Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

[Relato e dúvidas] Projeção seguida de pesadelo


Lina
 Share

Recommended Posts

Olá a todos os irmãos da GVA.

Tive uma experiência bastante estranha com P.A. esta noite e gostaria da opinião de vocês. O texto vai ser um pouquinho grande, pois tudo começou através de um sonho lúcido, que virou projeção e terminou como um pesadelo indefinido.

A parte do sonho lúcido:

Inicialmente, tive um sonho em que meu pai foi me buscar de carro no trabalho e fazíamos o caminho de volta pra casa. Nesse trajeto há um rio, e como está chovendo muito por esses dias, o rio estava transbordando. Comecei a observar o cenário e vi que ele estava muito diferente e isso me causou estranheza; chegamos em uma curva que estava completamente alagada, o cenário todo estava debaixo d’água e não seria possível passarmos. Comentei com meu pai: “E agora, o que vamos fazer?” bastante preocupada, mas ele apenas respondeu com uma risada sarcástica. Olhei bem para ele e vi que aquele homem não era meu pai, era um completo desconhecido! Entrei em pânico, achando que estava sendo seqüestrada, mas comecei a questionar aquela situação e o cenário distorcido e finalmente vi que estava sonhando. Assim, comecei a flutuar dentro do carro e me projetei para fora dele.

A parte da projeção:

“Acordei” logo em seguida já projetada, flutuando sobre meu corpo na cama - esta é a forma como sempre desperto para sair do corpo, pois não tenho catalepsia – e atravessei a porta do meu quarto para dar um passeio pela casa. Chequei o quarto dos meus pais para ver se não havia algum intruso, mas a barra estava limpa. Fui ao quarto da minha irmã (que não estava dormindo em casa) e vi que a janela estava aberta. Subi no parapeito e dei um baita pulo para o pátio, com a intenção de dar uma rasante e sair voando feito um morcego, mas caí reto no chão, densa como um hipopótamo :D esqueci do pequeno detalhe de que não consigo voar em projeções! Ri um pouco da minha cara, ainda deitada no chão e olhando para o céu, então voltei para minha casa atravessando as paredes. Decidi sair para o condomínio e fiquei com uma vontade louca de voar e dar rasantes ali.... mas o máximo que consegui foi flutuar alguns centímetros acima dos pés. Então fui até o portão do condomínio apezito mesmo e saí para a rua. Aí as coisas começaram a ficar muito doidas.

Projeção sonhada / pesadelo onírico / sonho lúcido sem lucidez?

Logo que botei o pé na rua (e era minha rua mesmo) tinha um sol BOMBANDO no céu, por volta de 04:00 da madrugada. Comecei a questionar se ainda estava projetada ou se tinha começado a sonhar, mas ainda sentia meu corpo na cama; tentei voar mais uma vez, mas me estrebuchei de novo no chão – se eu estivesse sonhando teria conseguido. Então fui caminhando até a esquina de casa, que na verdade é um cruzamento bem no centro da cidade, na esquina do shopping. E estava movimentado como se fosse 5 horas da tarde, com trânsito de carros e pessoas. Olhei para uma das ruas do cruzamento e... tinha dois transformers lá! Sentei num muro e continuei questionando a minha lucidez, perguntando se eu havia plasmado um cenário com sol, trânsito e transformers e POR QUÊ.

Nessa hora vi 3 homens vindo na minha direção e senti muita raiva por eles, e percebi que sentiram o mesmo por mim. Um deles, que me parecia familiar, se dirigiu a mim e disse “Que vontade de quebrar a tua cara!”. Eu respondi “Então pode quebrar!”, pensando que meu corpo estava seguro na cama e que nada de mal iria me acontecer.

Nisso o cenário mudou e algo um pouco pesado e perturbador começou a acontecer (espero que ninguém se sinta incomodado ao ler; quem quiser parar por aqui, não leia).

Eu estava com os três homens em um tipo de laboratório obscuro em um porão, mas o corpo que eu via não era mais o meu, e sim de um menino albino de uns 11 anos de idade. Só que eles haviam me operado e amputado meus braços e pernas e estavam aplicando ácido para derreter o meu rosto. Havia me tornado um corpo com apenas o tronco e a cabeça sem rosto. Não sentia dor nem sofria, porque sabia que aquilo não estava acontecendo e que meu corpo estava seguro e quentinho na cama. Só que o asco da cena foi tão grande que acabei acordando/voltando para o corpo na mesma hora.

Foi uma cena bastante desagradável e ainda estou me sentindo desconfortável com ela. Detesto filmes de terror, não suporto ver coisas do tipo, não sei porque minha mente liberou esse tipo de imagens, sequer entendi se eu estava sonhando ou projetada. Como o corpo que eu vi era o de outra pessoa, pode ser que seja algum tipo de memória de vidas passadas? Ou era apenas um monte de onirismos sem fundamento? E o cenário com sol, trânsito e transformers, de onde diabos veio isso? (nunca assisti transformers, apenas conheço).

Desculpem o texto imenso e obrigada a quem leu. :)

Qualquer resposta será de grande ajuda.

Abraços fraternos.

Link to comment
Share on other sites

Olá Lina!! Adorei seu relato!! ;)

Já obtive muitas projeções por sonhos lucidos, assim como vc,( e creio que se projeta quase sempre assim não é mesmo? Pois vc disse não ter catalepsia!) e um fator que é muito bom desse meio é a guestão de muitas vezes não passarmos pela catalpsia nem pelo "EV inicial" o mais intenso que visa a sutilização das energias, pois já estamos flutuando sobre o corpo e com as ligações mais estreitas desatadas, porém, isso só ocorre quando estamos relativamente bem pensenicamente também o que é um mérito seu , assim o psicossoma boia a uma "distância" que facilita a atução do mesmo.

KkK² ri litros de vc!! Sou fascinado por voar também, mas sou bom mesmo em rasante e em flutar bem próximo do chão em projeções, só zou o plantão quando estou lucido em sonhos aí pareço um jato 8-) \o9 ( jato eu me empolguei mas tudo bem!! :shock: ) Algo que fiquei muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito feliz no seu relato mas muuuuuiiiito mesmo!! Devido sua auto-crítica algo que vejo ser rarissímo aqui no forum, o que me fez até para de postar e sumir um pouco!! Sou muito crítico e prezo muito projetores lucidos que visam a verdade e não o ego, que postem relatos singelos mais com auto-crítca, todavia ao em vez vejo relatos fabulosos porém insensatos e ilógicos para uma atuação psicossomática.( Putz me empolguei de novo né? :roll: ) E assim como vc, estou sempre prestando a atenção em minha lucidez no decorrer da experiência, muitas vezes noto que realmente já tens onirísmo forjado o que é super natural, mas que deve ser desmascarado pelo o bom senso!! E creio como tu, que em verdade naquela parte em que encontrara aquelas entidades, tu já perdera o foco e sua ira fez sucumbir o que lhe restava de lucidez. E Ficando limitada toda sua atuação no aspecto de lucidez, creio que aqueles irmãos lhe forajram tal "pesadelo" o que muito me ocorre, e o que os desomados o fazem com facilidade e constância e muitas vezes com grande "qualidade de realidade", e sobre o conteúdo das criações, creio que possa ser referente a uma vida passada, ou apenas visaram eles o teu sofrer o que muito lhes aprazem!!

Lina saiba que fora um prazer ler teu relato!! Espero por outros, continue assim!!

Um forte abraço!! ;)

Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Olá Lina!

Achei super interessante o seu relato.

Só queria chamar atenção no seu relato para o fato de que mesmo nas partes em que vc considera pesadelo, vc tem consciência de onde está e de que seu corpo está na cama - pra mim só isso já identifica PA. Não use o seu cenário e as coisas ao seu redor pra descobrir se está em PA ou não (até pq não é NADA confiável), a sua consciência é a medida.

Agora, claro vc pode ter plasmado, "entrado no corpo de alguém" (note as aspas!)ou coisa assim, o que não anula o fato de ser uma PA, no máximo indica pouca lucidez. Mas bem, só vc pode chegar nessa conclusão. Pra mim, conforme o seu relato, me parece bem evidente ;)

De qualquer forma adorei seu relato.

Outra coisa que me chama a atenção é a falta de catalepsia. Comigo eu tenho tido catalepsia muito mais frequentemente (ou eu percebo mais agora, não tenho certeza). O que eu NUNCA mais tive foi EVs. E engraçado que parece não fazer falta. Vai saber.

Abraço e continue postando! =)

Editei só pra acrescentar que pra mim pelo menos PA e pesadelos parecem andar juntos. Amigos meus que projetam também tem muito pesadelos antes/depois de projeções. Não dá pra generalizar e dizer que acontece com todo mundo, mas creio que tem muito a ver com a confusão que a PA causa na nossa mente. A teoria é que quando estamos em sonho lúcido com pouca lucidez , quase naquele limite com sonho normal, o cérebro interpreta essa possibilidade de PA como algo muito perturbardor e cria um pesadelo. Por sorte, um pesadelo muito absurdo também é uma mãozinha e tanto pra abrir a consciência o suficiente pra PA =)

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...