• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Cereja

Osho!

Recommended Posts

Uma mensagem de Osho!

“Seja humilde, e ninguém poderá humilhá-lo. Não tenha ego, e ninguém poderá ofendê-lo.”

:wink:

vale a pena refletir!

Share this post


Link to post
Share on other sites
adoro Osho, acho ele um pensador maravilhoso, é um filósofo indiano!

....que terminou sesu dias viciado em oxido nitroso, se urinando na roupa, incapaz de saber que seu grupo virou um foco de AIDS devido a promiscuidade generalizada e quem membros de sua elite dirigente chegaram a envenenar pessoas para que elas nao pudessem votar num candidato que eles apoiavam e que era simpatizante ou membro de sua seita.

Lembro um pouco desses eventos noticiados na imprensa naquela epoca, fim dos anso 70 creio, mas se alguem duvida (a maior parte dessa informacao nunca apareceu na internet ate porque a internet veio bem depois e sesu seguidores preferiram esquecer o desfecho negro do seu "mestre")me mande um mensagem pessoal com seu emial que eu repasso um texto qeu rtaduzi ha uns 12 anos atras, escrito por um membro do grupo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

achei bom até o encinamento dele, li no passado uns livros de tantra mas não gostei muito, pois ele encina e aconselha o tantrismo cinza e eu sou adepto do branco, alguns chamam o cinza de tantrismo do meio e o branco da direita

Share this post


Link to post
Share on other sites

SANDROFABRES é sério isso? gentee :shock::o

to chocaaadaaaaaaa

vou te mandar meu e-mail sim

ai que tristeza saber que ele terminou assim, putz isso me faz repensar na validade de tudo que ele escreveu :cry:

Share this post


Link to post
Share on other sites

esse post até dava pra gerar um debate sobre como acontece a queda de "mestres espirituais". Primeiro que o conceito de mestre já é algo complicado. Segundo como que pode alguem com tanto conhecimento e sabedoria espiritual aos poucos, ou de repente se afastar de uma caminho espiritual iluminado

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por um lado, pessoas mais desenvolvidas tem lá seus próprios desafios a superar, ou não poderiam continuar evoluindo, e por isso mesmo o risco de fazer besteira sempre existirá.

O que me deixa fulo da vida é ver os caras caírem em erros medíocres, que qualquer mané com a mínima noção de comportamento "socialmente adequado" evitaria com facilidade seguindo qualquer conjunto de "regras cegas" usadas na sociedade.

Aí os caras passam a vida TODA meditando, fazendo um milhão de coisas espirituais, curando outros, escrevendo livro que aparentam ser "iluminados", para depois ratear em coisas que nem mesmo o "padeiro honesto, trabalhador, e ateu" da esquina ratearia?

É uma vergonha, para todos que trilham um caminho de auto-aperfeiçoamento.

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu relamente nao consigo entender como alguem inteligente pode fracassar desse jeito, as vezes chego a pensar que a pessoa de fato nunca foi inteligente.... :|

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu sinceramente gostaria de poder divulgar mais esse texto que o sandro colocou aqui. acho que mais gente que gosta de osho deveria conhecer esse historia e assim gerar mais reflexao

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 30/06/2012 at 08:03, sandrofabres disse:

Consegui um jeito mais pop de divulgar o texto. E so clicar e baixar:

https://docs.google.com/file/d/0ByXGi2v ... sp=sharing

Obrigado pelo texto Sandro , estou assistindo o documentario da netflix Wild Wild Country que muito contradiz a imagem e as opiniões que eu tinha sobre tudo que ele ofereceu , os livros que eu li dele quando começei a me interessar por esse caminho foram de muita ajuda para mim , , tinha ouvido falar um pouco do que aconteceu mas optei por não ponderar sobre isso , recentemente fui ver o documentario e fiquei com um sentimento estranho  , acho que saber que alguém que boa parte da vida teve uma sabedoria tão significativa e se propôs a espalhar outro estilo de vida , acabar dessa forma triste foi tipo um baque de realidade , se não nos cuirdarmos eternamente não importa o o tanto de tempo que passamos meditando , entre outras coisas para se auto-desenvolver , sempre hávera a possibilidade de acabar se destruindo assim .

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que esse pode ser um fenômeno bem mais complexo do que aparenta. Costumamos julgar os outros por nós, então temos tendência a achar que um caso desses pode ser simplesmente falha humana, alguem que por não ser feito, como nenhum de nós é, está sujeito a deslizes, o que não condena toda a obra.

Mas sabemos que tem psicopatas, gente que diz o que agrada para se dar bem. Tem magos negros encarnados, gente que via criar um conhecimento todo torto, que já tem nele a semente do erro que vai gerar (para mim é o caso do Osho) . E tem situações de obsessão. Na gnose ainda se fala de duplos, um tipo de mestre que se dividiu no passado, entoa as vezes é o lado bom atuando as vezes é o lado negro, e ambos os lados tem enorme conhecimento e poderes psíquicos. É como uma dupla personalidade. E a gente tem que se virar com tudo isso, tentando aproveitar o que a gente ACHA que presta, mas como este trecho da reportagem mostra, ao que parece  mesmo o ensino mais psicológico dele já era meio suspeito, porque todo mundo sabe que você se torna bom naquilo que pratica com frequência, isso em qualquer tema. Então o papo de "liberar geral" só agrava o quadro de domínio dos nossos aspectos animalescos sobre os aspectos mais espirituais, é sempre um retrocesso:

Citar

Nos primeiros anos, explorávamos muito a sexualidade e aprendíamos muito sobre nós mesmos. Naquele momento, os encontros eram bastante intensos e alguns tinham sexo grupal. Havia muita gritaria, éramos encorajados a nos conectarmos com a nossa raiva. Havia uma forma limitada de violência, também. Algumas pessoas lutavam, uma mulher chegou a quebrar um braço. A primeira grande comunidade, em Pune, tinha muito a ver com sexo. A segunda, no Oregon, tinha a ver com poder.

E agora, por incrível que pareça, é que a comunidade tem mais a ver com meditação.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Osho é toda a "sombra" do Yogananda, que é realmente o cara que levou o yoga mais espiritualizado para os EUA. E que tem um ótimo doc no netflix sobre ele também.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigada por compartilhar o texto traduzido Sandro. Caio quero ver esse documentário também, depois posta o que achou...

Muito interessante esse artigo, o autor conheceu pessoalmente o tal do Osho, e acompanhou sua "evolução" no tempo ou retrocesso rs

O que me deixou bem intrigada é quando o autor fala (muito) sobre a expandida consciência do Osho, que ele tinha alcançado a iluminação, que possuia uma energia marcante que até hoje erradia em alguns lugares, tinha domínio parapsiquico e assim "embriagava" os devotos com tanta luz.. Eu sempre assimilei a expansão da consciência com o conhecimento de sí para o mundo, e assim desenvolver mais empatia, ter mais amor ao próximo... No caso do guro ele agiu de forma indefensável. O que me intriga é como um ser pode ter tanta "luz" vivendo na sombra...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que é porque nós não somos uma UNIDADE. 

Todo mundo está habituado com o conceito de Eu superior e eu inferior né? Alguém que esteja muito desenvolvido, estaria anifestadno aqui o sseu Eu Superior, como se fosse um "médium de si mesmo", médium expressando sua parte superior mesmo. O inferior fica passivo, apagado, e por isso permite que o Superior de expresse. Mas assim como nos médiuns de quem o mentor se afast e ele fica entregue aos seus obsessores, já que insite em ter mais afinidade com eles,  esse lado superior e inferior podem se distancar de novo, em função de decisões do lado inferior, as "quedas".  

Mas o superior não deixa de existir, ele só não consegue mais se manifestar através daquele canal.

Em geral nós julgamos o inferior sempre, porque tem gene que seu lado inferior é bem melhor que o lado inferior dos outros. O lado inferior de uns é assassino, estuprador, o lado inferior de outros e bom pai de família, bom profissional, bom amigo. Mas ainda assim, é o eu inferior. Só que já mais lapidado que do criminoso. Sem essa lapidação mínima não tem como alguém querer dar saltos maiores e expressar algo ainda mais elevado de suas partes internas.

Porém, o inferior é sempre inferior, sempre pode "cair" e fazer algo que o lado superior perca a conexão com ele.

Na Gnose temos o termo Hanasmusem:

http://gnoseconhecimentointerior.com.br/2016/03/02/13-quatro-classes-de-hanasmussen/

Isso acontece basicamente porque a pessoa "aduba a terra sem retirar as ervas daninhas primeiro". Ou seja, através de práticas energétícas, como a magia sexual, ela acumula energias, e fica com mais poderes devido a isso. Porém, sem se preocupar em eliminar as ervas daninhas da psique, o ego, ele rouba essa energia e se fortalece com ela, assim como as ervas daninhas poderiam crescer muito mias com o adubo, se você não retirasse elas antes de plantas  o que deseja. É o que se vê muitas vezes nessas ordens mágicas: a turma é focada em Poder, introduzem mais energia no sistema... .logo se tornam pequenos tiranos dentro de suas próprias ordens, porque o ego delas ficou mais forte com as energias extra que adquiriram.

Notem descrição acima, sobre em que focavam as comunidades do osho, que elas focaram primeiro no sexo (energias), depois no poder..e só depois que o  o osho se foi, que elas focaram em algo que pode lhes trazer algum aperfeiçoamento psicológico. Ou seja, primeiro se desequilibraram! É um caminho INVERTIDO.

A dúvida é se isso foi proposital, coisa de mago negro, ou apenas um erro do Osho.

Mas ainda tem muito "mago negro junior" por aí, dizendo coisas como "alimente seus demônios, porque será mais fácil combatê-los depois". É como dizer "alimente bem seu leão, porque será mais fácil vencê-lo do que se ele estivesse morrendo de inanição".

Não tem lógica alguma, mas ainda existe gente que cai nesse papo. Você precisa praticar aquilo que você quer se tornar. 

Se você pratica o oposto, você se tornará o oposto, é simples.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que complicado..... Edda dualidade todo o tempo. Somos o positivo e o negativo ao mesmo tempo, todo o tempo buscando o equilíbrio......  mas energeticamente, o equilíbrio seria correcto, já que dizem que o perfeito equilíbrio é a morte absoluta?   Me perco tantobainda nos conceitos....   não consigo ser consciente quase nunca do outro lado, mas sinto e percebi algumas aprendizagens do tipo “ tudo está conectado, somos partes do todo, um somos nós e nós somos un”.....  Como alcanço vocês e esse conhecimento? Gostaria tanto de encontrar o mentor e ajudar e eu mesma evoluir....

Share this post


Link to post
Share on other sites

São só conceitos, a filosofia tomando lugar da vida.

Tem que ter cuidado com "filosofia de boteco". Não pode haver equilíbrio entre vício e virtude: não existe meio adúltero, meio ladrão, meio alcoólatra, meia verdade/mentira, meio grávida, meio maconheiro e nem meio vegetariano, pelo mesmo motivo que não existe roupa meio lavada, casa meio limpa, meio pintada, leite meio estragado. 

Nessa área o que existe é trabalho INCOMPLETO. Enquanto estamos "caídos" lutamos para não piorar, o para melhorar um pouco. A dualidade vem da incompletude do processo, não é algo a ser almejado, mas tolerado ENQUANTO o trabalho não é concluído.

Mas no estágio em que estamos a dualidade faz parte de tudo, é melhor reconhecer isso como inerente do que ficar exigir utopias impossíveis em sistemas ou pessoas, porque vai gerar grande frustração consigo mesmo e com os outros e o mundo.

Só que a coisa não vai engrenar enquanto opções binárias , excludentes, não forem feitas: o doente tem que ELIMINAR os vírus ou bactérias que geraram sua doença, o viciado tem que ELIMINAR e não REDUZIR o vício, assim como quem comete certas falhas morais tem que buscar ELIMINÁ-LAS  até do pensamento, ou estará sempre a perigo. Meio termo nessas áreas, como muitas outas, é derrota certa, mais dia menos dia.

O que complica são os mecanismos da nossa psique, que tendem a reagir na direção contrária, de modo a compensar nosso esforço:

se a pessoa está num determinado estado extremo (ex: vício, sedentarismo, falhas morais)  e quer mudar da água para o vinho (cortar todo o vício de uma só vez, começar a se exercitar 1h por dia 7 dias por semana, parar definitivamente de cometer falhas morais), pode desistir em  poucos dias, pelo choque da mudança, seus velhos hábitos podem reagir violentamente e tomar o controle da psique, fazendo-a voltar aos antigos padrões, até com mais força do que antes.

PODE...., é FREQUENTE,  mas NEM SEMPRE acontece. 

Então, sabendo como somos, como nossa psique funciona, muitas e muitas vezes é melhor usar aquela  teoria do sapo :

você se habitua a pequenas mudanças contínuas, gradativas, sem reagir contra elas, até que quando percebe,após um longo tempo, o novo estado estará fazendo parte da sua vida, sem que tenha havido luta interna. Isso funciona bem com muitos de nós, me muitas situações. 

Mas não com todos, nem com todas as situações. Algumas pessoas e algumas situações exigem cortes definitivos, viradas de página sem olhar para trás, ou as mudanças nunca são feitas, isso vai de cada um. A melhor escolha  é aquela que FUNCIONA com você, são os RESULTADOS que contam, não a filosofia usada.

No fundo a resposta para tudo é auto-conhecimento. Se cada pessoa não souber o que melhor funciona consigo mesma, nenhuma "filosofia de boteco" ou conselho espiritual real  funcionará, porque ela não saberá QUANDO, COMO E ONDE aplicá-lo, vai cair nas regras cegas, nos dogmas, e aí é loteria pura, porque as situações de vida são muito particulares, cada um tem seus desafios próprios.

Basta ver  aquele caso simples do SIM/NÃO: muitas pessoas pregam por aí que o melhor é dizer mais SIM à vida, que todos dizemos muito NÃO a tudo.

Mas muita gente precisa aprender a dizer mais NÃO, não é verdade? Seu maior erro é ter medo de dizer NÃO, de impôr limites.

Imagine então no resto todo dos conselhos gerais que se divulga por aí como se fossem guias para uma vida melhor, enunciados em uma só frase simples, ehhe

Tinha ate´um filme já antigo, do Jim Carrey, que exemplificava bem os dois lados disso:

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 hours ago, sandrofabres said:

Na Gnose temos o termo Hanasmusem:

http://gnoseconhecimentointerior.com.br/2016/03/02/13-quatro-classes-de-hanasmussen/

Isso acontece basicamente porque a pessoa "aduba a terra sem retirar as ervas daninhas primeiro". Ou seja, através de práticas energétícas, como a magia sexual, ela acumula energias, e fica com mais poderes devido a isso. Porém, sem se preocupar em eliminar as ervas daninhas da psique, o ego, ele rouba essa energia e se fortalece com ela, assim como as ervas daninhas poderiam crescer muito mias com o adubo, se você não retirasse elas antes de plantas  o que deseja. É

Então ele acumulou essa energia durante muitas vidas através de práticas mais "baixas"? Ou também pode ter feito outras práticas "mais elevadas" e a energia ainda ficou? Tem uma parte que o autor cita no texto que o sentido da amplo da consciência dele era apenas no sentido oriental, parece que ele só trabalhou as energias e ficou aquele vazio moral. Mas no início que se conheceram ele sentia que era uma pessoa mais "consciente" no sentido ocidental e se transformou... "as ervas daninhas emergiram". Daí ele pode ter caído ou escolhido cair segundo este texto do link. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 hours ago, sandrofabres said:

Tinha ate´um filme já antigo, do Jim Carrey, que exemplificava bem os dois lados disso:

Coachs >> novos gurus

Hahaha

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, Sandra R. disse:

Ou também pode ter feito outras práticas "mais elevadas" e a energia ainda ficou?

Sim, com práticas "mais elevadas" também dá problema. Uma coisa é o Ego, outra são as práticas.

Na presença do Ego toda prática pode se converter em uma forma de fortalecer o Ego, e í o que se tem como resultado é um produto final pior do que se o cara não tivesse feito nada, porque para um processo de libertação do Samsara o ego precisa ser eliminado. Se ele se tornou mais forte, vai levar muito mais tempo para se livra dele.

Na Gnose vemos demônios e anjos como apenas humanos.  Então ovce tem o humano comum, sem poderes, tem os que conseguiram um grau maior de evolução, o primeiro grau é o anjo, e por aí segue... 

E aqueles que se desenvolveram no aspecto maligno, que são os demônios. 

Para a gnose somos todos demônios porque o ego domina boa parte da nossa psique, certa de 97%. Mas é um ego sem "superpoderes", então somos "demônios" xinfrins, eheeh.

A medida que a pessoa faz práticas para despertar poderes, como 97% da nossa psique é ego, quem vai usar esses poderes é o Ego.

Por exemplo, alguém resolve despertar telepatia, vai acabar cedendo à tentação de invadir o pensamento do conjuge, caso ache que ele o está traindo. Ou tentar sugestionar telepaticamente uma pessoa em quem está interessado sexualmente para seduzi-la, ou influenciar alguém numa entrevista de emprego, ou seu chefe, usando esses poderes ocultos exatamente porque a pessoa, não sabendo que ela tem esses poderes, está indefesa. É diferente de usar os recursos comuns, a que todos nós temos acesso. Então aí já o ego começa a praticar suas maldades, usando desculpas para se justificar, mas na verdade começando a praticar algo que, se não tivesse esses poderes, não teria como praticar  esse mal. 

E assim o ego vai se apropriando do uso dessas coisas, que não são na verdade fruto de práticas baixas ou malignas, são habilidade e poderes naturais do ser humano. (Embora existam práticas malignas que também geram esses dons, mas não é delas que falo aqui)

Mas independente da forma como ele despertou isso, a pessoa permite que  o ego vá usando para o mal. Então ele vai ficando mais forte, vai silenciando os avisos  internos, de ética, que vem do espírito divino em nós, e vai perdendo os referenciais espirituais, aquele sinalzinho da consciência que te avisa que isto ou aquilo não deve ser feito. Ele  começa a achar que tudo é relativo, que são valores furtos das culturas, sociedades, de cada época, enfim... usa qualquer discurso para justificar sua vontade de satisfazer  todos os seus desejos inferiores, por prazer, poder, vantagem competitiva.

Ou seja, é um retrocesso, o sujeito passa a ser como uma criança, ou um animal, porque a criança ou animal desejam tudo que pareça bom ,e lutam por isso. É a FRUSTRAÇAO ,desses desejos, a impossibilidade de obtê-los, pela repressão social ou pela oposição da vontade do outro, que trnasforma a criança de um mero animal humano, em cidadão da sociedade. 

Mas isso é só um verniz, a besta selvagem do ego ainda está lá, latente. E a possibilidade de contornar essa repressão social através de meios ocultos tende a despertar novamente essa besta, se a conexão com sua parte espiritula real não for forte o suficiente para que a cosmoética predomine.

Esse Ego então vai ficando mais forte e com superpoderes se torna aquilo que chamamos de mago negro, alguém que não é maligno no sentido comum, é mais como um psicopata, que usa os demais sem a menor consideração apenas para seus próprios interesses, independente se os prejudicará ou não, isso não é relevante para eles.

Sendo o ego movido a desejos, e sendo os desejos mais fortes nos animais, o que acontece com o tempo é que a forma do corpo astral se altera, para expressar aqueles defeitos mais fortes do ego. E são esses sujeitos já deformados que as religiões chamam de demônios, e atribuem a eles chifres, cuada, escamas, garras, etc..

Essas formas astrais são muito mais rígidas que um corpo astral comum, por isso esses seres podem ter mais dificuldade para plasmar outra aparência, e por isso mesmo sendo o plano astral algo fluido, maleável se você enxergar uma forma boa, pode ser um farsante, mas se enxergar uma forma maligna, dificilmente não será alguém com sérios problemas, pois já nem consegue mais alterar sua forma. 

Só que as vezes é outra "raça", não um humano deformado pela sua maldade. É isso que gera confusão as vezes. Uma coisa é um ser humano que ficou com forma reptiliana porque se degenerou no mal. Outra é um Et de origem reptiliana que está aparecendo para você, ele não está necessariamente degenerado, é a raça del, a nossa veio dos primatas, a dele veio dos répteis. Talvez um reptiliano degenerado tenha a forma de outro animal ainda. Por isso é muito arriscado julgar pela aparência.

 

Mas, se tratas-e de um humano degenerado, com a forma astral já alterada pela maldade, essa forma vai demorar muito mais a ser consertada do que de um humano comum, que tem lá seu ego comum, mas nunca despertou superpoderes e então não fortaleceu seu ego ainda mais.

Então a escolha do caminho negativo pode fazer com que o percurso evolutivo demore muito mais para se completar. E não há negatividade como Caminho, embora haja como aprendizado que mais tarde, quado o sujeito mudar de lado, tudo aquilo que aprendeu no caminho do Mal pode torná-lo um mentor mais útil, mais sábio, mais qualificado. Mas para isso ele ainda precisa abdicar do caminho antigo e fazer toda a rota de retorno ao nível humano comum, para só depois começar a ascender a um nível melhor. 

As vezes um sujeito desses pode fazer o caminho inverso rápido, porque DEPOIS QUE PERCEBEU O ERRO, mesmo assim ele adquiriu experiência e sabedoria no caminho negativo, e usará isso agora para o lado certo. Então as vezes esse tipo de sujeito tem uma carreira meteórica durante sua encarnação, mas há também sempre presente o risco de as velhas tendências ressurgirem e o desviarem do caminho de forma escandalosa, e surge uma nova queda , com mais carma agregado. 

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.