Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Caso da Menina Lavínia e Caso da Fera da Penha


Recommended Posts

Amigos,

Ao me deparar com o caso da menina Lavínia, cuja morte ocorreu por uma vingança da ex-amante do pai da menina e também encontrar na Internet referências a outro caso que envolveu a morte de uma criança na década de 1960, o da Fera da Penha que teve MOTIVAÇÃO SEMELHANTE veja no link: http://extra.globo.com/casos-de-policia ... 95855.html

Me ocorreram algumas coisas:

Mesmo em décadas mais passadas, muitas pessoas já eram movidas por sentimentos medíocres e desequilibrados, talvez os meios de comunicação é que não fossem capazes de veicularem essas coisas com a velocidade e capacidade de cobertura atual;

Comparando os casos que tiveram motivação semelhante e um intervalo de mais de 40 anos de ocorrência entre eles, me ocorre que aquela idéia de que viria uma nova Era de Aquário, veiculada nos anos 60, onde haveria mais harmonia e compreensão ou de que virão novas eras de harmonia e compreensão não funciona bem assim.

Os anos 70 também iniciaram com um caso de violência contra uma criança de 8 anos que chamou a atenção da opinião pública: o caso Aracelly. Link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_Aracelli

Parece que a evolução só se fará com a nossa consciência e esforço agora e não com uma espera "hipotética" dessas eras ou com uma crença de que elas virão.O esforço tem de ser já no nosso dia-a-dia, senão coisas como essas continuarão sendo repetidas em um ciclo que talvez dure mais décadas.

Paz e Luz a Todos!

Link to comment
Share on other sites

O mundo está em fase de evolução, e a era de aquário trás essas virtudes, por isso que os erros estariam ainda mais nítidos. Como a Doriana Tamburini falou certa vez, é como trocar de uma lâmpada fraca para uma mais forte, com certeza a sujeira que estava no chão e não era percebida apareceria com mais facilidade. É uma pena e até mesmo revoltante, mas acho que faz total sentido, assim como os erros, as virtudes também estariam cada vez mais nítidas.

Link to comment
Share on other sites

Quem somos nós para julgar o intimo de cada um?

E se quem matou estas crianças estavam em missão?

O que tem o desencarne?Apenas um corpo morto? Não matamos carne bovina para nos alimentar?Não é corpo da mesma maneira?

Quem sabe.

Paz e Luz ;)

Pelo amor de Deus...

Comparar uma criança a carne bovina foi demais.

E comparar assassinos com espíritos de luz em missão foi pior ainda...=/

O Carma aproxima sim as pessoas para passarem por situações que precisam resgatar, mas isso não quer dizer que o assassino, o ladrão, o estuprador ou o meliante estão fazendo algo de bom ou agindo a favor da vontade divina não. Eles estão fazendo por puro egoísmo mesmo, o Carma é que faz com que as pessoas que precisam passar por aquilo é que se aproximem. Mas isso não quer dizer que eles não terão "punição" pelo ato.

Que me desculpem os seguidores do espiritismo que são mais elucidados, mas isso é reflexo da doutrina mal estruturada. Já vi muitos com esse raciocínio, que de tanto colocarem tudo como perfeita e completa manifestação do Carma, acabam por ficar frios e transformarem assassinos em heróis e vítimas em réu. Sempre essa história, a vítima se torna culpado e o réu se torna vítima. Repito, para mim isso é reflexo de uma doutrina mal estruturada e passada de forma vulgar.

Acho que desde que sejamos seguidores das leis do país e somos seres com bom senso, ainda mais com inclinação para espiritualidade, temos sim o direito, não de julgar a motivação, mas de criticar, se espantar, se horrorizar e apontar erros tão graves como os de assassinato de uma criança.

O mundo está em fase de evolução, e a era de aquário trás essas virtudes, por isso que os erros estariam ainda mais nítidos. Como a Doriana Tamburini falou certa vez, é como trocar de uma lâmpada fraca para uma mais forte, com certeza a sujeira que estava no chão e não era percebida apareceria com mais facilidade. É uma pena e até mesmo revoltante, mas acho que faz total sentido, assim como os erros, as virtudes também estariam cada vez mais nítidas.

Sinceramente? Para mim essa história de eras para isso, eras para aquilo é pura balela. Sempre existiram pessoas ruins e pessoas boas, e sempre existirão. A única diferença é a globalização e a evolução da mídia.

Link to comment
Share on other sites

Oi pessoal, td bem?

Concordo com o lobinho, que a maldade e a bondade sempre existiram...e qto a "Nova era", acho que se refere ao maior número de pessoas que estão "despertando" para a espiritualidade, e tbm concordo com o Melch que hoje em dia, a sujeira vem à tona (a sujeirada sempre existiu, só que hoje, a informação chega mais rápido).

E Vinicius querido, acho que vc estava com preguiça de pensar qdo postou aqui...rs

Muita paz!

Link to comment
Share on other sites

Acho que não dá pra julgar o íntimo, mas também não concordo com as comparações colocadas pelo Vinicius. Também respeito e acho sua opinião totalmente compreensível, Gangrel, mas também acho que desperdiçamos um tempo enorme sendo pessimistas em relação a humanidade; também acho cômodo. Há muito o que ser feito e menos do que ficar lamentando ou se vingando, isso é fato independente ou não do sistema de eras ser "balela", é o que eu acho!

Link to comment
Share on other sites

Acho que não dá pra julgar o íntimo, mas também não concordo com as comparações colocadas pelo Vinicius. Também respeito e acho sua opinião totalmente compreensível, Gangrel, mas também acho que desperdiçamos um tempo enorme sendo pessimistas em relação a humanidade; também acho cômodo. Há muito o que ser feito e menos do que ficar lamentando ou se vingando, isso é fato independente ou não do sistema de eras ser "balela", é o que eu acho!

Assim, também entendo que muitos tenham esperança na humanidade, mas sinceramente?

Não sei a maioria aqui, mas eu vivi a maior parte da minha vida em bairros pobres, perto de favelas e de pessoas muito humildes (para não dizer boçais, ignorantes e etc...) e vejo que ali, como em muitos lugares, não tem muita salvação não...

Acho sim, como disse você e nossa amiga Sahara, que muitos estão despertando para a luz, e estes são os que, sinceramente, me motivam a seguir em frente aqui nesse mundo, que é o paraíso-lixo, o céu e o inferno ao mesmo tempo. =/

Não sei se vocês tem contato com pessoas realmente ruins, mas eu infelizmente convivi com algumas delas...e não tenho esperança ali mesmo! Pra mim, cada uma delas ali precisa de umas 1000 vidas pra ficar um pouco melhorzinho! E essa, infelizmente, na minha opinião, é a grande maioria no mundo.

Enquanto pessoas esclarecidas tem de 1 a 3 filhos geralmente, essa galera tem de 9 a 15! Desses 15 se salvam poucos...o resto cai na marginalidade, na ignorância ou outras formas de tornar isso aqui um pouco mais infernal.

É só fazer as contas...a tendência infelizmente é piorar. O Umbral está cheio de "capetinhas" doidos pra encarnar, e estão voltando adoidado...

Agradeço a Deus todos os dias por ainda existirem pessoas no mundo que fazem valer a pena, mas se for pensar de forma totalitária, é desanimador.

Link to comment
Share on other sites

é galera, esse mundo é doido, louco. Mas por algum motivo estamos aqui né? ou será que esqueceram de nós heheheh... brincadeira... não querendo amenizar os atos extremos de assassinos e etc, sabendo que hora ou outra vão responder e sofrer as consequências, mas quem acredita em encarnação e evolução, certamente entende que possivelmente nós todos aqui, já fomos assassinos e todos os outros tipos de corja... então talvez daqui a uns anos, centenas, milhares, sei lá, esses mesmos ignorantes, estarão discutindo sobre como a sua volta (deles) tudo é tão cruel e caótico... heheheh... não estou defendendo ninguém, so acho que nós todos aqui já fomos muitas coisas nesse mundo, entre "boas e ruins", dependendo do ponto de vista social e pessoal de cada encarnação, e que isso também vai se repetindo até sei lá quando, se não houver nenhum evento maior nesse meio tempo. Não gosto de ficar vendo essas notícias, evito, fazem muito sensacionalismo em um assunto já consumado, e a justiça, que apesar de falha e demorada, uma hora ou outra é aplicada. É complicado isso, como tudo né, pessoalmente não dá pra ter dó de assassinos e similares, eu até gosto quando os policiais dão um safanão neles... matar não, porque aí ele já vai pro umbral e virará obssessor e ficará enchendo o saco por aí, se fica preso, encarnado, se a prisão fosse de primeira, sem regalias, extremamente rígida, aí o mané iria sentir na pele mesmo, e deveria ser perpétua também, acho que muitos pensariam um pouco mais em cometer crimes extremos.

abraço a todos.

Link to comment
Share on other sites

ASSASSINAR – 2. Matar (ser humano). (Mini Dicionário Aurélio – 3a. Edição)

Dá-se este título àquele ser humano que tira a “vida” de outro. Ele é condenado por toda uma sociedade pela prática deste ato e passa a ser considerado como um paria por ela. Entre os elementos que compõem a sociedade que assim agem encontramos diversos que se dizem conhecedores das leis de Deus e dos ensinamentos dos Mestres.

Entretanto, dentre todos os ensinamentos até hoje trazidos por estes Mestres, sejam de que religião for, existe um que diz que não se deve julgar o seu semelhante. Neste caso (assassinato), será que a lei de Deus não se aplicaria?

Dentro da “Renovação Espiritualista” aprendemos a entender a “vida” de outra forma e não mais apenas a presença do espírito no corpo material que a este concede os movimentos físicos. Por este motivo, é preciso que busquemos novo entendimento também para o título “assassino”

Para aquele que busca fazer a sua renovação, está vivo o espírito que tem como “base de raciocino” o amor universal, independente da matéria que o envolva (carnal ou apenas perispiritual). Portanto, estes não darão o título de assassino àquele que encerrar com uma encarnação, mas para todos aqueles que transferirem sentimentos que interrompam a utilização do amor universal por outro.

Assassino é o transmissor de sentimentos negativos, aquele que transmite estes sentimentos a outros espíritos, alterando a sua base de raciocínio; é aquele que passa tristezas e ressentimentos, que transmite estes sentimentos ao irmão. Ele não utiliza armas de fogo, mas “queima” o irmão, pois estes sentimentos possuem “temperaturas” mais elevadas que o amor universal.

Assassino é aquele que faz críticas, acusações e condenações, pois elimina, com estes sentimentos, a alegria dos outros. Ele não usa armas, mas fere profundamente o próximo causando-lhe rupturas internas que sangram abundantemente.

Assassino é aquele que transmite pessimismo, negativismo e desilusões, pois desta forma acaba com a fé em Deus. Ele não usa a força de suas próprias mãos, mas sufoca os outros quando retira deles a esperança do reencontro futuro com o Pai, o ar necessário à evolução espiritual.

Este é o real assassino: aquele que “mata” o espírito. O outro que serviu como agente para o fim de uma encarnação, foi apenas um instrumento de Deus para a prática de um ato.

Ele foi utilizado pelo Pai como fonte de justiça e de amor. Ao encerrar uma encarnação (assassinato) este espírito cumpriu os ditames de Deus para que a Justiça Perfeita e o Amor Sublime prevaleçam. Não importa o grau de “crueldade” que tenha usado para terminar com a encarnação do outro, a forma será perfeita, pois Deus é a Inteligência Suprema do Universo.

Não estamos afirmando que o assassino de vidas materiais é um “santo”, ou seja, uma pessoa de bons sentimentos, mas sim que o ato foi praticado na sua forma sob o comando de Deus para que a Justiça Perfeita se pronunciasse e que este ato visou uma melhoria para aquele espírito (Amor Sublime).

Os espíritas muito falam em “expiação”, ou seja, “pagar” seus débitos anteriores. Para que este “pagamento” seja feito é necessário que exista um agente cobrador, ou seja, o causador aparente da situação de resgate: um destes é o assassino. Estando escrito no livro da vida do assassinado que ele teria que passar por isso, Deus providencia um agente para que o destino se cumpra.

Acusar o causador de mal, monstro ou cruel, é estar aplicando estes mesmos adjetivos a Deus. Acusar o ato como errado, amoral ou ilegal é negar o próprio ensinamento da expiação, tido como uma das explicações lógicas para os acontecimentos da vida. O assassino só conseguirá matar quem precise e mereça morrer e da forma que for melhor, objetivando a sua evolução espiritual.

Porém, Deus não pode “ferir” espíritos que não mereçam ou precisem passar por determinadas situações. Quando alguém recebe o título de assassino, como já falamos, passa a ser considerado à margem da sociedade e, por este motivo, Deus não pode aplicar esta “pena” a quem também não mereça.

Para que alguém se torne um assassino material, é preciso que mereça: e quem merece mais do que o assassino espiritual? Deus comanda para a prática de um ato de assassinato aquele que tem por hábito “matar” os espíritos, ou seja, aquele que tem como base de raciocínio sentimentos negativos. Deus não condena o assassino, mas o torna um como condenação pelos sentimentos que ele utiliza como base de raciocínio. Deus não faz justiça pelo ato, mas transforma o ato em uma Justiça Perfeita ao sentimento de cada um. Aquele que recebe o título de assassino e é posto à parte da sociedade mereceu esta situação pela sua constante difusão de sentimentos negativos aos irmãos.

Portanto, não julgue para não ser julgado, pois com a mesma moeda que utilizar para julgar, será julgado. O assassino não precisa de condenação ou encarceramento, mas sim de aprender sobre o amor universal para que alcance a consciência da compaixão e não mais sirva a Deus como instrumento para a prática destes atos.

Se todos que assassinassem outro espírito, dentro da visão renovada do termo assassino, tivessem que ficar reclusos, não existiria sobre a face da Terra ser humano solto.

Pai Joaquim de Aruanda.

Fonte: http://meeu.com.br/index.php?option=com ... -assassino

O Ser invisível (Atma, Atman, a alma, o espírito, a força vital), é eterna. O corpo físico visível é transitório, e passa por mudanças. A realidade destes dois, de fato, é realmente vista pelos videntes da verdade, que conhecem que nós não somos estes corpos, mas o Atma. (2.16)

O espírito, pelo qual o universo todo está impregnado, é indestrutível. Ninguém pode destruir o Espírito imperecível. (2.17)

O corpo físico do que é eterno, imutável e incompreensível Espírito, é mortal. O Espírito (Atma) é imortal. Portanto, enquanto guerreiro, você deve lutar, Ó Arjuna. (2.18)

Aquele que pensa que o Espírito é morto, e aquele que pensa que o Espírito mata, ambos são ignorantes, porque o Espírito nunca mata nem é morto. (2.19)

O Espírito nunca nasce e nem morre em qualquer tempo; nunca vem a ser ou cessa de existir. Ele é não nascido, eterno, permanente e originário. Ele não se extingue quando o corpo se extingue. (2.20)

Ó Arjuna, como pode uma pessoa que pensa que o Espírito é indestrutível, eterno, não nascido e imutável, matar alguém ou fazer com que alguém seja morto? (2.21)

Bhagavad Gita de Krishna

1 Jesus, porém, foi para o Monte das Oliveiras.

2 E pela manhã cedo tornou para o templo, e todo o povo vinha ter com ele, e, assentando-se,os ensinava.

3 E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério;

4 E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando.

5 E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?

6 Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra.

7 E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se, e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.

8 E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra.

9 Quando ouviram isto, redargüidos da consciência, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficou só Jesus e a mulher que estava no meio.

10 E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?

11 E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.

(João - 8: 3 - 11).

Acho que da para exemplificar minhas perguntas.

Paz e Luz ;)

Link to comment
Share on other sites

Galera,

Concordo em número e grau com o Granjel RJ. Não que a gente queira pregar o Olho por Olho e o dente por dente ...

Pode até haver compaixão quando alguém afirma que os assassinos podem até ser instrumento da vontade divina, mas, há deturpações na doutrina em relação a isso sim. É muito cômodo para nós pensarmos que determinado assassino foi um instrumento da vontade divina ou cumpria uma missão. É muito cômodo julgarmos a culpa de nossos erros em cima de outras encarnações...Se fosse assim, o mundo seria um ciclo de vingança sem fim e seria essa a vontade de Deus? Um ciclo sem fim de vingança, onde todos em algum momento fossem conduzidos a serem assassinos? Imagine bem, só falta daqui a pouco estarem usando esse tipo de argumento como atenuante em julgamentos...Aí é que o nosso país em que há a impunidade, pode realmente ter essa impunidade aumentada...

Eu acredito que necessitamos sim é ter a coragem de assumirmos mais nossos atos e transmitir as pessoas próximas a nós valores como solidariedade e ética, não em teorias, mas, na prática, através de nossos exemplos.

Jogar a culpa de tudo em encarnações passadas realmente me parece comodismo, com todo o respeito aos que pensam assim. Temos de assumir que a porção animalesca que há dentro de cada um precisa ser superada no dia-a-dia e não aguardando "novas eras" que gerações enteriores também aguardaram...

Novamente a crítica não é pessoal ao Vinícius que é alguém que está nessa caminhada da evolução como todos nós e tem toda liberdade de expor suas idéias, e sim ao conceito de responsabilizar as reencarnações por tudo...

Como sempre, a evolução tecnológica que experimentamos não significa a diminuição de bárbaries como crimes contra as crianças.

Agora a notícia boa é que apesar de tudo, não pode ser considerado com pessimismo o futuro da humanidade ou o momento presente que vivemos. Vamos pensar bem: Nas décadas passadas muitos atos criminosos, não necessariamente assassinatos, ficaram encobertos pelo conservadorismo e pelo poder na sociedade.

Hoje em dia, por exemplo, vejo com otimismo a liberdade de imprensa que temos, mesmo incluindo os sensacionalismos; uma melhor situação em relação ao racismo; uma maior possibilidade no brasil das classes mais populares alcançarem o ensino superior e cursos profissionalizantes gratuitos.

A própria queda de ditadores que estavam na África há décadas é um sopro de esperança também para todos nós que assistimos a isso.

Apesar do texto estar longo, queria finalizar também comentando sobre a capacidade de julgar:

Sim antes de julgar os outros devemos olhar para os nossos próprios erros. Mas a faculdade de julgar é algo que nos foi concedida assim como a inteligência, para contribuir para a nossa sobrevivência no mundo...Na verdade nós julgamos (selecionamos) desde a mais tenra idade aqueles que serão nossos amigos, aqueles que gostaríamos de ver longe de nossos filhos por serem uma má influência e utilizamos essa faculdade de julgar tão necessária em vários momentos de nossas vidas.

Paz e Luz a Todos..

Link to comment
Share on other sites

Eu já cheguei a pensar que aqui eu seia respeitado com minhas opiniões, desculpe se não estou na minha maximidade, mas todos podem se enganar, Ó supremo conhecedor da verdade Grangrel me desculpe.

Decepcionante.

Me desculpe se se sentiu ofendido...respeito sua liberdade de opinião. Se quer pensar assim, que seja...não serei eu que terei o poder de mudar seu direcionamento, mas a minha opinião é que não bato palmas o comentário exposto e nem para o texto exibido, pois para mim representa uma deturpação, e isso ajuda a confundir a mente de quem está começando agora...mas essa deturpação é muito comum nos dias de hoje com a globalização, internet e com a quantidade imensa de "verdades absolutas".

Um dos maiores problemas da internet é esse...se você escreve um monte de asneiras, mas escreve direitinho, com português bonitinho...parece sabedoria.

Não estou dizendo que é o seu caso, pois já vi participações suas excelentes pelo fórum, mas é o caso de muitos textos espalhados por ai.

Sim antes de julgar os outros devemos olhar para os nossos próprios erros. Mas a faculdade de julgar é algo que nos foi concedida assim como a inteligência, para contribuir para a nossa sobrevivência no mundo...Na verdade nós julgamos (selecionamos) desde a mais tenra idade aqueles que serão nossos amigos, aqueles que gostaríamos de ver longe de nossos filhos por serem uma má influência e utilizamos essa faculdade de julgar tão necessária em vários momentos de nossas vidas.

Achei perfeita a colocação acima.

Também concordo com os comentários anteriores que diziam que um dia provavelmente já fomos assassinos...verdade, creio que sim, mas sem duvida fomos mal vistos, julgados e condenados pelos que estavam em patamar semelhante ao nosso nos dias de hoje.

Link to comment
Share on other sites

:?::?::?::?:

Iludir os iniciantes?

Iniciantes todos vocês que leram o que eu escrevi, ignorem eu não sou possuidor da verdade, procurem dentro de cada um de vocês a resposta e o caminho que este virá.

Universalismo? O universalismo acho que virou uma doutrina, hironico não?

Ofendido? não se preocupe Gangrel o maximo que você ofendeu é meu ego que se preocupa com estes respeitos e etc...

Não tenho nenhuma participação excelente no forum, mas obrigado.

Sim, algumas pessoas podem usar estas palavras para comodimos e achar que como tudo está no seu tempo então não devemos fazer nada, mas até isso está no seu tempo.

Paz e Luz ;)

Link to comment
Share on other sites

Gostaria de participar da discussão para fazer um adendo.

Estes casos são mesmo polêmicos, sempre geram discussão em todos os níveis, seja dentro das mais intelectualizadas escolas ou mesmo dentro do botequim da esquina, principalmente quando envolvem violência contra crianças, fato que gera mais repúdio e revolta da sociedade.

Apesar do sensasionalismo da imprensa, tem um lado positivo nisso: o fato de instigar a coletividade a reafirmar seus valores e padrões éticos, ao mesmo tempo em que cria uma corrente para que as leis do país e suas instituições sejam respeitadas e a justiça seja feita.

Para nós, que observamos tudo de fora, fica difícel ou até impossível especular a respeito das motivações pessoais e processos psíquicos que levam uma pessoa (irmã nossa) a tal conduta.

Mas todos nós brasileiros, como sociedade organizada, já condenamos "legalmente" tal conduta (matar alguém), tipifcada em nosso código penal, na parte dos crimes contra a vida.

A acusada, enfim, será julgada pelo tribunal do júri, composto por sete pessoas do povo que representarão todos nós no papel de estado como juiz e julgarão o caso de acordo com sua "convicção íntima". Inclusive o tribunal do júri tem votação secreta e seu julgamento é independente, não cabendo mesmo ao juiz de direito alterar seu veredito.

Esses jurados poderiam ser qualquer um de nós aqui do fórum do GVA.

Esse é nosso julgamento aqui no plano físico, sete pessoas escolhidas do povo, independentemente de raça, religião, crença, classe social, etc.

Nenhum país do mundo civilizado aceita o assassinato

Link to comment
Share on other sites

Acho que não dá pra julgar o íntimo, mas também não concordo com as comparações colocadas pelo Vinicius. Também respeito e acho sua opinião totalmente compreensível, Gangrel, mas também acho que desperdiçamos um tempo enorme sendo pessimistas em relação a humanidade; também acho cômodo. Há muito o que ser feito e menos do que ficar lamentando ou se vingando, isso é fato independente ou não do sistema de eras ser "balela", é o que eu acho!

Assim, também entendo que muitos tenham esperança na humanidade, mas sinceramente?

Não sei a maioria aqui, mas eu vivi a maior parte da minha vida em bairros pobres, perto de favelas e de pessoas muito humildes (para não dizer boçais, ignorantes e etc...) e vejo que ali, como em muitos lugares, não tem muita salvação não...

Acho sim, como disse você e nossa amiga Sahara, que muitos estão despertando para a luz, e estes são os que, sinceramente, me motivam a seguir em frente aqui nesse mundo, que é o paraíso-lixo, o céu e o inferno ao mesmo tempo. =/

Não sei se vocês tem contato com pessoas realmente ruins, mas eu infelizmente convivi com algumas delas...e não tenho esperança ali mesmo! Pra mim, cada uma delas ali precisa de umas 1000 vidas pra ficar um pouco melhorzinho! E essa, infelizmente, na minha opinião, é a grande maioria no mundo.

Enquanto pessoas esclarecidas tem de 1 a 3 filhos geralmente, essa galera tem de 9 a 15! Desses 15 se salvam poucos...o resto cai na marginalidade, na ignorância ou outras formas de tornar isso aqui um pouco mais infernal.

É só fazer as contas...a tendência infelizmente é piorar. O Umbral está cheio de "capetinhas" doidos pra encarnar, e estão voltando adoidado...

Agradeço a Deus todos os dias por ainda existirem pessoas no mundo que fazem valer a pena, mas se for pensar de forma totalitária, é desanimador.

Amigo, concordo com sua linha de pensamento... e quando falei a respeito do número de filhos numa discussão acalorada na faculdade, fui chamado até de nazista... fazer o q?

Link to comment
Share on other sites

Quem somos nós para julgar o intimo de cada um?

E se quem matou estas crianças estavam em missão?

O que tem o desencarne?Apenas um corpo morto? Não matamos carne bovina para nos alimentar?Não é corpo da mesma maneira?

Quem sabe.

Paz e Luz ;)

Entao voce sugere que os tribunais terrenos sejam extintos para que apenas Deus julgue os homens? Entao todos os ladroes, assassinos e etc deveriam estar soltos cometendo mais atrocidades aguardando apenas o julgamento divino?

E que missão é essa de matar crianças? só se for missão demoniaca!

comparar seres humanos cruelmente assassinados com animais que são mortos para alimentar as pessoas... isso é um absurdo!!!

Link to comment
Share on other sites

não acho que você deva se retirar do forum só por causa disso. COmo o proprio gangrelrj já falou eu também já vi participações incriveis suas em varios posts e em muitos até concordei com vc. Ninguem aqui te criticou só manifestamos nossa discordancia. Nosso ponto de vista. Minhas opiniões aqui em determinados assuntos já foram questionadas e nem por isso eu sai do gva. Temos que ter cuidado para nao deixarmos o orgulho tomar conta e sempre que alguem discordar de nossas opinioes tirarmos estas pessoas de nossas vidas ou mudar o grupo que frequentamos.

Abraço fraternal

Link to comment
Share on other sites

Galera calma lá né, não é porque você acha isso absurdo ou diferente que você vai criticando a forma de pensar da pessoa ou até ela. Mente aberta, todos estamos aprendendo e ensinando, talvez o que você considere rídiculo hoje, amanhã não o seja.

Discordo de algumas coisas que foram faladas e concordo com algumas também, mas acredito que nas obras de Deus não existe injustiça. Se atribuirmos este assassinato ao acaso naturalmente isso nos parecerá revoltante, drástico, etc. Com certeza Deus sabe o que faz, não é atoa que isso ou aquilo aconteceu ou deixou de acontecer. Mas ai vai da pessoa, se ela acredita ou não.

Somos muito condicionados a idéias e valores também, o que faz parecer que o assassinato de uma criança é pior que o assassinato de um adulto.

Um abraço a todos, Muita Paz.

Link to comment
Share on other sites

Gente... tudo bem... respeito a opinião de vcs... mas considerar um assassinato algo natural!?

Eu nem sei se compreendi direito tudo q li!! me corrijam se viajei!! ::O

"Deus sabe o q faz!?" :o como assim??? Eu creio q o Deus em que eu acredito não considere um assassinato uma coisa normal, "manutenção da espécie"... Q isso!!??

Há um equivoco nos conceitos de karma, reencarnação.... tudo bem q não sou uma estudiosa da doutrina espírita e não sou (e nem quero ser) dona da verdade... mas quando morremos e ficamos, digamos, "devendo" alguma coisa, temos oportunidade de viver novamente p/ tentar corrigir... e viver uma nova vida, que mtas vezes pode até piorar!! Não é pq alguém foi um assassino em série em uma outra vida q ele vai reencarnar , viver seis anos, e ser brutalmente assassinado... o q ele evoluiu aí?? Não vejo evolução nenhuma!! Pensar no fato de "fulana" ter assassinado a filha de alguém em uma vida e na próxima vida alguém mata sua filha pode até ser explicação p/ algumas pessoas... mas não p/ mim!!

Tem mta coisa q acontece no mundo e as pessoas dizem ser carma, castigo, ou sei lá mais o que!! Porém, casos como assassinato, roubo, pobreza (...) mtas vezes estão mais ligados a situações sociais do q espirituais!!!

Somos muito condicionados a idéias e valores também, o que faz parecer que o assassinato de uma criança é pior que o assassinato de um adulto.

Se pensarmos "culturalmente" (lembrando minhas aulas de antropologia....)SIM... mas como participamos de um fórum espiritualista, onde a maior parte dos participantes são espíritas, ou seja, acreditam no cristianismo;... uma passagem biblica esclarece “Neste momento os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram-lhe: Quem é o maior no Reino dos céus? Em verdade vos declaro: se não vos transformardes e vos tornardes como criancinhas, não entrareis no Reino dos céus. Aquele que se fizer humilde como esta criança será maior no Reino dos céus”. (Mt 18, 1-4)

deixo p/ análise!!

Enquanto pessoas esclarecidas tem de 1 a 3 filhos geralmente, essa galera tem de 9 a 15! Desses 15 se salvam poucos...o resto cai na marginalidade, na ignorância ou outras formas de tornar isso aqui um pouco mais infernal.

Eis a prova de um problema de ordem social!! E de todos os ângulos!!

obs: O q seria uma pessoa esclarecida??

abçsss ;)

Link to comment
Share on other sites

Li quase tudo que foi exposto pelos colegas e gostaria de fazer alguns comentários:

Admiro bastante as pessoas que têm muitos filhos. Se alguns viraram delinquentes, isso não é só uma consequencia de sua criação e o meio que vivem, é principalmente fruto da inconsciência daquele ser. Eu, com certeza, já estive na lama umbralina, e se não fosse uma família dessas que me possibilitasse reencarnar, mesmo que seja numa favela, jamais teria a oportunidade de me redimir e hoje estar tecendo comentários num forum de espiritualidade (não sei amanhã? :? ). Ter um filho é um grande teste para o nosso egoismo, porque teremos que deixar de fazer mil coisas que nosso ego gostaria para dar atenção aquele novo espirito que reencarna.

Sobre os homicídios expostos, também gostaria de expor que todos nós aqui temos o mal dentro de nós. Quantas vezes não descontamos nossas frustrações em nossos amigos, familiares, espoas/maridos, etc? Quando nos colocamos em um momento melhor que estes irmaozinhos, é porque nos auto conhecemos e pudemos controlar esse carcaça maligna que envolve nossa centelha divina. E isso exige contínua vigilância. Seremos testados, isso é fato. Um dia alguem fará algo muito ruim a você, e toda sua vigilância será colocada a prova. Será que estamos em situação de nessa hora dar um bom exemplo à humanidade?

Fica a reflexão...

abraços

Link to comment
Share on other sites

Li quase tudo que foi exposto pelos colegas e gostaria de fazer alguns comentários:

Admiro bastante as pessoas que têm muitos filhos. Se alguns viraram delinquentes, isso não é só uma consequencia de sua criação e o meio que vivem, é principalmente fruto da inconsciência daquele ser. Eu, com certeza, já estive na lama umbralina, e se não fosse uma família dessas que me possibilitasse reencarnar, mesmo que seja numa favela, jamais teria a oportunidade de me redimir e hoje estar tecendo comentários num forum de espiritualidade (não sei amanhã? :? ). Ter um filho é um grande teste para o nosso egoismo, porque teremos que deixar de fazer mil coisas que nosso ego gostaria para dar atenção aquele novo espirito que reencarna.

...

Fica a reflexão...

abraços

De que adianta ter muitos filhos, quando não se tem condições de criar nem um direito?

Quando eu falei sobre a quantidade, eu deixei claro a comparação de pessoas ignorantes e pobres com pessoas esclarecidas e com condições de criar um filho.

Não estou dizendo também que todo pobre é ignorante, e nem que toda pessoa com um pouco mais de dinheiro é esclarecida...

Simplesmente estou dizendo que existe um padrão: Pessoas esclarecidas geralmente tem menos filhos, e pessoas ignorantes ou desprovidas de inteligência tem muitos filhos, e não tem condições de cria-los e educa-los de forma satisfatória.

Por isso não se importam de ter muitos filhos, pois não pensa, não reflete, não planeja, não pensa no amanhã e etc...

Admirar isso só porque tira pessoas do Umbral? Eu não admiro...tira de um umbral pra trazer pra outro? E tornar a vida de quem está melhorzinho um inferno? Deixa lá no Umbral até ter condições de voltar menos pior...rsrsrs

...Sobre os homicídios expostos, também gostaria de expor que todos nós aqui temos o mal dentro de nós.

Sim, mas guarde as devidas proporções...todos temos o bem e o mal, mas alguns já aprenderam a controlar, a dosar e a doutrinar.

Claro que, algumas situações exigem reações mais negativas, mas não é todo mundo que sai matando a sangue frio e sem motivos por ai, só porque carrega o mal dentro de si.

...

obs: O q seria uma pessoa esclarecida?? ...

Para mim é uma pessoa com grau satisfatório de inteligência, cultura, instrução e educação.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...