• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Sign in to follow this  
Martyn Stubbs

Waldo tem Rockfobia???

Recommended Posts

Eu sinceramente, respeito-o, não tou do ponto de o insultar, dizer mal dele e talz... Isso seria rude...

Mas, realmente, para dizer que o rock atrai drogas e etc. é preciso generalizar e muuuuuuuuito :shock: . Eu mesmo oiço tanto rock... Beatles, Coldplay, Guns n Roses..... ::O

Só pa falar, toco baixo e piano e até tou numa banda de bares em que só tocam rock e mais rock :D

Não quero parecer estúpido ou assim, mas realmente ele pode ser um génio, excelentes capacidades espirituais não é... :STABRE ...

(Parem com os insultos, respeitem o senhor e as suas preferências, chega a ser mesmo infantil... :SMOR Por amor de deus, criar perfil só para o insultar :SMOR )

Cumps :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oras, dêem os álbuns do Yes para esse chato do Waldo ouvir e calar a boca. Não se pode generalizar música ainda mais sendo Rock que tem mais de uma dúzia de vertentes diferentes.

Agora lindo é dançar na boquinha da garrafa com painho e mainha junto com as cachorras! (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk)

Share this post


Link to post
Share on other sites

essa reação das pessoas que me deixa chateado, ao invés delas discutirem o argumento do holopensene negativo que Waldo citou, elas se juntam para critica-lo incansavelmente, a unica pessoa que deixou opiniao sobre o holopensene foi o Elopes, infelismente foi o unico comentario que valeu a pena ler nesse topico.

Share this post


Link to post
Share on other sites

o holopensene não é tão simples assim não, se ele é negativo não tem jeito, se atrai consciex negativas não será só o fato da letra ser mais sutil que vai mudar isso.

quando eu tiver mais sensibilidade energetica pretendo fazer uma pesquisa sobre isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não há como não fazer críticas pessoais a uma pessoa que se especializa em usar de seu renome para dar opiniões preconceituosas e negativas acerca de tudo aquilo que discorda.

Waldo já falou mal de homossexuais, de judeus, e agora de rock. Temo que seus seguidores acabem se tornando, como ele, pessoas cheias de preconceitos.

Uma pena que ele tenha se tornado isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tá. e o que vc tem a dizer sobre o holopensene do rock?

Caindo de para-quedas no tópico: Olha, sinceramente, nem conheço esse termo...holopensene...mas se é semelhante a Egrégoras, então um estilo de música eu considero incapaz de cria-la.

Cada pessoa desperta uma emoção diferente ao ouvir, cada música do estilo rock tem uma melodia, uma letra, uma mensagem e etc...

Uma Egrégora é criada com inúmeros pensamentos voltados para a mesma direção (vibração semelhante), agora com música é meio complicado. Isso é muito pessoal, cada um sente uma coisa, e coisas diferentes com cada música, de cada banda. São muitas variações.

Eu acho que música influencia sim o estado emocional da pessoa, e consequentemente suas vibrações, mas uma música sozinha fazer tanta coisa...atrair tanta coisa e etc...meio dificil.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como muitos sábios já disseram........uma pessoa muito inteligente não significa que ela seja evoluida. Concordo que o Waldo desenvolveu a projeciologia de maneira espetacular, fui um cientista nato e pesquisou um fenomeno esoterico de maneira cientifica e racional, fato rarissimo na sociedade.

Por outro lado, seu ego é enormeeeeeee, e ele gosta de dar opinião sobre tudo sem o devido conhecimento sobre alguns assuntos. Não existe coisa mais bonita do que admitir que não sabe algo, pois só assim nos leva a pesquisar e nos faz aprender.

Já ouvi muitos comentários em que Waldo fala mal ou deprecia alguem ou alguma cultura.........ele pode não concordar com algumas coisas que acha errado, mas falar mal de algo e dizer que isso é errado é a maior prova de ignorancia e egocentrismo; afinal, como o Saulo sempre fala, ninguem é melhor que ninguem.

Por falar no Saulo.....podemos notar a baita diferença entre os dois. Um verdadeiro sabio respeita todas as diferenças e nunca se poe superior a ninguem....muita inteligencia sim humildade não é grande coisa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Holopensene? Não entendo esses nomes complicados que o Waldo inventou. Se isso for egrégora, concordo com o Gangrelrj.

O que cria a egrégora são os pensamentos das pessoas, não a música. Se a música traz bem-estar a alegria para as pessoas, pode ser rock, música clássica, axé ou seja lá o que for, que a egrégora criada será boa.

Música, sozinha, não cria egrégora nenhuma, pois ela não emite pensamentos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O pessoal que estuda o trabalho de Waldo corrija-me se eu estiver errado:

Pensamento + Sentimento + Energia = Pensene

Holo = prefixo para todos

Segundo Waldo Vieira o pensamento, o sentimento e a energia são indissociáveis, pois o pensamento vem acompanhado de um sentimento que gera uma energia.

Seria, creio eu, semelhante a formas-pensamentos e egrégora.

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu discordo, eu creio que infelismente a historia do rock criou um holopensene de "sexo, drogas e rock n'roll", não por todos mas pela maioria, se a historia do rock tivesse sido de paz e amor seria muito bom, mas sabemos que na realidade foi bem diferente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
eu discordo, eu creio que infelismente a historia do rock criou um holopensene de "sexo, drogas e rock n'roll", não por todos mas pela maioria, se a historia do rock tivesse sido de paz e amor seria muito bom, mas sabemos que na realidade foi bem diferente.

Bom, algumas pessoas podem ter tido esse pensamento nos primórdios do Rock, e hoje em dia alguns artistas e fãs podem continuar tendo, mas não são todos.

Além disso, se for levar somente a energia original e ignorar a possibilidade de transmutação da energia (o que acho improvável, pois não creio que um ESTILO de música crie somente UMA egrégora) A Igreja Católica então, coitada...seria de energia tão ou mais pesada do que a de uma linha braba do Satanismo (Pois sua história foi regada a sangue, morte, destruição, aniquilação, ódio e etc...) coisa que não é verdade por trazer paz, amor e equilíbrio a muita gente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Assisti uma aula do Wagner Borges, sábado passado, no IPPB e ele disse que o tipo de música que ele gosta, que o eleva, que o ajuda a relaxar e até mesmo facilita suas projeções é rock. Rock progressivo, mais precisamente.

E olha que é simplesmente um dos maiores projetores do Brasil falando.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gangrelrj, holopensene é a soma de todos os pensenes (pensamentos, sentimentos e energias), então só pode haver um holopensene mesmo.

quanto a igreja catolica, apesar de tudo também se fala muito de Deus, e tem muita gente de boa intenção lá.

já o rock, enfim, já falamos sobre o passado dele, e até hoje todo show de rock tem drogas, muita droga.

Alisson, interessante essa do Wagner Borges, queria saber que bandas ele escuta, é bom lembrar também que o rock progressivo é bem diferente do rock comum que a gente ve nos shows por aí, mas mesmo assim é interessante.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O problema não é a música ou o rock em si, é quem criou a música. Quando nos conectamos a uma música, nos conectamos também ao criador da letra e ao intérprete (cantor/banda) e isso é algo a se pensar.

Não vou generalizar pois sempre há exceções, mas a grande maioria das bandas e dos rocks tem um holopensene de insanidade, violência, "anarquia", sexualidade exarcebada e tudo o que vem junto com isso.

Olhando nesse sentido, podemos encaixar inúmeros gêneros musicais. Então aí vem a dúvida, então não podemos escutar nada?

Claro que pode, a questão é: Faça uma busca rápida pelos cantores ou bandas que você tem afinidade e veja o histórico, os escândalos etc. Tente puxar a ficha da banda ou do criador da música.

De cara, sem muita pesquisa, podemos eliminar as que fazem você sair do controle, querer pular, cantar alto etc.. Essas atingem diretamente no umbilico e os assediadores usam para manipular as massas. Depois, as que puxam demais pro lado emocional, apelando pro tema da sexualidade ou afetividade, aquelas que fazem você ficar relembrando de histórias tristes da sua vida, essas atuam no cardíaco, sexo e laringeo.. igualmente, outra ferramenta pros assediadores.

Busque músicas que fazem você relaxar, ficar em paz, feliz, sorrir e que queira até cantar junto ou chamar alguém para dançar ou cantar.. não há problema nisso.. Mas que essa música deixe você com TOTAL LUCIDEZ e harmonia. Ou seja, puxando mais para o chacra coronário e frontal. São músicas que você consegue se conectar e ao mesmo tempo ficar consciente, sem intrusão pensênica ou energia de consciexes.

obs: Egrégora não é o mesmo que holopensene.

A egrégora é algo vivo criado (plasmado) à partir do holopensene e tem a finalidade de manter o ambiente da mesma forma como foi criada.

O holopensene é o conjunto de pensamentos, sentimentos e energia que as pessoas vão deixando ao ir a um ambiente em específico.

Por exemplo: Holopensene de biblioteca = Estudo, aprendizado. Holopensene de São Paulo = Trabalho, de Brasília = Poder e por ai vai (são exemplos superficiais, mas que servem para explicar)

Ao longo do tempo, esses holopensenes vão tomando tamanha dimensão que criam uma egrégora.. que é um "ser vivo" que vai agir naquele ambiente "provocando" os mesmos pensenes nos que estão ali para fazer sua auto-manutenção e continuar a existir.

É devido a esse motivo que você vê as inúmeras brigas e mortes em estádio de futebol em dia de jogo. É a egrégora engolindo tudo e todos naquele ambiente e fazendo a manutenção de um holopensene belicista, violento e competitivo que é o do futebol.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ok, vamos com calma.

Eu, uma consciência, me manifesto por aquilo que chamamos de pensene (pensamento, sentimento e energia). Toda manifestação, existe uma liberação de pensene.

Agora, um grupo de consciências, manifestando em conjunto, liberam vários pensenes juntos. Esses pensenes, se manifestados em um ambiente em específico é chamado de HOLOPENSENE.

A continuação desse holopensene plasma/gera/cria/dá vida a egrégora.

A egrégora é um ser vivo como um elemental, a diferença está na composição. Ela não é feita de um elemento em si, mas de um conjunto de PENSENES.

Como ela é um ser vivo, ela vai atuar para a sua sobrevivência. Como?

"Influenciando" a tudo e todos naquele ambiente específico a terem o MESMO PENSENE e assim ela não "morrer".

Então quando alguém da conscienciologia fala, o holopensene é X, significa que existe uma egrégora naquele local que faz a manutenção desse holopensene (CRIADO AOS POUCOS PELA MANIFESTAÇÃO PESSOAL DE UM GRUPO E QUE AO LONGO DO TEMPO, DEU VIDA/PLASMOU ESSA EGRÉGORA).

Ficou mais claro?

Abraço

edit: O holopensene gera a egrégora mas a egrégora não gera holopensene, ela apenas mantém. Por isso são coisas distintas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na conscienciologia, o sinônimo de egrégora é Campo bioenergético, ou apenas Campo. Em um estudo mais aprofundado, teremos também o conceito de campos mórficos (interessantíssimo), campos assistenciais etc.. vai longe esse assunto.

Share this post


Link to post
Share on other sites

pseudo-pseudal, obrigado pela correção, eu não sabia que egrégora era como um elemental.

agora falando sobre como uma musica pode nos afetar, alem do holopensene e da conecção com o criador da musica, existem musicas que fazem evocação direta de centrais extrafisicas da baratrosfera, não apenas de rock mas de todos os generos, o Waldo falando sobre isso cita até um exemplo de um compositor de musica classica, cuja as musicas dele são todas baratrosfericas e algumas fazem essas evocações de centrais de energias. é prudente tomarmos cuidado com as musicas que escutamos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gente, ok para o exemplo do futebol na qual a maioria fica em estado quase letárgico voltados para um mesmo foco. Ai sim creio que se chegue a criar uma Egrégora bem negativa.

Agora, música??? No máximo se for dentro de um show e morre ali! Sabe porque estou dizendo isso? Porque uma música pode despertar N² de sensações, lembranças e sentimentos.

Uma pessoa ao ouvir uma música pode despertar euforia, outra ao ouvir a mesma pode sentir vontade de cheirar uma coca, outra lembrar de uma namorada e sentir nostalgia, outro pode sentir vontade de espancar a esposa, outra pode ter vontade de se divertir, outro pode querer sair pra beijar, outro se inspira pra pintar um quadro...e etc!!!

Se holopensene é um conjunto único, incapaz de ser criado mais de um dependendo de suas inúmeras variações, então amigo, é um samba do crioulo doido, porque vai ter de tudo dentro de uma única CATEGORIA de música.

É quase o mesmo que resumir todas as egrégoras espiritualistas em uma só chamada RELIGIÃO, com tudo misturado.

Se for realmente assim, então não existe a holopensene do Rock, só deveria existir a da MÚSICA.

Share this post


Link to post
Share on other sites

sim Grangrelrj, mas existe uma predominancia de certos sentimentos, como o Pseudal citou:

Não vou generalizar pois sempre há exceções, mas a grande maioria das bandas e dos rocks tem um holopensene de insanidade, violência, "anarquia", sexualidade exarcebada e tudo o que vem junto com isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this