• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
marcelo silva

Espiritualidade, Encarnação, Missão e Caridade Cósmica

Recommended Posts

Muitas vezes me encontro pensando que viver é difícil, entediante... Claro que penso isso em momentos que não estou me sentindo bem, quando as moléstias psíquicas (preguiça, raiva, inveja) atacam. Mesmo quando tudo parece calmo, parece que é ativado algo, como um alarme que dispara e faz com que um incômodo sem motivo aparente tome conta dos pensamentos... Não sei se foi “bom”, mas acho que tem um tempo que descobri o que é isso; é o dever.

Tornar-se realmente espiritualista é um convite a esse incômodo aparente pois descobrimos que devemos ter um motivo mais forte de estarmos encarnados do que desencarnados. Recaímos em erro ao pensar diferente. Momento algum é feito para o tédio e momento algum é feito para o ócio.

Quando pequeno queria saber como é a outra vida, mas descobri que sei; trabalho e mais trabalho. Claro que essa é minha concepção. Gostaria de saber como é a vida além da vida mas os eminentes espiritualistas já o dizem e mesmo nos textos sagrados descubro que é apenas o início de um serviço. Concluo, então, que estou aqui para algo a mais do que comer, copular, dormir e trabalhar pelo dinheiro. Então aí vem: devemos trabalhar, para que nosso trabalho “lá” comece aqui. Esse é o convite ao espiritualista ciente dos fatos do Universo. Um adendo; estes amigos espiritualistas são aqueles que já descobriram que este mundo deve ser superado no Amor e pelo Amor.

A vida é mais importante nesse momento que todos os aprendizados que possam ser extraídos dos textos e ensinamentos, físicos e extra-físicos que podemos adquirir. O estudo da ciência projeciológica é um dos meios pelos quais, adquirindo senso, aprendemos a dar cabo da missão terrena, seja ela qual for. Sair do corpo não é nossa missão, mas permanecer nele, sem torná-lo mais precioso que o Espírito, que o conhecimento e sua divulgação (caridade universal ou cósmica). Observar o mundo da perspectiva espiritual é a conquista revolucionária, mas para aqueles que entenderam que a superação do egoísmo é a verdadeira revolução.

Onde a missão se encontra? Aí!

Responderia isso a quem me viesse perguntar, inclusive à minha própria consciência. Pergunte onde seus conflitos e suas perturbações e aí estará sua missão. O coração indicará o resto delas. Não está a missão apenas em adquirir o respeito dos que me cercam, mas superar minha atual intolerância às diferenças e aprender com elas. O egoísmo, ao contrário do que se pensa, se revela primeiro em família, então esta é minha segunda missão. A primeira é descobrir isso.

Não acredito que somos todos um só. Meu pensamento não é tão monista, apesar de acreditar que estamos dentro de um só contexto e minha missão não é a menos importante, nem a de ninguém. O benefício do trabalho contra o egoísmo (amor ao próximo) é de todos e de tudo. Também acredito na superação da personalidade mas não da individualidade, cuja diferença atende a necessidade das diferentes missões.

Encontrar na vida a superação das falhas já é o conhecimento comum de todos que estudam a espiritualidade com fins benevolentes.Como se vê, não é um trabalho externo. É um compromisso que se deve renovar a cada dia, em cada um primeiro. Renovando esse compromisso interno e pessoal, então sim, ponha-se a disposição do trabalho externo e extra-físico.

Cada exercício de vida, cada aprendizado e vivência deve ser aproveitado para o crescimento interno. Interiorizando, exteriorizamos.

Não há trabalho menos importante, visto este servir a cada espécie de missão. Na família ou na sociedade, missão nenhuma é inferior e a expressão não significa conhecimento, mas retórica. Viver e amar. Eis o importante.

Desenvolva suas aptidões parapsíquicas, mas é o coração e não a pineal que guarda s grande e eternos segredos do Universo.

abraços!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Marcelo!

Como vai?

Obrigada por esta mensagem tão bonita, entrei aqui no intuito de ler algo que falasse comigo e aqui está a mensagem.

Mais uma vez obrigada!!

Muita luz e paz para você e toda a sua família.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meu querido irmão Marcelo

Por estar muito atribulado naquele dia 19 de agosto(lembra-se?), ñ havia visto sua mensagem tão cheia de sgnificados.

Hj, verificando se eu havia respondido às mensagens a mim direcionadas, resolvi passar em revista, as outras mensagens postadas aqui. Qual ñ foi a minha surpresa em encontrar aqui sua grandiosa mensagem, ainda ñ lida por mim.

Algumas questões que vc coloca, faz-me lembrar de uma afirmação da minha mãe(em nosso primeiro encontro no astral) 4 meses, depois do desencarne. Ela havia feito a passagem(aos 46 anos), devido a um câncer e sofrera muito.

Como havíamos combinado que assim que ela se encontrasse em condições de receber minha "visita" ela pediria aos mentores a permissão para eu ir encontrá-la. quando lá cheguei, ela se encontrava em um local, parecido com um hospital, onde as pessoas todas vestidas de branco, iam e viam, (só os rostos é que ñ me foi possível ver). Quando indaguei a ela que local era aquele, ela me respondeu, que estava lá, desde que "acordara' do transe da passagem e que estava sendo tratada, pra retornar aos trabalhos espirituais, para dar continuidade ao trabalho que fazia na terra, ou seja, caridade, caridade, caridade. ela acrescentou que essa era a única saída para a evolução espiritual.(Em casa a minha mãe ,mantina reuniões kardecistas, todas às quartas-feiras, para o estudo dó evangelho de kardec e várias pessoas sempre a procuram no intuito de serem apoiados. Papai sempre dizia, que lá em casa parecia um albergue ou, um asilo, tal o número de pessoas que passavam por lá).

Conversamos um pouco, ocasião em que dei notícias dos "meninos" (seus filhos menores, de 12, 14 e 16 anos)que haviam ficado comigo).

Eu me despedi dela, porque estava na hora de acordar um dos meus irmãos, para a escola do SENAI (5:30) e que depois conversaríamos mais.

A sogra do meu irmão, desencarnou em dezembro último e a filha dela (todos muito católicos), disse na semana passada que "sonhou" com a mãe. Essa diz que estava bem, mas que havia muito trabalho para fazer e que seus "superiores" esperam que ela continuasse um trabalho similar ao que fazia na terra. Essa senhora também ajudava muitas pessoas na zona rural, onde morava. Até o padre local, estava sempre à enviar pessoas para que ela ajudasse, já que ela tinha uma numerosa familia, certamente alguns deles podiam ajudar...mais esse ou mais aquele.

Diante de tudo isso, meu caro irmão, ñ espere outra coisa, a ñ ser trabalho, trabalho; como já deve estar imaginando.

Um grande abraço e

que os mentores continuem abemçoando vc e sua família

helena

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.