• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Sign in to follow this  
voadorastral

A IGNORANÇIA JUSTIFICA O MAL

Recommended Posts

ESTOU ESCREVENDO ESTE TOPICO POIS VEJO MUITOS ESPIRITAS JUSTIFICANDO O MAL COM IGNORANÇIA,VEJAM BEM, SOU IGNORANTE NAO SOU MAL OU EU DEVERIA SER SIMPLESMENTE PELO FATO DE EU SER IGNORANTE?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Existe na natureza uma lei chamada lei das antíteses, lei dos complementos contrários e

antagônicos. Por exemplo, dia e noite, luz e trevas, construção e destruição, crescimento e

decrescimento, nascimento e morte, enfim Evolução e Involução.

Evolução – desenvolvimento, construção, progresso, edificação;

Involução – regressão, retrocesso, destruição, degeneração, decadência;

Evolução e Involução são leis mecânicas da natureza. A Evolução nos leva até certo

ponto matemático em que sua irmã gêmea entra em ação, a Involução.

Evolução e involução estão presentes em todo o criado, seja em um Povo como o

Egípcio, Grego, Celta, Romano que tiveram um apogeu e logo sua queda; seja um corpo que

nasce, evolui a nível celular, involui e morre. Vemos o caso de uma planta que tem seu processo

germinativo, chega até certo estado de maturidade, entrega seus frutos, passa por um processo de

involução e morre. Há também o caso de um Planeta que se gesta de uma nebulosa e

posteriormente se transforma em uma lua morta.

A pessoa nem sempre foi assim, certamente como em tudo na natureza teve que passar por um

estado evolutivo, e passará por um estado involutivo, falando em nível de reinos mineral, vegetal, animal e humano.

A Mônada Divina, saída do Absoluto, desdobrada em essência, ingressa nos estados de Evolução

iniciando pelo reino Mineral, passando pelo Vegetal, ingressando no Animal e posteriormente ao reino

Humano. Esta essência no período de evolução nos reinos mineral, vegetal e animal se denomina

elemental, como os descritos pelas fábulas infantis, os gnomos, pigmeus, ondinas, salamandras, etc.

O Objetivo de passar por estes reinos é adquirir ensinamentos característicos que possibilitem o

ingresso ao reino humano. Os elementais em sua evolução passam em um mesmo reino por várias

famílias, de organismos simples até os mais complexos de acordo a suas capacidades, e quando está apto

recebe a possibilidade de passar ao próximo reino.

Ex: A Família das Romãzeiras do reino Vegetal recebem ensinamentos sobre a amizade, o lar; já

a família da Laranjeira do reino Vegetal aprende sobre movimentos econômicos e monetários.

Passada a evolução por estes três reinos inferiores, anteriormente citados, a essência dá entrada ao

reino Humano, onde recebemos 108 existências, ou seja, cento e oito possibilidades de trabalharmos

sobre nós mesmos, fazer uma obra, regenerar-nos, senão passar por aquilo que os livros sagrados chamam

como a segunda morte, dar ingresso aos nove círculos dantescos, aos infernos, a involução, onde a

natureza trata de eliminar todas as impurezas que não fomos capazes de fazer em vida.

A Involução é o processo onde no interior da terra se passa pelos reinos animalóide, vegetalóide,

mineralóide e se retorna ao princípio de onde partimos.

Estes infernos ou reinos involutivos são lugares de purificação, pois durante a estada no reino

humano adquirimos certos elementos que conhecemos como Agregados Psicológicos, e estes não fazem

parte de nossa essência, não vieram do Absoluto e por tal motivo devem ser eliminados, seja em vida, seja

nestes infernos que aqui tratamos. Nestes mundos infernais involutivos em que se vive em corpo astral e

toma-se a forma característica dos reinos citados. Esta involução leva milhares de anos, sendo muito

dolorosa. Ao fim é como a carne que deixa os ossos, um sofrimento espantoso que nos leva a retirar todo

o inútil que carregamos em vida e não fomos capazes de eliminar.

Uma vez terminado o processo involutivo, restando a essência livre e pura, esta tem a

possibilidade a ascender novamente pela evolução, até que se complete 3.000 ciclos nesta roda de

evolução e involução. Terminado este ciclo de 3.000 voltas, a Mônada recolhe para si a essência e retorna

ao Absoluto sem o mestrado. A Essência que já tenha involuido ingressa nos processos evolutivos com

certa experiência do ciclo anterior.

Esta roda é conhecida como a Roda do Samsara, a Roda

da Fortuna, a Roda da Vida e da Morte por onde se sobe pelo lado

direito evoluindo passando pelos reinos mineral, vegetal, animal e

humano e descende pelos reinos animalóide, vegetalóide e

mineralóide.

Todo aquele que chega a um reino humano, estando no alto

da roda tem por direito a chance de escapar desta roda dos séculos,

se libertar dos processos evolutivos e involutivos, este trabalho de

Revolução foi realizado em todas as épocas por grandes homens e

mulheres que mediante superesforços alcançaram despertar estas

possibilidades latentes que possuíam. Atualmente não somos mais

que animais intelectuais, o Homem Verdadeiro é muito distinto, e

nos é indispensável o trabalho sobre si, pois o comum é que se

involua.

Do estado humano nos resta duas opções: ou se roda ao abismo, a involução, ou mediante os Três

Fatores da Revolução da Consciência se liberta e se logra o Mestrado da Vida, a autêntica felicidade,

podendo retornar ao Absoluto estando Auto-Consciente, totalmente desperto, como uma chama ardente

desse Deus Vivo. Esta é a Senda do Fio da Navalha para aqueles que querem se converter em Duas Vezes

Nascidos. “Quem nasce da carne, carne é, e quem nasce do Espírito, Espírito é. Não te maravilhes com o

que digo, te é necessário nascer novamente”.- Bíblia Hebraica

O Trabalho de Revolução é resumido nos Três Fatores da Revolução da Consciência descritos

desde os antigos tempos por todos os Sábios. yeshua dizia, “Quem quiser vir após mim, Negue a si mesmo,

Tome sua cruz e Siga-me”.

1º Fator – Morrer Psicologicamente é Negar a sí mesmo, eliminar esta natureza inferior em nós,

que nos arrasta até a segunda morte. Enquanto tivermos em nós a raiz de todo mal, tratado na Bíblia como

os Sete Pecados Capitais, tratado pelos Egípcios como os Demônios Vermelhos de Seth, representado

como a Medusa dos antigos clássicos, não estaremos livres de nos equivocar.

2º Fator – Nascer Alquimicamente é Tomar sua cruz, a criação dos corpos superiores do Ser, a

fabricação dos Corpos Solares, que possibilitam que o homem autêntico exista fora do tempo e do

Espaço. Os livros sagrados descrevem o trabalho Alquímico. A transformação da Água em Vinho pelo

divino Rabi da Galiléia (yeshua) é um trabalho Alquímico, bem como o milagre da multiplicação. É o

Mistério do Grande Arcano tratado como o mais precioso dos mistérios desde os antigos tempos,

alegorizado pelos Alquimistas como o trabalho da mescla do Enxofre e do Mercúrio utilizando os

recipientes correspondentes.

3º Fator – Sacrifício pela Humanidade é o Siga-me que anteriormente foi citado. É tudo aquilo

que nós podemos e devemos fazer por nossos semelhantes. Caridade é uma obrigação nossa em relação

ao nosso próximo, sacrifício já é algo mais profundo. Precisamos amar aos que nos amam e até os que nos

odeiam, os que nos amam porque nos compreendem e o que não nos amam porque não nos

compreendem. Se quisermos ser felizes, precisamos lutar pela felicidade dos outros, pois Lei é Lei e Lei

se cumpre. “Quanto mais se dá, mais recebe. Porém o que nada dá, até o que tem lhe será tirado”.

Somente nos libertando das ondas evolutivas e involutivas da roda do samsara poderemos nos

converter em homens autênticos, legítimos e verdadeiros.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nao existe o mal,cada ser tenta escolher as melhores opcoes de acordo com seu conhecimento.

Se ele tivesse conhecimento,ele nao faria o mal porque sabe que vai ter que pagar depois.

Entaum sim voce pode dizer que a ignorancia justifica o mal,más mesmo assim a pessoa vai ter que sofrer as consequencias.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Voadorastral, sua dúvida não é difícil de obter resposta. O pensamento só é um pouco limitado. Uma pessoa não precisa ser "Espirita" pra chegar a conclusão de que a ignorância justifica o mal. Qualquer pessoa que gosta de questionar, explorar e aprender veria isso. Um ser humano 100% ignorante seria um Homem das Cavernas, dessa fase já passamos. E um sem nenhuma ignorância seria alguém perfeito, coisa que não existe em terra. Tudo tem seu grau, seu grau de ignorância, seu grau de aprendizado, de sabedoria, de evolução, involução... Enfim, você é ignorante, mas não é mau. Eu também sou assim, estamos em processo de evolução, aprendizado, se estamos aqui é porque precisamos aprender a deixarmos de ser ignorantes. Você está aqui pesquisando o assunto, aprendendo com discussões, também estou. E uma pessoa má??? Está fazendo o que??? onde está a maldade??? Garanto que pra uma pessoa ruim, procurar aprender sobre espiritualidade, é perda de tempo, ou pelo grau de ignorância ser grande, nem sonha com o tamanho da importância desse assunto.

Acredito nisso!

Abç...

Share this post


Link to post
Share on other sites
ESTOU ESCREVENDO ESTE TOPICO POIS VEJO MUITOS ESPIRITAS JUSTIFICANDO O MAL COM IGNORANÇIA,VEJAM BEM, SOU IGNORANTE NAO SOU MAL OU EU DEVERIA SER SIMPLESMENTE PELO FATO DE EU SER IGNORANTE?

voadorastral, muito obrigado por criar o tópico.

Embora EU NÃO SEJA ESPÍRITA, farei minha resposta com base em fatos da doutrina espírita.

120 Todos os Espíritos passam pelo mal para chegar ao bem?

– Pelo mal, não, mas sim pela fieira da ignorância.

Ou seja, a ignorância não apenas "justifica" o mal, mas é seu elemento primórdio, o seu causador, de uma certa forma.

121 Por que alguns Espíritos seguiram o caminho do bem e outros o do mal?

– Não têm eles o livre-arbítrio? Deus não criou Espíritos maus; criou-os simples e ignorantes, ou seja, com as mesmas aptidões tanto para o bem quanto para o mal. Os que são maus o são por vontade própria.

Ou seja, o espírito - criado simples e ignorante - pode escolher tanto o caminho do bem quanto o caminho do mal.

Entenda de uma vez, amigo. Meu raciocínio, consolidado e sem distorções: "Se ele tivesse conhecimento, ele nao faria o mal porque sabe que vai ter que pagar depois."

Essa brilhante resposta dada pelo Pirondi é exatamente (sim, exatamente) o meu raciocínio. O homem das cavernas (elucidado pela Natti :pal: ) é um ser ignorante, pendente a escolher o bem ou o mal. No entanto, o mal gera as suas consequências ruins, e o ser não sabe disso, pensa pequeno, porque ainda é ignorante.

Como eu te disse, e a Natti elucidou, voador. Você pensou de forma limitada. Todos somos ignorantes, o que não quer dizer que somos maus. Mas aquele que age com maldade está pautado na ignorância, pois:

Ele sabe o que faz, e muito bem. Mas não tem noção dos efeitos disso nem das suas consequências, nem consigo, nem com os outros, porque é ignorante.

"SOU IGNORANTE NAO SOU MAL OU EU DEVERIA SER SIMPLESMENTE PELO FATO DE EU SER IGNORANTE?"

Nem todo ignorante é mal, mas todo mal é ignorante.

Por favor, não me venha dizer que distorci nada pois tudo que disse está aí, e se não estiver, considere o que está escrito aqui.

E não venha dizer que perdi a linha, pois estou calminho :lol:

Ps: Este tópico não era pra estar na seção de relatos astrais, pois não tem nenhum relato aqui o.O :shock:

Abraço!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Voadorastral, aproveita a oportunidade! O assunto está mastigado pronto pra vocÊ engolir. Rs... Tente entender de uma forma receptiva o que tentamos passar pra você. Esqueça a limitação! O que você sabe e acredita, não precisa mudar, mas pode acrescentar. Se tiver alguma dúvida, pergunte! Garanto que se alguém souber responder suas perguntas, responderão com toda atenção e carinho. É pra isso que estamos aqui, aprendermos uns com os outros. Elopes, se defendeu com bom humor e compreensão. :pal: Detalhou o assunto pra tentar ajudá-lo a entender o seu próprio questionamento: "SOU IGNORANTE NAO SOU MAL OU EU DEVERIA SER SIMPLESMENTE PELO FATO DE EU SER IGNORANTE?" :)

De repente, depois de entender o que tentamos passar, você compreenda a visão dos ESPIRITAS. Porque não lê sobre a Doutrina Espirita? Depois, pode tirar suas conclusões mesmo se não concordar com a ideia deles. E na dúvida, pode-se discutir o assunto buscando entender o que não entendeu. ;)

Um abç!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na verdade mesmo o que ferra o ser humano é o ego e esse sim muitos levam pro caixao

como o nosso amigo saulo falou que uma vez ao se projetar em um cemiterio percebeu muita mais muita gente presa em seus

caixoes apos a morte e tinha uns desencarnados com bicos de pernilongo furando a terra aonde estavam esses coitados e sugando as energias como se fosse um self serviçe.meçam seus atos pois basta um delize e o sofrimento após o desencarne é imenso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this