Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Voltei a comer carne


Renan1
 Share

Recommended Posts

Pessoaaaaaaaaaal eu voltei a comer carne, eu tinha parado de comer no começo desse ano depois que assisti alguns videos sobre o que acontece com os animais para chegar até nós. Mas ultimamente eu tenho me sentido fraco pela ausência dela e infelizmente não consegui substitui-la pois não sou bom na cozinha :lol: , aí uma vez ou nunca eu como peixe, de resto é só arroz feijão e ovo kkkkkkkkkk (enjoei da carne de soja).

Outro motivo que me fez parar foi porque percebi que não é preciso parar de comer carne, acho que a minha evolução é essa, e é verdade que devo respeitar os animais, porém, eu faço parte dessa cadeia alimentar, eu necessito da carne para sobreviver, não posso simplismente ignorar o meu corpo fisico, tudo deve haver equilibrio, e acredito que passei desse ponto.

Em relação ao processo da matança dos animais, o que podemos fazer?? A condição humana na Terra é essa, não é só porque eu parei de comer carne que vou contribuir para parar com tudo isso, claro que não. A verdadeira mudança está no interior dessas pessoas que praticam tal ato(ao fazer os animais passarem por muitos sofrimentos). Eu não acho errado matar os animais para comer, mas as empresas que controlam todo o processo não pensam neles e os deixam em condições deprimentes, acho que deveriamos sim fazer alguma coisa em relação a isso, respeitando essas pessoas porque envolve uma série de fatores além da própria evolução humana. Mas parar de comer carne, NO MEU CASO, é quase suicidio(ainda mais que sou magrinho).

Falei muito kkkkkkkkkkkkkkk eai o que vcs acham?

Link to comment
Share on other sites

Em relação ao processo da matança dos animais, o que podemos fazer?? A condição humana na Terra é essa, não é só porque eu parei de comer carne que vou contribuir para parar com tudo isso, claro que não. A verdadeira mudança está no interior dessas pessoas que praticam tal ato(ao fazer os animais passarem por muitos sofrimentos). Eu não acho errado matar os animais para comer, mas as empresas que controlam todo o processo não pensam neles e os deixam em condições deprimentes, acho que deveriamos sim fazer alguma coisa em relação a isso, respeitando essas pessoas porque envolve uma série de fatores além da própria evolução humana. Mas parar de comer carne, NO MEU CASO, é quase suicidio(ainda mais que sou magrinho).

Posso contribuir com essa questão da citação acima.

Primeiro: Sou veterinario, já vi esses tais videos da internet e afirmo. São praticamente uma lavagem cerebral disfarçada. Eventualmente podem existir mals tratos e afins, mas 99% dos animais são tratados com respeito.

Segundo: Procure conhecer o outro lado antes de tirar conclusões, n seria isso o correto? Como basear sua decisão apenas por ver um lado da moeda? Se visitar empresas boas, verá, que na medida do possivel e dentro das norma já existentes de bem estar animal (se vc procurar vai ver que são até melhor que o nosso haha), os animais são bem tratados e se procura reduzir ao maximo o seu sofrimento.

Terceiro: Esse é uma visão minha. Esse animais são criados para esse fim, então n estamos matando sem motivo e lesando o ciclo natural. A proteina animal é um nutriente extremamente necessário na nossa alimentação. Apesar dos produtos alternativos para substitui-la, convenhamos, n substituem a altura em nenhum dos quesitos, tanto sabor como nutricional. Vc msm pode confirmar.

Bom, é a minha visão e caso tenha mais duvidas ou questionamentos estamos ai pra discutir.

Aos que n comem carne e aos que possam n concordar com meus termos, ok, estou sempre aberto ao novo.

Abs,

Iridian

Link to comment
Share on other sites

Eu sou vegetariano há 2 anos...parei de comer a primeira vez que vi videos de como os animais eram mortos etc..

Porem o que me fez nao voltar a comer carne mesmo foi que só de lembrar dos prejuizos que aquilo iria causar no corpo eu ja tinha vontade de vomitar...

Pra min deixar de comer carne nao é apenas uma questao ideologica e sim uma questao de disciplina e cuidado com o corpo fisico.

Essa ideía de que o fato de voce deixar de comer carne nao vai fazer diferenca...é apenas uma desculpa que as pessoas inventam para fugir da responsabilidade.

Eu acho que voce deve seguir sua vontade..apenas aprendemos com nossas experiencias se ficarmos apenas seguindo o que os outros "Acham que é certo" nunca vai evoluir.

Link to comment
Share on other sites

Primeiro: Sou veterinario, já vi esses tais videos da internet e afirmo. São praticamente uma lavagem cerebral disfarçada. Eventualmente podem existir mals tratos e afins, mas 99% dos animais são tratados com respeito.

Por qual motivo esses tais videos iriam querer fazer uma "lavagem cerebral" conosco? Não tem sentido...

Segundo: Procure conhecer o outro lado antes de tirar conclusões, n seria isso o correto? Como basear sua decisão apenas por ver um lado da moeda? Se visitar empresas boas, verá, que na medida do possivel e dentro das norma já existentes de bem estar animal (se vc procurar vai ver que são até melhor que o nosso haha), os animais são bem tratados e se procura reduzir ao maximo o seu sofrimento.

Mas Iridian, eu sei que tem o lado bom da moeda, mas como saber que a moeda que sai do nosso bolso é para a boa moeda? (confundi? huauhahua)

Terceiro: Esse é uma visão minha. Esse animais são criados para esse fim, então n estamos matando sem motivo e lesando o ciclo natural. A proteina animal é um nutriente extremamente necessário na nossa alimentação. Apesar dos produtos alternativos para substitui-la, convenhamos, n substituem a altura em nenhum dos quesitos, tanto sabor como nutricional. Vc msm pode confirmar.

Eu não disse que estamos matando sem motivo ou lesando o ciclo natural. E também acho que a proteina é muito importante para a nossa alimentação, eu tirei essa conclusão esse ano rsrs.

Pirondi escreveu:

Porem o que me fez nao voltar a comer carne mesmo foi que só de lembrar dos prejuizos que aquilo iria causar no corpo eu ja tinha vontade de vomitar...

Quais são esses prejuízos?

Acredito que os prejuízos sejam algumas doenças que não recordo os nomes agora, mas isso acontece quando comemos carne em excesso não é? E também tem o lance da nossa energia, deixando-a mais densa. Mas esse é um sacrificio pequeno, além do mais, acredito que a carne não influi na nossa energia quanto nós mesmos...

Link to comment
Share on other sites

1- Por qual motivo esses tais videos iriam querer fazer uma "lavagem cerebral" conosco? Não tem sentido...

2- Mas Iridian, eu sei que tem o lado bom da moeda, mas como saber que a moeda que sai do nosso bolso é para a boa moeda? (confundi? huauhahua)

3- Acredito que os prejuízos sejam algumas doenças que não recordo os nomes agora, mas isso acontece quando comemos carne em excesso não é? E também tem o lance da nossa energia, deixando-a mais densa. Mas esse é um sacrificio pequeno, além do mais, acredito que a carne não influi na nossa energia quanto nós mesmos...

1- Já foi abordado por testemunha de jeová (nd contra quem é ou optou por esse caminho), na situação que tentam te converter de qqer forma? É uma forma de querer impor o pensamento alheio por meio de imagens forte e para chocar com o intuito de fazer vc esquecer o resto que cerca o fato. Sentido n tem msm, mas tem igrejas e cultos que tentam converter e nem sempre o sentido fica nitido para nós.

2- Bom, ultimamente, empresas que n tem responsabilidade com bem estar e humanitária, consequentemente deixam de existir. Já no caso de produtos de origem animal, principalmente para exportação, existem regras e normas muito rigidas e nas empresas que as seguem tb são definidas para o mercado interno.

3- Sinceramente, nunca ouvi falar de doenças por comer carne. Lembrando que tudo em excesso é prejudicial. Os únicos problemas de consumo da carne, que eu saiba, são a maior liberação no corpo dos oxidantes, ou seja, provocam envelhecimento e morte celular um pouco mais acelerada que o normal, mas nd que vá ser tão grave. Lembrando, nem 8 nem 80, o caminho está no equilibrio.

Só um pensamento, q um amigo meu uma vez citou e achei engraçado. "A minorias não sabem brincar" ou seja, querem se impor de qqer jeito e se questionadas passam a atacar por n terem argumentos que convençam as pessoas a se "converterem", entende. Afetar o seu livre arbitrio abalando suas convicções ou valores, a ponto de vc n mais acreditar nesses.

Abs,

Iridian

Link to comment
Share on other sites

Gosto muito dos animais, mas se eu parar de comer carne eu acho que vou parar no hospital. Sou muito magrinho também e muito chato pra comida, não como nenhum tipo de legume ou verdura, e fruta são poucas as que gosto. Des de que o mundo é mundo algum animal morre para alimentar outro, a diferença é que hoje em dia não temos que pegar uma lança ou arco e flecha e ir caçar. Vamos dizer que 30% do mundo pare de comer carne, mesmo assim isso não vai parar, a industria da carne vai continuar existindo.

Abraço!

Link to comment
Share on other sites

1. Mas você está comparando uma religião com grupos que não querem ver a humanidade comendo carne. Será que essa comparação tem sentido? A religião tenta nos converter, na maioria dos casos, para conseguir mais fiéis. Esse grupos querem que paramos de comer carne por que? Qual a lógica ? A única lógica que eu vejo seria a de nos alertar sobre esse mal. Mas se não for isso, realmente é como você disse, não tem sentido ou então o sentido fica oculto, por isso acho que nem sempre é bom acreditar em tudo que vemos por ai rsrs

2. Eu não tenho conhecimento sobre isso. É dificil mesmo de acreditar que o governo deixaria essas empresas fazerem o que bem entenderem com os animais, talvez isso fosse antes, hoje em dia as regras devem estar bem atuantes. Espero que sim.

3. Por isso que optei voltar a comer carne, eu já exagerei quando parei de uma vez, não esperei um tempo para parar aos poucos. Não consegui cumprir o que havia combinado comigo mesmo, acho que devo aceitar esse fato e concordar que devo trilhar meu caminho com tranquilidade, sem forçar nada. Tenho que atuar de acordo com o meu livre árbitrio, se eu fizer o que tudo mundo fala pra fazer eu vou ficar louco :lol: . Mas é isso aí

Link to comment
Share on other sites

Esse dilema de parar de comer carne é o mesmo de "Pare o desmatamento!" ou "Jogue fora suas sacolas de plástico!"... As coisas não funcionam assim.

Temos de observar que muitas dessas "modas" vem de grupos radicais que não tem nenhum embasamento teórico/científico, normalmente esses movimentos vem dos conspiradores (pensou nos illuminatis, né?). Muitos esses ainda acreditam que os vegetarianos são iluminados (leia-se: parou de comer carne, ganhou o nirvana) se comparados com, nós, comedores de carne.

Videos lindos e horríveis à favor ou contra a matança de animais sempre existiram, mesmo antes do youtube. Videos com mensagens belíssimas de NÃO DESMATAMENTO, de NÃO ao CARBONO, mostrando carneficina.. etc... Muitas das vezes, esses vídeos que vocês acham que são de esclarecimento, são instrumentos de manobra, como nosso colega acima disse, lavagem cerebral. Vários desses videos são virais de empresas que trabalham com produtos nessa área, ou seja, empresas de soja, de "hortifruit" e outras.

O que interessa é você fazer sua parte nesse todo (mundo). Uma frase linda que hoje já virou clichê: " Seja a mudança que você quer no mundo". Não preciso dizer mais nada.

Conheço vários "vegans" que quando falam da causa você fica tão comovido que nem come carne por 1 semana... Só que aí, você fica 1 dia todo com o cara e observa aquela pessoa "iluminada" jogando lixo no chão, ficando irritado atoa, criticando as pessoas (principalmente), e por ai vai...

Sem dúvidas é um assunto polêmico... Por isso não vou escrever mais.

Abraços

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Vou levantar o tópico novamente pois sou novo no fórum e gostaria de dar minha contribuição já que em projeção estou engatinhando.

O homem é um ser onívoro(que pode comer de quase tudo), porém preferencialmente devemos manter uma dieta baseada em frutas, legumes, cereais, tubérculos e raízes. Não temos um intestino curto e enzimas poderosas como dos carnívoros para fazer digestão rápida da carne, nem um intestino longo e enzimas próprias para digerir vegetais de folhas verdes como os herbívoros.

Alem disto, energeticamente falando nem se compara a energia de vitalidade que tem uma semente contra uma salsicha. A carne é morta, sem energia vital e por isto não contribui para nosso equilíbrio energético.

A conclusão final é o equilíbrio e nada de radicalismo. Uma picanha bem feita de um boi bem criado é pra ser degustada como especiaria e não todos os dias.

Saúde e paz a todos.

Otávio Aguiar

Link to comment
Share on other sites

Aguiar, tem um paradoxo bem interessante na questão energética entre carne e outros alimentos que deve ser observado.

A assistência energética vivenciada no ambiente intra e extrafísico se feita por alguém que come carne é mais densa, mais palpável, mais "pau pra toda obra", ou seja, é mais eficiente (na assistência) do que uma energia sutil e impalpável que é a da pessoa que não come carne. Sem generalizações, é claro, mas se colocar na prática, uma pessoa que come carne está mais apta à fazer o trabalho pesado da assistência energética do que um vegetariano que vive com as energias super sutis, beirando ser uma consciência mais extrafísica do que intrafísica.

Tudo com equilíbrio, como você mesmo disse. Não é tendo mais energia disponível que você terá mais oportunidade de assistência, do mesmo modo que as pessoas que gostam de se sentirem mais saudáveis sendo vegetarianas estão aptas a apenas vivenciar as experiências mais sutis fora do corpo. São os dois lados da moeda e devem ser ponderados, lembrando de um detalhe importante, estamos aqui para manifestar com esse veículo físico. Radicalismos quanto a sintonia energética são perigosíssimos e até um certo ponto fatais.

Sabe aquele povo que vive de luz? (http://www.vivendodaluz.com/) Tire suas conclusões à respeito da capacidade de assistência energética deles e depois nos conte.

Abraços.

Link to comment
Share on other sites

Certamente polêmico !!!

Levando em consideração o que o povo já falou gostaria de acrescentar o seguinte....

Comer carne não é crime, afinal qual é diferença de matar uma galinha para comer e um pé de alface? Os dois não são seres vivos? O mesmo para uma semente, ela é um ser vivo que ainda não germinou, ou seja, a grosso modo você estria comendo um "feto vegetal", já parou para pensar nisso!! Gente, não interessa o que se está comendo, no final o ser humano sempre estará "matando algo para se alimentar". No final precisamos dos dois tanto da carne, quanto dos vegetais. A não ser que você viva de leite e queijo a sua vida inteira.

O que interessa é o respeito e a reverência pelo que você ingere, pois um ser está morrendo para que você viva !! Li um tempo atrás que o ideal seria que cada pessoa criasse sua própria "caça", pois assim como no filme "avatar", poderíamos agradecer (pessoalmente) ao espírito do animal que morrerá por nós, mas na vida urbana não dá para fazer isso.

O que eu faço é comer carne poucas vezes na semana e só na hora do almoço, também procuro sempre fazer uma mentalização em agradecimento ao animal ou vegetal que morreu por mim (confesso que as vezes eu esqueço), além disso procuro também não desperdiçar. A noite é melhor comer coisas mais leves para poder sair do corpo com mais facilidade.

Queria lembrar também que a carne de modo geral, principalmente o fígado bovino possui alto teor os vitamina B12, B9, B6, B5, B3. muito importantes para o corpo humano. Nos vegetais elas também existem, só que em quantidade muito menor se levarmos em conta a porção que deve ser ingerida diariamente.

Link to comment
Share on other sites

Mariposa, você tocou num ponto bem curioso, que são os níveis conscienciais e coexistentes desde um mineral ao ser humano. Se analisarmos, com discernimento no paradigma consciencial, o ato de arrancar um vegetal do chão ou o ato de abater um boi, ambos para fins alimentícios, não existe muita diferença, afinal, somos todos consciências, não é mesmo?

Esses dias ouvi duas perguntas que me fizeram pensar em todo esse processo, são elas: "Você pisa na grama?" e "Você monta a cavalo?".

Claro que essa discussão de comer carne ou não sempre será o mesmo que debater religião, futebol e ideologias políticas, então, vamos apenas agregar coisas sadias.

abraços

Link to comment
Share on other sites

Olá pessoal!

Acho que o consumo de carne não representa algo tão agressivo e anti-evolutivo. A vida é a manifestação de consciência e desde os minerais aos animais, como mencionou a mariposa e o Olympio, todos somos consciências e estamos misturados num sistema de interações em que todos têm igual valor e por isso um sustenta o outro. Não vejo motivo para nos sentirmos culpados pela morte de um animal - isso faz parte da Natureza, ela dita as regras, ela dita os parâmetros de funcionamento.

O melhor é comermos com responsabilidade aquilo que preferirmos e manter a cadeia alimentar, que é algo natural. Nós, humanos, temos mesmo a tendência racional de tentar alterar na Natureza tudo aquilo que a nossa percepção limitada não compreende ou não vê de fora. Imagina que você não está aqui, está em algum lugar podendo assistir tudo. O processo é comum: uns se alimentam dos outros, uns nascem e outros morrem e no fim a energia é a mesma de antes, assim como a massa e a Terra continua uma enorme reação química em equilíbrio, uma hora reagindo na direção direta outra na direção inversa - mas o que importa acaba sendo o equilíbrio.

Concordo, no entanto, que não precisamos maltratar os animais. Podemos fazer tudo da melhor forma possível, para reduzir o sofrimento, pois fomos presenteados (ou amaldiçoados, encare como quiser) pela consciência de entender o sofrimento dos outros e sentir a culpa e a responsabilidade. Devemos ser igualmente capazes de compreender a lei do sacrifício e a lei da Natureza - não interferir na base da vida na Terra.

Porém, como o Olympio disse, a questão do consumo de carne será sempre uma questão de debate e opiniões, confronto de ideologias e amadurecimento de perspectiva crítica.

Abraços! ;)

Link to comment
Share on other sites

Gostaria de copiar alguns pontos desse assunto enunciados por Ramatis, sei que muitos não vão concordar com o ponto de vista dele, mas mesmo assim perceberão uma lógica irrefutável em suas afirmações (as citações foram retiradas do livro Mensagens do Astral):

"A formação da consciência se faz pelo acúmulo de idéias vividas ou pensadas; a evolução da consciência se faz pela substituição das idéias piores pelas melhores; substituem-se as mais rudimentares pelas mais elevadas; as melhores pelas mais estéticas; as mais estéticas pelas mais dinâmicas. A antiga idéia agasalhada pelos antropófagos, de que era um Bem e uma Virtude Moral comer o inimigo valente, foi substituída, entre os civilizados, por outra idéia parecida, mas considerada melhor: - só comer a carne do irracional; não a do homem! Por isso, o homem come o porco, o boi, o carneiro, o cabrito, o coelho e as aves, na mesma suposição antiga de que é um Bem e uma Virtude para a nutrição do corpo humano, o que continuará a fazer até que substitua essa idéia por outra mais adiantada e mais dinâmica.

Entre os selvagens, a necessidade de comer a carne do inimigo era justificada pela idéia de adquirir coragem; entre os' civilizados, os repulsivos banquetes de vitualhas sangrentas são justificados pela idéia de se adquirirem proteínas. É tudo questão de pontos de vista e de progresso humano. Felizmente, essa idéia "melhor", de se comer a carne do animal e não a do homem, já está sendo considerada como uma idéia "pior", com a sua substituição por outra idéia mais alta e que se impõe como nova virtude mais ampla, ou seja, não comer carne de espécie alguma!

Notai que já significa evolução o fato de o homem só comer agora a carne do boi ou do suíno e jamais ser capaz de devorar o seu irmão, porque já evoluiu da antropofagia para a civilização, mas não esqueçais de que ainda é bem provável que sejais antropófagos em potencial e, assim, o que confundis com evolução para uma idéia "melhor" seja apenas uma contemporização! Se assim for, ainda podereis retornar a comer carne humana, em conseqüência de emersão de um estado vicioso latente ou que aflore pelo estímulo ou desespero, sem que isso seja retrogradação, mas sim revelação."

Agora darei minha opinião pessoal. Amigos, estamos encarnados neste planeta aqui por uma razão, e todos que estudam espiritualidade sabem disso, não estamos ainda muito conscientes de nossos atos (gosto mais da palavra consciência que a palavra evolução). Eu, ainda, não consigo para de comer carne, mas consegui parar de tomar bebida alcoólica. Um passinho de cada vez, afinal sou terrícola (como diz o Ramatis) e estou ainda muito aquém de me tornar anjo. Melhor a ingestão de carne de forma equilibrada, e melhor ainda o fim da ingestão de carne. Um passo de cada vez....

abraços

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...