• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Saulogva2

Animais e Espiritualidade . Tema da semana

Recommended Posts

Se tudo o que é vivo é uma consciencia em evoluçao, por que se alimentar de um animal é algo tão ruim comparado ao alface, que é também uma consciencia?

Respondendo de acordo com o que eu estudei de bioenergia,a energia do campo energetico dos animais é mais densa do que a do corpo humano,ao comer a carne desse animal voce acaba tambem consumindo essa energia,e algo que eles chamam de ectoplasma,essa energia ao entrar no corpo humano por ser mais densa acaba sobrecarregando os centros de energia do corpo com o passar dos anos,causando varias doenças por causa que a energia comeca a estagnar em alguns locais e os chakras passam a funcionar de maneira precaria.

Bom eu não tenho clarividencia,mas eu consigo sentir meus chakras ao fazer tecnicas energeticas,entaum na minha experiencia pessoal sim nós temos campos energeticos,e ja sendo vegetariano a 3 anos e ter mais sensibilidade quando como carne animal eu sinto dores em varios lugares do corpo principalmente no estomago.

Enfim,cada um que estude e va atrás de conhecimento de varias fontes.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

É um tema bem vasto.

Vou apenas dar alguns pontos aqui que acho importante.

Quanto aos animais domésticos, é legal analisar que o fato de estarem conosco, convivendo no dia a dia e compartilhando nosso campo energético, traz uma facilitação para a evolução do ser. Estamos auxiliando nossos cães e gatos e evoluirem. Não podemos muitas vezes trocar idéias puras com eles pelas diferenças evolutivas e intelectuais, mas o animal é carregado no psicossoma, ele sente de forma pura.

Note como seu cão é quase humano, como costumam dizer por aí.

Podemos ver claras diferenças entre um cão e outro, alguns raivosos e brutos, estressados, outros carinhosos e amistosos, inteligentes. Da mesma forma os gatos.

Então esse é, mais um motivo para você ter cuidado com sua esfera energética e consciencial, ela afeta o modo como seus animais estão ao seu lado.

--

A outra questão é quanto a carne.

Fui vegetariano por 6 anos. Com o passar do tempo comecei a perceber uma certa fraqueza presencial, uma "eteriedade", uma sutileza no meu ser. Não era de todo ruim, mas me incomodava e desde que comecei a trabalhar com as energias (práticas energéticas dos chacras) comecei a sentir mais fortemente uma vontade de comer carne. Não de forma sanguinária ou constante. Apenas comer alguma carne para me dar uma "energia" que faltava. Arrisquei seguir meus instintos, porém de forma muito racional e cuidadosa, analisando o efeito da carne no corpo. Foi complicado voltar a comer aquela fibra animal. Mas comi. Comecei a pesquisar o assunto e muita coisa começou a se conectar.

Acabei descobrindo que é muito normal essa necessidade da carne desde que se começa a trabalhar as energias de forma mais intensa, o corpo precisa de uma materia energética mais densa para fazer assistência. Conversei com muita gente que passou pela mesma situação. Estudei bastante o paradoxo do fato de: "um ser em evolução buscando prestar auxilio para os outros precisar da energia de um animal que sofreu para morrer". Existem muitos poréns aí, inclusive o fato de saber de onde vem seu alimento, não consumir carne de mercado, alimentar-se desse tipo de produto apenas uma vez por semana e priorizar a comida orgânica.

Um tempo depois ainda acabei encontrando um livro ótimo sobre saúde que fala sobre os alimentos corretos para cada tipo sanguíneo. No caso, descobri que meu tipo sanguíneo O negativo é o primeiro tipo sanguíneo que existiu, na época dos homens das cavernas, caçadores e coletores. Não se cultivava cereais. Seu estômago é apto e aprimorado para a digestão de carnes, tem acidez melhor e maior, diferente do tipo A, que é vegetariano, de uma época onde o homem descobriu as plantações e colheitas e deixou de lado a carne.

Isso não isola nada. Estudo a saúde já faz muito tempo também (minha grande obsessão) e sei o quão importante é comer bem. Priorizo muito o cru e o verde, o natural. Evito as toxidades e esse é outro ponto fundamental.

Então poderia resumir assim a questão da energia na carne.

Você precisa de um pouco, apenas um pouco da energia desses animais para alcançar o padrão vibratório energético de seres menos iluminados. Assim terá energia para trabalhar com eles e juntos crescerem. Ainda precisamos disso, mas um dia sim poderemos viver de energia apenas, sem a dor presente. Vivemos num hospital/escola cheio de paradoxos.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ví alguns comentários sobre comer animais e plantas. Bom, cientificamente falando, não somos carnívoros e nem somos herbívoros, somos onívoros. Basta olhar a nossa dentição e encaiche do maxilar e comparar com animais herbívoros e com animais carnívoros.

Penso que quanto mais leve for a alimentação melhor, porém não podemos radicalizar. Parafraseando o Saulo, tudo é equilíbrio.

Se formos montar uma linha semelhante a linha do tempo, só que ao invés de tempo considerássemos os hábitos alimentares, sendo à esquerda os animais mais carnívoros e à direita os mais herbívoros, o homem estaria mais do lado direito, porém ainda necessitando de carne.

Foi argumentado também, sobre as densidades energéticas do vegetal e do animal. Na cadeia alimentar, o animal carnívoro se alimenta muito menos do que o animal herbívoro. Uma zebra passa o dia inteiro comendo para suprir suas necessidades, alguns leões podem comer apenas uma zebra e ficar bem por uma semana. Logo, mesmo que o capim que a zebra comeu seja menos denso, ela comeu MUITO CAPIM! O leão por outro lado só comeu uma zebra. Será que não há um equilíbrio ai? Em relação a energia espiritual eu não sei, mas a energia que a ciência conhece sim, há um equilíbrio.

Uma questão relevante também é que animais ruminantes, possuem em seu sistema digestivo colônias de protozoários que vivem em simbiose com o organismo maior (no caso o ruminante). É por causa desta colônia que torna possível o aproveitamento energético dos vegetais (esses protozoários que rompem a parede celular das células vegetais. Células animais não possuem essa parede).

Isso não quer dizer que não seja importante comer vegetal, como alertado antes somos mais herbívoros do que carnívoros (mas não deixamos de ser carnívoros). A importância dos vegetais está na saúde da flora intestinal e na formação do bolo fecal (isso mesmo, antes de dar a descarga, olhe o que expeliu. A aparência e o cheiro pode dizer muito sobre nossa saúde :D ). Em temos nutritivos efetivamente, os vegetais não apresentam benefício algum! Nosso sistema digestivo não processa a coisa como os ruminantes.

Até aqui me referi mais a verduras, há também outras coisas, legumes, tuberculos, frutas... Não sei como se dá a digestão destes, mas conheço casos de cinco anos sem carne, só com vegetais, frutas e carne de soja, em que por recomendação médica o cidadão teve de voltar a comer carne. Claro que isso varia de organismo para organismo. No meu caso por exemplo, vivo bem só com pizzas por muitos anos... :P Mas em regra, somos onívoros e precisamos ter uma alimentação balanceada e bem equilibrada.

Entendam, que minha defesa não é uma tentativa de dizer que vegetarismo está errado ou que ser carniceiro está errado. O que estou defendendo é as reais necessidades do corpo físico. Não adianta fingir que não o possuimos e vivermos com a sopinha de Nosso Lar, pois se assim fizermos vamos para lá antes do que deveriamos :mrgreen: .

Ao tema (calma, aqui vou ser bem breve hehehe): animais têm alma? Sim, possuem. Existem animais no mundo espiritual? Sim e não. Como assim? Acredito que os animais que existem no mundo espiritual, são evocações de espíritos que nele habitam. Essas evocações colocam a serviço do espírito aquele ser e este serviço é útil para a evolução do animal. Na erraticidade não faz sentido que hajam animais, eles agem apenas por instinto, não são responsáveis pelos seus atos. Sem contar que um leão no mundo espiritual, se lá vivesse, ia continuar agindo por intinto e continuaria caçando zebras. Que cena bonita, não acham? Já viram um leão atacar um elefante? É sinistro pessoal! O elefante sofre muito... o leão pula no ânus e nos genitais do elefante por serem partes mais macias (a picanha do elefante :P ) e fica pendurado até o bicho ir se rasgando todo e perder as forças. Gostariam de ver isso no mundo espiritual? Eu acho que não... só verão um leão no mundo espiritual se alguma entidade estiver controlando a sua mente para controlar seus instintos.

Sendo assim, para onde vão os animais quando desencarnam? Penso que ficam em coma espiritual (por pouco tempo, eles reencarnam rápido caso não estejam sendo usados) no plano mental ou até no plano causal! Não penso que ele possam ter um perispírito quando desencarnados, o próprio perispírito é formado pelo fluído cósmico universal inconscientemente, acho que os animais não desenvolveram ainda esse tipo de inconsciência. São espíritos sendo ainda lapidados por Deus! (por isso talvez fiquem até no plano causal).

Aí podem perguntar: pô, então os animais conseguem chegar (relembro que em coma) a um plano que para nós é quase que intangível? É, isso mesmo. Nós temos como chegar lá por nós mesmos, com esforço, isso nos levará para lá lúcidos. Os animais por sua vez não têm nem mesmo como galgar esse degrau, não respondem por seus atos, por isso não faz sentido viverem no mundo espiritual (astral digamos assim, ou então erraticidade).

Espero que tenha sido claro com minha contribuição, caso tenham alguma dúvida ou se falhei em algum ponto é só falar que tento esclarecer.

Abraços a todos.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tive uma intuição aqui que vai deixar mais claro ainda o que quero dizer. Se os animais agem por instinto e todos da mesma espécie são muito similares em suas capacidades de aprendizado, o que seria determinante para a seleção entre aqueles que vão para o umbral e aqueles que vão para a sétima dimensão astral? Digo, acredito que os projetores que aqui frequentam já devem ter visto cães em ambas as dimensões. O que o pobre do cão no umbral fez de mal para ter desequilíbrio? Ah, mordeu a criancinha. Mas ele nem sabia que ia doer, cachorros brincam de morder, além disso pode ter se sentido ameaçado por algum movimento brusco.

Pensem nisso, acho que isso pode trazer boas reflexões sobre o tema.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tem um historia que minha mãe sempre contava quando éramos pequenos, e acho que vai servir de reflexão, vou tentar simplificar com minhas palavras.

O homem perguntou a Deus oque ele teria que fazer para se salvar. E Deus disse que ele precisaria ir há 100 missas.

E assim foi... Todos os domingos ele ia à missa.

No ultimo dia que faltava pra completar 100 missas...

No trajeto ao caminho da missa ele encontrou um jumento todo ferido no meio da estrada e parou para ajuda-lo.

Logo percebeu que havia perdido a missa!

E quando chegou o dia do seu desencarne, ele estava em um lugar bem bonito cercado de anjos e disse a Deus.

- Mas senhor eu não mereço está aqui eu só fui a 99 missas.

E Deus Disse:

- Meu filho você só foi a uma missa e justamente essa missa foi aqui te salvou!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fiz um post em relatos astrais hoje sobre fauna e flora no astral, e não foi a primeira vez que vejo animais no astral, animais que são diferentes, que são de especies que não conheço, também ja estive em fazendas, onde esses animais eram cuidados e recuperados de problemas em seus corpos. Gostaria de ouvir a opinião e a experiência de outros do forum sobre o tema fauna e flora no astral. Abs paz e luz

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.