parecida com a criação de Adão, as tábuas cuneiformes da Suméria Antiga têm muitas outras histórias semelhantes as do Antigo Testamento da Bíblia, como outras versões de Abel e Caim, da Arca de Noé, entre outras. 

O Deus da Bíblia seria Enlil, um dos Anunnaki principais. Porém, Anu( rei dos Anunnaki) e Enki( irmão de Enlil) também podem ter sido o Deus da Bíblia em algumas partes.

No começo da Bíblia, no Genesis, tem uma parte que diz que "Os Elohim criaram os humanos à sua imagem e semelhança" ou algo assim. Muitos cristãos interpretam "Elohim" como Deus mas o problema é que esta palavra está no plural, o que significa que tinha mais do que um deus envolvido aí.

A serie de documentario  do History Channel "Alienígenas do Passado" é baseada nas teorias destes dois autores.

O que vocês acham?

Na minha opinião, o fato de que vários deuses de diferentes culturas tenham características em comum, como serem reptilianos, por exemplo, os crânios alongados encontrados em todas as partes do mundo e que era um traço encontrado principalmente nas elites e famílias reais destes povos que, inclusive, afirmavam ser descendentes de répteis, afirmação feita por famílias reais por todo o mundo, e também o fato de que diferentes culturas tenham construído pirâmides parece indicar que a teoria do Astronauta Antigo tenha alguma possibilidade de ser real.

Link to comment
Share on other sites

É bem lógico e natural pensar assim, ainda mais quando você teve provas sobre a existência da vida extraterrestre. No meu caso minha mãe já viu uma nave de dia, que ela descreveu como sendo um cilindro que soltava fumaça na parte de baixo, apareceu na velocidade da luz e sumiu na velocidade da luz. Não teria porque ela mentir pra mim, sendo que ela nem estudou sobre esse assunto, e depois eu fui atrás de estudar sobre ufologia casuística e é bem comum avistamentos de naves em formato de "charuto" cilíndrico hehehe... Quando você tem uma prova dessa, não tem como um cético materialista te abalar, com alguma teoria tosca de balão, ou drones (aliás os céticos extrapolaram tanto a teoria de todos os avistamentos gravados pelo governo serem drones, que o tal "drone" que já podemos construir quebra as leis da física que conhecemos, voa pelo mar, pelo ar, com a mesma intensidade, sem meios de propulsão... Vale tudo pra se segurar numa teoria né, típico de "céticos" que só querem provar suas crenças). Então, já está ficando bem estranho pros céticos de hoje em dia sustentar qualquer teoria, até porque o próprio governo americano está em processo de descobertamento do fenômeno UFO, então partindo do pressuposto de que existe mesmo extraterrestres e eles nos visitam desde épocas antigas da nossa civilização, e talvez até antes dela, podemos concluir que fomos influenciados de algum jeito ou de outro por eles, sendo por engenharia genética (visto nos relatos de abdução contemporâneos) ou interferência mais direta, aparecendo fisicamente nas tribos e manipulando eles, provavelmente daí nasceram tantos rituais que envolvem sacrifício nessas civilizações mais antigas.

 

Mas também tem a influência dos espíritos, tanto das trevas quando da luz no processo de formação dessas religiões, então deve ser uma mistureba de fenômenos, se vissem algum alien, nem teriam ideia de que seria um ser de outro planeta, seriam considerados deuses mesmo, assim como qualquer outro espírito que aparecesse, provavelmente. 

 

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Eu creio que há uma imensa possibilidade de haver vida inteligente fora da Terra. Pra mim é muito improvável que estejamos sós em um universo tão vasto.

Sobre os contatos com extra-terrestres, confesso que ainda tenho dúvidas, mas também não desacredito de quem diz ter tido... só que nesse quesito eu sou meio São Tomé... (hehe... desculpa, aí gente).

Mas ter dúvidas, não significa descartar que esses contatos aconteçam, mas sim não abraçar a ideia como um dogma de fé.

Sobre essa questão da Bíblia, acho que tem sentido o que você argumentou, mas também, sempre é bom (no meu entender) deixar um ponto de dúvida.

Elohim realmente tem esse sentido de plural, de deuses, mas o cristianismo tem três interpretações diferentes para esse termo. 

A primeira seria que se trata de um plural majestático;

A segunda seria que ali, na criação, estava a Trindade, que são três pessoas em um único Deus;

A terceira seria que ali, na hora da criação, Deus já teria criado os anjos e que eles estariam acompanhando a criação do Universo pelas mãos de Deus.

Esse é o tipo de coisa que a gente nunca vai saber ao certo o que aconteceu.

Eu interpreto o relato da criação de uma forma mais alegórica. 

Creio que foi a forma mais fácil que Deus encontrou para explicar para os homens que ele é o criador de todas coisas.

Acho complicado quando se interpreta literalmente essa passagem, como se fosse uma fórmula científica da criação do Universo.

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

47 minutos atrás, Sidinei disse:

Eu creio que há uma imensa possibilidade de haver vida inteligente fora da Terra. Pra mim é muito improvável que estejamos sós em um universo tão vasto.

Sobre os contatos com extra-terrestres, confesso que ainda tenho dúvidas, mas também não desacredito de quem diz ter tido... só que nesse quesito eu sou meio São Tomé... (hehe... desculpa, aí gente).

Mas ter dúvidas, não significa descartar que esses contatos aconteçam, mas sim não abraçar a ideia como um dogma de fé.

Sobre essa questão da Bíblia, acho que tem sentido o que você argumentou, mas também, sempre é bom (no meu entender) deixar um ponto de dúvida.

Elohim realmente tem esse sentido de plural, de deuses, mas o cristianismo tem três interpretações diferentes para esse termo. 

A primeira seria que se trata de um plural majestático;

A segunda seria que ali, na criação, estava a Trindade, que são três pessoas em um único Deus;

A terceira seria que ali, na hora da criação, Deus já teria criado os anjos e que eles estariam acompanhando a criação do Universo pelas mãos de Deus.

Esse é o tipo de coisa que a gente nunca vai saber ao certo o que aconteceu.

Eu interpreto o relato da criação de uma forma mais alegórica. 

Creio que foi a forma mais fácil que Deus encontrou para explicar para os homens que ele é o criador de todas coisas.

Acho complicado quando se interpreta literalmente essa passagem, como se fosse uma fórmula científica da criação do Universo.

Pois é, já ouvi falar que nesta parte do Genesis, Elohim poderia significar a trindade.

Mas está hipotese não faz sentido porque se você parar para observar, vai perceber que nem Jesus e nem o Espírito Santo têm algum papel no antigo testamento. Jesus até chega a ser mencionado como o futuro messias mas não passa disso.

No antigo testamento só tem um Deus que é bem diferente do Deus do novo testamento.

Existem teorias de que o deus que enviou Jesus, teria sido outro deus que não o do antigo testamento.

Isso faz sentido se notar que Jesus aboliu a lei e que ele era um ser amoroso e misericordioso, muito diferente do Deus vingativo e guerreiro do antigo testamento.

Esta teoria é dos gnosticos se não me engano.

E também, os anjos podem ser os anunnaki menos importantes. O livro de Enoque( que por algum motivo não está na Bíblia) dá a entender que Enoque foi abduzido pelos tais "vigilantes".

Também há outra passagem na Bíblia que suporta a ideia de anjos serem extraterrestres, como a parte em que anjos vão visitar Abraão. Os tais anjos se cansam, sentem fome e sede( Genesis 18), coisas impensáveis para seres verdadeiramente espirituais.

Mauro Biglino, um autor italiano escreveu um livro "A Bíblia Não É Um Livro Sagrado" que fala sobre esta questão.

Recomendo mas não sei se tem em português. 

Vale lembrar que quem compilou a bíblia foi a Igreja Católica, uma organização corrupta, violenta e materialista.  Os judeus também escreveram o início da Bíblia e eles também tem um histórico de corrupção e materialismo, já que muitos judeus são banqueiros e dominam a economia mundial e indiretamente os governos como fazem a família Rothschild. Isto não é teoria da conspiração, é a realidade. Não existe um país que não tenha pelo menos um banco controlado pelos Rothschild, talvez exceto a Coréia do Norte.

É muito possível que ainda tenham muitas coisas que não sabemos.

Até porque a Bíblia não foi escrita em tempo real mas sim depois. Só os livros apócrifos dos Gnosticos é que foram escritos em tempo real e, diferentemente dos católicos, os gnoticos valorizavam o mundo espiritual e desprezavam o mundo material.

Não tenho nada contra católicos ou judeus. Já fui católico e provavelmente tenho sangue judeu como muitos brasileiros.

Mas que a verdade seja dita.

 

Link to comment
Share on other sites

47 minutos atrás, Sidinei disse:

só que nesse quesito eu sou meio São Tomé..

Hehehe eu também era, se não fosse minha própria mãe ter tido contato, eu ficaria num limbo entre querer acreditar, achar bem provável mas não ter certeza, mais ou menos como estou com a espiritualidade em geral, até com projeções, e se for algum mecanismo desconhecido do sistema nervoso que possibilita a comunicação entre 2 cérebros??? a gente é fogo :)

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Sim, há muitas passagens que dão margem à interpretação que você escreveu início, por isso eu disse que tinha sentido.

Contudo, ainda prefiro deixar um ponto de dúvida porque, no meu entender, no final das contas nunca vamos ter certeza de como aconteceu.

Podemos especular e isso é natural e próprio da natureza humana. Entretanto, como eu disse, no meu entender, é complicado bater o martelo tanto para um lado quanto para o outro.

Então, para ser justo, eu prefiro deixar um ponto de dúvida sobre essa questão. 

Em relação aos judeus, eu acho bem complicado e perigoso você utilizar os argumentos que você utilizou, mesmo estando com as melhores das intenções.

Argumentos semelhantes foram utilizados pelos nazistas para perseguirem os judeus.

Acho muito pesado dizer que os judeus têm histórico de corrupção e materialismo.

Link to comment
Share on other sites

33 minutos atrás, Bob disse:

Hehehe eu também era, se não fosse minha própria mãe ter tido contato, eu ficaria num limbo entre querer acreditar, achar bem provável mas não ter certeza, mais ou menos como estou com a espiritualidade em geral, até com projeções, e se for algum mecanismo desconhecido do sistema nervoso que possibilita a comunicação entre 2 cérebros??? a gente é fogo :)

hehehe... sim, eu entendo Bob. Se fosse a minha mãe eu também acreditaria... 

Até nós quando falamos de Projeção Astral para a maioria das pessoas somos rotulados como malucos..hahaha... mas isso é uma experiência pessoal e que, nesse momento da humanidade, é difícil de ser provado cabalmente.

Quando meu vô materno faleceu, minha mãe, que estava há quilômetros de distância da casa da minha mãe, chamou por ela.

Ela e meu pai costumavam dar um cochilo depois do meio-dia até umas 13:30 horas.

Ela foi acordada pela voz do meu meu vô que chamou pelo nome dela. Na hora ela falou para o meu pai que achava que o pai dela não estava bem e os dois decidiram se levantar para fazer uma visita para ele.

Minha mãe estava ainda fazendo o café quando meu tio apareceu e disse se ela queria ver o pai dela vivo tinha que correr... (na época não tínhamos telefone... eram os anos 80, pouco gente tinha).

Só sei que ela chegou e meu vô já tinha falecido. Dizem que ele perguntou por ela antes de falecer... como a gente vai duvidar de um negócio desses, não é?

Por isso te entendo muito bem.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, Curioso disse:

eles também tem um histórico de corrupção e materialismo, já que muitos judeus são banqueiros e dominam a economia mundial e indiretamente os governos como fazem a família Rothschild. Isto não é teoria da conspiração, é a realidade. Não existe um país que não tenha pelo menos um banco controlado pelos Rothschild, talvez exceto a Coréia do Norte

Curioso,  acho que você não está percebendo um detalhe, o mesmo detalhe que os alemães não perceberam quando caíam na conversa fiada do Htiler nesse assunto:

Quem lida com poder e muito dinheiro está exposto à corrupção e ao materialismo. Não existe corrupção onde não hß poder, porque essencialmente corrupção é colocar seu poder à venda, para quem puder ofertar mais.

Logo, não faz sentido  algum colocar um traço étnico nesse problema, nem partidário. Quem estiver no topo da pirâmide social estará mais propenso a ser corrupto e materialista, seja lá qual for o povo, partido,  família. 

Se você falasse " os ricos em geral e os banqueiros"  ok . Mas quando coloca uma marca étnica você estende esse julgamento aos judeus pobres também, o que não faria o menor sentido. 

Os europeus fabricaram esse tipo de mito contra judeus porque em funcao de não terem uma pátria entre 70 D.C e 1948 eles acumulavam riqueza transportável,  ao invés de riqueza em imoveis. Entao sua forma de ganhar dinheiro era empréstimo a juros. Acabaram tornando-se "o povo que empresta".

O que acontece quando muita gente na cidade está devendo para o mesmo agiota? Acabam denunciando o sujeito, para não precisarem  pagar o que devem. Boa parte do antissemitismo tem sua origem nessa prática. 

Os lucros dos bancos eram um problema na alemanha nazista da mesma forma como "os agentes do mercado" são um problema hoje, quando o governo tem sua capacidade de investimento limitada pelo tetonde gastos, que só serve para garantir que ele pague os juros aos credores da dívida publica.  Toda a economia do país fica estrangulada por um torniquete cuja única função é proteger os ganhos de quem emprestou para o governo a juros.

É um problema real que precisa ser enfrentado,.mas não faz nenhum sentido adicionar um  componente etnico a isso, exceto como artimanha para apontar um bode expiatório qualquer. Foi o que os nazistas fizeram, e antes deles os monarquistas russos, que apontaram uma conspiracao judaica por tras da revolucao russa só porque Lênin conseguiu uns financiamenttos com bnaqueiros alemães, com a promessa de retirar a russia da  guerra se fosse bem sucedido.

 E antes deles os demais monarquistas da europa, que se viram ameaçados pela revolucao francesa e sacaram da manga  uma  conveniente conspiracao judaica, para motivar as masss em torno de um mesmo preconceito antigo que os uniam, tipo " deus, pátria , família, judeus  gatos pretos , bruxaria."

Essas idéias sobre judeus são apenas fake news de 250 anos. O mal apontado existe, mas é de "função", não de raça. Ou melhor, é de " classe": quem está no topo das classes sociais tende a ser materialista e corrupto, porque quanto mais alto você está, maiores as tentações, é só isso.

Atribuir traços de carßter a uma etnia só porque ela pode ser  predominante numa certa classe social  é o que gerou também interpretações  racistas contra os negros, só porque foram escravizados e depois jogados na miseria quando libertados.

É um fato, como no caso dos "judeus & bancos", que os negros são maioria nos bairros miseráveis, e nas cadeias. Mas a explicação para isso está nos eventos   históricos  da relação dos  judeus e negros com os europeus, não em algum traço inato desses povos. 

  • Like 6
Link to comment
Share on other sites

6 horas atrás, sandrofabres disse:

Curioso,  acho que você não está percebendo um detalhe, o mesmo detalhe que os alemães não perceberam quando caíam na conversa fiada do Htiler nesse assunto:

Quem lida com poder e muito dinheiro está exposto à corrupção e ao materialismo. Não existe corrupção onde não hß poder, porque essencialmente corrupção é colocar seu poder à venda, para quem puder ofertar mais.

Logo, não faz sentido  algum colocar um traço étnico nesse problema, nem partidário. Quem estiver no topo da pirâmide social estará mais propenso a ser corrupto e materialista, seja lá qual for o povo, partido,  família. 

Se você falasse " os ricos em geral e os banqueiros"  ok . Mas quando coloca uma marca étnica você estende esse julgamento aos judeus pobres também, o que não faria o menor sentido. 

Os europeus fabricaram esse tipo de mito contra judeus porque em funcao de não terem uma pátria entre 70 D.C e 1948 eles acumulavam riqueza transportável,  ao invés de riqueza em imoveis. Entao sua forma de ganhar dinheiro era empréstimo a juros. Acabaram tornando-se "o povo que empresta".

O que acontece quando muita gente na cidade está devendo para o mesmo agiota? Acabam denunciando o sujeito, para não precisarem  pagar o que devem. Boa parte do antissemitismo tem sua origem nessa prática. 

Os lucros dos bancos eram um problema na alemanha nazista da mesma forma como "os agentes do mercado" são um problema hoje, quando o governo tem sua capacidade de investimento limitada pelo tetonde gastos, que só serve para garantir que ele pague os juros aos credores da dívida publica.  Toda a economia do país fica estrangulada por um torniquete cuja única função é proteger os ganhos de quem emprestou para o governo a juros.

É um problema real que precisa ser enfrentado,.mas não faz nenhum sentido adicionar um  componente etnico a isso, exceto como artimanha para apontar um bode expiatório qualquer. Foi o que os nazistas fizeram, e antes deles os monarquistas russos, que apontaram uma conspiracao judaica por tras da revolucao russa só porque Lênin conseguiu uns financiamenttos com bnaqueiros alemães, com a promessa de retirar a russia da  guerra se fosse bem sucedido.

 E antes deles os demais monarquistas da europa, que se viram ameaçados pela revolucao francesa e sacaram da manga  uma  conveniente conspiracao judaica, para motivar as masss em torno de um mesmo preconceito antigo que os uniam, tipo " deus, pátria , família, judeus  gatos pretos , bruxaria."

Essas idéias sobre judeus são apenas fake news de 250 anos. O mal apontado existe, mas é de "função", não de raça. Ou melhor, é de " classe": quem está no topo das classes sociais tende a ser materialista e corrupto, porque quanto mais alto você está, maiores as tentações, é só isso.

Atribuir traços de carßter a uma etnia só porque ela pode ser  predominante numa certa classe social  é o que gerou também interpretações  racistas contra os negros, só porque foram escravizados e depois jogados na miseria quando libertados.

É um fato, como no caso dos "judeus & bancos", que os negros são maioria nos bairros miseráveis, e nas cadeias. Mas a explicação para isso está nos eventos   históricos  da relação dos  judeus e negros com os europeus, não em algum traço inato desses povos. 

Você está certo. Eu pesso desculpas por está associação injusta. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Em 12/11/2022 at 17:00, Curioso disse:

Segundo Sitchin, os Anunnaki teriam criado a raça humana a partir da manipulação genética de primatas com o propósito de conseguir escravos para trabalharem em minas de ouro, material que eles precisavam para reconstruir a atmosfera do seu planeta Nibiru.

Essas teorias são difíceis de engolir kkkkk, acredito que o corpo que conhecemos evoluiu normalmente como os outros do nosso planeta, um grupo evoluiu se adaptando a pesca e cruzou com outro que praticava a caça e assim foi nascendo descendentes com cérebros mais eficientes, afinal, se para uma raça ficar inteligente precisasse de intervenção de uma já evoluída, como se deu a primeira raça inteligente no universo? Evoluindo normalmente. Parece desprezo pela capacidade do planeta/natureza de criar seres inteligentes. Acho que é justamente esse um dos propósitos de um planeta.

Não sei se dar pra saber de fato que nossos ancestrais tenham obtido conhecimento agrícola por outros seres por não conseguirem descobrir isso por conta própria observando a natureza.

Acho que o erro desse pensamento na crença que não fomos capazes de evoluir nosso intelecto e habilidades é que esquecemos que nada é da noite pro dia, são milhares de anos que vão se passando, esse é o princípio da natureza, tudo vai mudando.  Uma hora aquele ser com um cérebro inteligente aprende que se traçar algumas fibras fará uma corda resistente. 

O que eu acho mais plausível é na crença que atribuíram ao acaso uma intervenção divina, e no que foi acaso falam que na verdade foi um ser divino que fez aquilo acorrer para trazer aquela sabedoria ao homem. O mesmo se repete no que é ruim, uma doença onde é atribuída a causa à um Deus maligno ou um demônio, os alienígenas parece que estão virando os novos deuses da modernidade kkkk, ou querem atribuir isso a eles.

Eu penso que assim como a gente, que não somos terrestres, apenas nossos corpos são, os alienígenas já viveram vidas em planetas primitivos e que esses que viajam no espaço estão mais para pesquisadores, afinal somos imortais e o universo é diversificado e infinito. Com isso fica óbvio que eu deixo a entender que acredito em vida em outros planetas, seria completamente sem sentido um espiritualista que sabe da existência da espiritualidade ter uma visão materialista e cética da nossa existência como espíritos.

Em 12/11/2022 at 17:00, Curioso disse:

vários deuses de diferentes culturas tenham características em comum, como serem reptilianos, por exemplo, os crânios alongados encontrados em todas as partes do mund

Eu já vi um documentário mostrando esses ossos encontrados, não vou ditar o que é mas no que eu acho que são, no meu ver, assim como no documentário (acho que foi no Discovery) parece que são deformidades causadas por pressão, usando alguma coisa como um metal pressionando o crânio desde novo para ele ir crescendo naquele formato, já que o crânio na infância ainda é maleável (https://www.saberatualizado.com.br/2015/12/por-que-os-povos-antigos-deformavam.html?m=1)

Em 12/11/2022 at 17:00, Curioso disse:

diz que "Os Elohim criaram os humanos à sua imagem e semelhança" ou algo assim. Muitos cristãos interpretam "Elohim" como Deus mas o problema é que esta palavra está no plural, o que significa que tinha mais do que um deus envolvido

Acredito que possa sim ter algo de verdade, mas é suposição minha:

Imagine você um espírito primitivo, sem conhecimentos sem muita vivência, então é trazido para um planeta e seres espirituais lhe informam que você vai começar a ter experiências na matéria para ajudar no seu crescimento, assim como eles também tiveram as suas, a experiência planetária lapida a consciência, e se for visto nessa ângulo, estamos aqui para ficarmos com a consciência semelhante daqueles seres tão inteligentes e sábios que um dia nos prepararão os corpos astrais para uma encarnação no plano físico. É como a teoria dos Lemurianos, que de acordo com a gnosis viviam em corpos sutis(astral) e só depois ficaram aptos a habitar corpos carnais. https://gnosisbrasil.com/artigos/sete-racas-planeta-terra/

Mas essas informações não devem ser levadas ao pé da letra, afinal nossa mente tende a se fascinar por essas coisas, não devemos esquecer que não somos de raça alguma, somos espíritos imortais em aprendizado, que nem formas temos, só tendemos a ficar com a mesma forma do nosso corpo humano no plano astral por puro condicionamento de uma vida física com ele.

  • Like 1
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

14 horas atrás, Sembrol disse:

acredito que o corpo que conhecemos evoluiu normalmente como os outros do nosso planeta, um grupo evoluiu se adaptando a pesca e cruzou com outro que praticava a caça

Mas acontece que a própria ciência não sabe explicar como a humanidade teve "saltos" evolutivos tão grandes, apesar de ser já um tema batido na espiritualidade, dos exilados de capela e intervenções espirituais, a gente já é do "grupinho" estranho que acredita que sai do corpo, como diz o Sandro hehe, então não é algo tão absurdo a possibilidade de intervenções aliens. 

 

14 horas atrás, Sembrol disse:

os alienígenas parece que estão virando os novos deuses da modernidade kkkk, ou querem atribuir isso a eles.

Sim, vejo isso ainda mais no pessoal que vende sua "Cura arcturiana" por um precinho camarada hahah, devem encher você de chips, ferram seu sistema energético e ainda você paga por isso, mas é a fascinação, todo mundo quer ser um extraterrestre aqui, ou ter contato com eles, faz parte do engrandecimento do ego humano, um materialismo mais rebuscado, com enfeites extraterrestres e um toque de megalomania com obsessão e vampirismo, tá cheio de gente louca por aí querendo se dar bem, e o sistema capitalista parece estar encontrando meios de invadir o espiritualismo por meio dessa galera. 

 

14 horas atrás, Sembrol disse:

, afinal, se para uma raça ficar inteligente precisasse de intervenção de uma já evoluída, como se deu a primeira raça inteligente no universo?

AI que está, o universo material é só uma parte do todo, uma ferramenta do mundo espiritual, por isso eu disse que deve ter sido uma mistura de intervenção espiritual com extraterrestre, mas não muda nada no fim das contas.

Só queria apontar que estamos bem perto de provar algum tipo de vida extraterrestre, por tudo que o governo norte-americano está divulgando, o caminho que estão seguindo é esse, até porque não faz sentido ficar divulgando vídeos de UFOs, e falar:

"Tá aí, existe mesmo naves que não seguem as leis da física como conhecemos, não são nossas e não temos explicações" 

ehehe, as pessoas vão cobrar explicações, não seria uma boa "jogada" do governo deixar isso em aberto... 

Caso comecem a divulgar coisas do tipo, as teorias do von Daniken ganhariam mais credibilidade, apesar de ainda ser um materialismo 2.0. 

 

Link to comment
Share on other sites

Vou dar uma de político aqui....hahaha... Acho que todo mundo tem um pouco de razão em seus argumentos, mas infelizmente ainda não temos como saber quem está certo ou se até, a verdade seja uma mistura das várias hipóteses levantadas. Mas enfim, sempre é bom discutir sobre o assunto, pois o compartilhar de conhecimento nos abre várias possibilidades.

Os mais velhos vão entender: "eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo."

Talvez seja uma falha minha, não sei, mas eu procuro sempre deixar uma porta aberta para o conhecimento e não descartar nada que eu não tenha inequívoca certeza que está errado.

Então, em geral, sempre deixo uma porta aberta. Isso tem me ajudado a não dogmático sobre a maioria das coisas.

Talvez eu tenha um pouco de materialista na minha forma de pensar, mas pelo menos para mim, não acho isso de todo mau.

Me considero um espiritualista, mas um pouco de ceticismo tem me livrado de alguma arapucas e lógicas circulares.

Mas cada um pensa como quiser e respeito a liberdade de pensamento desde que resguardado o respeito a mesma liberdade que tem nossa próximo.

Sobre o assunto vou colocar o que eu creio até o momento, mas estou aberto a mudar minhas posições desde que eu me convença do contrário.

Isso é o que eu acredito:

a) acredito em um criador de todas as coisas (todas mesmo, não só aqui na Terra) e não descarto a possibilidade de esta entidade ser onipotente e onipresente. Acho perigoso acharmos impossível que Ele não tenha essas duas naturezas, pois a nossa lógica parte do nosso conhecimento razo e restrito do universo (porta aberta)

b) creio que o universo é imenso que podem existir muitos seres vivendo em vários mundos;

c) não sei se Deus criou diretamente os homens ou se Ele se utilizou de outros seres para criar o homem (porta aberta);

d) Sim, há saltos evolutivos que a ciência não explica hoje, mas pode explicar futuramente. Não temos como saber e não ter uma explicação científica na atualidade, não significa necessariamente uma intervenção divina nessas lacunas, mas, ao mesmo tempo, não descarto uma intervenção divina. Assim como a ciência hoje não considera científico a projeção astral, pode ser que futuramente eles considerem a projeção como algo real (porta aberta);

e) sobre a narrativa Bíblica da criação, creio que foi a forma mais simples e pedagógica que Deus encontrou para explicar que Ele é o criador de todas as coisas, sejam elas de forma direta ou indireta. Então, no meu entender, não dá pra ficar divagando muito sobre o texto. Outras culturas e religiões têm relatos semelhantes mas que no fundo dizem a mesma coisa;

f) acredito que quando a Bíblia diz que o homem é a coroa da criação ela se refere a criação Terra e não de todos os mundos criados.

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Também vejo meio por aí: 'algo" (Ser ou povo) superior parece ter dado origem à nossa espécie, o que sugere planejamento, ordem, projeto. Na própria descrição religiosa há Ordens de seres que ajudam o "criador" nesse processo. Então vejo conflito algum entre uma narrativa religiosa para expressar isso e uma narrativa biológica (Extraterrestes como "outra espécie" mais evoluída). 

O que eu de fato "duvido e faço pouco" são essas idéias que atribuem caráter negativo a quem teve essa capacidade, como o caso de atribuir a criação a seres que queriam ambos escravizar.

O mal, por definição, é "obtuso", no sentido que ele é, por definição, uma percepção limitada. Basta olhar as diversas derivações disso: ego=individualismo=separação=egoísmo, ganância, desejo de poder.. são sempre ideias e poderes restritivos, e isso termina por restringir as capacidades evolutivas de alguém ou de um povo. A falta de "luz interior" limita a compreensão, por isso os atributos de Deus, na linguagem religiosa são o oposto, ONIpresença, ONIconsciência. Daí que as maiores realizações sempre só conseguem ser feitas por quem está alinhando com essa fonte ONI; Então um Deus maligno, uma raça com poder de criação mas que o fazem para o mal me soa como invencionice de crianças com medo da sombra, que entendem muito mal as subdivisões necessárias nesses desdobramentos da fonte para a concretização material do processo criador  das dimensões mais sutis às mais densas. Ou seja, quanto mais afastado da matriz, mais sujeito a erros está o "funcionário divino", e alguns erros se introduzem no processo das dimensões inferiores, por mera distância da Fonte, distância do Ordenamento máximo.

Em cima disso, de algumas falhas de processo e necessidades corretivas  criam-se outras fábulas religiosas que por usa vez dão margem às teorias conspiratórias.

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Em 16/11/2022 at 10:47, sandrofabres disse:

Também vejo meio por aí: 'algo" (Ser ou povo) superior parece ter dado origem à nossa espécie, o que sugere planejamento, ordem, projeto. Na própria descrição religiosa há Ordens de seres que ajudam o "criador" nesse processo. Então vejo conflito algum entre uma narrativa religiosa para expressar isso e uma narrativa biológica (Extraterrestes como "outra espécie" mais evoluída). 

O que eu de fato "duvido e faço pouco" são essas idéias que atribuem caráter negativo a quem teve essa capacidade, como o caso de atribuir a criação a seres que queriam ambos escravizar.

O mal, por definição, é "obtuso", no sentido que ele é, por definição, uma percepção limitada. Basta olhar as diversas derivações disso: ego=individualismo=separação=egoísmo, ganância, desejo de poder.. são sempre ideias e poderes restritivos, e isso termina por restringir as capacidades evolutivas de alguém ou de um povo. A falta de "luz interior" limita a compreensão, por isso os atributos de Deus, na linguagem religiosa são o oposto, ONIpresença, ONIconsciência. Daí que as maiores realizações sempre só conseguem ser feitas por quem está alinhando com essa fonte ONI; Então um Deus maligno, uma raça com poder de criação mas que o fazem para o mal me soa como invencionice de crianças com medo da sombra, que entendem muito mal as subdivisões necessárias nesses desdobramentos da fonte para a concretização material do processo criador  das dimensões mais sutis às mais densas. Ou seja, quanto mais afastado da matriz, mais sujeito a erros está o "funcionário divino", e alguns erros se introduzem no processo das dimensões inferiores, por mera distância da Fonte, distância do Ordenamento máximo.

Em cima disso, de algumas falhas de processo e necessidades corretivas  criam-se outras fábulas religiosas que por usa vez dão margem às teorias conspiratórias.

 

Em 16/11/2022 at 10:24, Sidinei disse:

Vou dar uma de político aqui....hahaha... Acho que todo mundo tem um pouco de razão em seus argumentos, mas infelizmente ainda não temos como saber quem está certo ou se até, a verdade seja uma mistura das várias hipóteses levantadas. Mas enfim, sempre é bom discutir sobre o assunto, pois o compartilhar de conhecimento nos abre várias possibilidades.

Os mais velhos vão entender: "eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo."

Talvez seja uma falha minha, não sei, mas eu procuro sempre deixar uma porta aberta para o conhecimento e não descartar nada que eu não tenha inequívoca certeza que está errado.

Então, em geral, sempre deixo uma porta aberta. Isso tem me ajudado a não dogmático sobre a maioria das coisas.

Talvez eu tenha um pouco de materialista na minha forma de pensar, mas pelo menos para mim, não acho isso de todo mau.

Me considero um espiritualista, mas um pouco de ceticismo tem me livrado de alguma arapucas e lógicas circulares.

Mas cada um pensa como quiser e respeito a liberdade de pensamento desde que resguardado o respeito a mesma liberdade que tem nossa próximo.

Sobre o assunto vou colocar o que eu creio até o momento, mas estou aberto a mudar minhas posições desde que eu me convença do contrário.

Isso é o que eu acredito:

a) acredito em um criador de todas as coisas (todas mesmo, não só aqui na Terra) e não descarto a possibilidade de esta entidade ser onipotente e onipresente. Acho perigoso acharmos impossível que Ele não tenha essas duas naturezas, pois a nossa lógica parte do nosso conhecimento razo e restrito do universo (porta aberta)

b) creio que o universo é imenso que podem existir muitos seres vivendo em vários mundos;

c) não sei se Deus criou diretamente os homens ou se Ele se utilizou de outros seres para criar o homem (porta aberta);

d) Sim, há saltos evolutivos que a ciência não explica hoje, mas pode explicar futuramente. Não temos como saber e não ter uma explicação científica na atualidade, não significa necessariamente uma intervenção divina nessas lacunas, mas, ao mesmo tempo, não descarto uma intervenção divina. Assim como a ciência hoje não considera científico a projeção astral, pode ser que futuramente eles considerem a projeção como algo real (porta aberta);

e) sobre a narrativa Bíblica da criação, creio que foi a forma mais simples e pedagógica que Deus encontrou para explicar que Ele é o criador de todas as coisas, sejam elas de forma direta ou indireta. Então, no meu entender, não dá pra ficar divagando muito sobre o texto. Outras culturas e religiões têm relatos semelhantes mas que no fundo dizem a mesma coisa;

f) acredito que quando a Bíblia diz que o homem é a coroa da criação ela se refere a criação Terra e não de todos os mundos criados.

Pesquisar sobre alienígenas é importante porque se eles existiremesmo, isso pode trazer respostas para questões filosóficas importantes da humanidade como "Quem somos nós?", "De onde viemos?" e "para onde vamos?".

É claro que estudar religiões também é importante pelo mesmo motivo.

E quanto à evolução, tem mesmo muitas coisas em aberto: Por quê só os seres humanos evoluiram tanto e outros animais não? Por que os seres humanos não se parecem em nada fisicamente com os outros primatas? Por que nenhum povo acredita que evoluímos de símios, enquanto que quase todos os povos tem uma história/mito de criação e acreditam em deuses e em experiências sobrenaturais? Por quê civilizações tão antigas já eram tão desenvolvidas? Por quê a astrologia já era praticada por povos tão primitivos? Por quê caçadores-coletores que viviam em pequenas tribos mudaram para um modo de vida agricultural e comecaram a viver em tribos grandes? Enfim, ainda tem muitas questões em aberto, não podemos nos conformar com o que é imposto pela sociedade. Conhecimento é poder.

 

Link to comment
Share on other sites

Talvez a mediunidade seja um modo que os extraterrestres deixaram para nós nos conectarmos com eles, eu vi um vídeo que um especialista em glândula pineal afirma que a mediunidade é um fenômeno interplanetário e que a glândula pineal está ligada com outros planetas mas eu não entendi direito.

E a grande semelhança entre culturas antigas que nunca se conheceram pode indicar que eles sabiam algo que não sabemos mas que podemos desvendar através do estudo da história de tais povos e descobrir quem está por trás de tudo isso, se são deuses mesmo ou extraterrestres ou qualquer outra coisa.

Uma leitura interessante sobre o tema é este site aqui: 

https://tonocosmos.com.br/os-simbolos-e-a-heranca-cultural-dos-deuses

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...