Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Recommended Posts

 Oi, então, antes de eu se quer começar a ter projeções, eu vi um vídeo de um cara falando, que as vezes se tu ta em uma projeção e você voltar por algum motivo, seja por medo, ou dar um vacilo e voltar, pode acontecer de isso causar uma trava em você, e enquanto você não acaba com essa trava, você não consegue mais ter projeções, e a um tempo eu venho pensando nessa hipótese, porque a ultima, ou uma das ultimas projeções, na hora que eu saí de madrugada, tinham vários espíritos no meu quarto me observando, como se tivessem esperando eu sair, e quando eu sai eu percebi, eu acho que todo mundo tem isso, mas meio que oq eu sinto eu também vejo, quando eu sinto que minha mão ta saindo do corpo, eu vejo claramente minha mão astral saindo do corpo, mas voltando pro assunto, quando eu vi os espíritos, eu comecei a ficar com medo, eu pensei em voltar, porque se fosse um ou dois tava de boa, mas eram muitos, aí eu voltei, na hora que eu voltei eu tentei sai de novo, eu achei que eles teriam ido em bora, alguns foram, mas ainda tinham muitos, e como era de madrugada, eu tava com soo e não tava assimilando as coisas muito bom, então eu fiquei com medo e voltei. Desde aí eu sempre venho tentando, eu mudo de técnica, eu comecei a mexer as energias, pra tentar facilitar as saídas, eu comecei a fazer esterelização energética, mas ainda não consegui ter outra projeção, e eu realmente estou achando que aquilo criou uma trava em mim, eu vi muitas pessoas descrevendo coisas parecidas, então se alguém souber acabar com essa trava, por favor me ajude!

 O Saulo até me respondeu em um faq, referente a isso, inclusive ele deu dicas muito boas, mas eu perguntei sobre parar de ter projeções, eu não cheguei a falar da trava e dessa projeção que eu voltei por medo.

Link to comment
Share on other sites

Já ouvi falar  disso mesmo. É tipo um trauma, se a pessoa sai mal preparada sem informacao alguma, toma um susto com algo e se apavor, pode passar anos sem conseguir novamente.

Mas quando você já sabe o que esperar, está devidamente informado, e teve as primeiras projecoes de boa, esses sustos ocasionais nao causam mais esse efeito. Nem  mesmo os sustos fruto de algum ataque.

 Se você sente que ficou com medo que ainda persiste aí pode ser algo mais duradouro. Sugiro algo no estilo de programacao mental:

- voce pode, sempre que deitar para dormir, passar uns minitos repetindo mentalmente informacoes positivas, algo do tipo:

" eu me projeto com facilidade, com tranquilidade. As exoeriencias sempre sao positivas. Quando surgem situacoes inesperadas eu sei lidar com elas com calma, com equilibrio. Estou em seguranca, me sinto bem fazendo a projecao astral"

Também aproveite quando for deitar PARA tentar se projetar, fazer essas afirmacoes na fase de concentracao mental, apos o relaxamento e inducao ao transe É mais facil que elas atinjam seu subconsciente se voce estiver num estado mental propício.

Como pode notar não há afirmações negativas, como " não tenho medo". Deve-se evitar  afirmacoes negativas nesse tipo de programação. 

 

 

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

olha, quando eu tomei esse susto eu ja tinha tido muitas projeções, eu acho que eu fiquei com medo, pq eu tava meio dormindo, sabe quando tu acaba de acordar, que se a pessoa te pergunta seu nome tu n lembra direito, então, eu tava assim, a unica coisa que eu lembrava era de ter a projeção, mas mesmo eu não tendo mais medo disso, exatamente depois disso eu parei de ter projeções, eu acho que tem algo relacionado a isso.

Link to comment
Share on other sites

 A técnica que eu usava nessa época, era parecida com a que eu usava quando tava aprendendo sonho lúcido, eu tinha sonho lúcido todos os dias, mas antes de eu viajar comecei a ter pesadelos lúcidos, sobre temas muito pesados, na maioria das vezes era sobre assassinato, ou coisas do tipo, mesmo eu não gostando desse tipo de conteudo, e depois que eu viajei eu não tive mais sonhos lúcidos, eu acho que na minha cama já estava se formando um ambiente energético que favorecia esses sonhos lúcidos mais facilmente, e quando eu viajei, como fiquei alguns dias sem usar técnicas, aquilo meio que acabou. Eu uso uma técnica de antes de dormir que consiste em afirmar para mim mesmo que ao acordar eu vou ter uma projeção astral, quando eu fui tentar a primeira vez eu ja tinha estudo sobre aquilo, seria bom eu fazer meio que uma mistura dessas frases que tu disse com a que eu uso em uma frase só, aí as pessoas poderiam usar a mesma técnica, depois dessa experiência dos espíritos no meu quarto, eu até mudei de técnica, mas ainda não consegui ter mais projeções

Link to comment
Share on other sites

8 minutos atrás, Lynear disse:

mas antes de eu viajar comecei a ter pesadelos lúcidos, sobre temas muito pesados, na maioria das vezes era sobre assassinato, ou coisas do tipo, mesmo eu não gostando desse tipo de conteudo,

Isso é alguma entidade negativa tentando te acessar. Induzem sonhos que sejam chocantes, ou assustadores ou sexuais.

Se voce já tinha prohecoes antes, entao nao creio que o susto possa ser a causa disso, ja tive alguns e não geraram isso. O que se sabe que acontece sao os tais recessivos projetivos, mas ninguém sabe a causa. O Waldo Vieira falava disso. Ou seja  é normal que de vez em quando no ano voce passe uns poucos meses sem conseguir se projetar.

Link to comment
Share on other sites

1 minuto atrás, sandrofabres disse:

O que se sabe que acontece sao os tais recessivos projetivos, mas ninguém sabe a causa. O Waldo Vieira falava disso. Ou seja  é normal que de vez em quando no ano voce passe uns poucos meses sem conseguir se projetar.

disso aí eu já vi, mas nunca vi ninguém chegar a ter recesso de 2 ou 3 meses igual eu, e foi justamente depois desse susto, eu ja vi gente, que tomou susto sem querer, mas mesmo assim parou de ter projeções. Você sabe algum jeito de tirar essa trava, sem ser perder o medo, pq perder o medo quanto a isso eu já perdi, ah e nessa época que eu viajei e parei de ter sonhos lúcidos, foi agora em julho, e eu não estudava sobre projeção, eu comecei a estudar justamente depois disso, eu tive minha primeira projeção com a primeira tentativa, no dia 20/8, e todas as vezes que eu tentava eu conseguia, por isso eu achei estranho isso de depois de um susto eu parar de ter projeções, eu tinha com muita facilidade, agora, o mais perto que eu cheguei foi com o OLVE que eu consegui um EV muito forte, mas mesmo assim não sai, sendo que eu já saí com um ev muito fraquinho, eu tinha acordado de madrugada com um EV bem fraco, e foi nesse dia que eu tomei o susto.

Link to comment
Share on other sites

Realmente não sei. Acho que se não foi medo, então acho  tem que "bater o p... na mesa" para si mesmo e relembrar a si mesmo que:

-você sabe fazer,

-nada justifica isso,

- e vai fazer de novo nem que seja na  marra!!!"

Eu acho sinceramente que o campo da projecao é muito contaminado por limitacoes. As pessos simplesmente aceitam que um monte de coisas pode travá-las, quando ma verdade não podem. Só no caso de uma violação ética séria que a pessoa poderia sofree um travamento. Mas a julgar pelo que ensinam em livros de magos negros sobre projecao, acho que não travam nem os individuoa mais bizarramene mal intencionados. 

Logo, resta não aceitar limitacões  de nenhum tipo. 

 

Aqui o que o Waldo fala sobre os recessos:

Citar

368. RECESSO PROJETIVO 
Definição. Recesso projetivo: fase existencial da consciência encarnada caracterizada pela 
cessação espontânea — temporária quase sempre — das experiências projetivas conscientes, dentro de 
uma seqüência de experimentos lúcidos intensivos. 

Sinonímia: bloqueio da projetabilidade; cessação espontânea das projeções; estado antitran- se 
projetivo; fase declinante de projetabilidade; férias projetivas; intermitências da projetabilidade; período 
de baixa produção projetiva; suspensão da projetabilidade. 

Similitudes. Assim como existem cinco categorias de ocorrências afins ou símiles, conhecidas 
como: a ausência de percepção extra-sensorial e efeitos paranormais físicos, efeito reverso, ou psi-
missing; atuação de fatores de perturbação sobre os fenômenos paranormais de efeitos físicos, tais por 
exemplo a luz direta ou o olhar do próprio observador-pesquisador; a influência da pessoa esterilizante,
sensitivo ao avesso, ou psi-bloqueador, que impede a produção do fenômeno para- normal de efeitos 
físicos com a sua presença física; o surgimento da condição chamada prancheta morta devido à 
incompatibilidade de vibrações, energias ou poderes no grupo de pesquisas paranormais; e a suspensão 
temporária ou definitiva, o declínio, e a extinção de variados gêneros de mediunidade; ocorrem também 
os períodos de recesso na prática ou na produção das experiências de projeções conscientes humanas. 

Energia. As seis categorias de ocorrências similares, referidas acima, têm o mesmo denomina-
dor comum: a alteração qualitativa e/ou quantitativa de energia consciencial (V. cap. 246) do cultor dos 
fenômenos anímico-mediúnicos, incluindo aí a experiência da projeção consciente. 

Causas. Podem ser arroladas entre as causas obscuras do surgimento do recesso na prática das 
projeções conscientes diversos outros fatores importantes: processo patrocinado pelos ampara- dores a 
fim de evitar a condição de alienação física do projetor encarnado; intercorrência de doença; causas 
tóxicas (drogas, alimento, etc.); mudança de domicilio ou base física; trauma psicológico do praticante; 
fim da condição de soltura do duplo etérico com o reatamento dos seus liames energéticos; bloqueio 
mental de causa indeterminada; uso de medicamentos necessários e corretamente administrados; 
acidentes físicos; alterações de horários e ocupações humanas do projetor consciente; predomínio da 
indisciplina nos hábitos pessoais da consciência encarnada; má utilização das experiências das projeções 
conscientes do ponto de vista da moral cósmica, ou seja, sem os valores éticos indispensáveis; 
intervenção de amparadores devido a razões justificáveis, mas desconhecidas pelo projetor; pressão mal
suportada dos problemas da vida material sobre o praticante; e outras mais. 

Swedenborg. Relativamente a essa condição que hoje denomino recesso projetivo, que se 
instala após uma série intensa de projeções conscientes assistidas (V. cap. 187), vale a pena ler todo o 
item 1166, do Diarii Spiritualis, de Emanuel Swedenborg — o precursor da fenomenologia proje-
ciológica -, ou seja, o pioneiro da Projeciologia, redigido em latim, a linguagem universal de sua época, 
há mais de dois séculos, ou exatamente, no dia 4 de março de 1748 (5 Vol.: Partis Primae; Volumen 
Primum; XIV+450 p.; 21,5 cm.; enc.; William Newbery; Londini; 1844; p. 331). 
 
--- TEXTO ORIGINAL EM LATIM OMITIDO NA DIGITALIZAÇÃO ---- 


“Durante quase três anos, isto é, por 33 meses, tenho permanecido ultimamente num tal estado 
de espírito, que a minha consciência, que esteve afastada das coisas humanas, pôde estar nas sociedades 
de seres espirituais e celestiais, e no entanto permaneci como se fosse qualquer outro homem, na 
companhia dos homens, sem qualquer diferença, e isto fez com que os próprios espíritos se admirassem. 
Apesar disso, quando tive que me ocupar detidamente, no pensamento, com assuntos mundanos — como 
quando tive que me deter em assuntos relativos a despesas necessárias, e quando hoje tive que escrever

uma carta — de modo que mantive minha mente durante algum tempo ocupada com tais assuntos, caí 
então num estado, digamos, corpóreo, de modo que os espíritos não puderam comunicar-se comigo. Eles 
me disseram, então, que tinham se mantido como ausentes, quase da mesma forma como antes tinha 
sucedido. Daí posso deduzir que os espíritos não podem falar com uma pessoa que esteja excessivamente 
devotada a preocupações humanas e materiais, pois os cuidados corporais podem puxar, em comparação, 
as idéias da mente, e imergi-las nos assuntos corporais” (V. cap. 03). 

Efeitos.. A falta ou ausência dos exercícios das projeções conscientes é perfeitamente sentida 
pela consciência encarnada habituada às experiências. Eis alguns efeitos conscienciais advindos de um 
período bem definido de recesso projetivo, ocorrido após uma série seqüencial de projeções conscientes
intensivas: sensação de perda de valores existenciais importantes; sensação como se uma fonte de 
extremo significado tivesse secado; sensação de a consciência permanecer à margem da vida real, por 
fora das coisas essenciais; sensação de se viver em subnível do rendimento vital da própria consciência; 
sensação de se estar num ponto-morto ante a marcha da vida e do universo que prossegue ininterrupta. 

Tipos. Na prática, o recesso projetivo pode ser classificado em dois tipos: o recesso absoluto e 
o recesso relativo. 

368.1.Absoluto. O recesso das projeções é absoluto quando o projetor permanece uma 
temporada sem usufruir a condição da autoconscientização extrafísica e, obviamente, sem ter re-
memoração. de vivências extrafísicas no estado da vigília física ordinária. 

368.2.Relativo. O recesso das projeções conscientes é relativo quando o projetor, intuiti-
vamente, sabe que prossegue desfrutando de lucidez quando projetado fora do corpo humano, no entanto 
não apresenta qualquer rememoração posterior aos eventos extrafísicos. 
Cessação. Além do exposto, o recesso projetivo, seja nas práticas das projeções conscientes 
voluntárias ou involuntárias, geralmente representa interregno passageiro, que cessa com a causa que o
produziu, porém, mais raramente, pode marcar a cessação permanente ou definitiva das experiências 
projetivas. 

Amparadores. O recesso projetivo permanente, em certos casos, evidencia de maneira clara 
que as projeções conscientes experimentadas pela consciência encarnada foram produzidas exclusi-
vamente sob o patrocínio dos amparadores, ou seja, constituíram projeções assistidas, mesmo quando este 
fato seja ignorado pelo próprio projetor. Neste caso, depois que os amparadores não encontram mais 
razões plausíveis, ou justificáveis, para ajudá-lo a se projetar, as experiências cessam definitivamente. 
Isso ocorre com freqüência com os ex-intemos das instituições totais restritivas (V. cap. 425), em 
particular ex-prisioneiros ex-projetores, ou presidiários libertados. 

Parafisiologia. Parece que certos períodos esporádicos de recesso projetivo são parafisiológi-
cos tendo em vista os veículos de manifestação da consciência encarnada. Assim como ocorre o fato da 
fixação física, através de um fixador psicofisiológico (V. cap. 443), ocorre também certo re- freamento 
das manifestações da consciência projetada, ou seja, um recesso, ou diminuição de suas atividades fora
do corpo humano, a favor da preservação deste mesmo corpo humano e da priorida- dade da vida física 
do próprio projetor sobre a vida extrafísica, no momento. 

Exemplo. O recesso duradouro característico das projeções conscientes acontece com os 
projetores jovens, que atravessam a adolescência e chegam, por exemplo, aos 25 anos de idade ex-
perimentando projeções espontâneas intensamente. Depois disso — em razão de alterações vitais na 
existência humana, em particular o desinteresse pelas questões extrafísicas — jamais voltam a expe-
rimentá-las. 

Superação. Para o projetor superar o período de recesso nos experimentos conscientes, há de 
manter, como prevenção, certa uniformidade em seus hábitos. Se o recesso já se instalou, deve procurar, 
com autocrítica, sem febricitação nem angústia, como solução, identificar a causa real do recesso a fim 
de combatê-la. 

Fatos. Baseado em dois fatos: primeiro, a consciência encarnada se projeta, toda noite, ao 
dormir, de algum modo, embora não desfrutando de plena lucidez nem da rememoração dos eventos 
extrafísicos; segundo, a condição de projetabilidade constitui, antes de tudo, atributo anímico da 
consciência, natural e fisiológico na vida humana e, como tal, depende exclusivamente dela, e de 
ninguém mais; assim também será o ato de recobrar a projetabilidade ou de melhorar o seu desempenho 
projetivo. À vista dos fatos, pode-se, pois, afirmar com certeza: todo recesso na prática das projeções 
conscientes será sempre superado se a consciência encarnada realmente o desejar e se se motivar 
suficientemente para produzir novas projeções conscientes. 

Portais. Conclusão racional: uma vez abertos os portais dos planos extrafísicos, eles jamais se 
apresentam completamente fechados à consciência encarnada que os abriu. 
________________
Bibliografia: Andreas (36, p. 95), Grosso (650, p. 186), Kardec (825, p. 250), Mitchell 
(1059, p. 2), Monroe (1065, p. 204), Schiff (1515, p. 120), Steiger (1601, p. 202), Swedenborg 
(1639, p. 313).

 

 

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

 Eu tento quase todo dia, só não tento muito dia de semana, dia de semana eu só mexo as energias antes de dormir, porque se não eu atraso pra aula, mas todo sabado e domingo eu tento, só fico com raiva, que parece que quando eu to quase saindo algo fica me segurando no corpo, a técnica que eu sempre usei e sempre funcionou foi de dormir pensando que quando eu acordar eu não vou me mover e vou ter uma projeção astral, daí quando eu acordo eu lembro de ficar parado, daí eu limpo a mente e me concentro na respiração, daí eu movo toda a minha atenção em uma parte do corpo e tento sentir ela mexendo, daí eu saio, mas eu fasso tudo certo e realmente não ta dando, eu tento muito anoite também.

Link to comment
Share on other sites

Humm, estranho mesmo.

Você já tem uma tecncia direta que sempre funcionava entao. Porém, para mexer uma parte do corpo astral ela precisa estar  solta. 

Se alguém de fato resolveu te prender isso precisaria see feito via apagamento ( te fazer cochilar nas tentativas) ou via energetica, de fato instalando algo ali no seu corpo energetico que nao te permita descolar.

Eu não defendo que o EV seja necessário para a projeção, ele é só uma tecnica a mais que pode ser usada, mas  nesse seu caso eu acho que voce deveria tentar induzir o EV quando nota que essa sua tecnica não está funcionando. Não a abandone, alterne as técnicas, tipo 5min tentando uma  entao 5min a outra, 5min na primeira de novo....

 Mas seria bom você tentar conseguir um EV forte nesse estado, porque pode ser que ele solte alguma trava energetica instalada, ou pode ser que você a detecte. Porque qualquer coisa estranha aderida no seu campo energético vai oferecee resistencia à passagem de enegia e começar a vibrar ou sacudir ou até doer, como relatei aqui

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/19851-dor-na-técnica-completa/&do=findComment&comment=92490

E aí voce pode insistir até aquilo soltar, e isso TALVEZ resolva.Mas mesmo que não note nada, o EV tende a soltar e até empurrar seu corpo astral para fora, se for bem forte. Então atingi-lo ou apenas atingir uma vibracao média regular por todo o corpo vai, no mínimo, facilitar para aplicar sua tecnica preferida, já que vai deixar os membros astrais mais soltos. 

E se você notar algo anexado, como no meu relato. Use enxofre diariaemente por uma semana  pelo menos:

( tem mais dicas nesse link)

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/18560-por-favor-preciso-de-ajuda-acho-que-estou-tendo-ataques/&do=findComment&comment=84161

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

eu não conseguia fazer OLVE, daí eu desenvolvi uma técnica que se tu afz por menos de 1 min. tu ja entra em um EV muito forte, mas quando eu fazia isso, eu também parei de conseguir fazer isso, ah, e se da pra instalar bloqueios energéticos, eu também poderia instalar desblouqueios energéticos, em mim ou em alguém, por exemplo pra ajudar a pessoa a ter suas projeções mais facilmente?

Link to comment
Share on other sites

17 minutos atrás, Lynear disse:

eu não conseguia fazer OLVE, daí eu desenvolvi uma técnica que se tu afz por menos de 1 min. tu ja entra em um EV muito forte, 

Veja, esses dois pontos estão amarrados como um cabo de guerra:

- se voce induz o EV voce solta o corpo astral

- se voce tenta soltar um membro astral ou foca sua atencáo num ponto foroa do corpo físico mas ainda dentro do quarto o EV surge

Mas ambas as situacoes precisam do estado mental adequado. Por isso ambas acontecem. 

Se você não consegue soltar  um membro astral ESTANDO no estado mental adequado só posso crer que o problema é nas energias. Por isso o EV nao aparece também .

Claro que o problema mais obvio seria o estado mental inadequado oi o relaxamento, mas como você já tem pratica, entao nao deve ser isso. 

 Só posso imaginar que seja nas energias o problema. Porque se for, aí nao solta mesmo. Estando no estado mental proprio para a projecao não é nem um pouco dificil i duzir o EV pela OLVE, é só no estado mental de vigilia que é dificil. 

Link to comment
Share on other sites

10 minutos atrás, Lynear disse:

 Quais são as melhores técnicas para desbloquear? Porque se for isso mesmo eu ja tento pra ter certeza

Como o bloqueio é algo fixado, a melhor técnica é agitar energeticamente o ponto de fixacao do bloqueio ( fazer um OLVE localizads só naquele ponto mesmo, como ei relatei no meu caso)

Mas teria que achar o ponto. Para achar o ponto voce teria que conseguir pelo menos começar a  induzir um EV, porque ao passar a banda de atencao pelo corpo voce notaria uns pontos cegos em algumas zonas, e entao poderia fazer a OLVE mais forte nessas zonas especificas e ver o que sente. 

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Em 20/11/2022 at 13:22, Lynear disse:

eu não conseguia fazer OLVE, daí eu desenvolvi uma técnica que se tu afz por menos de 1 min. tu ja entra em um EV muito forte, mas quando eu fazia isso, eu também parei de conseguir fazer isso, ah, e se da pra instalar bloqueios energéticos, eu também poderia instalar desblouqueios energéticos, em mim ou em alguém, por exemplo pra ajudar a pessoa a ter suas projeções mais facilmente?

Lynear, o que eu vou te perguntar foge um pouco do foco da sua pergunta principal, mas fiquei curioso e gostaria de saber qual é a técnica que você utiliza que te faz ter um EV em menos de 1 minuto. Se puder compartilhar seria bem interessante. Obrigado.

Link to comment
Share on other sites

Em 20/11/2022 at 12:54, Lynear disse:

 daí eu movo toda a minha atenção em uma parte do corpo e tento sentir ela mexendo, daí eu saio,

É que estando no estado correto, quando ele foca em coisas do astral ( memoria do sonho do qual voltou, focar em achar o corpo astral dentro do fisico, tecnica de separacao com movimento astral) eo EV surge COMO CONSEQUENCIA do start no processo de separacao.

Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, Sidinei disse:

Lynear, o que eu vou te perguntar foge um pouco do foco da sua pergunta principal, mas fiquei curioso e gostaria de saber qual é a técnica que você utiliza que te faz ter um EV em menos de 1 minuto. Se puder compartilhar seria bem interessante. Obrigado.

Oi, desculpa a demora pra responder, bem, eu sou meio instével com vizualização, uma hora eu consigo muito bem, outra não, então meio que eu fiz uma técnica para chegar num EV muito forte em menos de 1 ou 2 minutos, ao invés de tu imaginar que tem uma luz indo de baixo a cima, tu sente real a energia, tu foca em uma parte do corpo nas extremidades (pé ou cabeça, pé é mais fácil, pq na cabeça ta os chakras mais "complicados") daí, tu tenta sentir só aquilo, como se seu corpo fosse só aquela parte, e vc vai subindo e sentindo parte por parte, quando chegar na cabeça tu desse, e a cada vez que tu chegar no pé, ou na cabeça, no que vc tiver começado, vc tenta aumentar a velocidade, quando eu faço isso eu consigo um EV muito forte a ponto de sentir até a cama vibrando. E quanto mais relaxado tu tiver, mais rápido e mais forte o EV vem, qualquer dúvida que vc tiver pode perguntar, eu também tenho uma técnica pra relaxar em menos de 1 minuto, se quiser saber é só pedir.

Link to comment
Share on other sites

Em 20/11/2022 at 13:14, sandrofabres disse:

Humm, estranho mesmo.

Você já tem uma tecncia direta que sempre funcionava entao. Porém, para mexer uma parte do corpo astral ela precisa estar  solta. 

Se alguém de fato resolveu te prender isso precisaria see feito via apagamento ( te fazer cochilar nas tentativas) ou via energetica, de fato instalando algo ali no seu corpo energetico que nao te permita descolar.

Eu não defendo que o EV seja necessário para a projeção, ele é só uma tecnica a mais que pode ser usada, mas  nesse seu caso eu acho que voce deveria tentar induzir o EV quando nota que essa sua tecnica não está funcionando. Não a abandone, alterne as técnicas, tipo 5min tentando uma  entao 5min a outra, 5min na primeira de novo....

 Mas seria bom você tentar conseguir um EV forte nesse estado, porque pode ser que ele solte alguma trava energetica instalada, ou pode ser que você a detecte. Porque qualquer coisa estranha aderida no seu campo energético vai oferecee resistencia à passagem de enegia e começar a vibrar ou sacudir ou até doer, como relatei aqui

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/19851-dor-na-técnica-completa/&do=findComment&comment=92490

E aí voce pode insistir até aquilo soltar, e isso TALVEZ resolva.Mas mesmo que não note nada, o EV tende a soltar e até empurrar seu corpo astral para fora, se for bem forte. Então atingi-lo ou apenas atingir uma vibracao média regular por todo o corpo vai, no mínimo, facilitar para aplicar sua tecnica preferida, já que vai deixar os membros astrais mais soltos. 

E se você notar algo anexado, como no meu relato. Use enxofre diariaemente por uma semana  pelo menos:

( tem mais dicas nesse link)

https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/18560-por-favor-preciso-de-ajuda-acho-que-estou-tendo-ataques/&do=findComment&comment=84161

 

 

 

 

Cara, quando eu tava explicando a técnica pro cara que me perguntou, eu acabei de lembrar de uma coisa, tu disse que quando eu fizesse o EV se tivesse uma parte que eu n consigo passar a energia, pode ser um bloqueio ali, então, meio que eu tenho muita dificuldade de passar energia pela barriga, inclusive isso atrapalha muito quando vou fazer OLVE, oq tu acha?

Link to comment
Share on other sites

É sempre um indicativo de que essa zona tem mais bloqueios do que as zonas em que a energia passa fácil, como braços e pernas. Mas daí a dizer que o problema está nessa zona, tem que mais agitando mais ali, para ver como reage.

2 horas atrás, Lynear disse:

ao invés de tu imaginar que tem uma luz indo de baixo a cima, tu sente real a energia,

Então não era o que eu tinha entendido da sua explicacao anterior, e que eu mesmo reexpliquei para o Sidnei. Porque quando voce esta num estdo alterado, qualquer intencao de sair do corpo como tentando mover uma parte do corpo astral já gera  um EV em segundos. 

Mas o que você descreveu é a OLVE mesmo, porque o pessoal do Waldo ensona a fazer a OLVE nao visualizando, mas sentindo memso. Só que em geral ninguém sente nada  daí que não ajida muito explicar desse jeito. Mas TENTAR SENTIR, BUSCAR as sensacoes  quando move as energias é que torna a técnica mais eficaz. O que você descreve entao é apenas a OLVE mesmo, quando executada da forma indicada por quem criou isso.

Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, sandrofabres disse:

É sempre um indicativo de que essa zona tem mais bloqueios do que as zonas em que a energia passa fácil, como braços e pernas. Mas daí a dizer que o problema está nessa zona, tem que mais agitando mais ali, para ver como reage.

Então não era o que eu tinha entendido da sua explicacao anterior, e que eu mesmo reexpliquei para o Sidnei. Porque quando voce esta num estdo alterado, qualquer intencao de sair do corpo como tentando mover uma parte do corpo astral já gera  um EV em segundos. 

Mas o que você descreveu é a OLVE mesmo, porque o pessoal do Waldo ensona a fazer a OLVE nao visualizando, mas sentindo memso. Só que em geral ninguém sente nada  daí que não ajida muito explicar desse jeito. Mas TENTAR SENTIR, BUSCAR as sensacoes  quando move as energias é que torna a técnica mais eficaz. O que você descreve entao é apenas a OLVE mesmo, quando executada da forma indicada por quem criou isso.

Eu só tentei sair do corpo por OLVE uma vez, e normalmente quando eu entro em ev a parte da barriga eu quase nem sinto o EV, no corpo todo fica muito forte mas na barriga não, se tu tiver alguma técnica para melhorar isso me ajuda?

Link to comment
Share on other sites

Pelo que sei isso é algo pessoal, que para ser alterado leva tempo.

Mas esse tipo de insensibilidade não é o que impede a projecao nao. 

 Pelo que sei essas zonas insensíveis vao melhorando com a simples prática da OLVE, porque com a prática ,voce lierando mais energias que antes estavam presas, entao sua movimentavao vwo ficando mais potente e consegue, com os meses ou anos de prática, ir limpando esss áres em que a pessoa tem bloqueios que torna aquela área insensível. 

Só resta seguir fazendo mesmo. 

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...