Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Minha conclusão sobre a projeção após 5 anos de prática


Daniel_amorc
 Share

Recommended Posts

Quero aproveitar aqui para coletar algumas informações com os colegas do fórum sobre o tema. Eu queria saber, na opinião de vocês, qual a visão de vocês da ciência? Qual a relação da ciência com os fenômenos espirituais? Acham que a espiritualidade tem dar importância para a ciência? Acham que se a ciência disser um dia que o espiritual não existe ela tem esse domínio para dizer o que é real e o que não é real? Se a ciência não pode dizer finalmente o que é e o que não é real, o que para você pode dizer o que é real e o que não é real?

Se preferirem e não quiserem expor aqui podem enviar por e-mail giu@filosofar.me

Penso que a ciência pode contribuir para desmistificar certas coisas sobre a espiritualidade e por outro lado até mesmo comprovar a existência. Tudo depende de como é feito e até mesmo do que as pessoas acreditam.

A ciência vem até mesmo de certa forma tomando o lugar da religião, as pessoas acreditam nas coisas sem questionar se é verdade ou não, sem testar por si mesmas. Quantas pesquisas furadas nos vemos todo dia por ae? As vezes o cara tava desocupado, queria ganhar uma graninha pesquisando algo que não tem nada a ver e dá um resultado que não é bem próximo da realidade.

Sobre o assunto eu recomendo o livro Tecnopólio - Neil Portman.

Minha opinião é de que a ciência e a religião são coisas criadas pelo ser humano, então ambas estão sujeitas ao erro. Além disso, não temos capacidade mental, dinheiro e tempo pra podermos testar todas as descobertas para sabermos se elas são verdeiras ou falsas. Algumas coisas podemos aceitar sem questionar, pois não mudarão nossa vida.

Link to comment
Share on other sites

Quero aproveitar aqui para coletar algumas informações com os colegas do fórum sobre o tema. Eu queria saber, na opinião de vocês, qual a visão de vocês da ciência? Qual a relação da ciência com os fenômenos espirituais? Acham que a espiritualidade tem dar importância para a ciência? Acham que se a ciência disser um dia que o espiritual não existe ela tem esse domínio para dizer o que é real e o que não é real? Se a ciência não pode dizer finalmente o que é e o que não é real, o que para você pode dizer o que é real e o que não é real?

Se preferirem e não quiserem expor aqui podem enviar por e-mail giu@filosofar.me

Penso que a ciência pode contribuir para desmistificar certas coisas sobre a espiritualidade e por outro lado até mesmo comprovar a existência. Tudo depende de como é feito e até mesmo do que as pessoas acreditam.

A ciência vem até mesmo de certa forma tomando o lugar da religião, as pessoas acreditam nas coisas sem questionar se é verdade ou não, sem testar por si mesmas. Quantas pesquisas furadas nos vemos todo dia por ae? As vezes o cara tava desocupado, queria ganhar uma graninha pesquisando algo que não tem nada a ver e dá um resultado que não é bem próximo da realidade.

Sobre o assunto eu recomendo o livro Tecnopólio - Neil Portman.

Minha opinião é de que a ciência e a religião são coisas criadas pelo ser humano, então ambas estão sujeitas ao erro. Além disso, não temos capacidade mental, dinheiro e tempo pra podermos testar todas as descobertas para sabermos se elas são verdeiras ou falsas. Algumas coisas podemos aceitar sem questionar, pois não mudarão nossa vida.

Parece evidente que nada nos faz mais felizes do que nossas ilusões. O ser humano "foi feito para viver iludido". Por milhares de anos, ao longo de gerações, sempre fomos liderados por alguém, sempre obedecemos ordens de uma entidade superior e esta entidade superior sempre se aproveitou e tirou vantagem de sua posição. Por isso, na ciência e na religião, seita ou misticismo, acreditamos no que nos convém. Acreditamos no que nos parece mais razoável, ético ou inteligente. Ou o contrário, em alguns casos.

Link to comment
Share on other sites

Bom, já faz alguns dias não consecutivos que venho lendo este tópico criado pelo Daniel!! Bem pelo que eu refleti aqui, o assunto ainda continua se extendendo (Inevitável, precisamos discutí-lo), o Daniel deu explicações sobre o que aconceteu com ele, ou seja explicações baseadas em sua própria experiência e não em algo que aconteceu coletivamente, ou seja novamente, que em sua percepção, em seu ponto de vista isto é ilusão! Mas não prova que o Desdobramento ou projeção astral possa acontecer ou não!

PAZ E LUZ DE JESUS CRISTO!!!

Link to comment
Share on other sites

Olá pessoal

Obrigado aos colegas ai que colocaram suas considerações sobre o papel da ciência na espiritualidade...

Convenci meus colegas a executar um experimento com um número maior de pessoas, porem não serão utilizadas substâncias nesse trabalho ( :shock: ), precisamos apenas de pelo menos 10 projetores experientes, então se for seu caso ou conhecer alguém, convide-o, por favor, entre em contato para que possamos agendar os testes preliminares.

Voltando ao tópico: O que me chamou a atenção foi uma coisa que o colega colocou

Pelo jeito, giu e daniel, vocês ficaram tão céticos que não acreditam em mais nada que é espiritual. Não acreditam nem mesmo nas reencarnações e na continuação da vida né? O que me dizem das maiores provas biológicas/científicas que existem deste tema que são as marcas de nascença de crianças baterem exatamente com o relato de morte das mesmas.

Primeiro, agente tem que entender algumas coisas sobre ciência, evidências não são provas, relatos sempre serão evidências, isso não por causa do ceticismo fantástico de uns que denigre o nome "ceticismo", mas porque a ciência toma muito cuidado com o que confete status de "fato".

Segundo, você tem que entender que estudos científicos não são o mesmo que fatos, um estudo serve para dar base para outros ou para ser atestado, comprovado ou descartado, nenhum estudo científico é final, mesmo que tenha achado provas válidas, existe todo um processo para seja aceito pela comunidade científica, ciência não é aquilo que você vê no jornal nacional "cientistas provam que ovo faz mal a saúde", sempre critiquei essa desinformação da TV, ela deveria dizer algo do tipo "Estudos preliminares mostram evidências de que é possível que o ovo faça mal nos casos pesquisados", veja que existe uma grande diferença ai.

Terceiro, eu não sei o Daneil, mas eu estou sim aberto a crer em qualquer coisa que tenha provas concretas e não um monte de relatos que não podem ser reproduzidos, por exemplo, no caso da projeção astral está bem claro que é possível reproduzir, tanto que participei dum desses estudos, a conclusão foi: "Não foi produzido nenhuma evidência metafísica". E não foi apenas uma pessoa, mas 5 (eu e mais 4), como ja disse e digo novamente o estudo é preliminar, não serve como prova, e mesmo porque, como devem saber, a ciência prova afirmações e não negações.

Quarto, qualquer pessoa que estiver disposta a passar pelo mesmos teste pode se cadastrar comigo para futuros estudos, inclusive o Daniel já se colocou disposto a isso, espero que nos ajude hein Daniel! E coloco a oferta a todos do fórum, porem é preciso que disponham de pelo menos duas semanas e dominem a projeção astral. Não sei quando será o estudo, espero que seja o mais rápido possível, é só o tempo que criar os formulários, estabelecer as regras, e tudo mais, mas interessados entrem em contato pelo meu e-mail. Serão de grande ajuda!

Quinto, existe uma diferença entre não crer e negar um fenômeno, realmente eu não acredito em mais nada desse tipo, mas não nego que exista de nenhuma forma, o que eu coloco bem claro é que não existem provas válidas de sua realidade, e qualquer pessoa que tenha uma prova da existência da realidade da projeção pode se inscrever pelo mesmo e-mail para dar idéias de que tipos de testes vamos fazer nesses estudos.

É isso ai então se alguém puder contribuir será bem vindo, e dou minha palavra que o estudo é totalmente científico, ou seja, não partimos da premissa que nada exista, nem de que é real, simplesmente fazemos os testes e deixamos que os resultados nos deem uma conclusão primária.

Eu sei que existe uma corrente de pensamento que sugere que não se pode por a prova essas coisas, que se for testar então os amparadores não vão ajudar e a projeção não vai acontecer, ou qualquer desculpa dessas, mas temos uma chance de provar até mesmo essa condição.

Vamos trabalhar ai para realizar esse projeto, se conseguirmos pelo menos uma evidência se quer poderemos entrar com um pedido oficial para realizar estudos maiores e em caráter oficial.

Mas quem for contra o estudo, por favor, vai catar coquinho, heheheh brincadeira, sério mesmo, se for contra, poste porque exatamente é contra, colocarei, assim, no trabalho o motivo da recusa de algumas pessoas ok

Grande abraço, obrigado

Link to comment
Share on other sites

Oi giu, acho boa a ideia dos testes, se eu pudesse, gostaria de participar, mas sou iniciante e ainda não tive qualquer experiencia com projeção, espero que muitos projetores participem e que se chegue a verdade, seja qual for...

Duvida de iniciante: que tipo de testes poderiam ser feitos e como eles provariam algo?

O fato de os projetores se encontrarem conscientes no astral ja não provaria algo?

Desde que nascemos nossas mentes são condicionadas a ver as coisas de certa maneira, dependendo da cultura, etc., e podemos nos tornar neutros ou radicais, dependendo do carater de cada um, da aceitação ou não das doutrinas, etc., bom, o que me "encuca" é o seguinte, seja qual for o tipo de teste que se faça, como é que se vai determinar se é real ou apenas mais uma ilusão?, uma ilusão coletiva que seja, tipo o que um magico faz, alias é bem interessante, como o magico faz todos verem o que ele quer (truques do Mr. M não vale, rs...), vi um dia na TV, o David Cooperfield (não sei se escreve assim) fazer desaparece um avião grande na pista de um aeroporto, ou nós vimos um avião que não estava lá antes, ou ele ainda estava lá depois e nós não o vimos mais, o mais interessante, se era só uma ilusão, como as cameras gravaram isso?.

O que quero dizer é o seguinte, se nossas mentes podem ser iludidas por um magico, como é que podemos supor que vamos perceber o que acontece num universo infinitamente mais complexo e determinar se é real ou não?

Abraço a todos e muita luz...

Link to comment
Share on other sites

Interessante a idéia Giu, dificil é arrumar 10 projetores que possuem um bom grau de controle e experiências frequentes, e ainda, que estejam disposto a topar realizar os testes.

Já propus isso em outro grupos e a maioria se nega a promover um simples encontro no astral para fins de pesquisa, por entender que não é preciso se submeter a isso e por afirmar que tem certeza das experiências. Então o que me diziam? Comprove por você mesmo, é uma experiência individual que só quem passa sabe como é (segundo eles).

Se eu tivesse projeções com frequencia com certeza toparia a experiência.

Link to comment
Share on other sites

Terceiro, eu não sei o Daneil, mas eu estou sim aberto a crer em qualquer coisa que tenha provas concretas e não um monte de relatos que não podem ser reproduzidos, por exemplo...

Se um dia essa xícara me disser -Bom dia Daniel, eu vou dizer -Bom dia xícara. (Jô soares.)

Depois de tudo, estou pronto para duvidar ou acreditar em qualquer coisa.

Quarto, qualquer pessoa que estiver disposta a passar pelo mesmos teste pode se cadastrar comigo para futuros estudos, inclusive o Daniel já se colocou disposto a isso, espero que nos ajude hein Daniel!

Mas é claro, pode contar comigo!

Link to comment
Share on other sites

cada um acredita no que quiser e pronto oras bolas

Somos dois!

Vocês não entenderam o espírito da coisa. Parece-me que vocês estão desambientados, extraviados em terra estranha sem compreender muito bem o que está se passando. Não me levem a mal, sei que isso pode parecer arrogante, mas garanto que não é esta minha intenção. Deixem-me tentar esclarecer.

Acreditar no que quer é uma opção, mas o que me permitiu abrir este tópico é o fato de eu não querer acreditar no que eu quero. Em outras palavras, eu não quero simplesmente acreditar e tomar como verdade incontestável aquilo que me faz mais feliz.

Na verdade acho que não se trata simplesmente de querer acreditar, mas de ser capaz de acreditar ou de se auto-convencer, porque eu já sei que de uma forma ou outra poderei estar enganado, sendo assim a crença cega, o "acredito no que quero" não me agrada, não me satisfaz, com muito esforço consegui perder a capacidade de me auto-iludir, acreditar ou convencer-me e ficar satisfeito.

Se eu fosse um adepto deste modo deste pensar "cada um acredita no que quer" (ao qual não sou contra, apenas não me atrai) jamais teria começado este tópico. Este tópico é a manifestação de minha inquietação a respeito de tudo que me parecia tão convincente e aos poucos se revelou apenas reflexo de minha própria mente, ou seja, a reprodução do conteúdo absorvido pelos sentidos durante a vigília.

Por isso não quero acreditar no que eu quero. Quero saber a verdade, ou ao menos, enquanto esta não pode ser conhecida, quero então saber o que não é verdade, o que me parece real, mas não é e apenas parece real porque eu quis ver assim, no que eu acredito porque é racional e no que eu acredito por me sentir mais recompensado, menos culpado, etc, qualquer coisa que me convenha não pode servir de base para acreditar em algo.

Link to comment
Share on other sites

Melch escreveu:

larahati11 escreveu:

cada um acredita no que quiser e pronto oras bolas

Somos dois!

Vocês não entenderam o espírito da coisa.

Concordo com o Daniel, acredito na projeção, mas não paro de questionar e acompanhar este tópico. Se alguém (não estou atacando ninguém, apenas estou sugerindo) não concorda com este tópico e é do tipo "não fale da minha religião que te mando pro inferno", por favor não escreva nada, pois o objetivo é discutir o assunto com maturidade sempre respeitando a opinião dos nossos irmãos.

Giu, isto é uma ótima idéia, pena que ainda não me projetei, mas quero acompanhar o trabalho de vocês. Estarei sempre de olho e quero saber o resultado final. Seria interessante vcs criarem um tópico (com a aceitação dos participantes, claro) que funcionaria como relatório, neste "relatório" vcs postaria os resultados dos testes, assim como o cronograma a ser seguido.

Sabia que valeria a pena acompanhar este tópico. :pal:

SAUUUULOO,

Gostaria de saber sua opinião. Poste pra nós o que você acha disso tudo que foi falado até agora. (tomara que vc tenha lido, senão vai demorar pra ler tudo :shock: )

Um grande abraço a todos e muita paz e luz.

Kássio Melo

Link to comment
Share on other sites

Olá venho acompanhando o forum e só tenho a dizer que as pessoas sempre vão necessitar esperançar sua vida em algo superior, seja deus, espiritualidade, religião, etc, para que a sua vida tenha algum sentido. Mas se nós pararmos de pensar na suposta recompensa que teremos do outro lado da vida poderemos viver muito melhor a nossa vida pensando apenas no momento presente. E depois, o que vem? Ninguem sabe, até que morra. Encontre na sua propria vida um sentido para ela.

Link to comment
Share on other sites

Pessoal

Quanto ao teste que o Giu propôs, talvez muitos de vocês esqueceram do ENCONTRO ASTRAL DE FERNANDO DE NORONHA onde já houve encontros de projetores aqui do fórum e há um trabalho sendo executado lá para receber estes encontros. Uma experiência fantástica e com fins não de testes (acaba sendo usado como testes também) mas de amparo e aquisição de conhecimentos, auxílio a outras pessoas. Algo muito mais válido, em minha opinião.

Giu,o encontro é quinzenal e dia 16 agora haverá um. Uma chance de aquisição de dados para seu teste. Acho que por tudo que você disse, não custa tentar.

Abraço

Link to comment
Share on other sites

Olá amigos,

Infelizmente esse tipo de experiência (encontro astral) não é proveitoso cientificamente, pois não há como controlar os relatos de maneira sigilosa e livre de interferência, não que eu duvide da honestidade dos proponentes, mas para ter validade é necessário que se tenha garantias que um grupo de espertinhos não "combinem" o que dizer, na internet isso é quase impossível, acredite já tentamos isso antes.

Infelizmente não recebemos nenhum cadastro :cry: (tirando o Daniel que já estava faz tempo), não será possível realizar o teste neste momento, mas as outras pesquisas continuam, quem sabe mais alguns anos não se "formem" novos projetores dispostos a fazer os testes, e por favor, quem ler esse post e um dia começar a se projetar bem, ou conhecer alguém que o faça, vão me enviando os contatos, o dia que conseguirmos os 10 reativaremos a proposta.

Pedro Falcão.

Suas questões são relevantes, é exatamente esse o trabalho da ciência, nos dizer como é e como funcionam as coisas, embora a ciência não seja a coisa mais eficiente, rápida e infalível que exista, é o modelo que podemos nos apóia com mais certeza, compare as idéias espiritualistas e religiosas, cada uma diz uma coisa, quase todas se contraria entre si e até entre si mesmas, se baseássemos em ideiologias, por exemplo, o que um médico devia fazer numa operação do coração, tenho convicção que a grande maioria dos pacientes não sobreviverem, pois alguns médicos não conseguiram fazer sua conexão com o orixá, ou demorou muito pra entrar em transe com os tambores xamãs, ou a oração do pastor não corrigiu a válvula defeituosa etc, e te pergunto, se nosso mundo fosse baseado no conhecimento metafísico, qual médico você colocaria a mão no fogo?

Já a ciência, embora algumas vezes falhe e mude de "padrões aceitos", é muito mais num sentido de evolução, tudo o que a ciência faz pode ser testado por outras pessoas, não é necessário que a pessoa tenha um dom, não é necessário que ela seja evoluída espiritualmente ou que tenha um carma leve, basta dedicação e muito estudo e qualquer pessoa pode realizar qualquer experimento já proposto pela ciência e comprovar a si mesmo a realidade.

Conclusão, a ciência (método científico) é o melhor instrumento já concebido pela raça humana para compreender e estudar o universo.

E olha que mesmo assim muita coisa é má compreendida pelos leigos e vira misticismo, é só ver o caso da mecânica quântica e quanta especulação sobre o tema não há.

Link to comment
Share on other sites

Giu,

Se um dia eu conseguir me projetar com facilidade, me prontificarei a participar da experiência.

Só não sei como é que você vai conseguir fazer algo assim com validade científica, já que as pessoas podem combinar.

Além disso, mesmo que seja ir até sua casa conferir alguma coisa e depois relatar para ver se bate, tem o problema de que se der certo, podem pensar que foi combinado e isso só provaria algo para você e a pessoa que chegou lá.

Link to comment
Share on other sites

Mesmo com muitos anos de cursos, leituras e práticas a pessoa pode se enganar ao interpretar de forma subjetiva e incorreta um fato, e julgar-se correto.

Porém, Projeção astral não é questão de fé.

Já foram realizados ínumeros experimentos controlados e sérios acerca do tema. O mais expressivo é aquele no qual o projetor deixa um objeto muito leve, sendo monitorado por uma equipe, por perto (pode ser farinha fina, por exemplo).

Ao sair do corpo um projetor, com razoável ectoplasmia, derruba o objeto, claro não há corrente de ar no local.

Muita coisa já foi realizada neste sentido, basta querer procurar por parapsicologia. Recomendo uma visita ao CEAEC em Foz, com a maior biblioteca e holoteca de parapsicologia do mundo.

Há outros experimentos nos quais o projetor, trancado em um quarto, pode memorizar listas de objetos ou figuras que estavam fora do recinto. Tudo isto já foi feito com sucesso, basta pesquisar.

Enfim, não é questão subjetiva ou de crença, mas algo concreto e atestado por muitos.

Link to comment
Share on other sites

cada um acredita no que quiser e pronto oras bolas

Somos dois!

Vocês não entenderam o espírito da coisa. Parece-me que vocês estão desambientados, extraviados em terra estranha sem compreender muito bem o que está se passando. Não me levem a mal, sei que isso pode parecer arrogante, mas garanto que não é esta minha intenção. Deixem-me tentar esclarecer.

Acreditar no que quer é uma opção, mas o que me permitiu abrir este tópico é o fato de eu não querer acreditar no que eu quero. Em outras palavras, eu não quero simplesmente acreditar e tomar como verdade incontestável aquilo que me faz mais feliz.

Na verdade acho que não se trata simplesmente de querer acreditar, mas de ser capaz de acreditar ou de se auto-convencer, porque eu já sei que de uma forma ou outra poderei estar enganado, sendo assim a crença cega, o "acredito no que quero" não me agrada, não me satisfaz, com muito esforço consegui perder a capacidade de me auto-iludir, acreditar ou convencer-me e ficar satisfeito.

Se eu fosse um adepto deste modo deste pensar "cada um acredita no que quer" (ao qual não sou contra, apenas não me atrai) jamais teria começado este tópico. Este tópico é a manifestação de minha inquietação a respeito de tudo que me parecia tão convincente e aos poucos se revelou apenas reflexo de minha própria mente, ou seja, a reprodução do conteúdo absorvido pelos sentidos durante a vigília.

Por isso não quero acreditar no que eu quero. Quero saber a verdade, ou ao menos, enquanto esta não pode ser conhecida, quero então saber o que não é verdade, o que me parece real, mas não é e apenas parece real porque eu quis ver assim, no que eu acredito porque é racional e no que eu acredito por me sentir mais recompensado, menos culpado, etc, qualquer coisa que me convenha não pode servir de base para acreditar em algo.

Daniel, eu acompanhei o tópico no começo e vi que você estava desacreditado da projeção.Também não quero ser arrogante, essa não é a idéia, eu apenas concordei com a opinião simples da Lara, para estimular uma visão mais simples e divertida num tópico tão sério, hehehe. Não me levem a mal.

Li algumas coisas aqui e nossa, tá complicado pra minha cabeça, rsrs.

Eu mesmo prefiro o experimentalismo sem o cientificismo exigido... E estou experimentando mesmo, o pouco que me recordo tento me projetar por sonhos lúcidos, com ondas sonoras, com técnicas, com meditações. No astral experimento puxões de dedo, tento voar, converso com gente que nunca vi antes...

Enfim, não tenho o conhecimento científico pra me embasar num tópico que visa provar por a + b que a projeção existe sim (acho louvável, assim como o trabalho do IIPC), só posso falar pela minha certeza íntima que a vivência me proporcionou.

Torço para que vocês consigam achar suas respostas, Daniel e Giu! Como a Graci falou, temos o encontro projetivo, que está não visa respostas sobre o astral, mas sim o amparo extrafísico! Vamos nos ver por lá? Já é um método de comprovação, mesmo que essa não seja a meta, claro.

Grande abraço!

Link to comment
Share on other sites

Caro Giu,

Admiro muito, a forma pela qual o método científico analisa e apura os seus estudos,

apesar dos tantos desacertos da mesma na nossa história.

Sou um grande admirador e amante das ciências.

Pesquiso muito na área de biologia, tenho grandes cientistas na família, e estudo particularmente na área de espécies (larcertília, ofídae, artrópodos e demais) pois tenho como hobby, fotografia científica (macro e micro).

Sou aeronauta (piloto comercial), instrutor em ambiente virtual (simuladores) e especialista em física aeronáutica.

Tenho lido muito sobre multi-dimensionalidade e acredito muito nas equações que afirmam

esta possibilidade. Vide: Einstein (teoria das supercordas) e Stephen Hawking (dez ou mais dimensões do universo).

Equação para multi-dimensionalidade.

a².[∂²u/∂x²+∂²u/∂y²+

+∂²u/∂z²+...]=∂²u/∂t²

A própria base fixa da ciência, move-se refém dos movimentos de rotação e de translação do planeta, afinal, "a fila anda" e assim, nasce de maneira mais dinâmica e abrangente, a meta física, a física quântica e a mais nova e ainda fora do hall acadêmico (até 2013 segundo os novos cientistas), a para-física.

É possível, afirmar a existência da energia vital como um elemento independente do corpo físico, assim como a energia vibracional do som (vide ruído rosa e demais), e tantas formas de energia que ainda não conhecemos e dominamos.

Pode-se dizer;

- Mas o som é provocado por uma origem dinâmica!.

- Nossa energia também.

Não precisamos, relacionar a nossa energia "matriz" a dogmas e a espiritualidade para "credenciá-las" e "ou" considera-las reais.

Se existem multi-dimensões, por que não multi-energias ou multi-consciências?

Veja o cérebro, um gerador fantástico de energia vital para o corpo, que talvez utilize a nossa energia matriz para que ele (o cérebro) possa continuar ativo.

Supomos que após a máquina pifar (o corpo morrer), a energia vital se esvai e a nossa energia matriz (sutil), continua, assim, como a de uma lâmpada que após romper o filamento e queimar (morrer) a *enegia alimentará a uma nova lâmpada colocada no bocal.

*Obs (Energia elétrica "presa" ao fio).

E olha que no exemplo, falo de uma energia básica, extraída da água (energia elétrica).

A ciência, amigo Giu, é uma das áreas que cometem equívocos nos campos de estudos do nosso planeta. Basta ver a quantidade de nomenclaturas que mudam tão rápido nas diversas áreas.

Sabe por quê? por que a vida é tão complexa e misteriosa, que basta pensarmos que é a ciência que faz parte da vida e não o inverso, e podemos ver o quanto não somos nada.

Sem falar, na infeliz capacidade que a ciência ortodoxa tem de julgar e definir muitas vezes, antes de ter certeza. (Vide na internet - Inquisição e autoritarismo científico).

A medicina, grande aliada da ciência, tem dado a sua contribuição na área dos estudos da continuidade da vida, através das pesquisas em EQM (Experiência de Quase Morte).

Posso dar como exemplo entre tantos, o Dr. Sam Parnia (segue links):

http://www.nourfoundation.com/speakers/ ... -mrcp.html

http://www.dailygrail.com/Mind-Mysterie ... xperiences

http://www.travessa.com.br/O_QUE_ACONTE ... 77cc679904

http://www.youtube.com/results?search_q ... arnia&aq=f

E o que é ter certeza?... eu não tenho nenhuma e você? rsrrs...

Grande abraço e continue pesquisando e postando aqui.

Muita PAZ,

André.

:)

Link to comment
Share on other sites

André Drumond,

Poxa! Mto inteligente seu último post.

A ciência é, extamente, a que mais cria concepções falsas ou incompletas. Ao longo do tempo, ao adquirir mais experiência, ela sempre acaba se retratando em algum ponto de uma área específica.

Não que eu seja contra a ciência. Mto pelo contrário. Para mim, são INDISPENSÁVEIS (literalmente) os conhecimentos adquiridos pelo método científico. O que não concordo é o ISOLACIONISMO que a ciência (ou uma parte dela) demonstra, recusando todo e qualquer conhecimento que não possa ser matematicamente demonstrado ou rigidamente controlado e experimentado em um laboratório.

Li um post acima (não me lembro de quem) que menciona alguns experimentos de física quântica. É outra coisa que, pelo menos até o momento, não se pode definir cientificamente. Mas existe!

Enfim, já passei por inúmeras situações que seriam consideradas, pelos céticos, como inexplicáveis, embora façam parte do meu dia-a-dia.

Abraço!

Link to comment
Share on other sites

Só complementando...

Aqui é um fórum cheio de pessoas que buscam equilibrio, que mostram um bom humor excepcional... apenas entro nesse clima, que acredito ser uma egrégora linda!

Continuo achando que cada um acredita no que quizer, oras bolas, concordo com a Lara, e tentando manter um sorriso de criança, de uma criança que tenta encarar com simplicidade. De uma pessoa que está escrevendo isso sorrindo e que pensa não ter ofendido ninguém, mas se alguém mais se sentiu ofendido, como o Daniel e o Kassio, peço desculpas sinceras.

Sorriso de criança sim, mas não infantil; minha opinião vem das experiências vivenciadas e não da crença cega, até comentei na página dois do fórum, mas não tenho embasamento cientifico, nem vou procurá-lo por hora por achar que existam algumas prioridades na minha vida espiritualista.:)

Vou citar aqui um tópico do GVA que se encaixa totalmente no conceito de bom humor: viewtopic.php?f=8&t=7226

Desculpem o off topic!

Fiquem na paz!

Link to comment
Share on other sites

cada um acredita no que quiser e pronto oras bolas

Somos dois!

Somos três.

Nem ia me manifestar nesse tópico, mas no fim um bom barraco me encanta, principalmente quando tem conteúdo =)

Daniel, como o Olympio já disse por aqui em algum lugar desse tópico, também estou feliz que vc encontrou seu caminho. Ótimo ter suas convicções pessoais e não se deixar levar pela correnteza...

Só acho que vc perdeu o rumo em dois pontos:

1) qdo confundiu suas convicções com uma "verdade" que existe fora das suas convicções.

2) qdo vc caiu numa das maiores armadilhas do astral. Sabia que o astral te mostra exatamente aquilo que vc quer ver?

Se vc quer se convencer de que a sua projeção é onirismo, ele vai te dar todas as provas disso. E vc vai sair dali exatamente com essa convicção.

Se vc quer enxergá-lo como um plano mais real do que o nosso, depois de algum tempo vc está convencido disso também, e provavelmente, meio autista :geek: . Vc faz a sua realidade lá (aqui também, mas lá é beeeem pior :D ), então as coisas acabam se tornando exatamente aquilo que vc acredita que elas são.

De qualquer forma, é um ótimo tópico!

Obrigada e parabéns pela discussão!

Link to comment
Share on other sites

Olá pessoal, agora eu acho que o tópico está começando a ficar bom haahaha

vamos lá para mais considerações a cerca da ciência, verdade e certeza, coisas muito gostosas de se discutir.

Son

Além disso, mesmo que seja ir até sua casa conferir alguma coisa e depois relatar para ver se bate, tem o problema de que se der certo, podem pensar que foi combinado e isso só provaria algo para você e a pessoa que chegou lá.

Na verdade esse tipo de teste é só preliminar, os testes mesmo seriam feitos em laboratório, por isso precisamos da ajuda da universidade, pois assim como no primeiro projeto, ela arca com as despesas de viagem, estadia e alimentação dos colaboradores.

São mais de 40 testes que são feitos por vários dias, inclusive testes de sangue, urina etc

É uma coisa bem organizada por doutores e livre docentes, eu mesmo sou nada no projeto ahaha sou auxiliar estudante, mas os caras são feras no assunto, se puder dominar a projeção fique sossegado por que eles são profissionais altamente qualificados e sabem o que estão fazendo.

Martyn Stubbs

esse tópico é aquele q tem uns 3 radicais cruz com rosa q afirmam q fazer Viagem Astral é pecado ???

Esse é mais um daqueles post que não tem nada a ver com o assunto, fala um monte de bobagem, sem nada que se aproveite e mostra total ignorância no assunto??? :evil:

proclo

Já foram realizados ínumeros experimentos controlados e sérios acerca do tema.

Olha, eu também acreditava nessas coisas, eu achava mesmo que tinham realizado esses experimentos impressionantes até que eu coloquei a mão da massa e sai da internet e fui atrás desse pessoal, veja, sou pesquisador e como tal preciso demonstrar esses experimentos para que doutores e livre docentes aceitem como justa causa de uma pesquisa, não posso simplesmente passar um link de um blog, ou um video no youtube feito por um cara que não tem galardão, tenho que mostrar por A + B que os pesquisadores são sérios, que a experiência realmente ocorreu de forma ciêntífica e tem toda a burocracia para ser aceita como material científico, adivinha? Nenhum dos pesquisadores eram o que diziam, formação acadêmica falsa, nomes falsos, pessoas que simplesmente não existiam, a maioria era encontrada sobrevivendo da miséria da venda de livros espiritualistas, fazendo de tudo para vender mais um (Nossa quem já viu o programa da Ophra? Gastam dinheiro pra criar mitos). Quanto aos experimentos que diziam que órgãos sérios como o instituto do sono havia feito? Nada, nunca houve, liguem lá, perguntem sobre qualquer projeto que tenha achado qualquer evidência da projeção http://www.sono.org.br/fale.html

É triste como existem pessoas que se degradam tanto a ponto de mentir dessa forma, espalham desinformação e o pior quem fica com a fama é a ciência, mas tenham muito cuidado com os pseudo cientistas, quando verem alguém fazendo referencia a uma pesquisa, vão atrás, liguem pros órgãos, pesquisem sobre os pesquisadores, e minha nossa, vejam se pelo menos eles tem um cadastro como pesquisador, http://www.cnpq.br/

Como podem falar mal da ciência e crer tão cegamente na pseudociência, estudos não publicados, sem referência por profissionais medíocres? Isso é no mínimo MUITO contraditório. Eu mesmo teria vergonha de publicar qualquer coisa em meu nome sem no mínimo um doutorado (e que tenha a ver com o estudo). Imaginem o Ivo Pitanguy, um dos maiores cirurgiões plástico do mundo, viesse na cara dura dizer que “acha” que os quarks são feitos de plasma escalafabético? Ou pior! O Pelé, vem e diz que existe vida após a morte e agente acredita? Então o Ton Cruize está certo com a cientologia? Então a Xuxa está certa com duendes?

Veja como se diferenciam as coisas, numa pesquisa séria os órgãos arcam com as despesas, já como no CEAEC por exemplo você tem que pagar antes de mais nada:

vejam os requisito para participar:

http://www.ceaec.org/index.php?option=c ... 81〈=pt

Veja que o Waldo Vieira do CEAEC é formado médico e odontologia e com pós em plástica??? Que tipo de estudos ele fez, mestrado? Doutorados? Livre docência? Pesquisas em órgãos nacionais ou internacionais ? NADA!

http://www.ceaec.org/index.php?option=c ... 89〈=pt

Como que os brasileiros não compreendem o mínimo de formação para se tornar um pesquisador respeitável, sabe porque? Simplesmente quando você tem uma ideia que falha, não pode encontrar nada que te dê respaldo, então você apela para a pseudociência, se diz pesquisador e nem cadastrado é: façam uma busca ai por esse povo todo que se diz pesquisador, sabe porque eles não se cadastram? Porque sabem que se forem cadastrados, tudo o que jogarem será testado por outros pesquisadores, eles sabem o que estão fazendo não é ciência http://buscatextual.cnpq.br/buscatextua ... apresentar

Melch

Torço para que vocês consigam achar suas respostas, Daniel e Giu! Como a Graci falou, temos o encontro projetivo, que está não visa respostas sobre o astral, mas sim o amparo extrafísico! Vamos nos ver por lá? Já é um método de comprovação, mesmo que essa não seja a meta, claro.

Infelizmente isso não comprova nada, como os experimentos que já fiz anteriormente isso é facilmente distorcido, e sempre dou o mesmo exemplo, se experiências pessoais contassem como ciência, então teriamos que acreditar em saci, gnomos, duentes, fadas, ET azul, verde, cinza, amarelo, Zeus, Odim, Thor, Padre Quevedo, Elementais, bruxas, magia, Intraterrestes e milhares de outros seres que "provaram" sua existência para muitas pessoas através de sua experiência intima. Claro que não sou "contra" quem aceita isso com prova, apenas eu, particularmente, acho perigoso para algumas raras pessoas.

André Drumond

Veja que tem uma pequena má compreensão por parte do que seria "dimensões" da matéria, claro que o termo tem conotação totalmente diferente da emprestada pelo vulgo popular, dimensão poderia ser definida como um "qualidade" do universo, e não como se houvesse dimensões paralelas com outros conjuntos de largura, profundidade, tempo, etc, para ficar fácil entender, não vivemos na 3 dimensão como dizem muitos misticos, apenas compreendemos mais facilmente 3 das dimensões do universo, largura, altura e profundidade, X, Y, Z, isso é 3D. Não que exista uma primeira dimensão, segunda etc...

Quanto a equação da muiti-dimensionalidade, é claro que ela é simplista, e sabemos que uma dimensão causa interferência em outra o que pode limitar a quantidade máxima de dimensões interativas e isso quer dizer que mesmo que "existam" N dimensões da matéria, primeiro que as que nunca interferem nas quais são usadas para tudo o que existe nunca poderão ser comprovadas e por isso, por definição, não existem, pois existindo ou não nunca interferirão ou interferiram nem vão interferir na fabrica da existência. Segundo que mesmo que existam, não se pode afirmar que possam gerar outro domínio que apresente condição semelhante para organização temporal, sabe-se que as dimensões são caóticas em si mesmas, e em si mesmas são indiferenciadas e por isso mesmo que uma "alma" estivesse ali, formada dessas dimensões não manifestadas de uma possivel existência, então não poderia se diferenciar de si mesma.

Supomos que após a máquina pifar (o corpo morrer), a energia vital se esvai e a nossa energia matriz (sutil), continua, assim, como a de uma lâmpada que após romper o filamento e queimar (morrer) a *enegia alimentará a uma nova lâmpada colocada no bocal.

Sim, isso poderia ser possível num sistema fechado, mas mesmo supondo que ocorresse, primeiro que a energia seria sutil demais para causar "materialismos",segundo a pessoa não seria ela mesma, como de fato ocorre(se for real a reencarnação), não temos lembranças de outras vidas, nem das fases intravidas, e isso não mudaria o fato de que sua personalidade, a que chamamos vulgarmente "eu" vai morrer e deixar de existir. Isso não seria alívio as pessoas que temem a morte, é como dizer: olha você terá um derrame cerebral completo, mas não tema, pois mesmo que se esqueça completamente de tudo para sempre, será uma pessoa normal quando te operarmos o cerebro.

A ciência, amigo Giu, é uma das áreas que cometem equívocos nos campos de estudos do nosso planeta. Basta ver a quantidade de nomenclaturas que mudam tão rápido nas diversas áreas.

Bom, isso é uma vantagem, enquanto a ciência admite seus erros e corre para corrigi-los, e a de convir chegamos a níveis cada vez maiores de compreensão, senão você pilotaria um avião de papel ainda hoje... a misticidade tente a dogmatização, ao congelamento de seus princípios, e embora pareçam sólidos são como bolhas de sabão, e se compararmos com as novas idéias místicas que surgem a cada dia, então quem se equivocaria mais?

Dê uma olhada nas nomenclaturas de apenas uma das milhares de "filosofias espiritualistas" http://www.ceaec.org/index.php?option=c ... 23〈=pt

A medicina, grande aliada da ciência, tem dado a sua contribuição na área dos estudos da continuidade da vida, através das pesquisas em EQM (Experiência de Quase Morte).

Posso dar como exemplo entre tantos, o Dr. Sam Parnia (segue links):

Bom, vc citou o Sam Parnia... mas é um dos que atestam que as experiências de quase morte são PROVAVELMENTE ilusões...

veja o artigo dele http://www.prunderground.com/dr-sam-par ... on/004376/

E o que é ter certeza?... eu não tenho nenhuma e você? rsrrs...

Absoluta nunca teremos de nada ehehe, mas podemos ter mais certeza de algumas coisas que outras, podemos ter mais certeza que o fogo queimará nossa mão do que algum milagre ocorrerá e sairemos ilesos, então temos que tomar cuidade e não ser muito "mente aberta" com algumas coisas ou seria na verdade tolice.

Rogger

A ciência é, extamente, a que mais cria concepções falsas ou incompletas. Ao longo do tempo, ao adquirir mais experiência, ela sempre acaba se retratando em algum ponto de uma área específica.

Mesma coisa de sempre, isso é a força da ciência, ela mesma acha suas falhas, se corrige, se auto delata, essa aparente fraqueza que muitos leigos citam, na verdade é justamente o que tornou o método cientifico tão indispensável para nós.

Cabe sempre lembrar, se você tiver uma doença terrível, em quem você confiará sua vida? Imagine que só pode escolher um deles, num reikiano que vai te curar com suas energias maravilhosas que não causam efeitos colaterais? Ou num medicamento pesado, que vai fazer você perder cabelo e fazer você vomitar até chorar, mas que foi testado matematicamente demonstrado ou rigidamente controlado e experimentado em um laboratório. ??

Li um post acima (não me lembro de quem) que menciona alguns experimentos de física quântica. É outra coisa que, pelo menos até o momento, não se pode definir cientificamente. Mas existe!

Como assim hahah não se pode definir cientificamente??? O estudo quantico já até mudou o modelo padrão de ensino da matéria nas escolas...

Dá uma olhada nesse bom video O Discreto Charme das Partículas Elementares

Enfim, já passei por inúmeras situações que seriam consideradas, pelos céticos, como inexplicáveis, embora façam parte do meu dia-a-dia.

É o que eu digo, para alguns ver a sombra de um possível monstro é suficiente para sair correndo (afinal é uma experiência pessoal), eu prefiro dar uma olhada a mais...

Son

Sim, cada um acredita no que quiser, mas aqueles que querem ter algo próximo da verdade também podem buscar por isso.

Resposta curta, direta, boa e engraçada, queria ser assim hehehehe meus post ficam enormes...

Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...