Projeções Conjuntas

Relatos, Relatos Saulo Calderon Leave a Comment

Olá queridos amigos!

Saudações energéticas a todos nós!

Vou relatar algumas experiências que tive que considero muito importante para mim e acho que para vocês, pois cada vez mais, pela pura lógica outras pessoas estão aprendendo a conhecer com a projeção a realidade incontestável da espiritualidade, e nessa jornada vamos nos auto-conhecendo.

Viajei para um interior aqui da Bahia à convite de um centro espiritualista, para fazer uma palestra sobre projeção astral. Como sempre, me preparo com antecedência, ficando meio ¨zen¨, hehe, chamo assim, porque nessa preparação, eu passo alguns dias antes da palestra sem comer carne, meditando bastante, e trabalhando um pouco mais que o normal as energias, isso me conecta mais com os amparadores, e comigo mesmo, e claro, facilita e MUITO a projeção. No Final da palestra, um rapaz me pediu para que eu fosse um dia, se ¨pudesse¨ , ajudar ele sair do corpo, pois ele tinha facilidade mas o medo o continha. Eu respondi que não posso afirmar nada, pois não iria depender somente da nossa boa vontade, mas se nos derem liberdade para isso, eu iria sim. Então fui para o hotel descansar. Li um pouco o livro do Tibet, da seria a Jornada da Alma, e deitei-me pensando na projeção.

Não me lembro como, mas minha consciência despertou em frente a uma casa que nunca tinha visto. Fiquei olhando e perguntei, e aí? Que faço aqui? Senti forte vontade de entrar e fiz de imediato. Atravessei a porta sem dificuldades, e logo estava num quarto com um rapaz deitado. Para minha surpresa era o rapaz que tinha me pedido a ajuda. Segurei a emoção, e olhei para ele. Seu corpo astral estava uns 15c, acima do corpo físico, Dormindo.

Falei calmamente, para ele despertar. E com certeza com a ajuda dos amparadores que eu não via, apontei as mãos para o corpo dele, e saiu uma energia fortíssima em direção a ele. Ouvi sua voz, dizendo: Aí meu Deus de novo não! Eu pedi calma para ele, e perguntei: Oi amigo, lembra que me pediu ajuda? Aqui estou, vamos sair para dar uma voadinha por aí, procurar umas espiritaszinhas bonitinhas, risos….. Vamos não há problemas, não sei quando teremos outra oportunidade igual a essa. Vi seu corpo astral sair do horizontal para a vertical, numa decolagem chamada Clássica! Peguei ele pelos braços e decolei por entre a casa de telhado. Em segundos estava tão alto que somente via as formas dos terrenos quadrados. Desci um pouco, próximo a um lago pousamos. Pedi para ele olhar para mim e disse: amigo, Olha que maravilha! Estamos conscientes! A vida é maravilhosa! Que pena quemilhões de pessoas ainda não conhecem essa experiência! E disse: Volte ao corpo, que voltarei ao meu para lembrarmos essa nossa viagem astral, pense nele agora!

Despertei com aquela sensação de projeção. E tudo foi se formando forte e nítido!

Nem precisou eu ir até a casa dele, pois bem cedo pela manhã, antes de eu pegar o ônibus, meu amigo que fiquei sabendo o nome depois, Carlos me olhou e perguntou: vc lembra? Eu disse, claro!!!!

Sorrimos felizes, e com certeza ficou marcada uma grande experiência conjunta! Conversamos até a hora da partida!

A outra experiência interessante foi no trabalho! Quer dizer, eu sou músico e vivo viajando por aí em estradas no ônibus da banda. Parece que estou sendo usado para ir buscar esse povo, estou achando ótimo, pois volto com uma felicidade muito gostosa! Que dura o dia todo, as vezes semanas. Infelizmente esse meio musical popular atual anda meio apagado para muitas coisas, inclusive para a própria música. Na verdade pode-se dizer que não fazem música, mas dinheiro! Mas vamos lá, esse é outro tópico!… RS

Despertei sobrevoando em alta velocidade e com muita facilidade por sobre uma orla, e fui levado para o alto, e logo depois para dentro do mar. Nunca havia ido no fundo do mar antes, na hora da entrada senti uma agonia, acho que psicológica, sei lá! E fui descendo rapidamente, e cheguei a uma vila que ficava dentro do mar. Fui recebido por duas consciências, que me saudarão, e saí novamente do mar, tudo isso sem que eu controlasse nada. Após estar voando a algum tempo, vi o ônibus da banda la do alto, e fui descendo. Achei estranho, pois eu via a pista, mas a região era diferente, será que aquela pista existe em outra dimensão mas em outra região? Entrei no ônibus, e um amigo meu um percussionista, me disse que nunca tinha voado, e me pediu para ir comigo, peguei ele pelo braço e subi, ele reclamou da altura, meio rindo meio agoniado.Então desci e deixei ele no ônibus.

Acordei no ônibus, e fui procurar ele. Perguntei se ele tinha sonhado que estava voando, ele me olhou assustado, e respondeu. Vc ouviu eu falar com João? Eu respondi: Não, eu estava projetado, e levei vc para voar hoje, vc inclusive reclamou da altura. O rapaz chamado António ficou pálido, e me disse que mal sonha, e que a última vez que tinha sonhado que voava era quando era criança! António esta interessadíssimo em projeção astral!

Bem pessoal, esses dois relatos foram importantes, pois confirmou aquilo que eu mesmo vivencio fora do corpo!

Abraços a todos, boas projeções, e coragem na vivencia extrafísica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *