Minha primeira projeção astral consciente

Saulo Calderon Relatos, Relatos Luciano Caldas 7 Comments

Era o ano de 1986 e meu avô tinha pouco tempo que havia “descascado” do corpo físico e eu estava ainda um pouco sentido com o ocorrido.

Certa noite,eu pedi ao meu pai para dormir com ele e a minha mãe, pois não queria dormir sozinho…estava, deveras, mui sentido com õ passamento do meu avô Petrônio.

Para a minha sorte(hehehe ou da projeção que viria ?) meu pai negou-me o pedido e eu tive de ir dormir sozinho mesmo !

Bem no meio da madrugada, eu desperto, sentindo que mãos invisíveis estavam tocando em meus pés.Abro os olhos e não vejo ninguém,mas de repente, essas mesmas mãos me puxam abrupatamente da cama.

Começo a gritar desesperadamente por socorro e ao mesmo tempo ouvia risadas bem sarcásticas mesmo(deviam estar curtindo com a minha cara de assustado)
e me conduziram pelo corredor lá de casa.Neste momento pela intuição, sabia que eles já podiam ser vistos, mas eu tava tão “cagado” de medo, que não ousei abrir os meus para-olhos para ver de quem se taratavam aquelas figuras brincalhonas.
O desespero da minha “via crucis” terminou quando eles(eram no mínimo dois espíritos) me jogaram na frente do quarto dos meus pais. Eu cai no chão. Me levantei ainda muito assustado, com o que tinha acontecido comigo e começei a entoar o meu “mantra de S.O.S ” : Pai, Mãe ,Pai, Mãe,Paêee!…. Nada de resultado. Eles estavam em sono profundo mesmo.

Depois de estar cansado de gritar por eles, resolvi voltar pro meu quarto,ainda “cagado de medo” e quando cheguei lá , olhei para a minha cama e vi alguém deitado lá. Me perguntei : Quem será essa pessoa lá na minha cama ?

Quando me aproximei vi que se tratava do meu corpo mesmo e aí eu fiquei bastante preocupado,pois achava que estava morrendo mesmo(tava tremendo de medo, com a quela situação estranha)….começei a procurar ajuda…fui no quarto dos meus pais ,mas eles estavam dormindo, gritei por eles e nada de resposta… Voltei pro quarto e quando observei de novo o meu corpo lá na cama, me senti sugado para dentro dele com muita força e só fui despertar na manhã seguinte. Quando acordei, procurei entender o que tinha realmente acontecido comigo naquela madrugada.
Logo de início a minha interpretação de um garotinho de onze anos analisou aquilo como um sonho estranho e bizarro.

Algum tempo depois fui enetender que aquilo que eu tive foi uma saída espontânea, na qual fui “retirado” “natoralmente” do corpo por espíritos brincalhões ,aos quais hoje sou-lhes imenso grato,pois através de suas brincadeiras(que quase me “mataram de susto” mesmo) abriram uma ‘janela psíquica” para o estudo e a compreensão de outras realidades mais sutis que envolvem o plano físico.

Realmente essa minha primeira experiência extracorpórea foi muito dramática(na época nem sabia o que era uma viagem astral) para um garotinho de onze anos,que tava todo “travado em sua base”,com o maior medo daquela situação estranhíssima, mas que por outro lado me ajudou muito a compreender o que era uma projeção,coisa que mais tarde, recebi muitas dicas do Wagner Borges e de tantos outros pesquisadores e projetores legais que tanto me ajudaram com conselhos e esclarecimentos muito lúcidos e amigos.Eu tava parecendo naquela situação, o Yogue Swami “cagadoananda” , hehehehe, pois realmente eu fiquei literalmente com o “coração na boca ” porém hoje, eu caio naquela risada quando me lembro disso tudo, pois sem dúvida,foi uma experiência que me ajudou, como já disse, a compreender outras realidades independentes dos domínios da matéria.

Naquela época com 11 anos, eu não sabia que tinha tido uma experiência fora do corpo e que tinha sido sugado de volta pra ele, pelo cordão de prata,por exemplo.
Espero que este relato de minha primeira experiência projetiva possam influenciar aoutros queridos projetores a repassarem para este fórum suas viagens iniciais em outras dimensões, e quem sabe não teremos também por aqui um novo relato de um outro “yogue cagadoananda” ? hehehe
Sinceramente espero que este pequenino relato possa ser útil de alguma forma a este fórum(para análise e comparação de suas próprias experiências pessoais, ok ?) de projetores e antes de tudo amigos da UNIÃO !

Um abraço de Paz !
Do amigo de todos

Comments 7

  1. uhashuashuasuashu eu com 18 anos teria a mesma reaçao que vc com 11 anos se nao tivesse encontrado esse site antes(acabei descobrindo o site de tanto procurar sobre a ”paralisia do sono” que tanto me dava medo haha)

  2. Entendo pouco do assunto, comecei a procurar pois tinha sonhos muito reais onde tentava acender as luzes dentro de minha própria casa mas elas não acendiam (pois tava tudo meio escuro) bem hoje o q me lembro ao acordar eh estar dentro do meu quarto a cama tá num lado diferente mas o q incomoda eh o peso do medo daquele ambiente. obs ja ouvi os 3 cursos to lendo o livro mas preciso de ajuda obrigado.

  3. HOJE DE MANHÃ TENTEI MIM PROJETAR! FIQUEI 30 MINUTOS PARADO RESPIRANDO DE VAGAR E NADA DE MIM PROJETAR, AE EU VIREI PARA O LADO E TENTEI MIM PROJETAR DENOVO, AE PEGUEI NO SONO E CONSEGUIR MIM PROJETAR!!! SENTI UMA SENSAÇÃO MUITO BOA! EU SABIA QUE TAVA PROJETADO! [PENSEI ASSIM AE CONSEGUIR!!] DEI UM LUPE GIREI TAVA FLUTUANDO! SÓ QUE NÃO ENCHERGAVA NADA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! =[ SERA PORQUE? AE DECIDI VOLTA KKKKKK [FUI MUITO BURRO!!]

  4. Puts e eu então q tenho 13 anos e to tentando me projetar, já fiz d td uns 2 dias mas num foi, to sentindo q to chegando perto, feliz e meio ” nóia ” ao msm tempo kkkk

  5. Olà tudo bem? Meu nome é Renato , tenho 21 anos e estou prestes a fazer a primeira viagem astral.
    Gostaria de conhecer o plano astral, para trabalhar e conhecer outros lugares.

    A primeira vez que eu tentei, vi na internet o metodo para fazer viagens conscientes, e usei a técnica da bola de energia por meio do EV, mas eu tive quer interromper pelo fato de ouvir baralhos fisicos externos da minha casa, ( meu familiares kkkkk) e também pelo fato de sentir um pequeno aperto no coração fiquei muito preocupado, gostaria de saber é normal esse sintoma na hora de se projetar astralmente.

    Se não for muito incomodo eu gostaria de manter contato com vc para relatar minha viagens e minha duvidas.

    Desde já obrigado!
    Espero que voltemos a nós falar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *