• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Sign in to follow this  
Donilo

Cirurgia Espiritual(?)

Recommended Posts

Queria saber se existe alguma coisa de errado em fazer algum tipo de cirurgia espiritual.

Até onde eu sei o Espiritismo condena,mas condena porque,que mal tem nisso??

É que esses dias eu tava em uma casa espiritual que fazia esse tipo de trabalho... :roll:

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Donilo! Que eu saiba não há uma condenação, porém temos um entedimento de que a cirurgia espiritual não traz a cura. Pelo seguinte fato, de que as doenças são repercussões de disturbios ou erros posteriores, existidos na consciência, que afloram no corpo visando a quitação dais divídas semeadas. Acreditamos que a cirurgia é um meio de dar um break na doença para termos meio de agir, reatar forças, e com essa alerta do corpo já vencida visarmos a melhoria de nossa conduta. E acrescentando a cura ocorre somente por merecimento , e se ocorre é que a causa verdadeira foi resgatada no espírito, logo a cura pode ocorrer de "n" maneiras. QUalquer dúvida posta ai!! Um forte abraço!!

Aproveitando o assunto aconselho à todos interessados no assunto lerem "A codificaçãos" que explica ais leis causa e efeito à da atração etc.: E será também uma grande luz nas vossas consciências! ;):D Um forte abraço a todos!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Donilo. Eu já fiz cirurgia espiritual em centro espírita e fiquei meio assustado por você falar que o espiritismo condena este tipo de prática.

Acredito que o espiritismo não condena a cirurgia espiritual, mas pode haver ramificações do espiritismo que condenem, mas não as conheço.

Afinal, o espiritismo tem como base dos seus princípios a fraternidade e proibir ou condenar isso seria contra este princípio.

Já realizei cirurgia espiritual e foi normal, me fez muito bem. :D

Muita paz

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá a todos!

Quem é vivo sempre aparece! rsrs

O espiritismo não condena, o que não pode é cobrar pela caridade que é feita, principalmente quando é feita com a ajuda dos espiritos.

Estou trabalhando em um centro que faz cirurgias espirituais, não há cortes! É espiritual mesmo!

Dessa forma eu concordo, já aquelas que usam bisturí, tesouras, não.

A cirurgia só tem efeito junto com o tratamento feito pelo médico aqui na terra.

Não adianta largar o tratamento dos "médicos físicos" e seguir os "medicos espirituais" ou vice-versa. Os dois caminham juntos.

A cirurgia espiritual ajuda a acelerar o tratamento feito pelos médicos da Terra, por esse motivo não se pode abandona-lo.

Espero ter ajudado. Qual quer dúvida é só perguntar.

Abraços.

Paz e Luz!

Share this post


Link to post
Share on other sites

É que muitos espiritas que conheço dizem que é errado porque a pessoa precisa sofrer(?) para aprender ou quitar determinado karma,por isso me veio a dúvida.

Mas Rodrigo,já que vc trabalha em uma casa espiritual queria saber o que acontece com o espirito do médium durante o transe?

O Médium dessa casa que eu fui fica mais ou menos conciente e de algumas coisas ele lembra.

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu também ocnheço uma casa aqui no Rio que trabalha com cirurgia espiritual.

Não são todos os espíritas que condenam... mas se vc parar pra observar, os kardecistas, ortodoxos e xiitas, condenam muitas coisas! E não é por isso que essas coisas são negativas...

E pelo que eu vi, a coisa funciona mesmo. A minha mãe, e uns conhecidos meus sofreram a cirurgia, e tiveram uma melhora incrível.

E outra coisa que eu estava pensando... Se for para a pessoa sofrer mesmo, não adianta cirurgia! Então não tem porque condenar. Se for Karma, vai acontecer, e ponto. O que é "maior", o que é mais determinante: O Universo, essa lei imutável, seja lá como vcs chamem, ou uma cirurgia realizada por um médico extrafísico? É isso que os espíritas mencionam quando falam de "merecimento". (entre aspas porque eu acho que esse conceito foi muito mal explorado pelos espíritas)

O que é o merecimento? Você só será curado, se assim for permitido. Mas quem permitiria? Não é um ser, não é Deus ou os espíritos superiores... É simplesmente Ação e Reação. Se alguém tráz questões complicadas de outras vidas, a ponto de somatizar alguma doença, não adianta curar a parte energética, eliminar as energias que causam a doença, porque se a pessoa continuar com a Causa dessa energia que vai gerar a doença, com o tempo ela vai somatizar tudo denovo!

É assim que eu encaro isso.

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites
É que muitos espiritas que conheço dizem que é errado porque a pessoa precisa sofrer(?) para aprender ou quitar determinado karma,por isso me veio a dúvida.

Mas Rodrigo,já que vc trabalha em uma casa espiritual queria saber o que acontece com o espirito do médium durante o transe?

O Médium dessa casa que eu fui fica mais ou menos conciente e de algumas coisas ele lembra.

Abraços.

Incorporação [do latim incorporatione] – 1. Ato ou efeito de incorporar(-se). 2. O termo incorporação tem sido aplicado inadequadamente à mediunidade psicofônica, pois não tem como dois espíritos ocuparem o mesmo corpo. No entanto, alguns teóricos espíritas afirmam que a incorporação se dá quando o Espírito, ainda que sob o controle do médium, tem a liberdade de movimentar por completo o corpo do mesmo, o que seria também chamado de psicopraxia. 

        Ato em que o espírito desencarnado "entra" no corpo do médium para uma interação com os demais encarnados. O espírito do médium cede lugar momentaneamente para o espírito animador. Este sempre permanece no aparelho por algum tempo, sendo totalmente impossível uma incorporação mais duradoura. O espírito que incorpora em um corpo pode doar ou sugar energias do corpo que lhe acolhe, dependendo do grau de adiantamento do espírito em questão. O espírito do médium permanece ligado a seu corpo pelo "cordão-de-prata". A incorporação é um dos mais interessantes e praticados fenômenos espíritas.Suas possibilidades são muitíssimo vastas, não só do ponto de vista da comunicação efetiva com o espírito como sua interação com o meio físico mais propriamente.Verifica-se, em muitos casos, um grande desgaste por parte do espírito logo após a desincorporação, possivelmente devido a grande troca energética que se verifica entre o espírito, o médium e o meio. (Leitura básica: "O livro dos médiuns" de Allan Kardec)

Um Espírito não pode tomar temporariamente o invólucro corporal de uma pessoa viva, isto é, introduzir-se num corpo animado e obrar em lugar do outro que se acha encarnado neste corpo. O Espírito não entra em um corpo como entras numa casa.  Identifica-se com um Espírito encarnado, cujos defeitos e qualidades sejam os mesmos que os seus, a fim de obrar conjuntamente com ele.  Mas, o encarnado é sempre quem atua, conforme quer, sobre a matéria de que se acha revestido. Um Espírito não pode substituir-se ao que está encarnado, por isso que este terá que permanecer ligado ao seu corpo até ao termo fixado para sua existência material.

Dificilmente um médium é sonâmbulo (ou inconsciente, como alguns dizem), sendo o mais comum o médium consciente, aquele que sabe o que está acontecendo mas não tem o controle das palavras e dos gestos.

Espero ter ajudado. Até logo!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this