Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Quero me lembrar de tudo quando acordar...


Patrícia Corrêa
 Share

Recommended Posts

Olá, meus amigos. Hoje aconteceu uma coisa muito legal:

Acordei no meio da noite e tentei me virar para o outro lado. Não consegui. Ouvi o zumbido no ouvido esquerdo e fiquei totalmente consciente de que estava passando por um EV. Deixei passar. Quando passou decidi levantar e consegui me levantar com tanta facilidade que dei risada. Quis olhar para o meu corpo na cama porque estava me sentindo tão lúcida e tão bem que eu tinha certeza que não ficaria com medo. Olhei e não me vi. Passei a mão onde meu corpo deveria estar e não o senti lá. Lembrei-me de que nunca consigo atravessar a parede, então fui rapidinho para a sala para sair pela porta, pois me lembrei que conseguimos abrir as portas no astral. Fui, tentei abrir, consegui, saí, abri também a da garagem, fechei e decidi ir para cima do muro. Tudo o que quis, dessa vez eu consegui fazer. Vi um homem bonito e simpático, com um bebê no colo, que me chamava, poucos metros de distância da minha casa. Dei um impulso como se eu fosse mergulhar em uma piscina e voei até ele. Senti um frio no estômago como o que a gente sente quando está na principal descida de uma montanha-russa.Acordei.

Me levantei, me lembrei do que aconteceu, achei muito legal e tentei dormir de novo. Senti novamente o EV. Deixei passar. Novamente me levantei consciente e fui para o canto do meu quarto. Lembrei-me de que projeção não é diversão. Então disse mentalmente: "Meu anjo querido, meu amparador, eu estou pronta para fazer o que eu tiver que fazer. Me ajude a ajudar. Não sei pra onde ir nem o que fazer. Me leve, por favor, pra onde eu tiver que ir. Eu quero ajudar (fechei os olhos e não pude evitar de pensar: "de preferência, quero ajudar aos animais") e, se possível, aprender alguma coisa."

Então abri os olhos, estendi os braços para que ele me levasse para algum lugar (eu nunca o vejo, mas por 3 vezes ele já me levou voando para outros lugares). Senti-me sendo levantada e comecei a voar, atravessando a parede sem problemas e tomando um rumo já conhecido. Voávamos pouco mais alto que as árvores. A sensação era de frio na barriga de novo. Eu olhava para baixo e via jardins muito, mas muito bonitos. Quis tocar a copa de uma árvore. Meu amparador permitiu, porque paramos de voar e eu toquei os ramos frescos de orvalho. O mais interessante é que tinha música ambiente. Desconhecida. Parecia New Age, instrumental. Eu olhei para um jardim que estava embaixo de nós e vi que era ricamente desenhado e bem cuidado. Nunca vi esse jardim aqui. Não sei onde eu estava. Tenho certeza que era uma projeção porque estava absolutamente consciente (e deslumbrada!). Pensei: "Quero me lembrar de tudo quando acordar..." Eu não devia ter pensado isso. Pela segunda vez eu pensei isso durante uma projeção e acordei no mesmo instante. Que pena e que vergonha. Seria a primeira vez que eu ía ajudar alguém durante uma projeção e eu acordei só pra não esquecer. Meu amparador deve ter ficado chateado comigo. Depois perdi o sono. Demorei muito para voltar a dormir, mas não me lembro de nada. Nem se sonhei. Em todo caso, foi uma experiência muito diferente porque eu costumo não conseguir mexer meu corpo astral e acordo muito rapidamente. O que eu achei mais interessante foi o fato de eu conseguir me lembrar que eu tenho que ser útil quando em projeção e, mesmo sentindo medo do que eu veria (imaginei que eu pudesse ver animais sofrendo ou pessoas sofrendo) eu consegui me manter lúcida e pronta para começar a ajudar.

Uma coisa que eu não entendi dessa vez foi porquê eu não consegui ver meu corpo deitado na cama, nem sentir quando passei a mão onde costumo ficar.

Grande abraço!

Link to comment
Share on other sites

Patrícia,

Tudo bem?

Legal o seu relato e quanto a não ter podido ver seu corpo na cama, não é a primeira pessoa que se projetou e relata que não conseguiu ver..parece que ver ou não é algo variável mesmo de acordo com os relatos que lemos no site.

Parece que de uma certa forma as projeções variam de situação para situação,por exemplo, há pessoas que puxam seus dedos durante a projeção para comprovar a experiência e eles continuam fixos. No entanto, estão projetadas mesmo eles não se esticando.

Abraços,

Mineiro

Link to comment
Share on other sites

  • 10 months later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...