Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Minha conclusão sobre a projeção após 5 anos de prática


Daniel_amorc
 Share

Recommended Posts

Hoje tive uma projeção em que saí na área de atividade do cordão de prata e me sentia muito pesado, mal conseguia me mover, até que me arrastei para longe do corpo e fiquei em pé sem problemas.

Já li várias pessoas relatarem passar por isso e antes mesmo de eu saber que supostamente se trata da área de atividade do cordão de prata que é mais densa e o cara fica meio que "bebado" eu já passava por esse tipo de coisa nos meus "sonhos'.

Alguma hipótese para explicar o fato disto ocorrer com as pessoas mesmo sem elas terem um conhecimento anterior?

Isso é interessante Son, porque eu medito desde os 7 anos e sinto meus chakras desde os 6 sou clarividente desde os 3. Ninguem nunca me contou sobre, minha familia é toda catolica radical, nunca tive acesso a nada, eu fazia porque sabia que tinha que fazer, ninguem chegou em mim e contou, na verdade (o ego é uma porcaria mesmo), quando eu estava nessa idade eu jurava que era super mega especial neh, era sei lá, Cristo, porque "só eu sentia isso ,só eu via", não conhecia mais ninguem.

Eai como fica?? a ciencia não pode levar isso em conta neh? é só um relato e não prova a ninguem senão a mim, e é por isso que nem gosto deste topico, já que eu já tenho certeza absoluta e eu não preciso convencer ninguem.

Paz e Luz ;)

Link to comment
Share on other sites

Cara, incrível como basta contestar algo que ficam na defensiva, isso se chama medo de perder a fé.

Cada um acredita no que quiser.

Beleza, cada um pode acreditar em fadas, duendes, unicórnios rosas, papai Noel. Acreditam também na Cientologia com uma crença absurda, cada um também tem o direito de acreditar naquela pastor pilantra que estorque seus fiéis em nome da fé.

Não precisa ter medo do que o Giu fala gente, está apenas propondo um teste que se validado poderá ajudar muita gente, ciência é assim mesmo e acaba nos ajudando a se livrar de enganos.

Recomendo que leiam o livro O Universo Autoconsciente, aborda física quantica e espiritualidade, é de um renomado físico indiano e toca muito nessa questão de espiritualidade versus ciências, mas ao contrário do que muitos fazem, esse ai não ficou na defensiva não e procurou respostas.

Agora vamos lá, me fuzilem pelo que eu disse.

Não precisa ter medo do experimento. Imagina se através de testes assim pudéssemos aperfeiçoar as técnicas de VA?

Imaginem se pudéssemos entender melhor como o processo se dá e criar melhores exercícios sem ter que nos matar com centenas de técnicas fazendo por tentativa e erro?

Imagina se fazer VA fosse como ir a academia? Hoje em dia, conhecemos muito sobre a fisiologia do exercício, graças a pessoas que se dispuseram a testar, tentar diversos exercícios e com isso saber qual se adapta melhor a cada pessoa.

Porque com a VA não poder ser assim também?

Se eu digo que posso passar por todos os cômodos da minha casa, ver o que está escrito em envelopes fechados, será que não posso contribuir também ao invés de ficar na defensiva falando que isso é apenas uma questão espiritual e que a ciência não serve para mensurar isso.

Se eu digo que espíritos maus vampirizam pessoas, sugando delas energias, fazendo as ficar doentes, depressivas e que basta sair em VA e enviar energias, porque não posso me submeter a um teste e mostrar que isso realmente funciona, já imaginou como seria a medicina? Teríamos um novo enfoque e com isso mais pessoas viriam para o lado da espiritualidade. Teríamos certezas que não somos apenas carne e osso e com isso contribuiríamos para um mundo melhor, porque as pessoas teriam convicção que essa vida não é tudo e temos que nos esforçar para sermos melhores.

Eu também ja fui assim nos primórdios do meu aprendizado, querendo ficar na defensiva, mas aprender a testar, a aceitar que posso estar errado nas minhas convicções, que minha mente pode criar ilusões, me ajudou muito a compreender a VA.

Link to comment
Share on other sites

Cara, incrível como basta contestar algo que ficam na defensiva, isso se chama medo de perder a fé.

Cada um acredita no que quiser.

Beleza, cada um pode acreditar em fadas, duendes, unicórnios rosas, papai Noel. Acreditam também na Cientologia com uma crença absurda, cada um também tem o direito de acreditar naquela pastor pilantra que estorque seus fiéis em nome da fé.

Não precisa ter medo do que o Giu fala gente, está apenas propondo um teste que se validado poderá ajudar muita gente, ciência é assim mesmo e acaba nos ajudando a se livrar de enganos.

Recomendo que leiam o livro O Universo Autoconsciente, aborda física quantica e espiritualidade, é de um renomado físico indiano e toca muito nessa questão de espiritualidade versus ciências, mas ao contrário do que muitos fazem, esse ai não ficou na defensiva não e procurou respostas.

Agora vamos lá, me fuzilem pelo que eu disse.

Não precisa ter medo do experimento. Imagina se através de testes assim pudéssemos aperfeiçoar as técnicas de VA?

Imaginem se pudéssemos entender melhor como o processo se dá e criar melhores exercícios sem ter que nos matar com centenas de técnicas fazendo por tentativa e erro?

Imagina se fazer VA fosse como ir a academia? Hoje em dia, conhecemos muito sobre a fisiologia do exercício, graças a pessoas que se dispuseram a testar, tentar diversos exercícios e com isso saber qual se adapta melhor a cada pessoa.

Porque com a VA não poder ser assim também?

Se eu digo que posso passar por todos os cômodos da minha casa, ver o que está escrito em envelopes fechados, será que não posso contribuir também ao invés de ficar na defensiva falando que isso é apenas uma questão espiritual e que a ciência não serve para mensurar isso.

Se eu digo que espíritos maus vampirizam pessoas, sugando delas energias, fazendo as ficar doentes, depressivas e que basta sair em VA e enviar energias, porque não posso me submeter a um teste e mostrar que isso realmente funciona, já imaginou como seria a medicina? Teríamos um novo enfoque e com isso mais pessoas viriam para o lado da espiritualidade. Teríamos certezas que não somos apenas carne e osso e com isso contribuiríamos para um mundo melhor, porque as pessoas teriam convicção que essa vida não é tudo e temos que nos esforçar para sermos melhores.

Eu também ja fui assim nos primórdios do meu aprendizado, querendo ficar na defensiva, mas aprender a testar, a aceitar que posso estar errado nas minhas convicções, que minha mente pode criar ilusões, me ajudou muito a compreender a VA.

Olha, ficar na defensiva é normal, até porque ELE TAMBÉM ficou na defensiva assim que "a ciência" entrou em foco e alvo de quastionamentos.

A questão é a seguinte: Nos últimos posts ele falou bem melhor que antes, sugerindo que pelo fato de não estar comprovada a projeção astral, não quer dizer que não exista. Até porque, ele mesmo CRÊ em algo que ainda não está comprovado: o BIG BANG (que ainda é teoria).

Para mim, as pessoas tendem a defender o que é importante para elas, e isso é muito natural. Crer cegamente é péssimo, gosto de questionamentos, mas não gosto de induções e insinuações.

Se você ESCOLHEU uma crença diferente da minha, isso é uma opinião sua, e você não tem o direito de "esculachar" e minimizar a minha, assim como eu não tenho de fazer o mesmo com a sua. Se você se acha superior por crer em algo diferente, você é semelhante a todos os fanáticos (religiosos ou não) que existem por ai, que se acham portadores da verdade.

Agora, questionar? Exibir argumentos diferentes? Elucidar pontos? Isso é excelente! Agora CONSTATAR algo que não se tem provas ou debochar de alguém que acredita em algo ainda não foi comprovado é ser arrogante.

Ele crê que é o cérebro quem cria, você crê que é sonho, alguns aqui crêem que é projeção...e não há diferença nenhuma entre os 3 comportamentos.

Link to comment
Share on other sites

Aprendi a falar desde meus 2 meses de vida; com um ano, eu já conversava com as pessoas fluentemente; com 2 anos eu já estava primeira série do ensino fundamental para super dotados; com 10 anos, já era mestre em matemática e falava 10 idiomas fluentemente. Desde meus primeiros meses, eu já conhecia os mistérios da vida, eu lembro de todas minhas milhares existências passadas, eu lembro de todos os dias da minha atual vida!

Além das minhas capacidades cognitivas legadas das minhas vidas anteriores, eu nasci clarividente, clariaudiente além de possuir capacidade telecinéticas. Converso com espíritos e com meus amigos espirituais (meus mentores) igualmente como converso com qualquer pessoa comum. Eu consigo realizar projeção astral quando quero: dormindo, acordado, sentado, andando, dirigindo. Eu consigo chegar em estados de ubiquidade em qualquer ocasião, por exemplo, posso dividir minha consciência em partes e enviar a vários lugares diferentes.

Além disso tudo, ainda possuo poder sobre minhas funções vegetativas. Posso controlar a digestão do alimento pelo meu sistema gástrico, posso secretar hormônios ou enzimas apenas por minha vontade. Possuo o conhecimento sobre a minha própria genética, afim de eu mesmo mudei aspectos fenotípicos do meu ser biológico. Por exemplo, já mudei a cor dos meus olhos, além de já ter mudado a fisiologia de alguns órgão afim de me dar maior bem estar e longevidade.

Portanto, para um ser superior como eu, projeção astral é algo primário e básico. Não tenho dúvidas quanto a isso.

Link to comment
Share on other sites

Olá pessoal, infelizmente é meu ultimo post, gostei bastante de ter conhecido e discutido esse assunto aqui no fórum, mas minhas aulos começam amanhã ai já viu né paulera, cuidar da empresa, estudo a noite, a pesquisa, meu site, o estudo guitarra e piano, aprendendo mandarin, brincar ca tequila (minha cachorra) e ficar com a minha esposa, não vai dar pra conciliar tudo.

Então o_foda, por fovar ajude na pesquisa do Giu, e com todo esse poder que você possui já imaginou quantas pessoas serão beneficiadas?

Você tem toda razão!

Portanto, para um ser superior como eu, projeção astral é algo primário e básico. Não tenho dúvidas quanto a isso.

É exatamente a pessoa que eu procurava! Simplesmente com você eu nem precisaria mais de 10 projetores!!! Por favor, entre em contato giu@filosofar.me não me responda por aqui porque não vou poder estar vendo o tópico por um bom tempo, entre em contato por e-mail, a não ser que seus poderes incluam algo mais fácil tipo telepatia ou coisa semelhante.

ele CRÊ em algo que ainda não está comprovado: o BIG BANG (que ainda é teoria).

Acho que você não leu o post onde eu coloquei as provas recentes, quanto a ser ainda uma teoria, bem... a gravidade também é uma teoria.

Gangrelrj não precisa ficar zangado, eu não vim aqui para esculachar sua crença, vim pra dar minha opinião a pedido do Daniel no post dele, só isso, mas acho que eu já disse tudo o que penso sobre o assunto, não precisa concordar comigo, não to aqui pra convencer ninguém, te garanto e dou minha palavra que minhas intenções são as mais inocentes de fomentar a discussão apenas.

Não precisa ter medo do experimento. Imagina se através de testes assim pudéssemos aperfeiçoar as técnicas de VA?

Imaginem se pudéssemos entender melhor como o processo se dá e criar melhores exercícios sem ter que nos matar com centenas de técnicas fazendo por tentativa e erro?

Essa é a idéia mesmo, se conseguirmos qualquer evidencia da va, podemos conseguir recursos para um projeto maior, eu tentei fazer por mim isso e não consegui, não pude achar nada nas minhas projeções que evidenciasse sua realidade transcendental, mas como algumas teorias dizem, pode ser que eu não tenha projeções reais, por isso preciso de outros projetores e mesmo que os testes não encontrem nenhuma evidencia com nenhum projetor isso não provará que va não existe, apenas que não se tem evidencia, não há o que temer.

Alguma hipótese para explicar o fato disto ocorrer com as pessoas mesmo sem elas terem um conhecimento anterior?

Kant por exemplo, no livro "crítica a razão pura" descreve muito sobre como o conhecimento é originado, é bem interessante.

Alguns estudiosos dizem que o humano tem conhecimentos inatos, ou seja, que ele contem informações que não foram geradas pela experiência anterior nem por aprendizado transmitido de experiências de outras pessoas, um exemplo disso são os gatos, eles, mesmo sem exemplo numa certa idade começam a enterrar suas fezes e urina, esse comportamento é inato ao gato, com os seres humanos é o mesmo, as experiências são sempre da mesma estrutura, não é a toa que se desenvolveu essa teoria toda dos chakras e tudo mais, isso tem base nessas estruturas inatas dos seres.

Eai como fica?? a ciencia não pode levar isso em conta neh? é só um relato e não prova a ninguem senão a mim, e é por isso que nem gosto deste topico, já que eu já tenho certeza absoluta e eu não preciso convencer ninguem.

Claro que se interessa e leva em conta sim! Inclusive te convido a ser estudado a sério como já convidei várias vezes, qualquer pessoa que tenha um 'don' entre em contato, vamos estudar seriamente e levar isso a diante, o problema da ciência não é a própria ciência, é que quando ela diz ok vamos estudar, não aparece uma alma viva para cooperar com ela! Nesse fórum o maior que eu conheço do assunto da va nenhum ser se quer demonstrou interesse em ser pesquisado (exceto o Daniel que já está cadastrato para o próximo estudo), a ciência pode e quer estudar esses assuntos.

Quanto ao fato do argumento "ninguém nunca me contou e aconteceu" é como eu disse, existe comportamentos, estruturas inatas do ser humano, a teoria da va é dessa forma porque a maioria experimenta e tem as mesmas sensações, isso não valida automaticamente a va, isso só prova que realmente existem essas estruturas inatas do ser humano.

Bom, é isso ai pessoal, qualquer coisa entrem em contato, se alguém tiver qualquer dom metafísico, qualquer mesmo que seja bobo tipo: eu sei que lado da moeda vai cair antes de cair ou eu consigo olhar pra dois lados ao mesmo tempo, qualquer coisa, se cadastre comigo para os futuros experimentos.

OBS: se alguém quiser alguma consideração ou responder as minha considerações desse ultimo post me enviem por e-mail responderei com prazer assim que possível...

Abração a todos, espero que me perdoem se acabei ofendendo alguém de alguma forma, nunca foi a intenção, espero que tenham um ótimo 2011, bons estudos, muita paz e fiquem com o deus de vossos corações e compreensão. Até a próxima!

Link to comment
Share on other sites

Fla pessoal,

Às vezes tbm me faço a pergunta se a projeção é ilusão. O cérebro humano concerteza é capaz de simular uma realidade. Só que as sensações que sinto em físico me impedem de acreditar nessa possibilidade, inclusive algumas outras coisas. Com base no físico, vejo que a multidimensionalidade exposta pelos pesquisadores como a melhor resposta...com base nisso acredito que as projeções q tive não são mera ilusão.

Porém sempre temos que questionar nossas verdades =)

Abraço

Link to comment
Share on other sites

Olá galera do GVA,

Ando sumido daqui, mas tava dando uma passeada e achei interessante o post.

Bem, gostaria de deixar minha opnião aqui nesse post tão badalado! rsss

Acredito que muitos, se não a maioria tem problemas em afirmar a projeção. Com pouca prática, caio na mesma dúvida. Ja tive atividades projetivas, ou ao menos o que acredito ser uma. Vamos ao que interessa:

1º: Nossos Amigos Daniel e Giu como ja foi dito estão aqui p expor a opnião deles e não impor nada. Então paciência galera, ninguem é obrigado a ler o tópico.

2º: Giu, vc foi atrás, ralou mto e pesquisou horrores sobre Projeção, neurociências e etc. Mais do que certo! Só que vc acaba caindo em uma dicotomia: mente e cerebro. Ao buscar cientificamente comprovar que a projeção existe (metodo cartesiano), vc se baseia em Descartes, no qual a verdade absoluta se faz através da matemática e blá blá blá. Só que, muito de nossa vida não é quantificavel, incluindo parte da biologia. O próprio descartes inaugurou essa dicotomia, não soube explicar e fez a cagada de falar que a glândula pineal era responsavel pela junção mente e cerebro, já que na época n se conhecia a função da glandula.

3º: É mais do que certo buscar a verdade, mas pensar em verdade já se faz um problema. No momento em que se fala de fisica quantica, como vc ja pesquisou, dimensões e etc, a "verdade" ja fica embaçada. Pode ser clichê e etc, mas falar em verdade, vc estaria falando apenas da sua. O Saulo por exemplo. A verdade dele é a projeção, e se faz (para ele) mais assertivo que qualquer conclusão de sua verdade. Acho que embolei um pouco, mas deu p entender.

4º: Você citou que sonhos são uma proteção do nosso cérebro. Quem sou eu p falar o contrário, já que sou psicologo. Freud afirma que o sonho é nossa "válvula de escape", onde concretizamos aquilo que inconscientemente temos vontade e nunca fariamos de forma consciente pq dos conceitos sociais (é mais ou menos isso). Mas, não podemos esquecer que nosso cérebro tem muitas conexções (muitas mesmo) e grande parte dele ainda é um mistério. De certo, ele é impressionante, a ponto de poucas afirmações concretas poderem ser feitas.

5º: Ao afirmar isso para você mesmo, vc ja pensou na hipótese de simplesmente vc nunca ter feito uma projeção, e apenas tenha obtido sonhos lúcidos? A propósito, existem diversos artigos científicos que valem a pena ser consultados sobre sonhos lúcidos, suas vantagens e tal.

6º: Devido ao problema de saude é completamente compreensivel, vc julgar os efeitos como reflexo do cerebro. Você, nem ninguem pode negar que seria um baque fazer a associação (óbvia por sinal). Mas, generalizar esse reflexo do seu problema a todos os projetores, no sentido: "ah! eu tive um problema, e no final nada daquilo era real, então, o que todos os projetores fazem tb n é". Não parece sensato.

7º: O método cartesiano se fecha "em sí". É simples, td aquilo que por base dele não é explicado não é verdade: "não posso duvidar de que duvido no instante em que duvido”.

Em suma. Através do seu próprio método de pesquisa, vc caí em dúvida. Já que não há nada que faça afirmar que não existe, tanto quanto não há nada que possa afirmar que existe.

Aí todo mundo fala: "Ah! Tem como afirmar que não existe!" ou "Ah! Tem como afirmar que existe!".

Se vc pensou isso, é pq n entendeu nadica de nada do que falei!

Existem sim, relatos que afirmam a existencia! Mas esses não são quantificaveis, o que não deixa, através da ciencia moderna afirmar que exista. Logo, não existem p a ciência.

Mas a ciência não consegue quantificar ou prever coisas como o resultado do crossing-over dos cromossomos.

Não quero entrar no critério da probabilidade, mas, pelo lado da filosofia, ao pensar que há 0,000000002% (dados próximos do real) de eu ganhar na loteria, e eu ganhar, posso afirmar que o que fez essa extrema improbabilidade ser acertada é deus ou o simples acaso. Apesar de que nesse caso é mais facil ser deus! hahaha!

A conclusão óbvia (rss): é tão lógico vc acreditar em um mundo espiritual, deus, e projeção, quanto afirmar que não!

E Daniel, pô! O cara fala que não acredita mais e vc de cara ja toma as conclusões como certas? Ao menos vá fazer uma pesquisa, ou revise o artigo cientifico dele! :D

Espero que ninguem se ofenda com o post, não foi essa inteção. Tudo aqui escrito é em tom amigavel!

Abraços a todos!!!!

Link to comment
Share on other sites

E Daniel, pô! O cara fala que não acredita mais e vc de cara ja toma as conclusões como certas? Ao menos vá fazer uma pesquisa, ou revise o artigo cientifico dele! :D

Pois é, não vou negar. Como eu já disse várias vezes, duvidei desde o princípio, e foi com o Giu que eu aprendi muitas coisas sobre projeção, conversava regularmente tirando dúvidas, compartilhando experiências, etc. E o Giu era um instrutor fantástico! Éramos muito aplicados a projeção, ninguém se encorajava pra treinar como nós e realmente bolamos esquemas muito bons pra projetar, apesar de eu só começar projetar com mais facilidade depois de descobrir meu próprio método, mas esse já é outro assunto. Basicamente eu entrei nessa com o Giu e também saí junto com ele. Eu prescisava de um mestre e ele de discípulos hahahaha

Sendo assim, não me arrependo nem me sinto frustrado, foi ótimo o tempo em que eu era vidrado em projeção. Na verdade ainda sou meio vidrado em projeção, porque continua sendo um fenômeno muito pouco conhecido e estudado, a diferença é que hoje em dia não fico mais obcecado com as coisas que vejo durante as projeções e também não tenho sacrificado horas de noites de sono para projetar.

Link to comment
Share on other sites

Olá, Daniel! Sua explanação é realmente surpreendente...muito lógica, no que diz respeito a viagem astral....Sabe que pode mesmo ser um "truque" do nosso cérebro? Sei lá...O que sei, é que não encontrei em seu texto, nenhuma citação sobre amor ao próximo, Deus, doação, busca de ser melhor a cada dia, etc...É uma pena que vc tenha se decepcionado em sua busca....Quem sabe, se vc direcionar suas buscas para o seu próprio coração, (Claro, se vc acreditar em Deus),não encontre aí,o porquê de tamanha ilusão???

Quem sabe, a viagem astral, não seja apenas um pequeno instrumento do alto, de certa forma até sem importância, para que reflitamos no motivo pelo qual queremos "viajar"?

Creio que muitos que se empenham nesta batalha diária de exercícios e técnicas para se fazer viagem astral, não estejam preocupados em viajar conscientemente, e sim, em melhorar o nível de suas próprias consciências através da doação e do amor ao próximo....

Veja, meu querido amigo... Além de "Projeciologia", estudamos também, "Conscienciologia"....

E se focarmos o estudo neste sentido? será que não muda nada?

Agradeço imensamente sua coragem de expor suas idéias, sem máscaras...Adoro pessoas verdadeiras!!!.Acho que seu toque é muito bacana, e completa o caminho de outros,que não queiram raciocinar com lógica e sensatez...Porém, peço que, se possível, faça também uma análise, por esta outra vertente....Sei que nós dois aprenderemos muito, se conseguirmos analisar as coisas por outro ângulo, certo? Eu, analisando sua visão e vc analisando a minha....legal,não?

Desejo a todos nós, muita luz e sabedoria....

Link to comment
Share on other sites

O fato de alguém vir a um site de projeção astral e dizer que não existe me parece um pouco despropositado e polêmico. Concluir depois de anos de tentativas que isso seria um sonho tampouco atesta algo, pois pode simplesmente ser fruto de uma concepção errada.

Claro, é preciso diferenciar o sonho lúcido, dentro do campo onírico, projeção do corpo astral perto do corpo, da projeção lúcida e real no plano astral propriamente dito. Provavelmente foi esse o engano - pensar que todas as projeções seriam sonhos lúcidos.

Ademais milhares de projetores e parapsicólogos atestam experimentalmente a projeção, logo não é a opinião de uma pessoa que vai mudar a realidade.

Link to comment
Share on other sites

O fato de alguém vir a um site de projeção astral e dizer que não existe me parece um pouco despropositado e polêmico. Concluir depois de anos de tentativas que isso seria um sonho tampouco atesta algo, pois pode simplesmente ser fruto de uma concepção errada.

Claro, é preciso diferenciar o sonho lúcido, dentro do campo onírico, projeção do corpo astral perto do corpo, da projeção lúcida e real no plano astral propriamente dito. Provavelmente foi esse o engano - pensar que todas as projeções seriam sonhos lúcidos.

Ademais milhares de projetores e parapsicólogos atestam experimentalmente a projeção, logo não é a opinião de uma pessoa que vai mudar a realidade.

Creio que aqui não está em pauta a experiência individual dos usuários que aqui atestaram não crer na veracidade das projeções, mas verificar se tal experiência é realmente verdadeira. Não devem ter postado aqui para mudar a opinião daqueles que acreditam na viagem astral, mas para expor uma concepção de um usuário deste fórum para que se possa analisar, incluindo a análise do próprio criador deste tópico, sobre a existência da viagem astral.

Às vezes, as próprias justificativas dos projetores contribuem para o descrédito de muitos. Argumentum ad populum nunca prova nada, é apenas falácia. Não é porque milhares acreditam que seria uma verdade. Ora, na antiguidade se acreditava na existência de vários deuses e, pela lógica desta argumentação, isto deveria ser uma verdade, porém a própria verdade da época foi modificada com o tempo.

Ainda não vi algum trabalho sobre projeção astral que se utilize da metodologia científica. Os cientistas analisam de uma forma, os projetores/pesquisadores analisam de outra. Para ser aceito num meio científico ou experimental deveria ser utilizado a metodologia. Porém, sabemos que as ferramentas que dispomos para uma comprovação científica de vários fatos, como a projeção psíquica, não são favoráveis à mesma.

Como se pode notar, um dos fatores que influenciaram no ponto de vista do Daniel foi as inverdades de muitos projetores, citando periódicos, autores, institutos e instituições que na realidade não existem.

Quanto ao meu estimado frater (creio que assim o seja por causa de seu nick), pesquise, indague, pergunte, mas saiba que estas respostas só poderão ser alcançadas por você mesmo. Não quero provar que existe ou não existe viagem astral (eu acredito que exista). Apenas peço para que sempre continue buscando e, quando estiver preparado, a verdade saltará aos seus olhos, seja ela a existência ou a inexistência da tão falada viagem astral.

Link to comment
Share on other sites

Respeito uma opinião diferente da minha, considerando que cada ser é um universo! E as viagens astrais(dependendo de quem as faz) podem mesmo ser pura imaginação ou criação do cérebro do viajor. Entretanto, tenho certeza de que "minhas" viagens não são apenas fruto de criação cerebral. Só quem fez, e percebeu o que percebi, poderá ter esta convicção!

Desejo à todos que buscam fazer viagens a oportunidade de saber o que é de sair do corpo! É totalmente diferente de uma fantasia! E isso muda você para sempre!

Abração,

Júnior

Link to comment
Share on other sites

Olá a todos, estive uns dias fora sem visitar o tópico, agradeço a todos pela participação e exposição de seus pontos de vista.

Sendo a projeção uma ilusão ou não, o fato é que está longe de ser explicada pela ciência. Se for real então o universo é mesmo muito perfeito. Se for apenas um truque da natureza, é um fenômeno intrigante, sem dúvida muito diferente de sonhos lúcidos, como todos que tem uma projeção sabem. Para aqueles que sugerem que talvez minhas projeções sejam sonho lúcido, diferente da "real projeção" eu afirmo que já vi e toquei meu próprio corpo na cama várias vezes durante uma projeção, sei como é diferente de sonho lúcido, já experimentei se não quase todos, vários pré e pós efeitos da projeção, etc...

Enfim, estou certo de que o que experimento é projeção consciente, e mesmo assim passei a questionar sua veracidade depois de passado o deslumbre inicial. Comecei investigar levando a sério como poucos, por ex. me determinando a projetar somente pela minha minha casa com o objetivo de colher grande quantidade de informações de um mesmo local. Até hoje nunca encontrei nada que faça muito sentido, cada vez aparece algo diferente. Poderia haver coisas diferentes em dimensões diferentes? Sendo assim teria que haver um sem número de dimensões e não 7 ao todo ou 3 ou 4 das que geralmente visitamos durante a projeção. Enfim, não quero entrar aqui em muitos detalhes, esta é apenas uma observação e já demonstra inconsistências.

Eu tenho facilidade para projetar e andar pela minha casa. Se eu tivesse um vizinho com a mesma facilidade e fossemos capazes de trocar mensagens durante o fenômeno da projeção, tudo o que teriamos que fazer seria repetir o mesmo processo em ambiente assistido e a ciência nunca mais pararia de estudar a projeção.

Link to comment
Share on other sites

Se quer periódicos ou comprovações documentais sugiro ir ao CEAEC em Foz do Iguaçu. Lá vai encontrar o que procura.

O problema é que a Conscienciologia (consequentemente, a Projeciologia também) não se encaixa na metodologia científica...

Não é preciso confirmações científicas no plano pessoal.

Me parece bobagem alguém entrar em um fórum no qual a temática é esotérica, a projeção é considerada fato e querer fundamentar que o importante é a ciência tradicional, e o resto é pseudo-pesquisa..

Pela ciência não temos alma.

Pela ciência não reencarnamos.

Pela ciência 99% do que é tratado neste site não passa de loucura.

A opinião dos céticos de plantão não tem nenhuma importância e eles ficam em franca desvantagem de recursos espirituais com essa postura.

Ainda não há instrumentos na ciência tradicional para medir os fenômenos parapsiquicos. Até é positivo que fique no campo esotérico até que a humanidade tenha mais ética e não crie "bombas atômicas astrais" com o conhecimento obtido.

O material do CEAEC serviria, como maior biblioteca do mundo em parapsicologia, para a pessoa tirar suas conclusões e experiências sobre o assunto. Também existem laboratórios lá que promovem e facilitam fenômenos parapsiquicos para quem não consegue. Não sei de outras organizações que façam este serviço, talvez com o Wagner Borges, mas não tenho certeza.

Link to comment
Share on other sites

Se quer periódicos ou comprovações documentais sugiro ir ao CEAEC em Foz do Iguaçu. Lá vai encontrar o que procura.

O problema é que a Conscienciologia (consequentemente, a Projeciologia também) não se encaixa na metodologia científica...

Não é preciso confirmações científicas no plano pessoal.

Me parece bobagem alguém entrar em um fórum no qual a temática é esotérica, a projeção é considerada fato e querer fundamentar que o importante é a ciência tradicional, e o resto é pseudo-pesquisa..

Pela ciência não temos alma.

Pela ciência não reencarnamos.

Pela ciência 99% do que é tratado neste site não passa de loucura.

A opinião dos céticos de plantão não tem nenhuma importância e eles ficam em franca desvantagem de recursos espirituais com essa postura.

Ainda não há instrumentos na ciência tradicional para medir os fenômenos parapsiquicos. Até é positivo que fique no campo esotérico até que a humanidade tenha mais ética e não crie "bombas atômicas astrais" com o conhecimento obtido.

O material do CEAEC serviria, como maior biblioteca do mundo em parapsicologia, para a pessoa tirar suas conclusões e experiências sobre o assunto. Também existem laboratórios lá que promovem e facilitam fenômenos parapsiquicos para quem não consegue. Não sei de outras organizações que façam este serviço, talvez com o Wagner Borges, mas não tenho certeza.

Creio que você deve rever suas aulas de interpretação textual. Em nenhum momento falei que a ciência possui a certeza absoluta. Apenas falei sobre as falácias de espantalho que geralmente escuto dizendo que existem periódicos e comprovações documentais científicas, que foi o indagado a priore, sobre a projeção, a qual foi um dos motivos da desilusão do frater. Sobre a instrumentação, já havia falado. E a temática do fórum não é esotérica, é exotérica.

Para finalizar, todas as opiniões possuem importância. São os resultados das experiências de cada um. Temos sempre que analisar, pensar, indagar. Não é porque é cético falando sobre espiritualidade que aquilo não é válido. O mesmo vale para religioso discutindo ciência.

"Posso não concordar com nada do que dizes, mas defendo ate a morte o direito que tens de dizer". E mesmo não concordando, sempre é bom refletir a respeito. Ninguém é dono da verdade absoluta (exceto Deus).

Link to comment
Share on other sites

Creio que o colega deva, depois de se acalmar e levar para o lado pessoal, estudar a diferença entre esotérico e exotérico.

Adjetivo

e.xo.té.ri.co masculino

passível de ser ministrado ao grande público e não somente a um grupo seleto de alunos (diz-se de ensino)

O que estudamos aqui são temas esotéricos até a medula. A viagem astral até muito pouco tempo era seleta a grupos iniciáticos pequenos, apenas no século 20 se tornou popular, porém longe de ser Exotérica.

Falácia é o seu discurso cheio de erros. E a propósito, é a priori não priore. Estude um pouco antes de tentar bancar o culto em um fórum público.

Algumas pesquisas têm aprovação científica sim, são poucas mas existem. Muita coisa foi estudada desde a época da União Soviética na área do parapsiquismo. Mas você tem que se dar ao trabalho de Procurar.

Também não precisa usar um argumento falacioso sobre religioso falando de ciência ou cético falando de religião. Entre estes dois limites há inúmeros graus entre os quais podemos encontrar gente séria como por exemplo Waldo Vieira, Wagner Borges, Saulo...

Link to comment
Share on other sites

Como é bom ver tanta diferença de raciocinio, é dai que nasce nossa inspiração.

no tema do topico, minha opnião é simples. só podemos perceber em nossas vidas o que acreditamos. nenhuma imposição nem educação fora de hora levará a nada.

Estou consciente que estou vivo agora, e lembro que estava vivo ontem, então, por que amanha vai ser diferente? :)

muita paz e como disse o parceiro acima, mantenham as boas vibrações.

Link to comment
Share on other sites

Respeito sua conclução .Mas minhas vizitas e trololos que eu tenho com a Erica na casa dela através da projeção não são ilusões nem minha e nem dela.Apesar de sua conclução ao longo desses anos eu tenho certeza que tem mtos que apoiam o seu ponto de vista.abç e continue a postar suas experiencias que p/ nós são importantes e verdadeiras.

Link to comment
Share on other sites

Respeito sua conclução .Mas minhas vizitas e trololos que eu tenho com a Erica na casa dela através da projeção não são ilusões nem minha e nem dela.

Buzzo, se vocês conseguirem transmitir entre si mensagens claras, poderiam se propor a experimentos em algum instituto do sono nos quais caso tivessem sucesso deixariam os cientistas boquiabertos. Isso seria muito bacana e sem sarcasmo, vocês ganhariam uns bons minutos no fantástico. Vocês já testaram se conseguem efetivamente?

Apesar de sua conclução ao longo desses anos eu tenho certeza que tem mtos que apoiam o seu ponto de vista.abç e continue a postar suas experiencias que p/ nós são importantes e verdadeiras.

Sim Buzzo, vou continuar. Recentemente comecei um novo relatório para este ano de experiências ligadas a projeção. Atualmente, basicamente eu faço as técnicas pra obter mais lucidez por mais tempo durante as projeções e nelas procuro fazer tarefas simples pré-definidas e depois relato fazendo observações.

Obrigado a todos por considerarem meu ponto de vista, que também não é definitivo. Sou cético a respeito da projeção e espiritualidade em geral, mas tenho tendência a ficar do lado da espiritualidade, senão não estaria aqui agora. Em outras palavras, espero sinceramente que a projeção não seja apenas uma ilusão, mas até agora não tive a menor evidência de que não seja. Então o que faço é observar todo o fenômeno da projeção que acontece comigo de forma mais técnica quanto possível. Qualquer participante aqui do fórum que queira analisar suas projeções de forma semelhante a que estou fazendo, fale comigo.

Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...