Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Minha primeira experiencia projetiva


carloseam
 Share

Recommended Posts

Ola amigos do GVA. Após alguns meses de estudos e de práticas diárias eu conseguir ter a minha experiência projetiva bem lúcida. Ocorreu na madrugada do dia 22 de maio.

Segue abaixo os detalhes.

Fui deitar no dia 21, as 10:15 da noite, na posição de lado e pratiquei as seguintes técnicas:

1ª - Técnica da saturação mental;

2ª - Técnica de abertura do frontal e da clarividência versão 2;

3ª - Técnica completa 3;

4ª - Finalizando novamente com a Técnica da saturação mental até conseguir adormecer.

Eis aqui o relato: estava em um lugar estranho, de atmosfera bem pesada e o "céu" estava em completa escuridão, como se fosse noite. Pude notar que eu me movia em alta velocidade, de forma involuntária, como se algo me carregasse. Outro detalhe que pude perceber é que eu estava em uma espécie de estrada em que do lado esquero havia uma imensa floresta e do lado direito haviam pequenas luzes suspensas como se possem aqueles postes simples feitos somente com madeira e uma luz em cima. Não havia estrelas no "céu", nem nuvens e lua também. Havia uma espécie de neblina bem fraca na parte de cima do ambiente e uns morros bem altos como se fossem dunas. Bom, fui levado diretamente para uma região praiana. Pude notar uma grande faixa de areia seguida de uma imensa área de mar. Me chamou a atenção o fato de que nessa praia não havia brisa, o mar não gerava ondas, a água era totalmente parada e antes de eu entrar nessa praia, eu me dirigi voluntariamente a uma pessoa ou espírito (não consegui distinguir) que era um vulto preto com olhos meio avermelhados. Eu me aproximei e disse: poxa aqui é muito quente, não tem como melhorar não?

Não sei pq fiz isso. Entrei na praia e vi que a areia era fina, mas muito compacta com uma cor amarelada forte. Vi também muitas pessoas nessa praia. Porém elas estavam andando sem rumo (igual sonámbulos), algumas em círculos, enquanto outras estavam agachadas próximas a uma espécie de fogueira. Esse lugar transmitia um sentimento de solidão muito forte. Eu comecei a andar e aos poucos cheguei em uma pequena gruta. Minha lucidez foi diminuindo e repentinamente acordei no meu corpo físico na mesma posição em que eu havia dormido. Eram umas 7:20 da manhã de domingo.

Obs: Eu registrei essa experiencia logo após o despertar na cama no editor de texto do meu telefone. Estou registrando todos os meus sonhos e projeções a partir do dia 19 de maio para depois fazer um levantamento de tudo e analisar. Bom, mostrei esse relato a uma colega de trabalho que é espírita e é medium. Mostrei também a outras pessoas que estudam esse assunto e todas elas chegaram a mesma conclusão do que eu: provavelmente eu estava em alguma região umbralina, visto que nesse dia eu tive algumas discurssões acaloradas antes de dormir.

Desculpem pelo relato ter ficado grande, mas eu precisava citar todos esses detalhes.

Abraços.

Link to comment
Share on other sites

Boa tarde, Carlos...

Eitaa.. haja paciencia pra tanto tempo de técnica heim.. :o rsrrsrsrs

Bom parabéns pela projeção.. acredito que o mais importante que é chegar a projeção vc já alcançou... o que poderia sugerir agora é só tentar controlar ao máximo a situação e se possivel tentar pedir (mentalmente) se pode ser util amparando alguem que precise, acredito que ser conseguir irá progredir bastante talvez até alcançando níveis superiores.

Paz e luz

ABS

Flávio Diggelmann

Link to comment
Share on other sites

Pois é.....

Quando comecei a ler seu relato ja me veio de imediato a impressão de que você estava em uma região umbralina, porém não tão densa como as que podemos ver em nosso lar quando andre luiz acaba de morrer por exemplo......

Me deixou uma curiosidade enorme, sobre esses espíritos andando em circulo...

Como será que alguém se perde a ponto de andar em círculos sem saber aonde esta indo???

Paz e Luz.

Link to comment
Share on other sites

Carlos,

Parabéns por sua dedicação e persistência!

Parabéns também pela iniciativa e disposição de elaborar um histórico de suas experiências, acredito que será muito importante futuramente.

Sei como é difícil acordar no meio da noite, ou logo pela manhã e deixar de lado mais alguns importantes minutos de sono para se dedicar as praticas projetivas (neste caso a elaboração do histórico). Eu já comecei e parei umas três vezes... rsrs

Atenciosamente,

Jaison Pasqual

Link to comment
Share on other sites

Pois é.....

Quando comecei a ler seu relato ja me veio de imediato a impressão de que você estava em uma região umbralina, porém não tão densa como as que podemos ver em nosso lar quando andre luiz acaba de morrer por exemplo......

Me deixou uma curiosidade enorme, sobre esses espíritos andando em circulo...

Como será que alguém se perde a ponto de andar em círculos sem saber aonde esta indo???

Paz e Luz.

É Vinícius eu também pensei logo de cara a mesma coisa. Com relação aos espíritos andarilhos, eu penso que são pessoas que desencarnaram com uma idéia fixa na mente (monodeismo, acho que é isso) e com o tempo o seu psicossoma se deteriora (me esqueci o porque disso). Podem ser pessoas que ainda não comseguiram aceitar a "morte" e estão presas ao mundo material ou têm débitos a pagar.

Mas eu vi que aquelas pessoas precisam de ajuda. O estado em que elas se encontravam era de dar pena.

Link to comment
Share on other sites

Boa noite, Carlos.

Primeiramente gostaria de parabenizar-te pela pela dedicação e persistência. :pal:

Grande maioria dos projetores quando se afastam do corpo físico, não vão para ambientes etéreos, iluminados e felizes. Pelo contrário, 80 ou 90% de suas experiências ocorrem em regiões densas, não porque somos maus ou pessoas negativas, mas devido as tarefas que precisamos realizar nessas regiões, passamos por muitos testes nas regiões umbralinas amparados por nosso mentores(mesmo que pareça que estamos sozinhos, nunca estamos), aprendendo a se defender, a resgatar, a observar ou também pelas faixas negativas que nos afinam com tais regiões, a densidade do psicossoma etc.

Muito legal você poder observar a região, sentir vontade de estar num local melhor, pois isso fará com que você queira prosseguir em se melhorar e alcançar e visitar faixas melhores. Pelo menos, você não foi vampirizado e nem sofreu violência, isso já é algo pra se comemorar e voltar ao corpo denso feliz da vida! hehehe...

Sobre estas entidades que estavam perdidas dentro de si mesmas, podem ser sonâmbulos extrafísicos, pessoas projetadas que não tem a mínina consciência de onde estão e que ficam do lado de lá perdidos em seu onirismo, ou entidades desencarnadas mesmo, que vivem como verdadeiros doentes mentais do lado de lá. Já vi isso em minhas projeções, me deparei em lugares que pareciam um ambiente de um manicômio, devido ao número de entidades agindo como enfermos psíquicos. Isso ocorre devido a inúmeros fatores, mas grande parte ocorre por alimentarem durante anos e séculos os mesmo pensamentos negativos que vão deteriorando a mente e o perispírito (apego demasiado as encarnações passadas, a pessoas ou bem materiais, crimes cometidos, hipnose por entidades trevosas e por aí vai...)

Paz e Luz

Link to comment
Share on other sites

Que bacana, Carlos! Parabéns, meu irmão!

Fico muito contente de ver mais um irmão quebrando a primeira barreira da projeção consciente! Isso com toda a certeza vai mudar sua vida para sempre. "Um caminho sem volta", como dizem alguns professores no assunto!

Não pude deixar de concluir que você estava em uma região densa, eu tive uma experiência numa região bem densa, com uma luminosidade turvo-amarelada, e um ar que precisava de esforço do pulmão para ser respirado. E mesmo com essas sensações, foi a viagem astral que mais gostei de fazer, pois pude fixar mais detalhes e me lembro de quase tudo o que vi. Queria até voltar lá para conhecer mais da paisagem, da biologia local e principalmente ajudar um irmão que necessite.

"A casa do Pai possui diversas moradas"!

Um grande abraço e continue firme no propósito de se instruir,

seremos os artífices de um novo ciclo na consciência do homem como ser espiritual!

Paz e luz!

Júnior Salton

Link to comment
Share on other sites

Obrigado pessoal, vamos continuar tentando sempre e nunca tentar voltar do "caminho sem volta" :lol:

Pra ser sincero, acredito que experiencias em regiões umbralinas devem enriquecer muito a pessoa, seja por meio de amparo, de defesa ou em outra ocasião.

Eu gostaria de conhecer o vale dos suicidas para ver como é. Ainda não parei para ler o livro da Yvone Pereira.

Nadja gostei do seu blog. Muito bacana. :pal:

Abraços.

Link to comment
Share on other sites

Bom se você soubesse que tipo de energia eles transmitiam ficava mais fácil tentar descobrir.....

Mas se você só percebeu a energia do lugar......

De qualquer maneira, semelhante atrai semelhante não é mesmo?

Ninguém esta em um local com determinada energia, por um acaso, a não ser que seja para amparo mesmo....

Paz e Luz.

Link to comment
Share on other sites

acredito que minha primeira experiencia foi quando eu estava no meu quarto acabando de acordar,vi duas coisas na frente da minha cama como se fosse sombras em alta velocidade de um lado para o outro, só que quando resolvi me levantar o meu corpo físico veio junto. só que como eu tinha certeza de que realmente tinha visto aquilo, eu tentei de novo aí vi aquelas sombras de novo. só que desta vez estavam no meu corredor e novamente quando tentei me levantar o corpo físico veio de novo.aí me levantei mesmo e fui fazer o que tinha de fazer.

Link to comment
Share on other sites

Com tanta perseverança para aplicação de técnicas, não vejo como não projetar-se!

Estou tentando buscar essa qualidade :lol:

Ótimo relato, e tenho certeza que muitos virão da sua parte.

"Aliás, vou pesquisar que técnica da saturação mental é essa :lol:"

Link to comment
Share on other sites

Carlos, agradeço a visita no blog Consciência Desperta.

Sobre o livro da Yvonne do Amaral Pereira Memórias de um suicida, é um best-seller da literatura espírita, sendo leitura imprescindível para quem deseja conhecer detalhes do vale dos suicidas e as leis severas naturais para quem pratica esse infortúnio. O que me chama atenção na vida e obra da Yvonne é que grande parte do seu trabalho mediúnico reflete a vivência dessa médium fora do corpo físico, em desdobramento espiritual. Por isso, vc foi muito feliz em cita-la aqui no Forum.

Boa leitura.

Paz e Luz

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...